Esportivos Honda Japão

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

O Civic Type R é uma versão apimentada de um carro emblemático, que conquistou muitos fãs, e não é à toa que está entre os veículos mais vendidos do mundo em 2018 (696.244 unidades).

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo


Cada montadora tem sua submarca ou divisão de alto desempenho, temos a AMG, da Mercedes-Benz, GTi, da Volkswagen, STi, da Subaru, RS, da Audi, Renaultsport, da Renault, etc.

Opções que estão ganhando cada vez mais reputação no setor automotivo.

Com a fabricante japonesa não foi diferente, em 1992, eles criaram a designação Type R, e lançaram o Honda NSX Type R (R = Racing).


Detalhes do Honda Civic Type R

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Assumidamente um modelo anti-Ferrari, a Honda sempre buscou trazer melhorias ao NSX Type R, principalmente no desempenho.

Com produção limitada no Japão, o NSX Type R era um carrão, que conquistava quem o dirigia.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Embora não seja muito lembrado, o Honda Integra foi o segundo automóvel a receber o Type R. Classificado como um dos primeiros carros da divisão de luxo da montadora, o Integra de 1995 conquistou pelo desempenho esportivo e identidade.

O motor é de 200 cv VTEC, com comando de válvulas variável. Em seguida chegou o Accord Type R, de 220 cavalos de potência.

Baseado na sexta geração do sedã, o Honda Civic Type R chegou há 22 anos (1997), e muito elogiado por ser um verdadeiro exemplo de como fazer carros esportivos em produção; ele foi produzido até os anos 2000.

A edição seguinte (2001) foi lançada juntamente da sétima edição do sedã, seu motor rendia 200 cv de potência e chegava aos 100 km/h em 6,5 segundos. Atingia também a velocidade máxima: 227 km/h.

Enquanto havia o lançamento da oitava geração do Civic, o Honda Civic Type R ganhava sua opção sedã de quatro portas (2006) e o hatch de três portas também estava disponível. O motor debitava 225 cavalos de potência e 19,6 kgfm de torque.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Foi em 2015, que, enquanto era apresentada a nona geração do sedã, surgiu o Honda Civic Type R com turbo, um hatch europeu de cinco portas. Seu motor tem nada mais, nada menos que 310 cv e 2,0 litros. Um verdadeiro esportivo.

Ele chegou a ser o responsável por dar lugar a versão 2017 (320 cv e plataforma evoluída — são os diferenciais). Esse último Honda Civic Type R foi revelado no Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça, em 2017 — modelo apresentado como 2018.

Outra curiosidade que talvez você não tenha reparado é referente ao H na cor vermelha. Todo Type R possui essa identificação.

Veja a seguir cada uma das gerações do Honda Civic Type R, iniciando pelo NSX.

NSX – o primeiro Type R em 1992

O NSX lançado em 1989 era um poderoso esportivo e, sim, antes da versão Type R de 92, a Honda havia produzido esse modelo já por três anos.

Rival da Ferrari 328, o NSX tinha motor V6, aspirado de três cilindros e 280 cavalos.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Em 1992, a Honda decidiu criar a versão ainda mais poderosa e com uma série de modificações. A fabricante passou a trabalhar para entregar ao motorista mais potência e menos peso.

Logo, o NSX Type R perdeu sistema de som, estepe, ar condicionado, isolamento acústico e controle eletrônico de tração. Rodas de liga leve foram trocadas por Enkei, com material de alumínio forjado, a alavanca do câmbio de transmissão foi substituída por uma ferramenta de titânio.

Bancos de competição em fibra de carbono da Recaro deram lugar ao anterior de couro e com ajuste elétrico.

Sendo assim, acabamento em fibra de carbono, bem como, ar condicionado e sistema de som Bose passaram a ser opcionais. Consequentemente, a Honda conseguiu reduzir em 120 kg o peso do esportivo (passando a ter 1.230 kg).

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Outras transformações foram feitas: na suspensão, deixando o carro melhor em curvas. O NSX-R recebeu molas firmes na dianteira, deixando a traseira macia, fazendo, assim, com que a dirigibilidade fosse um ponto forte nesse veículo.

Foram produzidos 483 unidades do veículo de setembro de 92 a novembro de 95, apenas para o mercado japonês.

Velocidade, ótimo acabamento, prático e muito espaço, assim é o NSX-R, o “primeiro” Honda Civic Type R.

Em 2002, a Honda estreou, desta vez, reestilizado, o novo NSX-R.

Honda Civic Type R – o primeiro Civic apimentado em 1997

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Exclusivo para o mercado doméstico japonês, em 1997 chegou oficialmente o Civic Type R.

O interior entregava sua esportividade, o vermelho fazia presente nos bancos, na porta, tapete, na alavanca do câmbio e no volante Momo.

O modelo foi baseado no EK9, havia três portas, tinha motor B16 e 160 cv de potência, de 1,6 litro. Alcançava os 100 km/h em 6,8 segundos.

As rodas eram de 15×6 polegadas, os pneus com 195/55 de medida. Como diferencial, também tinha cor branca.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

A mesma preocupação com relação potência x peso estava presente no Civic Type R 1997. A Honda mexeu em itens de conforto, isolamento acústico, câmbio manual de cinco velocidades e relações mais próximas, melhoria na rigidez estrutural, dentre outros.

Este modelo é quase impossível de encontrar fora do Japão.

Honda Civic Type R – segunda geração 2001

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

A segunda geração do Honda Civic Type R chegou em 2001, agora, o esportivo deixou de ser produzido em Suzuka e passou a ser fabricado no Reino Unido (fábrica de Swindon), sendo, inclusive, exportado para o mercado japonês.

A mudança ocorreu devido à demanda de novos interessados pelo carro. E, com isso, a Honda teve que repensar sua estratégia.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Como diferencial, o motor K20 entregava 2,0 litros, 200 cavalos a 7.400 rpm (corte de giro a 8.100 rpm) 20 kgfm de torque a 5,900 rpm, fez com que o carro conseguisse atingir de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos.

A suspensão permanecia sendo o destaque, pela qualidade, mesmo que o sistema dianteiro via braços sobrepostos tenha sido modificado por outro esquema McPherson.

Honda Civic Type R – terceira geração 2007

Quando a montadora japonesa anunciou a oitava geração do Civic, também houve o anúncio da terceira edição do Honda Civic Type R (FN2). Em 2007, ele chegou com design futurista tanto por dentro como por fora.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Debaixo do capô, o carro abrigava motor K20, de 2,0 litros, produzindo 225 cavalos de potência no Japão, e 256 cv na versão Mugen.

Na época, era considerado o mais rápido, podendo fazer de 0 a 100 km/h, em 6,6 segundos.

Por não trazer suspensão traseira, pela primeira vez o desempenho em curvas caiu. No lugar de braços sobrepostos, havia um eixo de torção. Notoriamente isso não só sinônimo de que o automóvel seja ruim.

Um grande diferencial dele é que, pela primeira vez, a fabricante lançou o automóvel esportivo com carroceria de quatro portas.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Este modelo ganhou a versão Mugen 2.2, com exclusividade para apenas 20 unidades produzidas.

Há quem pensasse que ele seria o Civic Type R mais potente de todos os tempos, contudo, em 2015 a Honda surpreendeu novamente.

Entre 2007 e 2011, uma versão sedã foi comercializada no Japão.

Honda Civic Type R – quarta geração 2015

Em 2015 foi o ano em que a Honda apresentou ao mundo, completamente reformulado, o Civic Type R, agora, turbinado.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Foi em Genebra (Suíça), que a Honda lançou o novo esportivo. Sob o capô, um novo motor VTEC 2,0 litros, de injeção direta capaz de produzir 310 cavalos de potência, 40,8 kgfm de torque e câmbio manual de seis velocidades.

A cada nova atualização, o Civic Type R foi ficando cada vez mais veloz e, como esse de 2015, não foi diferente, já que fazia de 0 a 100 km/h em apenas 5,5 segundos.

Sua velocidade máxima chega aos 270 km/h.

O Type R 2015 teve grandes entradas de ar em sua dianteira, na asa traseira e recebeu rodas de 19 polegadas, além de freios Brembo.

Tudo foi pensado para que o carro pudesse ter melhor aerodinâmica e mais estabilidade.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Por dentro, a Honda incluiu novo painel de instrumentos, bancos no tipo concha, volante e manopla da alavanca do câmbio exclusivos.

O interessado poderia também optar pelo pacote GT, um opcional que contém: leitura de placas de sinalização, ar-condicionado de duas zonas, sistema de áudio com potência de 320 watts e sistemas de segurança como controlador da distância à frente.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

No mesmo ano, a fabricante já aceitava encomendas no Salão de Genebra por 29.995 libras britânicas, portanto, mais de R$ 150 mil.

Vendeu 10 mil unidades.

Honda Civic Type R – geração atual 2017/2018

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

A última geração do hot hatch Honda Civic Type R foi apresentado em 2017, passando a ser comercializado ao nível global.

O motor é VTEC 2.0 Turbo, gerando 320 cv. Agora, faz de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos. Sua velocidade máxima chega em 272 km/h. Não houve alteração no torque máximo, permanecendo os 40,7 kgfm.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Para deixar a brincadeira ainda mais divertida, o condutor pode escolher três modos para condução: a Comfort, a Sport e +R, trabalhando na curva de torque, assistência de direção, amortecimento e alteração nas respostas do acelerador.

Outra função é a alteração de cor no painel de instrumentos.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

No interior, novo volante, novos bancos esportivos, informações específicas no painel de instrumentos, entre outros.

O Honda Civic Type R é um verdadeiro monstro, um carro desejado e muito idolatrada pelos fãs. Um legítimo hot hatch japonês.

História do Civic

Civic em inglês significa cívico e se você nunca tinha reparado, é possível ler de trás para frente sem mudar o sentido.

O modelo começou a ser produzido em julho 1972, em Suzuka, cidade japonesa, que fica localizada na província de Mie.

Na região, o Civic passou a ser desenvolvido, um hatch compacto de duas ou quatro portas, evidentemente não era comprido como as gerações posteriores, a primeira edição de 72 tinha apenas 3,55 metros de comprimento e 2,20 m de distância entre eixos. Havia também uma versão perua.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

A motorização era quatro cilindros de 1.2 litro, 60 cavalos no Japão e 50 cv nos Estados Unidos, considerada boa potência para o seu tamanho.

Os equipamentos oferecidos chamavam a atenção: o carro disponibilizava bancos reclináveis, ar condicionado, transmissão automática de duas velocidades e freios dianteiros a disco.

Não demorou muito para o carro chegar ao mercado norte-americano e enfrentar veículos como Volkswagen Beetle, que era muito bem comercializado na época, além de Chevrolet Vega, Ford Pinto e AMC Gremlin.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo

Assim como é hoje com os chineses, os automóveis japoneses não eram tão famosos e foi conquistando espaço com o tempo. Carro japonês tem lá as suas vantagens e o que chamou a atenção dos americanos? O espaço interno, a qualidade na fabricação e a economia de combustível.

Por falar em consumo, o Honda Civic ganhou notoriedade por conseguir superar 16 km/l na rodovia.

Durantes três anos consecutivos, o Civic foi premiado como o melhor carro do ano no Japão.

Sem perder seus aspectos visuais, em 1979 foi lançada a segunda versão, mais espaçosa e com motor mais potente, e econômico: duas opções CVCC — 55 cv de potência (1,35 litro) nos EUA e 72 cv no Japão (1,5 litro) com 67 ou 80 cv. A motorização maior estava presente na versão perua.

Nos anos 80, veio a terceira geração, que, pela primeira vez, ganhou sua opção esportiva (Si): motor 1.6 de 118 cv de potência. Mais para frente, chega o sedan e, a partir daí, começou a se destacar.

O Brasil só chegou a ter um Civic apenas em 1991/1992, em sua quinta geração, importado como versão sedã, coupé hatch.

Atualmente, é vendido por aqui em quatro versões: a Touring, EXL, EX e Sport, além do coupé Si.

Honda Civic Type R: anos, modelos e gerações do esportivo
Nota média 4.7 de 6 votos

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • Os NSX R eram coisa linda.

    • Ricardo

      Um dos esportivos mais lindos da história.

  • 4lex5andro

    O Civic VTI esportivo 3 portas de 1997/1998 foi o mais belo hatch já vendido no Brasil.

    Salvo engano tinha controle variável no comando de válvulas (tal como o Prelude).

    E o NSX foi ”rival” mais em conta da Ferrari 348, então o esportivo mais badalado daqueles tempos, sendo muito mais barato, bonito (mesmo que esse critério seja subjetivo, mas qualquer votação o NSX vai sair bem nesse quesito) e bem equipado.

    E impulsionado por um v6 de ótima performance pelo peso da nave, deixando bem a frente dos seus maiores rivais, o Nissan 300zx e o Mitsubishi 3000GT.

    Posto isso, então:

    P.s.: Rival da Ferrari 328, o NSX tinha motor V6, aspirado de três cilindros e 280 cavalos.

    Como? V6 de três cilindros? Corrige logo, moderação!

    • Ricardo

      NSX, 300zx, 3000GT, R34, RX7 eram animais, Supra sempre achei feio.

      • Gilberto Mariani

        RX7, 3000GT, Eclipse, 350/370 Z, GTR (Skyline e Godzila) e Supra, na minha humilde opinião os mais lindos esportivos nipônicos…

        • Ricardo

          Japonês tem as manhas de fazer esportivos legais!

  • Domenico Monteleone

    Um excelente carro, Honda consegue manter equilibrado a cada geração e quando resolve revolucionar o produto, acerta.

  • Ricardo

    Infelizmente não existia o Type R em 1995. Imagine que animal seria o Civic hatch de 1995, a geração mais linda de todas, Type R.

  • Ricardo

    Adoro esses consoles com manoplas curtas e altas.

  • Gabriel Molina Pinheiro

    Que texto mal redigido. Precisam dar uma revisada em vários errinhos ao longo do texto.

  • Apopololo

    Vi aquele integra branco e lembrei que vi um aqui na minha cidade Cascavel PR, um Integra Type R branco parecia que tava originalzinho coisa mais linda tava com placa de Santa Catarina.

  • Marcus Vinicius

    Próxima matéria deve falar dos coupé Si !

  • Fanjos

    Sempre gostei dessa aparência de Hot Wheels (principalmente o 2015) do Type R, uma pena que nunca vai chegar nada parecido por aqui

  • Darlon Anacleto

    Meu preferido é da quarta geração, de 2015.

  • TchauQueridos

    Uma pena no Brasil Sandero RS ter que fazer papel de “esportivo”.
    Enquanto Golf R, Civic Type R e cia ficam só no sonho.

  • zekinha71

    Vendo essas fotos do NSX me fez lembrar de um que sempre passava na porta de casa, sempre pilotado por um rapaz meio famoso, um tal de Ayrton Senna.

    • mpol

      Que privilégio !

  • Gran RS 78

    Carro fantástico, que infelizmente a Honda nunca trouxe para o Brasil. NA, favor corrigir a foto do Civic type R da geração atual, que nas fotos publicadas aparece a do Si.

  • Bruno

    Quantos erros, fotos de Miniaturas e Games nada a ver e esse da última geração é o SI e não Type R!

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

    Eu acho que a divisão de alto desempenho da Honda seja a Mugen, as versões R são de alto desempenho, mas as Mugen geralmente são versões ainda mais potentes que a R.

  • Unknown

    “o NSX tinha motor V6, aspirado de três cilindros e 280 cavalos”. Corrige isso aí, NA.

  • Hugo Soares

    A reportagem colocou a foto do si coupe em vez do type r kkkkk

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email