Governamental/Legal Segurança Trânsito

Governo perde em recurso e radares voltam às federais em 72 horas

Governo perde em recurso e radares voltam às federais em 72 horas

No dia 11 de dezembro, a justiça determinou o retorno da operação dos radares móveis, fixos e portáteis em rodovias federais, decisão que havia sido autorizada pelo presidente Jair Bolsonaro em 15 de agosto.


A decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal era válida para todo o território nacional e determinava que os radares deveriam voltar à operação em 72 horas.

Ainda assim, o governo não desistiu de acabar com a fiscalização eletrônica e preparou um recurso, o qual o próprio presidente havia comentado na quinta (19).

Contudo, nesta sexta (20), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) negou o recurso do governo e manteve a decisão de manter a fiscalização por radares móveis nas estradas da União.


VEJA TAMBÉM:

Com isso, a Polícia Rodoviária Federal terá novamente 72 horas para restabelecer os radares móveis nas estradas e ainda sob pena de R$ 50 mil de multa diária em caso de descumprimento.

Governo perde em recurso e radares voltam às federais em 72 horas

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com um pedido junto ao TRF1 para que este mantivesse a decisão de manter os radares móveis nas estradas, o que foi acatado pelo tribunal, eliminando assim o decreto presidencial de agosto, que havia encerrado temporariamente o uso de qualquer tipo de fiscalização eletrônica.

De acordo com o relator do caso no TRF1, o desembargador Caio Marinho, “não foram apresentados elementos empíricos [por parte da Advocacia-Geral da União (AGU)] que indicassem que a suspensão do uso dos radares teria sido substituído por ações efetivas para segurança e proteção da vida no trânsito”.

Com isso, a fiscalização eletrônica volta a estar atuante em todo o território nacional nas rodovias federais, em todas as formas autorizadas, que nesse caso se dá por radares fixos, móveis e os portáteis, operados por agentes da Polícia Rodoviária Federal.

Agora, os motoristas precisam ficar atentos aos limites de velocidade nas federais, porque a partir de segunda (23), os radares estão totalmente operacionais.

[Fonte: UOL]

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • L.M.

    Pelo menos nessa época de feriados precisa de radar sim.
    E quanto mais escondido melhor.
    Os domingueiros estão à solta no fim de ano

  • Elias Silva

    Não sei vocês, mas eu sou a favor 100% de radares móveis. O limite de velocidade está ali, nas sinalizações ao longo da via. Quem quer andar acima da velocidade que pague o preço.

    • Geraldo Xavier

      Sou a favor de radar que funcione com limite de rodovias, ou seja 110 km/h. Radar em rodovia de 40, 50, 60 é puramente pra roubar o cidadão

      • Daytona

        Meu cunhado perdeu carteira saindo de uma estrada de 110 entrando numa de 80… na leve curva que liga as duas era 40 e o cara pegou ele.
        A Curva é de 80… bem bem leve mesmo..

        • Geraldo Xavier

          Fui recentemente em Santos Dumont mg e o radar lá era de 30 km e logo 2. Tudo bem que a curva era realmente perigosa, mas ao invés de radar de 30 porque não uma sequência de quebra molas bem sinalizado?

          • TijucaBH

            30 km/h dá pra dobrar uma esquina, nada justifica esse limite tao baixo numa rodovia federal. A Via 040 acabou com a estrada. Eu adorava pegar a saida pro RJ e até mesmo a saída pra Brasília. Hoje eu tenho medo de andar nessa rodovia de tanto radar que tem. E nao sao radares de 110km/h, sao de 30, 60 e 80, entao voce acaba dirigindo tenso, preatando mais atenção nos radares do que na própria estrada. Na saída pro RJ é ainda pior porque ainda temos muitoa quebra molas e muitos carros cruzando a pista, já que nao fizeram viaduto nenhum e nem duplicaram de fato a estrada, somente alargaram o que antes era o acostamento e o transforaram em pista. Pra piorar ainda temos que pagar pedágio.

            • Geraldo Xavier

              Triste mesmo. Melhor colocar radar que melhorar a curva. Foda são os radares de 70 km nas retas

              • Edson Fernandes

                Angulação de pista… infelizmente “custa” fazer algo direito…. fico bravo com isso tbm.

            • RPM

              Eu tinha um enorme prazer em pegar estrada antigamente,por esses motivos que escreveu,ando de avião mesmo….vontade zero de passear de carro pelo Brasil!

              • Edson Fernandes

                Penso igual. Era mto prazeiroso, mesmo com transito, dirigir era um lazer e até uma terapia, hoje em dia não posso dizer o mesmo.

          • Edson Fernandes

            Não sou a favor de quebra molas se esse for com o intuito de numa estrada de alta velocidade vc reduzir mto. Assim como não é justo radar para ganhar dinheiro.

            Antigamente, na Fernão Dias (o limite dela é 110) em alguns trechos ela tinha um radar de 50km/h. Sim, metade da velocidade praticamente! O que tinha de acidente devido a essa desaceleração… era absurdo.

            Hoje em dia no mesmo lugar não tem mais nada, limite de 110 e boa. Mas ao menos em lugares realmente importantes e perigosos tem radar a 80 que é uma velocidade bem correta para aquela condição.(esse tipo de radar eu apoio que apesar de não ser fiscalização, força o condutor a reduzir a velocidade)

            • Geraldo Xavier

              Radar bem sinalizado ok. Radar escondido, sem sinalização e só aquelas barras de ferro não tem intuito de diminuir a velocidade

              • Edson Fernandes

                Ou o consumidor aprende no bolso ou vai passar com tudo. Se vc colocar uma lombada num lugar de alta velocidade, corre-se o risco inverso… da frenagem causar acidentes em massa. Apesar de ser um exemplo de radar com velocidade bem incorreta, na Fernão Dias que é 110km/h, inventaram de colocar um radar a 50km/h que fez causar mtos acidentes pela alta desaceleração da velocidade.

          • Vitor Meireles

            Porque quebra-mola é a última das últimas soluções que se deve adotar. Melhor o radar, que só pune quem passa acima da velocidade, do que uma ondulação transversal que pune todos que passam.

        • Rafael Alves Dos Santos

          Não foi só por isso né, essa multa foi só o estopim…

        • Alvarenga

          É justamente esse o problema, são verdadeiras armadilhas, velocidades estabelecidas que não tem nada a ver, sinalizações que deixam duvidas, e por ai vai. E tem gente que provavelmente nunca pegou uma estrada e fica aqui defendendo as multas e escrevendo sobre o que não conhece.

        • Vitor Meireles

          Por norma, não pode ter certas fiscalizações de velocidade próximo a áreas com redução de velocidade. Só recorrer que ganha.

      • Ao menos aqui no Rio Grande do Sul nunca vi fiscalização de radar móvel em rodovia onde a velocidade é abaixo dos 60. E olha que tem lugares em que a rodovia corta o centro da cidade, onde a velocidade de fato precisa ser menor. Mas realmente não faz muito sentido multar abaixo dos 60.

        • Geraldo Xavier

          O código de trânsito diz que em rodovias a velocidade máxima é de 110 km. Não deve ter fiscalização pra velocidade menor que essa em rodovias

    • Toyo_Highlander fan

      Sou favor também dos radares mas, para multar em velocidades acima dos 100 KM/h. Agora limitar a velocidade de um motorista em uma estrada de três vias a 60 km/h, aí é demais, não e? Mas os “estatótarios” vão discordar!

      • Elias Silva

        Cara, eu ando a 60km/h em uma via de 40. Acho que 99% das pessoas fazem isso. Mas está lá a placa. Se tiver um radar móvel e me pegar tenho que estar ciente que eu é quem fiz a cagada.

        • Toyo_Highlander fan

          Concordo com vc. Se há uma placa avisando que a velocidade máxima seja de 40 e vc anda a 60, tem que aceitar a multa.

        • Alvarenga

          Sim e não…..tem muitos locais ( e são muitos mesmo ) onde o limite colocado é completamente fora de propósito.

        • Edson Fernandes

          Cara… em Indaiatuba!!! Tem mtos locais de 40km/h de limite que eu fico inconformado. E eu ando a 40km/h tomando farol alto pelo limite da via, já que quem anda nela, é sempre acima.

          • Toyo_Highlander fan

            É um absurdo! Querem forçar o cara andar em velocidade de bicicleta.

            • Edson Fernandes

              Pior que não tem um argumento valido para isso. Pois apesar de ser um local urbano, existem locais onde vc passa que só tem comercio (e nem precisam atravessar a rua pois tem na proximidade um shopping) e justmente na cidade onde tem travessa de pedestre… o limite é 60km/h…rs

    • mjprio

      Desculpe mas nao sou, ainda mais porque eles são pra ferrar com o motorista, não pra educar. Isso sem falar nas mafias que imperaram aaui no RJ com empresas licitadas que deram muita grana pra políticos.
      Andei nos EUA e na Europa e nao tinha essa palhaçada. Radares são fixos e MUITO BEM sinalizados.
      Acontece que nao se investe em EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO! Que deveria existir desde a educação fundamental como nos EUA e Europa. Apenas essas autoescolas nas maos de cartéis que mal te ensinam a tirar um carro do lugar.

      • Edson Fernandes

        Po vai me desculpar…. mas em lugar que tem a sinalização e a pessoa tbm não faz, é pq sabe que sempre tem um policial a espreita…

        EUA se o cara bobear, ele é pego no pulo.

        • mjprio

          Eu sou a favor que as regras sejam claras. E isso acontece no primeiro mundo..aqui na Banânia a regra do jogo muda conforme a conveniência. Isso sem contar que lá se reforça a educação no trânsito desde o ensino fundamental, ou seja, o jovem sai da escola com essa noção. Aqui se confia a educação no trânsito a auto escolas despreparadas e que fazem parte de um cartel, tanto que ele ja gera um outra mafia, a dos cursos de direção pra habilitados (pasme).
          Assim não há como se evoluir neste assunto neste país.
          É inadmissível em um mundo contemporâneo o Estado ainda tenha que te dizer que vc é obrigado a por uma cadeirinha pro seu filho no carro, por exemplo

          • Pietro

            Eu concordo em partes com você, porque realmente há muita má sinalização nas estradas (aqui no RJ mais ainda), fora essas pegadinhas de reduzir a velocidade do nada e já colocar o radar (lombada eletrônica, por exemplo). Mas a fiscalização no exterior é bem mais braba do que aqui. Na Alemanha, por exemplo, ai do motorista que abusar nos locais com limite controlado. Nos EUA, surge polícia como aqui surge vendedor de biscoito O Globo quando dá engarrafamento. Brasileiro tem muito que aprender a respeitar regras…

    • Ⓜ️arcelo

      Peguei a rio santos entre parati e angra nesta semana e realmente é complicado saber qual é o limite de velocidade em cada trecho, tem de 80, tem 60 e tem radar de 40. A placa sinaliza uma coisa, o waze indica outra e o gps do carro outra. Se existisse uma sinalização eficiente indicando redução de velocidade os radares seriam bem vindos, mas neste caso acredito que seja somente pegadinha. Eu viajo com 3 crianças com cadeirinhas, 6 pessoas no carro!, bagagem no teto, etc… portanto seria muita irresponsabilidade ultrapassar os limites de velocidade, por isso eu ligo o ACC do carro na velocidade máxima da via massss mesmo assim, eu acredito que tomei uma muita por passar a 60k/h num radar de 40km/h e ainda estou correndo o risco de perder o direito de dirigir.

  • Silvio Vasques

    Decisão perfeita! Os apressadinhos vão sentir a dor no bolso!

  • Ainda mais nesse final de ano: pode por radar, pode por lei-seca! A gente quer viajar tranquilo com os amigos e a família, os apressadinhos e domingueiros tem que sentir no bolso mesmo…

  • RicardoVW

    Foda é numa mesma rodovia, 60, 80, 100 e 110 km/h de limites! Isso tira muita a atenção do motorista para o velocímetro e placas, ao invés da rodovia!

    • rafa

      fernao dias é assim… trecho SP a atibaia. dai fica complicado

      • Edson Fernandes

        Mas atualmente eu concordo de como ela sinaliza! Tem mto trecho perigoso nela!

    • Geraldo Xavier

      Rodovia é 110 e não deve existir fiscalização pra velocidade menor que 110 km/h

      • RicardoVW

        Móvel não sei, mas há várias fixas.

      • Edson Fernandes

        Depende. Se um veiculo estiver abaixo da metade da velocidade da via tbm é errado. (salvo em transito ou caminhões a direita)

        • Geraldo Xavier

          Mas isso não é passível de multa?

          • Edson Fernandes

            Sim, mas continua sendo errado.

    • Jose Pereira

      isso que da raiva, tem la placa de 80 ai vc anda 500 mts e tem outra de 30km/h, é uma piada ….

      • Alvarenga

        Exatamente, esta um inferno viajar por ai. após um dia de viagem, tipo 600, 800 Km, fica muito difícil não cair em nenhuma armadilha dessas.

      • RicardoVW

        E se quiserem sacanear com a galera, colocam radar móvel no trecho de 80 e multam quem passa a 90 km/h numa rodovia de 110.

  • Danilo Melo

    todos aqui dizendo ser a favor dos radares, quero ver vcs na rodovia a 80km/h que e o limite aqui, com radar no fim da baixada, maioria já passa no máximo a 70, ai vem a subida, carro 1.0 carregado, não sobe a 50km/h, pista simples, faixa continua. delicia de ficar atras.
    Sou a favor dos radares, mas com uma velocidade aceitável, 100 pista simples, 120 pista dupla no minimo. os carros aumentaram muito a segurança pra manter esses limites de velocidade do seculo passado.

    • Até concordo que uma rodovia pode ter limite de 120 km por hora, mas em cruzamento essa velocidade precisa ser menor, assim como locais onde a retorno e acesso de outra pista. Aqui no Rio Grande do Sul tem rodovia que corta o centro da cidade, e nesses caso a velocidade precisa ser menor. Mas com a rodovia de pista dupla e livre é tranquilo a velocidade de 120 km por hora.

    • TijucaBH

      Concordo! Acho também que o radar deveria multar também quem roda abaixo de 50% do limite, como prevê a legislação. Quantas vezes vemos caminhoes velhos se arrastando na subida, rodando a 20km/h, já quase nao se aguentando… isso aqui em MG é bem comum. Eu uma vez quase bati na traseira de um caminhao desse. Eu tava fazenso uma curva numa subida a uns 80km/h quando do nada deparei com um Mercedes 608 quase parado, tive que tacar o pé no freio com força maxima pra evitar a batida e ainda correndo risco de vir alguém e colidir na minha traseira.

      • Edson Fernandes

        Isso eu tbm acho revoltante. Entendo caminhões bem cheios e as vezes com fluxo, mas fico incomodado com esses que andam devagar por serem velhos e estarem ruins de manutenção.

  • Saraiva

    Só são a favor da proibição os que andam errado. Os que tão se lixando pelo próximo. Assim como nosso querido presidente que decidiu derrubar obrigação da cadeirinha, supender o dpvat(já devidamente derrubado). Acho que ele pensa que isso é medida de Controle populacional.

    • Poderia concordar contigo, mas seriam duas pessoas falando besteira.

      Vou dar um exemplo. BR 116, rodovia Rio-Bahia, chegada em Teófilo Otoni.

      Em 500m, placa de 100, depois cai para 80, aviso de radar em 200m a 50km, chegando próximo da cidade de Teófilo Otoni.

      Logo após passar o radar, a velocidade sobe para 70km/h, caindo logo em seguida para 40km/h.

      • Saraiva

        Inda bem que o Brasil vai além desse trecho

        • Faltou interpretar o texto amigão.

          Isso foi só um exemplo.

          Pela própria Rio Bahia, isso acontece em Frei Inocêncio, catuji, Itaobim, Ponto dos Volantes e por aí vai.

          Também nas BRs 324, 101, 376, etc…

          • Edson Fernandes

            Relaxa… eu por ter andado por um monte de estrada do Brasilzão…. digo, isso ocorre seja em SP considerado o sonho de estradas, até no lugares mais distantes.

            Isso não é só um mal dessas regiões.

            A Fernão Dias é uma estrada assim… mtas vezes anda bem sinalizada (atualmente), mas tem trechos que ela te surpreende com um radar a 80km/h com uma policia antes que quer te pegar no pulo.

            Dutra mesma coisa e por fim a Castelo Branco(e essa sendo uma das melhores rodovias do Brasil hein).

            Quem nunca viu uma placa de radar e um radar escondido em cima dela ?(deveria ter uma margem de distancia para a pessoa desacelerar o carro né ?)

            • Exato. Tem trechos idênticos entre Dutra, Castelo Branco e Anhanguera, que possuem limites de velocidades distintos.

      • Rafael Alves Dos Santos

        E qual a dificuldade em obedecer as placas de sinalização?

        • Otavio Marcondes

          E qual o motivo de uma rodovia em linha reta ter limite de 40 ou 60Km/h em área rural nos tempos atuais?
          Já sei: pros idiotas, “roda-presa” que só sabe ir pro shopping falarem que diminui os acidentes. O que já foi comprovado em diversas vezes que é uma MENTIRA.
          Agora discutir porque o orçamento da justiça e governos já considera, em números, quanto será arrecadado com multas estes IDIOTAS não param para fazer.
          Como foi dito: dá um trabalho danado fazer isso…
          “É só obedecer a sinalização “…acho incrível alguém de hoje defender limites de velocidades iguais ou até menores que os de 1980.
          Mas quem opina assim geralmente viaja de avião, pois se fosse de carro, em uma distância maior que 250Km e com frequência, jamais deferia os anacronismos rodoviários brasileiros em termos de limites de velocidade. Para ser sincero, é capaz de voltarmos a ter que comprar aqueles extintores de incêndio inúteis por causa de gente assim (e alguém vai ganhando dinheiro sobre isso também…).

          • Rafael Alves Dos Santos

            Pelo nível do seu comentário, não merecia nem uma resposta digna, mas vamos lá. Eu trabalhava viajando pelo estado de Goiás inteiro de carro e nunca tomei uma multa por excesso de velocidade, imagina qual a mágica? Obedeci as placas de sinalização. Quanto a limites de velocidades, uma rápida googlada é possível verificar que pelo mundo afora nos países desenvolvidos os limites nas rodovias giram em torno de 120 km/h, com exceção das autobahns, mas o Otávio Marcondes deve saber mais do que todos os engenheiros de tráfego de todos esses países, incluindo o Brasil.

            • Otavio Marcondes

              Sei sim e muito, mas muito mais mesmo que IDIOTAS como você.
              Pessoas como você são como gado, são criadas para engordar e sustentar seus donos até após a sua morte.
              Mas continua assim…pensando pequeno…e sendo roubado do seu suor e seu tempo.
              PS. Você citou outros países, eu citei Brasil. Continua sendo motorista que fica pesquisando no Google, combina mais com você. Já eu, vivencio todos os dias e tenho bem mais fonte de informação que você possa imaginar…

              • Rafael Alves Dos Santos

                A velha história de atacar o argumentador e não o argumento. Parabéns e continue pagando as multas por favor.

        • Alvarenga

          Mais um que não entendeu e provavelmente nunca fez uma viagem longa por estradas diversas…..

          • Rafael Alves Dos Santos

            Meu amigo, eu trabalhava viajando pelo estado de Goiás inteiro de carro e nunca tomei uma multa por excesso de velocidade, imagina qual a mágica? Obedeci as placas de sinalização.

        • Porto Velho

          Até você ter a reação e freiar o carro, já foi multado no radar. As mudanças de velocidade são muito bruscas.

      • Mas nesse exemplo tem algum motivo do radar? No local existe um cruzamento? Ou saída de uma transportadora com grande fluxo de caminhões? Ou entrada e saída de um bairro populoso? Apesar de não conhecer o local no geral quando a velocidade diminui e aumenta em seguida é por algum motivo. Um exemplo é uma transportadora de caminhões pesados localizada do lado de uma rodovia, nesse caso tem que ter redução de velocidade pois um caminhão demora para entrar ou cruzar uma rodovia.

        • Edson Fernandes

          AS VEZES, tem muito disso, é apenas um caça niquel.

          Vou te dar um exemplo só que acho bizarro: Vc está chegando em Indaiatuba.

          Só que antes de chegar na cidade tem um pedágio de 13,80(citei o valor pq acho caro), mas ao sair do pedágio tem um radar de 60km/h (a pista tem limite de 110km/h), qual o sentido de ter um limite de 60km/h numa saida de pedagio?

          Ali só é pego qdo tem policia com a pistola de velocidade. É um verdadeiro absurdo pq esse limite não se justifica! Vc vai começar a ganhar velocidade e precisa tirar o pé pq tem o limite…. e o pior… ali se vc faz isso, todo mundo te empurra… eu faço… mas ali até caminhão vai te dar farol alto, buzinar….. e vc ali, a 60km/h….

          • CharlesAle

            Pois é. Ali, bem no começinho da Anchieta, sentido Santos, colocaram um pardal de 50 por hora. Como já é Anchieta, as pessoas nem imaginam que há um radar de 50 ali!!

            • Edson Fernandes

              MUITA sacanagem aquele radar!

              Em Indaiatuba, tem um na saida para a estrada que é a 60 e qdo vc sai dela tbm é a 60km/h… imagina o que tem de gente que está acima nas duas situações…

              Outra sacanagem…. na Servidei Demarchi, vc está vindo a 60km/h e vem uma placa de 40km/h seguido do radar de cara… um absurdo.

        • Não há nada. Os cruzamentos ocorrem apenas no início da cidade, cujo radar, fica após o cruzamento.

      • Lyn

        Se essas mudanças estiverem sinalizadas a culpa não é do radar. Tem que se pedir uma revisão tecnica desses limites de velocidade

    • mjprio

      Se a gente precisa de uma lei pra obrigar aos pais a usarem cadeirinha, lascou, estamos não no terceiro, mas no 10°mundo…
      Enquanto isso, comemorem esse engodo chamado DPVAT que alimenta o cartel chamado Seguradora Líder, e os intermediários sanguessugas.

    • Porto Velho

      Leia os comentários aqui na postagem que talvez você entenda qual é o problema.

  • Geraldo Xavier

    É incrível como o presidente do país não manda em nada. Nós estamos roubados com esse congresso que só quer ferrar o cidadão

    • Helder

      Acho q nem na milícia ele tá mandando

  • Toyo_Highlander fan

    O negócio é o sistema ajudar os detentores do sistema corrupto dos radades. Primeiro foi o famigerado DPVAT que tinha sido extinto de forma justa e unânime pelo presidente, mas uma decisão desastrada mais uma vez vinda do STF de manter aquele roubo no documento anual foi mantido, e agora mais essa? País de mer….

    • Henrique12

      É só mudar do país de mer… Mas adivinha? Tem pardal lá fora também…

      • mjprio

        Fixo e bem sinalizado. Na Europa e nos EUA é assim. Mas a diferença é que lá eles aprendem educação no trânsito na escola.
        Aqui a maioria dessas medidas é pra ferrar com o cidadão. Não tem honestidade de propósito

        • Alaor

          Nos EUA radar fixo é raridade. A maioria das fiscalizações é policial escondido com pistolinha de velocidade. A diferença é que vão atrás de você, te param na hora e te multam, o que mostra que o objetivo maior é educativo. No Brasil é pra arrecadar, porque ninguém aprende nada com uma multa chegando em casa 30 dias depois da infração…

          • Elias Silva

            Aí sim eu concordo. No tempo que estive nos EUA vi isso bem de perto. Pra um guarda te multar ele te “persegue” e aplica a multa no ato. Da um cagaço e vc acaba aprendendo que o q vc fez foi errado. Aqui não existe isso e ninguém aprende nada

          • Porto Velho

            Sem contar que as velocidades são compatíveis com as vias e os veículos modernos. Aqui criaram esses limites de velocidades na época que carro 1.0 tinha 40 CV e freio ABS nem existia direito e não atualizam nem a pau. É ridículo ter que andar as vezes a 60Km/h em rodovias perfeitas onde dá pra andar com total segurança a mais de 100km/h.

            Nos EUA grande parte das rodovias, mesmo as de pista simples, tem limite de 123Km/h até pra caminhões. A única que limite um pouco mais é a Califórnia, e por motivos ambientais.

  • Pedro

    Problema não sao os radares, falta de respeito de quem usa. Normalmente ficam escondidos quando ha mudança brusca de velocidade ou final de uma grande descida, precisar ficar freando para o carro não passar mesmo sem acelerar. Para pegar quem realmente abusa da velocidade não precisa usar esse tipo subterfugio.

    • mjprio

      Perfeito comentário

  • Fábio

    Radar escondido não disciplina o trânsito. É apenas para arrecadação. Vc fica sabendo que errou meses depois. Castigue seu filho meses depois de ele ter feito algo errado que ele não vai aprender nada e vai se sentir injustiçado. Por isso sou totalmente contra. A fiscalização tem que te mostrar no ato seu erro / falha.

    Ações para disciplinar o trânsito eu sou totalmente a favor. Ações de arrecadação sou contra.

  • Rafael Alves Dos Santos

    Eu queria entender essa dificuldade toda de se obedecer as leis de trânsito.

    • TijucaBH

      Rafael, nenhum problema em obedecer as leis de transito, o problema é que muitas vezes criam artimanhas só pra arrecadar dinheiro. Colocam radar onde twm redução brusca de velocidade no fim de longas decidas onde o proprio embalo do carro faz boce passar um pouco do limite, colocam limites incompatíveis com a via pra ninguem respeitar… por aí vai.
      Eu já tomei 2 multas por excesso de velocidade. Uma bez estava entre Salvador e Feira de Santana, estrada de pista dupla e na epoca em otimo estado. Fui pego em um radar movel a 101 km/h e o limite era 80. Logo apos o radar movel tinha um posto da PRF que estava parando os motoristas pegos no radar e aplicando a multa na hora. Tive que descer do carro e ficar numa fila por 30 min pra conseguir pegar minha multa. Por aí vc consegue ter uma noção do quão incompatível era a velocidade limite.
      Outra vez tomei uma multa na BR040 porque o limite caiu de 100 para 80 porem eu estava ultrapassando (pista dupla) um tanto de caminhão e eles encobriram a placa de limite de velocidade. Como nao tinha placa do novo limite à esquerda, eu simplesmente nao tinha como ver a placa da direira e tomei multa.
      Talvez voce nao viaje com frequencia de carro, mas é cada absusrdo que existe. A ideia do presidente em suspender os radares moveis é bem vinda, mas deveria valer também para os radares fixos mas tinha que ser por um prazo maximo de 6 meses. Nesses 6 meses teria que ser feito um estudo de viabilidade e compatibilidade da localização e limite dos radares para acabar comnessa industria da multa e de fato educar os motoristas e evitar acidentes

      • Rafael Alves Dos Santos

        Meu amigo, eu trabalhava viajando pelo estado de Goiás inteiro de carro e nunca tomei uma multa por excesso de velocidade, inclusive já viajei mais de 2400 kms de carro em uma única viajem. Entendo que é frustrante tomar uma multa por isso.

  • Luccas Stringger

    Numa rodovia de 100 km/h o motorista andar a 60 km/h não seria motivo de multa ? Existem muitos desses e numa curva se vier um caminhão a 80 km/h não irá frear a tempo e acaba colidindo com o que anda a 60 km/h.Nossos motoristas de cidade quando pegam as estradas em rodovias é aí que mora o perigo,pois vi vários motoristas ultrapassarem em faixa dupla e em curvas…os acidentes em nossas rodovias ainda são baixos se analisarmos os maus motoristas…

    • Pela lei a multa é só se for abaixo da metade da velocidade máxima. E vale destacar que muitos caminhões carregados não conseguem obedecer essa regra, principalmente em subida de serra. Se não me falha a memória creio que algo em torno de 75 por cento das mortes em rodovias federais ocorrem por colisão frontal, alguém ultrapassou onde não devia.

      • mjprio

        Nao duvido!

    • TijucaBH

      Pela legislação o limite inferior de velocidade é 50% da maxima, porem nunca vi um dono de 608, 1113, 1116, Scania Jacaré, FNM sendo multado porque está rodando a 20 km/h…
      Complicado isso, a lei vale pra uns e nao para os outros…

      • mjprio

        Tipo a lei seca, muito válida, mas que só tem como pegar os cachaceiros. O cheiradores e maconheiros, como a plauboyzada e os artistas intelectuais da Globo se safam. Mas parece que o presidente ha mandou adquirir um equipamento detector de drogas pela saliva. Aguardando os petralhas reclamarem em 3,2, 1….

    • mjprio

      Não. A velocidade mínima é 50% da máxima.

  • Winderson

    Só aqui no Brasil pra ter maluco que ama ser roubado pelo governo defendendo radares, todo mundo sabe a indústria da multa mas finge que não existe, querem se passar pelo cidadão santinho que nunca passou a 90 em uma avenida de 80, cansei de ver radares posicionados APENAS PARA ROUBAR O CIDADÃO, colocam uma placa de 60 numa rodovia de 110 sem nenhuma explicação e logo após um radar, aqui na minha cidade até descobriram que diversos radares estavam adulterados para marcar velocidade acima do real, quer mais roubo que isso? Mas claro, Biroliro malvadão, temos que ser roubados sim. Cada uma.

  • mjprio

    Rodei vários países da Europa e por vários locais nos EUA e quase nao vi radares móveis. Fixos tem, e nas estradas nenhum era abaixo de 80. Acontece que esses radares móveis sempre engordaram os cofrinhos do Estado ineficiente e inchado, promovido pelos governos populistas e por esses insanos petistas, que nao querem perder a teta. Fiscalização tem que haver? SIM. Lei Seca? SEM DÚVIDA, mas a farra desses radares móveis escondidos e desses fixos de 50 km/h no meio da estrada tem que acabar. Grande palhaçada.
    E sinceramente, se esses pilantras oportunistas da Rede e que estão por trás disso, então é que eu sou contra mesmo. Esses palhaços liderados por esse “calcinha apertada” do Randolfe não querem nada pela melhoria do país, apenas são um guichê dessa ORCRIM chamada PT, mas de terninho armani e gravata italiana pra ficar bem na foto.

  • Alvarenga

    Primeiro, quem perde não é o governo, somos nos os motoristas de bem, que não saimos dirigindo feito loucos por ai no entanto estamos sujeitos a armadilhas que existem aos montes nas estradas.
    Segundo, que o problema não são os radares e a fiscalização em sí, mas sim as velocidades estupidas que são estabelecidas em alguns pontos e sua sinalização mal feita. Quem vem de Curitiba a SP pela Régis por exemplo, vai encontrar trechos enormes com limite de 60 Km/h. É isso mesmo, 60 Km/h em uma pista com 3 ou 4 faixas de rolamento, acredite se quiser! Uma velocidade dessas é adequada para caminhões muito carregados e para dias de chuva ou neblina mas NUNCA, JAMAIS, para veiculos de passeio, pick-ups e SUVs atuais. E adivinha onde os radares ficam escondidos ????
    Acho que os especialistas de escrivaninha que definem essas velocidades não sabem nem dirigir tamanho o absurdo e despropósito. E tem um monte de gente que escreve aqui defendendo isso sem nem saber a realidade do que esta falando.

  • Rodrigo Ultramari

    já levei minha multa de Naal ontem …. a uns 100 por hora num retão em descida….. Super educativa

  • kirig

    Os radares não pegam Bêbados, veículos em mau estado, e em geral estão naqueles pontos onde a velocidade é reduzida para voltar ao normal em seguida. Porém ele raramente estão nos retões onde o sujeito vem a 160 com um milzinho de buesta. Pegam o cara a 90 naquele trechinho onde é 80. Trecho que deveria ter uma obra que nunca é feita para que o eventual perigo seja eliminado, tal qual uma passarela por exemplo.

  • Derico

    Todas as ruas e estradas tem limite de velocidade. Mas não faz sentido colocar radar onde é mais provável que as pessoas apenas passem da velocidade. O local correto do radar são nos trechos onde ultrapassar aquela velocidade limite pode representar algum perigo real: estradas perigosas, estradas de mão dupla, perto de alguma saída com grande fluxo de carros, fluxo alto de pedestres, etc.

  • IPZ.4

    Curioso.. um bando de marmanjo barbado, maiores de 18 anos, nenhum analfabeto, que, no mínimo, fez auto escola e tem consciência do estrago que faz um veículo em uma velocidade incompatível com a rua/rodovia/estrada ficar pedindo por campanha educativa em detrimento a punição sobre aquilo que foi acordado por todos como errado. Menos vitimismo. Em todo lugar do mundo é assim, não tem nenhum bobo nessa história, nem quem multa, nem quem anda distraído ao volante (que por si só já é um absurdo, deveria estar de passageiro).

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email