Esportivos Europa Finanças Lotus Mercado Montadoras/Fábricas

Geely assume o controle da Lotus e promete expansão

Lotus-Evora-GT430 Geely assume o controle da Lotus e promete expansão

A Geely assumiu o controle acionário da Lotus, que pertencia à DRB-Hicom, então controladora da marca malaia Proton. O grupo chinês entrou no negócio após adquirir 49% das ações da montadora asiática, que ainda está sob controle local, mas o objetivo de Li Shufu – CEO da Geely – era ter a empresa inglesa, conhecida não só por seus carros esportivos e atuação em competições, mas também por conta de sua divisão de engenharia automotiva.



A Geely agora tem 51% das ações da Lotus, enquanto a Etika – novo nome dos controladores da Proton – mantém os 49% restantes. No conselho de administração do fabricante inglês, a chinesa tem três dos cinco assentos, cabendo os demais aos malaios. Jean-Marc Gales permanece como diretor executivo da marca.

Segundo ele, “após uma retomada de negócios bem-sucedida, a marca Lotus nunca esteve em uma posição mais forte e agora estamos perfeitamente posicionados para o crescimento. Estamos produzindo os melhores carros na história da empresa e atualmente estamos desenvolvendo a próxima geração de veículos esportivos de luxo que continuarão a demonstrar os valores da marca Lotus da dinâmica dos veículos líder em classe, leveza, estilo e aerodinâmica ao alavancar os pontos fortes e recursos globais da Geely Holding “.

No primeiro semestre, a Lotus já fechou o período com saldo positivo de 10% em suas operações financeiras e agora a promessa é de expansão da marca e renovação do lineup, como citou Gales. O foco é ampliar a participação no segmento de esportivos nos mercados dos EUA e China. Com o recente Lotus Evora E430, o mais potente feito pela empresa até hoje, a marca quer iniciar um novo ciclo de lançamentos.

Muito se fala na expansão para a China e antes mesmo da negociação com a Geely, a marca inglesa já havia fechado um acordo para produzir esportivos em Xangai. Seria a primeira marca de carros esportivos a migrar para o maior mercado do mundo em volume. Agora com suporte da Geely, a tendência é que a infraestrutura da montadora chinesa seja utilizada para essa operação. Outro ponto importante nessa expansão é o projeto de um crossover de alta performance, que deve surgir até 2020.

Atualmente, a inglesa Lotus se sustenta com os leves Elise e Exige, com o primeiro ainda utilizando motorização 1.6 e 1.8 aspirado, além de 1.8 com turbo, todos de origem Toyota. O Exige e o Evora possuem motor V6 3.5 também do fabricante japonês, sendo o mesmo propulsor usado no carro de rua e de competição 3-Eleven. A divisão de engenharia também é outro braço importante da montadora de Hethel.

[Fonte: Autocar Professional]

  • Tosca16

    Geely, chinesa de origem mas com potencial para ser uma gigante no mundo.

    • catucadão

      era uma vez uma marca chamada Lotus….

      • Tosca16

        Como se a Geely só tivesse feito mal as montadoras que adquiriu, nos poupe, veja a Volvo e tome como exemplo. Geely não é FCA não amiguinho.

      • invalid_pilot

        Como se a Lotus atual fosse grande coisa

      • haterXhater

        Apaga esse comentário que ainda dá tempo…

      • Car’s Fan

        Fale isso da Volvo…
        Olha como a marca Sueca melhorou!!!
        Motores melhores, acabamento melhor, maior confiabilidade…
        A Geely só queria que um gigante compartilhasse tecnologia e ela o fez comprando, investindo e dando liberdade criativa aos comprados…
        A Lotus tem tudo pra decolar agora…
        Essa era de preconceito e desprezo pelos chineses passou cara, melhor tu rever teus conceitos…

    • AntonioReis

      Nenhuma surpresa. Os chineses estão comprando o mundo todo.

  • V12 for life

    Com o bom trabalho feito na Volvo, a Lotus deve atingir os objetivos bem rápido, tomara que sobre uma representação oficial para o Brasil.

    • Tosca16

      Mais fácil trazer uma Lotus que a própria Geely, pois a rede poderia ser restrita aos grandes centros e mesmo assim estaria atendendo suficientemente ao público alvo da marca.

      • V12 for life

        A Gelly teve o azar de chegar pouco antes do super IPI e da disparada do crossovers, e acabou ficando sem um produto desejado mas o EC7 mostrou que preços eles tinham para se destacar.

        • Tosca16

          O azar dela, ou melhor, o erro estratégico foi além de não trazer alguns produtos de maior desejo do consumidor foi não ter assumido as operações com a saída do antigo importador. Eu teria bancado as operações só pra não ficar com esse estigma de ter saído do mercado, e agora voltar com mais força sem ter na mente de muitos que a marca já nos abandonou no passado.

          • Eles irão voltar, aposto que trarão o Emgrand GS vendido na argentina com motor 1.8, de 140 cv, e câmbio manual ou automático, ambos de 6 velocidades, na china tem 1.3 turbo e o Emgrand X7 Sport tem mais características de SUV e vem com motor 2.0, de 141 cv, ou 2.4, de 162 cv e tração 4×4. Mas eu gostaria também que trouxessem o GC9, adoraria poder comprar um.

  • DinhoRoxxx

    Tomara que venho um novo sprit v8

  • Pra mim a Geely é a chinesa que tem mais potencial de ser global rapidamente, tomara que volte e traga o GC9 e alguns suvs em 2018.

    • Junoba

      A Qoros também possui carros de alta qualidade para adentrar nos mercados mais exigentes. Só falta mais investimento para expandir a outros países. O grupo Gandini trouxe a empresa e acabaram errando na estratégia.

  • Sasaki

    Bem que eles poderiam entrar no mercado dos super esportivos pra enfrentar Ferrari,Porsche,Lamborghini,etc…

  • Marcio Mendes

    A Geely só não deu certo no Brasil…

    • Junoba

      Não deu certo por causa do grupo Gandini.

  • Celso

    Provavelmente teremos Lotus com powertrain Volvo. Sempre achei a Lotus uma empresa muito mal aproveitada, ela tem carisma, tradição, um nome forte e muito conhecido no mundo inteiro, tem potencial para ser forte como a Porsche.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend