Great Wall começará a produzir no Brasil em 2023

Great Wall começará a produzir no Brasil em 2023

Mesmo tendo adquirido a fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis, interior de São Paulo, a chinesa Great Wall Motors não irá produzir carros de imediato. Mesmo com uma planta nova e inteiramente completa, a unidade paulista passará por extensas modificações por parte da nova dona.


Segundo Anderson Suzuki, diretor de planejamento de produto da Great Wall para a América Latina, a empresa iniciará a produção somente no começo de 2023. O executivo brasileiro, comentou em uma live da Agência Estado: “O arranque da fábrica, que não tem data ainda, seria no início de 2023”.

Great Wall começará a produzir no Brasil em 2023

Dentro de um plano de internacionalização , a Great Wall prepara a produção local com aumento de volume, passando de 20 mil para 100 mil ao ano. Além disso, para dar suporte à operação brasileira, a GWM deverá contratar 2.000 funcionários. No momento, a empresa já está trabalhando com a Mercedes-Benz no processo de transferência da unidade.

Com fábricas já na Tailândia e Rússia (construção própria), a Great Wall espera em breve atuar com picapes e SUVs, já tendo registrado alguns produtos, como o Haval H6 e Wey Macchiato, um SUV híbrido recentemente lançado na China. Mas, ao nível de marketing, divulga sua picape média Poer, que deve ser produzida localmente e possivelmente nas duas variantes, uma mais simples e outra luxuosa.

Great Wall começará a produzir no Brasil em 2023

Para iniciar no mercado, a Great Wall prevê iniciar as vendas através de importação no segundo semestre de 2022. Por ora, a marca não diz quais produtos, mas a picape Poer surge como a primeira opção, com um SUV seguindo. Após iniciar a produção, a empresa espera em cinco anos atingir a capacidade máxima de 100.000 carros ao ano.

Tendo investimento de R$ 4 bilhões, a Great Wall vem com a firme decisão de se fixar no mercado nacional e com volume não só para atuação local, mas também visando exportação para toda a região. Com marcas como a elétrica ORA, a premium Wey e a aventureira Tank, a gama de produtos da empresa é extensa e existem várias opções para atuação por aqui.

[Fonte: Agência Estado]

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.