*Featured Avaliações Sedãs

Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

geely-ec7-avaliacao-NA-7-700x466 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

A Geely demorou muito tempo para chegar ao Brasil, mas agora decidiu que é hora de mostrar-se ao consumidor brasileiro, que já conhece um pouco da marca chinesa. O NA vem falando da empresa há alguns anos, sempre como uma opção que poderia chegar ao país.



Finalmente em solo brasileiro e com parceria do Grupo Gandini – o mesmo da Kia Motors – a Geely quer mostrar que não é apenas dona da Volvo e da inglesa Manganese Bronze, mas que também tem sua própria identidade, tecnologia e qualidade.

Com passos característicos dos nipônicos, a Geely chega com o sedã EC7, que começa a ser vendido a partir de abril. Além dele, a empresa promete o subcompacto GC2 e futuramente o SUV médio GX7/EX7. A rede de concessionários será enxuta e a produção será realizada no Uruguai.

O Geely EC7 é um sedã médio do porte do Corolla com preço sugerido de R$ 49.900. O valor é para brigar com os sedãs compactos “grandes”, tais como Cobalt e Versa, por exemplo. Para fazer a diferença, o sedã chinês apresenta os atributos de um modelo maior e com mais espaço interno, entre outros. Vai mudar a opinião de quem está considerando os rivais? Vamos ver.

geely-ec7-avaliacao-NA-12-700x466 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

Por fora…

O estilo do Geely EC7 é mais contemporâneo e distante das linhas agressivas – e por vezes exageradas – da maioria dos sedãs de fabricantes chineses. Visto em ângulo lateral, até lembra o Corolla de duas gerações atrás. E não por acaso, a Geely e a maioria dos fabricantes daquele país, beberam na mesma fonte “inspiradora”, que também dá forma aos próximos lançamentos no país.

A frente tem grade com frisos cromados como destaque, além do logotipo da Emgrand – submarca “premium” da Geely na China, mas que já está em processo de extinção – que lembra o da Cadillac. Os faróis duplos não apresentam LEDs, mas o foco baixo é do tipo canhão de luz. O para-choque é bastante limpo e os faróis de neblina estão no mesmo corpo que as lanternas, que ficam permanentemente acesas com o veículo ligado.

geely-ec7-avaliacao-NA-5-700x466 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

A lateral é limpa e se destaca pelos retrovisores com repetidores de direção e rodas de liga leve aro 16 com pneus 215/55 R16. Há friso cromado na base das janelas, assim como nas maçanetas das portas. Há apenas um vinco proeminente na altura dos puxadores, enquanto outro suave aparece na base das portas.

Na traseira, as lanternas possuem um corte inclinado na parte interna e apresenta LEDs para luzes principais e luz de freio. Uma barra cromada na tampa do porta-malas fica sobre a placa. O para-choque tem duas luzes de neblina na parte inferior. O teto é liso e sem antena, que é montada internamente no para-brisa.

geely-ec7-avaliacao-NA-28-700x466 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

Por dentro…

O Geely EC7 apresenta uma mescla sutil de tonalidades no interior, além de um desenhado pouco atraente no painel frontal. O conjunto apresenta materiais simples, porém, montados de forma razoável. O material é em plástico duro texturizado na parte superior. Há frisos cromados mesclados com preto brilhante nas laterais do painel, enquanto o centro apresenta cor cinza, além de apliques em preto e preto brilhante.

Há um display ovalado na parte superior que não se harmoniza com o restante do conjunto. Ele tem apenas relógio digital e luzes-espia. O sistema de áudio com CD/MP3/miniUSB/Aux tem visual moderno, mas é simples em suas funções. Existem quatro alto-falantes e dois tweeters no interior. O ar condicionado é automático e gela muito bem em qualquer condição climática.

Na parte inferior, um console reto com vários locais para botões adicionais chama a atenção por também não acompanhar o visual superior, lembrando carros dos anos 80. Há uma tomada de 12V e mais abaixo, um acendedor de cigarros e mais espaço para comandos, que não estão disponíveis na versão para o Brasil. Devemos lembrar que o Geely EC7 pode ter seis airbags, ESP e TCS na China, sendo que um desses espaços está reservado para o controle de estabilidade.

O volante é muito simples e sem comandos de áudio/telefonia. Sem couro, o acabamento geral é pobre e a coluna de direção só tem regulagem de altura. O quadro de instrumentos é amplo e tem base na cor cinza, enquanto os mostradores circulares tem fundo preto e grafismos brancos. Atende bem o condutor, mas o display central com computador de bordo não apresenta consumo instantâneo ou médio, apenas autonomia e tempo de viagem, além de hodômetro.

geely-ec7-avaliacao-NA-33-700x466 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

O Geely EC7 tem sensor crepuscular e as lanternas diurnas ficam acesas permanentemente. Poderia ter também sensor de chuva, o que ajudaria bastante durante a condução. Os comandos ficam agregados nas alavancas atrás do volante. Mais abaixo, à esquerda, regulagem elétrica dos faróis e iluminação da instrumentação, assim como abertura do porta-malas. O tanque é acessível através de alavanca no assoalho. A chave é do tipo canivete e o contato de ignição é iluminado.

As portas apresentam também vários tons, incluindo preto, preto brilhante, cromo e cinza. Há tecido perfurado no acabamento, embora os assentos sejam revestidos em couro sintético. O conjunto apresenta bons porta-copos/garrafas nas quatro entradas. Os comandos dos vidros elétricos, travas e retrovisores estão em boa posição, mas apenas o do motorista é iluminado. Do outro lado, o porta-luvas tem iluminação, mas é muito pequeno.

Entre os assentos dianteiros, há um porta-copos sem tampa, mas com cinzeiro móvel. A alavanca de transmissão tem acabamento cromado e em preto brilhante. Tem boa empunhadura. O freio de estacionamento peca por não ter revestimento na base, que deixa uma abertura, por onde é possível ver as engrenagens do dispositivo e o interior do console. O apoio de braço central é móvel e tem um compartimento acima do porta-objetos interno.

Os assentos tem couro sintético perfurado no centro. O banco do motorista tem regulagem de altura e lombar através de botões giratórios, enquanto a inclinação é feita por alavanca. O banco traseiro tem apoio de braço central com porta-copos e cinto de 3 pontos central, além de três apoios de cabeça e sistema Isofix para cadeirinhas infantis. Não há difusores de ar traseiros. O ar condicionado é potente o suficiente para suprir essa ausência. Falta fonte de 12V. Para os fumantes, há um cinzeiro pelo menos.

geely-ec7-avaliacao-NA-18-700x466 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

O teto dispõe de retrovisor interno normal, além de luzes de leitura dianteiras, luz central e um botão falso do teto solar elétrico, também ausente no modelo feito no Uruguai. Os para-sóis tem espelhos iluminados. Há suporte para ganchos de uma persiana traseira, igualmente não disponível por aqui. As alças de teto e o porta-óculos foram mantidos.

O espaço interno é um dos pontos altos do Geely EC7. Tanto para quem vai na frente quanto para quem está atrás, não há o que reclamar. Condutor e passageiro traseiro com 1,90 m de altura, podem se acomodar tranquilamente sem que o que vai atrás raspe os joelhos no encosto dianteiro. No entanto, a altura do teto na parte traseira faz um ocupante alto encostar no revestimento superior.

Já o porta-malas é igualmente generoso e oferece 680 litros, além de um bom arranjo de ferramentas junto ao estepe. A tampa possui uma alavanca para abertura interna em caso de sequestro ou criança presa. O espaço ainda possui iluminação e pode ser ampliado com o rebatimento do banco traseiro, que é bipartido.

geely-ec7-avaliacao-NA-50-700x1050 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

Por ruas e estradas…

O Geely EC7 surpreende em desempenho. O sedã médio chinês pesa 1.280 kg e seu motor G-Power 1.8 16V CVVT dá conta do recado. Ele apresenta boa disposição para os 130 cv a 6.100 rpm e 16,9 kgfm a 4.400 rpm. Apesar dos números, ele parece ter algo a mais, especialmente em baixa rotação. A transmissão manual de cinco marchas está bem escalonada, mas os engates são secos, embora precisos. As retomadas de velocidade foram feitas de forma tranquila e sem precisar forçar com muitas reduções. Girando a 2.700 rpm a 110 km/h, o G-Power se mostrou frugal.

O sedã chinês fez 10,1 km/litro na cidade e 15,5 km/litro na estrada. Um bom resultado para o modelo, mas que infelizmente só durará alguns meses, pois em junho a Geely deverá lançar a versão flex. Você já sabe que a partir daí, o EC7 perderá em consumo, embora ganhe em emissão de CO2.

Se esses são os lados bons do G-Power, ruim é o ruído elevado. Provavelmente não do motor em si, mas da falta de um bom revestimento acústico no cofre do propulsor, que faz o som invadir o habitáculo, causando desconforto. É algo que a Geely precisa rever rápido, assim como a leveza excessiva da direção hidráulica, que chega a ser imprecisa em alta velocidade.

geely-ec7-avaliacao-NA-15-700x466 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

Já em termos de conforto, o Geely EC7 pareceu ter sido preparado especialmente para o solo brasileiro, embora o fabricante asiático diga que não houve qualquer ajuste em relação à versão chinesa. O conjunto – com McPherson na dianteira e barra de torção com molas e amortecedores telescópicos (o mesmo de certo best seller nipônico) – absorve bem as irregularidades do solo, especialmente bloquetes e paralelepípedos.

Os pneus 215/55 R16 são maiores que o usual e garantem boa parte dessa sensação, embora com algum prejuízo para a estabilidade. Em curvas bem fechadas, o sedã mostrou-se firme, apesar de inclinação um pouco além do desejável. De forma geral, é um conjunto mais firme que o de outros chineses e que ainda proporciona conforto. Os freios atendem bem e a carroceria se mantém neutra em paradas mais fortes.

geely-ec7-avaliacao-NA-9-700x466 Geely EC7: bom desempenho, direção leve demais e ruído elevado

Por você…

Com exceção da direção leve demais e do péssimo isolamento acústico, o Geely EC7 serve razoavelmente bem à tarefa de oferecer um sedã médio com preço de compacto e com bom desempenho. Além de ser econômico, o modelo se mostrou bem comportado nas ruas brasileiras, mas o conjunto de equipamentos tem apenas o necessário para não fazer feio.

Espaçoso, o sedã tem bom porta-malas e preço interessante: R$ 49.900. Com isso, o cliente leva ar condicionado automático, bancos em couro, trio elétrico, direção hidráulica, rodas de liga leve aro 16, freios a disco nas quatro rodas, ABS com EBD, airbag duplo, faróis de neblina, CD/MP3/miniUSB/Aux, sensor de estacionamento, entre outros.

Ainda sem uma rede de concessionários (15) funcionando, o consumidor terá de esperar até abril para poder experimentar o Geely EC7 e verificar se ele tem ou não condições de ganhar um espaço em sua garagem. Ele terá três anos de garantia e espera-se uma boa oferta de peças de reposição. Concorrente de Cobalt e Siena, a tarefa de conquistar o consumidor não será fácil, porém, não é impossível.

Medidas e números…

Ficha Técnica do Geely EC7:

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 4 em linha
Cilindrada – 1798 cm³
Potência – 130 cv a 6.100 rpm (gasolina)
Torque – 16,9 kgfm a 4.400 rpm
Transmissão – Manual de cinco marchas

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – ND
Velocidade máxima – 185 km/h

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Barra de Torção.
Hidráulica

Freios
Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 16 com pneus 215/55 R16

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.635 mm
Largura – 1.789 mm
Altura – 1.470 mm
Entre-eixos – 2.650 mm
Peso em ordem de marcha – 1.280 kg
Tanque – 50 litros
Porta-malas – 680 litros

Galeria de fotos do Geely EC7:

3.0

  • Se fosse por 39.900 estaria um preço decente dado o seu cenário de chinês novato no Brasil.

    • Thiago_NCO

      Eu achei o preço bem interessante, melhor CxB que o tal SUV da Lifan.
      Mas pra mim a transmissão manual liquida as chances de sucesso do modelo.

    • Dragoniten

      Exagerou demais, hein? Ar digital, motor 1.8, MUITO espaço no porta-malas. Concordo que é complicado pagar 50 mil numa marca que a gente não tem nenhuma certeza que vai ficar no Brasil até ano que vem, mas 40 mil seria exagero. 45~46 mil já seria um preço muitíssimo interessante.

      • Exagero é New Fiesta e similares a quase 60 mil.

        • Dragoniten

          Concordo plenamente.

          • Robinho

            estes R$ 10.000,00 de diferença, quem tiver um carro desse usado daqui uns 2 anos ou nem isso, já perdeu o CxB, não que o Fiesta seja barato e que não tenha desvalorização, mas ter um Chines usado ainda é um problema..problema que vai custar no bolso do dono.

            • Rafael Schettino

              Se você não quer perder dinheiro, não compre um carro: invista no Tesouro Direto.

              • yuri calmon

                Ou compre um terreno!!!

              • Robinho

                vc entendeu o que eu escrevi? não disse que um desvaloriza e outro não, ambos desvaloriza, porém um Chines em termos de desvalorização, é muito pior que outro, o que não compensa o custo de aquisição, e para o seu governo como um Contador sei muito bem que carro nunca foi, não é, e nunca será investimento, exceto claro se vc comprar um raridade.

                • Rafael Schettino

                  Sim, eu entendi muito bem… só não concordo com o pensamento de comprar um carro apenas pensando no valor de revenda do mesmo. É um bem de consumo caro e que deve dar pelo menos satisfação ao seu dono. É por esse pensamento arcaico de só pensar no valor de revenda que os carros brasileiros evoluem a passos de tartaruga.

                  Além disso, pensando em desvalorização, a categoria de carros médios é o lugar errado. Quem não quer perder, não compra carro médio como esse Geely, e sim na categoria dos populares.

                  Com esse pensamento extremamente racional e somente focado nas economias, acredito que você está na profissão certa, parabéns! Se a pessoa precisa apenas se locomover, sem satisfação, apenas pela racionalidade, você (como bom contador que é) sabe que em muitos casos é melhor nem ter um carro… melhor mesmo é alugar um ou até mesmo andar de táxi.

                  PS: Não é preciso ser contador ou economista para saber que carro não é investimento.

                • Renato_Dantas

                  Robinho ele ficou na mesma: ele disse que um carro como o Corolla, Cruze, Civic ou Jetta vai desvalorizar menos que esse lixo chinês, entendeu.

              • Filipe Augustus

                Você pagar 50 mil e vender o carro por 37, 38 ainda vai, agora pagar 50 e vender por 25, é pra rir ;)

                • Junoba

                  Ele nem chegou nas revendas e já tem gente dando um de ´´ sabe tudo“. vocês não sabem se ele vai desvalorizar muito, ou estão comparando com as outras montadoras chinesas?

                  Vocês não podem achar que se uma montadora faz uma coisa a outra vai fazer tamebém.

                  • Robinho

                    As questão não é se chegou ou não chegou, Chines ainda hoje é sinônimo de carro ruim, pode ate ser que este Geely ou algum outro chines seja bom, mas tente explicar isto a um leigo…vai nas feiras livres e tente vender um chines, pergunte a quem tem um para revender ou pior ainda a quem tem uma moto chinesa, como um amigo meu teve a péssima experiencia com uma Dafra…pode ate ser que um dia isto seja revertido como aconteceu com os Coreanos, mas não neste momento…quanto a comprar um carro pensando em revender, eu penso assim, sim, mesmo sabendo que carro não é investimento, afinal é meu suado dinheiro que trabalho anos a fio para poder comprar um carro bom no Brasil, quero perder o menos possível.

                  • Filipe Augustus

                    Só se a pessoa for muito sem conhecimento sobre o setor automotivo, para não concordar com o que eu falei, a chance desse carro não ter uma super desvalorização no mercado brasileiro é de 0,01% considerando algum milagre, mas enfim, compre um e depois me diga por quanto vendeu ;)

                    Só uma observação, a pessoa não liga em perder dinheiro, se ela estiver comprando um sonho de consumo, como uma BMW, ou uma Mercedes, ou até um Audi, agora um carro chines é sonho de que? Só compra quem não gosta de carro e quer mais por menos =D

        • netovskifln

          New Fiesta custa nos EUA a mesma coisa que um Civic ou Corolla.

          Exagero é o preço do Corolla e similares.

          • Tosoobservando

            Exagero é seu comentario, custa bem menos.

            • netovskifln

              Fiesta Titanium hatch : 18.800 USD

              Corolla LE com 8 airbags: 16.800 USD

              Civic LX: 18.390 USD

              Oi?

              • Tosoobservando

                Mas vc pegou a versão top do Fiesta e comparou com versoes intermediarias dos outros dois.

                • netovskifln

                  Com 51 mil reais no Brasil você não leva nem a versão com calotas dos japoneses.

                  • Tosoobservando

                    Kra mas vc concorda comigo que o Fiesta la diferente daqui é carro de nicho, por isso justifica os equipamentos e o maior preço? Se vc pegar os medios que sao os que vendem mais tem como o proprio focus e jetta, sao bem mais baratos que golf por ex, ou outros hatches.

      • Edson Roberto

        Olha, considerando que eles poderiam ter trazido a variante completa, eu acho que foi um erro no nosso mercado. Esse carro na variante completa por até R$55000, eu acho que vale mais a pena do que considerar esse por R$50000. Valendo dizer que poderiam dar opção da variante mais completa de cambio automatico e manual.

        • Dragoniten

          Pois é. Grande parte das pessoas que ingressam na classe média alta tem vontade de ter um carro com porte grande e automático, mas no momento as opções são poucas e os pequenos com câmbio automático em geral é automatizado com resposta bem lentinha. Quebra um galho, mas não é a mesma coisa.

    • Junoba

      Eles já estão bonzinhos de oferecer ele com esse preço e equipamentos.

    • ALVIN_1982

      Por ser chinês eu não compro. Poderia vir a R$ 24.990,00 eu passo. Muito obrigado mesmo. Esse é meu conceito formado.

      • TKGaliza

        Preconceito formado. Afinal não conheceu o carro ainda.

        • Rafael Schettino

          Bom… com 24.990,00 você não compra nem um Classic. Talvez encontre um Uno Mille 13/14 que tenha sobrado no estoque… ah mas eles são melhores né, pois são marca "nacionais" (só que não!)

        • LeandroL641

          Chinês, de uma marca que vai começar aqui só esse ano, que todo mundo sabe que não vai vender nada, que ninguém conhece…
          Comprar isso aí vai ser uma aventura, 50 mil é muito dinheiro pra pagar em algo que vc não sabe nem se vai ter assistência até o próximo ano.
          Preconceito é falar mal sem conhecer, não querer investir em coisas desconhecidas é chamado de bom senso.

          • TKGaliza

            mas foi exatamente o que eu disse. Não conheceu o carro ainda para falar. De acordo com o seu comentario, isso seria preconceito. Sobre a Geely vender aqui ou não, se firmar no país etc etc… Eu também não sei, ninguem sabe. São especulações com base em outras marcas que pularam fora daqui.

            De qualquer forma, EU particularmente não compro carro em ano de lançamento nem de marca instalada aqui a anos, muito menos de uma marca que ainda nem se quer se instalou. Todo mundo sabe que o primeiro ano de lançamento de um veiculo aparece "n" problemas, que a montadora vai corrigindo nos anos posteriores.

            • anderson

              pois é amigo, acabei de comprar um, dois anos depois de seu lançamento, acredito que os problemas que deram já foram solucionados, o carro é excelente não tenho do que reclamar, quando a marca se firmar, o preço certamente vai subir. Veja o exemplo da JAC, vendeu bastante carro, e não vejo proprietário reclamando, o preço de revenda de fato é ruim, mas somente por conta do preconceito. O que podemos falar dos carros da Citroen, alta tecnologia, mas já tentou vender? …

          • anderson

            leandro acabei de comprar um e estou muito satisfeito. ah, não existe carro nacional, todas as marcas aqui são de fora, pelo menos a china fabrica carros e aqui o que fabricamos? o carro é excelente, confortável e comparado aos carros nacionais do mesmo preço, nossa não tem como comparar, o carro tem presença onde você vai, só pra você ter uma idéia o uno Sporting com câmbio automatizado, cheio de enfeites custa 48 mil, é um UNO por 48 mil. Seu comentário foi há 2 anos atrás, ou seja não fechou como outro comentou acima e esta vendendo sim. Devemos deixar de ter esse preconceito com um povo que trabalha e um país que cresce muito mais que nosso Brasil a cada dia. Será que um carro brasileiro é tão confiável se fosse vendido lá fora? pense nisso, é uma aposta sim, e tenho certeza que quem fez essa aposta não se arrependeu.

            • Marcelo Venssa

              Tenho um com 15 mil km e continuo achando o carro excelente! E o que falam na matéria sobre isolamento acústico, ou eles estavam enganados, ou a Geely resolveu totalmente o problema.

        • ALVIN_1982

          Então vai lá… boa sorte com sua nova aquisição…

          • TKGaliza

            Não disse que EU vou comprar, só disse que por foto fica dificil formar uma opinião, conhecer o carro pessoalmente é o minimo para fechar uma opinião valida sobre algo, não necessariamente um veiculo.

            • ALVIN_1982

              Só pela foto já não compraria, imagine ao vivo… acho que o primeiro desejo vem por uma imagem, seja ela real ou reproduzida. Pela foto quem não desejaria uma Ferrari, Lamborghini, Bugatti, Bentley etc… É disso que to falando, se nem pela foto conquista, quanto mais ao vivo…

              • anderson

                Gosto não se discute. Se você não gostou do carro, não quer dizer que ele é ruim ou feio. Eu gostei, comprei um e estou muito satisfeito. O carro chama atenção, inclusive de donos de corolla, que ja viraram o pescoço para olhar o carro…

      • Filipe Augustus

        Para mim o único ponto positivo desse carro é que a Geely é dona da Volvo, isso melhora um pouco a ideia sobre ela, frente aos outros chineses ;)

        • ALVIN_1982

          Ser dona não significa que manda… Sou dono de uma empresa, mas não mando nela, eu tenho quem mande… na Geely é a mesma coisa com a Volvo… ela é dona, mas tem quem mande sem a dona se meter pq a Geely paga pra isso. Ela só quer o lucro da Volvo. Só isso. Se não der lucro, a Geely vende a Volvo e pronto.

          • Filipe Augustus

            Não que manda, mas no sentido de que se ela consegue fabricar os Volvos com qualidade, algum aprendizado ou tecnologia ela pode tirar de proveito, para os carros dela ;)

            • anderson

              Isso mesmo filipe, a Geely, usa a tecnologia da Volvo, que já tem uma tradição. Quem esta trazendo a marca é o grupo Gandini que trouxe a Kia e hoje é sucesso de vendas. Não gosto dos carros nacionais, muito caro para o que oferece, empresários que so visam o lucro alto e mesmo em crise não baixam o preço. Compro os chineses quem sabe esses nacionais passam a custar menos…

    • yuri calmon

      Eu compraria antes de se tornar FLEX !!!

    • LeandroBalmant

      Mas só porque é novato tem que ser bem mais barato que os concorrentes? Então se é assim o Corolla deveria ter sido lançado por 50 mil e ir subindo até onde está hoje.

    • Magnão Cordeiro

      Pra consumidor preconceituoso tem aí no mercado Voyage 1.6 Highline completo por 53.200 reais , boa sorte!!!!!!!!A Geely não está obrigando ninguém a comprar seu produto , está apenas dando mais uma opção , compra quem quer . . . . . .

      • ALVIN_1982

        Prefiro o Voyage a 53.200 ao Geely por 49.990. Pelo menos o Voyage não é cópia de ninguém, tem estilo próprio e a confiança do mercado e da marca, coisa que esse Geely NUNCA terá no Brasil. Fato.

        • CarrosOrientais

          Hã! Só procura cópia nos Carros Chineses, como se nenhum Ocidental não lembrasse desenhos de outro carros, daqui a pouco vão falar que o volante,rodas,discos,penus, bancos e motor vão dizer que é tudo cópia, só PQ é "Chinês". Hipocrisia agente ser por aqui!

    • Filipe Augustus

      Só por ser chines e ainda por cima feio, genérico, e completamente sem personalidade, 39,900 estaria bom, porque aqui tudo é caro, mas se depender de mim, ele e qualquer outro chines vão ficar na concessionária mofando ;)

  • Bamlws

    O interior, mais precisamente o Cluster e o volante são de péssimo gosto. Por este valor, acho que ficaria com um J5 ou um Linea, se realmente precisasse de espaço, caso contrário New Fiesta. O único dono de chinês que conheço, possui um J3 Turim e gosta bastante do modelo. O que me deixa inseguro é o fato por exemplo, da garantia pertinente a suspensão durar apenas 6 meses,

    • Thiago_NCO

      A tal "rede de CSS enxutas" me dá arrepios.

      • Bamlws

        Hahaha, quero nem imaginar!

    • Rafael Schettino

      É porque 6 meses é o tempo que a suspensão dura nessa porcaria de asfalto do Brasil!

      • Bamlws

        Não duvido que em uso um pouco mais severo do que casa-trabalho-casa virá a dar problemas… O J5 eu acho bem bonito. O ruim é o motor1.5 com pouco torque em baixa, mas não ligaria de ter de cambiar caso o motor tenha bom rendimento em alta.

    • Rafael Schettino

      O Linea realmente é uma boa opção nessa faixa de preço. E destrói esse Geely no quesito ACABAMENTO.

  • Magnão Cordeiro

    Alguns pequenos acertos e adequações que são naturais para um lançamento e em breve será um bom carro para se ter . O grupo Gandini é idôneo e bem confiável , moro no interior de Sp e aqui eles tem uma ótima reputação . Uma pena terem que estragar o motor do carro transformando-o em Flex .

  • GUiGoBH

    Achei o visual exterior bem bonito, mas o painel eu não gostei. Confesso que estou meio perdido nos veiculos dessa faixa de preço, um Linea num é uma boa opção nessa faixa nao?

    • Honerb

      o acabamento do linea é porco…

  • Thiago_NCO

    Pelo porte e pela proposta, o câmbio manual matou o carro. (Não, não faço questão, mas o mercado faz)

    • João Cagnoni

      Matou mesmo, não dá pra entender o que eles esperam de vendas do manual.

  • portela_lucas_

    Questão de mercado, desejam câmbio automático, se fosse 49.900,00 automático, por pior que o câmbio fosse, seria bem aceito.

  • VZS

    Interessante. Preço razoável. Cinto de três ponto e encosto traseiro para todos. Bom consumo e motor. Espaço interno adequado. Interior parece utilizar materiais um pouco melhores que os concorrentes. Mas o cluster, rádio e volantes são de péssimo gosto! Um BT Streaming ali no áudio não cairia nada mal…fora que a rede de css "enxuta" dá medo, rs

  • Dragoniten

    Até esse chinêsinho simpático tem sensor de estacionamento, e a nova CLA não. :x

    • Rafael Schettino

      Mas isso é simples de colocar. Coloquei no meu Fiesta Sedan por R$ 200,00. Ficou excelente.

      • Edson Roberto

        Vai fazer isso numa CLA….

        O carro é tão chato com novos dispositivos eletricos que não será tão simples e ninguém te cobraria "só" R$200,00.

        • Rafael Schettino

          É. realmente.. não tinha pensado nisso..
          Numa CLA, pra instalar um sensor de ré, deve ser osso mesmo…

          • Edson Roberto

            Então… o problema é que todo mundo quer saber de cobrar a mais pelo porte do modelo e marca…

            Então, as vezes o custo de um item é barato ,mas no Brasil um jogo de freios que em teoria vários carros trablaham em comum, um por ser medio e o outro compacto, tem diferenças no preço.

            • Rafael Schettino

              Sim… tenho um Ford Fiesta. Na Ford, algumas peças são compartilhadas com o Ford Focus, mas o preço para o Focus chega a ser 3x mais caro. Muitos mecânicos particulares, nesse tipo de manutenção, a pedido do cliente, colocam as peças do Fiesta no Focus, e fica A MESMA COISA!

              • Dragoniten

                Exatamente! Disco de freio do Fiesta com ABS é o mesmo do Focus, Ecosport e tal: 258mm ventilado. Muita gente no ClubedonovoKa coloca esse disco pra aumentar o tempo até o fading na frenagem, rs.

      • Dragoniten

        Sim, concordo, é barato colocar por fora. Mas não é o fato de ser simples, é o fato do carro custar 150 mil, 3 vezes o valor deste carro da notícia, e não ter nem sensor de ré nem câmera de ré. E não estamos falando de um hatch que cabe em qualquer lugar, rs.

        E como o Edson falou abaixo, pra levar em algum lugar instalar, não cobrariam apenas 200 reais.

  • FelipeLange

    Não compraria.

    Achei esse motor fraquíssimo e com essa direção leve demais e ruído elevado, passo.

    • Dragoniten

      Não sabia que você já tinha feito o test-drive do carro. Onde você mora? Foi bem atendido na concessionária?

      • geancarlospb

        leitor de ficha técnica… Leu a fica técnica do Jac j3, e ja disse quero era fantástico. Depois disse que o tinham enganado.

        • FelipeLange

          Me baseei na avaliação oras.

          • Id_Moreira

            Não nessa, que elogiou o motor e o câmbio…

        • vinifalco

          esse ai nem ficha técnica leu não.. foi só o título da matéria mesmo…

          • FelipeLange

            Só gostei do motor do JAC, porque que é superior ao da concorrência em potência e torque, e tem variador de tempo de válvulas. O que tem de errado?

            • Dragoniten

              Tem de errado que esta avaliação ELOGIOU a performance do motor, que nem parece ter apenas 16,9kgfm de torque. Você criticou com base em que? Não tem nenhum número de performance ali, somente o elogio do avaliador.

              E de que adianta variador de tempo de válvulas se o motor é fraco pra categoria e preço do carro? O consumo desse 1.8 foi muito bom pra categoria a qual pertence e pelos 1300 kg da barca.

              Vá fazer um test-drive. Não se baseie pelos números da ficha técnica.

              • FelipeLange

                Estava falando de outra avaliação que vi, a do Best Cars. Eles criticaram o desempenho.

                Infelizmente, como sou "dimenor", tenho que confiar nas avaliações das mídias especializadas. Bem que eu queria fazer um test-drive.

                E cada mídia fala uma coisa, aí eu penso: "O jeito seria eu mesmo avaliar.".

                No quesito acabamento e montagem, aí eu posso avaliar e dar minha opinião, vai depender da permissão das concessionárias que eu visitar. Agora por exemplo: o Best Cars fala que o acabamento do Vectra usa maus plásticos e é cheio de rebarbas, a Quatro Rodas diz que é de boa qualidade. Já vi um caso de um sujeito que mal sentiu diferença de desempenho entre o Corsa 1.4 e o Prisma 1.0 quando trocou pelo novo sedã, aí já acho coisa de doido, ou de quem não presta atenção no desempenho.

    • vonask

      Este motor é o toyota 1.8 olha o corpo de borboleta, coletor, varetas, até a capa é igual procura no google a imagem de um VVTI 1.8
      A ficha tecnica tambem 136 17.1 (vvti 2008) e 130 16,9 Gpower.
      as chinesas adoram motor japones.
      A gelly usa nos carros dela, e fica facil para achar as peças do motor, quanto ao resto do carro, rese…

  • simoaac

    Engraçado. Eu não vi nenhum comentário na avaliação do novo Corolla sobre ele ter algo dos anos 80 como feita aqui.
    Parece até que nem entraram no carro.

    Este pelo menos não custa mais de 90k

    Vai entender……

    • Rafael Schettino

      Eu comentei, inclusive postei a foto do painel do monza 89… que é muito parecido com o painel do novo Corolla.

    • Edson Roberto

      Ou talvez vc não tenha lido, além do que o amigo disse na primeira resposta, outro item citado exaustivamente foi relacionado ao relogio digital que em nada deveria exsitir um carro moderno de 2014.

      • Rafael Schettino

        Meu Uno Fire 2002 tinha um relógio desses! kkkkkk

  • Heisenberg

    Queira ou não a Geely para revender esse carro com mais força precisará reduzir o preço que está muito alto. Nessa faixa, ele está brigando com modelos bem melhores em termos de pós-vendas e depreciação. O Nissan Versa apesar de ter um pós-vendas ruim ao meu ver, é mais racional já que é um veículo de marca já conhecida e por ter componentes japoneses ainda que seja produzido no México.

    Quanto ao restante, é um bom projeto, belo e bem equipado, mas esse interior é o típico do material "xing-ling" que transparece má qualidade. Até parece que estou vendo aqueles mini systems da Lennox ou Britania. Será que a Geely pediu ajuda da "Multilaser" para desenvolver esse painel?

    EC7 perderá em consumo, embora ganhe em emissão de CO2…

    O mais importante é o que está em negrito.

    • Dragoniten

      Concordo. Uma pena que vá virar Flex. Achei o consumo excelente pra um carro de 1300kg e uma performance razoável, conforme foi avaliado.

      Vamos torcer pro pessoal da Geely ser bom de verdade. Até o momento tivemos uma boa adaptação de um só motor. Vamos torcer pra este ser o segundo, rs.

  • mjlopes

    painel 1985;
    barulhento;
    chines;
    rede enchuta…
    39k já estava muito bem pago…acho o preço de verdade não poderia passar de 35k nesse carro.

    • Junoba

      Com esse preço eles nem teriam lucro.

      Mas você não pode achar que ele é ruim só por causa que ele é chines.

      • mjlopes

        não falei que é ruim !
        só NUNCA compraria ele a esse preço !
        não precisa analisar muito pra ver que o carro esta claramente defasado em termos de design ( o interior esta a quase 2 decadas e o exterior pelo menos 1 ! ) .
        ele não oferece NENHUM diferencial ( não tem esp, varios air-bags etc ) .
        Por que alguem deixaria de comprar um siena, cobalt, ou um sedan semi-novo ( com um rede de ccs maior ) com um design certamente mais atualizado ( e segurança talvez… ) pra comprar um carro chines , barulhento , com 15 lojas de revenda (!!!) , com um interior de monza 1984 ?
        não é especificamente por ser chines … é o conjunto da obra que não vale de jeito algum o que estão pedindo …
        só pra lembrar esse carro é vendido no CHILE por R$27k …

        • Rafael Schettino

          E, na sua opinião, o Voyage Seleção vale 50 mil?

          • mjlopes

            nem a pau juvenal !

            • FelipeLange

              E como você sabe que eles não teriam lucro?

  • Landrutt

    Se me dissessem que esse Geely é ano 1999 eu acreditaria piamente.

    • Guilherme_1

      Ia comentar isso, parece design da década passada.

    • Tosoobservando

      Cobalt.

  • E_Pretinho

    essa trazeira me faz lembrar o Nissan-versa

  • Anderson_sp

    Eu gostei do carro, parece ser bem construído e não uma gambiarra como outros chineses, se tivesse mais chão aqui como a JAC poderia ser até uma proposta interessante, já que o mesmo aparenta ser superior ao JAC J5.

    • Dragoniten

      Parece muito superior ao J5, tanto em performance quanto consumo. Apesar de uma carinha de anos 80~90 no interior, é agradável aos olhos.

  • gusgm

    O carro com alguns acertos, como a adoção de uma Central Multimídia para dar um UP nesse painel sem graça, pode ser um boa opção no mercado. É bonito, parece ser bem montado e ter mais qualidade que os atuais chineses vendidos no Brasil.

    Só acho que a Gelly poderia chamar bem mais atenção para o carro adicionando um câmbio automático (mantendo esse preço é claro)! Se possível, manter tb, todos os itens de segurança disponíveis na versão chinesa. Outra coisa, fa

    • FelipeLange

      fa…?

  • Gustavo Vargas

    bem bonito e parece bem confiável em alguns aspectos, mas não daria 50k nesse carro nunca

  • CristianoCPB

    Bla bla bla, ta caro…
    Brasileiro é assim mesmo, quer um Gol 1.0 com rebatimento elétrico, ar-condicionado digital, automático, start-stop, quer trabalhar e viajar com ele, sensor de estacionamento, banco de couro, na porcaria de um carro que não passa de um popular, enquanto em mercados maduros, o nossos idolatrados Focus, Civic e Corolla não passam de um carro de estudante sem mimo algum, onde o comercial é um maluco que fica cortando grama, se fantasiando de mascote para comprar um Jetta!
    Com 39k que a galera falou, você mal compra um Up! com ar e direção.
    Quem dita o mercado é o povo, enquanto o povo continuar com seus preconceitos e imbecilidades, as 3 grandes continuarão cagando nas nossas cabeças e o Governo irá continuar com seu Inov… quer dizer, protecionismo, dificultando mais a concorrência e os únicos prejudicados somos nós, meros consumidores.
    Voltando ao assunto do carro achei muito elegante por fora, por dentro é aquele negócio… de chinês, tem que melhorar para começar a ficar ruim, igual o Celer!

    • Rafael Schettino

      Concordo com você! Nós temos mesmo é que incentivar que as marcas venham…
      Por um Gol 1.0 sem tudo isso que você citou, as pessoas pagam R$ 43 mil reais (porque ele vem com adesivos da CBF)… e acham ruim um sedã médio custar R$ 49 mil… vai entender a cabeça do brasileiro!
      E falam ainda como se fossem alemães… mas o pior é: enquanto a China tem dezenas de marcas próprias, nem marca própria o Brasil tem!
      Ops, esqueci! O povo acha que VW , Fiat, Chevrolet e Ford são "nacionais"!

    • Heisenberg

      Sabe que tenho que realmente concordar com você! O povão já há muito tempo que se tornou escravo da ditadura da publicidade e "recomendação" dessas tranqueiras nacionais. E pensando bem, até que os chineses não ficam devendo qualidade a essas porcarias que possuímos.

    • LeandroL641

      Compra um então, vamos descobrir se o preconceito tem motivo ou não.
      Eu detesto o gol, mas se tivesse que escolher entre um chines novato e um gol pelo mesmo preço eu certamente compraria o Vw

      • CristianoCPB

        Leandro, é exatamente isso que eu estou falando…
        Eu só tive carro usado até hoje e sempre vou ter, estou no meu terceiro… e se um dia eu comprar 0Km será chinês, pode apostar, meu dinheiro não é capim, pode até acontecer de eu ficar 2 meses esperando peça, mas não vou ter contribuído para este cartel formado.
        Pode comprar seu Gol, só não vá reclamar depois com a Volks da orquestra de duende dentro do motor, mas fazer o que se você não tem coragem de mudar…
        O gol foi apenas a referência usada, eu incluo as 3 grandes(GM/VW/FIAT), a Ford até tenta, mas não compram porque a manutenção é "cara"… estranho que eu tive 2 Ford e nunca me deram surpresas.

  • João Cagnoni

    Carrinho interessante, mas na minha opinião faltou o câmbio automático e comandos multimídia no volante. Um pouco menos necessário seria um design melhor pra esse painel, nada que me faria desistir do carro, mas que melhoraria bastante o conjunto. Parabéns pelos pneus 215 e freio à disco nas 4 rodas. Mas estão certos os 680L do porta-malas ou é algum erro de digitação? Meu carro tem 580L e parece um blackhole, se cair alguma coisa lá dentro nunca mais dá pra pegar.

  • Focusman

    Simpatizei com esse carro viu! Se tirassem mais 5 mil reais seria uma opção razoável.

  • Rafael Schettino

    Acredito que brigará diretamente com o JAC J5, embora este último já esteja mais evoluído e preparado para o Brasil pela experiência que a JAC já tem aqui.
    Talvez isso seja bom para "forçar" a JAC a colocar um motor melhor no J5. Aí sim, a disputa ficará interessante!
    A Geely ainda é caloura no Brasil, mas acredito que se vier com boas propostas, poderá dividir – com a JAC, a Chery e a Lifan – a fatia do mercado que não possui preconceitos.

  • TKGaliza

    Bom, sobre qualidades e defeitos do carro em test não tenho como dizer pois eu não dirigi o carro, mas no mais no quesito aparencia me parece ser um carro la por volta de 2006, precisaria evoluir externamente

    • Rafael Schettino

      2006? Aí forçou… talvez 2009… frente do Azera 2009.

  • IGLemosAR145

    Me parece um bom carro, tem uma proposta muito boa, equipamentos condizentes com o valor (estou pensando a nivel Brasil) e esteticamente não é um primor, mas chega a ser bonito, é um carro que já provou ser seguro na Europa tirando 4 estrelas, só falta uma rede confiável de concessionárias. Daqui a 1 ano, pode virar minha opção para trocar meu carro.

    Legal é ver o pessoal só reclamando do preço e da beleza, só que não vejo carros melhores e mais equipados nessa faixa de preço, quem sabe um Cobalt, Versa, City MT, então né? Nada muito diferente. Não tem muito do que reclamar, porque com 39k (como muitos sugerem) você não compra nem um onix completo 1.4, muito menos o primoroso e endeusado HB20 1.6 básico, desculpem mas aqui todos reclamam não sei porque, nem temos mercado nacional e gosto apurado para reclamar, enquanto a escolha da maioria dos Brasileiros for um carro bonito ao invés de um carro melhor equipado, os carros pelados e caros vão continuar reinando.

    • Rafael Schettino

      É isso aí! Estou com você nessa opinião!
      É o que eu falo… pessoal reclama de um carro médio chinês por 49 mil, mas paga 43 num Gol Seleção 1.0… e se acha o rei do camarote por causa dos adesivos da CBF no carro…
      E ainda falam mal das chinesas como se o Brasil tivesse muitas marcas REALMENTE NACIONAIS… mas não, não tem nenhuma marca de carros de passeio REALMENTE BRASILEIRA, embora o povo ache que as 4 grandes são "nacionais" kkkkkk

      • IGLemosAR145

        Realmente, é um preconceito sem fundamento, principalmente porque não possuímos uma empresa automotiva que compete diretamente com as 4 grandes (GM, Ford, Fiat e VW) ou mesmo as outras que nos fornecem carros de passeio. As pessoas estão cheias de produtos chineses em casa, mas um carro: "a não, o carro é horrível, nunca andou, nunca sequer entrou em um, mas ele é horrível". Puro e simples preconceito.

      • LeandroL641

        Não é preciso ter uma indústria nacional pra saber que os chineses ainda não aprenderam a fazer carros direito, e isso não é preconceito, eles simplesmente não tiveram tempo pra isso ainda.
        Realmente nosso país não tem nenhuma marca de carros de passeio, mas tem de utilitários, ônibus, caminhões e aviões, e isso não quer dizer nada, eu não sei dizer qual avião é o melhor só porque meu país produz eles.

        • IGLemosAR145

          Com qual base você esta comparando que eles não aprenderam a fazer carros? Porque até onde eu sei a hyundai não é tudo isso mas as pessoas endeusam ela só porque os carros são bonitos, as marcas francesas são ótimas na Europa, mas aqui ainda não acertaram o pé por preconceito dos brasileiros. Também a minha comparação é por causa do mercado nacional, enquanto o Brasil tiver o Gol no topo dos mais vendidos, o mercado nacional é um lixo como um todo, não existe CxB bom.

  • johnnyburanelo

    eu acho ele muito bonito
    só este negócio do isolamento acustico q ta todo mundo reclamando q me deixa com a pulga atrás da orelha

    • Marcelo Venssa

      Sei que faz 2 anos do seu comentário mas comprei um Ec7 e rodei bastante, não hea problema algum com o isolamento acústico, a Geely resolveu 100%

  • daviddiniz

    Volante de focus Mk2 e esse painel de instrumento é muito ruim de ler. E quem comprar essa versão agora vai ter um gorila depois para revender por causa da versão frex.

  • LeandroL641

    Eu compraria um Cobalt.
    50 mil em um carro que vai ser o primeiro de uma marca que vai chegar agora no país, e que vem de um lugar que não é muito conhecido por fazer máquinas confiáveis, pra mim é muito caro.
    Pelo que ele é, está muito próximo dos médios, deveria custar o mesmo que um compacto "compacto" para alguém se dispor a arriscar em trocar um classic por ele.

  • Renato_Dantas

    Mais um lixo chinês.

    • IGLemosAR145

      Parabéns, porque você mora na Europa e tem 2 BMW na garagem.

      • Renato_Dantas

        Mesmo se eu tivesse Mercedes S600, não tiraria o mérito de "carro" chinês de ser um lixo.

  • CharlesAle

    Apesar da diferença de 10 mil reais(que pode ter desconto)Eu iria de fiesta,pois o mesmo é completo,seguro,com seus 7 air bags,automático,acabamento superior,desempenho melhor e é flex,só perco no espaço interno e pota malas,mas mesmo assim iria de NF!!

    • FelipeLange

      O chinês ganha no quesito motor dos sedãs pequenos com bom espaço interno.

  • Marcelo_1986

    Eu só não compro carro chinês pelos seguintes motivos: reposição de peças, rede de concessionárias, pós-venda e revenda. Creio que quando as montadoras chinesas começarem a montar seus carros no país, eles melhorarão estes aspectos principais que elas pecam.

    Agora falando do carro, bem, me pareceu honesto, mas em minha modesta opinião deveria custar no mínimo R$ 44.990 ou semelhante, pois os chineses deveriam usar a estratégia de oferecer mais por menos. Enfim, arriscaria, pois o carro teve um consumo e desempenho até que razoável, e um aspecto de ser bem montado, pois não vi nenhuma rebarba no painel por exemplo.

  • alexhmoraes

    Até que o Rádio do FOCUS caiu bem no painel do Geely

  • vynycyus

    É seguro, "bonito", completo, bom espaço interno, interior bem acabado, porta malas grandeeeeee, 1.8 com ótimo consumo e bom preço. Vcs querem mais o que…?

    Pega colbat 1.8 ou grand siena completo pra ver quanto fica …!

  • Putz…

  • SLABTOMAS

    Eles fazem e vendem, nós apenas criticamos.

  • Tosca16

    Olhando que qualquer GM , Hyundai, Ford, Renault e demais aqui chegam perto dos 50 mil só posso dizer é um baita carro, pelo que oferece especialmente em desempenho ; vejamos bem as versões top de carros medíocres como Grand Siena, Voyage , Gol e tantos outros que se não passam dos 50 mil chegam quase à isso, será que o chinês tá caro ? Não acho, acho é que aqui no nosso mercado está no preço normal só que de categorias inferiores à este, só de ser de uma categoria acima tá um preço bom .

  • Eddu13

    Se fosse para comprar um Sedã, eu preferia trezentas mil vezes um Vectra, 2.0 ou Astra, semi-novos.

  • tatu_peba

    Por enquanto eu iria de Nissan Versa.

  • Jorge_Armado

    Com esse design anos 90, vai concorrer com quem? Vectra?

  • Batalha8

    Nossa, o carro nem chegou e o preconceito já chega lá no pico.
    Achômetro disso, daquilo…

    Mas infelizmente é assim mesmo, brasileiro (de modo geral) sempre deu mais importância para o visual bonito e central multimídia, tendo os 2 já era, é sucesso de venda, né Hb20.

    Quando não é assim, é aquele menos pior, mais informado, e é "fissurado" em segurança; o carro tem que ter todas as letras do alfabeto, se faltar 1 ou 2 já era, o carro não presta/ não vale a pena comprar. Tem que ter ESP, ABS com EBD, ESC. FERJ. E pelo menos 4 estrelas no teste de segurança.

    Conselho; espera o carro chegar no mercado, dá 6/ 7 meses, faz um test drive (de cabeça aberta), e aí sim comenta sobre Y/ Z.
    Deixa de lado o "copiar e colar"/ a opinião do amigo/ vizinho/ cunhado, e tenha uma opinião própria.

  • mjlopes

    vectra 10×0 nesse ai …
    o vectra é muito mais ATUAL !!!!

  • Brasileiro paga 40 mil num Uno 1.0 e depois quer um carro desses pelo mesmo preço… eita povinho otário!

  • InChile2013

    Ola Boa Tarde Galera!
    Lendo essa matéria,não poderia deixar de comentar sobre o assunto. Estou aqui no (CHILE-SANTIAGO) desde fevereiro de 2013 e chegando aqui,precisavamos de um carro para o deslocamento casa-trabalho…trabalho-casa e depois de irmos em muitas concessionarias, decidimos por comprar este mesmo modelo aqui no chile porem aqui ele é o EMGRAND EC7 que tem em duas versao GL eo GT,no meu caso optei pelo modelo GT que é completo e muda alguns itens como por ex: banco elétrico,teto solar,banco de couro,6 air bags,sistema monitoramento de pressao dos pnesu TPMS basicamente é isso oq muda de um modelo para o outro. Porém o ponto que mais interessante que nos fez decidir por esse modelo foi o teste de seugridade na europa onde obteve 4 estrelas http://www.euroncap.com/results/geely_emgrand/ec7

  • InChile2013

    e no outro teste que é a c-ncap obteve 5 estrelas http://www.geely.com.sa/ec7-safety-performance.ht… mas alem de todos esses itens de segurança a garantia de 5anos ou 150.000km e principalmente o custo benificio desse carro para nos que aqui saiu zerado da agencia com tudo incluso,imposto,licenciamento,seguro obrigatorio e atc por aproximadamente $ 15.000 MIL DOLARES Vale lembrar tambem que a Gelly é a dona da VOLVO tambem,fui ate o brasil em dezembro passado e posso falar que é um otimo carro,estou super satisfeito com essa marca apesar de ser chinesa,que estou ate pensando em trocar pelo modelo SUV que ja lançou por aqui que é o EX7, caso queira dar uma olhada nos preços só conferir no site geely.cl

  • jonasperola

    Entre esse esquisito e o cobalt ficaria com o monstrengo cobalt.

  • H_Joe

    Honda e Toyota só conseguiram mudar a imagem que tinham (quase que semelhante aos chineses no começo), investindo na qualidade e durabilidade de seus carros! Fizeram carros realmente bons e fortes!

    Nenhuma chinesa vai mudar sua imagem se continuar construindo essas porcarias!

  • CaliAraujo

    Luxo por fora, lixo por dentro. Acho que isso resume. O exterior é lindo!

  • Rocker Roller

    Parem de reclamar, qualquer novo competidor que entrar no mercado é vantagem pro consumidor!!!! Além disso só vejo comentários dizendo “é feio”, “não é automático”, “acho que isso”, “acho que aquilo”… ORAAAAAAAAA!!
    Antes de sair falando borracha, entenda! Ninguém conhece a mecânica desses carros pra falar alguma coisa, pode ser horrível, pode ser tão bom quanto carro europeu! Hoje a tecnologia migrou para facilitar o projeto dos carros, ajudou a reduzir o preço de materiais e utilização de mecânica fina, todos os projetos existentes se tornaram de conhecimento público, todas as montadoras acabam conseguindo um bom projeto e bons engenheiros, o que possibilita bons carros.
    Outra coisa, reclamam e choram sobre ‘carro chinês’, mais vem andando de carroça desde SEMPRE! E pior, carroças bemmmm caras… Entendam que quanto mais o mercado se abrir, e mais concorrência for criada, maiores são as chances desse cartel de montadoras brasileiras acabar! Aliás, acho ótimo que venha uma marca chinesa, pois tais marcas conseguem os menores preços do mundo, se a moda pegar vai ser uma tijolada na cabeça de VW, Chevrolet, Ford e Fiat, que dominam o mercado com preços supervalorizados. Toda vez que eu vejo uma marca oriental vindo pro Brasil, eu fico feliz da vida!!!
    O único erro da Geely, do meu ponto de vista, foi ter dado as caras no país com um só carro, este na classe dos sedãs médios, pois deveria ter trazido este e mais um popular com um preço entre R$15.000 – R$22.000, daí sim teriam chance de causar uma enorme comoção no mercado, e tirar o sossego dessas montadoras mercenárias que nos exploram aqui…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend