_Destaque Chevrolet Finanças GM Mercado Montadoras/Fábricas

GM: Novo investimento de R$ 4,5 bilhões para operação brasileira

chevrolet-onix-fabrica-gravatai-4612 GM: Novo investimento de R$ 4,5 bilhões para operação brasileira

A General Motors anunciou um novo investimento para suas operações no Brasil. A empresa que agora atua como uma só no país e também na Argentina, investirá R$ 4,5 bilhões em três plantas de produção, sendo duas delas de automóveis. Gravataí-RS, São Caetano do Sul-SP e Joinville-SC – esta última produzindo motores – receberão o aporte.



O valor faz parte do investimento total da GM Mercosul no Brasil até 2020, somando R$ 13 bilhões. Essa aplicação começou em 2014 e significará no período o equivalente a R$ 2,16 bilhões ao ano. Desses R$ 4,5 bilhões, R$ 1,4 bilhão já haviam sido anunciados para a planta gaúcha, que fará novos produtos nos próximos anos e terá sua capacidade ampliada para 500.000 carros/ano.

gm-fabrica-joinville-2 GM: Novo investimento de R$ 4,5 bilhões para operação brasileira

A GM não revela seus planos, limitando-se a mencionar que o investimento é referente ao “desenvolvimento de novos produtos, tecnologias e conceitos inovadores de manufatura”. A empresa ressalta também que promoverá com isso geração de empregos e atração de novos fornecedores, especialmente chineses no caso de Gravataí, segundo comentado pelo sindicato local.

Falando na unidade do sul, comenta-se que fará os sucessores de Onix e Prisma, dois dos carros mais vendidos do mercado nacional. Além deles, um novo SUV compacto tomará o lugar do Tracker e outros modelos, podendo chegar a oito, serão desenvolvidos sobre a nova plataforma que será fabricada no local.

gm-scs-85-1 GM: Novo investimento de R$ 4,5 bilhões para operação brasileira

Joinville, no estado vizinho, receberá R$ 1,9 bilhão de investimento na produção de motores e cabeçotes. Espera-se que de lá saíam novos motores – provavelmente de três cilindros – que deverão ser mais potentes e eficientes que os atuais utilizados pela GM no país. A busca por melhor performance e economia será importante para a Chevrolet continuar a ser a marca mais vendida no mercado sob o novo regime do Rota 2030, que focará bem mais na eficiência energética, segundo se comenta.

Por fim, a histórica fábrica de São Caetano do Sul no ABC Paulista terá mais R$ 1,2 bilhão. A unidade já passou por modernizações recentes e deve se aprimorar ainda mais para produzir com mais eficiência e menor custo. Ainda não se sabe o que sairá da planta-sede, mas podemos imaginar que pelo menos dois produtos – hoje feitos em outra localidade paulista – poderão migrar para lá.

Faltou alguma? Sim. São José dos Campos, no Vale do Paraíba. A unidade produz a picape S10 e o SUV Trailblazer, mas tem custo alto para as operações da GM no país. Já tentou-se dois projetos globais de carros de baixo custo para recuperar a importância da fábrica, mas nenhum deles vingou e, após o esvaziamento decorrente do fim da produção de automóveis de passeio, a unidade está cada vez mais ameaçada.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend