França: eletrificado vende mais que carro a gasolina

dacia spring electric 4

A França é o primeiro grande mercado da Europa a verificar a liderança dos carros eletrificados em relação aos modelos movidos apenas por combustíveis fósseis.


No primeiro trimestre, o mercado francês viu 40% das vendas serem de carros elétricos e híbridos, marcando uma virada histórica no país.

Os carros movidos a gasolina representaram 38,3% das vendas no período e seguem numa queda geral do mercado local, que só em março caiu 20%.

Com a crise global de chips e outros problemas na cadeia de suprimentos, a França viu um movimento nos eletrificados, que aumentaram sua participação.

Outro motivo para a virada histórica são os crescentes incentivos fiscais para carros elétricos e também os altos preços dos combustíveis, especialmente gasolina e diesel.

Como você já viu em outra publicação, os franceses estão comprando cada vez mais os kits de conversão de gasolina para E85 (85% de etanol).

Isso tudo é em busca de preços melhores, já que o litro do E85 custa € 0,92 contra € 1,97 do derivado de petróleo, ou seja, menos da metade do valor da gasolina.

Diante da crise atual, agravada pela guerra na Ucrânia, a associação dos fabricantes de veículos na França nem elaborou projeções de vendas para 2022.

Por ora, não se sabe como o mercado reagirá diante desses fatores, que complicam ainda mais o cenário europeu.

Um nicho há três anos, os eletrificados franquearam passagem entre os carros a gasolina e diesel (16,5%), chegando ao topo em pouquíssimo tempo.

Com a pressão de algumas cidades, especialmente de Paris, contra os carros movidos por combustíveis fósseis, além de outros fatores já mencionados, os eletrificados rapidamente tomaram seu espaço.

Marcas como Renault e Peugeot iniciaram um movimento em direção aos elétricos, ainda que também apostem em híbridos plug-in.

Mesmo assim, as vendas de carros elétricos são lideradas pelo Tesla Model 3, seguido de Dacia Spring e Peugeot 208.

[Fonte: Reuters]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.