América Latina Ford Segredos-Flagras SUVs

Ford Territory 2021 já está emplacado, mas em gravação no Uruguai

Ford Territory 2021 já está emplacado, mas em gravação no Uruguai

O Ford Territory 2021 já está emplacado no padrão brasileiro, porém, rodando no Uruguai. O SUV médio da marca americana, foi flagrado no vizinho do sul durante gravação de campanha publicitária para seu lançamento.


Com a placa “TER 1T21” promocional, o Territory grava sua campanha junto com o Ford Kuga (Escape) Hybrid Titanium AWD que, por ora, só é oferecido no mercado argentino.

Para nós, o interesse é o Territory, que vem importado da China e chega aos revendedores da Ford no segundo semestre de 2020. Já com visual atualizado do Territory S chinês, o SUV terá um papel importante por aqui.

Ford Territory 2021 já está emplacado, mas em gravação no Uruguai

Após o corte de modelos como New Fiesta, New Fiesta Sedan, Focus, Focus Sedan e Fusion, a Ford viu seu portfólio encolher muito, mas com o Territory, se inicia uma nova fase de lançamentos focados em SUVs.

Com porte semelhante ao do Escape, o Ford Territory abrirá alas com importação inicial e depois produção em General Pacheco, Argentina.

Pelo que se diz, ele chega mesmo com motor 1.5 Turbo de 140 cavalos e 22,9 kgfm, sendo este motor um desenvolvimento da JMC com a austríaca AVL, diferindo do 1.5 EcoBoost da Ford e do 4G15 da linha Orion da Mitsubishi, usado no Eclipse Cross.

Ford Territory 2021 já está emplacado, mas em gravação no Uruguai

Com este três cilindros turbinado e dotado de injeção direta, o Ford Territory 2021 deve chegar com o câmbio CVT reprogramado com seis ou sete marchas, a fim de aproveitar o torque em baixa do propulsor chinês.

Isso deve melhorar não só as saídas, mas também a velocidade em cruzeiro e as retomadas, uma vez que o consumidor chinês tem preferência por carros com relações longas e mais focadas no conforto, diferente do brasileiro.

Com 4,59 m de comprimento e 2,71 m de entre eixos, o Ford Territory tem uma faixa livre de preço acima do EcoSport para explorar, ainda mais que o Escape Hybrid não está por aqui.

[Fonte: Autoblog]

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Freaky Boss

    Gostei muito desse design, e apesar da baixa potência, o torque e a curva de torque devem ser bons.
    Embora o público geral olhe mais potência , ara uma dirigibilidade, na minha opinião, torque alto e em baixa rotação é até mais importante do que potência.
    Ou seja, se o preço estiver dentro do mercado e com bons equipamentos, o carro deve me agradar

    • JFX

      Eu acho mais empolgantes os carros com potência em rotação elevada.
      O que vejo de bom nos turbo é a economia de gasolina, pois permitem agilidade no trânsito sem elevar muito o giro.

    • Victor Freire

      vi em algum lugar que a potência baixa é por causa do ciclo miller. não sei como vai ser gráfico de potência e torque, mas deve ser econômico.

      • marcus mendes

        Também vi essa reportagem, mas, não me recordo em qual site. Diziam que por causa do ciclo Miller esse motor é manco. Mais uma vez a Ford queimando o filme. Deveria vir com o EcoBoost 1.5.

    • ocampi

      Eu também prefiro um carro com bom torque em baixa, o que garante uma boa saída em arrancadas e retomadas seguras. Ainda mais levando em conta que o uso será 99% urbano.

      • JFX

        Retomadas seguras até certo ponto.
        Os carros turbo de baixa cilindrada arrancam bem, de fato, mas numa retomada mais longa (ex.: ultrapassagem de uma fila longa de carros ou caminhões) o motor morre/amarra no meio do caminho, enquanto o aspirado 16v, embora tenha hesitação no começo, continua deslanchando por mais tempo.
        Enfim, na verdade, o ideal é ter em mente a potência do carro, seja turbo, não seja.

  • radiobrasil

    Ford, lance antes que o Corolla Cross, pq senão venderá uns 100 por mes e olhe lá! Se os preços forem semelhantes, claro.

    • Sino Weibo

      Corolla Cross? Os preços na Thailandia dele já demonstram claramente que não será menos de $150 mil aqui, lá ele inicia em valores idênticos ao Corolla híbrido, que já custa mais de $140 mil, e como só será lançado em 2021, pode esperar valores maiores. Esse Territory deve custar entre 110 e 150 mil, acima do EcoSport mas abaixo do Bronco Sport, que será o próximo lançamento da Ford, este sim que competirá com Corolla Cross. Essa faixa que o Territory irá atuar aqui está atualmente alguns modelos de SUVs compactos, versões de entrada do Compass e os CAOA Chery Tiggo 7 e o novo Tiggo 7 que virá um pouco acima, e o Tiggo 8, também será por ae e o futuro Tarek.

      • Ernesto

        Ford Bronco Sport competindo em preço com Corolla Cross?

        • Sino Weibo

          Se a Toyota seguir os preços lançados na Thailandia, sim serão, pois só será lançado em 2021. E o Ford Bronco Sport, que será mais simples que esse, será nessa faixa de preço.

      • El Gato!

        “…mas abaixo do Bronco Sport, que será o próximo lançamento da Ford, este sim que competirá com Corolla Cross.”

        Impossível. Nada a ver.
        Lá fora, Bronco vai brigar com o Wrangler Unlimited, Gladiator, Colorado ZR2 e 4Runner. Aqui (se vier) virá para ser um competidor direto do Wrangler. Se vier, Bronco provavelmente partirá de R$ 220 a 240 mil, isso nas versões de entrada.

        • Sino Weibo

          Pesquisa novamente, Bronco Sport, não é o mesmo que o Bronco. Será uma versão simplificada deste, exatamente para regiões em desenvolvimento, para atuar nesse segmento de entrada.

          • El Gato!

            Outra vez, nada a ver.
            O Bronco Sport não tem nada a ver com simplicidade ou “regiões em desenvolvimento” (tanto que o primeiro mercado dele será os US. Ele será mais “rústico”, com equipamentos visando trilha, mas nada que seja uma versão mais simples em equipamentos. Outra: ele está com preço inicial estimado em U$ 28 mil. Pega a calculadora e converte para o real, coloca as tarifas e impostos e depois me diz se realmente você acha que o Bronco Sport viria para competir com Corolla Cross.

            • Sino Weibo

              Mas não vai ser fabricado por aqui? quer dizer que a Ford está planejando trazer esse Bronco Sport ainda mais caro, então o Escape Hibrido vai ser quanto, 250 mil? O Territory não tem chances nesse segmento acima de 150 mil, e ainda assim existe um gap na Ford, pois o EcoSport custa 108 mil o mais caro, a não ser que o Territory venha entre 110 e 140 mil só pra teste, e depois quando a renovarem o Ecosport, subir os preços deste, manter ou não o Territory, e lançar Bronco Sport e Escape acima de 200 mil? Então o Bronco vai vir acima dos 400 mil, como o Wrangler?

              • Luka

                O Bronco Sport é basicamente um Escape com outra carcaça e interior mano, ele assim como o escape são baseados na plataforma do Focus, pense nele como uma versão “Renegade” do Ford Escape/Kuga.

                • Sino Weibo

                  Por isso mesmo não faz sentido o q ele venha tão caro ao ponto de ser acima do Corolla Cross.

                  • Luka

                    Não tem nada dizendo que o Bronco Sport vá vir pra cá, o que vai vir são o Territory e o Escape Híbrido.

                    • Sino Weibo

                      A imprensa toda disse, inclusive tem matérias aqui sobre isso.

                    • Luka

                      Sobre o Bronco Sport? Lembro de ter visto sobre o Bronco que concorre com o Wrangler, mas o Bronco Sport eu não tenho certeza se vi.

        • Gabriel Camilo

          O Bronco Sport será um crossover mais light. Os concorrentes que você citou vão peitar as versões mais parrudas do Bronco, o 2 door e o 4 door.

  • Ford que não é Ford, mas sim um JMC, e ainda com motor turbo da JAC (AVL é da JAC). É… a globalização chegou.

    • radiobrasil

      Erraram no nome.. é Telitóli!

    • Sino Weibo

      E a JAC agora é da VW! heheh no fim fica tudo na parceria Ford-VW. Autolatina feelings.

    • passis

      Já comentei em outras ocasiões que a origem do modelo ainda é duvidosa, precisamos esperar a montadora informar melhor. Já vi relatos de que a planta chinesa importou o maquinário do Escape antigo para produzir esse tal Yusheng 330.

      • Sino Weibo

        Nunca ouvi tal informação, mas é possível, visto que a marca se “inspira” muito nos modelos Ford, Mazda e Land Rover, como as famosas cópias que já fizeram. Já fizeram isso com várias marcas como modelos da Daewoo que depois a GM não gostou muito, e da antiga Saab, importaram todo o ferramental e readaptaram em modelos próprios. A indústria chinesa cresceu fazendo de tudo e com todos, é até incrível que um país até pouco tempo tão fechado do nada se torne o que é hoje e com tantas marcas e Joint-Ventures com multinacionais, algumas dos quais estão assumindo o controle.

        • passis

          Exato. Quando vi essa informação fui procurar e notei que tem uma geração passada do Escape cujo perfil se parece bastante com o Territory, indicando pontos fulcrais bem compatíveis (na minha opinião). Mas é como eu sempre falo, são rumores. Só acho cedo para dizer “Isso não é um Ford.”

  • Bruno

    Vem da China ? E aí, é chinês ou não ?!? Como quase tudo vem da China, o preconceito pelos chineses ainda permanece, não estou defendendo os chineses, mas o visual e provavelmente a qualidade aparenta ter melhorado em novos modelos que tem aparecido por aqui. Vamos ver como se comportará o mercado.

    • Victor Freire

      não só os chineses vêm melhorando como eu acho que esse carro passou por algumas melhorias pra ostentar o símbolo ford. a ver.

      • JFX

        Assim se espera.

  • Andre Cupertino

    Esse carro é só mais um erro na estratégia equivocada da Ford pro Brasil.

    Agile tapa buraco mandou lembranças.

    • Victor Freire

      é o que eu tava pensando esses dias: é o agile da ford. se servir pra segurar as pontas até a chegada de produtos melhores (novo eco, bronco sport, escape) vai ser uma boa, mas é arriscado.

  • João Senff

    Já vem com pastel de flango no porta luvas ?

    • JFX

      Falou o brasileiro que se pendura em árvores e descasca banana com os pés

      • João Senff

        É não . Só acho que a Ford tem condição de fazer algo melhor que esse chinês aí. Poderia ter feito um projeto Ford e não um Contra o C contra V do chinês. Levando em consideração que isso é só um tapa buraco Ford .

        • Sino Weibo

          Se nem mesmo EUA e Europa querem mais projetos brasileiros como por ex. o Ecosport agora que vai pra lá é o indiano, esperava o que, que trouxessem Kuga, Escape, Bronco de cara? Países que não tem tecnologia propria se contentam com o que os que tem oferecem, e as multinacionais pelos quais abrem as pernas o tempo todo impõem. Vão ser projetos chineses/indianos, rebadges de chineses e carros de marcas chinesas que os brasileiros vão ter e poder comprar a partir de agora. Quero ver o mimimi começar…

          • João Senff

            Vou repetir a Ford tem experiência para fazer algo melhor que esse puro chinês aí . Deixa os puro chineses para as marcas chinesas .

            • Sino Weibo

              Tem experiência e know-how mas preferiu um projeto chinês datado feito em rebadge de uma marca desconhecida e pequena até para os padrões chineses (na verdade a marca se dedica mais a veículos comerciais, pick-ups e caminhões). A meu ver isso é mais um “teste” da Ford pra ver a receptividade, pra trazer mais modelos de lá. Assim como a Peugeot vai testar o mercado de pick-ups com seu rebadge da Chana Kaicheng F70, a ser vendido por aqui.

              • João Senff

                Quanto ao modelo da Peugeot esse já vai nascer morto no Brasil.

                • Sino Weibo

                  A Ford ranger demonstra q tudo é precificação correta pra um modelo fazer sucesso.

  • Eric PB

    Espero q venha com bom preço e que venda bem pra silenciar os mimizentos de plantão que por clarividência dizem que o carro nao vai vingar, nao vai prestar, etc por ser um chines com logo ford. Vai faltar peças para reposição e tudo mais…é isso que os críticos brasileiros já anteciparam por aqui 1 ano antes do lançamento do modelo. Os cara são feras, vamos aguardar.

    • JFX

      Como é que não vai ter peça de reposição, se praticamente TUDO que nós compramos vem da China?! Como se trazer algo da China fosse complicado.

      • Eric PB

        justamente, não há problemas!! agora vá na lupa e busque por reportagens deste carro aqui no site e verá como uma galera já julgou e crucificou este carro pelo motivo apontado unica e exclusivamente por ser chines.

  • Gabriel Molina Pinheiro

    A frente desse carro é muito estranha, bicuda, e farol muito pequeno pro carro.

    • leomix leo

      Sw4 é bicuda, com faróis muito menores e vende horrores, toda desproporcional, esse ai pelo menos a frente casa com o restante do carro, diferente da frente de barco da toyota.

  • RSRX

    A galera que defendeu o Baojun Chevy Groove atacando o territory nos comentários kkkkkkkkkkkkk

  • Hugosw

    Com dólar a R$5,00 ou mais, duvido que os lançamentos do Territory ou Corolla Cross serão abaixo dos R$150mil. Por mais que as montadoras já trabalhem com um dólar mais alto que a cotação padrão, provavelmente está se tornando impraticável vender os carros no país aos valores que estão.
    Pensem que o Corolla XEI está custando R$112.990 ou seja U$21.000, praticamente o valor dos USA. Então o lucro dessas montadoras está muito baixo para uma carga tributária tão alta como temos.
    Se o dólar não baixar rápido, preços irão disparar como aconteceu em 2012.

    • Ducar Carros

      O dólar só vai cair se a Selic voltar a subir significativamente.

      No cenário de taxas de juros atual, compatíveis com a que se pratica no resto do mundo (menos de 1% de juro real ao ano), a tendência é o dólar oscilar mesmo entre R$ 5 e R$ 6.

      • Hugosw

        Só que como estaremos em receção e com isso a inflação será baixa. Assim sendo, os salários ficarão estagnados e os preços dos itens de consumo subirão cada vez mais.
        Ou seja, logo teremos carros mais incompráveis do que já são.

        • marcus mendes

          Vamos ter a volta dos consórcios de carros usados?

          • Hugosw

            Na realidade o consórcio tem um bem de referência e não há obrigação de comprar aquele bem em si.
            Mas que hoje não existe carta com um valor baixo justamente porque os carros zero estão com preços impraticáveis.

    • Sino Weibo

      Se o Corolla Cross seguir os preços da Thailandia realmente será nessa faixa, pois lá o mais básico custa o preço do Corolla híbrido, que sabemos aqui está quase já batendo os 150 pila. Mas tudo nesse mercado é estrategia, me surpreendeu o Corolla Cross ser mais barato que o C-HR. Com certeza gordura pra queimar eles tem com esse modelo, pelo que foi feito, o mesmo com a Ford e o Territory, por ser rebadge e manter inclusive o motor do original. Vão cobrar valores bem competitivos.

  • Bruno Gomes

    Não sei, tive contato com o modelo no rock in rio, mas ele não peita Compass e cia.
    O carro tá sendo lançado para tapar o buraco da ausência de um SUV acima da Eco e que já deveria estar aqui (Kuga). É como a Chevrolet fez com o Agile.
    É uma bomba já datada. Boa sorte aos compradores.
    Triste em ver que a Ford que disponibilizava Ka, Fiesta, Focus, Eco, Ranger, Fusion e Edge, terminar com KA, Eco, Ranger e Territory.
    Enquanto VW e Chevrolet lançam novos modelos e inovam, a Ford parou no tempo e está se garantindo num modelo que ao meu ver não tem força de mercado.

    • Eric PB

      discordo. ramo de suvs é o que mais da lucro para as montadoras. se nao fosse pq a vw teria nivus, tcross e tiguan e vindo logo logo a tarek?! suv é o mercado forte hj. com relacaona ser chines, qual o problema!? novo tracker é projeto total chines ninguem reclama e.vende como agua.

      • Henrique12

        O cara nem falou a palavra “China” ali. Vai pra terapia vai…

        • Eric PB

          e vc volte pro mobral pois nao consegue interpretar.

    • Sino Weibo

      Todos os “novos modelos” da VW e Chevrolet que vem sendo lançados agora para mercados como o Brasil também são modelos ou projetos chineses. E o que um Territory tem de tão diferente ou ruim em relação ao Tarek, por ex.?

      • Luconces

        VW e Chevrolet estão com projetos próprios desenvolvidos na China, caso do Tarek/Tharu ou família Onix.

        No caso do Territory o problema sempre foi ser um Yusheng S330 2016 com trabalho de rebadge. Na China nem o motor tem origem Ford.

        Na China também esse carro é mais barato que os concorrentes e não concorre com Compass e cia. Ele concorre com Renegade e HRV com uma proposta mais espaçosa e acessível.

        • Sino Weibo

          Sim, por isso mesmo não vejo como problema mas a “solução”, se precificado corretamente, e posteriormente a Ford pode modificar os motores. Inicialmente não vejo ele com preços acima de 140 mil, como muitos dizem. Já o Corolla Cross penso o contrário, deve começar em uns 150 mil e até ultrapassar 200 mil.

          • Luconces

            Solução meio de correria, não se sabe nem se os motores Ford cabem no cofre desse carro ou se teria problema com transmissão. Esse carro é um Frankenstein.

            Se a Ford oferecesse ele no lugar correto dele, adaptado com equipamentos e motorização Ford, concorrendo contra HR-V e cia, era uma coisa.

            Agora empurrar como médio e concorrente direto do Compass é forçar a barra.

            Da Toyota eu não espero nada…

  • Janderson von Neumann

    Nas fotos, vejam bem, eu disse olhando as fotos, me pareceu ter uma boa montagem pelo menos, pois se observa peças com bom alinhamento (portas e tampa de mala) e pequenos espaçamentos,frestas, além do quê não dá pra dizer que é 100% chinês e que não tem nada de Ford, pois o limpador do vidro traseiro é do New Fiesta Hatch, lanternas de iluminação da placa traseira são padrão Ford, enfim, deve ter mais coisas Ford e não ser apenas rebadge de um suv chinês não, vamos esperar pra ver.

  • Carlos AM

    Como muitos já comentaram, mais uma estratégia errada da Ford.

    Deviam ter trazido o Kuga que já é um veículo sólido em outros mercados que de modo geral é um “Focus SUV”.
    Aproveitariam o motor 2.0 que era do Focus, trocariam a bomba do Powershift para um AT convencional e pronto.

    O Kuga tem bom acabamento, boa lista de equipamentos e manteria o mercado de peças e componentes que já existia para o Focus.

    Mas não, vão trazer esse carro com um conjunto totalmente novo e que não compartilha (e a médio prazo não compartilhará) peças com nenhum outro modelo da marca.

    • Sino Weibo

      Mas esta estratégia de trazer modelos e/ou projetos oriundos da China ou Índia para mercados em desenvolvimento agora será feita por toda a indústria, visto que GM e VW já o vem fazendo, Peugeot o fará com a LandTrek, outro rebdge chinês da Changan, a Chana Kaicheng F70, entre outros. Na verdade isso é mais um “teste”.

  • jack cast

    Não se iludam. Esse carro é uma porcaria , motor fraquíssimo, não anda nada e bebe um monte de combustível. Vai vir custando 150mil reais e por mais tecnologia que ele tenha , não vai superar o jeep compass.

    • Eric PB

      como se um compass com seu 2.0 flex beberrao e lento pra caramba tbm na casa dos 140,150k fosse referencia de desempenho

      • jack cast

        Espere e aguarde. Vai se lembrar do que eu falei😉

        • Eric PB

          pode ser q nao venda mais q compass pois este esta consolidado. mas vai vender mais q tiguan, equinox, 3008. aguarde

        • Sino Weibo

          Quer apostar quanto?

          • jack cast

            Vamos apostar o que ? Hehe te mandei mensagem no seu Instagram vamos conversar. Tenho uma surpresa muito boa que vai abrir suas informações. Abraço

    • Sino Weibo

      Quem vai vir custando 150 mil será o novo queridinho dos vovôs, o Corolla Cross. Esse Territory terá ticket médio entre 110 e 140 mil, pra ficar logo acima do EcoSport atual, pois a Ford irá estudar fabricação própria do modelo. Não vão fazer isso se fracassar. Vão ser competitivos, por isso estão trazendo inicialmente da China. E acima dele ainda terão Escape e Bronco Sport.

  • leomix leo

    Povinho cheio de mimimi, carro chinês e tal, tem celular, pc, tv, geladeira, tudo ou é feito ou tem componentes chinês.

  • Particularmente, acho que o excesso de “mimimi” em torno do carro é porque sabem que ele tem potencial: ele não tem o que os entusiastas de automóveis (que vive falando em fóruns, mas raramente compram) admiram, mas tem o que o consumidor admira (espaço, sofisticação e tecnologia). Posso estar bem enganado, mas acredito que se a FORD souber posicionar o veículo no mercado tem potencial para vender muito. Falo por mim: tenho uma Tracker 2018 e cogitaria trocar (comentários questionando os motivos de trocar um carro tão novo eu dispenso)…

  • Freaky Boss

    E estava junto com esse carro, na gravação do comercial, o Ford Kuga Titanium Hybrid AWD. Chegando para a Argentina. Tô achando que vem tambem hein……ótimo carro.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email