Brasil Chevrolet Mercado Montadoras/Fábricas SUVs

GM: Novo SUV compacto vai substituir Tracker no Brasil em 2018

chevrolet-tracker-2015-1-700x460 GM: Novo SUV compacto vai substituir Tracker no Brasil em 2018

A General Motors confirmou em Detroit que haverá um substituto para o Chevrolet Tracker, crossover compacto atualmente trazido do México. A montadora americana não mensurou o potencial do modelo ao deixá-lo apenas como um produto importado.



Limitado pelas cotas de importação, o Chevrolet Tracker não pôde ir muito longe e ficou bem distante dos rivais nacionais. Com o grande crescimento do segmento de utilitários esportivos no Brasil, a GM decidiu apostar em um novo modelo para substitui-lo, pois agora é tarde demais para iniciar a produção do atual SUV compacto por aqui.

Assim, por volta de 2018, a GM promete um novo crossover compacto baseado na plataforma usada pelos atuais Onix, Prisma, Cobalt e Spin. A empresa não deu detalhe do futuro utilitário esportivo da Chevrolet, que pode ser desenvolvido totalmente aqui.

chevrolet-adra-1-700x465 GM: Novo SUV compacto vai substituir Tracker no Brasil em 2018

Outros projetos pelo mundo

Atualmente, a marca americana investe apenas em um modelo menor (abaixo de 4 metros) e específico para o mercado indiano e batizado de Chevrolet Adra. Além dele, com a gravata dourada, a GM terá um Novo Chevrolet Niva na Rússia e a Baojun, marca que pertence à SAIC-GM-Wuling, tem no projeto GP60 seu SUV compacto para o mercado chinês.

chevrolet-niva-concept-1-700x451 GM: Novo SUV compacto vai substituir Tracker no Brasil em 2018

Assim como o Baojun 630, que originou o Novo Chevrolet Optra, é possível que este utilitário esportivo chinês seja vendido em outros mercados do mundo, especialmente África, América Latina, Sudeste Asiático e Índia. Por enquanto, o Tracker continua a ser vendido e apenas na versão LTZ, que no momento custa altos R$ 85.890.

baojun-gp60-1-700x466 GM: Novo SUV compacto vai substituir Tracker no Brasil em 2018

  • Antonio De Julio

    GM já foi minha paixão, agora é só desilusão…

    • Ric53

      I feel the same bro

    • jamilton costa

      Saudades da GM na época da Opel, onde saíram carros como Opala, Omega, Monza, Vectra, Kadett, Astra, Chevette, Corsa e Zafira.

      • André

        tira o meriva dai por favor, ta atrapalhando os outros carros….

        • jamilton costa

          Editado. BLZ. Boa noite sr André!

    • Rodrigo

      Concordo. Já foi minha também.

  • DINEIROO

    Lá vem bomba (leia-se B…) por aí!

    • vicegag

      No Brasil, mudança é só para pior (para a população em geral), desde o começo do ano quase não vejo noticias boas, para maioria da população parece que o poço é cada vez mais fundo.
      Até um carro meia boca e depenado como este parece que é muito para o brasileiro, merecemos algo mais básico/pobre e com provavelmente um preço superior.

  • Halisson Cardoso

    o cara compra uma porcaria dessas por 100 mil , e depois sai de linha, é bronca…

    • Leandro1978

      O carro vai chegar somente em 2018. Até lá o Tracker continua em linha.

      • Edson Fernandes

        É que as coisas são assim né….

        Logo mais em novas historias do NA: “Não compraria esse carro porque está saindo de linha”. “Esse carro já está fazendo hora no mercado, já deveria ter sido extinto”. E vc sabe bem disso…rs

    • Dafomg

      E pode esperar. Vai custar 200mil em 2018 e vai vir com motor Monzatech com cabeçote 16v.

      • Halisson Cardoso

        O céu é o limite…

        • LoganVB

          O inferno, você quer dizer?!

    • ObservadorCWB

      Bem por aí. Desde o lançamento venho dizendo que este carro é o pior custo benefício da GM. Amigo meu deixou de comprar esta bomba e levou uma Vera Cruz 2012 para casa (garantia até 2017- também fora de linha mas 4×4, motorzão, Air Bags a mais, som melhor, teto, xenon, madeira, autonivelante, espaçosa, rápida, porta malas elétrico, EBD, ESP etc etc). Hoje me ligou falando da notícia do Tracker. Está felicíssimo (com excessão do consumo) pela troca. O mercado neste segmento em específico está LOUCO.

    • Flavioblom

      Eles lançam um carro todo novo e mantém o nome… a galera vai entender como nova geração.

  • Diego

    2018 ?? As coisas evoluem mais rápido nos dias de hoje.

  • Vitor Almeida

    Mais uma aberração vindo ae, e tenho certeza que vai vir mais pelada e muito mais cara que a atual!

    • Fabio Marquez

      E três estrelas, para a alegria do dummie do Latin NCap…. Quer dizer, até lá os padrões dos testes devem ter mudado, então serão duas estrelas.

  • Pedro Paulo ()

    Trágico.

  • Chega_de_Ignorância

    Já vi tudo: motor 1.8 8v

    • Fabio Marquez

      Três catalizadores e 100cv…kkkkk

      • LoganVB

        E o engraçado que as vezes você vai ver alguns carro na Chevrolet, o Onix por exemplo, a vendedora fala: … “com incrível motor que utiliza as mesmas bobinas do Camaro. ” Dai o boy já sai acelerando o 1.4 com a mentalidade de que está com uma fera embaixo do capô.

        • Acleciano

          e assim o brasil vai “evoluindo”.

  • Leandro1978

    O modelo não foi mostrado ainda, não foram divulgadas as suas características e já tem gente “sabendo” como será… Deveriam entrar para a equipe do Professor X, porque é um “superpoder” impressionante…rs…

    • Gustavo73

      Entendo seu ponto de vista. Mas trocar um Crossover do Sonic por um do Onix não é a princípio boa notícia. Apesar das cotas em teoria cairem em 2017.

      • Edson Fernandes

        Entretanto, a plataforma do Sonic que deu inicio a plataforma dos citados. Seria uma superioridade que poderia receber a qualquer momento mais itens.

        • João Martini

          Aconteceria igual aconteceu com o Fox, e esse nunca chegou aos pés do Polo. Por mais que tentem requintar um projeto mais simples, não fica igual ao original..

        • Gustavo73

          É a mesma plataforma. Mas ao contrário do Fox citado pelo João. Pelo menos agora o Onix não tem as mesmas características construtivas do Sonic. E muito menos os motores. Para desenvolver doos carros da mesma categoria um vai ser inferior ao outro.

    • Lyn

      Não precisa sermãe dinah para saber que será inferior ao tracker que ja nao é grande coisa mas é vendido a preço de ouro aqui.

    • MarcioMaster

      Verdade….. um bocado de viúva aqui e entendido…kkk

    • LoganVB

      Você não sabe ser óbvio?

      • Leandro1978

        Não sei ser idiota, como alguns!

        • LoganVB

          Acabou de ser!

          • Leandro1978

            Tá querendo arrumar confusão à toa, né?

  • FFSB

    Deveria ser LEI: todo veículo lançado deveria permanecer, no mínimo, 8 anos no mercado. É um baita desrespeito ao consumidor. GM: nunca.

    • Ramom Alencar

      vide sonic, tadinho com trem motor moderno foi morto pelo onix de motor 8v de ferro.

    • Gustavo73

      Lei para dizer o que um empresa produz. Acho melhor não…

    • Daniel

      Quer dizer então que permanecer com um veiculo por 30 anos ou 50 anos é sinonimo de respeito?
      Não vejo problema nenhum em um veiculo sair de linha em 4-5 anos. Afinal, essa deveria ser a idade média de cada geração, com a nova sendo totalmente nova e melhor que a anterior…
      Quando a GM tinha veiculo com 10 anos em linha (linha Corsa C/Meriva) todos chamavam de dinossauros, etc… agora que tá trocando com 5 anos é desrespeito?

      • Junoba

        O problema, é que a chevrolet tirou o Sonic de linha muito rápido. Nem sequer deu algum aviso. Ele é um carro moderno, e não merecia ser descartado.

        • Daniel

          Na verdade, a Chevrolet parou de vender o Sonic no Brasil por conta do limite das cotas, o carro continua em linha no Mexico. Creio que a GM gostaria de continuar importando o carro (mesmo vendendo pouco), mas, prefere usar a cota para vender captiva e Tracker (que tem lucro maior por unidade).

      • FFSB

        Não, sô. Falei do ciclo de vida de um mesmo produto, desconsiderando as mudanças geracionais e reestilizações de meia vida. Exemplo:

        – 2018: Novo GM XYZ é lançado
        – 2021: facelift de meia vida
        – 2024: Nova Geração do GM XYZ
        – 2026: deadline legal para a GM tirar o veículo de linha expirou (já completou o ciclo de 8 anos).

        No que tange à idade média de 4-5 anos para cada geração, concordo não. Um Ciclo de Vida tão curto para um produto durável como um carro acarreta uma série de problemas em médio e longo prazo, e não apenas ambientais e sociais, mas também econômicos e financeiros (para a empresa inclusive). Sei lá onde vamos parar com estes ciclos cada vez mais curtos. Haja capital especulativo e crédito baixo para bancar tantos investimentos das fabricantes e montadoras.

        • Daniel

          Na europa, temos essa media de 5 anos com um facelift no meio, com o mundo globalizado e plataformas compartilhadas cada vez mais, o custo de desenvolvimento caiu um monte! dá sim para termos novas gerações a cada 5 anos. até pq, na pratica, elas não são tão “totalmente novas” assim, alem de aproveitar recursos dos carros de nivel acima de geração anterior.

          • Adolfo Frota

            O problema mesmo é o preço muito alto do carro para o salário de miséria aqui. Carro usado nos EUA não vale nada por causa do poder de compra dos americanos (acho que na Europa desenvolvida deve ser igual), algo bem diferente da nossa situação.

            • Daniel

              O problema do preço é o seguinte:
              Brasileiro se acha ixxxperto, então ele compra um gol 4 portas prata com ar (pq é bom de revenda!) por 40mil e usa por 2 anos sem fazer as preventivas (virou uma bomba!)… dai na hora de vender quer 38mil no carro (isso se não quiser 45, afinal ele pagou IPVA e gastou um monte com combustivel – sim, já vi algo parecido em anuncio do ml)…
              Qdo ofereciam 30mil no carro dele ele achava um absurdo… então resolveram o problema! Pagam 38mil no gol surrado, mas vendem o novo (mesma configuração) por 50mil! E todo mundo sai contente com a historia.
              Nos Eua e Europa o cara paga 15mil dolares num corolla, depois de 5 anos ele vende o corolla por 2mil dolares e compra um novo por 15mil…

        • Edson Fernandes

          Penso eu, que de um lado vc está certo: Se o produto começar a ter mudanças mais cedo, menos peças de reposição futura.

          Entretanto, acredito que o maior problema no Brasil seja em realidade ter produtos modernos. Porque cito isso? Porque se vc reparar, verá que uma linha de motores de qualquer fabricante, poderia ter mais tempo de vida se ele seguisse outros mercados. Isso só citando um componente. Há outros em que é possível apenas ajuste sendo a mesma peça para outro carro.

          Penso que se as mudanças pudessem ser nesse aspecto sem perder a modernidade como em outros mercados, essa média de 5 anos não seria ruim para ninguém.

        • pedro rt

          dou como exemplo a montana, foi lançada em 2003 e reestilizada em 2007, em 2010 chegou a 2° geracao e nesse ano chegara a 3° geracao mas ninguem sabe ainda se vira com a mesma cara do onix ou se ja vira reestilizada ja q a previsao de reestilizacao do onix/prisma e ano q vem

        • DougSampaNA

          com PT no poder não haverá 2026…e não to rindo..

    • Zergling

      O Governo interferir em como uma empresa lança e mantém um produto ! Genial !

      • Junoba

        Isso não seria muito eficiente. Até porque, o governo já interfere demais onde não devia.

        • FFSB

          Entendo bem este ponto, e também não gosto do intervencionismo do governo não. De outro lado, quando há pouca regulação, combinada com uma sociedade imatura (pra não dizer descontrolada), uma série de outros probleminhas (que juntos formam um problemão) acabam ocorrendo.

          Por mim, prefiro mesmo o boicote às marcas que não respeitam o consumidor. Mas sei que a maioria, infelizmente, continua a comprar destas empresas.

      • FFSB

        Num é? :-)

    • zeuslinux

      Queria que fosse como Gol, Uno e palio, as mesmas tranqueiras por mais de 20 anos ?! A cada ano mudam os pára-choques, lanternas e adesivos.

      Não tem gente que critica a Captiva da GM porque está com o mesmo visual há uns 5 anos ?

      Eu não compraria o Tracker por causa do preço alto e por não ter controle de estabilidade, mas não pelo fato de que pode deixar de ser importado.

      Brasileiro gosta de reclamar dos carros nacionais mas grande parte fica com medo de comprar carros importados porque têm medo do custo de manutenção e do modelo ser descontinuado rapidamente. É o tipo de gente que tem medo de comprar carros como o Golf alemão mas que sorri ao comprar uma carroça popular nacional por 50, 60 mil reais.

      Sabem o que mais ?! A Chevrolet está certa. O que vende mesmo no Brasil é carroça e o Tracker é caro e refinado demais para o gosto popular. O povo quer mesmo é um Onix “adventure”, com um estepe na traseira, motor 8v de ferro e muitos adesivos.

      • pedro rt

        o captiva foi lançado em 2008aqui nao em 2010…

      • FFSB

        Legal. E assim caminha a nossa humanidade: “A Chevrolet está certa.”

        Eu não compraria o Tracker por vários motivos, dentre os quais:

        1. Considero-o muito Caro: pois Não Vale o que custa;

        2. Deixará de ser oferecido no mercado em breve, o que acarreta uma ampla desvalorização do veículo (tá bom, sei que carro não é investimento e “mimimi”, mas dinheiro também não deve ser rasgado – ainda mais tanto dinheiro); o fato de sair de linha por completo também deixará proprietários órfãos de peças de reposição (como já acontece um pouquinho hoje para muitos veículos importados e nacionais: vide Renault).

        As empresas NÃO respeitam os consumidores. Isso é fato. Os consumidores NÃO se respeitam. Isso é fato. O elemento comum: o ser humano e sua falta de respeito por tudo e todos. Mesquinharia, ganância, egoísmo danado.

        Atualmente gosto de ver as notícias sobre automóveis porque gosto das tecnologias, do desenvolvimento, e de design (solução, além da estética). Mas não me compadeço por marcas e empresas. Já trabalhei em/para 3 automotivas, dentro e fora do BR, e respeito ao consumidor passa longe. LONGE mesmo.

  • Rodrigo

    Vixe… Medo desses projetos para país pobre.

    GM sendo GM (again)… Capaz de requentarem o Agile e fazerem uma versão SUV dele.

    • Junoba

      Tenho certeza que o próximo Suv da Chevrolet, será derivado do Agile, pra atender o exigente consumidor brasileiro… E ainda custando mais que Tracker.

    • PEDAORM

      Na verdade o agile veio de um conceito SUV/Crossover chamado de Gpix, mas que era bem melhor visualmente que o agile.

  • Ramom Alencar

    A General Motors confirmou em Detroit que haverá um substituto para o Chevrolet Tracker, crossover compacto atualmente trazido do México. <- ANHAM… esse próximo SUV vai substituir o tracker assim como o onix substituiu o celta, o onix veio para substituir o celta porém a GM quando viu que o pessoal "pirou" no carro aumentaram tanto o preço dele que acabou matando o sonic, o mesmo provavelmente acontecerá com esse próximo SUV, vai vir para substituir o tracker, o pessoal vai pirar e ele vai acabar matando a captiva.

    Limitado pelas cotas de importação, o Chevrolet Tracker não pôde ir muito longe e ficou bem distante dos rivais nacionais. <- ERRADO, o motivo para o mico atual do tracker é preço absurdo, visto que se new fiesta da geração passada (leia-se antes do facelift) vendia o que vendia mesmo com a limitação de importação, fica claro que o motivo do mico do tracker não é a importação limitada.

    • Leandro1978

      A GM queria vender até 50.000 unidades do Tracker por ano com diversas versões. Atualmente, a cota é limitada em 14.000 carros, sendo que 12.000 são Tracker e o restante de Captiva. O Sonic saiu de linha por este motivo.

      • rogeriuslima

        O Tracker foi lançado já com as cotas em vigor, então faltou planejamento da GM que se queria vender tanto deveria ter fabricado por aqui de uma vez.
        E o Sonic já era fabricado aqui pelo menos em CKD, simplesmente perceberam que podiam lucrar mais colocando o Onix no lugar.
        Aliás esse papo de que agora é tarde pra produzir o Tracker aqui é conversa pra boi dormir, provavelmente querem substituir por um produto inferior. Ou seja, GM sendo GM.

        • Leandro1978

          O Sonic vinha do México. Em CKD era montado o Cruze, ao menos inicialmente.

          • rogeriuslima

            Verdade, o Sonic começou importado da Coreia e depois virou mexicano.
            Mas novamente, quando o Sonic foi lançado (vindo da Coreia) as cotas de importação do Mexico já estavam valendo, então não dá pra dizer que o que matou o Sonic foi a cota de importação por que não foi, a GM já sabia as regras do jogo.

    • Junoba

      Se a GM tivesse mais cota de importação, ela venderia muito mais unidades do Tracker. Ninguém mais está ligando para oque pedem pelo carro. Isso deu tanto certo, que quanto mais aumentavam o preço do Onix, mais as vendas subiam.

    • pedro rt

      o onix e substituto do corsa nao do celta, o do celta ainda vai chegar daqui pra 2017 mas sera do msm tamanho do onix

  • Marcus

    Uma pena a situação da Tracker. Se fosse produzida localmente e com preços competitivos (R$ 20K a menos), daria um bom concorrente aos líderes do segmento. É um belo carro, mas que já nasceu morto pela questão das cotas de importação e pelo seu preço lunático.

    • Junoba

      Foi lançado por 72k, e agora está quase nos 86. Imposto eu sei que não foi……. E como sempre, existe o consumidor mente fechada, que compra mesmo ter aumentado tudo isso.

      • Marcus

        O problema da tracker é até diferente dos demais casos de aumentos sucessivos, que vemos na própria Chevrolet. Pela questão das cotas, ele vem em volume reduzido. Se aplicassem um preço menor, não teriam como suprir uma eventual grande demanda. Por isso falei que ele já nasceu morto, pois não teria qualquer chance de sobrevivência. Ele caro vende pouco, e se tivesse preço justo não atenderiam a demanda (e consequentemente aumentariam o preço pra regular as vendas). Percebeu o “looping”? Está muito claro pra mim que essa Tracker veio ao Brasil apenas pra tapar buraco.

        • Junoba

          Fiquei sabendo que todas as unidades que chegam do Tracker, são vendidas rapidamente. Se deixassem o preço baixo, seria prejuízo para a GM, porque eles conseguem sempre encontrar alguém que pague o valor mais alto. E se ele tornasse nacional, era possível que vendesse mais que os concorrentes.

          • Marcus

            Não tenho dúvidas, Junoba. Além do mais, se eu fosse a Chevrolet eu faria o mesmo. Se eu posso lucrar mais, por que lucrar menos?? Ela não é uma ONG…

  • Junoba

    Se for para derivar do Onix, cobalt e cia, é pra reduzir custo de produção, e elevar ainda mais o preço.

    • 4lex5andro

      embora a frente do cobalt combinasse com um sport-utilitario de porte elevado e um pouco maior (como a captiva, que foi trocada pela tracker) ..

  • Lyn

    hahahahahah. The Gambiarra is coming.

    • PEDAORM

      Seria um bom nome, e bem a cara do produto, Chevrolet Gambiarra

  • bavinicius

    La vem mais uma gambiarra proveniente da família Agile(spin,montana, etc…).

    Um dos carros mais harmoniosos da linha chevrolet do brazil na minha opinião.

    E pena que nasceu morta por causa do preço.

  • Régis baldissera

    Já ta pronto o SUV…certeza que será baseado nesse conceito.

    • João Martini

      Toda vez que vejo essa foto fico pensando como conseguiram a proeza de transformar isso no Agile..

      • Rafael Kleinert Giovannini

        Não entendo por que cagaram tanto no carro. É uma lei obrigatória fazer um carro horroroso? Cota de feiura?

        • le0gt

          Não. É lei obrigatória fazer carros feios para países sub-desenvolvidos!

    • Edson Fernandes

      Sabe do curioso? Até hoje se lançassem o Gpix, ele já teria um visual moderno.

      E perceba… ele já tinha leds diurnos em uma epoca que nem se pensava nisso. (e eu o vi no Salão e ele é lindo de fato).

  • Revoltado

    Jesus… o que é aquilo de amarelo ali meu Senhor???? Carro??? Não mesmo

  • João Martini

    General Monsters entrando em ação.. Medo.

  • Raphael Pereira

    Desenvolvido totalmente aqui, esperem um Desing controverso que divide opinioes, motor velho como o usando no cobalt e cia, alem, para os mais pessimistas, lista extensa de recall’s.

  • Tito Reis

    Enquanto os “especialistas” criticam eu vou andando de Tracker.

    • Alessandro Lagoeiro

      Não é por nada não, mas um dos especialistas aqui anda de Sorento, outro de Captiva… hehehe…

  • leomix leo

    Que troço feio é esse carrinho amarelo??? Parace um Hotwells…

  • Bruno

    O Tracker é muito “sofisticado” para o terceiro mundo, né, GMB. Tem que ser algo no nível do Onix.

    • Bruno

      Ah! E não pode esquecer da telinha no painel. Fórmula garantida de sucesso!

  • LoganVB

    O amarelinho está mais pra Kia Soul Cross

    • Aida Vilarinho

      Coitado do Kia Soul.. rs

  • pedro rt

    eu li ha algum tempo atras q a chevrolet ta desenvolvendo uma picape do mesmo segmento da picape duster e da fiat picape media compacta e q ficara acima da nova montana e abaixo da s10, alem desse lançamento ela esta desenvolvendo um suv compacto e barato abaixo desse sucessor do tracker

  • pedro rt

    vao fzer 2 suvs compactos no brasil. 1 derivado do onix e o outro derivado do sucessor do celta, alem de uma picape media compacta derivada do cobalt pra concorrer com a renault e fiat

  • Joildo Dias

    Triste notícia, se o tal libertem o tracker veio para ocupar o lugar da Captiva em preço é claro, imagina o que vem para ocupar o lugar do libertem o tracker….kkkkk…….

  • Marcus Vinicius

    Porque esperar por volta de 2018 quando a GM do Brasil poderia desenvolver rapidamente este novo SUV compacto como desenvolveu Onix,Prisma,Cobalt e Spin que chegaram rapidamente ao mercado usando a base do Sonic !

  • LeandroBalmant

    Vale muito mais a pena desenvolver o projeto de um carro de baixo custo derivado dos “carros” que vendem aqui do que trazer um projeto caro para fabricar aqui. Aí teremos um SUV com aparência de Spin e motor 1.8 jurássico.

  • JCosta

    Esse Adra tem a mão do Carlos Barba… certeza.

  • Roger Abdulack

    é capaz de desenvolverem um SUV baseado na Montana!!!

  • Rodrigo

    Baita sacanagem da GMB novamente com o consumidor. pena de quem comprou e compra o tracker.Este modelo já nasceu morto assim como o sonic e outros mais. Antigamente valia pena comprar carro da gm hoje nunca mais.

  • DougSampaNA

    baseado na plataforma usada pelos atuais Onix, Prisma, Cobalt e Spin….kkkkkkk

    aqui não tem jeito, é só m…. pra brasileiro…tapa na cara!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend