Hatches Hyundai Matérias NA

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho
Hyundai HB20 R Spec

O HB20 2018 foi o último modelo antes da chegada da nova geração do hatch compacto popular da Hyundai, que sempre se destacou em vendas no país desde seu lançamento exclusivo em 2012.

Tendo uma gama bem interessante de versões, que incluíam Comfort, Comfort Plus, R spec e Premium, o HB20 ainda contava com três motores, bem como transmissão manual de 5 ou 6 marchas, além da automática de 6 marchas.


Na linha 2018, trouxe multimídia opcional para todas as versões, que acabaram sendo ampliadas, valorizando a Comfort Plus. Mesmo tendo já mais de sete anos, o compacto fabricado em Piracicaba, continuava bem jovem.

Projetado na Coreia do Sul, mas pensado para o Brasil, o HB20 é um produto que chamou atenção do público brasileiro em fins de 2012, quando apareceu por aqui.

Exclusivo para o mercado brasileiro, o HB20 foi um êxito desde o início, tendo gerado filas de espera com tempo médio de 4 meses logo de cara, fazendo com que muitos consumidores desistissem do produto.

Embora a Hyundai tenha construído uma fábrica para fazer 150.000 carros por ano, ela logo se mostrou insuficiente para atender a demanda pelo modelo e seus derivados, como o aventureiro HB20X e o sedã HB20S.

Tendo sido lançado com toda a pompa no nordeste brasileiro, o Hyundai HB20 fez jus à apresentação com vendas expressivas, que proporcionalmente à rede de concessionários, vendeu mais que o líder na época.

Compacto, o modelo da Hyundai chegou com a proposta de brigar com Chevrolet Onix, recém-lançado, assim como os velhos Fiat Palio e Volkswagen Gol.

No Hyundai HB20 2018, o modelo já apresentava o leve facelift de meia idade, feito para mante-lo firme no mercado, embora não precisasse tanto assim.

Com estilo considerado irretocável, a marca sul-coreana conseguiu melhorar o que já era bom, tanto que a geração seguinte foi amplamente criticada pela imprensa e também consumidores, destoando muito do projeto original.

Tendo surfado ondas perfeitas na filosofia de estilo Fluidic Sculpture, o HB20 sempre foi considerado um carro bonito, apesar de não ter todos os méritos em outros pontos.

Um deles, por exemplo, foi a ausência de controles de tração e estabilidade na primeira geração. Outro ponto era a oferta de tecnologia embarcada que, tirando a multimídia com TV digital, não acrescentava nada mais.

Direção hidráulica, por exemplo, foi até o final da produção da primeira geração. Também não era referência em estabilidade, tendo suspensão bem macia.

Para ampliar o espaço interno, a Hyundai estreitou o acabamento das portas para dar uma sensação maior de volume interno. Apesar disso, a marca soube explorar bem eventos esportivos e outras comemorações para criar edições.

Também fez uma boa atualização visual e ainda criou a versão R spec, que deu uma pegada esportiva muito boa, mesmo que essa proposta passasse longe do que o carro oferecia.

Na mecânica, a economia do motor Kappa 1.0 foi mesclada com a adição de um turbo, sendo uma aplicação desenvolvida localmente, sem introdução de injeção direta de combustível, o que deixou o propulsor sem uma resposta adequada.

O HB20 2018 ainda dispunha de motor Gamma 1.6 16V com injeção indireta de combustível mas, assim como os demais, tinha também tecnologia Flex.

O 1.0 entregava até 80 cavalos, enquanto o 1.0 Turbo chegava a 105 cavalos, tendo por fim o 1.6 indo até 128 cavalos, sendo o único com opção de câmbio automático.

HB20 2018 – detalhes

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

O HB20 2018 era um hatch compacto popular com design Fluidic Sculpture, que trazia faróis levemente puxados com monoparabola nas versões mais simples e projetor com moldura cromada na versão Premium.

Além disso, a versão esportivada R-Spec e as demais, tinham a lente simples com máscara negra para realçar sua aparência. Apenas a Premium tinha luzes diurnas em LED.

No HB20 2018, a grade era hexagonal e tinha desenhos diferentes, de acordo com a versão, sendo que a Comfort e a Comfort Plus tinham frisos horizontais pretos e cromados, respectivamente.

Já o HB20 2018 Premium ostentavam elementos estéticos independentes que davam um ar mais sofisticado à versão. Este também tinha frisos cromados na grelha e faróis de neblina cromados.

O HB20 R-Spec tinha grade totalmente em preto brilhante, mas com elementos estéticos próprios na grelha, além de molduras e detalhes na mesma tonalidade, envolvendo inclusive os faróis de neblina. Havia ainda um logo R-Spec.

Esta versão também trazia retrovisores em preto brilhante com repetidores de direção, assim como rodas de liga leve na mesma tonalidade. O teto era preto e as maçanetas também, mas com apliques cromados. A antera era estilo barbatana.

Atrás, as lanternas eram escurecidas e o para-choque era exclusivo, com molduras pretas estilizadas. O escape oval era cromado, reforçando o ar de esportivo do HB20 R-Spec, que ainda tinha pinças de freio vermelhas.

Na Premium, as rodas de liga leve tinham acabamento diamantado com fundo preto, enquanto na Comfort Plus, eram prateadas. O primeiro tinha maçanetas cromadas, enquanto as demais vinham na cor do carro.

Todas as versões, exceto a R-Spec tinham retrovisores na cor do carro. As lanternas traseiras eram Clear Type nas versões R-Spec e Premium. O para-choque traseiro tinha suporte de placa e refletores horizontais. A antena era normal.

Por dentro, o HB20 2018 tinha painel com duplo cockpit, tendo cluster Super Vision com mostradores mais claros nas versões mais caras, tendo ainda computador de bordo, velocímetro, conta-giros e display para combustível e água.

O volante tinha acabamento em couro na Premium, tendo comandos de mídia e telefonia, além de piloto automático. Na R-Spec, o volante tinha couro costurado em vermelho. Na topo da linha, o ambiente podia ser de cor marrom.

Nesse caso, os bancos em couro marrom, junto com as portas e apoio de braço central. A R-Spec tinha ambiente escurecido com bancos em couro preto com detalhes em vermelho. A mesma cor estava nos difusores de ar.

Na R-Spec Limited, os bancos eram totalmente em vermelho vivo. Os pedais da versão esportivada eram de alumínio, mas o ar condicionado era manual, tendo opção de multimídia.

O HB20 2018 Comfort tinha interior em preto simples com colunas e teto claros, enquanto a Plus era em cinza no primeiro caso. A versão Premium tinha ar condicionado automático e multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque.

Este dispositivo era o blueMedia Nav, que trazia navegador GPS, Google Android Auto, Apple CarPlay e OnCar, que adotou esse nome no lugar do MirrorLink e CarLink, uma parceria para espelhamento de smartphones sul-coreanos.

Dependendo da versão, no caso as mais caras, havia ainda câmera de ré. A central de entretenimento era conhecida ainda pela TV digital, além de Bluetooth e entrada USB. O console do HB20 2018 tinha cobertura retrátil de bom gosto.

A alavanca de câmbio podia ser em couro e o seletor da versão automática tinha acabamento em preto brilhante. O freio de estacionamento era manual, enquanto o porta-luvas era mediano.

No ambiente do HB20 2018, o acabamento das portas era empurrado para dentro, a fim de ampliar a sensação de espaço a bordo. O teto tinha alças de mão, luzes de leitura, retrovisor dia e noite ou eletrocrômico, espelhos com luzes nas abas.

Os vidros elétricos podiam ser apenas dianteiros ou nas quatro portas, mas apenas o do motorista era one touch. Além disso, havia travamento elétrico das portas com ou sem chave canivete de controle remoto.

Porém, não havia chave presencial com partida por botão, nem nas versões mais caras, mas o HB20 Premium trazia retrovisores com rebatimento elétrico.

O banco traseiro era inteiriço ou bipartido e havia cintos de segurança de 3 pontos apenas para 4 passageiros, com o quinto subabdominal. Isofix era um item de série. O espaço traseiro era mediano, devido ao entre eixos de 2,50 m.

Já o porta-malas tinha 300 litros, sendo uma capacidade acima da média do segmento, que era de 280 litros. O estepe ficava abaixo do assoalho interno, tendo ainda iluminação e travamento elétrico da tampa traseira.

HB20 2018 – versões

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

  • Hyundai HB20 2018 Comfort 1.0
  • Hyundai HB20 2018 Comfort Plus 1.0
  • Hyundai HB20 2018 Comfort Plus 1.0 Turbo
  • Hyundai HB20 2018 Comfort Plus 1.6
  • Hyundai HB20 2018 Comfort Plus 1.6 automático
  • Hyundai HB20 2018 R spec 1.6 automático
  • Hyundai HB20 2018 Premium 1.6 automático

Equipamentos

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

Hyundai HB20 Comfort 1.0 – Motor Kappa 1.0 e câmbio manual de cinco marchas, mais freios ABS com EDB, airbag duplo, ar condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, vidros dianteiros elétricos, travamento elétrico, retrovisores com ajustes manuais, para-sois com espelhos, sistema de áudio com Bluetooth e USB, quatro alto-falantes, rodas de aço aro 14 polegadas com calotas integrais, coluna de direção ajustável em altura, pneus 175/65 R14, banco do motorista com elevação, revestimento em tecido, porta-copos, porta-objetos, luzes de leitura, entre outros.

Hyundai HB20 Comfort Plus 1.0 – Itens acima, mais multimídia blueMedia com Android Auto/CarPlay/OnCar, Bluetooth e USB, TV digital, Super Cluster Vision, faróis com máscara negra, retrovisores elétricos com repetidores de direção, vidros elétricos nas portas traseiras, chave canivete com telecomando, rodas de aço aro 15 polegadas com calotas, pneus 185/60 R15, alarme, entre outros.

Hyundai HB20 Comfort Plus 1.0 Turbo – Itens acima, mais motor 1.0 Turbo e câmbio manual de seis marchas, emblema Turbo, maçanetas e detalhes em cinza acetinado.

Hyundai HB20 Comfort Plus 1.6 – Itens do 1.0, mais maçanetas e detalhes em cinza acetinado e lanternas Clear Type.

Hyundai HB20 Comfort Plus 1.6 automático – Itens acima, mais motor 1.6 com transmissão automática de seis marchas com mudanças manuais na alavanca, mais apoio de pé e apoio de braço retrátil para o motorista.

Hyundai HB20 R spec 1.6 automático – Itens acima, mais grade estilizada em preto brilhante, retrovisores pretos, rodas de liga leve aro 15 polegadas com acabamento preto brilhante, para-choque traseiro exclusivo, escape cromado, antena barbatana, faróis de neblina, volante com coluna de direção regulável também em profundidade, pinças de freio vermelhas, bancos e portas em couro preto com costuras vermelhas, volante no mesmo padrão, banco traseiro bipartido, entre outros.

Hyundai HB20 Premium 1.6 automático – Itens com Comfort Plus, mais faróis com luzes diurnas em LED, rodas de liga leve aro 15 polegadas com acabamento diamantado, ar condicionado automático, bancos e portas em couro marrom, volante em couro, piloto automático, vidros elétricos one touch para todos, banco traseiro bipartido, faróis com projetores, sensor crepuscular, sensor de estacionamento traseiro, rebatimento elétrico dos retrovisores, alarme volumétrico, airbags laterais, entre outros.

Preços

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

  • Hyundai HB20 2018 Comfort 1.0 – R$ 43.000
  • Hyundai HB20 2018 Comfort Plus 1.0 – R$ 46.330
  • Hyundai HB20 2018 Comfort Plus 1.0 Turbo – R$ 50.330
  • Hyundai HB20 2018 Comfort Plus 1.6 – R$ 52.880
  • Hyundai HB20 2018 Comfort Plus 1.6 automático – R$ 57.380
  • Hyundai HB20 2018 R spec 1.6 automático – R$ 62.430
  • Hyundai HB20 2018 Premium 1.6 automático – R$ 65.230

HB20 2018 – motor

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

O HB20 2018 era equipado com dois motores, sendo esses das famílias Kappa e Gamma. O primeiro é um pequeno três cilindros totalmente de alumínio, que possui duplo comando de válvulas no cabeçote com variação de abertura.

Dotado de injeção eletrônica multiponto, o Kappa 1.0 tem ainda quatro válvulas por cilindro, bem como eixo virabrequim com eixo contrabalanço, reduzindo assim a vibração do propulsor.

Tem 998 cm3 de volume e taxa de 11,5:1, o 1.0 tem 75 cavalos na gasolina e 80 cavalos no etanol, ambos obtidos em 6.200 rpm. Já o torque é de 9,4 kgfm no derivado de petróleo e 10,2 kgfm no combustível vegetal.

O torque é conseguido em rotação de 4.500 rpm, bem acima do que o 1.0 MPI da VW, por exemplo, mas ainda longe do Econo.Flex da Chevrolet, vigente então.

Seu pequeno volume era agregado a uma caixa manual de cinco marchas, sendo essa sua única opção de transmissão. No caso do Kappa 1.0 Turbo, o pequeno motor recebeu uma preparação para a aplicação.

Nesse caso, teve pistões, bielas e bronzinas reforçadas, assim como o virabrequim. A injeção multiponto teve recalibração e a bomba de combustível ganhou mais pressão e vazão.

Foi adicionada uma pequena turbina de baixa rotação, permitindo obter maior força em giros iniciais, bem como para reduzir o turbo lag. Foi introduzido um intercooler ar-água e mudanças no sistema de refrigeração.

Essas e outras alterações, permitiram que o Kappa 1.0 Turbo alcançasse uma posição de intermediário puro entre o 1.0 e o 1.6, tendo taxa de compressão de 9,5:1 e dispondo de 98 cavalos na gasolina e 105 cavalos no álcool.

Já o torque ficou entre 13,8 kgfm e 15,0 kgfm, respectivamente, indicando que o ajuste ficou abaixo do 1.0 TSI, por exemplo. A rotação para a potência máxima era de 6.000 rpm, porém, o torque pleno aparecia aos 1.500 rpm.

Para aproveitar ao máximo essa força adicional no Kappa 1.0, a Hyundai o fez trabalhar com um câmbio manual de seis marchas. A transmissão é a mesma encontrada no Gamma 1.6 16V.

Este quatro cilindros feito em alumínio tem também duplo comando no cabeçote, mas assim como os demais, com variação apenas na admissão. Com quatro válvulas por cilindro, o propulsor de 1.591 cm3 tem injeção multiponto flex.

Dessa forma, o HB20 2018 com motor 1.6, entrega 122 cavalos na gasolina e 128 cavalos no etanol, obtidos em 6.000 rpm. Já o torque é de 16,0 kgfm no primeiro e 16,5 kgfm no segundo, ambos a elevados 5.000 rpm.

Tendo um conversor de torque, o câmbio automático de seis marchas tem mudanças manuais na alavanca de transmissão. Essa opção tem uma programação inteligente que visa maior conforto e eficiência ao dirigir.

Desempenho

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

  • Hyundai HB20 1.0 – 14,6 segundos e 161 km/h
  • Hyundai HB20 1.0 Turbo – 11,2 segundos e 182 km/h
  • Hyundai HB20 1.6 – 9,3 segundos e 189 km/h
  • Hyundai HB20 1.6 AT – 10,6 segundos e 190 km/h

Consumo

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

  • Hyundai HB20 1.0 – 8,5/9,9 km/l e 12,5/14,1 km/l
  • Hyundai HB20 1.0 Turbo – 8,2/10,1 km/l e 11,6/14,3 km/l
  • Hyundai HB20 1.6 – 8,1/9,9 km/l e 11,6/13,8 km/l
  • Hyundai HB20 1.6 AT – 7,1/9,4 km/l e 9,9/12,5 km/l

HB20 2018 – manutenção e revisão

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

As revisões do HB 2018 eram feitas a cada 10.000 km ou 12 meses, o que viesse primeiro. O hatch compacto da Hyundai tem um dos valores de pós-venda mais baixos do mercado.

Os preços abaixo, para revisões até 60.000 km, sai em média por R$ 2,8 mil, mesmo com a Hyundai diferenciando cada motor e com preços bem fracionados, que passam a impressão de um valor acima da média, observando individualmente.

Com prêmio de excelência, o pós-venda da Hyundai tem bom atendimento e profissionais altamente especializados, que fazem a substituição dos itens prescritos, bem como a inspeção em diversos outros componentes.

Óleo lubrificante, filtro de óleo, filtro de combustível, filtro de ar, filtro de ar condicionado, fluído de freio, correia dentada, correia em V, velas e outros componentes, são trocados ao longo da vida útil do HB20.

Lavagem e higienização são feitas em cada revisão, mesmo antes da pandemia de coronavírus.

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.0 12VR$ 201,48R$ 459,67R$ 446,92R$ 602,94R$ 419,65R$ 596,02R$ 2.726,68
1.0 12V TurboR$ 228,83R$ 487,02R$ 474,27R$ 631,78R$ 447,00R$ 623,37R$ 2.892,27
1.6 16VR$ 227,18R$ 485,37R$ 472,62R$ 630,13R$ 445,35R$ 621,72R$ 2.882,37

HB20 2018 – ficha técnica

HB20 2018: detalhes, preços, versões, motor, consumo, desempenho

Motor1.0 12V1.0 12V Turbo1.6 16V
Tipo
Número de cilindros3 em linha3 em linha4 em linha
Cilindrada em cm39989981591
Válvulas121216
Taxa de compressão12,5:19,5:112,1:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima75/80 cv a 6.200 rpm (gasolina/etanol)98/105 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol)122/128 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo9,4/10,2 kgfm a 4.500 rpm (gasolina/etanol)13,8/15,0 kgfm a 1.500 rpm (gasolina/etanol)16,0/16,5 kgfm a 5.000 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 6 marchasManual de 6 marchas ou automática de 6 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteiraDianteira
Direção
TipoHidráulicaHidráulicaHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço ou liga leve, aro 14 ou 15 polegadasLiga leve, aro 15 polegadasLiga leve, aro 15 polegadas
Pneus175/65 R14 ou 185/60 R15185/60 R15185/60 R15
Dimensões
Comprimento (mm)3.9203.9203.920
Largura (mm)1.6801.6801.680
Altura (mm)1.4701.4701.470
Entre eixos (mm)2.5002.5002.500
Capacidades
Porta-malas (L)300300300
Tanque de combustível (L)505050
Carga (Kg)400433459
Peso em ordem de marcha (Kg)9901.0531.040 (MT) 1.071 (AT)
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,330,330,33

HB20 2018 – fotos

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Tibúrcio

    O novo HB20 progrediu bem no interior, mas piorou muito o exterior… quem sabe acertam de novo na próxima geração!
    A Hyundai parece que está perdendo a mão no design externo, vide o Creta monstruoso apresentado há pouco na Índia!

  • konnyaro

    Incrível como o design externo que vem de 2012 ainda é agradável e não é datado. Não sei como conseguiram piorar tanto no modelo 2020, realmente o designer deste novo teve que se esforçar muito para transformar um carro bonito em algo de gosto muito duvidoso…

  • Daniel dos Santos

    Carro de locadora…

  • Nelson Oliveira

    Consumo real do 1.0 2018 (palavra do proprietário), com gasolina

    Cidade: 9/10km/l, com ar ligado, trânsito leve e indo a 60km/h

    Consumo de 14km/l na estrada (pra quem fez uma viagem há dois dias): andando a 80km/h, ela sendo de faixa dupla (sem necessidade de fazer ultrapassagem) e sem ar condicionado

    Consumo real, indo a uma media de 110 a 120km/h, pista simples (se não tiver tanto buraco), ar ligado, sozinho ou com 3 pessoas, forçando o motor pra ultrapassar com segurança uma carreta (o transito de caminhões aumentou muito nessa época de pandemia): 11km/l, no máximo

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email