Elétricos Europa Finanças Governamental/Legal Híbridos Trânsito

França quer limitar carros comuns nas cidades em prol de elétricos

A França quer ter 2 milhões de carros elétricos em circulação no país até 2020. O número é muito grande, já que estamos a apenas 8 anos dessa meta.

Para forçar a “eletrificação” automotiva no país, o governo francês pretende limitar cada vez mais a circulação de carros comuns nos grandes centros, facilitando o acesso aos elétricos.

Além disso, existem algumas propostas, como idade máxima para carros e caminhões em 17 anos e livre circulação de motos feitas somente a partir de 2004. Os ônibus urbanos poderão ter até 18 anos.

Para facilitar o acesso ao carro elétrico de pessoas de renda mais baixa, o governo concede bônus de € 7.000 e € 4.000 para híbridos.

As medidas criaram debates acirrados na França, inclusive quando relacionado à cobrança de pedágio urbano para carros e caminhões em Paris, por exemplo.

Outras medidas são a redução para 70 km/h nas vias externas da cidade e de 30 km/h nas regiões centrais. O objetivo é um só, fazer com que o motorista desista do carro em prol de transporte alternativo. Bom, pelo menos lá eles tem acesso a isso.





  • AndredeAzambuja

    Certo eles. Já passou da hora de investir pra valer nos elétricos. Mas claro que isso vai demorar pra acontecer, afinal os maiores beneficiados seriam os consumidores e o planeta, duas das coisas menos importantes pras grandes empresas petrolíferas e pros governos.

  • ViniciusSantoro

    Bem, se a matriz energética da França ainda utiliza Usinas Nucleares, então esses carros serão abastecidos com energia nuclear, confere?
    Só pra gerar a discussão Hahahahaha.

    • caique313131

      Vão ser abastecidos com energia elétrica proveniente das usinas nucleares, sim.

  • HFHoltz

    Fico imaginando paises imensos como Brasil, EUA, Índia e Rússia com a turma andando de carro elétrico, nem dave existir lítio suficiente no mundo para alimentar apenas o mercado russo, imagina o restante, e o pior, de onde virá a energia elétrica?

    Imagina no Brasil onde final de novela precisa colocar para trabalhar as termelétricas com as usinas hidrelétricas na sua capacidade máxima (guardada a disponibilidade da reserva). O hidrogênio já está chegando…

    • Hoosier 559

      Do jeito que as coisas andam, não tardará ao nosso país "importar" essa idéia furada…

      Só pra começar, olha o tamanho do nosso território, olha a capacidade energética que nós temos, que vc citou bem que até fim de novela precisa de pedir arrego pras termoelétricas…. KKkkkkk

      Esse negócio de carro elétrico por agora é muito bom… No papel. Não existe ainda tecnologia que permita isso, as baterias são muito caras de serem produzidas, são poluentes, demoram muito para serem carregadas e a carga dura muito pouco.

      Falta tecnologia, e precisam comer muito feijão ainda pra alcançarem a eficiência e praticidade de um motor a combustão convencional.

      • Castle_Bravo

        Com a nossa mania de importar as ideias pela metade ou o que há de pior no primeiro mundo, é bem provável que tenham essa ideia por aqui, afinal se a Europa (ainda mais a França, paraíso das esquerdas!) implantou, é certo que é algo bom!

    • caique313131

      Nosso potencial elétrico, principalmente proveniente de hidrelétricas, é imenso. Atualmente, não utilizamos nem 1/3 desse potencial.

      Capacidade para aguentar milhões de carros elétricos nós temos. Mas ai vem outro problema: as áreas que seriam alagadas para o aproveitamento desse potencial elétrico para abastecer principalmente carros que não poluem, valeria a pena, ou simplesmente estariamos nos mantendo no mesmo lugar?

      Na minha opinião, o Brasil só precisa de carros elétricos para ajudar o consumidor que paga a gasolina supertaxada. É mais uma questão de economia de dinheiro do que de diminuição de poluição, até porque o Brasil é exemplo a ser seguido em termos de sustentabilidade/pouca poluição.

  • AF1979

    E mais e mais a França manda às favas o Liberté de seu lema fundador e quer impor nem que a fórceps que as pessoas tenham carros elétricos ou com menos de 17 anos, como se idade dissesse obrigatoriamente algo sobre um carro além de ser feito há mais de uma década. Provavelmente há um bom número de franceses P da vida com esses totalitarismos sutis e também querendo se mandar por causa de questão econômica. De repente, se o Brasil conseguir atrair os de maior gabarito, poderá dar um bom reforço em setores carentes de mão de obra especializada por aqui.

  • Matheus_P

    nao sou a favor de pedagio em centros urbanos. é um tipo de violação ao direito de ir e vir!!!

    • daviddiniz

      Eu sou completamente a favor. Para isso existe o transporte público. E se a pessoa quiser transitar com seu carro no centro pode desde que se pague o pedágio. Deveria ter isso aqui em São Paulo e ao mesmo tempo ter investimento PESADO no transporte público.

      • Matheus_P

        Amigo, conforme vc mesmo disse: enquanto não houver transporte publico em massa e de qualidade, acho o fim dos tempos pedagios urbanos. Agora, em cidades onde isso funciona bem é diferente. exemplo: tem horarios q carros na europa só podem transitar com 2 ou mais pessoas… mas nada de ter q pagar por isso. se nao me engano em londres há pedagio urbano em horarios de pico…

      • Hoosier 559

        Cara, pra chegar um dia a viabilidade de implantação de pedágio urbano aqui no Brasil, é necessário que o transporte público seja no mínimo quadruplicado em sua capacidade, investimentos pesados e massivos no transporte e nós sabemos que isso não vai acontecer, não agora. Então, esse negócio de pedágio urbano, se acontecer, vai totalmente contra a lei do ir e vir, com segurança e conforto.

  • dudupruvinelli

    "Existem algumas propostas, como idade máxima para carros e caminhões em 17 anos e livre circulação de motos feitas somente a partir de 2004. Os ônibus urbanos poderão ter até 18 anos." Gostei demais! Aqui no Brasil, mais de 50% da frota iria para O LIXO, mas as kombis continuariam porque são fabricadas ainda hoje! kkk palhaçada!



Send this to friend