EUA GM Pickups Tecnologia

GM pretende introduzir fibra de carbono para reduzir peso em picapes

Chevrolet-Z71-Midnight-Edition-3 GM pretende introduzir fibra de carbono para reduzir peso em picapes

Após a introdução de alumínio na Ford F-150, o que surpreendeu muitos nos EUA e fora deles, a General Motors agora faz o mesmo com a fibra de carbono. De acordo com o fabricante de Michigan, o material composto deverá ser aplicado na construção de caçambas para a próxima geração de picapes da Chevrolet e GMC, que surgirão nos próximos dois anos.



A novidade será aplicada somente em versões luxuosas e caras dos modelos Chevrolet Silverado e GMC Sierra, os principais produtos da General Motors no segmento de picapes. Bem mais forte e leve que aço ou alumínio, o material composto é geralmente associado com superesportivos de alta performance, que precisam ser bem leves e resistentes a impactos de alta velocidade.

No caso da GM, o uso nas caçambas das picapes Chevrolet e GMC tem como objetivo reduzir o peso dos veículos, a fim de aumentar a eficiência energética sem perder capacidade de carga ou resistência que, aliás, deverá ser superior ao material utilizado atualmente nos veículos da categoria.

Mas, o processo de fabricação em fibra de carbono é bem mais complexo e caro, o que deverá elevar sensivelmente os custos para a construção dessas caçambas. No restante, as outras partes do veículo também deverão aplicar materiais mais leves, como portas em alumínio, por exemplo, mas a GM não pretende fabricar picapes inteiramente nesse material em conjunto com a fibra de carbono, pelo menos não no momento.

gmc-sierra-eassist GM pretende introduzir fibra de carbono para reduzir peso em picapes

O problema novamente é o custo e o enorme investimento que teria de ser feito. Considerados veículos de alto valor agregado e grande rentabilidade para os fabricantes americanos, as picapes representam hoje para os EUA 15% do total de vendas do mercado interno. Só a GM vende anualmente em torno de 800 mil unidades no país. A busca por redução de peso, no entanto, não é algo novo para a montadora de Detroit.

No começo dos anos 2000, a GM decidiu fabricar uma caçamba feito em um material plástico composto chamado “Pro-Tec”, que adicionava US$ 850 ao preço do veículo. Por ser a categoria bastante sensível aos compradores, estes não gostaram da novidade e deixaram a opção de lado. Após dois anos e dezenas de milhões de dólares aplicados, a empresa retirou o produto do mercado e não voltou a testar nada semelhante.

A situação pode ou não se repetir, mas a GM provavelmente pesquisou seus clientes para saber se a fibra de carbono pode cair nas graças do consumidor. A própria empresa e a Honda, por exemplo, andaram cutucando a Ford quando esta decidiu fabricar sua F-150 inteiramente em alumínio. A questão toda era a resistência da caçamba de alumínio ao trabalho pesado.

[Fonte: Wall Street Journal]

 

  • No_Name

    Uma caçamba em alumínio como a da F150 realmente não é a melhor solução para um veículo de trabalho… A Ford poderia oferecer a caçamba em aço como opção para quem precisa, era só utilizar aços de ultra alta resistência que o peso ficaria reduzido. Agora, para utilização doméstica como é comum com esse tipo de veículo não vejo maiores problemas.
    A fibra de carbono na caçamba deverá encarecer bem essas pickups da GM. Veremos até onde valerá a pena.

    • th!nk.t4nk

      Ultra-alta resistência pra caçamba? Você sabe que isso são aços martensíticos de conformação a quente né? Iria encarecer absurdamente a pickup. É mais fácil usar um bom HSLA combinado com um revestimento decente. Uma liga de Al-Mg-Si também é viável, com alguns truques. Já a fibra de carbono eu custo a crer que compense financeiramente. Até a BMW admitiu que em larga escala CFs são problemáticos, imagina com grande peso do custo na equação. Vale lembrar que até pouco tempo atrás a GM só saba falar de ligas de magnésio pras suas futuras pickups, e agora isso. Pra mim estão totalmente perdidos, isso sim.

      • FocusMan

        A GM andava estudando um processo de fabricação usando injeção em moldes de um compósito impregnado com fibra de carbono, semelhante ao processo que fabricam a carroceria dos Corvetes. Talvez tenham concluído os estudos e irão iniciar a aplicação comércial.

        • Celso

          Plástico de engenharia reforçado com fibra de carbono?

          • FocusMan

            Não sei ao certo o que é mas a ideia era injetar peças ao invés de lâminar. A Ford faz o mesmo na nova Troller. As peças são injetadas ao invés de laminadas. Se um dia for possível fazer isso com fibra de carbono, sera incrivel!

            • th!nk.t4nk

              FocusMan se for isso seria uma revoluçao no setor heim. Tomara que tenham tido sucesso.

              Celso, toda fibra de carbono é polímero reforçado. Mas fazem até avião com esse material (recomendo muito a experiência de viajar no Dreamliner!), nao pega fogo, é ridiculamente forte e leve. O problema é o conseguir fabricar em alto volume. Talvez a GM tenha solucionado isso, aí sim seria demais!

      • Celso

        O que é HSLA/DP/FB?

        • th!nk.t4nk

          O primeiro é aço de alta resistência e baixa liga (excelente custo x benefício), desenvolvido há umas décadas e que “pegou” pra valer no mercado nos anos 90. O segundo é aço de dupla fase (ferrítico-martensítico), um aço a princípio normal, mas com uns 10% de martensita (a grosso modo “aço temperado”) que melhora pra caramba sua resistência geral (custo já mais elevado, e chato pra soldar). E o terceiro é ferrítico-bainítico, outro dupla fase, mas de fabricação um pouco mais simples e mais adequado pra longarinas e afins (enquanto o DP é ótimo pra geometrias mais complexas). Todos esses são aços antiguinhos, mas ainda sao a base da maioria dos carros atuais “normais”. Eles devem durar ainda um bom tempo no mercado, além vir algum material inovador e barato pra fabricar.

    • Daniel

      O teto tbm é aluminio! E os pára-lamas dianteiros em plástico. Mas isso tem mais a ver com proteção dos pedestres em caso de atropelamento.

  • vicegag

    Oba, logo logo nós teremos nossa S10 devidamente carbonizada.

    • No_Name

      Sim, logo ali em 2117! Rs.

    • V12 for life

      No YouTube já tem algumas.

      • No_Name

        Kkkkk!

  • NaoFaloComBandeirantes

    Não sou da turma da picape, mas essas quadradonas da GM são lindas!

  • Joaquim Grillo

    ainda dizem que pick up japonesa são mais bonitas olha isso

    • V12 for life

      Procura a Sierra Denali 3500HD Duramax, é simplesmente a mais bonita que já vi, e pode ter eixo traseiro duplo.

    • Wendel Cerutti

      A Tundra 2017 é linda . Mas concordo que as americanas não ficam atras .

  • Celso

    Dá pra reduzir muito o peso e custos dos carros com materiais plásticos de engenharia. Podem substituir em capô, tampa traseira, portas, para-lamas, rodas (isso mesmo, rodas, suportam + impacto que as de liga-leve), protetor de cárter (!!!!), vidros (policarbonato com revestimento anti-risco, melhoram embaçamento interno), cárter (!!!). Fica + barato e + leve. Dá pra tirar + de 100 kg. Mas qual a aceitação do consumidor?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend