Europa Finanças Governamental/Legal Renault

França: Sem ajuda, Renault pode desaparecer em sua maior crise

França: Sem ajuda, Renault pode desaparecer em sua maior crise

A situação da Renault não está nada boa na França. A montadora local está atravessando sua maior crise, em decorrência do coronavírus, chegando ao ponto de sua continuidade como fabricante de veículos ser questionada até pelo governo francês.


O alerta foi dado por Bruno La Maire, ministro das Finanças da França, ao ser questionado sobre a situação do fabricante de veículos: “Sim, a Renault pode desaparecer”. Isso, no entanto, só acontecerá se a empresa não receber ajuda para suportar os danos da quarentena sobre suas operações.

A Renault pretende fechar quatro fábricas somente na França, sendo que Dieppe e Flins terão suas portas fechadas. Além disso, a empresa está transferindo alguns modelos para a Nissan como forma de reduzir os custos em € 2 bilhões nos próximos dois anos.

França: Sem ajuda, Renault pode desaparecer em sua maior crise

VEJA TAMBÉM:

Sua irmã japonesa deve levar para o Reino Unido os modelos Captur e Kadjar, enquanto Scénic, Espace e Talisman sairão de cena. Em Flins, fala-se que o término das operações pode acontecer em 2022, com a saída de cena do Renault Zoe.

Nessa sequência de cortes, a Alpine também pode desaparecer novamente, já que Dieppe será fechada. Apesar do anúncio alarmista de Le Maire, o mesmo tem nas mãos a caneta para assinar um empréstimo de € 5 bilhões para ajudar a salvar a Renault, sendo que o mesmo já foi aprovado pela Comissão Europeia.

Le Maire já havia dito que ainda não tinha assinado o empréstimo “salvador” para a Renault e o motivo, embora não tenha dito abertamente, é que o governo de Paris quer que a empresa assuma três compromissos para receber o dinheiro.

França: Sem ajuda, Renault pode desaparecer em sua maior crise

Um deles é o aumento do portfólio de carros elétricos no país. O outro é uma relação justa com empregados terceirizados e, por fim, operações de tecnologia avançada com base na França. E tem mais uma: realocação de produção de veículos no país. Le Maire disse: “A Renault está lutando por sua sobrevivência”.

O ministro da França lembrou ainda que a Renault já recebeu do governo um montante equivalente a € 450 bilhões desde o fim da Segunda Guerra, o que equivaleria a 20% do PIB do país.

Para a segunda maior economia da zona do Euro, 2020 será o pior ano desde a guerra, com o PIB encolhendo 8% e um déficit orçamentário recorde de 9%.

No caso das empresas e da economia em geral, a União Europeia fechou os olhos para gastos públicos para a salvação do bloco e sem data para encerrar. A França acredita que isso vá durar até 2021.

[Fonte: Auto News Europe]

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Quando tiver quase quebrada, aparece uma montadora chinesa obscura e compra.

    • Daytona

      To esperando até agora o “dinheiro chinês” que as teorias da conspiração falavam que ia comprar o Brasil barato!

      A Bolsa perdeu bilhões e mais bilhões em grana do exterior!
      Avisa a galera de fora que já pode vir comprar algo aqui, pq ngm anda querendo…

      • O tempo dirá. Mas certamente o Brasil não é prioridade de ninguém no momento.

      • Gustavo

        Eu não sei em que mundo você está vivendo, mas as empresas de energias “brasileiras” já são todas chinesas.

        • McLovin

          Porque é o filé mignon do mercado, né. Energia é necessária mesmo que o país vá para o Vinagre. O resto, bem…

          • Dario Lemos

            Aqui no MT eles já compraram milhares de hectares; em abril compraram toneladas de carne com preço barato por causa da quarentena Uma coisa te digo, eles não são “flor que se cheire”. Teorias existem de tudo que é tipo mas tenho uma opinião pessoal: querem o mundo “curvado” a eles. Há uma frase atribuída a Napoleão Bonaparte : “Deixem a China dormir porque, quando acordar, o mundo vai estremecer”.

        • Daytona

          As compras de elétricas em massa foram em 2016, quando compraram a CPFL por R$ 40,6 bilhões.
          Tinha Corona em 2016?

          Porque meu comentário foi sobre a teoria de que iriam “comprar tudo” e já saiu R$ 250 bilhões esse ano!

        • Edinaldo_Tapica

          Eletrobras vai ser privatizada né? Nem te conto quem vai comprar depois do corona…

      • Nelson Oliveira

        Amigo, quem quer investir num país totalmente descontrolado onde o seu principal líder, presidente da República, no meio de uma pandemia, age da maneira mais inútil e totalmente desumana? A OMS avisou o Brasil antes do Carnaval, isso é fato, mas o grande problema foi que, logo nos pequenos casos, todos os Governantes demoraram a agir, porque levaram pressão empresarial, e eram empresários milionários (Girafas, Madero, Smartfit e por ai vai) dizendo que quebrariam com o fechamento das atividades. Ainda bem que cada Governador, e sua maioria foi consciente, teve autonomia pra decidir fechamento do comercio e outras atividades não-essenciais. Caso contrário, meu amigo, tu ia ver um colapso (De mortes e casos) em um nível inimaginável.

        • Thiago

          Fecharam pq sabiam q seria o gov federal q vai bancar o prejuízo… igual a filho revoltado, quer ser independente mas com o dinheiro do papai.

      • Edinaldo_Tapica

        Eles tão comprando coisas mais rentáveis primeiro. O Brasil ainda vai afundar mais, eles sabem o momento certo de dar o bote, não se iluda

    • Os chineses vão quebrar mais do que os outros com essa crise.

      • Martini Stripes

        Fora as consequencias futuras de descentralizaçao de meios de produçao da China.
        Eles perderão industrias, dependem do mundo para a economia deles.
        Enfim, vai longe essa novela ainda

        • leomix leo

          Samsung já sinalizou a saída da China, creio eu que outras gigantes vão fazer o mesmo.

          • th!nk.t4nk

            Sim, as montadoras sul-coreanas por exemplo estão já em discussao com fornecedores de outras partes do mundo pra diminuir a dependência da China. Vem muita mudança por aí.

            • Edinaldo_Tapica

              Faz tempo que eu canto a pedra que o próximo país que vai passar por uma revolução comercial é a Índia. Chegou o momento dela, tem a faca e o queijo na mão, se fizerem a lição de casa chinesa vai virar uma das cinco maiores potências mundiais

          • Rico Kowalski

            Samsung saiu porque nao aguentou a Xiaomi

            • Guilherme Souza

              kkk, vai nessa, a samsung ganha muito com o chipset dela. Agora sair da China pode estar relacionado aos EUA, certeza que teremos coisas por ai.

              • Rico Kowalski

                So se o Trump encheu os bolsos dela porque sair de um mercado igual o chines….

                • Daytona

                  Samsung tem seus méritos em tecnologias diversas, entre elas Telas e produção CPUs…
                  A AMD chegou nos 7nm com parceria com Samsung e veja a surra que começaram a dar na Intel.

          • Daytona

            Toda empresa que for saindo da China terá meu dinheiro!

            Eu parei de importar, até pq preço quase não vale, e compro de lojas que tenham SAC e assistência BR.
            Claro, muitas vezes o fornecedor deles é chinês, mas não tem como evitar para a grande maioria de produtos no momento, mas cosias como Roupas, Tênis, a Mesa de Computador que comprei são tudo indústria BR.

      • Arthur

        Você absolutamente não entende nada de geopolítica pra achar que a China vai ser mais prejudicada com a pandemia de coronavírus do que o restante do planeta. A China tem pelo menos dois “Vale do Silício”, só pra começar, num país com 1,3 bilhão de pessoas, repleto de recursos naturais e com Estado forte. Investiram a rodo em tecnologia e na formação de cérebros. A China não contrata mão-de-obra especializada de fora do país, não precisa. Sorte do planeta que fazem parte da cultura chinesa a coletividade e a diplomacia. Se eles fossem parecidos com os estadunidenses, que são gananciosos e inescrupulosos, estaríamos todos ferrados.

        • Guilherme Souza

          Então por que a população Chinesa não tem acesso a internet e não são livres pra votar? O que você disse sobre recursos naturais, está completamente errado. Nem Eua e nem a China está preocupado com o Brasil, veja os casos dos respiradores, com preços abusivos, literalmente a china fodeu o mundo inteiro. Você acha que eles não são gananciosos?

        • Você já denunciou o lado em que está ao escrever “estadunidense” para se referir aos americanos; porém, para resumir, a China não é nada sem mercados abertos. Do jeito que está, eles vão quebrar rapidamente.

          • Edinaldo_Tapica

            Ele está certo jovem. É uma questão de lógica, se tu quer continuar chamando palha de aço de Bombril o problema é teu, mas do mesmo jeito que um alemão é europeu, linguisticamente em se tratando de geografia continental, somos americanos… Não preciso ser comunista pra saber disso, o que aliás, estou longe de ser kkkkkk

    • Diego

      Como se todo empresa de qualquer canto do globo fosse filantrópica.

  • Fábio

    Depois dessa pandemia, a operação de muitas empresas vai desaparecer. Isso se não mudarem seu foco, comportamento e processos.

    Impor que a empresa fabrique elétricos e pague melhor os terceirizados para ceder empréstimo a meu ver é uma estatização da empresa privada. O mercado cobra caro por essas ações.

    • Se não me engano uma parte da Renault é estatal.

      • Fábio

        Então não faz sentido esse assunto de empréstimo e essas preocupações. Só quebra o dia que o governo quebrar.

      • SDS SP

        O estado francês possui 15% do controle.

  • seu barriga

    Bah que situação

    • th!nk.t4nk

      Mas convenhamos: 3 montadoras de carros populares pra país de 67 milhoes de hab. é demais hoje em dia. Alguma tem que morrer mesmo. O segmento de veículos populares hoje em dia tem margens baixíssimas, praticamente não se sustenta mais.

      • Diego

        Na verdade, duas, Peugeot-Citroen ocorreu uma fusão, isso foi posto em prática seguindo, em partes, seu raciocínio.

  • DaniloRHF

    Se os países desenvolvidos estão passando por dificuldades, imagina a gente que tem um presidente que nega uma pandemia mundial. Deus tenha piedade de nós!

    • delvane sousa

      E fato que ele não ajuda mas o povo também não colabora… Mesmo com tantas mortes insistem em não aceitar as regras de distanciamento. … agora se sabe que isso vírus já estava aqui no Carnaval, essa alienação coletiva só tem aqui.

      • Hugo Leonardo Dos Santos

        Desde antes do carnaval já tem estudos dizendo, parece que desde dez ou jan

        • McLovin

          Que relevância tem saber quando foi o primeiro caso? Interessa quando entramos na contaminação comunitária sustentada. Já somos o segundo maior número de casos notificados no mundo, índice de mortalidade relativamente alta se comparado a outros países de mesmas dimensões, galera já tá relaxando completamente as medidas de isolamento social. Andando na rua parece dia normal com um pouco menos de trânsito. Vários Youtubers do meio automotivo não tiraram o pé 1 mm na produção de conteúdo.

          Só aquele Lucas Fontana que praticamente mora na capital paulista quase se matou umas três vezes em menos de um mês, acionando serviços de saúde em duas delas. Primeiro a mola do Palio que soltou do daquele equipamento que a comprime, voou 200 metros, e qualquer mecânico sabe do perigo de mexer com mola comprimida. Depois teve o episódio da falta de ar e dor no peito depois de higienizar um carro com quase 20 anos de uso interna e externamente, fazendo uso de um monte de produtos químicos sem qualquer tipo de proteção, além da própria sujeira. Por fim, a o Lancer que atravessou três faixas da marginal e só foi parar no muro de concreto. Ainda em recuperação, fica mexendo com MDF para fazer a caixa selada, no suporte do kit GNV que é outro perigo, e a namorada dele sempre do lado de chinelinho e shorts fazendo todas essas coisas de altíssimo risco.

          Enfim, vale tudo pra manter o canal alimentado de conteúdo. Qualquer Youtuber da gringa, seja português, espanhol e até mesmo norte-americano passaram a gravar vídeos “indoor”, dentro de casa, caçando qualquer assunto aleatório relacionado a carro pra não deixa os inscritos no vácuo. Você acha que este mau exemplo não influencia as pessoas? Mesmo em tempos de normalidade já seria bastante questionável algumas coisas que ele faz, sobretudo quando envolve o Kit GNV, que não por acaso exige homologação por autoridades competentes. Depois o cara se mata numa explosão brincando com isso, galera vem falar que no Brasil nada funciona. Mesmo sabendo de tudo o que está se passando nessa etapa da epidemia, galera prefere continuar tocando a vida como se nada estivesse acontecendo. Vamos ficar discutindo se o primeiro caso foi antes, durante ou depois do carnaval enquanto contamos os mortos entre um vídeo e outro de flagrante irresponsabilidade.

          • zekinha71

            Nem sabia da existência desse idiota, depois desse relato, é bom nem pensar em entrar no canal dele.

          • Hugo Leonardo Dos Santos

            Ué, só respondi a pessoa sobre os fatos, não sei pq tá se metendo na conversa

  • Chap

    A Renault pelo visto sempre teve a mão da França para se manter.

    Ford já registrou prejuízo de US$ 2 bilhões no primeiro trimestre. Dessa vez nem o mercado dos EUA segurou o rojão da Ford.

    • passis

      Li em algum lugar que esse montante de 2bi era o que a VW estava perdendo em cada semana… Imagina…

      • Edson Fernandes

        Na verdade deixando de receber. Porque perder esse montante seria mesmo para uma fabricante do porte da VW impossivel se tivesse perdido por semana esse valor.

        • passis

          É capital de giro que não entra para uma empresa que mantem boa parte dos custos, causando um rombo nas contas.

    • RSRX

      A ford pelo menos tem o Ford Credit, que dá mt lucro no USA

  • Wagner

    Se fosse só a Renault do Brasil nada de valor seria perdido, hj em dia só tem lixo(sim eu tenho 2 carros da marca)

  • Pedro Santos

    Eitaaaa
    “O ministro da França lembrou ainda que a Renault já recebeu do governo um montante equivalente a € 450 bilhões desde o fim da Segunda Guerra, o que equivaleria a 20% do PIB do país.”

    • Fernando Bento Chaves Santana

      É. Chegou a hora pra Renault. Mas vai ser um lance interessante de assistir, pois quem aparecer com cheque leva ela e a Nissan – mesmo contra a vontade dos japas. A não ser que o gov. japonês consiga mobilizar capital para a Nissan comprar toda a Renault, pois os franceses, neste contexto, não farão acordo para vender apenas a participação que têm na Nissan, pois sem a Nissan a Renault vale muito pouco. Arrisco dizer que o maior atrativo da Renault para outros fabricantes é justamente o controle acionário da Nissan (que também não está bem das pernas, mas que tem mais potencial do que a uma Renault restrita a Europa e América Latina).

  • V12 for life

    É a brecha que os japoneses estavam esperando, agora eles assumem o controle da aliança.

    • Emilio

      Foi o que eu pensei… Vai é td pra Toquio…rs.

      • Fernando Bento Chaves Santana

        Pois é mais vai depende dos japoneses conseguirem reunir capital para comprar toda a Renault. Porém quem comprar a Renault compra a Nissan junto. Assim se a Renault for vendida para um terceiro nada mudará para a Nissan.

    • Rogério R.

      A Nissan também não está bem, dia 28 deste mês ela anunciará um plano reestruturação, fiz um comentário disso acima.

    • th!nk.t4nk

      Acho difícil, pois a Nissan não tem caixa e nem crédito pra comprar nada. É capaz de ambas naufragarem.

  • FREDRED

    Lá fora já está sendo e daqui a pouco vai ser aqui, carro será um objeto de poucas pessoas, pois os “jovens” não tem interesse em compra, alugar fica mais barato, transporte público aos poucos está melhorando (tenha fé, eu uso, moro no interior de SP e ao longo dos anos melhorou muito) e os app de mobilidade vieram pra ficar.
    Entra na dança e dance conforme a música ou estão fora.

    • T1000

      Jovens não tem dinheiro para compra isso sim. O mundo está empobrecendo, perdendo escala. Tudo vai ficar mais caro. Carro será para poucos no futuro.
      E o transporte coletivo só piora, várias rotas canceladas.

  • Cromo

    Acho que a primeira coisa que vai acabar é a equipe de F1.

    • RPM

      Lembrei disso ao ler a matéria….o Daniel Ricciardo saiu da Renault na hora certa,mesmo ganhando menos

    • Rogério R.

      Pelo que andei lendo no Auto Racing parece que a probabilidade do fim da equipe é grande.

  • Rogério R.

    Li no allthecars.wordpress que dia 28 deste mês a Nissan anunciará uma reestruturação de seu grupo, a fábrica da Nissan do Brasil e Reino Unido passarão a produzir também carros Renault, a fábrica da Espanha onde Frontier e Alaskan são produzidas vai fechar, além da fábrica na Indonésia que já fechou. Creio que não será somente a Renault que passará um baita sufoco nessa crise, as outras montadoras também passarão, pois essa crise é astronômica.

    • Rogério R.

      P.S.: O Jornal do Carro do Estadão fala mais do assunto:

      A Renault deve receber um empréstimo de 5 bilhões de euros (R$ 30 bilhões) da União Europeia. O valor já foi aprovado, mas o governo francês ainda irá sancionar o empréstimo.

      O governo, no entanto, pedirá algumas garantias para conceder as ajudas financeiras. O ministro disse ainda que poderá exigir que as montadoras invistam em carros elétricos, melhores condições de trabalho para empregados terceirizados e que montem seus centros tecnológicos na França.

      Pelo que andei lendo o governo francês ajudará a montadora, mas cobrará muito dela, pois o governo vai querer que a Renault fabrique mais carros na França do que no exterior, ou seja, pelo visto eles não estão gostando nada de ver a montadora produzindo carros na Espanha e na Turquia por exemplo.

  • Coronel John Matrix

    Não é de hoje que a Renault vem enfrentando problemas financeiros. Desde o escândalo do ex-presidente da marca que ela se encontra na corda bamba.

  • Miguel

    E a FCA escapa de mais uma…kkkk

    É óbvio que o governo francês não vai deixar a Renault falir, mas poderia ser mais duro com ela, pq ficar emprestando dinheiro público de 5 em 5 anos (não sabemos como são feitas as devoluções) é complicado. Manter emprego é correto, embora eu ache que poucos grupos vão sobrar daqui mais uns anos.

  • Renato Almeida

    Marcas morrerem ou serem compradas por outras é uma realidade desde que a ind automotiva foi criada. Agora ver dinheiro público ser empregado em montadora é o cúmulo. Talvez a crise do Covid19 tenha acelerado uma mudança que já estava em curso: eletrificação, carros compartilhados, nova geração de consumidores que não se importa em ter carro, etc. Outras marcas irão murchar, novos players devem surgir, outras marcas devem morrer. Exemplo disso é que a maioria das marcas já está diminuindo a oferta de produtos no mercado global.

  • Daniel Pirolli

    De minha parte vai tarde, tchau obrigado!!!

  • Maycon Farias

    Eu sei que a pandemia potencializou essa crise nas empresas, mas a pouco tempo teve um presidente de uma fabricante (não me lembro o nome) disse que muitas iriam deixar de existir, que parcerias seriam nescessárias para se manter.

  • Julio

    Ué, faz igual a Renault do Brasil, aumenta os preços e tudo bem.

  • SDS SP

    Muitas empresas vão quebrar. Mas colocar dinheiro dos pagadores de impostos para salvar uma empresa é complicado. Pode esperar que a já intensa zumbificação de empresas vai se intensificar.

  • Airplane

    Volta Ghosn !

  • Rogério R.

    Tudo indica que o governo francês não deixará a Renault desaparecer.

    “Sim, a Renault pode desaparecer. Sim a Renault pode desaparecer, grandes construtores industriais podem desaparecer, temos que ser realistas e a minha linha constante tem sido a de dizer a verdade aos franceses. Nunca escondi a seriedade desta crise e não escondo a situação séria da Renault. Mas também quero frisar que a Renault tem recursos expcecionais, tecnologia expecional, empregados com motivação e trabalhadores especializados. Por isso a Renault pode recuperar e vai recuperar”, Afirmou o ministro numa entrevista à Europe 1.Os fabricantes automóveis lutam agora pela sobrevivência com o colapso da procura devido à pandemia do coronavírus. A Renault e a Nissan são aliadas há duas décadas e deverão anunciar uma nova estratégia na próxima quarta-feira.

    Fonte: Brasília In Foco.

  • FrankTesl

    Quarentena e lockdown só servem para quebrar economia. Não servem para controlar esse surto de gripe. Vários países e estudos sérios já demonstram isso. Tudo não passa de palhaçada dessa OMS comprada pela China e por governadores e prefeitos querendo faturar com superfaturamentos . Até mesmo a Fiocruz já demonstrou que o Corona já circulava no Brasil em janeiro, em fevereiro o carnaval espalhou tudo e as quarentenas só foram decretadas pelos governadores em março.

    só esse corona virus tem centenas de variantes e mutações, todo ano vai surgir uma nova, vão fazer um lockdown por ano??

  • Alcebyades Silva

    Já vai tarde a Renault se quebrar. Carros horríveis, caros e se achando uma Honda ou Toyota. Adios amigos!!

  • Davi Millan

    E assim caminha o mundo. Talvez no futuro só vamos ter VW AG e PSA-FCA

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email