Audi Hatches Sedãs Segurança SUVs

Grades furtadas são repostas sem custo ao cliente por parte da Audi

Grades furtadas são repostas sem custo ao cliente por parte da Audi

Muitos donos de Audi A3 (Sportback e Sedan), A4 e Q3 tiveram uma baita dor de cabeça quando encontraram seus carros com a frente desfalcada. O furto das grades inferiores destes modelos da marca de luxo alemã no Brasil é grande o suficiente para o fabricante de Ingolstadt tomar uma ação pouco vista.


Diante da grande quantidade de roubos dessa parte do acabamento externo de A3, A4 e Q3, a Audi decidiu fazer a reposição gratuita da peça para os clientes que foram lesados por ladrões. A campanha é por tempo indeterminado e chama atenção pelo fato de um item específico destes modelos ter um índice elevado de furtos por aqui.

Grades furtadas são repostas sem custo ao cliente por parte da Audi

Todos os modelos fabricados a partir de 2013 estão incluídos na campanha, que apenas exige que o cliente faça o boletim de ocorrência do furto da grade inferior. Com isso em mãos, o proprietário pode ir em qualquer concessionária da rede Audi para a aquisição e colocação da peça de forma gratuita, sem nenhuma exigência adicional.


De acordo com a Audi, cerca de 90% da reposição desta peça pode ter motivação por causa de furtos. Válida a partir de 1 de julho, a ação ocorre em todo o território nacional e com ela, a marca de luxo germânica espera reduzir esse tipo de ação coibindo o mercado negro de autopeças.

Grades furtadas são repostas sem custo ao cliente por parte da Audi

“A estratégia com esta ação é simples: se o cliente repõe a peça sem custo em uma concessionária, o interesse pelo furto diminuirá porque o item não terá mercado e os clientes não terão mais este problema. Esta é mais uma ação que comprova que a Audi coloca o cliente no centro de suas ações”, diz José Sétimo Spini, diretor de pós-vendas da Audi do Brasil.

Na internet, estas grades inferiores, presentes no para-choque, possuem preços variados e chegam a custar até R$ 800.

Grades furtadas são repostas sem custo ao cliente por parte da Audi
Nota média 4.6 de 14 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • El Gato!

    Se fosse a [insira o nome da montadora] cobraria uma fortuna ou nem teria a peça disponível.

    • Winderson

      Acho que da pra incluir quase todas pois o Alfredo citou a Honda, eu citaria a Ford por problemas parecidos, qualquer mísero plástico é um absurdo de caro. Grade do para-brisa quebrada, problema comum no Focus, 700 reais cada lado, cada pedaço de plástico.

  • Rodolfo Deo

    Bacana pr parte da Audi, ainda mais pq essa peça na css custa bem caro, bem caro mesmo para uma peça de plástico.

    • Diego Germán de Paco

      Por isso mesmo que virou item de roubo. Se tivesse preço coerente por ser uma peça de plástico, isso não aconteceria. Aí eu me pergunto, quem é “ladrão” primeiro? A Audi foi inteligentissima, nas outras peças de manutenção inflacionadas pagam com sobra o gasto nestas de acabamento furtadas (que pra própria Audi deve ter preço irrisório de produção). Ao mesmo tempo ganha em marketing gratuito por ser replicado como uma atitude correta e insólita. Tenha certeza, um impacto ‘viral’ assim, por vias normais de divulgação custa caríssimo

      • Fernando

        Exatamente! Não existe almoço grátis (essa máxima vale para essas grades, para meia entrada em cinemas, para meia passagem em ônibus (ou isenção de tarifa, no caso dos idosos)). Empresários fazem cálculos para evitar, SEMPRE, perderem dinheiro!

      • Giovani Teixeira

        Isso aí é pensamento de vira-latas. Se o cara compra um carro de pelo menos R$140.000 mil reais e não está preparado para pagar R$800 numa peça de acabamento, a culpa é exclusivamente dele. Pior ainda, o mal caráter vai lá e rouba de um outro carro, ou compra roubada. Não dá para terceirizar a culpa desse cara.

        • Diego Germán de Paco

          Seu pensamento é elitista, e é baseado justamente nessa pensamento que existe o ‘custo Brasil’. Ou voce acha que normal um Corolla ser considerado artigo de luxo? Sua mentalidade é estritamente brasileira, na Europa, nos Estados Unidos e em países vizinhos como a Argentina isso não cola. Ao contrário, uma marca que cobra uma fortuna por um pedaço de plástico é boicotada e vira motivo de piada. Leia a biografia de Warren Buffet, e de outros milionários. Quanto mais se tem, mais se dá valor ao seu dinheiro.

        • NAndreotti

          De todos os anos que eu acessei o NA esse foi o comentário mais idiota que já li. Parabéns!

          • Edinaldo_Tapica

            Rindo alto hauahauahaiajai CONCORDO TOTALMENTE comentário troféu sem noção pra Giovani Teixeira. Platinou

        • More of the punisher

          Que comentário ruim, heim colega?

      • Mas agora fiquei curioso, essa peça costuma simplesmente cair do carro? Se existe furto da peça é porque tem demanda (gente querendo comprar). Não acredito que seja simplesmente para repor a peça em um carro que tenha tido a peça roubada. Um exemplo é roda de liga, existe o mercado de furto, mas esse mercado existe porque muita gente quer trocar as rodas originais e colocar rodas de liga leve (as vezes de tamanho maior), se todos deixassem as rodas originais não teria mercado para rodas de liga leve oriundas de furto. Por isso me chamou atenção, por qual motivo alguém compraria essa peça roubada (na internet, por exemplo).

        • Diego Germán de Paco

          Ao que tudo indica, por ser uma peça localizada na parte inferior do parachoques, deve ter ocorrido casos de queda em cidades que sofreram com enchentes, daí pra alguém ter publicado na Internet o preço da peça e ter viralizado é um pulo. Os gatunos tiveram acesso a essa informação e pronto: Tá instalado o caos. Existe caso de correlato semelhante, o limpador de parabrisas traseiro do March que custava R$400/500. A galera descobriu e passou a arrancar dos carros pra revender. Por ser uma peça de desgaste natural, requer trocas frequentes, mas infelizmente a maioria do público brasileiro não sabe o que dá pra trocar só o refill (a tirinha de borracha)

          • Edson Fernandes

            /hoje já tem preço “comum” (cerca de R$100 no jogo)

            A Nissan tá começando a aprender….rs

          • Saulo Bezerra

            Alguns sabem sim, aqui em Natal é comum vendedor de limpador de para brisas, e agora tá explicado, eles tiram o velho, põem o novo, reaproveitam a caixa e vendem uma peça usada como nova, que de fato funciona como nova, mas a um custo muito baixo. Basta vender uns 3 por dia, (60 reais cada) que a maioria tirará no mês um salário razoável.

      • Heleno

        Ladrão sempre foi e sempre será o criminoso, a Audi vender uma peça por valor abusivo é outra história, achou caro? não compre. Simples assim. Essa história de culpar terceiros, nesse caso a Audi, por ações de marginais é ridícula. É daí Qa ideia de vítimas da sociedade.

        • 4lex5andro

          Exato. Não tem justificativa, nunca, pra se atacar patrimônio alheio (qualquer que seja, barato ou caro), é uma questão de honra, de moral, de valores.

          Tentar contemporizar isso é sub-pensamento de relativista moral.

          • Diego Germán de Paco

            Deve ser muito ruim viver com o pensamento utópico de uma sociedade perfeita, como o que você vislumbra. Seja realista meu amigo, senão viver se tornará um fardo. Como diria o escritor Jorge Luis Borges: Estamos há pelo menos 200 anos da possibilidade de viver uma anarquia, dado o ponto de civilidade em que vivemos

            • 4lex5andro

              Não é pensamento utópico, é ser realista, defender o certo. Não é por quê ninguém ou poucos entendem/defendem o que é certo, que deixa de sê-lo.

              E no seu caso, não é ruim, é triste mesmo, ser relativista moral que acha que expoliação é uma questão de interpretação.

        • Diego Germán de Paco

          Por isso coloquei entre aspas amigo… Não queira tumultuar pela amor de deus… Você entendeu o que eu eu quis dizer. Meu pensamento pra você é ridículo porque você é brasileiro. Se tivesse a oportunidade de viver fora não julgaria com tanta veemência. Não se esqueça que sua verdade nunca será absoluta, tudo depende do ponto de vista, e eu prefiro pensar como o europeu. Aonde que um alemão pagaria €100 num plástico de acabamento como esse? É pra rir msm…

          • Heleno

            É direito seu pensar da forma que quiser, da mesma forma que é direito meu pensar diferente.

            O que não muda é a minha opinião, o “culpado sempre será o criminoso e ponto”. E não há justificativa, os motivos apenas explicam o fato. Uma peça de acabamento custar 800 reais, explica o motivo de haver um mercado de peças roubadas, mas não justifica o roubo.
            NÃO HÁ JUSTIFICATIVA PARA O CRIME.
            Ou melhor vou culpar a Apple, por vender um telefone caro que justifica o roubo. Mas que belo pensamento.

            Engraçado mesmo é o tom de superioridade: “Se tivesse a oportunidade de viver fora não julgaria com tanta veemência”, rsrsrs. Amigo isso não te torna mais inteligente ou melhor que ninguém, o fato de usar isso na sua fala apenas denota uma baixa capacidade de discussão.

            E claro não se esqueça das sua palavras: “a verdade nunca será absoluta”. Mas reflita: O pior ignorante é aquele que pensa ser inteligente.

        • Edinaldo_Tapica

          Você já ta polarizando o discurso do cara, em nenhum momento vi ele sendo a favor de banalizar crime de roubo. Simplesmente apresentou uma teoria (com fundamento coerente) que infelizmente faz sentido nesse país liderado por Gilmar Mendes e a impunidade. Parece você não mora no Brasil… Vacilo da Audi em botar uma peça caríssima e fácil de furtar e LOGICAMENTE das leis brasileiras extremamente coniventes e bondosas com vagabundos

      • Mr. Pennybags

        “Quem é “ladrão” primeiro?” – kkkkk! tb quero fumar desse!

        • Diego Germán de Paco

          Tu já estudou sobre o emprego das aspas em um texto qualquer?

          • Mr. Pennybags

            Cara, com aspas ou sem aspas o que vc falou é uma bobagem sem tamanho> Vc tá querendo justificar o injustificável. A empresa não está roubando ninguém e não existe paralelo nenhum entre um ladrão que furta grade e uma empresa que cobra caro por seus produtos.
            Eu até poderia concordar com você, mas aí seríamos 2 falando besteira.

      • Edinaldo_Tapica

        Concordo totalmente. A Audi plantou um problema, e ainda tá saindo como boazinha. Isso se chama marketing

  • Fabricio

    Agora o ladrão enfie no toba o estoque

  • Bruno Silva

    Mercedes deveria fazer isso com a estrela na grade, a ML350 de uma amiga teve a sua roubada em um shopping, aí fui pesquisar e há diversos casos, já que basta girar ela pra esquerda que sai.

    • matheus

      Os europeus devem achar isso tão improvável que nem pensam em dificultar a retirada da peça. Não contavam com a malandragem brasileira.

      • Ricardo Bastos

        Ma verdade esse roubo da estrela da MB começou foi justamente na Europa.

        • th!nk.t4nk

          Deve rolar, mas em vista da quantidade de Mercedes na Europa é algo mínimo. Eu mesmo tive um Classe C aqui e nunca ouvi falar de problemas com isso. E de qualquer forma nos atuais isso já não rola, porque é uma peça fixa (nao é mais aquela “marmita” de antes), onde fica o radar. Pra tirar aquilo só abrindo o capô e desparafusando.

          • Edson Fernandes

            Existem noticias aqui e fora do Brasil sobre isso.

            O fato é que roubam e essa peça tem um custo bem alto.

    • V12 for life

      Esse problema da Mercedes é bem maior, começou a décadas e é mundial, já foi retratado até nos Simpsons.

      • Ronaldo Prado

        E em “Uma babá quase perfeita”.

  • El Cabron

    To em duvida se a opção de dar de graça não vai chamar a atenção mais ainda!!!.. Eu arriscaria que deveriam vender por um preço subsidiado, tipo R$ 5,00 por peça.

  • Emanuel Martins

    Bem que a Toyota poderia seguir o exemplo e repor as calotas das rodas de hilux. É impossível de impedir o roubo daquilo. Já vi na internet gente que entra na justiça pra repor alegando que a Toyota não disponibiliza nada para evitar o furto dessas calotas.

    • G. de F.

      Toyota? Falha em algum item?

      “Icsto non ecziste!”. Quevedo, Padre.

  • Fellipe Z

    Pq as pessoas roubam isso?

    • Diego Germán de Paco

      Porque do mesmo jeito que um singelo limpador de para-brisas traseiro do March custava R$400 na Nissan, esse pedaço de plástico deveria ser uma fortuna na Audi

      • Fellipe Z

        Entendi. Obg

      • Fernando

        Tá 90 agora. Fiz a revisão do meu carro a poucos meses e foi o orçamento que me deram. Não comprei pois na loja de acessório perto aqui de casa tava por 55,00. Mas lembro realmente dessa história. Nessa época não existia desse limpador similar para o March. Ai aproveitavam e mentiam a faca mesmo.

        • Edinaldo_Tapica

          Tenho Nissan mas não posso defender uma política assim. Muita safadeza.

  • Marcio Souza

    Bela atitude da Audi. Além de não onerar o cliente, desmotiva o furto da peça. E ainda fideliza o cliente. Isso sim é investimento!

  • Zé Mundico

    É só dar uma olhadinha no Mercado Livre e na OLX para achar os “empreendedores” que vendem essas peças.
    Só tem gente boa……

  • ocampi

    Solução simples….enche o mercado desta peça e pronto….preço cai e a geração Lula para de roubar este tipo de peça.

  • Fernanda Tavares

    sera que a VW irá fazer o msm com os farois furtados do New Beetle?!

    • David Diniz

      Eu me lembrei das lanternas da Xsara picasso que eram extreamente fácil de roubar….

    • Fanjos

      Farois de Porsche Cayenne tb

    • Edinaldo_Tapica

      Roubavam os cibies do VW Apolo do meu pai. Um mês que botava novos, já desapareciam. Era fácil de roubar e o design muito genérico, servia em qualquer carro

      • Edson Fernandes

        Infelizmente tinha um mundo de folga entre farol, capo e pisca…. era facil mesmo.

  • Yuri Lima

    Antes de encaixar, passa silicone para box de banheiro, não sai mais nunca essa grade!
    Método McGayver anti furto.

  • Presidente da Audi Brasil: Alô, matriz? Aqui é a filial do Brasil. Precisamos de uma verba adicional de 1 milhão de reais.

    Matriz na Alemanha: Ok. Qual a razão? Campanha publicitária, descontos para modelos que ficarão obsoletos, recall, alguma campanha de juros subsidiados?

    Presidente da Audi Brasil: Não, é pra bancar os custos das grades inferiores furtadas dos nossos modelos aqui no Brasil.

    Matriz na Alemanha: Q????

  • Fanjos

    Cansei de ter bolinhas de antena da Disney roubadas e a Disney nunca me indenizou =(

  • Fabio Marquez

    Um p@u no cy levou a antena do meu Fox… Agora ele parece um cachorro com o rabo cortado e nem deve sintonizar a radio direito… Vou na VW reclamar pela minha antena gratuita.

  • Lucas de Lucca

    O Brasil não é para amadores. A que ponto chegamos.

  • G. de F.

    Nessas horas e com notícias assim, dá uma vergonhazinha de ser brasileiro…
    Mas não pode deixar batido a posição da Audi, de fazer do “limão uma limonada”. Atitudes assim fazem proprietários relevar certas coisas na hora de pensar em trocar pelo concorrente, em alguns casos.

  • Marcos Pastori

    A grade do Audi A3 Sedan 2015 custa em média R$ 380, a de um VW Fox 2015 custa R$ 50. Tem um pouco de ágio aí mesmo, mas crime ainda é crime.

  • alex

    Parabéns Audi pela façanha de arcar com o prejuízo agora fiquem de olho pois brasileiro da jeito pra tudo capaz de forjar B.O para conseguir a peça , esse pais não tem jeito.

  • Ronaldo Prado

    Em abril parei minha zafira por uma hora na rua em Diadema e quando fui ver tinham me roubado as molduras do acabamento de teto. Duas barras de alumínio que são só encaixadas por grampos do lado do para-brisa. Na Chevrolet queriam me cobrar 2500, encomendando com a fábrica. Acabei comprando em um desmanche (legalizado) por 400 reais.
    Outra coisa que roubam muito na zafira é a tampa do parafuso de fixação do limpador do vidro traseiro. É só a porcaria de uma tampinha de plástico, mas que na Chevrolet custa 180 reais! Depois de muito procurar acabei achando uma semelhante por 40.

    Agora onde não tem estacionamento e sou obrigado a parar na rua, eu tiro essa tampinha e ainda fico com o cú na mão com medo de me roubarem as molduras de novo.
    Ta duro viver nesse mundo de gente sem respeito ao próximo.

    • Edson Fernandes

      Isso me roubaram diversas vezes de um… Uno!!!!

      Eu perdi as contas de quantas foram roubadas!!!

      Eu tinha um estoque delas… e qdo vendi, deixei as sobresalentes no porta luvas…rs

      • Ronaldo Prado

        Pior que essas coisas baratas provavelmente são furtadas por gente que tem um carro igual ao seu, não para revenda. Quando eu comentava que estava difícil de achar essa tampa, o que não faltou foi gente sugerindo que eu encostasse o carro do lado de uma zafira no mercado e pegasse a peça… É claro que eu tenho meus princípios e jamais faria uma coisa dessas, mas nessas é que você vê como tem gente idiota no mundo.

        • Edson Fernandes

          Me falaram para fazer isso! E pra que? Para me roubarem de quem eu roubei? Qual o sentido disso?

          Eu concordo com vc.

  • Guilherme Martins

    Ou aumentar os roubos… já que vão
    Pensar… a vítima o repõe de graça mesmo!
    Ae quem não teve a sua furtada, mas danificada/inventou de pintar, e deu merlim/perdeu mesmo pensa: na robauto s.a tem muita oferta, e não vou correr o risco de contar mentira pra polícia porcausa de uma gradezinha de 500/600 reais, afinal se posso ter um Audi , posso desembolsar essa grana….

    • Yamato Inuko

      Pensei exatamente a mesma coisa.
      Não adianta dar para quem foi roubado, pois as vendas de peças roubadas não são para estes, são para os que tiveram a peça danificada em um acidente ou perdidas por algum outro motivo.
      Isso aí é marketing “engana trouxa”, se quisessem resolver mesmo o problema deveriam disponibilizar essa peça a um preço justo para qualquer pessoa que precise dela, não só para quem foi furtado.

  • Alexandre Maciel

    Queria ter visto a Toyota fazer o mesmo no que diz respeito às calotinhas das Hilux.

    De toda sorte, o Brasil é uma lástima; vive num ciclo de pobreza e criminalidade sem fim.

    p.s.: não que uma coisa necessariamente conduza à outra.

  • El Gato!

    Que m&#?@, né? Isso me lembrou do famoso caso da tampa do reservatório de água da Nissan… que custava mais ou menos R$ na css e o cara descobriu que a tampa de Gatorade servia certinho no bocal… além de ser de um plástico bem mais resistente!

  • Jackson

    deviam fazer um dispositivo para que a grade ao ser retirada se quebre aí ia querer ver vagabundo vendendo a mesma no mercado paralelo

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email