Ford Hatches Mercado

Ford New Fiesta 2018: preços, versões, detalhes, novidades, fotos

NewFiestaEcoBoost-33 Ford New Fiesta 2018: preços, versões, detalhes, novidades, fotos

O Ford New Fiesta 2018 parte de R$ 53.660 e tem como novidade o motor EcoBoost 1.0 também para a versão SEL, ampliando a gama com turbo e injeção direta. Confira abaixo os detalhes do modelo.



Ford New Fiesta 2018 – detalhes

Sem nova geração, o Ford New Fiesta deve se manter no mercado brasileiro, mas com facelift. O novo visual deve chegar no último trimestre de 2017. O compacto premium, fabricado em São Bernardo do Campo-SP, não terá mudanças mecânicas, mantendo os propulsores 1.6 Sigma Flex com até 128 cv e 1.0 EcoBoost com 125 cv.

Ford New Fiesta 2018 – novidades

O novo motor 1.5 3C será mantido no EcoSport 2018, mas futuramente será nacional e pode acabar equipando o Fiesta renovado. Atualmente, o propulsor é importado da Índia. Já o câmbio automático de seis marchas vem da China. Os dois montados no New Fiesta 2018, acabaria elevando demais o preço, segundo a fonte. A Ford estaria preocupada com o valor a ser cobrado, visto que o mercado recebeu o Fiat Argo e em breve o Novo VW Polo.

O New Fiesta atualizado receberá multimídia SYNC 3 com telas de 6,5 e 8,0 polegadas, esta última no Titanium. Isso significa que o compacto premium terá um novo painel, a fim de abrigar essa central de entretenimento. Acredita-se que controles de tração e estabilidade serão de série, assim como sete airbags. Já no visual, a inspiração será o modelo europeu e pode vir com faróis com LEDs diurnos. Grade, faróis e lanternas devem ser modificados, mas os faróis de neblina permanecerão circulares.

new-fiesta-se-at6-2 Ford New Fiesta 2018: preços, versões, detalhes, novidades, fotos

Ford New Fiesta 2018 – versões

  • Ford New Fiesta SE 1.6 MT
  • Ford New Fiesta SE Style 1.6 MT
  • Ford New Fiesta SE Plus Direct 1.6 AT
  • Ford New Fiesta SEL 1.6 MT
  • Ford New Fiesta SEL Style 1.6 MT
  • Ford New Fiesta SEL 1.6 AT
  • Ford New Fiesta SEL 1.0 EcoBoost AT
  • Ford New Fiesta Titanium 1.6 AT
  • Ford New Fiesta Titanium Plus 1.6 AT
  • Ford New Fiesta Titanium Plus 1.0 EcoBoost AT

Ford New Fiesta 2018 – equipamentos

Ford New Fiesta SE 1.6 MT – Motor 1.6 Sigma e câmbio manual de cinco marchas, mais ar condicionado, direção elétrica, trio elétrico, alarme, freios ABS com EDB, airbag duplo, rodas de aço aro 15 polegadas com calotas, pneus 195/55 R15, rádio com USB/auxiliar/Bluetooth, faróis com máscara negra, banco traseiro bipartido, entre outros.

Ford New Fiesta SE Style 1.6 MT – Itens acima, mais faróis de neblina com moldura em preto brilhante, grade dianteira e acabamento dos retrovisores em preto brilhante, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, computador de bordo, rodas de liga leve aro 16 polegadas e pneus 195/50 R16.

Ford New Fiesta SE Plus Direct 1.6 AT – Itens acima, mais câmbio de dupla embreagem de 6 marchas, multimídia SYNC, assistente de emergência, AppLink e rodas de aço aro 15 polegadas com calotas.

Ford New Fiesta SEL 1.0 EcoBoost/1.6 MT/AT – Itens acima, mais faróis de neblina, rodas de liga leve aro 16 polegadas, chave MyKey, sensor de estacionamento e retrovisores com luz indicadora de direção.

Ford New Fiesta SEL Style 1.6 MT – Itens acima, mais grade dianteira e acabamento dos retrovisores em preto brilhante e faróis de neblina com moldura em preto brilhante.

Ford New Fiesta Titanium 1.6 AT – Itens acima, mais faróis cromados, bancos revestidos em couro e piloto automático.

Ford New Fiesta Titanium Plus 1.0 EcoBoost/1.6 MT/AT – Itens acima, mais entrada e partida sem chave, sete airbags, sensores de chuva e crepuscular, retrovisor eletrocrômico e ar-condicionado digital.

new-fiesta-250-000-2 Ford New Fiesta 2018: preços, versões, detalhes, novidades, fotos

Ford New Fiesta 2018 – preço

  • Ford New Fiesta SE 1.6 MT – R$ 53.660
  • Ford New Fiesta SE Style 1.6 MT – R$ 56.590
  • Ford New Fiesta SE Plus Direct 1.6 AT – R$ 58.490
  • Ford New Fiesta SEL 1.6 MT – R$ 58.590
  • Ford New Fiesta SEL Style 1.6 MT – R$ 59.790
  • Ford New Fiesta SEL 1.6 AT – R$ 63.190
  • Ford New Fiesta SEL 1.0 EcoBoost AT – R$ 66.090
  • Ford New Fiesta Titanium 1.6 AT – R$ 68.990
  • Ford New Fiesta Titanium Plus 1.6 AT – R$ 73.090
  • Ford New Fiesta Titanium Plus 1.0 EcoBoost AT – R$ 73.990

Ford New Fiesta 2018 – motor

O Ford New Fiesta 2018 utiliza basicamente dois motores. Um deles é simplesmente chamado de 1.0 EcoBoost, que é o mais recente. Este propulsor é importado da Europa e era muito aguardado no Brasil, tendo recebido diversos prêmios pelo mundo por conta de sua performance e economia. Ele utiliza um bloco de três cilindros feito em ferro fundido, mas com cabeçote e cárter em alumínio. Além disso, tem quatro válvulas por cilindro, duplo comando de válvulas variável e coletor de escape integrado ao cabeçote.

De concepção moderna, embora com bloco de ferro, o 1.0 EcoBoost vem com turbocompressor de baixa pressão, intercooler ar-água injeção direta de combustível. Ele fornece bom torque em rotações bem baixas e entrega 17,3 kgfm na gasolina, obtidos à partir de 1.500 rpm.

Ele faz o Ford New Fiesta 2018 ir de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos e ter velocidade máxima de 190 km/h. O consumo rodoviário é de 15,3 km/litro na estrada, enquanto no ciclo urbano faz 12,2 km/litro. O câmbio automatizado de dupla embreagem e seis marchas, o mal-fadado Powershift, é a única opção para o propulsor no Brasil.

O Ford New Fiesta 2018 tem outro motor, o envelhecido 1.6 Sigma, já em uso por um longo tempo. O propulsor tem quatro cilindros, duplo comando de válvulas variável (Ti-VCT), 16 válvulas no total e injeção eletrônica multiponto. Ainda se sustenta na gama da Ford nacional por ainda não haver um substituto, este motor é feito em Taubaté-SP, mas tem suas qualidades e reputação entre os clientes da marca. Não evoluiu e futuramente será absorvido pelo três cilindros 1.5 da família Dragon.

O 1.6 Sigma Ti-VCT entrega 125 cv com gasolina e 128 cv com etanol, ambos a 6.500 rpm, enquanto os torques são de 15,8 kgfm no derivado de petróleo e 16,0 kgfm no derivado da cana, ambos a 5.000 rpm. Embora seja um bom propulsor, ele só trabalha bem em alta rotação, o que é ruim para o consumo e conforto.

Ele opera tanto com câmbio manual de cinco marchas quanto com o câmbio automatizado de dupla embreagem. Nos dois casos, a bordo do Ford New Fiesta 2018, ele faz de 0 a 100 km/h em 12,1 segundos e alcança velocidade máxima de 190 km/h. Ele tem consumo na versão manual de 8,2 km/litro no etanol e 12,0 km/litro na gasolina, quando na cidade, bem como 10,0 km/litro no etanol e 14,6 km/litro na gasolina, em rodovia. No Powershift, o hatch 1.6 faz 7,8 km/litro no etanol e 11,2 km/litro na gasolina, dentro do ciclo urbano, além de 10,3 km/litro no etanol e 14,9 km/litro na gasolina.

ford-new-fiesta-ecoboost-impressões-NA-51 Ford New Fiesta 2018: preços, versões, detalhes, novidades, fotos

Ford New Fiesta 2018 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final

  • Ford New Fiesta 1.6 MT 2018 – 12,1 segundos e 190 km/h
  • Ford New Fiesta 1.6 AT 2018 – 12,1 segundos e 190 km/h
  • Ford New Fiesta 1.0 Turbo AT 2018 – 9,6 segundos e 190 km/h

O Ford New Fiesta 2018 apresenta uma boa performance com o motor 1.6 Sigma e seus até 128 cv. Embora o torque em baixa não seja tão generoso, ainda assim imprime no compacto o desempenho esperado. Com câmbio manual de cinco marchas, o hatch se mostra bem esperto, tendo boas saídas na cidade e garantindo retomadas de velocidade adequadas na estrada, mesmo com alto giro provocado pelo esforço.

Em condução na rodovia, a rotação fica em nível adequado e o conforto a bordo é garantido. Os engates são macios e precisos, enquanto as relações de marcha são condizentes com a proposta do motor. Trata-se de um conjunto bem integrado e com motor elástico, que mantém sua boa reputação.

O Ford New Fiesta 2018 manual apresenta uma boa dirigibilidade e economia, fazendo 8,2 km/litro na cidade e 10,0 km/litro na estrada, ambos com etanol. Na gasolina, ele faz 12,0 km/litro na cidade e 14,6 km/litro na estrada, algo muito bom. De 0 a 100 km/h, o hatch precisa de 12,1 segundos com máxima de 190 km/h.

Se a opção for pelo motor 1.6 Sigma com a transmissão automatizada de dupla embreagem Powershift, o desempenho é parecido. A bastante criticada caixa de mudanças tem engates suaves e precisos em funcionamento normal, mas em certas situações em apresenta incerteza na escolha da marcha.

Como faz tudo sozinha, na condução urbana ela é uma boa opção, já que evita o stress de ter que ficar acionamento embreagem o tempo todo, relaxando mais a perna esquerda e o braço. Apesar dos problemas é um conforto que muitos não dispensaram quando compraram o carro.

As retomadas não são mais rápidas que no manual, diferentemente de outros câmbios do tipo. Nas saídas, seu comportamento é mais parecido com um câmbio automático com conversor de torque. Daí não haverá problemas de performance quando a Ford voltar a usar uma caixa Aisin no lugar do Powershift. Com esse câmbio, o Ford New Fiesta 2018 faz de 0 a 100 km/h também em 12,1 segundos e com a mesma máxima: 190 km/h. O consumo é de 7,8 km/litro no etanol e 11,2 km/litro na gasolina, ambos na cidade. Na estrada, os números são de 10,3 km/litro no etanol e 14,9 km/litro na gasolina.

E o 1.0 EcoBoost? Este é a estrela do Ford New Fiesta 2018. Sem mudanças visuais dignas de nota, dentro e fora do veículo, o principal diferencial é mesmo o que aparece dentro do cofre do motor. O ronco do propulsor, ao dar a partida, já se mostra muito diferente daquele que os proprietários do modelo já estavam acostumados com os mais antigos Sigma 1.5 e 1.6.

O 1.0 EcoBoost tem um ronco grave e forte, que aumenta rapidamente ao se introduzir o pé no acelerador com mais vigor. NO conta-giros, ele atinge quase 5.000 rpm antes de cortar e manter. O “soco” é sentido por todos no veículo quando se exige mais dele, ampliando a sensação de força. Mesmo sair do lugar, o Ford New Fiesta 2018 já mostra muito de suas capacidades. Dá para notar também o corte da turbina aos 1.500 rpm por conta do lag, um mal que existe em todo modo turbo.

A aceleração do Ford New Fiesta EcoBoost 2018 é a esperada, sendo vigorosa e progressiva, sem vacilos e esforços fora do comum. A força inicial empurra muito bem o hatch compacto da Ford e seu ponteiro sobe rapidamente ao se acelerar. Afinal, são 17,3 kgfm a partir de 1.400 rpm.

Mesmo nessa baixa rotação, basta uma pequena acelerada para que a força seja suficiente para que o carro ande com agilidade, sem exigir muito do motor. Com 125 cv, esse 1.0 EcoBoost surpreende pela performance. Uma condução agradável e segura é garantida com excelentes retomadas e ultrapassagens, não exigindo muito do conjunto motriz.

A Ford decidiu pelo Powershift. Seu câmbio de dupla embreagem não sofreu alterações e nem precisou adaptação para que o casamento com o EcoBoost fosse perfeito. Mesmo sem o uso do modo Sport, as trocas de marchas suaves e “no ponto exato”, permitindo uma condução muito prazerosa em qualquer situação.

Embora a eficiência energética seja a ênfase, no entanto, ele apresenta boa esportividade para um carro sem essa pretensão. Existe a opção de trocas manuais em um botão na alavanca, para quem quer explorar as marchas, mas é pouco ergonômico. Nesse modo, o câmbio interfere bastante nas escolhas, especialmente nas reduções, o que não é bom para uma pegada mais agressiva.

Mesmo no modo Sport, que aproveita mais os giros altos, o EcoBoost parece estar sempre com folga e pronto para fazer uma boa média com gasolina, felizmente, já que assim o rendimento original não é perdido pela mistura. Por isso, após algum tempo, percebe-se que o propulsor trabalha solto, sem picos exagerados de rotação. Ele faz oficialmente 12,2 km/litro na cidade e 15,3 km/litro na estrada. Bons números, que resultaram em nota “A” no Inmetro. Ele também faz de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos e tem máxima de 190 km/h.

O New Fiesta EcoBoost 2018 oferece mais conforto ao dirigir e mantém a frugalidade em dia. Quando a 110 km/h e rodando em drive, o ponteiro marca 2.500 rpm. O compacto apresenta direção com boas respostas e leveza em manobras, mas sem ser muito direta e ne ser de fato um esportivo.

Na dinâmica de condução, o New Fiesta EcoBoost 2018 presenta freios e suspensão também sem alterações, por isso a percepção é a mesma da versão 1.6 Sigma. O giro alto do EcoBoost soa como música nos ouvidos, especialmente com os vidros abertos, quando o silvo da turbina e a válvula de alívio são perfeitamente audíveis. Mesmo assim, o nível de ruído é bom.

No geral, o New Fiesta EcoBoost 2018 tem um comportamento melhor que o New Fiesta Sigma 2018, sendo muito bom. De acordo com a tendência downsizing, a performance oferecida reúne sim, o melhor de dois mundo, entregando potência e torque em abundância e ainda por cima oferecendo eficiência energética superior aos motores aspirados de tamanho maior.

O hatch da Ford agora se diferencia dos demais do segmento em busca daqueles que querem tecnologia, performance e economia num pacote único. Ele não é tão surpreendente quanto o up! TSI, por vários motivos, mas supera o Volkswagen Polo 2018 com motor 1.0 TSI e câmbio automático, pois este prioriza mais a eficiência energética. A briga promete ser boa entre os dois.

Ruim mesmo é o preço a se pagar. Pelo menos o motor passou a ser oferecida em mais de uma versão, deixando o Ford New Fiesta 2018 um pouco mais interessante. Esperamos pelo novo 1.5 Dragon de três cilindros para oferecer uma performance melhor no lugar do Sigma 1.6, que deve sair de linha muito em breve quando o propulsor indiano for nacionalizado.

O 1.0 EcoBoost deve ser elevado para 140 cv e assim permanecerá acima do motor aspirado, que se espera ter os mesmo 137 cv no etanol, vistos no Ford EcoSport 2018. O câmbio automático Aisin de seis marchas deve superar o rendimento do problemático Powershift.

ford-new-fiesta-ecoboost-impressões-NA-34 Ford New Fiesta 2018: preços, versões, detalhes, novidades, fotos

Ford New Fiesta 2018 – consumo

Cidade

  • Ford New Fiesta 1.6 MT 2018 – 8,2 km/litro no etanol e 12,0 km/litro na gasolina
  • Ford New Fiesta 1.6 AT 2018 – 7,8 km/litro no etanol e 11,2 km/litro na gasolina
  • Ford New Fiesta 1.0 Turbo AT 2018 – 12,2 km/litro na gasolina

Estrada

  • Ford New Fiesta 1.6 MT 2018 – 10,0 km/litro no etanol e 14,6 km/litro na gasolina
  • Ford New Fiesta 1.6 AT 2018 – 10,3 km/litro no etanol e 14,9 km/litro na gasolina
  • Ford New Fiesta 1.0 Turbo AT 2018 – 15,3 km/litro na gasolina

Ford New Fiesta 2018 – manutenção e revisão

As revisões da Ford são feitas a cada 10.000 km e no caso do Ford New Fiesta 2018, o compacto tem custo total até 60.000 km de R$ 4.036 quando equipado com motor 1.6 Sigma. No caso do 1.0 EcoBoost, o custo é um pouco maior: R$ 4.116. De qualquer modo, ambos possuem custo acima da média da categoria.

Os serviços da Ford no geral substituem óleo do motor, fluido de freio, filtro de combustível, filtro de óleo do motor, elemento filtro de pólen da caixa de ventilação e vela de ignição, procedendo também inspeção de diversos itens e atendimento ao recall quando é necessário. A mão de obra está inclusa nos preços, que são fixos. Recomenda-se agendamento das revisões e/ou recall.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 1.6

Preços 1.0 EcoBoost

10.000 km

R$ 392

R$ 416

20.000 km

R$ 624

R$ 624

30.000 km

R$ 552

R$ 580

40.000 km

R$ 1.128

R$ 920

50.000 km

R$ 552

R$ 580

60.000 km

R$ 788

R$ 996

Ford New Fiesta 2018 – ficha técnica

Motor

1.0 EcoBoost

1.6 Sigma

Tipo

Dianteiro transversal, Turbo e Gasolina

Dianteiro transversal, Gasolina e Etanol

Número de cilindros

3 em linha

4 em linha

Cilindrada em cm3

999

1597

Válvulas

12

16

Taxa de compressão

10:1

12:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Multiponto

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 125 cv @ 6000 rpm

Gasolina: 125 cv @ 6500 rpm / Etanol: 128 cv @ 6500 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 17,3 kgfm @ 1.500 rpm

Gasolina: 15,8 kgfm @ 5000 rpm / Etanol: 16,5 kgfm @ 5000 rpm

Transmissão

Tipo

Automatizado de dupla embreagem 6 marchas

Manual 5 marchas / Automatizado de dupla embreagem 6 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado / Tambor

Disco ventilado / Tambor

Direção

Tipo

Elétrica

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 16 polegadas

Aço / Liga Leve aro 15 / 16 polegadas

Pneus

195/50 R16

195/55 R15 / 195/50 R16

Dimensões

Comprimento total (mm)

3969

3969

Largura sem retrovisores (mm)

1722

1722

Altura (mm)

1464

1464

Distância entre os eixos (mm)

2489

2489

Capacidades

Porta-malas (litros)

281

281

Tanque (litros)

51

51

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

403

403

Peso em ordem de marcha (kg)

1178

1073 (MT) 1132 (Powershift)

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,33

0,33

Ford New Fiesta 2018 – fotos

5.0

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Nossa, que gambiarra, espero que o 1.6 de entrada não seja muito caro pelo menos pra ficar ali na faixa do Argo e Polo 1.0

    • leandro

      Não é gambiarra, é abrasileiramento. A concorrência apertou e o carro tá velho: troca os faróis, coloca uma central multimídia e lança como se fosse um novo carro!
      Só espero que voltem a vender o New Fiesta Sedan, querendo ou não é bem equipado para o possível preço

      • vicegag

        Que triste abrasileiramento ficou pejorativo, fazer o quê, se quase tudo aqui dá razão para isto.

      • Gustavo73

        Acho difícil voltarem a vender o sedan já que ele não deve ter esse facelift.

      • Thales Sobral

        Vai ser o New New Fiesta! Ouuuu Newest Fiesta!!! Ou ainda Brand New Fiesta!!! Mega Blaster!

    • rodrigosr

      Esperem por algo tipo Peugeot 207.

      • Raphael Pereira

        Nem precisa ir longe, a própria Ford fez isso com o Fiesta rocam em 2010.

    • Daniel

      Olha.. Na verdade esse Fiesta é bem mais bonito que o novo.. Atualiza o painel e vida que segue.. O novo tamanho e padrão do Europeu tornaria o Fiesta muito caro..

      • Edson Fernandes

        Eu só teria um Fiesta se o espaço interno crescesse. Ele parece um subcompacto de espaço interno. (tipo o Mobi)

  • giovanni

    que pena que acabou a política one ford…

  • Bruno Gomes

    O Fiesta sempre sofreu com essa diferença em relação ao modelo europeu. Me lembro de quando fizeram o Facelift no Fiesta Rocam em 2010/2011 e a Ford batia o pé dizendo que não traria o New Fiesta para o mercado, o que ocorreu em 2012 e logo em 2014 a atualização (precoce) para um carro recém lançado. Agora seguem a mesma estratégia, facelift para logo trazer a nova versão. Sem falar que com a chegada do Polo, os novos câmbios no C3 e 208 e o tal Argo, fará com a marca deixei o fiesta bem atrativo.

    • Tango

      O Fiesta (New Fiesta) foi lançado em 2008. Logo demorou 4 anos para chegar aqui. O facelift de 2013 não foi precoce, pois só acompanhou o facelift do modelo que já estava à 5 anos no mercado. Algo parecido aconteceu com o Focus de 2011 e lançado aqui no final de 2013. E que teve o facelift na mesma época que a versão internacional.

      • 2009, na verdade. Ele esteve como conceito no Salões de Frankfurt em 2007 e de São Paulo em 2008 (além de outros pelo mundo), mas a produção começou na Europa só depois da virada do ano.

        • Tango

          No segundo semestre de 2008 o Fiesta começou e ser feito em Colônia (Alemanha). Provavelmente as vendas começaram no final do mesmo ano.

      • Bruno Gomes

        Sim, demorou a chegar no mercado nacional. Me referi ao precoce pelo fato do facelift ter vindo dois anos após o lançamento do carro no país. Se alinhou ao restante do mundo, mas devido a demora no lançamento, acabou se defasando em relação a outros mercados, ficamos novamente uma geração atras dos demais mercados.

  • Bruno Costa

    Que pena… Um pouco mais de espaço no banco traseiro mais o câmbio select shift (não precisaria nem do Dragon nesse primeiro momento) e seria um grande candidato a meu próximo carro. Mas a mesma mecânica e só a frente recauchutada? Aí não dá…

    • Roberto

      Quase comprei um Fiesta, mas o espaço interno é muito ruim para uso familiar.

  • Douglas

    Manter o motor Sigma acho razoável, mas tinham que ter trocado esse Powershift.

  • Dud R. Domingos

    Que merda!!!! Quero o europeu aqui!!!!

    • Hater x Haters

      Pra que? Usam a mesma plataforma e esse atual ainda é moderno e seguro.

      • Gran RS 78

        Já que usam a mesma plataforma, mais um motivo para a Ford vender o Novo Fiesta para os brasileiros tbm, pois pagamos preços estratosféricos pelo modelo.

  • Realista.com

    Essa grade fronta , tipo Aston Martin, nos carros da Ford, para mim já está enjoativo.
    E já vai empurrar remendo aqui no Brasil, deixando de alinhar o Fiesta com o Europeu.

    • Gabriel Brito

      Sinceramente, é uma das poucas vezes que eu concordo que a nova geração não é necessária aqui, não mudou quase nada, evoluiu bem pouco e ficou até mais feio, se mudarem o painel aqui e tirar o PS já ta bom.

  • Nesse segmento so vai dar Polo e Argo.

  • RRROL

    Nem adianta lançar o facelift sem o motor 1.5 Dragon com AT6 tradicional. Caso contrário é um mico. Vai ficar desatualizado em no máximo 1 ano.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Peraí, vão manter o powershift? o 1.6 com câmbio AT6 seria bom, mas continuar com o powershift não vai vender nada.E como que a Ecosport vai ter o conjunto novo e vão manter preços competitivos como a ford diz?

  • ocampi

    Pelo que sei o Corolla está com Facelift, Fit, daqui a pouco o Renegade e…a vida segue.

    • Gran RS 78

      A diferença é que o Corolla, Fit e Renegade estão em sintonia com o que é vendido lá fora, diferentemente do Fiesta que os europeus já podem comprar a nova geração e nós brasileiros teremos que nos contentar com mais um remendo, no mesmo caso do 308 e do antigo 207.

  • Fernando Vechio

    Acho que no momento esta de bom tamanho…
    É um carro excelente, um motor muito esperto e econômico o 1.6, não precisa de tricilindrico para vibrar e incomodar continuamente.
    Quanto ao powershift, será uma boa oportunidade para a Ford mostrar que realmente resolveu apartir de 2015 (espero).
    Só falta voltar a comercialização do sedan, ai vou a troca…..!

    • leandro

      nas CSS que andei pesquisando é dado como certa a volta no NF sedan, tanto que ele ainda tá no site da Ford. Não sei se continua mexicano ou se vem brasileiro

    • Gran RS 78

      Discordo, pois a Ford tem uma política de One Ford, e ela se gabava de oferecer o mesmo carro para todo o mundo. A VW vai trazer o Polo que acabou de ser lançado na Europa, o 208 está em sintonia com o vendido lá fora e o Fiesta atual usa a mesma plataforma do novo modelo europeu, portanto daria muito bem para ser vendido o novo modelo tbm no Brasil, sem contar o preço que nós pagamos que é muito mais caro que os europeus pagam na Europa.

      • Matthew

        Essa estória de unificar a gama para todos os mercados do mundo é pendular! Ora falam que é melhor vender os mesmo modelos em todos os países para ganhos de escala (e redução de custo, portanto), ora falam que é preferível desenvolver projetos exclusivos que atendam às especificidades do local onde será produzido/comercializado. E não há regra pra isso. A mesma VW que trará o Polo por enquanto prefere abastecer o nosso mercado com a Tiguan de geração anterior.

        • Speed Racer

          Mas a Tiguan nova está chegando e a antiga vai continuar assim como nos EUA e em outros países para complementar a gama com um SUV médio de entrada.

    • Felipe S. Rangel

      Concordo.

  • Carlos Apollo

    Com controle de tração, controle de estabilidade e sete airbags, em 2021 eu compro um 2020 em excelente estado. Já tive o mexicano, em 2012, com os 7 airbags, se não fosse o cambio manual estaria com ele até hoje.

  • Filipe

    Visual renovado, vírgula

  • Alexandro Henrico von Mann

    Vai começar a fazer filhote de Frankenstein de novo? Não aprendeu com a geração anterior? Lá vai a Forde, Forde com o Fiesta de novooooo.

  • Lucas086

    Com o powershift? Excelente carro, o manual…

  • Diego G. de Lima

    Não vai me custar ir na concessionária dá uma olhada… Vai quê…

  • Dreidecker

    “Atualmente, o propulsor é importado da Índia. Já o câmbio automático de seis marchas vem da China. Os dois montados no New Fiesta 2018, acabaria elevando demais o preço, segundo a fonte. A Ford estaria preocupada com o valor a ser cobrado, visto que o mercado recebeu o Fiat Argo e em breve o Novo VW Polo.”. –> Parágrafo não faz sentido.

    • Thales Sobral

      Deve ser porque o Fiat Argo veio com preços competitivos… err… ops… tela azul do windows.

    • Ralf

      Entendi que, como irão trazer o AT6, trazer o Dragon 1.5 iria encarecer o carro (ou diminuir o lucro).

  • fabricioaguirre

    Desistiram de vez do automatizado ?

    • Thales Sobral

      Parece que ainda não (pro Fiesta), mas deve ser questão de tempo. O câmbio ficou queimado no mercado, fazer o que? Culpa deles, por sinal…

  • Cidadão

    Prevejo um desenho ruim, como fizeram nos facelifts abrasileirados do bonito Fiesta 2002

  • EJ

    Nao creio que ele venha sem o at6. Essa fonte deve estar errada quanto a isso.

  • Ramon Oliveira

    A Ford está mais perdida que cego em tiroteio. Os únicos carros bem posicionados são o KA e o Fusion, o resto é uma lambança só…

  • Speed Racer

    A Ford não havia dito que só venderia carros mundiais e atualizados no Brasil? Esse Fiesta é apertado demais e já é velho.

  • Giuseppe

    Enquanto tiver Powershift não terá minha atenção. Ainda essa semana cheguei a cogitar a compra de um SE Plus Powershift para minha mãe, mas a pulga atrás da orelha não sai e não deixa.

    • Esquilo Tranquilo

      Que bom que não comprou, só vale se virar AT6 ou algo do gênero.

      • Giuseppe

        Realmente.

  • FearWRX

    Pelo que entendi da matéria, vão manter o powershift?

  • Alexandre Maciel

    Facelift com versão nova lá fora? Vai continuar vendendo pouco, seja pelo preço que é realmente alto, seja pelo abandono da política de carros globais.

  • Esquilo Tranquilo

    Tenho um New Fiesta 14/14 manual e o carro é show, muito esperto e gostoso de dirigir, mas o PowerSHIT se queimou devido a falta de atenção da FORD.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend