Combustíveis Ecologia Europa Tecnologia

Gasolina sintética: alemães e finlandeses já produziram 200 litros do combustível ecológico

gasolina-sintetica-1 Gasolina sintética: alemães e finlandeses já produziram 200 litros do combustível ecológico

Embora o carro elétrico esteja em evidência no mercado automotivo mundial, a frota de carros movidos por gasolina ainda é gigantescamente enorme e não deve desaparecer da superfície terrestre pelos próximos 50 anos. Assim, para amenizar o impacto das nocivas emissões de poluentes na atmosfera, os cientistas buscam alternativas para que o derivado de petróleo reduza sua agressão ao meio ambiente.



Assim, engenheiros e pesquisadores alemães e finlandeses iniciariam um projeto de produção de gasolina sintética a partir do próprio CO2 presente na atmosfera. Essa engenharia reversa com o dióxido de carbono permite não só limpar o ar, mas ao mesmo tempo abastecer os carros que não podem parar. No entanto, estes passam a poluir menos com o uso desse tipo de combustível.

Para desenvolver o projeto, o grupo instalou uma pequena planta de produção móvel em um contêiner, sendo este piloto capaz de produzir não só gasolina sintética, mas também querosene (usado na aviação, por exemplo) ou diesel (essencial em veículos comerciais). De acordo com os pesquisadores, a planta-piloto pode ser levada para diferentes lugares e abastecer regiões sem nenhuma estrutura industrial.

Mas, para se obter estes três combustíveis sintetizados, a planta-piloto requer energia e esta vem de painéis solares. Dentro da pequena usina, o processo de produção é dividido em três partes, sendo que a primeira é a captura de dióxido de carbono da atmosfera. Na segunda etapa, a energia solar – convertida em eletricidade – e a água são usados em um processo de eletrólise para produzir hidrogênio.

audi-e-gas-usina-2 Gasolina sintética: alemães e finlandeses já produziram 200 litros do combustível ecológico

Por fim, a terceira fase do processo produtivo consiste na conversão de dióxido de carbono e hidrogênio em gás de síntese reativo a alta temperatura, que depois é convertido em combustível líquido graças à um reator químico miniaturizado dentro da planta-piloto. De acordo com o grupo, esse projeto mostra pela primeira vez a viabilidade técnica de se executar a produção desses combustíveis sintéticos.

Somente este contêiner com a planta de produção pode fornecer 80 litros de gasolina sintética por dia. Até o momento foram feitos 200 litros em vários estágios do projeto, a fim de buscar o melhor rendimento da tecnologia. Se for produzida (a planta) em larga escala, pode-se impactar de forma positiva o mercado de combustíveis não só na Europa, mas em todo o mundo.

No caso da gasolina sintética, como já mencionada em publicação recente sobre os Audi A4 Avant e A5 Sportback g-tron, ela já está sendo usada de forma exclusiva pelo grupo Volkswagen, mais especialmente pela Audi, que tem uma planta de produção em escala industrial, onde a energia utilizada é a eólica que, da mesma forma, é usada na eletrólise para obtenção do hidrogênio que depois é sintetizado junto com o CO2 capturado da atmosfera para dar origem ao combustível, chamado de “e-gas” (foto acima).

[Fonte: Inovação Tecnológica]

  • Pedro Henrique

    atenção, procuro parceiros pra rachar contêiner produtor de gasolina.
    contatox inbox
    HAHAHAH
    estou também a procura de um challenger V8 antigo.

    • ObservadorCWB

      Aqui você terá um que será imposto: chamar-se-á GOVERNO….kkkk

      • Deadlock

        E vai ter que ter licença especial dos bombeiros…

        • Edson Fernandes

          E um terreno grandinho viu…

  • Gu92

    Na época da segunda guerra mundial a Alemanha já produzia um tipo de gasolina sintética para uso das F.A alemãs, ou seja os combustíveis sintéticos já vem de longa data!!!

  • Louis

    Bacana, não imaginava que isso era possível.
    E ainda retira CO2 da atmosfera.

    • Handlay P.B.

      Não acredito que CO2 faz mal para o planeta (não acredito em aquecimento global), seria bom se achassem uma forma de retirar o CO da atmosfera e fazer gasolina.

      • Luis Burro

        Mas ele nao faz mal ao planeta,ele pode influenciar a temperatura q pode alterar os ecossistemas!

        • Handlay P.B.

          Sim, mas eu não acredito que a atual quantidade de CO2 na atmosfera do planeta seja suficiente para aumentar sua temperatura.

          • 4lex5andro

            Esse negócio [no sentido do termo] de aquecimento global é muita teoria, mas não tem sustentação quando situado ao longo dos séculos.

            Só o evento do vulcão krakatoa no séc. XIX causou maior impacto no planeta do que os carros que hoje circulam, sejam a gasolina ou diesel.

            • CharlesAle

              Era igual antigamente, quando se falava que a Amazônia era o pulmão do mundo! Que seu total desmatamento “mataria” toda a população mundial!!E isso era nos enfiado guela abaixo, sem questionamentos! Hoje, vemos quanta baboseira se acreditava( e ainda acredita) todos com segundas intenções..

              • Leonardo M. G.

                O “pulmão do mundo” são as algas cianofíceas (que também estão ameaçadas). A Amazônia é uma comunidade clímax, e como tal consome somente o dióxido de carbono que ela mesma produz. Mas a destruição dela significa perder trilhões em fármacos e outras coisas parecidas…

              • Pedro Henrique

                sim, mas uma coisa é certa, não tem porque desmatar a amazonia pra usar de plantio, porque o solo de lá não é adequado pra isso, além claro de ser imoral você acabar com a fauna e flora(dependendo qual, até ilegal) do local em prol de alimento

          • Daniel

            O problema da poluição é a concentração em centros urbanos. É um problema de saúde. Não tem como negar que respirar a poluição faz mal pra saúde!

            • FocusMan

              Isso mesmo, mas dai a falar que carros contribuem no aquecimento global…

              • Daniel

                Olha, eu acho que até contribuem… Não que sejam os vilões da historia… Mas, acho que só por conta da questão de saúde já se justifica procurarmos tecnologias menos poluentes.

                Mas, é aquela historia… vender a ideia que a poluição mata pessoas ninguém compra (sempre acha que: “não vai ser comigo”). Agora, tentar vender que vai ter um aquecimento global e vai subir 1metro do oceano acabando com as praias da galera… Dai todo mundo se desespera e pede providencias! hehehe

                • FocusMan

                  Esse professor explica em sua palestra que os carros contribuem com a poluição local, mas com o aquecimento do planeta não contribuem, já que não existe aquecimento do planeta kkk.

          • Celso

            Caro Handlay, vide meu comentário acima. Tudo de bom a você.

        • Pedro Henrique

          pra alterar oque o ecoterrorismo fala, seriam necessários 20 graus a mais na temperatura média do planeta (não os 2 graus tão falados)…
          eu não acredito nesse ecoterrorismo não, é bacana poder produzir gasolina de CO2 porque você não depende da extração do petróleo e isso em larga escala barateia, além de ser mais fácil né, qualquer microunidade dessa já produz uma quantidade legal.
          e o CO2 é muito importante pra vida na terra, sem CO2 não tem vida.
          plantas necessitam de CO2 pra crescer, por isso desde os tempos remotos índios faziam queimadas na vegetação antes de plantar, porque assim as plantas crescem mais rápido e saudáveis.

          • Alexandre Viotto

            Impossível eliminar o CO2 da planeta, fique tranquilo em relação à isso! Kkkkk

          • Luis Burro

            Queimadas sao mais pra limpar a terra,nos primeiros anos ela ateh ajuda mas dpois de um tempo ela diminui muito alguns nutrientes necessarios.
            Este processo soh eh melhor q a extracao do petroleo.Toda reciclagem eh benefica,evita mais poluicao e desgaste de mais recursos naturais.Mas se for pra investir nisto q jah invistam no alcool e no biodiesel tbm.
            O problema nao eh a substancia em si mas a quantidade dela,e eh isto q afeta as especies.Pq elas estao adaptadas momentaneamente as quantidades e condicoes presentes no ambiente,qlqr mudanca pode afeta las.

            • Pedro Henrique

              o álcool polui bastante também, primeiro com os agrotóxicos e tudo, depois que ainda consome um espaço gigantesco pra produção que poderia ser usado pra alimentação (não que falte comida no mundo…) depois ainda todo o manejo da cana nas usinas e tudo isso ainda gera poluição fora que muitas plantações ainda usam a queimada pra limpar a palha antes da colheita, o etanol pode não poluir tanto mas ainda produz gás carbônico CO2,[ produz em media 25 % menos monóxido de carbono e 35 % menos óxido de nitrogênio que a gasolina(Google)], mas ainda o produz E se você analisar pela visão dos ecoterroristas ele vem de fora do ciclo “natural” criado por essa invenção ali que produz o combustível através do CO2 no ar em um ciclo totalmente ecológico se utilizado energia de fonte natural renovável. (se não, 6 por meia duzia)

              isso claro num mundo que investiria nisso, como nós sabemos que não vão investir exatamente por conta do ecoterrorismo pra poder vender tecnologias “””””””””””verdes””””””””””” e enfiar de guela baixo elétricos, híbridos, autônomos… não que todas essas coisas sejam ruim, pelo contrario, são muito boas, mas eu só não concordo com a falácia de que é pra salva o planeta, ou pra salva o macaco ornitorrinco que vivem nos alpes do cafundó de judas.

              “Este processo só é melhor q a extração do petróleo. Toda reciclagem é benéfica, evita mais poluição(local) e desgaste de mais recursos naturais” concordo com você e esse é o único motivo pelo qual é melhor essas tecnologias “verdes”
              extendi de mais kkkk to cm tempo livre

              • Luis Burro

                Mas ngm precisa salvar o planeta.O q estao fazendo eh pra nos msmos.Se fosse pensar nas outras especies teria q ser algo bem mais especifico e elaborado.
                Alem disto as especies vao e vem independentemente da intervencao humana(faz parte da evolucao) e nos mesmos somos afetados por elas tbm.
                Soh penso q por sermos racionais nao precisariamos poluir e degradar tanto alem da nossa propria natural.

        • Alexandre Viotto

          Exatamente! O “planeta” “sobreviverá”, com maiores ou menores níveis de CO2 na atmosfera. Os ecossistemas que serão impactados com esta variação.

        • FocusMan

          Na verdade ele não influencia. Fiquei surpreso vendo a palestra de um prof da USP falando sobre o assunto. Não existe nenhuma tese comprovando que está ocorrendo o aquecimento global, mas ele conseguiu provar através de sua tese que está ocorrendo na verdade um resfriamento desde 1998.

          • Luis Burro

            Ah,eu acho q eu jah vi uma entrevista com ele dizendo q o planeta estah numa era glacial.
            Mas tbm jah vi afirmarem q apesar do resfriamento as temperaturas estao mais quentes q as medias das outras eras.

            • FocusMan

              Acho que existe um interesse muito grande da indústria em afirmar que existe um aquecimento global. Ele explica que já querem falar que o gás R134 usado atualmente nos ar-condicionados e em mais equipamentos é mais prejudicial que o R22 e já querem lançar um novo, que custa 4x mais.

              • Luis Burro

                Mas se fosse por isto viraria lei logo q descobrissem o novo gas,enqnto q leva um bom tempo ateh obrigarem.Veja qndo q surgiram os eletricos.

      • Leonardo M. G.

        O efeito estufa, EM EXCESSO, vai destruir a Terra. Mas sem efeito estufa não existiria vida na Terra. Por isso o equilíbrio é fundamental.

        • Handlay P.B.

          Sim, mas pelo que li a quantidade de CO2 liberada pelas fontes emissoras não é suficiente para alterar o clima da Terra.

          • Leonardo M. G.

            Mas existem outros gases que causam o efeito, mais potentes que o dióxido de carbono, tais como o metano.

        • Alexandre Viotto

          Não vai destruir “a Terra”. No máximo vai destruir a vida humana e boa parte dos seres vivos…

          • Leonardo M. G.

            E esses não fazem parte da Terra?

            • Alexandre Viotto

              Então, pela sua lógica, o Temer vai destruir o mundo todo! Kkkkkkk

              • Leonardo M. G.

                Ele não consegue, é muito fraco pra isso, vai deixar isso pro coleguinha laranja e amarelo dele que botaram na poltrona de “polícia mundial”, lá no Distrito de Columbia… E não estou falando do Oompa Loompa laranja de cabelos brancos que meus conterrâneos do RS colocaram no Senado…

        • Castle_Bravo

          A questão é que esta tecnologia reduzirá o impacto, não irá “consertar” o excesso de carbono que já está na atmosfera. O que será absorvido por essa tecnologia, será devolvido ao ambiente pelo escape dos automóveis.

          • Leonardo M. G.

            Se usada em excesso, pode reduzir.

            • Castle_Bravo

              Mas aí os automóveis vão “devolver” o carbono quando queimarem. Empata.

              • Leonardo M. G.

                Mas se as petroleiras da vida, cuja ética nós já conhecemos, tipo Irmãos Koch, começarem uma “corrida do ouro” para retirarem o máximo de carbono da atmosfera, pode ser perigoso… Poderia começar uma nova era glacial, e os vegetais ficariam sem alimento.

                • Castle_Bravo

                  Amigo, mesmo que isso aconteça, ninguém produz combustível para não usa-lo. Ao ser usado, o carbono retornará a atmosfera. Não existe “mágica” no processo. Tira-se X quilos para produzir combustível, voltam X quilos após a queima.

                  • Leonardo M. G.

                    E a petroquímica? Não vai querer usar essa matéria-prima?

                    • Castle_Bravo

                      Aí é outra história. Creio que nunca chegará a ser tão barata quanto é o óleo hoje.

  • V12 for life

    Um processo a mais do que a produção de hidrogênio, a vantagem fica por conta de armazenamento e transporte, e usando a regra da compensação de carbono um carro movido exclusivamente com esses combustíveis não poluem, muito interessante mas talvez um pouco tarde.

  • 4lex5andro

    “… de carros movidos a gasolina ainda é gigantescamente enorme …”

    ????

    Se escrevesse “gigantesca” já era suficiente pra entender.

  • Handlay P.B.

    Legal, as corporações como a VW poderia vender gasolina sintética (que é menos poluidora) produzida em escala industrial diminuindo as vendas das petrolíferas que usam suco de dinossauro para fazer gasolina.

    • Alexandre Viotto

      Calma lá. O processo de produção em larga escala ainda está longe de ser realidade…

      • Handlay P.B.

        O que não muda o fato de poder ser possível a produção de gasolina sintética em larga escala no futuro.

        • Luciano RC

          Eu acho que produzir um combustível sintético e alternativo ao Petróleo nem é complicado. O difícil é isso ser viável nesse momento de investimentos nos modelos elétricos.

          • Castle_Bravo

            Mais difícil ainda se pensar que os árabes ainda vão baixar, e muito, o preço do petróleo no mercado internacional para concorrer contra toda e qualquer tecnologia que aparecer pelo mundo. Assim como já fizeram, quando os EUA começaram a produzir combustível de gás de xisto, a Arábia Saudita inundou o mercado de petróleo e derrubou os preços para inviabilizar os americanos.

            • Luciano RC

              Por isso muitas tecnologias ficam travadas. Exatamente por um jogo de interesses das empresas. Cada um sabe onde aperta e joga conforme as regras.

  • afonso200

    ja li isso a uns 5 anos

  • Luis Burro

    Ecologico nem tanto.Todo CO2 capturado sera liberado na queima novamente.Ele soh nao aumenta a quantidade,mas tbm nao diminui.

    • Deadlock

      Ele é neutro, o que é um grande avanço frente aos combustíveis fósseis. Para ser viável comercialmente, tudo dependeria do custo do equipamento, da manutenção e da vida útil. Fora que vai precisar de licença dos bombeiros para instalar o equipamento.

      • Luis Burro

        Pra ser neutro precisaria absorver mais co2 alem do q irah formalo.

    • Alexandre Viotto

      Isso para mim é ecologicamente correto sim! rsrs

  • Luis Burro

    Mas e os outros subprodutos da combustao como Nox e particulados?

    • viOlator

      NOx é possível porque o nitrogênio está presente na câmara de combustão. Particulados eu acho difícil porque eles são formados por cadeias grandes de carbono, muito comuns em óleos mais pesados. No caso dessa gasolina sintética seria até mais trabalhoso formar essas longas cadeias. Eles devem focar mesmo no C8H18.
      O mais importante no entanto é que essa gasolina seria totalmente livre de enxofre, ou ZERO ppm. Algo que é quase impossível de se conseguir na gasolina convencional.

      • Alexandre Viotto

        Além de professores de português, temos um químico por aqui… NA tbm é cultura! kkkk

        • viOlator

          kkkk Não sou químico. Só sei disso porque trabalhei por 7 anos na Petrobras e a gente acaba absorvendo essas coisas no sangue.

  • Dreidecker

    “Assim, engenheiros e pesquisadores alemães e finlandeses iniciariam um projeto de produção de gasolina sintética a partir do próprio CO2 presente na atmosfera.” –> Fotossíntese artificial.
    H2O + CO2 + LUZ (célula fotoelétrica) –> O2 + Combustível

  • Dreidecker

    Acredito que a passagem da fase hidrogênio para gás de síntese reativo e depois para combustível líquido se deva pela facilidade de armazenamento do combustível.

  • Martini Stripes

    Não faz sentido, a energia requerida para recompor a partícula deve ser maior do que a que ele libera na queima dentro do motor, vc vai consumir uma energia muito alta, poluindo mais, pra abastecer um motor de baixa eficiência. É mais fácil fazer o carro elétrico logo de uma vez.

    • viOlator

      Sua preocupação faria sentido se a fonte da energia elétrica não fosse limpa. Só que na matéria eles falam que a fonte de energia dessa usina portátil é solar, então essa energia que você está “jogando fora” não provocou nenhuma poluição.

      O objetivo deles não é a eficiência energética e sim abastecer os atuais carros movidos a gasolina com uma fonte renovável.

      • Martini Stripes

        Eu entendi, talvez meu texto tenha dado a entender dessa maneira também, mas o ponto é que continua não fazendo sentido.
        A idade da pedra não acabou por falta de pedra, o mesmo acontecerá com o petróleo. Gastar dinheiro e energia nisso é perda de recurso.

    • Ducar Carros

      Esse seria um combustível de transição, enquanto não se viabilizam os elétricos. Está no texto.

      De qualquer forma, não faz sentido, pois a cana de açúcar faz, de certa forma (energia solar + carbono = etanol), o mesmo processo de forma muito mais barata para substituir a gasolina. Seria melhor investir mais na melhoria genética da cana, ou mesmo no etanol celulósico, ao invés desse processo.

  • Abdallah

    Logicamente que aqui no brasil nunca iria dar certo pq o governo decente e transparente, acharia um jeito de taxar td nas alturas, tirar o maximo de proveito em relacao a impostos, e juntamente com a quadrilha dos produtores de combustivel, elevar o preço la em cima e ainda mais jogar o maximo de alcool e agua junto com essa maravilha de tecnologia.

  • pgoytaca

    Agora imagine um mega parque eólico fornecendo energia para a rede elétrica e quando sobrar energia, tipo a noite, alimentar uma planta de geração de gasolina.
    Será que isso seria estocar vento? RS…

  • Ubiratã Muniz Silva

    rapaiz, já pensou produzir sua própria gasolina em casa, usando energia solar?!

    • Luciano RC

      Não seria melhor recarregar seu carro elétrico com a energia solar acumulada durante o dia? E ter baterias de alta capacidade? Isso sim seria algo benéfico.

      • Edson Fernandes

        Depende. Qual deles não roubaria recurso natural para isso?

        Pois entendo que vc está usando energia elétrica (se for da rede elétrica convencional) de recursos naturais ao contrário dessa mini usina. Mas não sei inclusive se existe possibilidade de adaptar energia solar para alimentar um carro elétrico.

        • Luciano RC

          Sempre existe amigo, por que o inversor converte exatamente no que você precisa. O Correto é ter as casas enviando energia durante o dia para a rede e a noite usar da rede em modo de compensação. Como acontece atualmente.

  • Celso

    Muitas discussões abaixo sobre aquecimento global, gente que não acredita que CO2 aumenta temperatura do planeta e tal. Será que este pessoal tem conhecimento suficiente para contradizer a maior parte da comunidade científica? A comunidade científica pode errar, mas nós temos que ter conhecimento, entender a fundo sobre o assunto para contradizê-lo. Vejo abaixo o achismo, a fé de alguns que não acreditam no aquecimento global. Eu sou leigo sobre o assunto e acho + provável que os maiores especialistas no assunto estejam certos.

    • Castle_Bravo

      Como já li por aí, quando a ciência previu o eclipse, não houve polêmica alguma. Já quanto ao aquecimento global antropogênico, aí todos questionam…

  • Pai Nosso

    Se eu li corretamente o que está descrito na imagem anexa, este equipamento vai produzir gás natural “sintético”. E esse gás é o metano, que se forma na natureza a partir de matéria orgânica em decomposição, além de outras fontes como a digestão no intestino de herbívoros. Portanto os veículos serão movidos a gás metano, submetido a liquefação para facilitar o transporte. Quase o mesmo que o gás natural veicular utilizado atualmente, embora este seja uma mistura de vários compostos (propano, butano etc). Como o rendimento é inferior ao da gasolina, sua aplicação preferencial é para uso contínuo (coletivos, carga a distância, geradores). Não esquecendo que os adeptos do aquecimento global consideram que o metano liberado pelos bovinos seja um dos principais causadores do efeito estufa.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend