Cupês Esportivos Ford Mercado

Ford Mustang: primeiro lote desembarca no Brasil

mustang-porto-1

A Ford enviou o primeiro lote do Mustang ao Brasil. Embora o bólido americano tenha surgido em 1964, essa é a primeira vez que ele chega ao País não por vias independentes, como já era até comum, mas de forma oficial, trazido pelo fabricante de Dearborn. Os primeiros carros são destinados aos clientes que participaram do programa de pré-venda, que começou ainda no ano passado.


Agora, o Ford Mustang já acumula mais de 200 reservas, de acordo com o fabricante. O desembarque dos primeiros exemplares foi no Canal de Cotegipe, na Bahia, onde a Ford possui um terminal privativo para também operações de embarque de veículos. As entregas começam no fim de março, após preparação dos carros nos distribuidores da marca.

mustang-2018-prevenda-1

As unidades chegam de Flat Rock, Michigan, onde está a fábrica da Ford dedicada à produção do Mustang. Embora a Ford nunca tenha vendido o carro no país, estima-se que existam milhares de unidades de diversas gerações rodando pelo país. Na gama da Ford do Brasil, no passado, apesar de não ter um Mustang, a empresa vendeu o Maverick como opção esportiva durante os anos 70 e depois passou a ser influenciada pela divisão europeia.


Agora, o Ford Mustang GT Premium chega como um marco no portfólio de produtos da marca, adicionando um cupê esportivo em estilo fastback que tem preço de pré-venda de R$ 299,9 mil, abaixo do principal rival, o Chevrolet Camaro SS, que custa a partir de R$ 311 mil. Ainda sem um conversível como o esportivo da GM por aqui, o pony car foca na performance em sua versão mais destacada, trazendo consigo o V8 Coyote 5.0 Ti-VCT com desligamento de cilindros e 466 cavalos, ostentando um torque de 58,1 kgfm.

ford-mustang-2018-apresentação-3

 

O esportivo da Ford tem ainda câmbio automático de 10 velocidades, feito em parceria com a General Motors, além de vários modos de condução e até uma função específica para largada. Equipado com rodas de liga leve aro 19 polegadas, o Mustang GT Premium “voa” de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos e tem velocidade máxima de 282 km/h.

Para vende-lo, a Ford cria um programa diferenciado para os proprietários, que terão ainda serviços específicos e poderão participar de eventos exclusivos para clientes do Mustang, uma forma de aproximar mais os donos dos carros do fabricante do veículo. O preço final da versão GT Premium ainda não foi definido, mas o lançamento oficial no mercado nacional deve ocorrer entre o fim de março e o começo de abril.

Ford Mustang 2018 – Galeria de fotos

COMPARTILHAR:
  • Guilherme Melo

    Falta só a FIAT trazer o Challanger e Charger

    • F30FLORIPA

      Eu li que o Demon chega esse ano por 890 mil.

      • Acho difícil o Demon vir oficialmente, pois é edição limitada e muito mais poderoso do que os concorrentes. Seria mais provável o Chellenger SRT, mais “civil” e em pé de igualdade com as versões do Camaro e Mustang já vendidas por aqui.

        • Edson Fernandes

          O proprio Hellcat já é um absurdo, prefiro até ele do que o Demon que se retira uma série de coisas bacana do carro.

      • Gabriel

        Mais fácil a Chevrolet trazer o novo ZR1 do que a Dodge trazer o Demon ou Hellcat

    • pedro

      Não vem porque o Challenger está envelhecido no mercado. Infelizmente.

      • Flight_Falcon

        Momento ironic…

        Se vende Uno e strada como dizer que o Challenger está envelhecido e por isso não ser vendido? kkkkkk

        • pedro

          Não disse que não vendo, disse que está envelhecido. Acho bem difícil a montadora trazer uma veículo em fim de vida. Talvez na próxima geração. Camaro e Mustang mudaram a geração e ele permaneceu como antes.

    • RRodrigo Souza

      fiat nao vende nem argo direito,imagine um charger ,

      • CharlesAle

        Pensei o mesmo.kkkkk

      • 1945_DE

        O problema não é vender. O problema é dar assistência e fazer a manutenção corretamente.

  • André

    Ford Mustang e Kia Rio sempre foram as eternas falsas promessas, o Mustang parece que finalmente desembarcou, agora só falta o Rio. Pelo sucesso do Polo/Virtus, pode dar bem certo por aqui.

    • Ⓜ️arcelo

      Pelo que li o Rio vem sim

    • Mario

      Não entendi.

      • Lucas

        Ele quis dizer que tanto o Ford Mustang quanto o Kia Rio sempre foram prometidos pelas respectivas montadoras e nunca vieram para o Brasil. Também espero que o Rio venha nas versões hatch e sedan

    • afonso200

      o RIO em 2011 tinha mais de 2000 unidades no patio do porto dai a MAE DILMA deu o decreto do SUPER IPI e noutra semana os Kia RIO voltaram tudo pra Coreia

      • Antonio Macedo

        Os Kia Rio virão da fabrica Mexicana, na cidade de Pesquería, no estado de Nuevo Léon.

        • Ygor Soares

          Agora meu querido, o amigo falou em 2011!

    • Hoffmann

      O Grupo Gandini só não traz o Rio dessa vez se for bem burro.

    • Ygor Soares

      Esse Kia Rio é achei bem ruim! Andei nele e o carro é muito capado, não tem nem como comparar com o Polo é se for comparar a motorização então aí que piora!

      • Ricardo

        Concordo.

    • CharlesAle

      Mutos queriam um Camaro manual, mas a GM Brasil só trouxe AT.. Espero que a Ford se atente a isso e traga Mustang manuais.Acredito que sairá até mais que AT..

  • Ricardo

    Opa! Até que enfim, não aguentava mais esperar, o meu acho que é aquele amarelinho lá! Haha

  • Alexandre TRE

    Parabéns aos compradores

  • Josê Fagundes

    O Mustang é o único coupé esportivo de marca popular que nunca teve sua produção encerrada (como o Camaro e Challenger) e o mais antigo (1964!). O modelo viveu altos e baixos, mas a Ford sempre confiou . Corvette, que é uma grand touring, também

  • anonbr666

    Depois dizem que dinheiro não traz felicidade rs. Garanto que eu seria MUITO feliz com um desses na garagem!

    • Rbs

      O dinheiro já trás tanta coisa que ficou isento de trazer a felicidade! rsrs

  • Cleidson

    Que tragam o conversível!

  • Dentre os três muscle, este é o que não vejo graça.

    Acho principalmente o Challenger, o mais divertido dos três.

    • Elinho Casagrande

      Já dirigiu todos?!

      • Não é questão de dirigir (andei em um de um colega GT500 azul, lindo por sinal), mas sabe aquela coisa de “não rolar empatia”. É assim que vejo o Mustang.

        • sepchampions

          Já eu sou o contrário, prefiro o Mustang, só o símbolo já me ganha.

  • Marcus Vinicius

    no Canal de Cotegipe, na Bahia nesse mesmo lugar deve chegar ranger , focus, fiesta sedan, fusion e edge !

  • Guilherme Batista

    Eu fico feliz desse carro finalmente estar vindo pra cá e triste por ser mais um carro de nicho.
    Estive a pouco tempo nos EUA e você via ele pra todo lado, inclusive os conversíveis.

    Essa geração pra mim é uma das mais bonitas junto com a “geração da Eleanor” podiam trazer as versões mais baratas pra gente poder deixar de sonhar e colocar esse carro como objetivo

    • Ⓜ️arcelo

      em 1994 e 1995 ele foi importado oficialmente

      • Guilherme Batista

        Nessa época eu não podia dirigir e nem comprar hahaah

        • Ⓜ️arcelo

          Eu tinha 18 e era sonho de consumo, mas era estagiário e o que ganhava mal dava para pegar condução kkkk

      • Elinho Casagrande

        Oficialmente, não. Algumas CSS traziam por conta própria. Eu sei porque um amigo do meu pai tem CSS Ford e ele trazia até umas Ranger antes da fabricação nacional. Trouxe até uns compactos que eu não lembro mais o nome.

        • Ⓜ️arcelo

          Por conta própria na css não pode. Nas css só existiam o GT V8. Nas revendas multimarcas sem vínculo coma montadora sim, elas traziam aos montes as demais versões assim como ocorreu com o Camaro no período de 2011 a 2013

          • Elinho Casagrande

            Fale sobre o que você sabe. Essa CSS vendia Ranger Splash 3.0, vendia Mustang não oficial e ainda uns compactos feios pra kct que eu não lembro o nome. Existiu Ranger Splash oficial? Não, né?! Então eles, de alguma forma, vendiam sob a tolerância da fábrica.

  • alfista

    A ford trouxe em 1994 e 1995 mustang, vendia em qualquer concessionatia, tanto v6 quanto v8, na ocasiao comprei uma ranger xlt estendida e havia mustangs expostos a pronta entrega.

    • Ⓜ️arcelo

      Exato, comeu bronnha a matéria

      • JP

        Em 1994 e 1995 foram importados muitos Mustangs mas ao que me consta não era importação oficial Ford. Algumas concessionárias vendiam modelos importados por elas, como importação independente.

        • Ⓜ️arcelo

          Nenhuma css tem autorização da montadora de comercialização de veículos zero km que não esteja no portfólio. Diante deste ponto de vista foi importação oficial.
          Outra coisa, eu já fiz vários seguros destes Mustang que foram importados nesta época e em pesquisa bin, a maioria consta com cnpj de importação da própria css porém existiram também veículos com cnpj de importação da propria ford.

          • Lorenzo Frigerio

            A importação não foi oficial Ford.

          • JP

            Importação oficial implica o veículo ser trazido e comercializado regularmente pelo fabricante, que deve garantir o fornecimento de peças e assistência técnica regular. Além disso, com regra, quando um veículo é importado oficialmente, o fabricante/importador realiza o lançamento do veículo junto à imprensa, assim como promove campanhas publicitárias, coisas que nunca ocorreram com o mustang anteriormente.
            Concessionários importavam e vendiam mustangs e outros importados, não sei se sem o conhecimento ou com a tolerância da Ford, mas o fato que não era uma distribuição oficial. Além disso, a Ford pode ter importado algumas unidades para diversos fins (exibição, prospecção de mercado, homologação, testes, diretoria), mas o fato de que não houve comercialização e assistência técnica oficial.
            É só lembrar que a GM, mais recentemente, importou um lote de Malibu, que não chegou a ser lançado e comercializado ao público, e que acabou sendo vendido aos concessionários.

            • Ⓜ️arcelo

              Acredito que campanhas oficias não tem nada a ver com importação oficial de resto depende das regras na época. O fato é que existiam regras na época sim, pois somente os GT v8 e conversível GT v8 é que eram importados diante de dezenas de versões e somente foi importado em 1994 e 1995 sendo que em 1996 já foi interrompida.
              Diante das suas argumentações, se estas importações não fossem algo planejado, não existiriam empecilhos para as css dar continuidade ao processo de importação das outras gerações.

              • JP

                As importações minguaram após 1995 por conta de alterações cambiais e da alíquota do imposto de importação. Em 1993, a alíquota caiu de 85% para 35%. Em 1994 chegou a 20%. Em 1995, subiu para 70%. (https://www.flatout.com.br/relembre-os-primeiros-carros-importados-para-o-brasil-nos-anos-1990/).

                Concessionárias também vendiam mustang V6, fato esse registrado em uma reportagem da Quatro Rodas de março de 1995 (http://4rturbo.blogspot.com.br/2013/04/revista-quatro-rodas-marco-de-1995.html) que avaliou uma unidade do mustang GT v8, olha só, cedida pela Cia Santo Amaro, que, segundo a própria reportagem, importava o modelo (em todas as versões, com preços a partir de US$40,000.00 para o coupé v6) de forma independente.
                A reportagem ainda relata que, em janeiro, a revista já havia apresentado uma matéria com fotos de um modelo vermelho, este sim importado pela Ford, especialmente para o salão do automóvel.

                • Ⓜ️arcelo

                  O fato das css importarem diretamente não quer dizer nada, pois essa prática é realizada até hoje, não sei se por questões tributárias, para modelos mais caros das marcas premium.
                  O fato é que nenhuma css pode vender qualquer modelo 0km sem o aval da montatora.

                  • JP

                    Há modelos mais caros que vêm por encomenda, mas são importação oficial do fabricante, com garantia do fabricante, etc.
                    No caso dos mustangs, não era importação oficial Ford, ainda que vendido por concessionários que os importavam, repito, de maneira independente.
                    Concordo com você que o contrato entre as fábricas e os concessionários provavelmente deve vedar a comercialização de modelos que não componham a linha de modelos especificada pelo fabricante. Na época, os concessionários podem ter importado modelos sem o conhecimento da Ford, ou com a mera tolerância da Ford. Mas o fato é que esses veículos não eram importação oficial, a Ford não os garantia e não fornecia peças para esses veículos.

                    • Ⓜ️arcelo

                      Como foi o começo da importação talvez a ford não sabia como configurar um modelo como o padronizado atualmente e deixou os css por livre demanda.

    • Foi aquela época em que o Collor abriu as importações de carros, depois de longos anos em que isso era proibido no Brasil. Talvez foi nesse período que muitas concessionárias importaram por conta própria os Mustangs.

    • Bruno Alves

      Se eu não me engano, eram importados pelas próprias concessionárias.

    • afonso200

      sim e trazia tambem o Taurus importado 94 e 95

    • Elinho Casagrande

      Trouxeram de forma independente, sim. Aqui em VIX tinha até Ranger com motor 3.0, Splash, etc. Importavam até um compacto que não recordo o nome.

    • CanalhaRS

      Alfista, a primeira metade dos anos 90 foi um tsunami de importações, oficiais e independentes, muita coisa veio pra cá. Isso causa uma confusão na cabeça da galera.
      A Ford pode ter trazido algumas unidades para testes, exposição, clínicas, talvez até homologação, mas ele nunca havia sido vendido oficialmente. Tua informação e do Marcelo não procede.

  • CanalhaRS

    Pra ver como a Ford é tosca.
    Um esportivo icônico, lançado a mais de 50 anos, e que nunca havia sido vendido aqui.
    É a marca que mais erra de estratégia no Brasil, impressionante.

    • Ⓜ️arcelo

      em 1994 e 1995 ele foi importado de forma oficial.
      Acredito que a geração de 1999 ainda tinha apelo esportivo mas depois acabou se tornando um carro comum, sem atrativos, aliados ao novo fechamento do mercado de importados tornou-se inviável a continuidade naquela época.

      Mas acredito também que a penúltima geração, que voltou a ter apelo esportivo de muscle car, e esta última geração já deveriam estar sendo vendidas no brasil juntamente com Camaro. Isso sim foi um erro estratégico.

      • zekinha71

        Mas foi o Mustang mais sem noção, até os filetes das lanternas eram na horizontal, em vez de vertical.
        E ainda caiu na mão dos pagodeiros pra dar má fama.

      • CanalhaRS

        O texto fala que ele nunca havia vindo de forma oficial.

      • Elinho Casagrande

        Não insista. Não era oficial!! kkkk

        • Ⓜ️arcelo

          era siiiiim rs

    • cepereira2006

      Eu acho que quem mais erra no BR é a Volks, disparada. Carros bons mas com preços no mundo da lua e política de opcionais anacrônica. Está tentando voltar aos trilhos em um único modelo, quem sabe não reaprende.

      • CanalhaRS

        A VW, pra mim, é a segunda. Tem uma fila de ca%@das também….

  • Mario

    De pensar, que os Camaros chegaram com preços por volta de 150k, e hoje passam dos 300k.

    • leomix leo

      Amigo, Camaro chegou por 129k, passou para 159, 189, pulou para 239, e chegou na nova geração por mais de 300k. Isso se chama Brasil.

  • Vattt

    Terá vendas tão pífias quanto o Camaro, afinal o GM em seu lançamento, custava 128 mil e ao longo do tempo chegou aos 180 mil. E na atual versão custa equivocadamente 320 mil!!!! kkkkkkkk
    Meia dúzia de corrupto da ostentação vai comprar e o resto só a base de descontões. Empresário real viaja muito e sabe o valor de um Mustang ou Camaro lá fora, e não se compara a Porsche, Mercedes, BMW entre outras máquinas.

    • Lorenzo Frigerio

      Pelo valor, você pode comprar Mercedes e BMW “IND. BRAS.”. Porsche, uma Boxster e olha lá. Quem compra Camaro e Mustang já tem outros carros caros de uso.

    • Hoffmann

      De acordo com publicações da época o Camaro trazido oficialmente pela GM chegou custando 180 mil em 2010.

    • Josê Fagundes

      Vendeu 25 carros

    • Ricardo

      Concordo. Usadinho em loja do interior.

  • Marcio Minuzzi

    a informação de desligamento de cilindros não foi divulgada pela Ford. está correta? outra coisa, esse 0 a 100 parece ser do Camaro. a informação de 0 a 100 do mustang é de 4 segundos.

  • Eduardo Edu

    Estivadores desembarcam dando burn out

  • zekinha71

    Aleluia, milagres acontecem.

  • Bruno Alves

    Eu não entendo essa estratégia esquisita das marcas ao trazerem os modelos importados para cá…
    Nunca trazem o modelo de entrada, sempre as versões mais caras, ai o carro fica com um preço super alto e não consegue crescer em vendas.

    • Lorenzo Frigerio

      O consumidor brasileiro é sem noção. O importado será sempre associado a luxo, vide o preço e os impostos.

  • afonso200

    depois de 7 anos agora vai vir,,,,que demora dona ford

  • Ricardo Blume

    Camaro não vende lá essas coisas, mas na época que só se falava nele é que a Ford deveria ter desembarcado o Mustang. De qualquer forma, um prato cheio aos amantes endinheirados dos modern muscle cars. E dale gasolina!

  • Andre Henrique Melo

    R$ 99.628 reias em valores de hoje convertidos. U$ 30.625 na pagina Americana ou seja um assalariado que ganha U$ 2.500 dólares tem um na garagem.Viva essa Republica de bananas

    • Josê Fagundes

      O mustang GT Premium custa 40 mil dólares

      • leomix leo

        Preço de Corolla então, viva a república federativa do roubo.

  • Alexandre

    Dirigi um desse no ano passado e tenho que confessar, apesar de eu gostar muito de Muscle Car, jamais trocaria um alemão por ele (ou qualquer outro Muscle). Dirigibilidade, esportividade, segurança, acabamento, conforto, tecnologia, basicamente em todos os quesitos os Muscles perdem para um alemão raiz.

    • Vitor C

      Concordo com quase tudo, mas acho que a dirigibilidade desses muscles evoluiu muito, Camaro e mustang em versões semipista são monstros, até superiores aos equivalentes como m4 e etc.
      Dinâmica não é mais um problema desses carros, agora acabamento, conforto e luxo… porém
      Cobram bem menos também.

  • pedro

    Primeiro lote? como, se a Fenabrave divulgou que vendeu 26 unidades já?

    • CanalhaRS

      Pré-venda…

      • pedro

        Pré-venda também é lote.

        • CanalhaRS

          Primeiro lote da pré-venda…

          • pedro

            Meu caro, olha o título “primeiro lote desembarca no Brasil”. Desembarca e é o presente do indicativo, logo, é o que está acontecendo. Se já vendeu 26 unidades no passado, logo, não pode ser presente, então a conclusão lógica é que este não é o primeiro, mas pelo menos o segundo. “Vamos e interpretar mais, galera…” Daí o título não condizer com a realidade.

            • CanalhaRS

              Bah, Pedro, vou ter que desenhar pra ti…hehehehe
              Quem comprou na pré-venda só vai receber agora!!!!

  • Ygor Soares

    Agora imagina esse Mustang sendo abastecido com a nossa mjolina tendo 40% de etanol!

  • NYC_Man

    R$ 300K…
    Uma bala

  • Guilherme

    Sempre fui fã desses pony/muscle cars. Na minha ordem de preferência primeiro vem o Challenger, depois o Mustang, depois o Camaro. Pena que ter um no Brasil é irracional.

    Seriam duas tristezas: A primeira de pagar 10 vezes mais em um carro que por melhor que seja não vale o preço aqui, nem que esses 300 mil não fossem fazer falta eu não teria coragem de rasgar dinheiro assim. Uma coisa é gastar, outra é gastar sabendo que não é o preço justo. A segunda é ver ele estragar rapidamente com a nossa mijolina.

  • Mauro Banqueiro

    So 466 cavalos de um 5 litros

    Olá BMW M5 V10 👍👍👍👍👍

  • João Victor Branchier

    Veio a versão Europeia do carro… Nessa variação do modelo o famoso e elegante pisca vermelho progressivo (as três barras da lanterna acendem uma de cada vez para indicar a direção) foi substituído por um pisca laranja convencional para se adequar as leis de luzes veiculares da Europa. Não acredito que o pisca tenha que ser obrigatoriamente cor de laranja no Brasil, portanto podiam ter usado a variante convencional Americana…

  • Zé Mundico

    Aí eu pergunto: quem vai ser doido de comprar um carro desses para usar gasolina com 40% de álcool?
    Eu acho que o motor vai estourar na primeira acelerada…..kkkkkkkkkkkk

  • No_Name

    Mais curioso nessa foto do porto é que a Ford ainda traz alguns Edge, mesmo custando horrores e não vendendo nada. Já será o Edge com facelift?

  • Schack Bauer

    Será que já está adaptado pra rodar com a sopa de gasolina com 40% de alcool?

  • Alexandre

    Bela maquina, deveria ter turbo.
    Mas por esse preço?
    Lá na Europa e EUA custa quanto?
    Exclusividade para os brasileiros!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email