Ford Hatches Longform Manutenção

Ford New Fiesta: Leitor relata sua experiência após um ano

new-fiesta-1-ano-revisao-1-700x934 Ford New Fiesta: Leitor relata sua experiência após um ano

O leitor Thiago Porto adquiriu em março de 2013 um Ford New Fiesta com carroceria hatchback e relatou a troca de seu antigo mexicano pelo modelo brasileiro. Agora, ele relata sua experiência com o veículo após um ano. Segue o relato abaixo:



new-fiesta-1-ano-revisao-2-700x934 Ford New Fiesta: Leitor relata sua experiência após um ano

Ford New Fiesta: revisão de 1 ano e comportamento geral

Algumas semanas após realizar a revisão de 6 meses resolvi fazer uma viagem com o carro até o Rio de Janeiro. O trajeto de ida entre Curitiba e Rio de Janeiro foi feito a noite, com uma hora de congestionamento na Serra do Cafezal e mais 1 hora de engarrafamento na junção da Carvalho Pinto com a Pres. Dutra.

Tempo de duração da viagem de Ida, 11 horas, média de combustível (100% Etanol + 100% com Ar Cond. Ligado) no trajeto de Ida, 12,1 km/l.

Como já havia relatado o comportamento do carro em curvas é excepcional, mas me incomodou a configuração das trocas de marcha que o câmbio tem na posição D quando se está dirigindo em condições de rodovia, nota-se nessa configuração o câmbio prioriza o consumo em função rendimento.

Assim, constantemente era acionado o Modo S até que em certa altura da viagem resolvi apenas utilizar esse modo, na minha sensação, bem mais adequado.

A volta fora realizada com dia claro, houve perda de 1:30hr em congestionamento na Ayrton Senna logo na chegada a SP. No trajeto de volta o tempo total de viagem foi de 10:30, a média de combustível ficou em (100% de Etanol + 100% Ar Cond. Ligado) no trajeto de volta em 11,8 km/l.

new-fiesta-1-ano-revisao-3-700x933 Ford New Fiesta: Leitor relata sua experiência após um ano

Primeira Preocupação com o carro

Após a Serra do Cafezal no retorno para Curitiba já com mais de 7 horas de viagem um som proveniente da parte frontal do veículo semelhante a um assobio começou a invadir a cabine, som que cessava toda vez que se imprimia aceleração ou que se fazia uma curva. Quem conhece ou já ouviu o som de um diferencial cantando? Pois é meus amigos era exatamente esse som.

Os últimos 300 km foram feitos nessa condição, ora o barulho sumiu, ora retornava, durante uma parada no posto em Registro para abastecimento fiz vários testes com o carro e com o câmbio, não havia nenhum indicio nem indicação de mal funcionamento do sistema mas o barulho incessantemente teimava em voltar assim que se ultrapassava 80km/h.

Fiquei de levar o carro na concessionária na primeira hora do dia seguinte para verificar o problema pois havia chegado em Curitiba já depois das 18 horas. No dia seguinte, surpresa! Cadê o barulho? Ainda assim levei o carro na concessionária, fiz todo relato da situação, foi designado que o chefe de oficina fizesse um teste de rodagem comigo ao lado para eliminar qualquer possibilidade de identificação do problema, após rodarmos pela cidade e na Br-116 por mais de 40 minutos, não foi notado mais qualquer som não característico vindo da parte frontal do carro.

Foi solicitado que constasse no laudo da minha visita as características do problema e a intermitência do mesmo. Em conversa pessoal com o mecânico, chegamos eu e ele a conclusão de que a maior possibilidade para resultar no barulho foi o aquecimento de algum rolamento do diferencial ou da manga de eixo e após isso com seu resfriamento a consequente acomodação da peça.

Desde então, nunca mais ouvi o maldito barulho, após isso já fez duas pequenas viagens de menos de 2 horas, não houve evento semelhante nessas viagens.

new-fiesta-1-ano-revisao-4-700x934 Ford New Fiesta: Leitor relata sua experiência após um ano

Ainda sobre o câmbio

Vez por outra erra marcha em uma retomada de baixíssima velocidade (típica situação de passagem sobre quebra-molas), o que causa um tranco bastante desconfortável. Essa situação não acontece com muita regularidade, possivelmente em 1 ano foram menos de 10 vezes mas ainda assim é inconveniente.

Me dei ao trabalho de prestar enorme atenção no tal “Barulho” que o câmbio faz em ruas esburacas, é verdade que há mesmo um som vindo da frente do veículo parecido com o de peças soltas mas, para ouvir esse ruído (que já foi divulgado ser normal) é necessário estar com vidro aberto, som desligado em rua de Nenhum movimento e prestando atenção.

O som tende a ser mais audível também com o sistema quente depois de ter funcionado por longo período de tempo. Logo na minha avaliação, isso não causa nenhum desconforto sonoro nem parece ser defeito do sistema, a impressão que fica mesmo é que tem gente se incomodando por pouco ou procurando chifre em cabeça de cavalo. Mas não entremos nesse mérito.

new-fiesta-1-ano-revisao-6-700x934 Ford New Fiesta: Leitor relata sua experiência após um ano

Altura do veículo

O Fiesta é um carro baixo para o padrão das nossas ruas, mais baixo ainda é a porcaria do modelo de protetor de cárter que a Ford resolveu instalar no Fiesta Nacional (No mexicano era diferente, era mais rente ao motor), de forma que não tão raramente assim há impactos do protetor com quebra-molas, depressão, rampas íngremes, ou mesmo aqueles acúmulos de asfalto provocado pelo tráfego de ônibus.

Eu penso que sinceramente se uma pessoa com intenção de compra do carro for para usá-lo em Zona Rural deveria rever sua escolha.

Além do relatado o único contratempo com o carro nesse período foi que uma das borrachas de vedação da porta traseira soltou-se quase completamente nos dias de forte calor, recentemente acabei descobrindo em leitura no Fórum especializado que esse problema é mais recorrente do que se imagina.

Na época eu mesmo fiz o conserto, apliquei pequeno fio de cola 3M e a borracha ficou exatamente como de fábrica, mas a Dona Ford deveria atentar para isso também, afinal se isso acontece em Curitiba que tem um dos verões mais amenos do Brasil, imagina em cidades como o Rio de Janeiro, Cuiabá ou no Semiárido Brasileiro.

Pintura

Sobre o problema com a Pintura do carro e sua facilidade para descascamento, não tive mais problemas, parece que fazer uso de cera na lavagem ou pós lavagem, resolve mesmo a questão.

new-fiesta-1-ano-revisao-5-700x525 Ford New Fiesta: Leitor relata sua experiência após um ano

Consumo

O Consumo urbano do Veículo em épocas de férias escolares fica entre 8,7km/l e 9,2km/l de Etanol, durante o ano Letivo escolar (quem é de Curitiba sabe o quanto Escolas e Faculdades pioram o transito) o consumo do carro fica entre 7,8km/l e 8,2km/l.

Essa variação de consumo se deve a situações as vezes atípicas de trânsito bem como o uso ou não do Ar Condicionado, no entanto não há incidência de consumo semanal inferior a 7,8km/l (Normalmente gasto ¾ de tanque por semana e o reabastecimento é sempre realizado aos domingos em posto de Bandeira BR).

Não uso Gasolina no carro, as raras vezes que usei o combustível não se mostrou vantajoso financeiramente elevando muito pouco a média de consumo e piorando o rendimento do carro.

Desgaste geral de peças e fluídos

• O Estado geral de desgaste dos Pneus é regular no centro e nas bordas de rodagem, após os 16 mil km, creio superaremos fácil os 40 mil quilômetros.

• Não há barulhos de amortecedores ou batentes.

• Há pequenos ruídos provenientes do quadro de instrumentos do Painel quando se trafega com o veículo em ruas esburacadas.

• Não houve redução nos níveis dos fluídos de freio nem de arrefecimento, a redução do nível de Óleo foi muito pequena senão insignificante, totalmente dentro da margem constante no Manual.

Na Revisão

• Atendimento marcado para as 8:00 da Ford Center Alto da XV, fui atendido com a costumeira presteza.
• Oficina limpa, mecânico ágil, Jovem e pouco comunicativo.
• Feito o Check-in dos itens da revisão foi notado necessidade de regulagem do freio de mão, não foi cobrado por esse serviço.
• Os demais itens foram trocados conforme manda o manual de revisão.
• Eu solicitei que fosse feito o rodizio, Balanceamento e verificação de necessidade de Alinhamento.
• Não houve necessidade de alinhar o carro, posto sobre plataforma de verificação, mesmo com nossos buracos Lunares o veículo continua devidamente Alinhado, somente o Balanceamento foi cobrado a parte. (R$40). Foi Solicitado troca do limpador de Para-brisa do Motorista por já estar apresentando desgaste e pouca eficiência. (R$60).
• Gasto total da Revisão R$420.
• Tempo total da Revisão 50 minutos.
• Foi ainda oferecida Limpeza do Veículo como cortesia, aceitei de pronto, no entanto a demora para realizar esse serviço foi grande, aproximadamente 40 minutos.

Isto posto, continuo satisfeito com o Veículo e com a Concessionária.

Agradecimentos ao Thiago Porto pelo relato.

COMPARTILHAR:
  • Marco Antônio

    O problema da borracha das portas é cronico… já troquei uma vez as borrachas das portas traseiras… e agora está soltando a borracha das portas do motorista…. o carro é ótimo, mas esses detalhes irritam profundamente…. daqui pouco eu coloco as fotos da borracha do meu….

    • ultimate_rr

      Então ele não é “ótimo”. Né?

      • Marco Antônio

        vdd… ficou paradoxo né…

        • th!nk.t4nk

          O estranho é que peguei o modelo nacionalizado no mês de lançamento, e curiosamente nunca soltou borracha alguma. Ou pioraram isso depois, ou o operário no dia estava de muito bom humor!

          • Lucas de Lucca

            Cara, você falando de operário de bom humor lembrei do filme Tempos Modernos do Charlie Chaplin, com ele trabalhando indignado e totalmente entediado nas linhas de produção.

            • Fábio

              Quem nunca assistiu “Tempos Modernos”?? kkk,esse filme é epico

          • Marco Antônio

            vc deu sorte realmente….

    • Andre Studart

      verdade, já houvi vários relatos sobre essa bendita borracha, no mais, carro excepcional.. mas resta uma dúvida, tanta gente fala bem do 208, queria saber como é pós venda dele, se quebra como outros peugeots ou problemas zero, no meu ver, sao os dois melhores carros da categoria

      • Thiago Porto

        Pois é cara, sou louco pra saber desse carro e do C3, mas parece q nenhum dono se propõe a falar do carro depois que compra.
        Será que é um mal sinal?

        • Andre Studart

          acho que nao! a média do 208 ta um pouco maior que a do fiesta, ele ta em 8.9 e o fiesta em 8.7, li isso em algum site que nao me lembro agora, perguntei pra conhecidos que tem 208 e todos falam que o carro é uma maravilha, e que com um ano de uso, por enquanto nada, mas mesmo assim, queria escutar algum relato detalhado, tipo isso.. vamo ter que ficar no aguardo mesmo até aparecer kk

          • Thiago Porto

            208 aqui em Curitiba vendeu muito pouco até agora, C3 tem bastante.
            Mas é muito estranho esse Silencio dos Donos.

          • Gustavo73

            A 4R tem um na frota de 60 mil km. Não lembro de um grande problema. Mas agora apareceram reclamações sobre o ar-concionado.

            • Andre Studart

              valeu gustavo! nao sabia, acabei de encontrar, vou dar uma lida

          • Rafael Araújo

            No grupo do 208 do facebook tem muita reclamação de barulho interno. Mas portas,teto panorâmico, porta malas… isso somado ao câmbio me fez desistir do carro.

            • Andre Studart

              nessa categoria, o melhor que tem de acabamento é o 208, mas ainda tem muito plastico, que bate muito, mas o fiesta é algo inacreditavel, é plastico em tudo que é lado em um carro de 40 mil.. a diferença é que a dirigibilidade dele é perfeita, eu realmente nao sei qual escolheria entre fiesta e 208

              • Marcio Santos

                Todos os carros desta categoria tem apenas plásticos no interior, exceção ao fiesta mexicano nenhum tem superfície emborrachada.

              • Thiago Porto

                50 mil

        • FabioH

          Thiago, tenho um C3 Tendance a 1 ano e meio e 27.000km rodados, mas acho que não conseguiria escrever um relato de forma satisfatória, sobre o pós-venda da Citroen, achei o atendimento nas revisões na média, já tive um sinistro com ele onde tive que trocar o parachoque dianteiro inteiro, acabei de voltar de uma viagem para Florianópolis onde rodei cerca de 1.500km, engraçado que eu vi muito C3 rodando por lá, não sei o motivo, é um bom carro, o acerto de suspensão privilegia o conforto e achei bom o isolamento acústico, tenho abastecido mais com gasolina ultimamente onde faço 11,5/litro na cidade (SP capital – mas não costumo pegar muito congestionamento) e nessa viagem fiz uma média de 16,5/litro com algumas paradas por obras nas serras, gosto do som Pioneer que vem com ele, bem completo. Relato de problemas: barulho na porta, luz de freio queimada e um problema no acelerador, todos solucionados após algumas visitas a concessionária.

        • Luciano Menegazzo

          Quando resolvi colocar um carro novo na garagem minha intenção era o 208 e o New Festa, mas depois de muito pesquisar acabei optando por um C3 modelo Tendence e hoje ele está com 6000 km rodados. Obviamente por ser um carro ainda pouco rodado não apresentou nenhum problema até agora e nenhum barulho. O que chama atenção desse carro é o conforto e a suspensão que é muito bem acertada para o padrão de asfalto que temos no Brasil mas é só…não pense em dar uma escapadinha para estrada de chão que a coisa começa a complicar. O motor do carro é interessante 1.5 (leia-se 1,45) está fazendo a média normal com alcool (8,7 – 12,8km/l). O carro tem um ar-condicionado que funciona muito bem. Gosto do som que veio junto do veículo um pionnerzinho, por enquanto só alegria. Vamos ver quando chegar a hora da 1 revisão.

      • Adriano Araujo

        208 é uma bosta! Não comprem carros franceses, lixo!

    • Felipe Cândido

      No meu Fiesta as borrachas das portas traseiras que se apóiam na coluna central pareciam muito moles e se dobravam com facilidade quando abriam e fechavam essas duas portas. Como consequência, as borrachas rasgaram. Troquei na primeira revisão, sem custo algum, e as novas já são mais firmes e não dobram

      • Luciano

        As minhas acontecem exatamente isso, porém apenas na porta esquerda. Irei trocá-la tb na próxima revisão.

    • Peuooo

      Ainda não obtive esse problema, mas quanto a pintura, meu carro veio com um defeitinho na maçaneta… do resto, veio tudo ok no meu…

    • MNG78

      Tenho um mexicano, comprado em 08/2012, com pouco mais de 12.000 Km rodados. A borracha da porta do motorista nem se soltou, “apenas” se rasgou. E posso afirmar com plena convicção que não foi por mau uso, pois somente eu utilizo o carro e nunca nem esbarrei na referida borracha. O jeito será apelar pra garantia e ver quais desculpas irão dar.

    • Thales Sobral

      Até hoje não tive problemas com as borrachas, mesmo no sol do NE. Mas quanto à assistência técnica da Ford… Só Jesus na causa.

    • Grillo

      O meu está com 8 mil km rodados, vou observar essa da borracha mas até o memento nenhum problema

  • Vagnerclp

    A revisão é anual conforme o título da matéria? Não era de 6 em 6 meses? O preço está dentro da média das outras marcas. Mas ainda acho caro pelo serviço realizado.

    • Bruno Wendel Marcolino

      acho que só a primeira é após 6 meses ou 1000 km rodados, as demais são a cada 1 ano ou 10000 km rodados. Acho, não tenho certeza.

      • th!nk.t4nk

        Não, são todas semestrais. A primeira custa 224 reais. Somando todas, o custo é semelhante às dos concorrentes que têm revisão anual. O único incômodo é ter que levar o carro até a concessionária 2 vezes ao ano, mas por outro lado não fica “empurrando com a barriga” quando há algum detalhe a fazer (e ganha a lavagem).

        • Bruno Wendel Marcolino

          bom seria termos os preços de todas revisoes semestrais então para comparar com concorrentes o valor total, pois acho que sairia caro demais para um carro compacto não? Um 208 ou C3 a primeira revisao de um ano de uso ou 10.000 km sai mais ou menos esse preço, nesse caso não valeria tão apena o fiesta pensando racionalmente.

          • JoaoC

            Concordo com vc….minha esposa tem um e além de caro, dá trabalho parar o carro a cada 6 meses pra revisão….pra quem anda pouco não acho um bom negócio….quando formos trocar o carro dela que anda pouco vamos trocar por um que tenha revisão anual….

          • GUGASP

            São caríssimas, iguais às do Focus.
            No meu Focus gastei bastante com as revisões semestrais, sendo que a quarta (40 mil km) custa MIL REAIS!!
            E é melhor fazer todas elas, pois a manutenção dos carros da Ford são bem caras, só se acha peça em concessionária.

            • Antonio Pacheco

              Depois que vi que a 4ª revisão da minha Saveiro, feita pelo dono anterior, ainda com 28 mil km ficou em R$ 1240,00 eu estou achando essa do focus até que barata, relativamente.

              • GUGASP

                Ah não, mas o antigo dono da Saveiro era neurótico então. Aqui em casa até o Jetta TSI do meu irmão tem revisão mais barata (600 na média).

              • Bruno Wendel Marcolino

                do meu fox, de 60.000 km a concessionaria cobrou 1200.

                achei um absurdo, pois queriam cobrar mais de 700,00 na correia dentada e o resto do valor era pra troca de oleo, filtros e nada mais.

              • Carlos Edu

                a do new fiesta 2014 sai quatrocentos e uns quebrados.

            • leaozin

              De todos carros, acabei de pagar 3.8k na revisão de um astra com 30mil km, amortecedores, batentes, oleo, fluido transmissão automática, fluido de freio…

              • João Guilherme Fiuza Lima

                Ou tinha algo muito errado com esse Astra ou te colocaram no bolso, cara. R$3.800,00 por uma revisão de 30.000 km é um absurdo! Tive um Astra AT que rodou 80.000 km com meu pai e mais 35.000 km comigo, nunca gastamos nem perto disso.
                As primeiras três revisões foram feitas em concessionárias e, a partir daí, fizemos numa oficina de confiança, trocando todas as peças e fluidos conforme o manual.
                Já tivemos carros de diferentes categorias aqui em casa, e digo com certa tranquilidade que o Astra é bem tranquilo de manter. Bebia bastante, mas não dava dores de cabeça quanto a manutenção.

                • leaozin

                  Revisão na Css, alem doq falei acima tem bandeja, correia do alternador, alinh, balanc, filtros de ar/motor, filtro comb, junta da tampa de válulas e barra estabilizadora. Lembrando que só de amortecedores dianteiros foram 900 reais. O carro é 2011.

                  • Eduardo Gregório

                    Estranho trocar correia do alternador, junta da tampa de válvulas, barra estabilizadora, amortecedores, fluido da transmissão, batentes com apenas 30mil km. Mesmo que você cuide pouco do carro, esses itens eram para ser trocados muito depois.

                  • Bruno Wendel Marcolino

                    ba, achava os amortecedores do meu fox caro, 700 os originais, por ser um carro popular, mas 900 é grana ein! Acabei colocando amortecedor da Nakata por 510 e não me incomodou até agora.

                  • João Guilherme Fiuza Lima

                    Primeiro passo: Pegue o manual e vá até uma boa oficina realizar os serviços.
                    Acho até que agiram com má fé com você, cara. Pela experiência que tive com o Astra, o carro é robusto – na verdade trocar a tampa da junta de válvulas, barra estabilizadora e fluido de transmissão automática com 30.000 km é estranho em qualquer carro…
                    Mas não conheci o seu, as vezes tinha alguma treta nele mesmo.

                • Bruno Wendel Marcolino

                  bebia bastante? quanto mais ou menos? pois vejo alguns dizendo que fazem 10km/l na gasolina e na cidade, acho esse consumo bom para um 2.0 se for realmente. Mas sempre ouvi dizer que bebe bastante mesmo.

                  • João Guilherme Fiuza Lima

                    Cara, o meu era automático, fazia entre 8,5 e 9,5 km/l na cidade e entre 13 e 14 km/l na estrada. Não melhorava isso nem colado em traseira de caminhão kkkkkk
                    Sempre abastecia ele com gasolina e o ar condicionado, por morar em Salvador/BA, estava sempre ligado.
                    Mas conheço gente que tinha a versão manual e não reclamava de consumo.

                    • Bruno Wendel Marcolino

                      ja fazia mais que meu fox 1.0 2009 que faz 8km/l, acredite se quiser.

                      Quanto ao Astra, provavel que os relatos sejam do cambio manual, que normalmente da certa diferença no consumo.

              • GUGASP

                O loco, já tive Astra 2007 e meu irmão teve um Astra 2009. Os dois rodaram quase 100 mil km cada um e nunca deram gasto. Foram carros que deixaram saudade aqui pelo baixíssimo custo de manutenção.

                • Thiago Porto

                  Tb tive um 2007, morro de saudades daquele motor!
                  Dos freios não sinto nenhuma. kkk

                  Meus gastos $$$ com o carro foram mínimos.
                  Ótimo custo de manutenção, tinha peça que custava menos que do Celta.

                  • GUGASP

                    Carro Chevrolet não era bom de freio mesmo (hoje não sei), o antigo Vectra GLS 2.2 ano 1998 da minha mãe era péssimo de freio. O carro era uma delícia, mas não brecava nem a pau!! O Classic da minha namorada também é péssimo de freio, com o agravante de também não andar, não sai do lugar quando liga o ar!!

                    • Thiago Porto

                      puxa meu corsinha até freiava bem, problema que o sistema era subdimensionado, sobreaquecia e perdia eficiencia rápido, nunca vou esquecer uma vez descendo o cafezal com 3 dentro do carro mais um monte de bagagem e ar ligado.
                      Num dos pontos de ultrapassagem em descida longa com muito custo ( e desligando o ar)consegui ultrapassar duas carretas em sequencia e depois vinha uma curva para direita bem fechada.

                      O problema é que eu ja vinha pendurado no freio, a velocidade baixando devagarzinho e meu velho do lado já falando “puxa a 3ª, puxa a 3ª” e eu rezando pra velocidade baixar 110 ( o corsa não tinha conta giros mas eu sabia por “uso” que a 3ª do corsa ia até 110km/h)
                      Se eu puxasse 3ª aquela altura, ou arrebentava a caixa ou ia sair pistão voando por cima do capô..kkkkkk

                      Puta merda, bateu saudades do coroa agora.

                    • Lucas de Lucca

                      Putz, que aperto hein Thiago kkkkkk

              • Bruno Wendel Marcolino

                poutz oO 3.800 numa revisão

            • Thiago Porto

              to preparando meu Bolso, daqui a um ano vai ser quase isso que vou desembolsar, se não me engano a do Fiesta é R$850

              • GUGASP

                Porto, pode preparar milão no mínimo, pois vai ter que trocar filtro de ar-condicionado e higienização da ventilação, alinhamento e balanceamento, enfim, serviços fora do plano de garantia. É, amigo, custa caro ter um equipamento em ordem!! rs

                • Thiago Porto

                  cara, tudo q não é obrigatório fazer na CCS e não compromete a garantia do carro, eu faço por fora.
                  Esses filtros eu vou trocar na próxima revisão que se dará Novembro ( antes do Verão, período de uso intenso do Ar Condicionado), se eles me cobrarem caro, vou até um ótimo mecânico especializado em refrigeração Automotiva que faz ótimos preços.
                  Na real já era pra eu ter trocado agora, pq esses filtros ficam imundos com apenas um ano de uso, mas como agora o Ar Condicionado entra meio q num estado de hibernação, dá pra esperar 6 meses.

                  • GUGASP

                    O preço é o mesmo fora da CSS, o filtro do AC é baratinho, custa uns 40 reais, mas o tal do spray da higienização é que custa caro, totalizando 140 reais com mão de obra (no Focus precisa desmontar o pedal do acelerador para tirar o filtro).
                    Eu faço limpeza todo ano na oficina de um amigo, pois uso o ar direto aqui no centro do estado de SP e o sistema fede muito depois de um ano.

                    • Nilson Del Santo

                      alguem sabe onde se localiza o filtro do AC no new fiesta? Tenho um desses spray limpa AC de 12,00 pra higienizar

            • MNG78

              Pois é, penso da mesma forma: melhor pagar caro e ter a garantia do que ter que arcar com eventuais problemas futuros. Meu New Fiesta mexicano 2012 está com 12 mil rodados, em fevereiro fiz a 3ª revisão (30.000 Km), quatrocentos e uns quebrados. Fico triste em pensar que a próxima será mais de R$800,00…

              • GUGASP

                O pessoal fala que Corolla custa caro pelo que oferece, mas o da minha mãe, nos 3 anos de uso e 47 mil km, nunca apresentou NADA de defeito, nem mesmo pequenos reparos, nada.
                E as revisões na Toyota não passam de 300 e poucos reais.

                • Bruno Wendel Marcolino

                  nisso realmente a Toyota se supera, por isso, mesmo sendo feio, quem quer popular e não quer manutenção, devia pensar no etios como primeira opção!, revisões baratissimas, acho que não há concorrentes que superem.

              • Nilson Del Santo

                cara, vc roda pouco, está praticamente pagando um seguro que depois de 3 anos não terá garantia da mesma forma. O meu mexicano fez 1 ano e meio com poucos 12 mil rodados e revisão em css apenas a 1ª. Troco os itens do manual por minha conta.

          • Ramom Alencar

            temos, na ford as revisões tem fixo

      • Peuooo

        não é não, é de seis em seis meses mesmo… minha primeira revisão paguei os 200 e poucos e mais a troca de pneus e alinhamento (ja estou fazendo 12 mil rodados…)

    • Lucas de Lucca

      Na matéria está falando que ele fez a primeira de 6 meses e essa dá a entender que é a segunda. Mas o título está bem confuso mesmo.
      E é a cada 6 meses sim… tenho um.

      • Vagnerclp

        Valeu, eu reli o início e tinha passado sem prestar atenção nisso. Mas o título deveria mudar.

      • Bruno Wendel Marcolino

        poderia informar os valores das revisões para comparamos com concorrentes?

        • Lucas de Lucca

          Bruno, fiz 3 revisões até agora, com exceção da terceira que fiz alinhamento e balanceamento, só foram trocados os itens conforme o manual pedia. Valores:
          1ª revisão: R$ 224,00
          2ª revisão: R$ 320,00
          3ª revisão: R$ 436,00 + R$ 90,00 do alinhamento e balanceamento que pedi pra fazer.
          Como já estou chegando aos 40.000 km logo irei fazer a quarta revisão. Essa de acordo com o site será de R$ 872,00.

          • Bruno Wendel Marcolino

            então é a cada 6 meses sem limite de km é isso?

            • Lucas de Lucca

              6 meses ou 10.000 km, o que ocorrer primeiro…

              • Thiago Porto

                Isso mesmo Lucas!!!

              • Bruno Wendel Marcolino

                ba, pra mim o custo é muito alto, pois além de manutenções de 6 em 6 meses, é necessário seguro e IPVA fora a parcela, pois é difícil alguém comprar a vista. Já descartaria esse carro como opção para mim que tenho que trabalhar todo dia de carro e acaba causando muito desgaste.
                Meu Fox 2009 já acho caro demais, até pensei em trocar pelo new fiesta mas com esses relatos da manutenção descartei totalemente.

                Obrigado pelas informações.

    • Thiago Porto

      Não, há equivoco no Título , já pedi ao NA que faça retificação.
      Essa foi a 2ª Revisão , as revisões da Ford são feitas a cada 6 meses ou 10.000 km

    • Carlos Edu

      A segunda revisão do new fiesta 2014 é R$ 320,00 (aqui em fortaleza)
      Sempre de 6 e 6 meses.

      Não acho muito foda, ja que paguei no novo palio a um ano atras R$ 297,00 na segunda revisão.

  • Marcos Wild

    Nossa! É o mesmo valor que paguei na primeira revisão do meu VW Golf G7

    • Thales Sobral

      Nem tinha porque mudar muito… É que óleo de qualidade similar não varia muito de preço.

  • Bruno Wendel Marcolino

    boa matéria, realmente parece que a Ford melhorou realmente a qualidade dos carros e acredito que o atendimento tenha sido bom, porém não se reflete em todas concessionarias da marca.

    • Samuel Ezidio

      eu achava a versão anterior mais bem acabada.

      • Bruno Wendel Marcolino

        concerteza, também acho, mas antes do new fiesta, quais opções a ford tinha?

        quis dizer que melhorou a qualidade geral dos carros pois todos já estavam defasados. Na faixa de preço do New Fiesta era o Fiesta Rocam mais caro e acima o Focus MK2 já defasado e por 50mil se comprava um 0km.

  • Netovski

    Relato muito útil e detalhado dentro dos limites da baixa km do veículo.

    Ótimo consumo para uma viagem com câmbio automático em modo esportivo, ótima aquisição e justamente na versão mais interessante e equilibrada do modelo. Parabéns!

  • O_Hobbit

    Jurava que era um Taxi na 1° foto!

  • GPE

    Bom relato. Fiquei impressionado com o bom consumo. Tava andando na estrada geralmente a quantos km/h? Esses valores são do pc de bordo ou são medidos na bomba?

    • Peuooo

      com gasolina faço média de 14.7 com ar ligado e no álcool faço os 12 citados… andando na velocidade de 110/120km/h… dentro da cidade tb faço a mesma coisa… Agora eu tb percebi que colocando 70% de álcool e o restante de gasolina ta rendendo muito bem tb! vale a pena testar…

      • Lucas de Lucca

        Acho que não vira nada isso. Porque a central vai ler o combustível que está em maior proporção no tanque e vai ajustar pra queimar pra ele. Logo, essa gasolina que sobra vai queimar como sendo etanol. Ainda mais que nossa gasolina já tem os 25% de etanol, diminui ainda mais a porcentagem de gasolina.
        Não sei, alguém que soubesse mais do assunto podia esclarecer.

        • Peuooo

          Agora você me deixou em dúvida, mas de qualquer forma, o que eu quis dizer eh q o carro não ficou tão gastão com apenas etanol no tanque… digamos que ele ficou mais pra gasolina do que pra álcool…

        • Thales Sobral

          A central não é bipolar, não tem uma “chavinha” alcool/gasolina nela… A sonda lambda se encarrega de trazer a queima para o mais próximo da estequiométrica. Ou seja, pode jogar a tralha que quiser lá dentro que ela se vira.

          • Lucas de Lucca

            Mas você concorda que a central recebe a leitura da sonda lambda e faz os ajustes para queimar o que está no tanque de forma mais eficiente? Logo, se tem mais etanol na proporção, vai queimar com os parâmetros para o etanol, desperdiçando a gasolina. Ou não?

            • Thales Sobral

              Não, é justamente isso… Não são “parâmetros para alcool/parâmetros para gasolina”.
              A sonda lambda vai informar “mistura rica em 10%”, a central vai regular para injetar menos combustível. Se o sensor de detonação sentir pré-detonação, vai mandar a central atrasar o ponto de ignição. Pode haver um mapa para 100% etanol, ou 80% gasolina, mas sempre existe esse ajuste feito pela sonda lambda e pelo sensor de detonacao.

    • Thiago Porto

      dentro dos limites de velocidade.
      sempre entre 100 e 120 km/h

  • ultimate_rr

    Me simpatizo com o Fiesta… Mas saber que o carro tem que estar sempre encerado para a pintura não descascar e que a borracha da porta descolou no “calor” de Curitiba.. Pelo menos o consumo se mostrou bom. Todavia, se meu próximo carro for dessa categoria, estudarei outras propostas como Fox, Punto (que está sendo vendido com um preço interessante) e até Sonic (considerando modelos 0km). Isso pelo fato de ter escutado bem menos reclamações desses 3 quando comparado ao Fiesta. Um carro com poucos milhares de quilômetros descolando a borracha quase que inteira da porta, não me agradaria muito. Aliás, o Ecosport equipado com o Sigma 1.6 foi reprovado no Longa Duração de uma revista, fato que não acontecia há muito tempo. Ou seja, bonitinhos, mas se for para gastar em algo de qualidade duvidosa, fico com meu carro atual que, mesmo em seus 70 mil quilômetros, não me dá dor de cabeça.

    • Andre Studart

      Tenho dois amigos que possuem o fiesta brasileiro, sendo um 1.5 e o outro 1.6, de acordo com eles, o unico problema que o carro tem é ser bom demais.. e realmente é, mas aquele acabamento interno.. haja agua pra benzer

      • Blanka

        Bom? Comprei 1. SE. Vendi 40 dias depois. Lixo de carro. Acabamento péssimo. Banco péssimo. Qualidade dos materiais péssima. Ergonomia péssima. Iluminação do som péssima. Você nota que o carro é descartável. Lixo. 42 mil você compra carro semi-novo bem melhor.

      • ultimate_rr

        André… seus amigos estão exagerando um pouco, né? Mesmo não apresentando defeitos, de cara já podemos citar o espaço interno, ou melhor, a ausência dele, e o acabamento da versão 1.5 S de 42 mil reais…

    • FPC

      Tenho um Fox Prime imotion, estou gostando bastante dele, mas confesso que o consumo desse Fiesta aí está melhor do que o do meu

      • Thiago Porto

        Há variação de consumo entre proprietários.
        Tem um rapaz de São Paulo que o Fiesta dele faz 9km;l com facilidade mesmo no transito caotico de SP.
        Em contra ponto há um rapaz de uma cidade do interior q me procurou no facebook outro dia pedindo sugestão pq o Fiesta dele não faz por nada mais que 6 km/l.

        O meu tá na média, ainda assim esperava mais que isso na estrada.

      • ultimate_rr

        FPC, o Fox 1.6 nunca teve fama geral de ser um carro gastão. Não sei quando equipado com o ASG. Mas parabéns pelo carro. É um custo x benefício muito interessante.

        • Bruno Wendel Marcolino

          tenho um fox city 2009 1.0 que está fazendo 8km/l na gasolina e 400km de autonomia total no tanque, isso dirigindo tranquilo, que nem tiozão em delrey(nada contra os tiozões e seus delreys, hehe).

          Dei uma pesquisada na WEB em opiniões de donos de Fox desse mesmo ano com motor 1.0 e digo que 90% dos que achei tem praticamente o mesmo consumo.
          Acho um absurdo esse consumo se tratando de 1.0. Fora manutenção cara nas concessionarias e peças tem que pesquisar bem.

          O carro é muito bom, confortavel, espaçoso, bom isolamento acustico, realmente muito bom, mas esses agravantes acabam denegrindo a imagem do carro.

          • ultimate_rr

            A receita do consumo alto do Fox 1.0 se dá pelo seguinte:
            carro pesado + combustível de baixa qualidade (normalmente vendido no país, cheio de etanol misturado). Quando equipados com motor 1.6 ficam, na maioria das vezes, mais econômicos e suaves ao rodar.

            • Bruno Wendel Marcolino

              pois é, também acho isso, pretendo fazer a medição com etanol e ver quanto faz, pois o etanol por aqui é 2,49 e não vale a pena, por isso ainda não fiz medição.

              • ultimate_rr

                Não sei quanto paga da gasolina, mas com etanol nesse preço, dificilmente o segundo valerá a pena.

                • Bruno Wendel Marcolino

                  gasolina em média 2,89 ou 2,99, com promoção de vez enquando consigo a 2,77, mas tem dias especificos num posto aqui perto da Shell.

                  Isso na gasolina comum. Aditivada nao baixa de 2,99. Ja testei com aditivada e nao deu resultado algum caso pergunte.

                  • ultimate_rr

                    Realmente, a menos que seu motor seja algo totalmente excepcional, nem de longe o etanol valerá a pena…

                    • Bruno Wendel Marcolino

                      nada excepcional, da pra ver diferença com etanol, fica melhor, mas aumentos só 4cv, de 72 vai pra 76.
                      de qualquer forma vou fazer média e posto aqui como ficou.

    • Lucas de Lucca

      Possuo um mexicano, 12/13, com o mesmo Sigma 1.6 da Ecosport do teste e já está rompendo a barreira dos 40.000 km sem problema algum. Só faço as revisões facadas da Ford mesmo. Moro no interior de SP, aqui também é bem quente e não tive até agora problema algum com borrachas soltando.
      Só meu consumo (sempre com etanol) que não é tão bom quanto o dele. Na cidade os números são mais próximos, porém na estrada faço por volta dos 10 km/l… Apesar que tenho pé pesado, ando sempre acima dos 120 km/h.

    • th!nk.t4nk

      O Fox é ótimo, mas de uma categoria nitidamente inferior (em qualidade de rodagem e alguns aspectos construtivos; já dirigi ambos bastante pra dizer isso, mas que fique claro que o Fox está longe de ser ruim). A direção elétrica do Fox é mais pesada, os bancos inferiores (atrás, especialmente, são super desconfortáveis), motor 1.6 8v que bebe bem mais e bate mais o acabamento (desde zero km todo Fox tem seus grilhinhos). Suas vantagens são a altura e o custo x benefício. O Fiesta é baixo demais (mesmo sem o protetor de cárter, raspa), bem mais esportivo, delicioso de acelerar. É um carro pra quem curte pisar um pouco mais, fazer curvas rapidamente, etc. O Punto é o mais confortável dos três, gostoso de “passear”, mas decepciona no motor. Seu 1.6 16v é mais fraco até que o 1.5 16v do Fiesta, por incrível que pareça (em baixas rotações), além de beber mais. O 1.4 8v nem comento, sua aspereza me incomoda. O que sinto é que faltam mais opções nesse segmento. Há C3 e 208, mas eles compartilham alguns problemas (pós-venda ruim, câmbio manual e auto atrás dos concorrentes, etc). Eu gostaria mesmo é de ver o Clio e Polo europeus aqui, seriam excelentes alternativas.

      • ultimate_rr

        Concordo com o que disse. Ao mesmo tempo que existem muitos modelos nessa faixa de preço, algumas opções eu desconsidero por questão pessoal (Sandero e 208)… O Sonic peca pelo preço, Fiesta pelo espaço… Fox acabamento espartano, Punto 1.4 áspero e fraco…

        • Rafael Araújo

          Não acho o acabamento do New Fiesta muito melhor que o do Fox não. E tem a questão do espaço interno e altura do banco do carona do Ford também.

          • Corvo

            De fato, o Fox top de linha tem melhor acabamento que o Fiesta básico (repare nas forrações do teto por exemplo, encaixes sem rebarbas, etc). Claro que o Fiesta é um carro um pouco superior em muitos aspectos, mas em acabamento acho que é o pior de categoría

          • ultimate_rr

            Rafael, além do design em si, as peças no Ford tendem a fazem menos barulho (grilo) com o passar do tempo quando comparado ao Fox. Isso é frequentemente observado pelos donos de Ford que já tiveram VW, como eu. Ambos tem suas qualidades, mas o interior dos Ford ainda parece mais “encaixado”.

            • Bruno Wendel Marcolino

              o meu fox realmente tem alguns barulhinhos chatos, mas não chega a ser um absurdo, o que me incomoda é o consumo e manutenção e peças caras.

              • Corvo

                Bruno, reveja o consumo de seu carro, tal vez esteja com algum problema que afete. O meu 1.6 2013 estou achando economico. Faz aqui 7, 7.5 km álcool no transito de SP. Sobre a manutenção, até agora só fiz as revisões na concessionária (não me parecem caras, irei fazer até acabar a garantia do motor e cambio). Só o seguro que não é muito barato devido a que deixo na rua o dia todo onde trabalho (R$ 2200, solteiro, 27 anos, bonus 4, pernoite garagem)

            • Corvo

              Caro, isso varia muito de dono e da montagem. Já andei em taxis aqui em SP Spacefox beirando os 200 mil km e não faziam um barulho de plástico no interior. Um amigo meu tem uma BMW 118i e um Palio que só usa em rodízio e está com 80 mil km e não faz um só barulho de rangido.
              Infelizmente os carros fabricados no Mercosul não tem um padrão de qualidade específico, isto é, pode ser muito defeituoso ou pode não ter nenhum problema. Isso também se estende em relação a acabamento…

    • Túlio Leal

      O Sandero da sogra descolou essa borracha com poucos dias. Tive que encaixar ela de volta.

    • Peuooo

      eu não tive problema algum com a pintura… comprei em agosto passado e veio apenas com um problema de fabrica na maçaneta traseira do carro… nunca encerei e tb nunca tive nada descascando… E quanto ao motor, o 1.6 sigma do fiesta é “igual” ao do Eco, mas ele sofreu algumas diferenças… tanto é que o eco tem os 116 antigos e o novo tem 130cvs… Creio que eles devam ter feito esses reparos em que ele foi reprovado… quem sabe?

      • ultimate_rr

        Por outro lado existem relatos de carrocerias montadas com as peças “tortas” (de um lado um vão na junção da tampa do porta-malas, de outro um vão maior ou menor). Isso para mim é inaceitável. Devolveria o carro e entraria com um processo e deixaria nem que se arrastasse por anos. Sobre o motor, creio que os reparos (mesmo sendo ou não necessários) das peças reprovadas no teste da revista não foram feitos, uma vez que o carro já estava sendo vendido com esse motor há um bom tempo quando se foi publicado.

        • Lucas de Lucca

          Você sabe de algum outro relato de problemas com o Sigma? Porque sinceramente, se basear em testes da 4 patas, uma revista totalmente tendenciosa, é besteira…

          • ultimate_rr

            Lucas, sobre o motor apenas o caso da revista mesmo. Ouço muita reclamação sobre o acabamento, até sobre o consumo. Porém, eu comprei a edição da revista para poder ler a reportagem completa e te digo, a única forma de tudo aquilo ser mentira seria se – até as imagens – tivessem sido forjadas. Eles até entrevistaram pessoas da própria Ford e citaram nomes. Teria que ser uma conspiração razoável para promover algo falso com tantos argumentos. Não estou defendendo a revista, até porque não a leio com frequência, mas julgar tudo que é publicado lá como “totalmente tendencioso” é se basear em julgamentos preconceituosos de outras pessoas.

            • Lucas de Lucca

              Meu ponto de vista é o seguinte. Esses motores Sigma são usados pela Ford em vários países, exportados de Taubaté. Se realmente houvessem falhas tão graves no projeto, já teriam sido descobertas, pois esses motores estão rodando desde 2009 (vide o caso dos VW VHT, rapidamente todos falavam deles fundindo). E não acho que a Ford arriscaria se queimar na Europa, onde Focus e Fiesta vendem muito bem e são equipados também com o Sigma. Por isso acho que apenas o teste da 4 Rodas não pode ser fator decisivo para comprar o carro ou não.
              Agora, não acho que a 4 Rodas tenha manipulado imagens nem nada do tipo. Porém, nada impede de aquela unidade ter saído com defeito já de fábrica. Fora outros fatores que também contribuem como combustível ruim, trocas de óleo feitas fora de prazo.

              • ultimate_rr

                Mas eu não disse que o ocorrido não foi caso isolado. Lembrando que, além do motor, relataram outros problemas no EcoSport, como a invasão de poeira para dentro da cabine. Não acho o Eco ou o Fiesta carros ruins, mas algumas vezes eles deixaram passar a sensação de que algumas unidade foram “fabricadas nas coxas”.. Sei que, atualmente, isso ocorre em muitas montadoras mas, a título de exemplo (e não que isso seja de suma importância), se pesquisar no YouTube ou em redes socias verá que existem menos donos de HB20 furiosos do que de Fiestas..

                • Lucas de Lucca

                  A linha de montagem da Ford BR realmente deixa muito a desejar. O New Fiesta brasileiro quando saiu fui ver, e dava pena de ver como a montagem era mal feita. Acredito que tenha melhorado, mas quem comprou aqueles primeiras unidades realmente deve ter passado aperto.
                  Um conhecido meu comprou uma Eco logo que saiu o novo modelo, e em menos de 1 ano de uso ela estava horrível. Portinhola do tanque solta, lanternas traseira se soltando, as portas batiam tudo, borrachas soltas, o painel com grilo para todo lado. Realmente,aquela história, bonitinho, mas ordinário.
                  Mas nem toquei nesse assunto, pois me foquei mais no motor mesmo hehe

                  • ultimate_rr

                    Se até Focus vinha com peças desalinhadas, imagine Fiesta… O jeito é fugir das primeiras 10 mil unidades produzidas de qualquer carro da Ford rsrsrs

        • Peuooo

          Pode ser, mas o motor do fiesta é “diferente” do da Eco, não?
          quanto as peças montadas tortas, no meu não esta assim… talvez as primeiras unidades que foram montadas…

          • ultimate_rr

            Peuo, as mudanças nos motores são pontuais. As peças que se apresentaram em situações mais “críticas” são as mesmas usadas em todos os carros equipados com o Sigma. A diferença de potência se dá, praticamente, pela calibração dos motores, sistema de escape, etc. Não faria sentido a Ford produzir vários “tipos” de blocos Sigma.

      • ultimate_rr

        Salvo caso de “Recall Branco”.

        • Peuooo

          Recall Branco? não estou sabendo…
          Vc sabe sobre o que são eles? Não percebi nada de errado no meu mesmo após uns 8 meses e 12 mil rodados…

          • Felipe Lange

            Já tava pensando em ver o Fox como carro, mas vendo essas críticas, melhor partir para outro.

            • Bruno Wendel Marcolino

              acho que o fox melhor é o bluemotion que foi lançado com o 3 cilindros caso esteja querendo 1.0.

              O meu 2009 faz 8 com gasolina na cidade, porém é da geração 1, o ultimo G2 o consumo ja fica em 12km mais ou menos na cidade.

          • ultimate_rr

            Me expressei mal: quis dizer caso tivesse acontecido recall branco…

      • Carlos Edu

        Foi aumentado a potencia para receber o PowerShift sem problemas.
        Não sei pq n foi usado ainda na ECO.

        • Thiago Porto

          o que não foi usado na Eco?

          • Carlos Edu

            o 1.6 do New fiesta não é o mesmo 1.6 usado no eco.

            • Thiago Porto

              Ahhh Não??? kkkkkkk
              Engraçado pq o mesmo cambio Powershit do Fiesta acopla perfeitamente na Eco.

              Afff

              • Carlos Edu

                Diz a ford q por conta do peso da eco eles so usam o PS na eco 2.0.
                Por isso falei de n saber pq ainda usam o sigma antigo no eco e n o do fiesta.
                Efim….

              • Carlos Edu

                Tanto é que so está no eco com motor 2.0

  • Robinho

    “Gostaria” de um desse para minha esposa…mas sedan…

  • Sei que devo ser achincalhado com meu comentário. Mas prefiro o Polo (isso mesmo, o jurássico) ao NF…

    Tenho o Polo há cinco anos (modelo 2007) e não tive nenhum problema até hoje.

    • Lucas de Lucca

      Isso é seu gosto, não tem porque ser achincalhado por isso. Meu sócio tem um Polo 1.6 do mesmo modelo que o seu e também só fala bem do carro. Está chegando aos 120.000 km e nunca deu dor de cabeça, apenas peças de desgaste comum. Dirijo ele as vezes e acho bem gostoso de guiar.

    • Felipe Cândido

      Tenho um Fiesta Titanium Powershift e vim de dois Polos (2007 e 2011). O Polo pode ser considerado “jurássico” e defasado, mas não há uma pessoa que o dirija e não se apaixone pela suspensão firme, pela estabilidade, pela qualidade de construção e pelo motor de bom torque. Pena a VW não trazer o novo pro Brasil, é um baita carro desde sempre.

    • Magnosama

      kinem o meu (só que 2008), nunca tive problemas,
      mas agora quero trocar,
      por um Golf ou por Focus sedã…

    • CorsarioViajante

      Até fiz login só para comentar… rs
      Tbm tenho um Polo 2009, 96.000km, 100% satisfeito.
      Testei o NF, pois eu e minha mulher estávamos apaixonados por ele. Mas não me convenceu a trocar, o acabamento não me agrada, seja pelo desenho interno, seja pelos materiais usados, em especial na versão “pobrona”1.5 que estava mais perto de minha realidade de compra.
      A posição de guiar é muito boa, você encaixa no banco e o painel te abraça, mas me passou um pouco de claustrofobia. Me senti muito apertado, meus braços estavam sempre esbarrando em algo, coisa que não ocorre com o Polo. A sensação de aperto tbm é maior no banco de trás pelos vidros altos e o porta-malas é bem menor que o do polo, que tem acesso bem melhor devido ao seu desenho, e isso para mim é importante pois carrego muita tralha.
      Ou seja, preferi continuar com meu Polo prestes a sair de linha. Mas se roubassem meu Polo, por exemplo, o Fiesta seria um dos mais cotados para entrar no lugar dele.

      • Thales Sobral

        Se for “trocar por trocar”, sair do Polo pro Fiesta pode não trazer muita satisfação, mesmo. Não que o Fiesta seja ruim, mas é que o Polo É (ainda hoje) muito bom.
        A vantagem do Fiesta sobre o Polo, a meu ver, é o câmbio automático, e as almofadas. Carro por carro, se equivalem. E o Fiesta é um pouco apertado na frente (quem é mais avantajado pode ter dificuldades), e muito apertado no banco de trás. Ah, e na estrada, “descendo a lenha”, o consumo do Fiesta foi melhor, também. Na cidade, com toda a tecnologia empregada no carro, motor e câmbio, a “velharia” da VW ainda consegue números melhores… rs

        • CorsarioViajante

          Exato, e como não poderia pagar pelo titanium powershift não vi vantagens, só desvantagens. E como temos só um carro, ele precisa ser um pouco mais polivalente.

          • Thiago Porto

            vc esta no mesmo dilema q eu tive quando precisei sair do Astra.
            O Dinheiro não dava pra manter o padrão hatch médio, então ou eu baixava de categoria e mantinha o padrão ou eu me endividava mais do que o possível por um hatch médio novo.
            Como não sou maluco nem imprudente…

            Mas sonho todos os dias em voltar para um médio.

            • CorsarioViajante

              Sim, como teria que fazer alguma manutenção no carro pela quilometragem (troca de bateria, de jogo de pneu, fluído de freio, etc) fomos dar uma sondada no mercado.

              Preferimos gastar uns 3.000 com manutenção num carro quitado a entrar numa dívida de quase 10.000 para um carro de categoria inferior.
              E após ficar dois meses com um Uno devido à duas colisões frontais seguidas com o Polo, aprendemos a lição da piada do bode, estamos em lua de mel com ele de novo… rs

            • CharlesAle

              Eu,no seu dilema,partiria para um semi novo Focus ou Astra.Com paciência,se acha modelos usados praticamente zerados,e com um belo desconto..O que eu não faria era pegar um modelo menor e caro,no caso,zerado!!

      • Thiago Porto

        me senti prestigiado! rs

        • CorsarioViajante

          Nem se anime que sou casado! rs

          • Thiago Porto

            droga, logo hoje que tomei banho!!! rs

      • GUGASP

        O “problema” do NFiesta é esse mesmo, espaço interno.
        O Polo realmente é um carro muito bom de dirigir.
        Uma pena a VW abandonar o modelo. No meu entendimento, deveriam atualizar o carro e readequar os preços para fazer frente à concorrência.

        • CorsarioViajante

          Quando fizeram este último face-lift no Polo podiam ter dado uma garibada nele, para ganhar um pouco de fôlego, no mínimo colocando uma central multimídia. Mas nunca vendeu bem por aqui, então não querem nem ouvir falar em enterrar amis dinheiro.

        • Thiago Porto

          sim, sempre falei isso, se o cara precisa de espaço, esqueça, compra outra coisa.
          Recentemente tb não recomendo esse carro para pessoas que não atentam para buracos, ressaltos, quebra-molas, valetas…
          Se não ficar ligado, destrói a parte inferior do carro, ele é muito baixo para o padrão “normal”.

      • CharlesAle

        Acredito que o Fiesta melhorará e muito com o passar do tempo.O carro já está com bastante melhorias em relação aos primeiros 2013,como os ajustes de chapa,por exemplo.E creio que logo virá o excelente sigma de injeção direta e acabamento ao nível do Mexicano….

        • Lucas de Lucca

          Sigma com injeção direta já existe?

    • Bruno Wendel Marcolino

      na minha opiniao, o melhor carro da VW é o Polo, o unico que nao da problema e a manutenção inexiste. Pra mim a VW daqui é tão mercenaria que vai tirar ele de linha só porque nao da manutenção, já que VW, FORD, FIAT, CHEVY ganham dinheiro mesmo é nas manutenções que são normalmente carissimas nas ccs.

      Te apoio nessa! Porém pegaria um Polo Sedan que acho mais bonito, pois aqueles farois traseiros do Polo Hatch enfeiam demais o carro.

    • PedroTelles

      Também gosto muito do Polo daqui de casa, carro robusto e de qualidade.
      Pena que foi abandonado pela VWB, tomara que volte um dia atualizado com o europeu.

  • Felipe Godoy

    Tenho um New Fiesta Mexicano, e já realizei três revisões na Concessionária Barra Ford no Rio de Janeiro. Nunca tive bom atendimento, mas por ser a única próxima de casa acabei voltando, até que na última revisão os mecânicos esqueceram uma chave de roda na minha suspensão. Gerando um barulho enorme toda vez que passava por um buraco. Voltei na concessionária e o máximo que eles fizeram foi pedir desculpas e retirar a ferramenta. Encaminhei a reclamação à Ford, que somente me respondeu que este problema seria tratado internamente. O serviço é de péssima qualidade, nunca realizaram nem sequer o rodízio dos pneus.
    Não compro mais Ford por causa desta concessionária.

    • CharlesAle

      É por isso que a Ford tem de pegar pesado com essas CSSs displicentes.Pois a marca perde vendas devido a esses vacilo bobos,mas que irritam profundamente o consumidor…

    • Lucas de Lucca

      Se esse problema fosse só da Ford estava bom. Era só não comprar carros da Ford. Mas esse problema é geral. Vai da sua sorte achar uma CSS que te atenda bem. Meu exemplo mesmo, saí de um veículo VW e fui para um Ford justamente porque o atendimento da CSS VW aqui da minha cidade é péssimo.

  • Lucas de Lucca

    Bem detalhado o relato. Gostei.

  • Murilo Custódio Oselame

    Tenho um nf mexicano e aqui em Floripa não vale a pena abastecer com álcool, considerando as tuas médias.. Com gasolina ele faz 12-13 na cidade e 16-17 na estrada.. Preço do álcool 2,5 gasolina 2,75. Quanto fazia o teu mexicano com álcool?

    • Lucas de Lucca

      Tenho um mexicano e jamais fiz mais que 14,5 km/l na estrada com gasolina. Acho que suas médias estão um tanto otimistas não? Ou você anda direto a 80 km/h rsrsrsrs

      • Murilo Custódio Oselame

        Aqui em SC na br 470 tem mts radares de 60km/h.. então a média fica melhor, em torno de 17, já na 101 radares são 100km/h.. médias sempre em torno de 15-16km/l.. mas velocidade sempre entre 80-120km/h.. se andar mais rápido dai a média cai sim, mas com tanto radar fica difícil..

  • sheldonDS3

    Achei o preço da revisão um tanto quanto salgada….. Se eu não me engano do C3 e 208 são mais baratas…… depois falam dos franceses.

    • Gustavo73

      10.000 km
      Troca de Óleo Sintético INEO 5W 30 + Anel + Filtro de Óleo + liquido limpa vidros + de 15 Verificações + Mão-de-obra
      R$ 240

      20.000 km
      Troca de Óleo Sintético INEO 5W 30 + Anel + Filtro de Óleo, Ar, Combustível e polem + liquido limpa vidros + de 15 Verificações + Mão-de-obra
      R$ 408

      30.000 km
      Troca de Óleo Sintético INEO 5W 30 + Anel + Filtro de Óleo + liquido limpa vidros + de 15 Verificações + Mão-de-obra
      R$ 240

      40.000 km
      Troca de Óleo Sintético INEO 5W 30 + Anel + Filtro de Óleo, Ar, Combustível e polem + inspeção de tambores tras + porca e tampa do cubo + fluido de freio + liquido limpa vidros + de 15 Verificações + Mão-de-obra
      R$ 657

    • Lucas de Lucca

      Revisão são baratas justamente porque não vendem tanto ué…
      Tem que tentar atrair novos clientes de alguma forma, se não abaixa o preço do carro, pelo menos abaixa o serviço em relação aos concorrentes… Regra de mercado isso.

  • GUGASP

    Esse assobio do diferencial é ouvido no meu Focus 2.0 2012 mecânico também. Em quinta marcha, na estrada, ele canta um pouco, mas é assim desde que era zero km, e hoje está com 60 mil km com o mesmo som…
    Já as revisões semestrais obrigatórias da Ford enchem o saco e são bem caras, mas não dá para deixar de fazer, sob pena de perder a bendita garantia de 3 anos.
    Que o diga o cabeçote Duratec do meu Focus, que foi trocado em garantia em Bauru-SP (problema de válvula presa), mas só na segunda troca ficou bom.

    • Thiago Porto

      Cara mas diferencial que canta é defeito, tem q ver isso.

      • GUGASP

        Tive um Gol GIII 2003 1.6 álcool que também fazia esse zunido de diferencial, vendi o carro com mais de 80 mil em 2006. O atual dono está com ele até hoje e o carro continua firme.
        Espero que o Focus continue firme também porque só vou trocá-lo no ano que vem.

        • Thiago Porto

          Meu corsa tb fazia, vendi ele com dois anos de uso sem dar problema, mas se o barulho voltar, espero que volte nos próximos 2 anos enquanto ainda tenho garantia…kkkkkk

          • GUGASP

            Não dá nada não.
            Mas faça as revisões obrigatórias (caríssimas), pois carro da Ford sempre dá probleminha e fica caro pra arrumar viu…
            Aqui em casa tem um Jetta TSI, um Corolla GLI, um Saveiro Cross e meu Focus. Adivinha qual das crianças gosta de chamar a atenção..exato, o Focus!!

            • Thiago Porto

              Ohhh Velho, vai jogar praga pra lá!!! kkkkkk

              • GUGASP

                Bom, tá avisado! (rs)

                • Thiago Porto

                  Ohhh Para, tô ficando com medo!!!!!!!!!! hauahuahuahau

                  • CharlesAle

                    Tudo bem que o Focus do colega Guga deu problema,mas eu não tomaria isso como regra geral do Focus.Até porquê,aqui no ABC, e SP como um todo,tem muito taxi Focus rodando(1.6 e 2.0),e se Taxistas aprovam,o carro é bom,pois taxistas não podem nem sonhar em pegar carro ruim.Além do mercado de usados(lojas)que podem até não pegar o Focus usado por outros motivos,mas jamais por não ser um carro robusto..

    • MauroRF

      O seu “canta” em qual velocidade mais ou menos? O meu (2.0 mec 12/13) canta em 120, 125 km/h, geralmente, às vezes entre 105-110, mas já tem 26 mil km e ainda bem nenhum problema até agora. Em relação à válvula presa, como vc percebeu esse problema, digo, como o carro se comportou? Começou a fazer barulhos, apresentou falhas? Sim, em relação às revisões, caras e enchem o saco pelo fato de estar lá a cada 6 meses, e não costumo rodar muito.

      • GUGASP

        Mais ou menos na mesma velocidade e sempre em quinta marcha, sempre que traciono no acelerador.
        A válvula presa foi constatada porque ele falhava na marcha lenta, quase morria, e a luz da injeção ficava acesa. Não falhava na aceleração nem alterava consumo (fui assim de Campos do Jordão até Bauru-SP rodando normal). Era só na marcha lenta mesmo que falhava e chacoalhava tudo.
        Trocaram o cabeçote inteiro e todas as válvulas na Ford Simão de Bauru-SP, ao custo de mais de 6 mil reais, pagos pelo fabricante.

        • MauroRF

          Opa, obrigado pela resposta, é sempre bom a sempre saber o que acontece e principalmente como foram a solução e o atendimento da concessionária. Espero que não se repita o defeito do seu Focus. Andei dando uma pesquisada e não encontrei erros similares, pelo menos onde pesquisei. A concessionária aqui de Itapetininga – SP é uma lástima, de agora em diante, só levo para fazer revisão na Mix de São Caetano do Sul – SP (sou de Santo André – SP), onde sempre fui muito bem atendido e sempre resolveram todos os meus problemas.

  • Gran RS 78

    Belo carro, mas vc poderia falar mais a respeito das diferenças do Fiesta mexicano em relação ao fabricado no Brasil, pois saberiamos qual versão é melhor.

    • Thiago Porto

      Mexicano possui melhor qualidade geral de montagem, inclui-se aí produtos de melhor qualidade como, Painel emborrachado, bancos com mais espuma, banco traseiro bipartido, saidas de ar embaixo dos bancos dianteiros, sensor no banco do passageiro que desativa o Air Bag se não estiver ocupado o assento.

      Nacional possui motor com Comando de Válvula Variável e quase 20 cv a mais, possui opções com Ar Condicionado Digital, Cambio Automatizado, Acendimento automático de farois e limpadores, sensor de ré.

      Posso estar esquecendo algo mas basicamente é isso.

  • Túlio Leal

    “O Fiesta é um carro baixo para o padrão das nossas ruas, mais baixo
    ainda é a porcaria do modelo de protetor de cárter que a Ford resolveu
    instalar no Fiesta Nacional (No mexicano era diferente, era mais rente
    ao motor), de forma que não tão raramente assim há impactos do protetor
    com quebra-molas, depressão, rampas íngremes, ou mesmo aqueles acúmulos
    de asfalto provocado pelo tráfego de ônibus.”

    E depois tem gente que reclama porque muitos gostam de carros mais altos…

    PS: parabéns pelo relato, sem paixão e com muita objetividade!

    • Peuooo

      Isso é verdade, o meu acho bem engraçado, quando sei que vai pegar embaixo, não pega, quando sei q não vai, pega… tou super feliz com o carro e com a primeira revisão que eu tb fiz… apenas com a venda que eu quaaaase desisti da compra… mas ainda bem que não cometi esse erro!

      • Thiago Porto

        Odeio essas situações de calafrio, tipo :” Ohh meu Deus,será que raspa”
        Aí nunca raspa!!! kkkk
        Agora quando estou distraído…. afff…

        • Peuooo

          kkkkkkkkk é bem a verdade mesmo!

  • Clayton Martins

    Relato simples, objetivo e sem apaixonites típicas de torcedores de marcas.

  • CharlesAle

    Para mim o carro está demonstrando ser um carro resistente e que agrada ao seu proprietário.Os detalhes de acabamento,como a borracha que solta,já devem estar sendo resolvido,já que este Fiesta da matéria é das primeiras unidades nacionais..

  • Soadcoutinho

    Semana passa fiquei com um por quatro dias em São Paulo, em relação ao câmbio achei que faz muito barulho na hora da troca ele faz uns estalos estranhos, na posição em D ele fica um pouco indeciso, me agradou o consumo andei quase 500 km e ele fez a média de 11,5 km/l.

  • Felipe Lange

    Existe versão 1.5 SE com câmbio Powershift?

    • Gustavo73

      Não.

      • Felipe Lange

        A versão dele não é a 1.5 SE?

        • Gustavo73

          1.6 SE, não existe uma versão 1.5 com o câmbio automatizado. Mas nada impede que venha a existir. O futuro Ka deve ter uma versão automatizada com o 1.5.

        • Thiago Porto

          1.6 S.E Powershift.
          Acima da minha só a Titanium.

          • Gustavo73

            Por quanto você comprou ele?. Fui olhar o preço hoje e tomei um susto.

            • Thiago Porto

              R$50 mil isso pq aceitei pagar R$1 mil de ágio na época.
              Calma antes de me xingar pq tem a historia do usado que deixei na venda…kkkkk
              Eu tinha exigido preço minimo de R$20k ( acho q foi isso, nem lembro direito mais) no meu Pug 207 pra fechar negocio sem Ágio.
              O Vendedor conseguiu R$21k no Pug mas pediu R$1k a mais no preço de tabela q era de R$49k na epoca.

              De brinde veio Carpete de tecido e o de borracha ( sim ganhei dois jogos de tapetes) protetor de cárter, Película Insul-Film e Emplacamento.

              • Gustavo73

                Rsrs, lembro vagamente de você comentando sobre a compra. Mas queria ter certeza do preço de lançamento. Agora está quase 54 mil!!
                E muito bom o relato

                • Thiago Porto

                  Pois é, agora a minha versão tá o preço da Titanium…kkkk

              • Bruno Wendel Marcolino

                sempre bom ganhar carpetes ein!! Pelo menos não precisou pagar por esses “Opcionais” kkkk, chega a ser piada das ccs dizer que está me dando gratuito tapetes, protetor de carter e insulfilm quando já deveriam vir de fábrica, ainda mais num carro de 50.000.

  • ALR

    Thiago, qual a marca e modelo dos pneus? Não estou nada satisfeito com os pneus kumho do meu New Fiesta mexicano, o carro não segura nas curvas e dá pra sentir nitidamente que é o pneu.

    • Thales Sobral

      Não sou o Thiago, mas possuo um Fiesta também. No meu veio o Pirelli P7 (porcaria cara), mas no da minha tia veio o Goodyear Eagle Excellence, que eu gosto bem mais.

      • Davi Dal Pai

        Se for p7 cinturato, que é o pneu ecológico, tome cuidado, o que se ganha com menor resistência a rodagem, perde-se em aderência.

        • Thiago Porto

          não no Fiesta!

      • Alexandre Maciel

        Pois você sua tia vai trocar 2 vezes de pneu até você fazer a primeira trocar. Goodyear acaba rápido e fura até com ponta de cigarro, sem contar a possibilidade de deformação (tive isso no Fit que usa medida que só a porcaria da Goodyear produz).

    • Thiago Porto

      Pirelli P7 aro 15″

  • Magno

    Gostei do relato Thiago, bem objetivo de fácil entendimento e que passou informações importantes a respeito do carro em questão. Acho bem bacana essas informações e que mais pessoas façam o mesmo, principalmente quando forem carros recém lançados, não importando se o relato é positvo ou negativo desde que… seja dita a verdade.

  • dudupruvinelli

    Muito legal e completo a análise. Boa, Thiago!

  • Naylthon Souza

    EM QUESTÃO DA ALTURA, PODE SER RESOLVIDO, É SÓ TROCAR OS PNEUS, COLOQUE PNEU PIRELLE P7 185/55/15 QUE É MAIS ALTO QUE OS ORIGINAIS E A FORD RECOMENDA ESSAS MEDIDAS QUE CITEI, NÃO MUDA A TRAGETORIA DO CARRO E NEM A ESTABILIDADE COLOQUEI NO MEU RESOLVEU O PROBLEMA FICOU SHOW.

  • Naylthon Souza

    TENHO UM FORD NEW FIESTA ADQUIRIR NO FIM DE 2013 MODELO 2014, QUE TENHO A DIZER QUE O CARRO É ÓTIMO, E SE FOSSE COMPRAR HOJE COMPRARIA DE NOVO O MEU É 1.5 S, CUSTA HOJE 42.190,00 COR SOLIDA, MELHOR CUSTO BENEFICIO, CARRO BEM EQUIPADO E ECONOMICO SEGURO BARATO O MEU FICOU 1.400,00 NO BRADESCO, O CARRO JÁ VEM COMPLETO DE FABRICA, AR CONDICIONADO, VIDRO ELETRICO, DIREÇÃO ELETRICA, VOLANTE COM REGULAGEM DE ALTURA, SOM, AIR BAGS, FREIOS ABS , LIMPADOR DO VIDRO TRASEIRO, CHAVE CANIVETE, MOTOR 1.5 16 V 111CV BLOCO EM ALUMINIO SEM CORREIA DENTADA PRIMEIRA REVISÃO 224,00 E GARANTIA TOTAL DE 3 ANOS E MAIS DOIS DE MOTOR E CAMBIO E GUINCHO PRA TODA AMERICA LATINA.

  • Thales Sobral

    Thiago, você notou o carro segurando a passagem de marcha da 3 para 4? Em todas as trocas (1->2, 2->3, 4->5, 5->6), se você acelerar pouco, ele passa com 2000 rpm, mas de 3 para 4, ele passa com 2500 na maior parte das vezes. Testei com um carro do test drive, mesma coisa. Pessoal da concessionária não soube responder o que era…

    • Thiago Porto

      Sim.
      A 3ª usa o diferencial Curto da 1º e a 4 além de ter a relação de quase 1:1 ( o que seria equivalente a uma 3ª tradicional num veiculo automático padrão) usa o Diferencial longo da 6ª.
      Para não ficar um buraco de torque acho que a central foi programada para jogar a 4ª marcha com o 500 RPM acima do padrão.
      Se você fizer um teste de full throttle , no modo S vai ver que de 3ª para 4ª é onde o giro mais cai se trocado na faixa vermelha .

      Espero ter ajudado.

      • Thales Sobral

        Na verdade, isso que me intriga. A 3ª e a 4ª usam a mesma relação de diferencial (http://download.uol.com.br/carros/newfiesta2014_ficha.pdf).

        Veja também que montando a redução da caixa de marchas + diferencial, a queda de rotação é sempre menor à medida que se avançam as marchas. (Considerei a troca em 6500 rpm)

        Marcha Rel Diff Total Rotação após troca
        1 3,917 4,105 16,079285
        2 2,429 4,105 9,971045 4031
        3 1,436 4,588 6,588368 4295
        4 1,021 4,588 4,684348 4622
        5 0,867 4,105 3,559035 4939
        6 0,702 4,105 2,88171 5263

        Por isso, não sei porque a troca da 3 para 4 não pode ser a 2000 rpm como todas as outras.

        • Thiago Porto

          Thales estou quase certo que essa informação do UOL está equivocada, assim que eu chegar em casa verifico no Manual do Proprietário,
          Que me consta é um diferencial para as marchas impares e o outro para as marchas pares, tal qual é a diferença de tamanho dos discos de embreagem.

        • Thiago Porto

          Você tem razão, cheguei a duvidar dessa informação do Portal UOL então fui consultar o Manual do Proprietário e os dados são idênticos.

          Mesmo sem saber a resposta, ainda acredito que o Diferencial reduzido na 3ª e na 4ª marchas sejam partes da explicação.

  • Jeferson Araujo

    Fiz um Test Drive no New Fiesta nacional, achei o acabamento uma porcaria em relação ao modelo mexicano. A vantagem que eu senti nele foi mais motor mesmo, apesar de eu achar um pouco lento para arrancadas, nas subidas ele vai que liso, pelo menos foi o que eu senti no test drive. Achei também bacana o espaço interno para os passageiros bem amplo, só acho ele baixo demais, talvez eu tenha me acostumado com a altura do meu Fox. Mesmo assim parabéns pela aquisição, se você está satisfeito, é o que importa!

    • Bruno Wendel Marcolino

      eu tenho um fox e achei o new fiesta num test drive que fiz apertadissimo se comparado ao Fox, principalmente para os passageiros do banco traseiro.

  • Guilherme Batista

    Só ficou faltando a comparação do autor entre o Fiesta mexicano e o nacional

  • Corvo

    Gosto muito do design do Fiesta e é um carro muito bom, mas na minha opinião o que mata ele é o acabamento e o espaço interno. O design do painel pode até ser moderno (gosto de painel clássico), mas os plásticos usados, as rebarbas, problemas de pintura..
    Quando testei ele senti uma sensação grande de aperto na cabine. Não sei se pela minha altura…mas pelo que falei com algumas pessoas e vi em comentários, parece ser uma sensação geral

    • Alexandre Maciel

      Compartilho das sensações de aperto e quanto à qualidade dos plásticos. Senti isso quando troquei o New Fit por ele e, mesmo antes, nas inúmeras vezes em que fui olhar o carro, também tive a mesma impressão. E olha que o Honda não é um primor em materiais… mas eles são melhores no japonês. Apesar dos pesares, a questão da qualidade é mais uma impressão e, no que se refere ao espaço, realmente exige adaptação (se alguém citar a diferença entre nacional e mexicano, confesso que praticamente inexistente, mesmo porque antes de trocar o New Fit foi o mexicano que olhei e cujo aspecto achei pobre).

      De qualquer forma, na faixa de preço, está complicado achar outra coisa aqui no Brasil. O Fiesta anda bem, tem consumo razoável (aqui em Fortaleza o consumo é bem pior do que o do Thiago, creio que pelos sinais a cada 100m), é bem confortável e as concessionárias (pelo menos a Crasa em Fortaleza) são atenciosas. O problema maior está no fato de ser Ford (controle de qualidade ZERO) e ter ridículas revisões semestrais.

  • beto

    Se o maior problema é uma borracha que se resolve com uma cola, creio ser um bom carro.

  • Felipe

    Estou para comprar um fiesta 1.6 SE cambio manual.. fiz o test-drive e gostei bastante do carro pelo menos atende o que procuro, o espaço interno não é dos melhores mas me agradou só acho q deixou a desejar o acabamento (poderiam usar plastico de melhor qualidade e melhorar os arremates) me preocupo se futuramente possam surgir ruídos internos por conta disso. Mas o q ando vendo por ai é referente a pintura do carro isso sim me preocupa bastante, esse problema já pode ser considerado cronico ? outros usuarios estão observando isso ? e em q partes da carroceira esta acontecendo (cantos vivos, bordas, etc) ?

  • Carlos Edu

    Estou a 1 ano tbm com meu new fiesta Titanium 1.6 PowerShift.
    Até agora não tenho nenhuma reclamação do carro. Não tem assobio por conta de borracha, o cambio não erra as marchas (isso tbm depende do pé do motorista), o acabamento é bem melhor que o do modelo SE (os encaixes do meu são bem juntos e firmes ao contrario de uns SE que já vi), TBM n tenho problemas com a tinta da pintura… o protetor de cárter foi bem colocado (é diferenciado, não se assemelha aqueles normais que vemos na maioria dos veículos, parece um caixote e fica bem encaixado abaixo do carro), com pouco mais de 10 mil KM ta tudo em ordem.
    Infelizmente o transito de Fortaleza CE não deixa desenvolver muito o carro, então o consumo é bem alto se comparado com o que o Inmetro indica (8,5km/l gasolina). Na estrada é joinha!

    OBS: Só n coloco a centra multimídia nova… pq 3.500 a mais eu prefiro usar meu celular mesmo. Acho que com a câmera se fosse até 2.000 eu toparia.. mas não mais que isso.

  • Don Ramón

    Pra um carro tão badalado, é muito “probleminha”… tô fora!
    Quantos às borrachas de vedação soltas, não me espantam. Já vi carro da Ford em exposição em feira com a dita borracha caída sobre o banco traseiro…

  • Luciano Menegazzo

    É realmente tá na média em 50 min a concessionária faturou 450,00

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email