Ford Pickups SUVs

Ford planeja produzir novos modelos em Camaçari

Ford planeja produzir novos modelos em Camaçari

A Ford tem intenção de produzir pelo menos dois novos produtos em Camaçari, Bahia, conforme revelou o presidente da marca para a América do Sul, Lyle Waters, ao jornal Correio 24 Horas.


A montadora americana está com pressa e quer implementar logo um programa de redução de custos na operação baiana para poder contar com investimentos a serem anunciados ainda em 2020.

O objetivo é tornar a operação em Camaçari mais viável para que novos investimentos sejam aprovados por Dearborn, mas para isso, é necessário que a fábrica nordestina atenda aos requisitos em termos de custos para o empreendimento.

A missão, porém, não será nada fácil, já que consiste numa reestruturação interna com foco no custo de mão de obra, bem como outros gastos, que envolvem inclusive os fornecedores. Isso sem contar o desafio logístico.


Ford planeja produzir novos modelos em Camaçari

 

Waters disse que essa reestruturação dos custos pode acontecer em semanas e isso permitirá uma rápida aprovação dos investimentos em Camaçari, que assim ganhará não só um, mas outros produtos, num portfólio que empolga o presidente da Ford.

Ele descreveu o produto como com “design lindo e uma conectividade excelente”. Ele revela a intenção de trazer um portfólio de produtos novos que os clientes irão gostar. Nesse entendimento, o segmento de SUVs, crossovers e até picapes parece mais do que lógico para a Ford seguir.

Como nos EUA, o foco nesses segmentos pode trazer uma plataforma nova, que sustente um irmão maior para o EcoSport, porém, abaixo do Territory.

A Ford aparentemente vai fazer no México o Bronco Adventurer/Scout com base no Escape, mas seu porte parece até maior que o SUV médio atual.

Ford planeja produzir novos modelos em Camaçari

Acima do EcoSport – e do europeu Puma – não há nenhum SUV da Ford entre 4,30 m e 4,40 m, faixa de tamanho onde temos players como Hyundai Creta e Jeep Compass, por exemplo.

Inspirado no Bronco Scout, o SUV parcialmente oculto, revelado pela Ford, parece bem menor que o Escape. Com a base encurtada deste, poderia abrir uma segunda linha em Camaçari, junto com a próxima picape Courier (nome ainda não oficial). O nome Maverick circulou por lá.

Quanto ao trio feito hoje em Camaçari, o futuro pode estar atrelado ao que a Ford criou com a Mahindra na Índia. O Ka disputa a vice-liderança de mercado, enquanto Ka Sedan e EcoSport têm desempenhos bons.

Crescer o SUV brasileiro seria ir na contramão do mercado? Hyundai, Toyota e VW andam provando que sim, que dá para vender um utilitário esportivo de 4,00 m em quase qualquer lugar.

[Fonte: Correio 24 Horas]

 

Ford planeja produzir novos modelos em Camaçari
Nota média 3.8 de 6 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • China David

    Um pouco atrasada , porem ótima noticia.

  • Carlos AM

    Fiz a compra de um Ka 1.5 AT e o veículo tem me agradado bastante até então.
    Bastante econômico (12km/l na cidade com gasolina).
    Me surpreendi com o trabalho do câmbio, com trocas rápidas e bastante suaves, sempre priorizando trocas em baixa rotação.

    A Ford só precisa dar uma reforçada no acabamento.

    • Tosca16

      Acabamento que nos anos 70 e 80 a Ford esbanjara…Mecanicamente os Ford são muito bons, comportamento dinâmico também é excelente.

    • Roberto

      Acabei de comprar um Ka Sedan 1.5 MT, muito bom o motor e o cambio.
      Tinha preconceito com o Ka, mas vi que é um bom carro, apenas tem dimensões reduzidas.
      Se a Ford organizasse a linha para ter menos versões (uma SE e SEL já estaria de bom tamanho) poderia reduzir custos de produção e quem sabe investir num Ka mais comprido, caminho inverso do Figo: ao invés de um Sedã curto, um Hatch esticado, com seus 350L de porta-malas, motor 1.5 e versão Freestyle.

    • Rafapenido Penido

      Amigo tenho um ford ka sel 2016 1.0, por motivos de conforto, estou querendo trocar o meu carro na versão 1.5 aut, você pode me informar como ficou a questão da vibração do motor com o cambio aut.? e o consumo?
      O desempenho não vou nem te questionar, pois esse motor dragon anda muito. Obrigado.

  • Tosca16

    Courier baseada no Ka, seria interessantíssimo. E um modelo intermediário, entre essa nova Courier e a Ranger, a tal concorrente que a FIAT Toro nunca teve, perdoe-me quem gosta da Oroch kkk.

  • Chap

    Os carros são o B680 e BX755, substitutos dos Ka e EcoSport, nada além destes.
    A pickup monobloco será produzida no México a princípio. Se tiver boa aceitação por aqui na região, então num segundo momento talvez ganhe produção na Argentina.

    • passis

      Exato. Não sei de onde tiraram essa historia de picape monobloco e essa foto do Baby Bronco, tudo produto mexicano… SE a situação na Argentina não melhorar, é possível que eventualmente a plataforma C2 seja trazida para cá ao invés de lá. Mas no futuro. Sobre os prjetos B680 e BX755 acredito que na melhor das hipóteses gera 4 veículos, sendo um crossover de 5 e outro de 7 lugares.

    • Não são não! Kkkkk

  • Doyle

    quando a ford foi pra Bahia, os custos com logística aumentaram duas vezes. A maioria dos fornecedores estão em São Paulo. Em resumo, tudo ficou bem longe e o frete sai caro. Esse é o principal problema da Ford por lá

    • Zé Mundico

      Nem tanto assim. A Fiat/Jeep tem fábrica em Pernambuco e nem por isso está mal.
      No Nordeste as duas estão mais próximas da Europa e África no caso de eventuais exportações. E fornecedores sempre podem se deslocar conforme necessidades e conveniências, já que acompanham a mão de obra relativamente barata do Nordeste em relação ao sul do país.
      Outro ponto são os incentivos fiscais que elas tem por lá, os terrenos das fábricas saíram barato, a tributação é mais “civilizada” e até o recolhimento de impostos é facilitado conforme certas obrigações fiscais.

      • Doyle

        O que tá me parecendo é que a Ford USA tá jogando para as costas da Ford BR reajustes para driblar prejuízos da Ford Venezuela e Argentina. A recessão dos dois países acertou em cheio as fábricas venezuelanas e argentinas, e querem tirar leite de pedra da Ford BR.

    • Luis Carlos

      Eu me lembro que quando a fabrica foi inaugurada,o CEO da FORD disse que era a fabrica com o menor custo operacional do mundo. Pagava-se um terço do salários pagos em São Paulo, Assistência médica regional, só dava vale transporte para quem morava na região e o melhor, longe dos sindicatos do ABC.

  • Zé Mundico

    É bom mesmo…complicado manter uma fábrica fabricando apenas dois carrinhos já meio fora de moda.
    Fábrica sub-utilizada compromete a rentabilidade do negócio e não desenvolve tecnologia, o que atrasa investimentos.

    • Tibúrcio

      Fábrica sub-utilizada?
      De janeiro pra cá, considerando mercado interno e exportação já foram vendidos ao menos 203000 carros, oriundos da planta de Camaçari que é capaz de fabricar 250000/ano.
      Se mantiver o ritmo fechará o ano com algo em torno de 221000 veículos fabricados, com rendimento de 88,5%.
      Seu conceito de sub-utilizado está meio fora da realidade! Tem montadora que “vende mais” com índice de rendimento fabril bem menor…

  • Julio

    Não creio que a Ford vai ter bala pra investir no Brasil.

  • RKK

    Tragam logo o Puma !

  • Rafapenido Penido

    Tenho um ka sel 1.0 2016 e até agora a única coisa que tenho que reclamar é um barulho de acabamento no painel. No mais o carro é bem satisfatório, principalmente em economia e desempenho do motorzinho tivct.

  • Janio O’ brien

    A FORD FAZ MUITA PROMESSA, NÃO SEI SE ME CONVENÇO DAS SUAS INTENÇÕES, CADE O TERRITORY QUE JÁ ERA PARA ESTAR SENDO APRESENTADO DE MANEIRA FORMAL

  • Rodrigo

    Ford novamente fazendo fordisses… Podem lançar o modelo p1ca das galáxias, mas se continuar tendo o pós-vendas mais caro e deficiente das grandes aqui no Brasil, pouca gente vai embarcar.

  • Sino Weibo

    Das grandes marcas até então brasileiras, acredito eu que a primeira que irá fechar a produção no Brasil será a Ford. Novos tempos virão, com a vinda de outras chinesas, a dança das cadeiras irá alterar completamente o quadro de marcas no Brasil! Me cobrem no futuro, pois eu estarei certo.

  • Breno Leite Brito

    A Ford tá mais perdida que cego em tiroteio.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email