Asiáticos Chery Montadoras/Fábricas

Franco Macri nega, mas Chery já está interessada no Chaco

franco-macri-nega-mas-chery-ja-esta-interessada-no-chaco Franco Macri nega, mas Chery já está interessada no Chaco

O empresário argentino Franco Macri, disse recentemente que uma fábrica da Chery na província do Chaco na Argentina, seria “mais pelo desejo do que outra coisa”, sugerindo que a unidade da marca chinesa não seria lá.

Mas, um comitê de empresários chineses capitaneado por Yin Tongyao, presidente da Chery, se encontrou com o governador daquela província depois de estarem na sede da Chery-Socma.

A intenção parece ser avaliar a região para instalar a fábrica da Chery e as fornecedoras chinesas em torno dela. O empreendimento vai gerar 3.100 empregos diretos e 12.000 indiretos, além da produção de 100.000 unidades/ano.

A estratégia é vender os carros da Chery em mercados da Argentina, Uruguai, Brasil e outros latino-americanos, especialmente o Chile.

Se Macri estava tentando despistar a imprensa automotiva ou tem alguma rixa política com o governo do Chaco, nesses dois casos, pode ter se dado bem mal.

Fonte: Cosas de Autos.

  • Antoniokings

    Pena que a fábrica não seja no Brasil. Mesmo assim, é uma excelente notícia.

  • Leo

    Quando é que esse brinquedo vai chegar no Brasil? :humpf:

  • titolivio

    Se deu bem mau???? affe!
    Que seus leitores escrevam mal, está explicado pela baixa cultura de alguns, mas nem estes são maus, mas, bem mal é o certo neste caso. Aprende a regrinha redator: bem -> mal ; bom -> mau

  • Jeff Brown

    É Éber, e eu que reclamo pra cacete de alguns usuários reclamões do meu site.

    Você corre a internet e até fora dela para trazer notícias frescas e/ou interessantes e procura publicar o quanto antes.
    E ainda aparecem sujeitos para reclamarem de um mal com “u”.
    É dose. Acho que esquecem que blogs usam um comunicação informal, e excluindo blogs de jornalistas e algumas exceções da regra, é muito comum uma escorregada aqui outra ali.

    Afinal, convenhamos, oh idioma rídiculo esse português, de regras confusas que muitas vezes sobrepõe regras anterioes, tornando quase impossível um sujeito mesmo acadêmico falar/escrever 100% correto sem consultas eventuais.
    Tinha que vir de ter terras lusitanas, Rsss;

  • Luis.J.R.

    Vai ser feito na argentina ou não!Só espero que sejá bom suv.

Send this to a friend