Futuro Renegade elétrico 2027 por US$ 25.000: Especialistas dizem ser difícil o modelo chegar nesse preço

jeeps do futuro
jeeps do futuro

Uma reunião de acionistas da Stellantis acabou revelando os planos da empresa de lançar uma geração nova do Jeep Renegade , totalmente elétrica, no último dia 13 de junho.

O novo modelo, que chegará ao mercado mundial em 2027, terá preço na faixa dos 25.000 dólares, de acordo com os planos da empresa e do CEO da Jeep nos EUA, Antonio Filosa.

Mas, o jipinho, que terá boas vendas se contar com uma autonomia de pelo menos 200 milhas, ou 320 quilômetros, provavelmente não terá esse preço anunciado de US$ 25.000, o equivalente hoje a cerca de R$ 140 mil.

O CEO da Stellantis, Carlos Tavares, identificou esse preço como o alvo necessário para adoção em massa, por parte do mercado.

Mas, especialistas da industria automotiva dizem ser quase impossível chegar nesta faixa de mercado, pois isso exigiria economias pesadas na construção do modelo, especialmente no que se refere às baterias.

Carlos Tavares chegou mesmo a mencionar que o modelo precisaria ser equipado com baterias de lítio ferro-fosfato, para se baratear os custos. Este tipo de bateria tem um custo cerca de 25% menor do que as de níquel-manganês-cobalto.

É claro que os compradores conseguiriam pagar menos de 30.000 dólares já levando-se em conta vários benefícios que o governo norte-americano dá para quem compra carros elétricos, mas não se sabe se até lá os benefícios continuarão em vigor.

A Jeep tem planos de ter no mercado dos EUA, pelo menos 12 modelos plug-in até 2027, conseguindo atingir 1,5 milhão de unidades vendidas, destes modelos em três anos.

O vice-presidente de previsões automotivas da AutoForecast Solutions, Sam Fiorani, comentou que este Renegade elétrico seria importado para os EUA, vindo provavelmente do Brasil ou da Polonia, sendo mais provável a fabricação no país da Europa Central.

Vindo de qualquer um dos dois países, a questão é que este elétrico não contaria com os famosos descontos dados para carros elétricos, por serem importados. Uma situação difícil de resolver para a Stellantis.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.