Elétricos EUA Mercedes Benz Veículos Comerciais

Freightliner eCascadia: dois caminhões elétricos da Daimler nos EUA

Freightliner eCascadia: dois caminhões elétricos da Daimler nos EUA

O grupo alemão Daimler possui algumas marcas de caminhões, entre elas a americana Freightliner. Após a japonesa Fuso lançar seu caminhão elétrico eCanter, sendo essa marca de propriedade da empresa europeia, agora é a vez dos veículos pesados movidos por energia surgirem no mercado dos EUA, através da linha eCascadia e do eM2, um caminhão menor.


Um dos modelos mais famosos e vendidos nos EUA, o Cascadia agora passa a dispor de uma variante elétrica, que agrega motor elétrico de 740 cavalos e baterias de lítio de 550 kWh, suficientes para prover autonomia de 400 km ou 320 km no modo de recarga rápida, que dura 90 minutos e repõe 80% da capacidade das células.

O caminhão elétrico tem capacidade para tracionar 36 toneladas, sendo assim um modelo da Classe 8, a mesma do Tesla Semi. Porém, este último tem autonomia bem superior ao eCascadia, com alcance de até 800 km. Ou seja, simplesmente o dobro. De qualquer forma, a Freightliner vê futuro em sua opção nessa faixa de tonelagem e até tem um modelo menor para distribuição e entrega de cargas, o chamado eM2 106.

Freightliner eCascadia: dois caminhões elétricos da Daimler nos EUA


Este é um caminhão de chassi longo de 26 toneladas de PBT e três eixos, que é equipado com motor elétrico de 487 cavalos, tendo ainda baterias de lítio de 325 kWh, que fornecem autonomia de 370 km. Numa parada para recarga rápida, que demora 60 minutos, são repostos 300 km. A Freightliner pretende fabricar 30 unidades no total para distribuição aos clientes mais próximos, que provavelmente se tornarão os primeiros compradores dessa nova dupla de elétricos.

A Daimler está buscando rapidamente desenvolver novos modelos de caminhões elétricos para suprir uma redução drástica da oferta de diesel, visto que os automóveis com esse combustível já está se reduzindo. Na Europa, pensa-se inicialmente desenvolver os híbridos plug-in movidos por diesel, a fim de manter o velho combustível devidamente em uso por um prazo maior.

Além da Tesla e da Daimler, outros fabricantes de caminhões se apressaram em lançar produtos nesse mercado, inclusive a Volkswagen no Brasil, que apresentou o eDelivery com autonomia de 200 km. O grande desafio desse mercado, no entanto, é o custo elevado das células das baterias e a capacidade de carga dos caminhões elétricos. Como o óleo combustível é ainda fundamental no transporte de cargas, abandona-lo agora é impensável.

Nos EUA, a Nikola Motors desenvolveu seu modelo One baseada em outra tecnologia, a de células de combustível com alimentação por hidrogênio líquido, prometendo uma rede nacional de postos para recarga dos tanques pressurizados.

[Fonte: Electrek]

Freightliner eCascadia: dois caminhões elétricos da Daimler nos EUA
Nota média 4.5 de 2 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email