Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

As vendas para pessoas com deficiência (PcD) estão cada vez mais em alta e as montadoras oferecem modelos exclusivos para este público. O Honda City Personal, por exemplo, é o único City automático com preço abaixo de R$ 70 mil que permite a isenção de IPI e ICMS.


Este modelo está disponível desde fevereiro de 2018, quando a marca lançou a linha reestilizada do City no Brasil.

Ele deixa de oferecer alguns recursos visuais, de acabamento e de tecnologia para ficar mais em conta.

Abaixo, você pode conferir todos os principais detalhes do City para PcD:

Honda City Personal – detalhes

Quando se trata de carros para pessoas com deficiência, as montadoras precisam oferecer modelos que custem até R$ 70 mil na tabela para que o consumidor consiga a isenção tanto de IPI como de ICMS. Acima desse valor, há somente a isenção de IPI.

Portanto, para chegar nesta cifra, várias fabricantes enxugam boa parte da lista de equipamentos de seus modelos. O Honda City é um exemplo. Ele deixa de lado alguns recursos importantes de visual, acabamento e tecnologia para ser mais barato que o Honda City LX, por exemplo, a versão automática de acesso ao consumidor final que parte de R$ 75,6 mil.

O que mais chama a atenção é a ausência de calotas nas rodas. O carro vem equipado somente com rodas de aço pintadas em preto, calçadas com pneus 185/60 R15. Trata-se da mesma solução aplicada no Fit Personal, também destinado a PcD.

Esses modelos são os únicos carros de passeio que não possuem rodas de aço com calotas. Entre os utilitários, tal situação é mais comum.

O City DX, a versão mais barata do sedã compacto (mas com câmbio manual), já vem equipado com rodas de liga-leve de 15 polegadas.

Outro item indisponível na lista de itens de série do City na versão Personal é o sistema de som. Neste caso, há somente preparação para som com antena no teto e quatro alto-falantes.

Ainda para efeito de comparação, o Honda City DX 2020 sai de fábrica com um som 2DIN dotado de rádio AM/FM, entrada USB e conexão Bluetooth.

Todos esses recursos são ofertados como acessórios dentro das próprias concessionárias Honda. Algumas revendas oferecem o chamado “Kit Personal”, que inclui rodas de liga-leve de 15 polegadas e sistema de som ou central multimídia com espelhamento de smartphones, Bluetooth, TV digital e câmera de ré, tudo isso pela bagatela de quase R$ 7 mil.

Há também outros acessórios, como sensores de estacionamento, protetor de cárter, faróis de neblina, tapetes de borracha ou de carpete, frisos laterais, entre outros.

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

De resto, o City Personal 2020 segue a mesma linha das versões mais em conta do Honda City no mercado brasileiro. Um dos destaques do carro é o bom espaço interno, graças ao entre-eixos de 2,60 metros, o baixo túnel central na parte traseira e a boa arquitetura de bancos projetada pela Honda.

Ele recebe bem quatro ocupantes, podendo acomodar até cinco pessoas se o quinto ocupante for uma criança. A posição de dirigir também agrada e os bancos são confortáveis.

O sedã compacto dispõe ainda de um porta-malas com capacidade para 536 litros. Na realidade, são 485 litros convencionais, mais um compartimento de 51 litros sob a tampa do assoalho. Trata-se de um dos maiores porta-malas da categoria, superando o Volkswagen Virtus com seus 521 litros, por exemplo.

O acabamento do carro é simples, com plásticos por todos os lados, mas sempre com peças bem encaixadas. Há materiais agradáveis nas áreas de contato com os braços dos ocupantes, como tecidos nas portas.

Fica devendo, porém, alguns recursos importantes para o segmento. Nem mesmo a versão topo de linha do Honda City que beira os R$ 90 mil oferece itens como controle eletrônico de estabilidade, controle de tração e assistente de partida em rampas, tampouco este Personal. Esses equipamentos estão disponíveis no Fity.

O visual do Honda City foi retocado há cerca de dois anos, com direito a faróis redesenhados, nova grade frontal, para-choques com novo formato e novas lanternas traseiras. O conjunto é bem feito e bastante bonito, mas fica devendo em modernidade em relação aos demais sedãs compactos à venda no Brasil.

Leia também: quem tem direito a isenção na compra de carro zero?

Honda City Personal – equipamentos

Segurança: airbag frontal para motorista e passageiro, freios ABS (antitravamento) com EBD (distribuição eletrônica de frenagem), luzes de condução diurna em LED, estrutura de deformação progressiva ACETM com barras de proteção lateral, encosto de cabeça e cinto de três pontos para os cinco ocupantes, sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis, brake light, entre outros.

Conforto: ar-condicionado manual, direção elétrica progressiva, vidros elétricos nas quatro portas com função auto, banco do motorista com ajuste de altura, volante com regulagem de altura, para-sois com espelho para motorista e passageiro, porta-objetos nas portas dianteiras, console central com porta-copos, piloto automático, travas elétricas, retrovisores externos elétricos, apoio para o pé do motorista, entre outros.

Visual e acabamento: grade frontal cromada com acabamento em preto brilhante, painel de instrumentos com iluminação Bluemeter, bancos revestidos em tecido, repetidores de seta nos retrovisores, maçanetas externas na cor da carroceria, maçanetas internas em preto fosco, rodas de aço de 15 polegadas com pneus 185/60 R15, entre outros.

Tecnologia: computador de bordo multifunções, volante com comandos do piloto automático e do computador de bordo e preparação para som com quatro alto-falantes e antena no teto.

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

Honda City Personal – preços

Veja abaixo os preços do City 2020 na versão Personal:

  • Honda City Personal 1.5 CVT 2020: R$ 68.700
  • Honda City Personal 1.5 CVT 2020 + isenção de IPI: R$ 61.685,81
  • Honda City Personal 1.5 CVT 2020 + isenção de IPI e ICMS: R$ 52.670,80

Honda City Personal – isenção para PcD

Como mencionado nos tópicos acima, o City Personal 2020 é uma versão do sedã compacto da Honda exclusiva para pessoas com deficiência (PcD). Porém, não basta apenas se enquadrar no programa para adquirir o carro. É preciso passar por diversos procedimentos para garantir a isenção de impostos e comprar o modelo.

Antes de tudo, a pessoa com deficiência precisa passar por exames médicos que comprovem a sua patologia, além de um relatório assinado pelo médio responsável do Detran (Departamento de Trânsito) atestando o diagnóstico.

Após isso, o paciente deve passar pela clínica do Detran para emitir o laudo médico. Com ele em mãos, é necessário ir até uma autoescola especializada em pessoas com deficiência, apresentar o laudo e fazer as aulas necessárias para obter a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) especial.

O procedimento seguinte é fazer a requisição da isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que querer vários documentos. Depois, basta ir até uma concessionária e fazer o pedido de compra do carro.

É possível ainda fazer o pedido de isenção do IPVA e também a isenção de rodízio municipal na cidade de São Paulo.

Aqui no Notícias Automotivas nós temos uma matéria completa com o passo-a-passo para você fazer todos os procedimentos para a compra de um carro com isenção de impostos para PcD. Veja aqui.

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

Honda City Personal – cores

O City Personal está disponível em seis opções de cores, sendo dois tons de branco, um preto, um prata, um cinza e um azul. Ou seja, apenas tonalidades tradicionais. De todas elas, há somente uma cor sem custo adicional.

Confira a seguir as cores disponíveis no catálogo do Honda City:

  • Preto Cristal (perolizada, por R$ 1.140 adicionais)
  • Prata Platinum (metálica, por R$ 1.140 adicionais)
  • Cinza Barium (metálica, por R$ 1.140 adicionais)
  • Azul Boreal (metálica, por R$ 1.140 adicionais)
  • Branco Tafetá (sólida, sem custo adicional)
  • Branco Estelar (perolizada, por R$ 1.290 adicionais)

Honda City Personal – motor

Todas as versões do Honda City 2020 são equipadas com um mesmo motor. Trata-se do 1.5 litro i-VTEC flex de quatro cilindros, com 16 válvulas, comando único de válvulas no cabeçote e sistema de VTEC de abertura e fechamento de válvulas conforme o comportamento do propulsor.

Ele é dotado ainda de bloco e cabeçote em alumínio e do sistema FlexOne, que dispensa o tanquinho auxiliar de gasolina para partidas a frio com etanol no tanque.

Ele consegue desenvolver 115 cavalos de potência com gasolina e 116 cv com etanol, a 6.000 rpm, e torque de 15,2 kgfm e 15,3 kgfm, nesta ordem, entregue a partir de 4.800 rpm.

Nesta configuração Personal para PcD, o sedã compacto da Honda está disponível somente com o câmbio automático do tipo CVT (continuamente variável) que simula até sete marchas. Nesta versão, não há paddle shifts atrás do volante para trocas manuais de marcha, item disponível só no City EX e no City EXL.

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

Honda City Personal – consumo

O Honda City com motor 1.5 flex e câmbio CVT consegue entregar bons números de consumo de combustível. De acordo com os testes do Inmetro no Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), o sedã pode fazer até 14,5 km/l na cidade com gasolina no tanque.

Veja abaixo as médias de consumo do City CVT 2020:

  • Consumo de 8,5 km/l na cidade e 10,3 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 12,3 km/l na cidade e 14,5 km/l na estrada com gasolina;
  • Notas “B” na comparação relativa na categoria e na comparação absoluta geral do Inmetro.

Honda City Personal – desempenho

De acordo com a Honda, os números de desempenho do City Personal são os seguintes:

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 11,3 segundos;
  • Velocidade máxima de 175 km/h.

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

Honda City Personal – garantia e revisões

O Honda City 2020 é comercializado com garantia de fábrica de três anos, sem limite de quilometragem. As revisões do carro têm preços tabelados, disponibilizados no site da marca. Confira abaixo:

  • Revisão de 10.000 km ou 1 ano: R$ 308,22
  • Revisão de 20.000 km ou 2 anos: R$ 469,15
  • Revisão de 30.000 km ou 3 anos: R$ 525,43
  • Revisão de 40.000 km ou 4 anos: R$ 1.905,63
  • Revisão de 50.000 km ou 5 anos: R$ 525,43
  • Revisão de 60.000 km ou 6 anos: R$ 1.441,20
  • Revisão de 70.000 km ou 7 anos: R$ 525,43
  • Revisão de 80.000 km ou 8 anos: R$ 1.905,63

Honda City Personal – concorrentes

Hyundai HB20S Vision 1.6 AT – R$ 67.390 (R$ 51.890)

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

Único HB20S com motor 1.6 flex e câmbio automático, o sedã compacto da Hyundai oferece uma boa relação custo-benefício para pessoas com deficiência. Ele custa R$ 67.390 na tabela, mas chega a R$ 51.890,30 com a isenção de impostos. É bem mais equipado que o City.

De série, tem controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, central multimídia com tela de oito polegadas e espelhamento Android Auto e Apple CarPlay, trio elétrico, piloto automático, direção elétrica, ar-condicionado, rodas de aço aro 15 com calotas, alarme, entre outros.

Seu motor é um 1.6 litro flex de 130 cv e 16,5 kgfm, com câmbio automático de seis marchas.

Volkswagen Virtus Sense 1.6 MSI AT – R$ 69.990 (R$ 55.228)

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

Outro modelo exclusivo para PcD é o Volkswagen Virtus Sense, que custa R$ 69.990 na tabela e R$ 55.228 com a isenção de impostos. Este modelo tem motor 1.6 MSI flex de 117 cv e 16,5 kgfm, com transmissão automática de seis velocidades.

De série, oferece quatro airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, bloqueio eletrônico do diferencia, sensor de estacionamento traseiro, alarme, Isofix, ar-condicionado, direção elétrica, computador de bordo, trio elétrico, central multimídia com tela de 6,5 polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, volante multifuncional, entre outros.

Fiat Cronos Drive 1.8 AT – R$ 69.990 (R$ 52.467)

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

A Fiat oferece o Cronos para pessoas com deficiência na versão Drive com motor 1.8 litro flex e transmissão automática. Seu preço na tabela é de R$ 69.990, mas chega a R$ 52.467 com a isenção de impostos. Ele é o modelo com o motor mais forte desta lista, com um 1.8 flex de 139 cv e 19,3 kgfm e câmbio automático de seis marchas.

Oferece controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, monitoramento da pressão dos pneus, trio elétrico, direção elétrica, ar-condicionado, câmera de ré, volante multifuncional, central multimídia com tela de sete polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, sensor de estacionamento, start/stop, entre outros.

Toyota Yaris Sedan XL Live 1.5 CVT – R$ 69.990 (R$ 53.600)

Honda City Personal: equipamentos, preço, isenção PcD, motor, consumo

Por último, mas não menos importante, a Toyota comercializa o Yaris Sedan para PcD na versão XL Live. Este modelo tem motor 1.5 flex de 110 cv e 14,9 kgfm, com câmbio CVT que simula até sete marchas. Custa R$ 69.990 na tabela, mas chega a R$ 53.600 com isenção de impostos.

De série, tem controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, alarme, ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico, faróis com acendimento automático, retrovisor interno eletrocrômico, piloto automático, sistema de som com USB e Bluetooth, entre outros.

Honda City Personal – ficha técnica

Motor

1.5 i-VTEC

Tipo

Dianteiro, transversal, gasolina e etanol

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm3

1.497

Válvulas

16

Taxa de compressão

11,4:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Potência máxima

115 cv com gasolina e 116 cv com etanol, a 6.000 rpm

Torque máximo

15,2 kgfm com gasolina e 15,3 kgfm com etanol, a 4.800 rpm

Transmissão

Tipo

Automática CVT de sete marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado (dianteira) e tambor (traseira)

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Aço de 15 polegadas

Pneus

185/60 R15

Dimensões

Comprimento total (mm)

4.455

Largura sem retrovisores (mm)

1.695

Altura (mm)

1.485

Distância entre os eixos (mm)

2.600

Capacidades

Porta-malas (litros)

536

Tanque (litros)

46

Carga útil (kg)

383

Peso em ordem de marcha (kg)

1.137

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.