*Featured Honda Lançamentos Sedãs Test Drive

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

Em sua 10ª geração, o Honda Accord 2019 chega ao mercado nacional com preço alto e proposta de estar acima do segmento de sedãs grandes de marcas tradicionais. Com visual mais sofisticado e dotado de um toque esportivo, o best seller da marca japonesa traz algumas rupturas com a tradição nipônica e também tecnologias em termos de segurança que lhe caíram muito bem.


Com proposta de ser um carro de imagem para a Honda no Brasil, o sedã chega por R$ 198.500 e disposto a vender pouco: 130 unidades em 2019. O objetivo da marca não é volume, mas ter aquele carro topo de linha que muita gente admira. Afinal, desde a chegada da Honda por aqui, o Accord sempre fez parte do portfólio.

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

Um pouco menor que o anterior, o Honda Accord 2019 agora tem mais espaço interno com entre-eixos ampliado e também porque o cofre do motor foi reduzido, privilegiando o volume em prol dos passageiros. Agora, ele está mais largo e com assentos mais centralizados, ampliando a segurança. Ele mede 4,889 m de comprimento, 1,862 m de largura e 2,830 m de entre-eixos.


Estruturalmente, o Honda Accord 2019 emprega 29% de aço de ultra alta resistência, ampliando a rigidez torcional em 32%. A carroceria também tem 5,9% de alumínio e pesa 5% a menos que a anterior. O sedã recebeu também suspensão com braços em alumínio e direção com duplo pinhão para filtrar melhor os movimentos.

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

Fora isso, a maior mudança foi mesmo o uso do motor 2.0 Turbo VTEC de duplo comando e injeção direta de alta pressão, que torna o propulsor mais eficiente e o faz entregar 256 cavalos a 6.500 rpm e 37,7 kgfm entre 1.500 e 4.000 rpm, superando o V6 3.5 que saiu de cena no modelo, que entrega 280 cavalos, mas tem somente 34,9 kgfm a 4.500 rpm.

Mas não ficou apenas nisso, o Honda Accord 2019 vem com uma nova transmissão automática de 10 marchas, que em realidade se trata de uma caixa com conversor de torque, que utiliza uma trava para engrenar dois grupos de 4 relações, que somadas as duas posições do dispositivo, somam 10 relações. O objetivo é ter trocas suaves e progressão de velocidade com eficiência e performance ao mesmo tempo.

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

O Honda Accord 2019 traz ainda multimídia com Android Auto, Car Play e navegador nativo, bem como o LaneWatch para reprodução de imagem da lateral direita e câmera de ré com tripla visualização.

Mas, a novidade mesmo é o Honda Sensing, que traz controle de cruzeiro adaptativo, assistente de saída de pista com correção, alerta de fadiga, alerta de faixa com correção e frenagem automática de emergência com aviso de colisão.

Honda Accord 2019 – Primeiras impressões

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

O Honda Accord 2019 tem um belo visual. A frente é bem expressiva e os faróis full LED dão um destaque a mais para o conjunto, cuja grade mantém a barra cromada da Honda e um centro escurecido e bem chamativo. As rodas de liga leve aro 18 polegadas tem belo desenho, mas os pneus 235/40 R18 são muito baixos e isso é ruim em nível Brasil…

A traseira esticada lembra um fastback, sendo bem elegante e esportiva ao mesmo tempo. As lanternas em LED são grandes e dão volume ao conjunto, que agrada. Por dentro, o ambiente é agradável, mas não tão sofisticado, o que já era esperado do Accord, que nunca foi um carro de luxo, mas um bom automóvel. A aplique estilizado no painel e portas nos faz lembrar disso.

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

No mais, a Honda inseriu mais couro e material soft, além de um cluster análogo-digital com velocímetro de ponteiro e uma tela multifuncional de 7 polegadas. A multimídia tem tela de 8 polegadas e não chama atenção, diferente do túnel central com botões no lugar da alavanca de câmbio, onde ainda estão os modos Eco e Sport, bem como o freio de estacionamento eletrônico.

Um slot dispõe de carregador indutivo para smartphones e entradas USB. O ar-condicionado dual zone tem saídas na traseira e os bancos possuem ventilação. Aliás, os assentos são em couro e existem três tonalidades: cinza na pintura preta, preto na pintura prata e marfim na pintura branca.

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

O volante tem boa pegada e a posição de dirigir é como deveria ser, tendo ajustes elétricos. O passageiro também conta com isso. Interessante é que o Honda Accord 2019 tem duas memórias para o motorista, mas isso não impressiona.

O que chama mesmo atenção é o carro possuir duas chaves, sendo que cada uma registra dois usuários e quatro memórias diferentes, incluindo espelhos. Isso sem contar que o sedã tem partida remota com climatização automática entre 20 e 22 graus. O HUD configurável tem excelente resolução.

O teto solar é apenas padrão, algo que não estranhamos por se tratar de um carro japonês. O espaço geral é bom, especialmente atrás. O porta-malas tem 574 litros, sendo 68 a mais que o anterior.

Honda Accord 2019 – Impressões ao dirigir

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

O Honda Accord 2019 melhorou muito em relação ao anterior. O carro está muito mais equilibrado e conta com uma dinâmica de condução muito mais aprimorada e agradável. O propulsor 2.0 Turbo tem disposição de “alemão”, entregando todo o torque em regimes baixos e despejando a cavalaria rapidamente, alçando o ponteiro digital até além dos 6.000 rpm.

O ronco típico de motor turbo é encorpado e dá uma noção exata do que ele pode fazer. As retomadas com esse novo câmbio de 10 marchas ocorrem de forma empolgante e isso tudo em modo Drive. Pode-se reduzir quatro marchas de uma vez e ele nem se ressente, buscando sempre a melhor relação para imprimir mais desempenho ou economia, nesse caso, ele roda no trânsito por muito tempo em 1.500 rpm, enquanto na estrada não passa de 1.600 rpm a 110 km/h.

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

No modo manual, através dos paddle shifts, dá para explorar bem as marchas, mas com independência mediana, pois o sistema sempre assume em determinadas situações. No modo Sport, ele segura as marchas no modo manual e só muda em caso de extrema necessidade. O modo Eco pouco tira da performance do Accord 2019.

Mas, além do bom conjunto motriz, o sedã nipônico chama atenção por sua direção muito firme. Podemos dizer que é a mais “rígida” que experimentamos até agora. Com o alerta de faixa ligado, ela é que exige certo esforço nos movimentos, tendo “vida própria” em curvas mais abertas ou pequenas correções.

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

O pacote Honda Sensing nesse caso tem uma condução semiautônoma bem elevada, já que no controle de cruzeiro adaptativo, mesmo com a vibração de alerta do volante para que o condutor assuma a direção, ele não desliga facilmente, como ocorre em Volvo e Jaguar, por exemplo. Mesmo numa curva, ao detectar um caminhão, ele freia para reduzir a velocidade e mantém a trajetória, sempre dentro do espaço da faixa de rolamento.

O comportamento do Accord 2019 com esse sistema realmente é muito bom no que se propõe e surpreendeu por sua capacidade de automação, que é sim superior a maioria dos carros que a ostenta. Além disso, o conforto ao dirigir ainda exibe um bom handling em curvas, bem como excelente atuação dos freios.

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir

Entretanto, o conjunto de suspensão, embora confortável em estradas e firme em curvas e desvios, não foi feito para a realidade brasileira e sofre nos buracos e irregularidades de nosso asfalto, ainda mais por usar as rodas, pneus série 40. Então, mesmo um buraco pequeno no asfalto parece bater lá no “coração”… No geral, o sedã ficou muito bom.

Honda Accord 2019 – Galeria de fotos

Honda Accord 2019: Impressões ao dirigir
Nota média 4.9 de 7 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email