GM tem pré-venda do Tracker 2022 após obter chips, diz colunista

GM tem pré-venda do Tracker 2022 após obter chips, diz colunista

A escassez de chips na indústria mundial leva os fabricantes de automóveis a um enorme prejuízo, que pode acabar sendo até maior que a crise da Covid-19 em 2020.


Com alguns fabricantes perdendo na casa de centena de milhares de veículos, que não poderão ser repostos ainda em 2021, a situação reduz a oferta nas lojas, aumenta os preços dos novos e valoriza demais os usados.

Na General Motors, a situação na operação brasileira é crítica. Com Gravataí parada sem componentes, a montadora viu também que a produção em São Caetano do Sul e São José dos Campos não passaria batida pela escassez de semicondutores.

Para o Tracker, segundo o jornalista Jorge Moraes, colunista do UOL, a GM conseguiu a garantia da entrega de 11 mil chips para os processadores de número similar de unidades do SUV compacto.

Com essa garantia em mãos, a produção teria sido retomada no ABC paulista e isso possibilitou a liberação para a rede Chevrolet da pré-venda do Tracker 2022, que ainda não se tem informação sobre possíveis alterações.

GM tem pré-venda do Tracker 2022 após obter chips, diz colunista

Para os lojistas, a pré-venda teve os preços atuais mantidos, com a previsão de entrega a partir de julho. No entanto, após esse período de antecipação dos pedidos, os preços do Tracker 2022 subirão em média 3%.

Tendo este lote de 11 mil unidades, a GM garante à rede pelo menos dois meses de estoque, considerando as vendas mensais do modelo. Assim como outras montadoras, as entregas à rede só ocorrerão com a chegada e instalação dos chips.

Além disso, para atender a demanda e exportar, a montadora estaria modernizando a planta de Rosário para produzir o Tracker na Argentina. Por aqui, o SUV se sustenta na sétima posição nas vendas de maio.

Enquanto isso, o líder Onix já está bem longe do primeiro posto no ranking de vendas. O problema todo é que, além da escassez, o incêndio na japonesa Renesas, afetou ainda mais as entregas.

Com os estoques sendo consumidos por compradores em busca de carros novos (algo que está ficando raro nas lojas), o compacto agora está em décimo nas parciais de maio. Já o Onix Plus despencou para 15º.

[Fonte: Jorge Moraes/UOL]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.