França: leasing nacional de € 100 para carro elétrico

dacia spring electric 3

A França decidiu atacar a eletrificação com o peso da mão do Estado para acelerar a mudança do mercado local para os carros elétricos.


O novo esforço de Paris em mudar a realidade da terra do carro diesel virá na forma de um programa nacional de leasing de € 100 mensais para aquisição de um carro elétrico.

O presidente Emmanuel Macron anunciou o programa, mas ainda não deu data para o início e nem as regras, mas o objetivo é atingir famílias e cidadãos de baixa renda.

Ainda assim, Macron frisou que estudantes e profissionais, especialmente das áreas de saúde e social, possam dispor de um carro elétrico por um baixo valor mensal.

Por um valor correspondente a R$ 508, os franceses poderão trocar seus velhos carros diesel (em boa parte dos casos) por modelos elétricos novos.

Mesmo numa realidade brasileira, o valor mensal é muito baixo para dispor, mesmo que seja um carro urbano popular, como JAC e-JS1 ou Renault Kwid E-Tech, de um carro elétrico.

Com planos de 24 a 72 meses, o leasing francês permitirá que ao final do contrato, o cliente fique com o carro por uma mensalidade negociável ou entregue o veículo sem ônus.

Dessa forma, o governo da França quer incentivar as pessoas a mudar para os carros elétricos, assim como estimular a indústria para produzir mais desses veículos e fomentar a ampliação da infraestrutura de recarga pública.

Contudo, nem todo mundo parece feliz com isso. Na Stellantis, em especial, o CEO Carlos Tavares continua a apontar dificuldades para uma mudança de carros a combustão para elétricos.

Tavares insiste que essa transição será complicada para os fabricantes de veículos e que o processo na Comissão Europeia é político, com riscos ambientais e sociais tão grandes quanto.

Ele não vê nos carros elétricos a alternativa definitiva para a mudança. O CEO disse: “O que está claro é que a eletrificação é uma tecnologia escolhida pelos políticos, não pela indústria”.

Carlos Tavares reforçou que existem opções mais baratas e rápidas de se aplicar em vez de colocar todos os ovos na mesma cesta. Ele fala que para um carro elétrico zerar o carbono da cadeia precisa rodar 70.000 km, pelo menos.

[Fonte: FCE/Cartoq]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.