Combustíveis Matérias NA

Gasolina comum ou aditivada?

posto gasolina bomba - Gasolina comum ou aditivada?

Muita gente ainda não sabe as diferenças entre as gasolinas que são oferecidas nos postos. Mas você que conhece todos os benefícios, sabe se realmente compensa e como usar gasolina comum e aditivada?


Abastecer sem conhecer o motor do seu carro e as diferenças de cada uma delas é um grande risco e poderá trazer sérios problemas para o seu veículo. Por isso é muito importante verificar no manual do proprietário, lá é possível encontrar todas as informações e o tipo de combustível recomendado para o automóvel. Sendo assim, caso você receba sugestão para abastecer com aditivada em vez de colocar a comum e vice-versa, não faça isso sem ter a certeza de qual é o ideal para o seu carro. Para deixar tudo claro entre as diferenças de cada uma, preparamos um artigo para esclarecer todas as dúvidas e dizer quais os pontos positivos de cada uma.

No manual do proprietário, que é a fonte mais segura para se consultar, é possível encontrar informações do tipo de gasolina que deve-se colocar em casos em que você esteja dirigindo em outro país, por exemplo o valor da octanagem, que tem ligação direta com o motor do carro, basicamente, é a medida de resistência que o combustível tem à queima espontânea que ocorre dentro da câmara de combustão.

Quando vaporizado, dentro de câmara, ela resiste às altas temperaturas e pressões sem explodir. Então, quanto maior a octanagem, maior será a resistência que o combustível vai ter à detonação.


fiat toro freedom 24 flex 17 - Gasolina comum ou aditivada?

Os dois tipos de combustíveis contam com mais de 50 componentes ao todo e a real diferença entre cada um deles está no aditivo, a gasolina comum, segundo a ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, é aquela que tem a octanagem mínima de 87, agora, a aditivada é a mesma gasolina (comum), mas o diferencial está em um pacote de aditivos que, geralmente, contém um detergente promovendo a limpeza de todo o sistema de alimentação de combustível do veículo.

A gasolina com este detergente se encarrega de limpar bicos injetores, velas, válvulas de admissão e até mesmo a câmara de combustão. Ainda segundo a ANP, nas grandes cidades, de tráfego constante onde fica muito tempo parado no trânsito lento, o ideal seria utilizar a gasolina aditivada. Porém, em rodovias, por exemplo, onde as velocidades acabam sendo mais altas, é aceitável o uso da gasolina comum.

Conhecido tecnicamente por “modificador de atrito”, mas chamado, popularmente, como “redutor de atrito”, esse aditivo vai ter uma outra função, ele entra em contato com as paredes do cilindro e com a superfície dos anéis de pigmento para reduzir os atritos dessa superfície, deixando o “motor mais solto”, por assim dizer, e assim você ganha uma pequena redução no consumo de combustível.

Já a gasolina Premium conta com uma octanagem mais elevada, entre 91 – 97, ou seja, bem mais alta. Ela tem outros benefícios como: a geração de resíduos que é extremamente pequena. Além disso, conta com um teor de enxofre mais baixo, ela ainda tem alta resistência de oxidação, isto é, você pode armazená-la por muito mais tempo sem que venha oxidar, no caso, ela não perde as propriedades. Esse tipo de combustível é destinado para veículos esportivos, normalmente é usado em carros importados de luxo.

toyota etios fotos 331 - Gasolina comum ou aditivada?

Diferenciais da gasolina comum e aditivada

Gasolina Comum: É um combustível que não tem aditivos de limpeza, ela não possui substâncias que protegem o motor. A Gasolina Comum deixa resíduos de combustão depositado sobre às válvulas de admissão do motor, comprometendo as misturas entre ar e combustível ao longo do tempo. A sujeira pode comprometer o funcionamento do veículo, resultando num aumento de consumo.

Gasolina Aditivada: É composta por aditivos e dispersantes químicos que podem ajudar na limpeza do motor. Esse detergente ajuda a “desprender” a sujeira, já os dispersantes removem essa sujeira. Ainda existe o FMT que cria uma película de proteção nas partes internas do motor e reduz o atrito, com menos atrito a energia que seria desperdiçada pelo motor é melhor aproveitada em forma de potência nas acelerações.

Gasolina Premium: Com a principal diferença que está na octanagem, super alta, a Premium possui aditivos e dispersantes que também ajuda na conservação e limpeza do motor. Esse tipo de combustível terá efeito significativo somente em carros de alta compressão, nos demais veículos o efeito da premium acaba sendo imperceptível.

Antigamente, se você quisesse migrar de combustível, valeria alguns cuidados, se o veículo estava acostumado com gasolina comum, era recomendado começar colocando aditivada aos poucos, de início, cerca de 10%. Agora, a gasolina faz uma limpeza gradual, portanto pode migrar sem problemas. Também não há nenhum problema em misturar os dois, entretanto, se você tem uma 100% aditivada ela tem um poder de limpeza melhor do que uma misturada, uma vez que você poderá diluir os aditivos, mesmo assim não há riscos. Em casos de o veículo ser Flex, também nada impede de combinar etanol e qualquer outro tipo de gasolina. A tecnologia desse motor permite essa combinação. Muitos dizem que isso vicia, mas essa informação não é verídica.

É importante conhecer o posto que você abastece, colocar combustível que esteja “misturado” ou “batizado” poderá gerar uma grande dor de cabeça. Desconfie de nomes estranho e ainda mais se for novo e de preço muito baixo. Agora já está mais fácil identificar cada uma das opções, se você ainda tem dúvidas, como mencionamos acima, o ideal é checar no manual do veículo. Quer saber se misturar gasolina com etanol economiza? Confira aqui.

COMPARTILHAR:
  • 1 Raul

    Será que existe manual que orienta a colocar gasolina comum?

    • Daniel Dal Pont

      Já tive Audi, Mercedes e hoje tenho um Volvo. Todas essas só me recomendaram colocar gasolina comum

      • 1 Raul

        Sério? Nunca tinha visto….

      • Eduardo Edu

        Não…no manual do A4 consta gasolina premium…vem até um folheto junto do manual que a Audi recomenda Podium

        • Luciano RC

          Usar Podium diariamente só se for acionista da Petrobrás.

          • Best Comment

            Um dia eu perguntei para um frentista se é normal carros importados (tipo Audi, BMW etc) abastecerem com Podium.

            Ele disse que é muito raro, somente carros de altíssimo luxo, ex: Ferrari, abastecem regularmente

            • Carlos

              Vou te dizer que, na turma que tem Mercedes pra cima, muitos nem se interessam se é Gasolina normal ou Premium, pois trocam de carro anualmente. Mas tem muito colecionador, carros conservados que rodam pouco, e a turma dos que tem motor mexido, que colocam a premium/podium..

              • F30FLORIPA

                Conheço proprietários de carros BEM caros que abastecem com Gasolina Comum. Dizem que fazem isso pois o carro está na garantia e que vão troca-lo antes de a mesma terminar.
                Ruim para quem comprar o carro depois.

            • F30FLORIPA

              Não sei onde vc mora, mas aqui em Floripa vejo muitos outros proprietários de série 3, classe C, A4, Golf GTi, etc… abastecendo com Podium.

              • Best Comment

                Que diferença faz onde eu moro?

                Moro no interior do Rio Grande do Sul, mas nasci em Blumenau e fiz minha faculdade em Florianópolis, onde morei 5 anos.

                O único lugar em que a “procedência” poderia fazer alguma diferença é na área mais rica do Brasil, interior norte de São Paulo. Ali realmente tem muita gente para praticar o preciosismo de abastecer um mero carro normal com gasolina de R$ 5 o litro

                • F30FLORIPA

                  Calma, não precisa ficar nervosa, eu nem perguntei onde vc mora, apenas estava citando onde eu moro pois poderia ser na mesma cidade que você e minha visão é bem diferente da que você citou com base na informação do frentista.
                  Só para constar, aqui a gasolina Podium não custa 5 reais o litro, custa 6 reais :-)

                  • Best Comment

                    Eu sei, a gasolina aí é mais cara que em todo o interior do próprio estado de Santa Catarina
                    Provavelmente vcs são explorados por algum cartel

              • Thiago

                A Mercedes recomenda comum ou podium para a linha comum e podium obrigatoriamente para AMG. Abasteci desde zero com comum, hoje está com 38.000km e nenhum problema. Meu pai tem um fusion GTDI com 125.000 km sempre abastecido na comum, nunca deu problema. Vários outros carros aspirados abasteci com gasolina comum, chegando a fazer mais de 200.000 km em uma ecosport, nunca deu problema.
                Agora meu sócio tem BMW e ele bota podium sempre. Ele fala que se coloca gasolina comum o carro faz um barulho diferente.

                • Eric PB

                  Acredito que o barulho diferente se dá pelo fato da octanagem. O carro dele deve possuir uma taxa de compressão superior a de 10;1 e pela manhã pode ocorrer esse grilo metálico quando abastecido com comum. Coisa que com a octanagem superior das premium(ipiranga) ou pódium(petrobras) não ocorre.

                  • Thiago

                    Era bem isso mesmo, quando ligava, pela manhã, o barulho parecia de mobilette (BMW 320i 2014 mono).

            • Luciano RC

              Exatamente… por mais rico que seja, pagar 5 reais na gasolina é loucura.

          • Gustavo Baeta

            Ou lá de Brasilia..

            • Luciano RC

              Quem tem cargo na Petrobrás.

          • Eduardo Edu

            Quem gosta do carro bota com gosto.

            • Luciano RC

              Quem gosta de ser besta, porque em motor flex e comum, não muda nada.

              • Eduardo Edu

                Verdade, ser besta é pra quem pode. Pra vc, bota comum mesmo. É a sua cara.

                • Luciano RC

                  Quem pode pagar quase o dobro só pra mostrar, porque não resolve nada. Agora pegar um carro de alto desempenho e colocar Podium é completamente diferente.

                  • Eduardo Edu

                    Putz na boa cara, quanta ignorância, vai se informar. Motor flex é o que mais precisa da Podium, nunca ouviu as batinas de pino que eles dão? Isso é em função da pré-detonação! E com com a Podium que tem alta octanagem some o problema. Aquele tec-tec que teu carro Flex faz numa arrancada em rampa é isso.

                    • Luciano RC

                      É você que não entende. Qualquer manual fala que o carro pode usar gasolina comum ou etanol. Usar a Podium não muda nada… se quer evitar problemas de detonação, usa o Etanol que custa 1/3 da Podium e vai entregar melhor rendimento no carro.

                    • Eduardo Edu

                      Sério que eu não entendo? Estou falando com um engenheiro também? Não vou discutir com um ignorante que nem vc que faz apologia à gasolina comum.

                    • Luciano RC

                      Quer perder dinheiro gastando 5 reais numa gasolina que não melhora nada, coloque então. Pergunte para qualquer engenheiro de montadora se é necessário. Nem modelos Premium é exigido, quanto mais carro flex. Me poupe amigo… se você quer bancar posto, vá em frente. Carro flex foi feito pra ver qualquer gasolina.

          • William Garcia

            Ou político

            • Luciano RC

              Pois é… nesse caso nós que pagamos com o auxilio combustível.

      • Mambo Ted

        Tenho um Audi 2015 no manual informa colocar apenas premium . Tenho tb um mb 2016 no manual preferência a aditivada .

        • lucas

          tenho um a4 2013, só coloco aditivada. Comprei usado, diz o ex dono que ele colocava comum e deu problema na bomba de combustível. Desde então ele falou que só colocava aditivada, eu continuei com isso. Você coloca só podium ou o que?

          • Mambo Ted

            Só aditivada . 45000 km sem problema algum . Peguei 0 km , acabou a garantia há 6 meses …

      • Ygor Soares

        Idem ao meu 308 THP

      • Hodney Fortuna

        Interessante é que nos EUA a recomendação dos modelos PREMIUM recai para a Gasolina Premium! E olhe que a gasolina americana é muito superior em qualidade a brasileira em termos de durabilidade para o motor!

    • leandro

      No bocal do tanque da minha Ecosport tá escrito para abastecer com gasolina aditivada a cada 3 mil km

    • Marcos Gramelich

      Manual da minha moto Honda orienta usar comum (CB 500F)

    • “Perguntador”

      Manual do meu fiesta fala para colocar gasolina comum e etanol. Menciona colocar três tanques com esses combustíveis e um de aditivada. Faço assim e tem funcionado bem.

      • Cristiano

        Qual o ano do seu Fiesta? O meu é 15/16 motor 1.6, no manual recomenda utilizar somente aditivada, e caso seja utilizado a comum, recomenda que a cada 3 meses ou 5.000 Km ao menos um tanque seja de aditivada

        • “Perguntador”

          O meu é 15/15, motor 1.6. Não estou com meu manual no momento, mas buscando o manual atual na internet, percebi que a orientação é um pouco diferente. O manual cita (p.118):

          “Seu veículo foi projetado para rodar com etanol hidratado (E100), gasolina tipo C (E18-E27) ou qualquer mistura dos dois combustíveis. A gasolina tipo C é uma mistura de gasolina comum sem chumbo e etanol em uma proporção determinada pelo governo. Só use misturas de gasolina com no mínimo 18% de etanol (E18) e no máximo 27% de etanol (E27).”

          “Nota: Recomendamos usar gasolina com aditivos para otimizar o desempenho do motor. Esse tipo de gasolina proporciona limpeza do sistema de combustível e minimiza a formação de depósito no motor. Recomendamos usar esse tipo de combustível pelo menos uma vez a cada três meses ou 5.000 km, o que ocorrer primeiro.”

          Lendo essas informações eu conclui que não há necessidade de usar a gasolina aditiva sempre, afinal o carro foi projetado para rodas com gasolina comum e a Ford recomenda usar aditivada apenas nesse período informado (3 meses ou 5 mil km). No manual que recebi quando comprei lembro de ter visto sobre três tanques de comum e um aditivada, mas preciso checar.

          • Thales Sobral

            Ela recomenda usar “pelo menos” a cada três meses. Ou seja, se quiser, use sempre.
            Rapaz, na boa, hoje em dia esses motores funcionam com quase qualquer coisa, viu….

            Meu Fiesta é 13/14, com 62 mil km, só na aditivada (e uma ou outra vez um álcool), 11 km/l na cidade, 14 km/l na estrada, acho que tá tudo ok né.

            • “Perguntador”

              Sim, eu faço o mínimo necessário kkk.

              O consumo que vc consegue na cidade está muito bom mesmo, na estrada poderia ser melhor.

              Tenho abastecido com etanol, faço 7,5km/l na cidade. Na minha última viagem com 50% etanol e 50% aditivada, fiz em torno de 15,5 km/l.

              • Leonvi

                Os Fiesta de vocês são de bater pino quando abastecidos só com gasolina? O que dirijo faz direto nas 2000 rotações…

    • Eduardo Gregório

      Boa parte (talvez todos) os carros da Honda até 2011~12 vinham com a recomendação de abastecer com gasolina comum, hoje em dia não sei.

  • Angelo_RSF

    Faltou falar da “Gasolina Formulada” e que desde 2016 (se não me engano) a “Gasolina Comum” passou a ter uma determinada quantidade de aditivos (não lembro qual a natureza destes aditivos)

    • José Barbosa

      Houve neste domingo uma reportagem no Auto Esporte sobre a gasolina formulada. Basicamente, ao invés de ser refinada, por aquecimento, pegam a Nafta (produto anterior), e “adicionam hidrocarbonetos”. Mas como? Basicamente misturam nafta e um monte de solventes para chegar a algo parecido com a gasolina refinada. O engraçado foi a reportagem dizendo tratar-se de produtos “iguais”, mas a formulada é claramente inferior, a começar pelo fato concreto: densidade; bem como a resistência de alguns engenheiros justamente pela quantidade de resíduos indesejáveis (especialmente enxofre) que este tipo de produto pode ter. É algo que cabe até matéria, inclusive pelo fato de que há uma resistência dos fornecedores em diferenciar o tipo de gasolina vendido nas bombas, tratando-as, todas, como “comuns”.

      • T1000

        essa reportagem chegou muitíssimo atrasada.
        até 2014~2015 foi o auge da gasolina formulada.
        a partir de 2016 com a liberação dos preços para a Petrobrás, como os preços subiram, ficou vantajoso importar gasolina.
        eu noto pelo consumo e pelo cheiro. muitas vezes abasteço em posto sem bandeira e vem uma gasolina que rende maravilhosamente bem e com o cheiro que há muito tempo não sentia.
        hoje o mercado tem mais gasolina importada que formulada.

    • Temos uma outra matéria falando só sobre gasolina formulada.

    • Antonio Pacheco

      A partir de 2015 era pra toda gasolina vir aditivada. Mas ficou um empurra empurra entre a Petrobrás e as distribuidoras para saber quem iria colocar o aditivo, e acabaram adiando. A gasolina comum aqui no Brasil não possui nenhum aditivo, apenas etanol.

  • Zé Mundico

    Bem, por via das dúvidas, sempre usei gasolina comum.
    Não vejo sentido em pagar a mais pela aditivada para ter um “suposto” e “provável” benefício.

    • leandro

      Eu só coloco aditivada quando o preço é o mesmo da comum

      • Lyn

        Nesses casos a chance é altíssima de não ter aditivo nenhum.

    • José Barbosa

      Em carros novos e em perfeito funcionamento, de fato, faz pouca diferença. A única vez que um aditivo realmente tinha desempenho era num carro meu já bem velhinho, cujo motor estava nas últimas. Entretanto, eu que adicionava, naquelas garrafinhas de Bardhal. O ganho de consumo (aumentava de 7 para 8 km/l), à época, já pagava pelo aditivo, que conseguia comprar barato numa loja.

    • AutoEntusiasta

      Eu geralmente abasteço com aditivada porque passo um tempo considerável com o mesmo carro, então viso o benefício a longo prazo, visto que a comum com o tempo vai gerando depósitos de resíduos no motor. Utilizo a comum geralmente em viagens. Mas isso aí varia do gosto e do uso de cada um.

      • Zé Mundico

        Engano seu. Tanto gasolina normal como aditivada geram depósitos de resíduos no motor, pois a duas queimam do mesmo jeito, já que o motor é o mesmo.
        O que vai evitar o acúmulo de resíduo é a troca do óleo e do filtro no tempo indicado pelo manual.

        • AutoEntusiasta

          Bom, respeito seu entendimento, mas discordo.
          O processo de queima é igual para todos os combustíveis (Gasolina comum, aditivada, premium e etanol), os resultados da queima é que serão distintos.
          A troca de óleo e filtro no tempo indicado evitará residuos no motor, certo, mas nas partes em que o óleo atua.
          Na câmara de combustão quem atua não é o óleo e sim o combustível e os aditivos servem justamente para manter a câmara limpa. Não estou afirmando que vai manter 100% limpa, isso é outra questão, mas que mantém mais limpa que em relação à comum, assim como o etanol que passa pelo mesmo processo de queima e gera menos resíduos.
          Mas afirmar que aditivada e comum geram os mesmos resultados em termos de resíduos, não vejo lógica para isso, pois para que serviriam os aditivos ali presentes?

          • Jok Jok

            Os aditivos servem como detergentes. Principalmente para enviar a goma

        • Jok Jok

          Gasolina aditivada não evita o acúmulo de residure

        • Best Comment

          Isso depende muito do jeito de dirigir, como o carro é usado.

          Carro só na cidade o motor fica sujo, não tem jeito.

          Tem também o projeto do motor. Tem alguns carros que a Quatro Rodas testa em longa duração que ficam com carbonização nas válvulas em 60.000km, isso que eles rodam em trecho rodoviário a 70% em média

          O novo Cruze decepcionou um pouco nesse aspecto (tudo bem, isso não é lá o maior dos problemas), pois o Cruze 1.8 tinha se mostrado impecável.
          Alguns falam que tem a ver com a injeção direta, sei lá

  • Ricardo

    E essa história de que gasolina aditivada é ruim para motores muito rodados? Limpa e a sujeita fica acumulada nos bicos e tal.

    • AutoEntusiasta

      Eu acho que depende. Se for um motor muito rodado, mas que vinha utilizando gasolina aditivada sempre, não vejo problemas. Mas caso sempre utilizou gasolina comum, então dependendo do nível de sujidade que se encontre no motor talvez gere problemas, porque os detergentes que compõem a gasolina aditivada soltará a sujeira e poderá provocar danos, por isso o pessoal recomenda que seja feita uma adaptação, ou seja, ir acrescentando a aditivada aos poucos.

  • Daniel

    Tenho um carro da GM que quando comprei fui informado que não utilizasse gasolina aditivada, só a comum, e que utilizasse aditivo (produto vendido separado da gasolina) a cada certa quilometragem. Tenho outro carro da Land Rover e para este, quando comprei, fui informado que não utilizasse gasolina comum de jeito nenhum. Só aditivada. Então faço isso: boto comum num, mais aditivo a cada 3 mil km, e aditivada no outro. Nenhum dos dois nunca tiveram problemas com combustível. Então sigo com as recomendações rsrs

  • Yamaha Mt-09

    Na minha moto só aditivada, só coloco vpower, grid ou aquela nova da Ipiranga.
    Comum coloquei só uma vez e foi pra rodar até o próximo posto que tinha aditivada disponível.

    • Carlos Apollo

      Na minha, só coloco gasolina comum. 173 mil km rodados. Até hoje só troquei óleo e relação.

  • Hugosw

    A gasolina de hoje com 30% de álcool já praticamente faz a limpeza dos bicos injetores, já que o álcool tem essa propriedade.
    Eu sempre abasteço com gasolina comum e a cada 6 meses coloco aditivo no tanque, pois no nosso pois se paga por coisas que não são o que pagamos. Quem me garante que estou abastecendo com aditivada e realmente e aditivada?
    Prefiro garantir o aditivo correto a cada 6 meses. Hoje meu i30 2011 está com 140mil km e está esbanjando vitalidade.

  • david dinon

    BOM DIA, MAS QUAL ADITIVO POR NO TANQUE?

    • afonso200

      koube perfect clean, STF fuel clean

      • Gabriel M. Vieira

        No meu eu uso preventivamente o Direct Clean (pra injeção direta) da Koube também.

        • Best Comment

          O marketing do adg é forte mesmo

    • F30FLORIPA

      Bota Kiboa q limpa tudo :-)

  • Fernando Sampaio

    Na Duster faz:
    Gasolina comum: 10km/lá
    Aditivada: 8

    Vou de comum mesmo,rs

    • Thales Sobral

      O aditivo aí foi água ou etanol ne rsrsrsrs

  • afonso200
  • José Barbosa

    Apenas carros premium vão fazer uso das vantagens de uma gasolina de maior octanagem. Um caso clássico no Brasil é o Golf GTI da geração anterior: ele identificava o tipo de gasolina e, na comum/aditivada, a potência era de até 180 cv, enquanto na Premium alcançava 193cv e, coincidência ou não, ganhava do rival Civic Si por 1 cv.

    • Luciano RC

      Somente esses modelos sentem a diferença. Nossos modelos Flex se adaptam a qualquer combustível. Até etanol com 30% de água eles usam.

      • Thales Sobral

        Uma vez botei Podium no meu celtinha 1.0…. Ele tem “Very High Compression”, vai se beneficiar do combustível melhor…. Então… Veja bem… rsrsrs

        • Luciano RC

          Não muda… pode até ter causado algum benefício básico em termos de limpeza e melhor poluição, mas no acelerador e no consumo não muda nada.

  • Hernan Carlos Granda

    gasolina com 87 octanos nao é apta para motores modernos

    • leandro

      Nossa alcolina tem ao menos essa vantagem, tem mais octanagem o que permite as maiores taxas de compressão dos motores modernos, independente de ser aditivada ou não.
      Atualmente o que nossos carros não podem usar de maneira alguma é gasolina pura

      • Luciano RC

        Nossa gasolina tem mais octanagem que as comum mundo afora, por causa do Etanol. A Podium é a de maior octanagem do mundo… por isso carros de alto desempenho usam.

        • Hernan Carlos Granda

          87 sao 87

          • Luciano RC

            Homem é homem e macaco é macaco. KKKK

          • Thales Sobral

            Ufa! A matemática não foi revogada! Ainda bem!

        • Geraaaaldo

          Esta info nao é verdadeira.
          Existem combustiveis à venda em países do 1o. mundo com 102RON ou mais.
          BR Podium ou Ipiranga OCTAPRO tem em torno de 95-97 RON

          • Luciano RC

            Se não me engano, a Podium é 105 RON. A própria Petrobrás fala isso.

          • Thales Sobral

            Não. Podium é 102 RON.

        • José Barbosa

          Na verdade, salvo engano, nossa gasolina é tão gasolixo que ela é propositalmente feita com baixa octanagem, e chega aos 87 com a adição do etanol.

          • Luciano RC

            Na refinaria, nossa gasolina tem suas qualidades. O problema é a adulteração que ela sofre na distribuidora ou no posto. Isso a torna péssima.

          • Thales Sobral

            Isso é questão de especificação…. Se o etanol aumenta a octanagem, a refinaria pode relaxar mais os parâmetros. Não é questão de ser “lixo”.

      • Hernan Carlos Granda

        Meu carro atual, um 408 argentino que usa so gasolina( nao é flex) funciona muito bem com gasolina premium no brasil, mais se voce coloca aditivada….

        • Gil de Piento

          Hernan, nós temos dois problemas com a gasolina no Brasil:
          1) Há muita fraude, muita adulteração, com uso de solventes. Especialmente na gasolina comum e na aditivada.
          2) Nossa gasolina possui 27% de etanol, o que com o tempo danifica motores que não tenham sido construídos para suportar a maior corrosão.

          A Peugeot já vendeu motores 1.6 16V, 2.0 16V e 1.6 THP a gasolina no Brasil, fabricados na Argentina, então creio que você deva ter usado gasolina adulterada (“batizada”) sem saber. Não seria isso?

          • Hernan Carlos Granda

            Meu carro exige 95 rom minimo

            • Thales Sobral

              A gasolina comum brasileira já tem isso.

              • Hernan Carlos Granda

                Mal tem 87.

                • Thales Sobral

                  Você checou isso como?

                  • Hernan Carlos Granda

                    lendo a nota

  • Eduardo Edu

    A dúvida é se a quantidade de aditivo na gasolina aditivada faz com que tenhamos menos gasolina e portanto um consumo maior?

    • T1000

      a quantidade de aditivo é mínima, não chega a 5ml por litro.
      se o aditivo for redutor de atrito, ele compensa esta perda e excede o rendimento.

  • Daniel

    Veículos com injeção direta, podem utilizar gasolina comum ou aditivada?

    • Luciano RC

      Ambos… a injeção e os bicos são preparados para nossa gasolina.
      No passado, a VW desativada a função estratificada do Passat 2.0 FSI. Hoje, os motores Flex tem essa função e aceitam qualquer combustível.

  • Best Comment

    Aditivada é sempre uma boa.
    O problema é saber se eu tô pagando por aditivada e a bomba tá puxando da comum

  • Magnamox

    Só uso comum e a cada 4 tanques coloco um Aditivo da STP. Acho melhor assim do que comprar gasolina com “corante”.

  • F30FLORIPA

    Faltou citar que as gasolinas Comum e Aditivada possuem 27% de etanol, enquanto a gasolina Premium tem 25% de etanol.

  • Geraaaaldo

    Anéis de pigmento eu nunca ví

  • Guilherme

    Boa matéria. Eu sempre abasteci a minha moto com gasolina podium (Fz6). Vi uma matéria de uma revista que dizia q das 3 (comum, grid, podium), a grid era a que dava mais potência/torque, além de ser a com maior autonomia. Coloquei grid e na mesma semana fiz uma revisão na moto. Na outra semana, senti ela muito mais forte, mas achei que era pelo fato de ter limpado os filtros, trocado óleo, etc. Coloquei outro tanque de podium e o que aconteceu? A moto ficou com a força que tinha antes. Não sei se é placebo, nos próximos 3 tanques vou voltar a por grid para ver o resultado.

    • Thales Sobral

      A Grid é simplesmente a comum aditivada, não tem porque dar mais potência não. A Podium é que na teoria poderia dar mais potência caso o motor tenha mapa de ignição pra aproveitar essa octanagem a mais…

  • Antonio

    Seria interessante pesquisar se realmente o Inmetro fiscaliza com coerencia essa adição de 27% de etanol na gasolina nas bombas, e se o valor cobrado do consumidor esta aferido a soma dos dois cambustíveis ref a ao percentual de cada um.
    Tenho 90% de certeza que a gasolina comum ou aditivada que se consome, tem nela 50% ou mais de etanol, que funciona mais como catalizador de preços e captador de lucros nos postos.
    Em resumo, o carro flex e uma boa evolução, mas era preciso que viesse com um sensor aferidor da qualidade do combustivel que entra no tanque, sem isso, poderemos estar sendo roubados

    • José Barbosa

      Uma questão interessante, mas aí compete à nossa cidadania e dedicarmos um pouco de tempo, é que você tem o direito de exigir do posto que comprove o percentual de álcool, é um teste bastante simples (salvo engano adicionando água, que separa os componentes). Se, eventualmente, você tiver certeza que onde abastece há este prejuízo (por exemplo, com pouca diferença no consumo de gasolina e etanol), recomendaria fazer este teste, até mesmo para fundamentar uma denúncia.

  • Eric PB

    Meu thp é recomendado Premium. Mas na boa, tenho o carro a 53mil km e sempre usei a comum de um posto de confiança e coloco a cada 3,4 tanques um frasco octanebooster e de um outro tratamento de embalagem preta (este 2x ao ano) da stp. Meu carro não falha, nao grila pela manhã nem nada.
    Já experimentei pagar 5,59 no litro da premium ipiranga e foi dinheiro jogado fora. Não melhorou consumo, nem resposta do motor…nada.
    Então vou de comum.

  • Pete Alves

    No álcool colocam mais água que o devido. Na gasolina colocam mais álcool que o permitido a aditivada entao deve ser apenas a comum não “batizada”. Governo Federal. Brasil, um país de trouxas

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email