Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

A Frontier 2013 chegou ao mercado nacional com várias novidades, sendo a potência maior como principal delas. A picape média da Nissan era rival da Mitsubishi L200 Triton e da Volkswagen Amarok.


O propulsor 2.5 turbo diesel foi atualizado para atender as normas de emissão de poluentes que passaram a ser exigidas pelo governo brasileiro na época. Assim, o motor ficou mais potente e ganhou refinamentos na calibração.

Com essa modificação, as duas versões do propulsor 2.5 da Nissan ganharam maior cavalaria. A versão mais fraca passou de 144 cavalos para 163 cavalos, reduzindo o giro de 4.000 rpm para 3.600 rpm.

Essa versão do motor foi disponibilizada para as opções XE 4×2 e SE 4×2. Já o torque subiu de 36,3 kgfm para 41,1 kgfm, mantendo os 2.000 rpm. Na opção mais potente, a Nissan deu um salto na força da Frontier 2013.

O propulsor pulou de 172 cavalos para 190 cavalos, simplesmente a maior de sua categoria na época, passando o torque de 43,9 kgfm para 45,8 kgfm. Ambos são atingidos em 3.600 rpm e 2.000 rpm, respectivamente.

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

Essa versão mais potente do motor diesel 2.5 da Nissan estava disponível nas configurações XE 4×4 e SE Attack 4×4, assim como na LE 4×4, a topo de linha da gama.

Frontier 2013 – detalhes

Além da motorização, a Frontier teve a versão XE equipada com freios ABS e airbag duplo, itens que não estavam disponíveis anteriormente nem como opcionais. Com isso, a picape se preparava para as exigências de segurança de 2014.

Sem mudanças, a Nissan Frontier mantinha seu visual parrudo com padrão mais elegante nas versões SE e LE, com uma configuração mais aventureira na Attack, que trazia estribos laterais, faixa decorativas e rack de teto personalizado.

Esta Frontier Attack não tinha capota marítima, mas havia rodas de liga leve com acabamento escurecido (grafite), sendo a mesma tonalidade da grade frontal, maçanetas e retrovisores.

Com linhas bem quadradonas, a Frontier 2013 vinha ainda com interior em cinza-escuro, tendo painel com dois porta-luvas, volante com comandos de mídia e piloto automático, rádio com CD player e display digital, bem como alarme.

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

Bancos em tecido ou couro, seletor de tração 4×2/4×4/4×4 com reduzida por botão no painel, detalhes do acabamento prateados, vidros e travas elétricos, retrovisores elétricos, retrovisor eletrocrômico com bússola digital, eram oferecidos.

Com oferta das versões XE, SE Attack, LE e LE Attack, a Nissan Frontier tinha uma gama de opções interessante, com as duas últimas tendo transmissão automática de 5 marchas, assim como as demais ficaram com a manual de 6 marchas.

Robusta, vinha com suspensão dianteira de duplo braço com molas helicoidais individuais, assim como eixo rígido traseiro com feixes de molas semielípticas com barra estabilizadora. O chassi de longarinas em U era reforçado.

Sua carroceria de aço estampado era composta de duas seções e eram apoiadas sobre batentes emborrachados sobre o chassi, reduzindo assim a vibração do conjunto motriz, sustentado pelo chassi através de coxins específicos.

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

A Frontier 2013 tinha um visual parrudo, com linhas quadradas, tendo faróis compactos com lentes simples e incorporando repetidores de direção, bem como lanternas de posição.

A grade retangular era dividida em três partes, por conta do V-Motion da Nissan, que podia ser cromado ou grafite, no caso das versões SE Attack e LE Attack. O para-choque era conectado com as saias de rodas dianteiras.

Ele trazia uma grade centralizada com protetor inferior preto, bem como faróis de neblina circulares sem molduras. Nas laterais, a Frontier vinha ainda com retrovisores e maçanetas na cor do carro, exceto na Attack, onde eram de cor grafite.

Nesta versão, por exemplo, a Frontier 2013 dispunha de estribos laterais, bem como rack no teto com estrutura tubular, mas, assim como nas outras versões, não tinha protetor do vidro traseiro e nem santantônio personalizado.

Além disso, a caçamba de carga não vinha com capota marítima em nenhuma versão. Nas laterais desta, o nome Attack era destacado. Na traseira, o para-choque era na cor do carro ou cromado, como na LE, por exemplo.

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

As lanternas verticais tinham desenho moderno e a tampa era lisa, porém, com acabamento preto na parte superior, onde ficava a maçaneta. Com para-barros, as rodas eram de liga leve aro 16 polegadas com pneus 255/70 R16.

Na versão LE, as rodas eram de aro 18 polegadas e tinham acabamento diamantado, sendo calçadas com pneus 265/60 R18. Já as versões Attack, as rodas eram de aro 16 com acabamento em grafite.

O interior da Frontier 2013 tinha um painel com cluster estranhamente compacto, tendo instrumentação analógica com velocímetro, conta-giros, nível de combustível e temperatura da água, além de displays de computador e hodômetros.

Já o volante em forma de “T” não era muito atraente, mas tinha comandos de áudio e piloto automático, além de acabamento prateado e revestimento em couro.

Trazia ajuste vertical da coluna de direção, que tinha assistência hidráulica. Ao centro, o acabamento era prateado também e envolvia os difusores de ar verticais, bem como o sistema de áudio e o ar-condicionado manual.

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

O sistema de som tinha CD Player, entrada auxiliar e USB, além de display digital de 4,3 polegadas. Abaixo da climatização ficava o seletor de tração com opções 4×2, 4×4 e 4×4 com reduzida.

Sobre o túnel, a alavanca manual era posicionada mais adiante, mas na automática, ficava em posição mais confortável, tendo seletor reto com a primeira tendo deslocamento lateral para seu travamento.

Os bancos eram em tecido ou couro, sendo este natural e sintético. O assento do motorista tinha ajuste em altura, enquanto os demais possuíam apoios de cabeça também, bem como cintos de três pontos, exceto o quinto passageiro.

Além disso, trazia ainda alças de teto e colunas, bem como tapetes de borracha, encosto traseiro rebatível, porta-revistas, luzes de leitura, espelhos iluminados nos para-sois, retrovisor interno dia e noite ou eletrocrômico (LE), além de alarme.

O habitáculo era protegido por duas bolsas infláveis e cintos dianteiros com pré-tensionadores. As portas tinham vidros elétricos e travas de estilo japonês, além de espelhos externos ajustáveis eletricamente, mas com comando no painel.

Além disso, os faróis podiam ser ajustados eletricamente, enquanto o espelho eletrocrômico trazia uma bússola eletrônica integrada ao vidro. O sistema de som da Frontier 2013 tinha seis alto-falantes, sendo dois tweeters.

Frontier 2013 – versões

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

  • Nissan Frontier XE 4×2 manual
  • Nissan Frontier XE 4×4 manual
  • Nissan Frontier SE Attack 4×2 manual
  • Nissan Frontier SE Attack 4×4 manual
  • Nissan Frontier LE 4×4 manual
  • Nissan Frontier LE 4×4 automática
  • Nissan Frontier LE Attack 4×4 automática

Equipamentos

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

Nissan Frontier XE 4×2 manual – Motor diesel 2.5 de 163 cavalos e 41,1 kgfm, mais para-choques nas cor do carro, retrovisores e maçanetas na cor do carro, grade com acabamento preto e barras cromadas, rodas de liga leve aro 16 polegadas, pneus 255/70 R16, vidros verdes, travas elétricas, retrovisores elétricos, desembaçador traseiro, ar-condicionado, direção hidráulica, coluna de direção com ajuste em altura, preparação para som com seis alto-falantes, alarme, bancos em tecido, airbag duplo, freios ABS e EDB, banco do motorista com ajuste em altura, espelhos nos para-sóis, retrovisor interno dia e noite, alças no teto e colunas, cintos de segurança de 3 pontos para quatro ocupantes, cinto subabdominal para o quinto passageiros, quatro apoios de cabeça, regulagem elétrica dos faróis, computador de bordo, transmissão manual de seis marchas, tração 4×2, ganchos nas laterais da caçamba, para-brisa degradê, fonte 12V, para-barros, entre outros.

Nissan Frontier XE 4×4 manual – Itens acima, mais tração 4×4 com reduzida.

Nissan Frontier SE Attack 4×2 manual – Itens da XE 4×2, mais grade em cor grafite, faróis escurecidos, lanternas escurecidas, rodas em cor grafite e pneus de uso misto, retrovisores e maçanetas em cinza brilhante, rack tubular no teto, estribos laterais, pneus todo-terreno, faróis de neblina, nome Attack nas laterais, sistema de som com CD/USB/auxiliar, volante e alavanca de câmbio em couro, bancos com tons de cinza e preto, entre outros.

Nissan Frontier SE Attack 4×4 manual – Itens acima, mais motor 2.5 de 190 cavalos e 45,8 kgfm, e tração 4×4 com reduzida.

Nissan Frontier LE 4×4 manual – Itens da XE 4×4, mais motor 2.5 de 190 cavalos e 45,8 kgfm, faróis de neblina, volante e alavanca de câmbio em couro, piloto automático, volante com comandos de mídia, grade cromada, para-choque traseiro cromado, retrovisores cromados, rodas de liga leve aro 18 polegadas diamantadas, pneus 265/60 R18, bancos em couro natural e sintético, retrovisor interno eletrôcromico com bússola digital, portas com acabamento em couro sintético, sistema de som com CD/USB/auxiliar, entre outros.

Nissan Frontier LE 4×4 automática – Itens acima, mais transmissão automática de cinco marchas.

Nissan Frontier LE Attack 4×4 automática – Itens acima, mais grade em cor grafite, faróis escurecidos, lanternas escurecidas, rodas em cor grafite aro 16 polegadas e pneus de uso misto, retrovisores e maçanetas em cinza brilhante, rack tubular no teto, estribos laterais, pneus todo-terreno, nome Attack nas laterais e bancos com tons de cinza e preto.

Preços

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

  • Nissan Frontier XE 4×2 manual – R$ 90.990
  • Nissan Frontier XE 4×4 manual – R$ 98.990
  • Nissan Frontier SE Attack 4×2 manual – R$ 98.990
  • Nissan Frontier SE Attack 4×4 manual — R$ 106.990
  • Nissan Frontier LE 4×4 manual – R$ 118.990
  • Nissan Frontier LE 4×4 automática – R$ 126.490
  • Nissan Frontier LE Attack 4×4 automática – R$ 128.990

Frontier 2013 – motor

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

O motor conhecido como YDK foi a novidade principal da Nissan Frontier 2013. Ajustado para ficar mais eficiente em consumo e também em desempenho, recebeu tratamento melhor e isso permitiu mais energia.

Usando injeção Common Rail com gerenciamento eletrônico, assim como sistema EGR de recirculação dos gases de escape, o YDK25 passou a atender a legislação ambiental do Proconve para aquela época.

Assim, a versão de 144 cavalos e 36,3 kgfm foi atualizada para 163 cavalos e 41,1 kgfm, enquanto a versão mais potente passou de 172 cavalos e 43,9 kgfm para 190 cavalos e 45,8 kgfm. Nos dois casos, obtidos a 3.600 rpm e 2.000 rpm.

As mudanças deixaram a Frontier 2013 mais ágil e eficiente em consumo, assim como desempenho no fora de estrada muito melhor. Este bloco de ferro fundido com quatro cilindros e cabeçote de alumínio com 16V, tinha 2.488 cm3.

Para mover a Frontier, a Nissan disponibilizou uma caixa de transmissão manual de seis marchas ou uma automática de cinco velocidades com conversor de torque e bloqueio das três primeiras marchas para usos específicos.

O sistema de tração nas quatro rodas trazia seletor por botão, com o 4×4 acionado até 100 km/h e o 4×4 com reduzida apenas com o veículo parado. Ela tinha ainda bloqueio do diferencial traseiro.

Com esse conjunto, a Nissan Frontier 2013 podia enfrentar situações de fora de estrada bem ruins, mas não tinha controle eletrônico de descida e nem sistemas avançados, como controles de tração e estabilidade, nem assistente de rampa.

Desempenho

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

A Nissan Frontier 2013 tinha um desempenho bom para sua classe, mas que evidenciava a diferença de potência entre as versões 4×2 e a 4×4, que era mais potente. Assim, a primeira com transmissão manual alcançava apenas 160 km/h.

Na 4×4, a manual chegava a 180 km/h, enquanto a automática ia até 170 km/h. Por fim, a aceleração de 0 a 100 km/h era em 12 segundos na 4×4 e 11 segundos na 4×4, independente de ter câmbio manual ou automático.

  • Nissan Frontier 4×2 manual – 12 segundos e 160 km/h
  • Nissan Frontier 4×4 manual – 11 segundos e 181 km/h
  • Nissan Frontier 4×4 automática – 11 segundos e 170 km/h

Consumo

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

A Frontier 2013 tinha um consumo bom para uma picape média e surpreendia tanto na cidade quanto na estrada. No primeiro ambiente, ela fazia mais de 10 km/l, independente da tração, motorização ou transmissão.

Já na estrada, a picape da Nissan tinha consumo acima de 12,5 km/l, o que era muito bom para o modelo, visto que muitas concorrentes com menos potência faziam menos que isso.

  • Nissan Frontier 4×2 manual – 10,4/12,6 km/l
  • Nissan Frontier 4×4 manual – 10,5/12,5 km/l
  • Nissan Frontier 4×4 automática – 10,3/12,7 km/l

Frontier 2013 – manutenção e revisão

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

Revisão 10.000 km 20.000 km 30.000 km 40.000 km 50.000 km 60.000 km Total
4×2 R$ 843,00 R$ 1.237,00 R$ 843,00 R$ 1.527,00 R$ 843,00 R$ 1.237,00 R$ 6.530,00
4×4 R$ 843,00 R$ 1.237,00 R$ 843,00 R$ 1.678,00 R$ 843,00 R$ 1.237,00 R$ 6.681,00

Frontier 2013 – ficha técnica

Frontier 2013: detalhes, motor, consumo, versões, preços

Motor 2.5 Diesel
Tipo
Número de cilindros 4 em linha
Cilindrada em cm3 2488
Válvulas 16
Taxa de compressão 15:1
Injeção eletrônica Direta, turbo
Potência máxima 163/190 cv a 3.600 rpm (diesel)
Torque máximo 41,1/45,8 kgfm a 2.000 rpm (diesel)
Transmissão
Tipo Manual de 6 marchas ou automática de 5 marchas
Tração
Tipo 4×2 ou 4×4
Direção
Tipo Hidráulica
Freios
Tipo Discos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
Dianteira Duplo braço
Traseira Eixo rígido
Rodas e Pneus
Rodas Liga leve aro 16 ou 18 polegadas
Pneus 255/70 R16 ou 265/60 R18
Dimensões
Comprimento (mm) 5.230
Largura (mm) 1.850
Altura (mm) 1.780
Entre eixos (mm) 3.200
Capacidades
Caçamba (L) 1.012
Tanque de combustível (L) 80
Carga (Kg) 1.030
Peso em ordem de marcha (Kg) 1.960 (4×2) 2.000 (4×4)
Coeficiente aerodinâmico (cx) ND

Frontier 2013 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.