GM confirma Chevrolet Equinox elétrico e com baterias Ultium

GM confirma Chevrolet Equinox elétrico e com baterias Ultium

Não faz muito tempo que um desenho de patente indicava a preparação para um Chevrolet Equinox elétrico. Agora, parece que a coisa realmente sairá da patente e se tornará realidade. O presidente da General Motors Mark Reuss se reuniu com investidores e na conversa, citou um SUV médio.


Reuss descreveu o produto como Chevrolet Equinox EV e comentou que terá baterias de lítio Ultium, desenvolvidas pela GM. Sem dar uma data, o executivo da montadora americana enfatizou a proposta da empresa de lançar 30 modelos elétricos até 2025, sendo 20 deles, na América do Norte.

GM confirma Chevrolet Equinox elétrico e com baterias Ultium

Mark Reuss também indicou que o produto terá preço em torno de US$ 30.000, aparentemente sem incentivos fiscais, que hoje reduziriam o preço desse Equinox EV para US$ 22.500. Embora se fale muito na Ultium como uma plataforma elétrica, não se deve entender como sendo a base do carro.

O projeto inclui apenas bateria e motor, além de toda a estrutura necessária para sustentá-los e operá-los. Como se sabe, a GM busca reduzir o número de plataformas para apenas quatro e a Ultium será utilizada nessas bases.

GM confirma Chevrolet Equinox elétrico e com baterias Ultium

Com células de energia de 50 kWh a 200 kWh, a Ultium será usada sob o assoalho do Equinox EV, cujo cofre do motor abrigará um propulsor, assim como uma versão AWD terá um segundo motor no eixo traseiro. Por seu porte e proposta, o SUV deve ter células entre 60 kWh e 80 kWh, suficientes alcances entre 350 km e 500 km.

A potência com motor elétrico poderia ser de 203 cavalos com torque de 37 kgfm, usando assim o propulsor hoje utilizado pelo Chevrolet Bolt. Um AWD adicionaria motor que não passasse de 100 cavalos, por exemplo, chegando assim a 300 cavalos ou algo mais.

GM confirma Chevrolet Equinox elétrico e com baterias Ultium

Na China, onde notadamente o Equinox EV será feito também, a bateria de 50 kWh pode caber com autonomia de 300 km, lembrando que lá existe uma classe de elétricos de alcance menor. Com carregador do Tipo 2, o novo Chevrolet elétrico pode ser vendido no Brasil sem problemas. Produção? Possivelmente o México, pois, o Canadá deixará de fazer o modelo.

[Fonte: GM Authority]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.