Ford Transit chegará com motor EcoBlue 2.0 de 170 cavalos

Ford Transit chegará com motor EcoBlue 2.0 de 170 cavalos

A Ford Transit prepara seu retorno ao mercado nacional e agora revelando sua motorização. Montada em CKD no Uruguai, através da Nordex, a van comercial da marca americana está de volta, mas agora mais potente e econômica que a geração anterior.


Seguindo a lógica global do produto, a Ford estreará no mercado nacional e também no Mercosul o propulsor EcoBlue, de quatro cilindros, 2.0 litros. Este é o motor da Ranger tailandesa, que fez surgir a versão esportiva Ranger Raptor, mas com 213 cavalos.

Ford Transit chegará com motor EcoBlue 2.0 de 170 cavalos

Bastante usado na Europa, inclusive em modelos como o Kuga/Escape, o EcoBlue 2.0 obrigatoriamente estará a bordo da próxima geração da Ranger feita na Argentina, mas ainda não se sabe a potência. No caso da Transit, ele terá 170 cavalos e 41,3 kgfm.

A transmissão, diferente da Transit americana, será manual de seis marchas e tração traseira. Nos EUA, ela usa uma caixa automática de 10 marchas,a  mesma que deve estar a bordo da Nova Ranger argentina (já equipa a atual lá nos states). Potente, a van da Ford chega com força acima das principais rivais aqui.

Ford Transit chegará com motor EcoBlue 2.0 de 170 cavalos

A Renault Master tem motor 2.3 de 130 cavalos, assim como a Fiat Ducato, Peugeot Boxer e Citroën Jumper. No caso da Mercedes-Benz Sprinter, seu propulsor 2.2 entrega 163 cavalos. Assim, para fazer a diferença em desempenho, a Transit chega buscando andar na frente, pelo menos nesse aspecto.

Para vendê-la em suas três configurações básicas (passageiros, vidrada e furgão), oferecidas em chassis médio e longo, a Ford criou uma divisão de veículos comerciais na região, que também representará a versão XL da Ranger, voltada para frotistas.

Ford Transit chegará com motor EcoBlue 2.0 de 170 cavalos

Com capacidade de passageiros de 14+1 ou 15+1 no chassi médio, tal como 16+1 ou 17+1 com chassi longo, a Transit iniciará as vendas com a versão de passageiros, seguida pela vidrada, onde há janelas, mas sem a configuração de passageiros. Por fim, virá a furgão, ideal para entregas urbanas. Com rodado simples ou duplo, a van da Ford ainda não teve os preços divulgados.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.