Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

O Gol 2015 marcou pela chegada do novo motor EA211 1.6 MSI com 16V, que foi adicionado à versão Rallye. Essa linha também foi o último respiro do campeão de vendas do mercado nacional nos últimos anos como um produto principal.


Com nada menos que 20 versões, incluindo carrocerias de duas e quatro portas, o Gol 2015 chegava ao ápice de sua existência, tendo três motores e duas opções de transmissão que, em realidade, somavam três.

Líder por 27 anos, o best seller nacional ainda estava na primeira linha de importância dentro da gama da Volkswagen, dispondo assim de versões Trendline, Comfortline e Highline, como opções regulares.

Além disso, dispunha ainda das edições especiais, que incluíam Seleção, Track e Rallye. O Gol 2015 ainda ganharia a versão Special, mas já como parte da linha 2016.

Com duas ou quatro portas, o hatch popular da VW também custava, em média, mais que o up!, que ainda estava posicionado originalmente naquela época. Hoje, a coisa se inverteu completamente.

Atualizado anteriormente, o Gol 2015 era realmente um carro completo no portfólio da VW, exceto por alguns detalhes. Um deles era a (ainda) ausência do motor EA211 1.0 MPI, que já equipava o VW Fox e o Up!.

A outra é uma opção realmente automática, com câmbio Tiptronic, o que só veio ocorrer muito tempo depois e trazendo de volta o 1.6 16V MSI, que sairá de cena quando o Gol foi reposicionado no lineup.

Tudo isso foi feito para o Gol manter-se na liderança de mercado, enfrentando fogo pesado de Hyundai HB20, Fiat Palio e Chevrolet Onix. Ou seja, a vida não era fácil para o clássico nacional, por isso era preciso dispor de uma gama grande.

Mesmo já sobre a plataforma PQ24 modificada, o VW Gol precisava se destacar com itens de segurança, mas até hoje ele não ostenta controles de tração ou estabilidade, coisas vistas apenas na Saveiro.

Um ponto interessante no Gol de 2015 é que o motor 1.6 16V MSI, com seus 120 cavalos no etanol, igualava a potência ao do icônico Gol GTI. Ele só ficaria perdendo mesmo para o GTI 16V, que chegou a ter 146 cavalos.

Embora não fosse esportivo, o Gol Rallye agradava pelo desempenho. Nessa época, a VW ainda podia ter relançado o Gol GTS com motor 2.0 8V de até 120 cavalos e o mesmo câmbio de 6 marchas do Fox Highline, mas com relações mais curtas.

Infelizmente não ocorreu, o que só pode ser visto hoje no Polo GTS, mas com outra mecânica e proposta. Mesmo assim, para a época, o Gol 2015 estava em quase todas as paradas de sucesso.

Além do 1.6 16V de até 120 cavalos, ela tinha o recém-atualizado 1.6 MSI de até 105 cavalos e o 1.0 8V atualizado, que entregava até 76 cavalos. O ponto alto da mecânica poderia ter sido o câmbio manual de seis marchas, usado no Fox.

Da mesma forma que o Gol Rallye dava prazer nessa configuração, desapontava ao utilizar o câmbio automatizado ASG na versão Rallye I-Motion.

Com respostas lentas, buracos entre as trocas e uma sensação ruim de falta de força, ele era a solução de baixo custo da VW para automação das mudanças, já tendo aplicado isso até no antigo Polo.

De projeto simples, o VW Gol renasceu como G5, mudando motor e câmbio de posição longitudinal para transversal , ficando mais seguro, moderno e fluido. Em 2014, recebera duas portas finalmente, após anos de ausência dessa opção.

Claro, isso ocorreu porque o vetusto Gol G4 havia saído de linha em 2013 por força de lei, já que não compensava produzi-lo com airbag duplo e freios ABS, que se tornaram obrigatórios em 2014. A Kombi teve o mesmo destino…

De qualquer forma, o Gol Rallye adicionou os freios traseiros a disco nas quatro rodas, ampliando o poder de frenagem e reduzindo a distância até a parada total.

Num momento em que o Voyage tinha (inacreditavelmente) bancos em Alcantara (Evidence) e a Saveiro Cross tinha até bloqueio eletrônico do diferencial, o Gol 2015 aprontava das suas com o Rallye.

Gol 2015 – detalhes

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

O Gol 2015 tinha um aspecto moderno por conta do primeiro facelift que o transformou no G6. Com faróis mais retangulares, o hatch podia ter lentes simples ou duplas, assim como máscara negra, no caso do Gol Rallye.

O para-choque vinha com formas mais aerodinâmicas, trazendo opção de faróis de neblina quadrados, tendo ainda grade inferior com acabamento preto, enquanto a superior podia ter friso cromado, dependendo da versão.

No Gol Rallye, por exemplo, havia o logotipo da versão na grelha exclusiva, bem como cobertura preta na parte inferior do para-choque, onde haviam os enormes faróis de neblina e auxiliares na mesma lente.

A grade inferior era maior e retangular, tendo esta um protetor abaixo em cor cinza. Aliás, o Rallye trazia ainda molduras nas saias de rodas e laterais, estas com acabamento cinza. Os retrovisores também eram em cinza.

Na traseira, o para-choque tinha protetor inferior em cinza claro e parte do revestimento em plástico preto. Havia escape esportivo, bem com defletor de ar personalizado.

A suspensão também era mais alta e as rodas de liga leve eram exclusivas da versão. Faixas decorativas laterais completavam o visual exterior.

Já nas demais versões do Gol 2015, o visual externo ia do mais simples e prático até o sóbrio e elegante, tendo este rodas de liga leve diamantadas, diferentes das rodas do Rallye, que eram mais esportivas.

Frisos cromados, retrovisores cinza, maçanetas na cor do carro, estão entre os itens oferecidos externamente pela versão Highline, por exemplo. As lanternas eram escurecidas, assim como no Rallye.

Nas demais, rodas de aço com calotas, retrovisores e maçanetas pretas, dependendo da versão, entre outros. O Gol 2015 tem ainda lavador e limpador do vidro traseiro, bem como desembaçador. Sensor de estacionamento só nas opções caras.

O interior do modelo ainda trazia a herança da G5 de seis anos antes, com difusores de ar circulares e painel em dois tons de cinza, geralmente, tendo cluster analógico de fundo preto com mostradores bem visíveis e opção de I-System.

Já a direção era hidráulica, tendo regulagem de altura opcional e volante com acabamento em couro, tendo costuras personalizadas, comandos de mídia e telefonia de detalhes em cinza.

Mesmo modelo do Golf da época, trazia ainda piloto automático na haste dos faróis das versões mais completas. O painel podia trazer um sistema de áudio com Bluetooth, USB, SD e CD player, totalmente integrado ao desenho geral.

O ar condicionado manual tinha comandos cromados, enquanto as portas reproduziam o acabamento dos bancos, com cada versão tendo uma padronagem própria. Importante também é lembrar que o projeto do Gol 2015 é de baixo custo.

Por isso, não sobrou espaço para bons porta-copos e nem objetos, sendo os que existem ainda são insuficientes. Os vidros traseiros elétricos, por exemplo, só podem ser abertos na frente através do painel.

Na versão I-Motion, o seletor é circular e tem posições de D, R, N e M + e -, além da opção Sport. No volante, havia opção de paddle shifts, que davam mais agilidade nas trocas manuais.

Para-sóis com espelhos iluminados, luzes de leitura, luz intermitente, banco traseiro com apoios de cabeça (3), pedais esportivos, cintos de segurança de 3 pontos (4), entre outros, eram oferecidos a bordo.

O Gol 2015 tinha ainda chave canivete com telecomando em algumas versões, bem como sensor de farol. No Rallye, os bancos eram esportivos e tinha detalhes bem chamativos.

Gol 2015 – versões

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

  • Volkswagen Gol Trendline 1.0 2P
  • Volkswagen Gol Trendline 1.0 4P
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.0 2P
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.0 4P
  • Volkswagen Gol 1.0 Track 4P
  • Volkswagen Gol 1.0 Seleção 4P
  • Volkswagen Gol Trendline 1.6 2P
  • Volkswagen Gol Trendline 1.6 4P
  • Volkswagen Gol Trendline 1.6 I-Motion 2P
  • Volkswagen Gol Trendline 1.6 I-Motion 4P
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.6 2P
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.6 4P
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.6 I-Motion 2P
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.6 I-Motion 4P
  • Volkswagen Gol 1.6 Seleção 4P
  • Volkswagen Gol 1.6 Seleção I-Motion 4P
  • Volkswagen Gol 1.6 Highline 4P
  • Volkswagen Gol 1.6 Highline I-Motion 4P
  • Volkswagen Gol 1.6 Rallye 4P
  • Volkswagen Gol 1.6 Rallye I-Motion 4P

Equipamentos

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

Volkswagen Gol 2015 Special – Motor 1.0, lavador e limpador do vidro traseiro, bancos em tecido, freios ABS com EDB, airbag duplo, entre outros.

Volkswagen Gol 2015 Trendline – Motor 1.0 ou 1.6, mais câmbio manual ou automatizado (I-Motion) e direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos, travamento central elétrico, banco traseiro com 3 apoios de cabeça, cintos de 3 pontos (4), chave canivete, entre outros.

Opcional:

Pacote Conectividade com I-System, rádio com CD/Bluetooth/USB/SD, volante multifuncional e seis alto-falantes.

Volkswagen Gol 2015 Comfortline – Itens acima, mais ar condicionado, retrovisores e maçanetas na cor do carro, frisos cromados, grades e colunas personalizadas, faróis duplos com máscara negra, sistema de áudio completo, entre outros.

Opcional:

Kit Fun com adesivos exclusivos, pedais esportivos, bancos personalizados, volante em couro, entre outros.

Kit Urban com rodas de liga leve aro 15, sensor de estacionamento, volante multifuncional, faróis e lanterna de neblina,

Volkswagen Gol 2015 Highline – Itens acima, mais carroceria de 4 portas, bem como apenas motor 1.6. Adiciona-se vidros elétricos nas quatro portas, ar condicionado, volante em couro multifuncional, luzes auxiliares, entre outros.

Opcional:

Kit Tecnologia com sensor de chuva e crepuscular, controle de cruzeiro, entre outros.

Volkswagen Gol 2015 Track – Motor 1.0, suspensão elevada, detalhes externos exclusivos, acabamento interior diferenciado, entre outros.

Opcional:

Mesmo do Trendline.

Volkswagen Gol 2015 Rallye – Motor 1.6 com câmbio manual ou automatizado, tendo para-choques reforçados, grade personalizada, faróis auxiliares duplos, rodas de liga leve aro 15 exclusivas, bancos esportivos, pedaleiras esportivas, entre outros.

Opcional:

Kit Tecnologia do Highline.

Volkswagen Gol 2015 Seleção – Motor 1.0 e 1.6, além de manual e automatizado, com visual personalizado alusivo à Seleção Brasileira de Futebol, rodas de liga leve aro 15 polegadas, faixas decorativas, retrovisores pretos, entre outros.

Preços

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

  • Volkswagen Gol Special 1.0 2P – R$ 27.990
  • Volkswagen Gol Special 1.0 4P – R$ 29.890
  • Volkswagen Gol Trendline 1.0 2P – R$ 31.710
  • Volkswagen Gol Trendline 1.0 4P – R$ 33.590
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.0 2P – R$ 33.720
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.0 4P – R$ 35.590
  • Volkswagen Gol 1.0 Track 4P – R$ 35.170
  • Volkswagen Gol 1.0 Seleção 4P – R$ 36.460
  • Volkswagen Gol Trendline 1.6 2P – R$ 36.470
  • Volkswagen Gol Trendline 1.6 4P – R$ 38.410
  • Volkswagen Gol Trendline 1.6 I-Motion 2P – R$ 39.350
  • Volkswagen Gol Trendline 1.6 I-Motion 4P -R$ 41.290
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.6 2P – R$ 38.480
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.6 4P – R$ 40.410
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.6 I-Motion 2P – R$ 41.360
  • Volkswagen Gol Comfortline 1.6 I-Motion 4P- R$ 43.290
  • Volkswagen Gol 1.6 Seleção 4P – R$ 41.450
  • Volkswagen Gol 1.6 Seleção I-Motion 4P – R$ 44.390
  • Volkswagen Gol 1.6 Highline 4P – R$ 47.130
  • Volkswagen Gol 1.6 Highline I-Motion 4P – R$ 50.140
  • Volkswagen Gol 1.6 Rallye 4P – R$ 50.150
  • Volkswagen Gol 1.6 Rallye I-Motion 4P – R$ 53.080

Gol 2015 – motor

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

O Gol 2015 foi equipado com três motores diferentes, sendo que dois deles eram da família EA111 e o outro da EA211. Todos de quatro cilindros, desses propulsores, apenas o 1.0 saiu de linha.

Falando neste último, tanto ele quanto o 1.6 litro, receberam atualização chamada TEC, que adicionou mudanças importantes na configuração interna desses propulsores da família EA111.

Ambos possuem bloco em alumínio, assim como o cabeçote, que tem comando único com duas válvulas por cilindro. A Volkswagen mudou bielas, pistões, anéis, bronzinas e virabrequim para que o motor funcionasse de forma mais suave.

Também aumentou a taxa de compressão e o curso do pistão, além de outros ajustes, fazendo com que o 1.0 TEC tivesse maior torque em baixa e mais disposição. O mesmo em relação ao 1.6 8V.

No primeiro caso, o quatro cilindros com injeção multiponto produz 72 cavalos na gasolina e 76 cavalos com etanol, ambos a 5.250 rpm. Já o torque era de 9,7 kgfm no primeiro e 10,6 kgfm no segundo, ambos a 3.850 rpm.

Isso trouxe mais disposição e eficiência para o motor 1.0 EA111. Porém, sua concepção antiga o tirou de cena, substituído pelo 1.0 MPI de três cilindros e 12V da família EA211.

No caso do 1.6 8V TEC, a coisa foi bem diferente. Sendo o motor aspirado com torque máximo em menor rotação, entre os propulsor de ciclo Otto oferecidos nos carros compactos no Brasil, o EA111 atualizado surpreendeu.

Com pouco aumento de potência em relação ao antigo, o novo motor recebeu as mesmas modificações do 1.0, mas teve seu torque bem mais elevado, chegando a 15,4 kgfm na gasolina e 15,6 kgfm no etanol.

Ambos são obtidos a apenas 2.500 rpm. Isso é tão baixo quanto um motor diesel em sua faixa plana. Como comparação, o GM SPE/4 tem torque máximo aos 2.600 rpm, enquanto o PSA Puretech 1.2 o faz aos 2.700 rpm, mesma rotação do 1.5 da Caoa Chery.

No caso das potências, ele mantém os 101 cavalos anteriores, mas agora com 105 cavalos no álcool ante os 103 cavalos. A rotação é a mesma do 1.0. Com 1.598 cm3, o quatro cilindros é bem forte para sua categoria e ainda é usado na VW.

Nesse mesmo volume, o EA211 presente na época já chegava moderno, porém, ganharia ajustes nos Polo e Virtus futuramente. Ele chama atenção por ter sido retirado da gama do produto, retornando com este na versão automática.

Tal como hoje, o EA211 1.6 16V tinha duplo comando de válvulas no cabeçote, bem como quatro válvulas por cilindro, além de injeção multiponto sequencial com tecnologia flex de pré-aquecimento.

A proposta tinha 110 cavalos na gasolina e 120 cavalos no etanol, igualando a potência com o antigo EA827 2.0 8V, que equipou carros como New Beetle, Golf e Jetta, entre outros. Esses números eram atingidos em 5.750 rpm.

Nos torques, 15,8 kgfm no derivado de petróleo e 16,8 kgfm no combustível vegetal, ambos a 4.000 rpm, que é um efeito direto do cabeçote de 16V em relação ao 8V, que prioriza a força em baixa.

Esse motor foi oferecido no Gol 2015 apenas na versão Rallye, que tinha ainda câmbio MQ200 com cinco marchas, enquanto o automatizado ASG, o mesmo do motor 1.6 8V, tinha também cinco velocidades.

Aliás, o automatizado da versão I-Motion tinha seletor para mudança na alavanca, incluindo modo automático, Sport e manual, mas com paddle shift opcional.

Ele aciona um dispositivo eletromecânico para mudar marchas e ativar a embreagem, mas com enorme demora, criando assim um “buraco” na aceleração, o que tirou o sono de muita gente.

Para uma mudança suave e com menor buraco possível nas trocas, o motorista precisa aliviar o pé do acelerador no exato momento, funcionando assim como se fosse manual.

O dispositivo usado pela VW, desenvolvido pela Magneti Mareli, não tinha função creeping, que permite a rolagem automática quando engatado. Mesmo assim, ela fora atualizada para ter trocas mais suaves e precisas.

Desempenho

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

  • Volkswagen Gol 1.0 – 13,4 segundos e 163 km/h
  • Volkswagen Gol 1.6 – 9,8 segundos e 190 km/h
  • Volkswagen Gol 1.6 16V – 9,5 segundos e 190 km/h
  • Volkswagen Gol 1.6 16V I-Motion – 10,4 segundos e 190 km/h

Consumo

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

  • Volkswagen Gol 1.0 – 7,7/9,6 km/l e 11,6/13,9 km/l
  • Volkswagen Gol 1.6 – 7,3/9,4 km/l e 10,7/13,7 km/l
  • Volkswagen Gol 1.6 16V – 7,7/8,0 km/l e 11,1/11,3 km/l
  • Volkswagen Gol 1.6 16V I-Motion – 7,3/9,5 km/l e 10,7/13,6 km/l

Gol 2015 – manutenção e revisão

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

Revisão 10.000 km 20.000 km 30.000 km 40.000 km 50.000 km 60.000 km Total
1.0 8V R$ 256,13 R$ 294,63 R$ 553,63 R$ 632,03 R$ 424,83 R$ 760,83 R$ 2.922,08
1.6 8V R$ 293,79 R$ 675,19 R$ 534,79 R$ 819,39 R$ 534,79 R$ 675,19 R$ 3.533,14
1.6 16V R$ 318,50 R$ 689,90 R$ 549,50 R$ 910,60 R$ 549,50 R$ 689,90 R$ 3.707,90

Gol 2015 – ficha técnica

Gol 2015: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor e fotos

Motor 1.0 8V 1.6 8V 1.6 16V
Tipo
Número de cilindros 4 em linha 4 em linha 4 em linha
Cilindrada em cm3 999 1598 1598
Válvulas 8 8 16
Taxa de compressão 12,7:1 12,1:1 11,5:1
Injeção eletrônica Indireta Flex Indireta Flex Indireta Flex
Potência máxima 72/76 cv a 5.250 rpm (gasolina/etanol) 101/105 cv a 5.250 rpm (gasolina/etanol) 110/120 cv a 5.750 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo 9,7/10,6 kgfm a 3.850 rpm (gasolina/etanol) 15,4/15,6 kgfm a 2.500 rpm (gasolina/etanol) 15,8/16,8 kgfm a 4.000 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
Tipo Manual de 5 marchas Manual de 5 marchas Manual de 5 marchas ou automatizada de 5 marchas
Tração
Tipo Dianteira Dianteira Dianteira
Direção
Tipo Mecânica ou Hidráulica Hidráulica Hidráulica
Freios
Tipo Discos dianteiros e tambores traseiros Discos dianteiros e tambores traseiros Discos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
Dianteira McPherson McPherson McPherson
Traseira Eixo de torção Eixo de torção Eixo de torção
Rodas e Pneus
Rodas Aço ou liga leve, aro 14 ou 15 polegadas Aço ou liga leve, aro 15 polegadas Liga leve, aro 15 ou 16 polegadas
Pneus 175/70 R14 ou 195/55 R15 195/55 R15 195/55 R15 ou 205/45 R16
Dimensões
Comprimento (mm) 3.895 3.895 3.895
Largura (mm) 1.649 1.649 1.649
Altura (mm) 1.464 1.464 1.464
Entre eixos (mm) 2.465 2.465 2.465
Capacidades
Porta-malas (L) 285 285 285
Tanque de combustível (L) 55 55 55
Carga (Kg) 504 440 400
Peso em ordem de marcha (Kg) 946 971 1043
Coeficiente aerodinâmico (cx) 0,34 0,34 0,34

Gol 2015 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.