_Destaque Antigos Clássicos Cupês Europa História Porsche

Há 40 anos, nascia o Porsche 928 com pretensão de substituir o 911

porsche-928-2 Há 40 anos, nascia o Porsche 928 com pretensão de substituir o 911

Há 40 anos, a Porsche lançava na Alemanha um estranho cupê 2+2, que tinha a pretensão de substituir o clássico 911 e se tornar o principal esportivo da marca germânica. A ideia para um bólido no melhor estilo Gran Turismo surgiu no final dos anos 60. Havia a preocupação com o futuro do 911, que não tinha vendas satisfatórias para o fabricante.



Na época, a Porsche imaginava que o 911 muito em breve teria destino semelhante ao dos muitos modelos da Volkswagen com motorização traseira a ar. Hoje a ideia parece uma heresia, mas no final dos anos 60, era uma realidade para a montadora de Stuttgart. Mas a ideia, nascida de Ernst Fuhrmann, direto-gerente da empresa, era também de adicionar um sedã de luxo, algo que veríamos acontecer décadas depois.

porsche-928-1 Há 40 anos, nascia o Porsche 928 com pretensão de substituir o 911

O objetivo era oferecer mais conforto e uma condução mais dócil, a fim de atender consumidores que não presavam tanto ter que trabalhar muito mais ao volante, como no 911. Assim, Ferdinand Porsche (o filho), autorizou o desenvolvido desse novo carro, que teria muitas contradições com a filosofia de produto da marca até então. Era algo realmente novo nascendo e isso também representava um risco. Afinal, os clientes já sabiam o que era um Porsche.

porsche-928-5 Há 40 anos, nascia o Porsche 928 com pretensão de substituir o 911

No começo do projeto, batizado de 928, vários esboços e ideias foram canceladas, mas a mais importante teve a ver com a pressão ambiental gerada nos EUA. O conjunto motriz não poderia ficar mais na traseira, visto que havia a dificuldade de equipar o veículo com sistemas de redução de emissão, algo que já estava dando dor de cabeça para a Porsche com seu 911. Outro ponto contra o motor traseiro era o fato do Chevrolet Convair ter sido considerado inseguro por causa dessa característica. Assim, o motor passou da traseira para a dianteira.

porsche-928-7 Há 40 anos, nascia o Porsche 928 com pretensão de substituir o 911

Sem a possibilidade de introduzir um seis cilindros boxer  a ar, a Porsche imediatamente recorreu à Audi. A ideia da Porsche era introduzir um V8 5.0 refrigerado a água para impulsionar o novo carro, inclusive com vários protótipos testados, mas Ferdinand Piëch queria a união de dois motores de cinco cilindros da Audi para criar um V10 4.6. Mas, a empresa decidiu que era melhor manter certa independência da VW e por isso o V8 5.0 de 300 cv continuou como opção para o 928.

Logo, a Crise do Petróleo faria os planos do 928 com seu V8 5.0 serem reduzidos para um V8 3.3 com 180 cv e os quatro carburadores substituídos por uma injeção eletrônica. Mas, no final, reinou um V8 4.5 16V com injeção mecânica de combustível e 240 cv. Nos EUA, a potência caía para 219 cv.

porsche-928-6 Há 40 anos, nascia o Porsche 928 com pretensão de substituir o 911

Para manter o equilíbrio ideal, a Porsche introduziu uma caixa de transmissão montada no eixo traseiro, ligada ao motor por um cardã fixo. Com isso, o Porsche 928 se gabava de ter peso 50:50. Havia opção de câmbio manual de quatro marchas ou automático (de origem Mercedes-Benz) com três velocidades, sendo esta responsável por 80% das vendas nos EUA.

O bólido da Porsche também inovou ao empregar silício e magnésio, bem como partes em alumínio. A carroceria era feita em aço galvanizado. Além disso, o 928 adotou o “Weissach Axle”, que permitia direção nas rodas traseiras a fim de ampliar a estabilidade. Visualmente, o modelo tinha faróis parcialmente retráteis, bem como colunas A e B inclinadas umas para as outras, além de grandes vigias laterais e um longa tampa na traseira.

porsche-928-4 Há 40 anos, nascia o Porsche 928 com pretensão de substituir o 911

Com 4,52 m de comprimento, 1,89 m de largura, 1,27 m de altura e 2,50 m de entre eixos, o Porsche 928 pesava em torno de 1.450 kg e tinha uma velocidade máxima superior a 210 km/h, indo de 0 a 100 km/h em cerca de 7,7 segundos (dados dos EUA). A chegada do novo bólido resultou em duas coisas bem diferentes do que os diretores da empresa pensaram na fase de desenvolvimento. A primeira é que o motor traseiro não morreu, visto que as normas de emissão americanas acabaram por aceitar a configuração.

Assim, o 911 continuou a viver até os dias atuais. Na época, o substituto de Fuhrmann, Peter Schutz, decidiu que 911 e 928 deveriam ser vendidos lado a lado, uma convivência que durou os 18 anos seguintes. A segunda é que o estranho – no sentido da configuração – Porsche acabou por conquistar os clientes da marca, fato pelo qual conseguiu se manter por quase duas décadas no mercado e vendendo mais de 61 mil unidades.

porsche-928-3 Há 40 anos, nascia o Porsche 928 com pretensão de substituir o 911

Várias configurações e versões de fábrica surgiram ao longo dos anos, chegando ao 928 GTS com seu V8 5.4 de 350 cv em 1995, mas na maior parte de sua história, sempre teve mais de 300 cv. O modelo também ganhou várias séries especiais. Uma homenagem oficial da Porsche será feita durante o AvD Oldtimer Grand Prix, evento de carros clássicos na Alemanha, ainda neste mês de agosto.

 

 

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend