*Destaque Ford India Mercado Tecnologia

Ford prepara motor de três cilindros 1.2 para seus compactos

ford-15-3c-NA-1 Ford prepara motor de três cilindros 1.2 para seus compactos

Conhecido como Dragon na Índia, o motor 1.5 3C Flex – que no momento é fabricado e importado daquele país – em breve terá um companheiro de tamanho menor. De acordo com a revista Autocar Índia, a Ford prepara um propulsor 1.2 de três cilindros para seus compactos a partir de 2019.



Atualmente, a Ford Índia prepara a introdução do Dragon 1.5 no Novo Ford EcoSport 2018, mas este motor de três cilindros e 12V não terá os mesmos 130 cv com gasolina, vistos por aqui, nem muito menos os 137 cv da versão a etanol. Comenta-se que terá por volta de 122 cv e será usado também em um novo sedã compacto “grande”, que irá rivalizar com o Honda City.

Esse sedã é conhecido pelo codinome B563 e será feito sobre uma nova plataforma, que dará origem aos próximos Figo e Aspire (Ka e Ka+ encurtado), que deverão aparecer por volta de 2019. Comenta-se que o Dragon 1.2 equipará essa nova geração de compactos de entrada da Ford Índia, mas não se sabe os detalhes sobre sua engenharia e performance.

novo-ford-ecosport-2018-impressões-NA-133 Ford prepara motor de três cilindros 1.2 para seus compactos

Pelo que já pode ser visto no 1.5 3C Flex (Dragon brasileiro), os propulsores indianos devem utilizar a mesma tecnologia, tais como coletor de escape integrado ao cabeçote, eixo balanceiro instalado no cárter junto com a bomba de óleo, duplo comando de válvulas variáveis, entre outros. Se de fato o Dragon 1.5 entregar 122 cv, enquanto o 1.2 deve ficar entre 90 cv e 100 cv.

Mas e por aqui? Como já dito acima, o Dragon 1.5 continuará sendo importado para o Novo Ford EcoSport 2018, mas sua produção nacional não deve demorar por conta do aumento da demanda. Ele também deve chegar ao Novo Ford Fiesta 2018, que será uma atualização do New Fiesta oferecido aqui, já que a nova geração europeia será focada no velho continente e deve estar ausente mesmo do mercado americano. O Focus também pode receber o 1.5 3C Flex no lugar do 1.6 Sigma.

Com até 137 cv, o 1.5 3C Flex substitui bem o 1.6 Sigma, mas não o faz em relação ao 1.5 da mesma família. Na Índia, o Dragon 1.2 tem como missão fazer exatamente isso, tirar de cena o velho motor de quatro cilindros, presente também nos Figo e Aspire. Não seria estranho ver esse mesmo propulsor sendo oferecido por aqui como 1.2 3C Flex. Investir no 1.0 EcoBoost parece ser, no momento, inviável para a operação brasileira.

FordFigoAspire-2 Ford prepara motor de três cilindros 1.2 para seus compactos

Assim, ter um Dragon, ou melhor, 1.2 3C Flex no lineup para os Ka e Ka+ seria bem interessante, mesmo que a Ford tenha cumprido sua meta de eficiência energética do Inovar-Auto. Porém, sabe-se que a legislação envolvendo o IPI deverá mudar no Rota 2030 e a tributação tem grandes chances de ser focada na eficiência energética nos próximos 13 anos.

Sem o Sigma 1.5, os próximos Ka e Ka+ ou mesmo a atualização destes – embora os indianos falem em nova geração em 2019 – poderia se beneficiar com um propulsor pequeno e econômico, acima do 1.0 atual. Atualmente o 1.5 Sigma rende 110 cv e 14,8 kgfm a 4.250 rpm. Com um 1.2 3C Flex rendendo os mesmos 110 cv, por exemplo, o propulsor obteria praticamente os mesmos 91,5 cv/litro do 1.5 3C Flex. Se ambos compartilharão muitas peças, ter esse mesmo rendimento traria enormes benefícios.

[Fonte: Autocar Índia]

  • Bruno Silva

    Tô entendendo mais nada. A Ford tá fazendo um samba do crioulo doido com seus carros (Fiesta europeu e um novo carro pra emergentes), tá com 1.5 Sigma, 1.5 Dragon (com potência próxima do 1.0 Ecoboost). Uma confusão de motores e sobreposições, além de dar adeus ao One Ford.

    • Leandro Balmant

      1.5 Sigma com 110 cv, 1.6 Sigma com 115 cv (deixando de ser oferecido), 1.6 TiVCT com 130 cv, 1.6 Sigma com 132 cv e 1.0 Ecoboost com 125 cv.
      Não sei os números exatos, mas é por aí.

      • Gustavo73

        Só corrigir o 1.6 do Fiesta sofreu duas reduções de potência e hoje tem 125cv.

        • Lucas de Lucca

          Com etanol ele continua com 128cv não?

          • Gustavo73

            No site da Ford fala em 125cv sem falar no combustível, normalmente a potência que aparece é a com álcool. Aparece 128cv em um ponto mas o texto ainda fala de uma versão 1.5 logo é antigo.

            • Lucas de Lucca

              Putz, talvez tenham abaixado para não ficar acima do 1.0 Ecoboost que é mais caro, pois o consumidor costuma olhar somente a potência e acha um absurdo pagar mais caro num motor mais “fraco” (125cv Eco vs 128cv Sigma).

              • Gustavo73

                Não tem relação com isso. A primeira redução foi para atender as normas do Proconve de poluição. A segunda não foi comentado nada, mas creio que esteja relacionado a alcançar valores melhores de consumo.

                • Lucas de Lucca

                  A primeira de 130 para 128cv sim, questão de emissão, mas me refiro a essa segunda mesmo que você disse. Acredito que nem tenha havido de fato a redução, acho que foi só os números mesmo nesse sentido que falei, marketing. Mas vai saber né.

                  • Gustavo73

                    Também estou me referindo à ela. Reduzir a potência máxima que não teria influência relevante no desempenho pode dar uma mexida no consumo. O bastante para a Ford atingir por exemplo as exigências da Inovar Auto por exemplo. Sem precisar de intervenções físicas no motor que teria um custo maior.

                    • Lucas de Lucca

                      É pode ser, pode ser, realmente 3 cv é imperceptível, mas uma melhora no consumo é percebida, ainda mais com esses preços do combustível rsrsrs.

    • ObservadorCWB

      Daqui a pouco o Focus alguma coisa vem e lhe explica “direitinho”…kk

    • Doyle

      1.0 TiVCT 3C – Ford Ka, Ka+, Fiesta Ecoboost (Com turbo)
      1.5 Sigma 4C (sairá de linha) – Ford Ka, Ka+ Fiesta (receberão o 1.2/1.5 Dragon)
      1.6 Sigma 4C (sairá de linha) – Ford Fiesta (receber[a o 1.2/1.5 Dragon)
      2.0 DirectFlex 4C – Ford Ecosport Titanium

      Pelo visto, os Sigma sairão de linha para serem substituídos ou pelo 1.2/1.5 Dragon, ou pelo 1.0 TiVCT com Turbo (1.0 Ecoboost). O Focus 4 deverá receber o 1.5 Ecoboost, que é o Dragon com turbina e injeção direta.

      • Lucas de Lucca

        “…O Focus 4 deverá receber o 1.5 Ecoboost, que é o Dragon com turbina e injeção direta.”

        Amém amigo, amém.

    • Lucas de Lucca

      Na minha opinião a linha ideal seria: 1.0 TiVCT 3C, 1.0 Ecoboost, 1.5 Dragon (no lugar do Sigma), 1.5 Ecoboost (no lugar do Duratec DirectFlex) e o 2.0 Ecoboost. Eu também tiraria o Duratec 2.5 que equipa Fusion e Ranger, no caso do Fusion deixaria a versão de entrada com o 1.5 Ecoboost e o top segue com o 2.0. Na Ranger, colocaria o 2.0 Ecoboost AT6 para rivalizar com a nova S10 2.5 SIDI AT. Ficaria uma linha decente, bem moderna e enxuta.

  • Gustavo73

    Na Europa o 1.0 Fox o mesmo do nosso Ka passou a ser um 1.1L com 70 ou 83 cv. Será que esse 1.2 não seria derivado dessa família de motores?

    • Raimundo A.

      Sim e não. Esse que você citou a depender do futuro seria mantido aqui como 1.0 mesmo, talvez com upgrade, por questões de preço.
      Um 1.2 da Índia poderia ser um aumento do nosso 1.0 ou 1.1 na Europa, mas vendo os avanços do 1.5 Dragon, para substituir o 1.5 do Ka aqui, um 1.2 derivado do Dragon traria melhores resultados.

      • Gustavo73

        Por alto, o Fox e o Dragon tem contrução bem similares. Então temos que ver de qual esse 1.2 poderia surgir.

  • oloko

    O bom mesmo seria o 1.0 ecoboost substituir todos esses 1.5 e 1.6 que tem atualmente, mas já que parece muito custoso, o negócio é se contentar com os aspirados mesmo

  • Roberto

    Por estas e outras a legislação do IPI precisa ser rasgada e a alíquota ser única para todos os carros.
    Quem compra um motor 1.6, 2.0, 2.4 3.0 ou seja lá o que for, já paga mais impostos devido ao maior consumo de combustíveis.
    Pela legislação atual, um o 1.2 hibrido Epower da Nissan pagaria o mesmo IPI de um Argo 1.3, sendo que o consumo é 2 a 3 vezes menor…
    Assim como o Fusion hibrido, que paga IPI maior tendo consumo melhor que muito 1.0…

    • Ducar Carros

      O ideal seria o IPI ser proporcional ao consumo, assim, elétricos e híbridos poderiam pagar menos. A classificação de consumo do Inmetro poderia ser uma boa base para o IPI ser mais eficiente.

  • Robinho

    Mudando de assunto; acho este Ka “dois volume e meio” bem mais bonito que o nosso Sedan…

  • Alexandre Viotto

    Os motores da Ford são muito bons! Tanto o 1.5 de 110/111CV como o 1.6 de 130CV. Este 1.5 3C da nova Ecosport deve ser muito bom tbm e o ecoboost é um dos melhores motores do mundo! Claro que ele precisam continuar evoluindo, mas estão à frente da maioria das montadoras concorrentes aqui no Brasil.

    • Pedrob

      Cara, o motor 1.5 de 110/111CV do Fiesta é mais fofo que pão doce. E o consumo tá longe de ser bom também.
      O motor 1.2 Dragon seria sim uma boa pedida, visto que compartilha boa parte dos componentes com o 1.5 3C do Novo EcoSport.

  • Lucas de Lucca

    Hoje, se não for turbo, dispenso.

  • Doyle

    Acho que não virá para cá. Não tem como a Ford fabricar o Dragon para apenas Focus e Ecosport. E como notícias recentes informaram, o Ka receberá a mesma caixa de câmbio 6F15 do ecosport 1.5 Dragon, logo ele terá o 1.5 Dragon do ecosport. Esse 1.2 TiVCT não cabe aqui. O 1.0 3C TiVCT já faz esse trabalho.

  • Wellington Myph13

    1.0 já tem 82cv e o 1.5 dragon 137cv. Só se esse 1.2 vem com 110cv pra substituir o 1.5 Sigma (pra pra mim os sigma vão morrer)… Ainda assim não faz sentido, mas… Vai saber…

    • Lucas de Lucca

      Se ela quiser manter a linha com aspirados faz todo sentido. São motores menores (ou seja, existe um corte nos custos de produção já que se emprega menos matéria prima, peças móveis, etc), mais econômicos e praticamente com a mesma potência/torque dos atuais Sigma.
      O que não faz sentido para mim é continuar insistindo em tantos aspirados assim.

    • MauroRF

      1.0 tem 85 cv (etanol), 80 cv (gasolina). Usando etanol, ele fica bem espertinho para andar tanto na cidade quanto na estrada. Nem parece 1.0.

  • Elfo Safadão.

    Se colocar uma turbina será que ele (o 1.5L) chega aos 200cv?

    • Lucas de Lucca

      O Dragon 1.5 é o Ecoboost 1.5 sem turbo e GDI. Lá fora ele já chegou aos 200cv no Fiesta ST novo, acredito que aqui também beiraria, ainda mais se for flex no etanol.

      • Gustavo73

        Essa é a versão esportiva, com custos de produção mais altos. No Focus a opção será por um versão mais contida.

        • Lucas de Lucca

          Aqui, na versão civil acho que ficará com uns 185 cv com etanol em caso de ser flex. Acho muito bom já.

          • Gustavo73

            Aqui?

            • Lucas de Lucca

              Aqui no Brasil, provavelmente estreará no Novo Focus. Claro estou no achismo apenas, mas é o mais lógico por parte da Ford já que os concorrentes já tem motores turbo. E como o antigo 1.5 4c já rendia 180 cv lá fora, os 185 cv que citei com etanol acho bem coerente.

              • Gustavo73

                Falando sobre o Ecoboost o 1.5(redução de cilindrada do 1.6 ambos derivados do Sigma) tem duas potências, 150 cv a mais comum e usada em vários carros e a de 182cv. A mais potente é mais usada em carros como o Mondeo/Fusion e derivados, ficando limitado no Focus em alguns países e versões. A potência maior não mudava o torque e tendo uma influência limitada no desempenho. Tendo um custo maior de produção e números piores de consumo. Algo que acontece hoje com o 1.0 Ecoboost de 140cv frente ao de 125cv. Dito isto consigo ver se tivermos um 1.5 Ecoboost flex ele com uns 165 cv.
                Agora temos outra questão, se não teremos o Fiesta novo ao menos não agora, será que teremos o Focus? A própria Ford aventa a possibilidade de trazer da China o Focus para os EUA, pois seria caro de fazer ele por lá. Eu fico imaginando se mesmo com uma tropicalização se ele não seria caro de fazer aqui na AL. Ou pode ser que aconteça como nas outras gerações. E o Focus e Fiesta chegarem aqui com alguns anos de atraso. O Ecoboost poderia ter chegado aqui no lançamento da atual geração do Focus importado assim como é o 2.0 GDI hoje.

                • Lucas de Lucca

                  A Ford é uma incógnita, não trazer o novo Focus assim como o Fiesta será uma mancada, os novos Ecoboost idem. Apesar que levando em conta o péssimo mercado de hatches médios que temos aqui, ficando de escanteio em favor das SUVs compactas é até justificável. Quanto a potência de um possível Ecoboost Flex 1.5 ainda acho que vão chegar na casa dos 180cv e com uns 25 kgfm de torque.

                  • Gustavo73

                    A Ford parece apostar muito na EcoSport, agora com novo powertrain, novo interior, equipamentos de segurança e preços interessantes para a categoria. O Fiesta poderia mas não vai receber o mesmo tratamento. Os médios aqui não tem o mesmo interesse do mercado como antes. Então será que valeria o investimento. Quando havia a possibilidade dele vir do México coma fábrica focando nas 3 Américas eu não tinha dúvidas. Mas agora eu já não sei. Acho que teremos uma resposta até o final do ano. Um SUV médio talvez tivesse mais saída, feito aqui ou na Argentina.

  • Erick

    Peugeot 208 1.2 fazendo escola… kkk

    • tpbastos

      Pensei o mesmo. Falam tanto da PSA…

    • Dp Som

      Só lembrando q faz uns 20 anos ou mais q a Ford usa motor 1.2 na Europa… desde o Fiesta tristonho..

      • Erick

        Com 3 cilindros?

  • Alunak Oliva

    Esse motor 1.5 dragon é muito bom deixa o carro muito esperto falta colocar ele no Ford Ka e ponhar um câmbio automático vai ser o bicho.

  • Angelo_RSF

    “eixo balanceiro instalado no cárter junto com a bomba de óleo”

    Que eixo é esse que vai o cárter? Alguém sabe?

    • invalid_pilot

      Contra balanço para a vibração dos 3 cilindros, chuto que seja isso.

  • Dreidecker

    Talvez não faça muito sentido investir em um motor Dragon 1.2 3C Flex já tendo o 1.0 TiVCT 12v 3C Fox.

  • Leonardo azevedo

    Ta meio confuso isso… pelo que entendi o Ka ficaria com 1.0 e 1.2 e o 1.5 somente de fiesta pra cima?

  • Sato Trebzonte

    O motor sigma não é velho, vai entender essa ford.

    • MauroRF

      É interessante, o que a GM tem de velho, a Ford e a VW têm de novo.

      • Lucas de Lucca

        A GM com seus 8v dinossauros é uma lástima.

        • MauroRF

          É, a linha 8v deles é dose. Eu fiz test drive no Onix e no Ka antes de optar pelo Ka e nota-se a diferença de potência. Achei o Onix fraco.

      • Fanjos

        Maldade, a GM esta com o 1.4T que é bem descente

        • MauroRF

          kkkkkk, verdade, esqueci deste. Aliás, não tentou suicídio não ao saber que a Renault vai lançar e vender o Kwid pelo mesmo preço de pré-venda? A Renault está abusando da sua paciência, rs. Devíamos é fazer as apostas para saber quando e para quanto vão aumentar esses preços.

        • Lucas de Lucca

          Realmente, até destoa dos 1.0, 1.4 e 1.8 8v do resto da linha. Estou com Cruze 1.4 e arrisco a dizer que ele ficou melhor que o 1.4 tsi da VW. Só o consumo que eu esperava mais.

    • Lucas de Lucca

      Se você pensar que o Sigma é o Zetec lançado lá em 1995 que foi evoluindo ele já está “velho” sim, pelo menos em idade. Em eficiência ainda é um puta motor.

    • Gustavo73

      É motor que vem evoluindo há 20 anos. Já está no limite, em algum momento eles teriam que lançar um substituto. Tem 2/3 anos que se fala em um tricilindrico 1.5 da Ford.

    • Dp Som

      Não real, apesar de ser um motor muito bom, e q foi praticamente mexido em tudo, ele é um motor velho, não tanto como um F1 da GM, mas mesmo assim eh um motor da década de 90. Que inclusive já foi vendido aqui e o pessoal dizia q não prestava… vai entender kkk.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend