*Destaque Honda Japão Mercado

Honda confessa que perdeu o “mojo” após tentar bater a Toyota

honda_civic_coupe Honda confessa que perdeu o "mojo" após tentar bater a Toyota

Quem se lembra dos inesquecíveis domingos na virada dos anos 80 para os de 1990, onde uma dupla de carros de corrida nas cores branco e vermelho faziam as disputas mais acirradas e excitantes do então circo da F1? Pois é, naquela época, de Senna e Prost, quem mandava era a McLaren, mas a energia vinha de um fabricante japonês em ascensão, a Honda.



De acordo com a Reuters, no “Momento Senna”, a Honda era a estrela do mundo automotivo tanto nas pistas quanto nas ruas e estradas. Senna virou tricampeão e quase um símbolo da marca, enquanto a recente geração do Civic, assim como do Accord, atraíam os olhares do consumidor americano. Naquela época, a tecnologia VTEC era de ponta nesses dois mundos que pareciam dominados completamente pelo “H” cromado.

mclaren-sennan Honda confessa que perdeu o "mojo" após tentar bater a Toyota

Foi nesse mesmo período que a Honda apresentou o primeiro carro elétrico de produção em massa, o EV Plus e mais tarde o Insight, um híbrido que surgiu antes do consagrado Toyota Prius. Mas, é exatamente essa marca rival que fez a marca nipônica “perder seu mojo”, segundo o próprio presidente da montadora, Takahiro Hachigo.

O CEO da Honda reconhece que a empresa perdeu sua essência ao buscar bater a rival Toyota. Segundo a Reuters, Hachigo diz que a marca perdeu em qualidade no esforço de vencer a conterrânea e, pior, em engenharia. A obsessão para vencer foi tão grande que a montadora deixou de lado a qualidade para poder obter maior participação de mercado e isso se reflete diretamente nos produtos e no processo fabril.

honda-civic-se-2015-eua Honda confessa que perdeu o "mojo" após tentar bater a Toyota

Desde 2008, a Honda recolheu 11 milhões de carros para correções em recall. Outro exemplo, que podemos lembrar, foi o da geração anterior do Civic, que precisou ser atualizada em menos de um ano e meio nos EUA por conta da qualidade percebida ser inferior ao modelo anterior. Isso é outro reflexo do baixo investimento em pesquisa e desenvolvimento.

De acordo com Yoshiyuki Matsumoto, chefe de P&D da Honda, “estávamos tão obcecados em bater a Toyota que começamos a nos parecer com ela. Nos esquecemos de nossa essência como companhia”. Como se sabe, o maior fabricante do Japão e um dos dois maiores do mundo tem uma postura extremamente conservadora em termos de engenharia, apoiando-se em mecânicas tradicionais, embora tenha os híbridos como seu fiel da balança.

De qualquer forma, a Honda passou a cair no ranking de qualidade da JD Power desde 2000, passando de sétima para vigésima em 2017 nos EUA. Não seria a hora de mudar, após reconhece o erro? Hachigo diz que o caminho de volta é dar liberdade aos engenheiros para que se arrisquem mais em inovação, especialmente nesse momento de mudança profunda no cenário automotivo. Carros elétricos, conectados e autônomos estão em evidência e, para fazer a diferença mais adiante, será necessário começar a essa mudança agora.

[Fonte: Reuters via Estadão]

 

 

  • Richard Sousa

    Quem não se lembra dos Civics de sexta geração conhecidos como tanques de guerra, que foram fabricados entre 1996-2000? Depois de lá o carro começou a ficar frágil, suspensão ruim e alto consumo.. Depois vieram as economias porcas.. Mesma coisa pro Fit… As gerações anteriores eram verdadeiros tanques de guerra, depois viraram carros beberrões e acabamento fraco… Tudo para vender mais e lucrar horrores. A Honda tem uma boa equipe de Engenharia, mas só pensar em lucro e falta de inovação é o fim para qualquer empresa.

    • RPM

      Eu ainda tenho um Civic 99 automático desses….150.000 km….nenhum problema,zero ruídos de acabamento….mas já está na hora de trocar diversas buchas da suspensão….e só….o carro roda liso…

      • Pedro Silva

        tive um 97/98, turbinei com 108mil km e rodei até 200mil km sem dó, com o corte de giro em 8500rpm no D16Y8 mesmo…. Verdadeiro guerreiro. O óleo evaporava na estrada, era só completar e continuar pisando fundo sem dó…

        • RPM

          É uma característica desse motor, já conversei com mecânicos e em fóruns…o meu carro por ex, bebe 1L de óleo a cada 10.000 km…rs

          • Paulo Reis

            De fato, cada motor tem sua caracteristiva. Meu focus 08, hj com 238 mil KM, consome até a metade do nivel da vareta, a cada 10 mil KM. Quer dizer, não preciso me preocupar com adição. Enquanto que o Citroem Xsara da minha irmã, com 80 mil KM no 1.6 16v, fica crítico perto do fim de 10 mil KM, precisando de adição.

          • Carlos Augusto Morais – Grupo

            Tem motores que consomem oleo por natureza. Acredito eu que eles trabalhem com um pouco mais de folga nos anéis pra aumentar a durabilidade geral do conjunto….Tinha um Palio EL 1.5 mpi que baixava óleo desde novo.

    • Rhullyo Cristyanno Santos

      Rodei bastante num civic 2000 meu Deus macio demais.

      • RPM

        Esse Civic que citei era meu carro de uso diário…comprei uma Hilux em maio,e desde então o Civic ficou encostado… nem o anunciei ainda….não paga mais ipva,dá dó vendê-lo…

        • MMM

          99 não paga mais IPVA?

          Edit: acabei de ver a tabela por estado. Tenho um Mazda 97 e paguei IPVA até este ano pq aqui em SP são 20 anos. Vi q tem estados com 10 ou 15.

          • RPM

            Isso….aqui no Rio,eram 15 anos para ficar isento de ipva(o que ocorreu com o meu carro….depois o governo do Estado alterou para 20 anos,até pensei que fosse voltar a pagar o ipva,o que não ocorreu…tenho pago somente as taxas de vistoria….uns 200,00.

            • MMM

              Beleza, em SP não tem mais vistoria entao no Mazda so pgo licenciamento agora. É um carro q não vendo pq meu pai comprou 0km e hoje esta com 40 mil km. Esta 100% original mas não deve valer mais que uns 10 mil reais. Rs

              • Pedro Henrique

                você que pensa, um carro raro desses no brasil e com só 40 mil km
                ctz que tem colecionador de olho já aqui no site kkkkk

                • MMM

                  Problema é q esse carro foi tão manolado que deve ser dificil ter colecionador dele. Uma vez dei uma olhada no site do MX3 clube e é um terror.

                  • Pedro Henrique

                    o seu estando em perfeito estado e pouco rodado é oq importa
                    o gol também é muito manolado pela orda dos tresquilimei e mesmo assim tem interesse dos colecionadores

              • Daniel

                Se estiver filé pago R$10.001,00! É pegar ou largar!
                :P

              • Jaspion

                orra, manda foto aí pra gente! esse é raridade! qual modelo é?

        • Jaspion

          esto procurando um carro desse, interessa a venda pra vc?

          • RPM

            Sim…vou vendê-lo…sou aqui do Rio…

      • André Luis Versiani

        Tive um Corola 2000 e eram espetaculares os carros desta época, o Civic era uma maravilha também.

    • MarcioMaster

      Verdade, em 2007 comprei um “new civic”, pensa a bomba. Mas sem falar em carros propriamente dito, eu não entendo a vergonha que estão passando na F1, inaceitável para uma empresa desse porte.

      • mjprio

        Que aprendam com a MB o que e fazer um carro respeitado novamente. Hamilton manda lembranças

    • Filipe Augustus

      Vendi o meu a uns 3 anos com 190 mil km e nunca precisei fazer nada no carro, era um LX automático 1999! Troquei num Corolla Fielder que vendi a uns 2 meses!!!!!!

    • Janduir

      Eu tive um EX 1994 e um EX 1999. A qualidade do importado era outra. O feito aqui deu mais problema e sem contar que custavam uma fortuna as peças. Costumo dizer que carro japonês demora um pouco pra dar problemas (falo de problemas não comuns, tipo motor partida, alternador, sensores, etc), mas quando dá lá se vai toda a economia… lembro de um coxim de motor de um Corolla Seg 2003 que tive com 60.000 km que achei somente original na época e custou mais de 1 conto, sendo que o mesmo coxim de um Vectra custava r$150,00 na época…

  • Marcio Mendes

    Verdade… Desde o Civic 2007/2011 que a Honda não consegue mais acertar mão. A oitava geração do Civic foi realmente o apogeu da marca.

  • Renan Abreu de Moura

    No Brasil, a Honda quer vender Civic 2.0 cvt com desempenho abaixo de seus concorrentes (sem esportividade citado no texto), com multimídia fajuta (conectividade citado no texto), sem bancos de couro, sem iluminação nos retrovisores e em outros pontos do carro, etc, e pede 95 mil reais e ainda quer chamar o carro de Sport???

    Tá de brincadeira né. Pelo menos no Brasil tem mais é que cair mesmo com esse marketing capenga. Por favor, Honda, coloquem engenheiros para tomar decisões de mercado também pq do jeito que tá só vai tender a despencar.

    • leomix leo

      Os bancos de couro até dispenso, mais falta tanta coisa para esse carro custar tanto. É muito caro mesmo, como todo carro no Brasil. mais o povo gosta de se amostrar de carro novo, e financia até a alma para o banco.

    • Paulo Lustosa

      Cara, o Civic até a chegada do antecessor do New Civic de 2006, era um carro extremamente conhecido por ser muito confortável e não quebrar de forma alguma, além de muito econômico devido aos motores 1.6 16V empregados nele. Chegou o antecessor do New Civic com suspensão dura e câmbio A/T problemático, New Civic 2006 com a mesma suspensão dura, porta-malas menor que de hatch médio (Vectra GT, Stilo e Astra levavam 380L vs 340L do Civic), New Civic 2007 em diante, quando virou Flex, passou a ser beberrão e vinha com válvulas desreguladas de fábrica (Honda é uma das poucas que ainda utilizam tuchos mecânicos nas linhagens comuns de seus carros), e a partir daí nunca mais acertou a mão em seus carros. Por isso o sucesso do Corolla, que nunca foi alterado sua receita básica.

  • Rodrigo Alves Buriti

    Um amigo teve um civic ger. 8 e um ger. 9.
    Ele disse que sentia saudades do ger. 8…. faz sentido …..

  • Pedro154

    O maior exemplo disso aqui no Brasil deve ser a suspensão ridícula dos carros. Você que pretende ter HR-V, se prepare quando for passar em um buraco, ou tenha a sorte de eles possivelmente terem ajeitado esse problema, por que se não…

  • Mak Mak

    É bem aquele ditado…”Os olhos do dono que faz o gado engordar”
    O fundador da Honda deve estar querendo levantar do cemitério e tomar as rédias da empresa novamente.

  • konnyaro

    Depois de Soichiro Honda bater as botas, a companhia começou a ser dirigida por contadores em vez de engenheiros.

    • Diogo Augusto

      Quase toda as marcas hoje em dia são dirigidas por contadores, elas perderam a essência e só querem saber de lucro, lucro, lucro e lucro… Eu fico puto de saber que o mundo automotivo virou mais um brinquedinho de economistas…

      • Pedro Henrique

        da pra ter muito lucro e ainda assim ser uma marca com essência.
        a questão vai do conselho administrativo decidir os rumos da empresa, é uma pena que eles sempre escolham a economia de escala

    • mjprio

      Mas ou menos o que acontece com a Apple depois da morte de Jobs. Foi iphone de plastico, iphone de tel grande, i pad disso, reloginho, ou seja muita coisa que certamente ele desaprovaria

      • Pedro Henrique

        sendo que oque tornou ela oque é foi o jobs com a filosofia diferente das outras, veja só…
        da sim pra ter muito lucro sem ter que cair na economia de escala e tudo mais do mesmo

  • Fábio Prates Rocha

    Tive um Civic LXS 2010, parti a mais ou menos um ano e meio para um Azera 2012 3.3 V6. O consumo é pouca coisa diferente para o 1.8 do Civic (7/7.5 do Azera contra 8 / 8.5 do Civic), as manutenções também até agora ficaram no mesmo patamar e pelos relatos do meu mecânico não é nada extraordinário; só tive um pouco mais de dificuldade para achar peças aqui em Vitória-ES, mas facilmente encontradas em SP por meio de lojas online. Agora qualidade de acabamento é o mesmo que comparar uma BMW com um Gol, é outro nível, outro mundo. Dizem que comprar um Azera é casar com o carro. Mas já comprei com toda a desvalorização que o carro deveria ter e não sou de ficar trocando carro todo ano, portanto, que seja eterno enquanto dure.

    • leomix leo

      Quem fala isso é negociante de carro, eu mesmo não me preocupo com isso, se compro um carro bom é para poder sentir-me bem com ele. O mercado aqui ainda tem muito disso, se for se preocupar com revenda que vá de gol, celta, uno… Kkkkkkk

    • afonso200

      tenho tbm um Azera 2011 comprei inicio de 2015 seminovo… faz 6 na cidade e 13.6 na estrada a 80km/h….. ate agora só braço axial um dos lados, e as buchas superiores, mas é normal todos dao isso aos 70mil km,.. paguei 52mil, hj aqui no RS ta valendo 44mil

    • mjprio

      Gostei do seu comentario. Rsrsrs. Casamentos servem pra dar certo né?

  • V12 for life

    Finalmente ascendeu a luz no fim do túnel, agora é esperar para ver o que isso significa.

  • Eduardo Sad

    Ganância… As pessoas fazem coisas que não querem, tomam direcionamentos de forma anti-natural em busca primeiro de dinheiro e depois de poder: não bastava ser grande e bem-sucedida. O ego e a vaidade a obrigaram a correr atrás da concorrente. Com certeza, quem viveu e construiu a essência da marca não estava plenamente feliz, fugindo de sua filosofia e dos princípios…

    • Elfo Safadão.

      Concordo, mas o homem sem ganância é igual um pedaço de M!@#$%, tudo na medida certa.
      Eu como empresário me contentaria com um mercado bem estabelecido do que ter a liderança do ranking global de vendas, é melhor ter a clientela fiel garantida do que ser o nº 1 do mundo.

  • Jefferson da Silva

    Ola, Meu Nome é Jefferson agora vejo a razão pq tive tanto problema com meus Hondas. Morei 11 anos fora do Brasil e tive 2 Accord, 4 civic e um City.
    Os Accord foram fora do Brasil e depois que comecei usar Honda aqui no brasil meus 4 Civic deram problemas e de casualidade quase sempre o mesmo problema e agora comprei um corolla pra minha mulher e so estou com Civic 2014 e que ja vou vender fim do ano e compra outro toyota pq estou muito decepcionado com a Honda muito mesmo uma marca como essa não poderia ter os problemas que vêm apresentando em seus carros especialmente o Civic e isso é muito chato meus 4 civic apresentaram problema no subtanque de gasolina os 4 e vc vai pesquisar no reclame aqui tem muitas mais muitas reclamações da Honda e veja quantas tem da toyota quase zero. Eu uso Honda des de 2004
    Mais já deu espero que seja meu último criei vergonha na cara. Fora que eles não estao nem ai para seus consumidores peças super caras mão de obra super caras e agora os Preços dos carros fora do Normal.
    Espero que um dia vontem a ser a Honda dos anos 80 e 90 pq eu muito fan do Senna pq ele conhecia de carro.

    • GPE

      O que seria subtanque? E o q ocorre?

      • mjprio

        Deve ser o tanquinho de partida a frio

  • Pedro Henrique

    “estávamos tão obcecados em bater a Toyota que começamos a nos parecer com ela. Nos esquecemos de nossa essência como companhia”.

    esse cara falou as palavras certas…
    qual apaixonado por carro não se encanta pela honda que tinha antes dos anos 2000?
    na verdade isso se reflete em muitas marcas… os carros perderam o charme próprio, perderam a essência e se tornaram mais um na fila do pão, chegando a um ponto como hoje que oque se destaca as pessoas não querem
    você pode ir na rua e ver, da pra contar nos dedos os carros com cores diferentes de prata, preto e branco…
    eu tive só 2 carros na vida, sou jovem ainda, os dois foram brancos mas não por desvalorização, mas porque eu acho a cor bonita, só por isso.
    acho cores azuis bonitas, aqueles vermelho bordo maravilhosos.
    mas a oportunidade não se fez presente

    • André Luis Versiani

      Lembro até dos Vectra Tubarão com aquela aerodinâmica fluida do capô até os retrovisores, bons tempos até pra GM.

    • mjprio

      Perfeito seu comentário. Eu acho que o que mais se perdeu hoje em dia é o requinte!!! Entra num BMW, num MB, num honda de 20 anos atrás. Veja a sobriedade das linhas externas, a elegância do painel. Hoje os carros estão meio sem graça. Eu era menino quando p collor abriu as importações. Eu babava nos Hondas, tipo o Prelude, o NSX, o Accord. Lindo era ver uma GM Lumina e a Toyota Previa. Propostas diferentes, mas ao mesmo tempo cheias de requinte.
      Dava gosto de entrar nesses carros e ver os arremates perfeitos. Parece que avançamos anos luz em materia de automóvel com as importações.

      • Car’s Fan

        Tu lembra do Legend??? Que carro lindo era aquele irmão!!!

        • mjprio

          Como nao? Eu me recordo qie logo que abriram as importações eu na epoca com uns 10 anos fui ao Barra Free Shopping que era um setor de importados dentro do shopping de mesmo nome e o primeiro stand que eu vi foi justamente o da Honda. La estavam Legend, Accord, Prelude ( com seu lindo painel digital azul), mas eu adorei mesmo foi o Civic CRX com seu teto targa retratil que ficava alojado na tampa do porta malas

        • Ia falar dele. Tinha um cliente que tinha um deste em 1999/2000. Só vi o dele até hoje. Deveria ser o único ou quase isso aqui em Goiânia.

  • noticiautomotivaracistaa

    Eu gosto Toyota e Honda

    • Pedro Henrique

      sim, também gosto das duas
      mas honda é honda e toyota é toyota, cada uma no seu cantinho com seu estilo e sua essência, se uma quiser ir no rabo da outra não da certo

      • mjprio

        Exato. Propostas bem diferentes. E como Peugeot e Citroën. Que mantiveram suas identidades mesmo com a PSA. Que pena que aos poucos, tambem estao se tornando comerciais em detrimento do estilo. Saudades da frente com cara de felino e o leaozinho da PUG e de desenhos quase que sensuais de modelos como DS XM Xantia e tantos outros da Citroën

  • Wanderson Bonifacio

    Percebe-se…
    O Civic quer ser o Corolla com o motor 2.0 e o CVT.

  • Vattt

    Realmente, esse Honda coupe da foto mostra o quanto a Honda foi boa no que fazia!!!

    • alemãoVP

      Eu entrei aqui apenas pra comentar isso…. o design dessa geração do civic é fabuloso em todas as suas versões! Um marco dos anos 90! Sem exageros, livre de vincos e formas agudas…. que coisa linda!

  • Luis Burro

    O cara escrachou completamente a Toyota!
    “Estávamos tão obcecados q começamos a nos parecer com ela”
    Kkkkkkkkkk

    • mjprio

      Mas tomando benga atras de benga…..mais parece recalque. A toyota sempre foi toyota… acho que havia mercado pras duas cada qual com sua identidade

      • Luis Burro

        Mas acho q nem foi a intenção,ele pode até ter dito mas sem malícia.

  • gsilva220

    A honda, junto com muitas outras, fazia carros excelentes, e sobretudo divertidos de dirigir. Na metade dos anos 00, essa onda morreu e começou essa onda de carros sem sabor que temos hoje. É só olhar esses filmes “carrocêntricos”, como velozes e furiosos, para ver que, com exceção de exóticos superesportivos, todo o resto dos carros é antigo. A quantidade de carros verdadeiramente divertidos e acessíveis que temos hoje pode se contar nos dedos, e eles ainda ficam se perguntando por que a geração millennial parou de comprar carros… Agora, depois de mais de 10 anos de vácuo, querem consertar isso enchendo de parafernálias de conectividade mal projetadas os mesmos carros sem gosto que temos. Prevejo uma onda de acidentes relacionados a falta de atenção ao volante, seguidos de crescente pressão pela chegada dos carros autônomos. Se nada for feito, veremos o fim da indústria automotiva ainda nesta geração.

  • ####Carlao GTS

    Reconhecer o erro, é um começo… e viva o ACCORD, V6.

  • Ricardo
  • RSRX

    honda e toyota estão gourmetizadas

  • Car’s Fan

    Esse é um grande avanço: reconhecer que perdeu a mão na essência da empresa!!! Eu tenho um City 2017 EX da empresa o qual uso para trabalhar e posso dizer que ADORO o carro: econômico, seguro, confortável, silencioso e bem acabado, muito, mas muito melhor mesmo que o Cobalt LT 1.4 que tinha na empresa anterior, de onde saí faz 03 x meses!!!
    A Honda tem uma filosofia diferente da Toyota, seus carros tendem a ser mais dinâmicos, melhores em dirigibilidade e entregam mais prazer, mas a empresa precisa se focar mais nisso.

    Acho que seria legal se:
    1. Focar em produtos de excelente dirigibilidade, desempenho, consumo e acabamento;
    2. Voltar a caprichar no design – quem não adora o design dos primeiros Civic que aqui aportaram na década de 90 (lembram do CR-X Targa???);
    3. Fortalecer suas bases europeias e chineses, garantindo crescimento forte e sustentável às operações;
    4. Elevar ainda mais o patamar da Acura como marca de luxo, trazer mais acabamento refinado, mais luxo e tecnologia, além de maior desempenho;
    5. Uma vez investido na Acura, ampliar os horizontes de alcance desta (hoje focada em EUA, Canadá e Japão);
    6. Ampliar participação no Sudeste asiático e América Latina;

    O caminho da Honda é diferente do da Toyota e ela, se encontrando nele, acho que crescerá muito mais do que possam prever seus estrategistas…
    Quem tem Honda, fideliza, porque mecanicamente são ótimos produtos!!!

  • Johnny Boris

    Sem contar o péssimo atendimento nas concessionárias Honda. Parece que você faz favor aos vendedores. Como já falei aqui, fui conhecer o Civic novo e fui tão mal atendido que acho que se eu pedisse pra fazer um test drive pegava até um soco. kkkk E olha que eu cheguei na concessionária de Corolla… uma oportunidade perfeita pros caras “roubarem” um cliente do maior concorrente. Depois reclamam da crise.

  • Eduardo Edu

    Esse design disco voador do novo Civic espantou os possíveis compradores para o Corolla que está batendo recorde atrás de recorde.

  • O mundo automotivo está que nem a decadência de séries animadas, onde os autores vão destruindo o mais legal de cada personagem… tanto os fabricantes japoneses como os europeus tinham carros fantásticos nos anos 80; nos 90 eles acabaram com o design com aquela mania de estilo fofinho, depois em nome da produtividade, acabaram com os coupés, com os conversíveis e com os esportivos. Depois enfiaram um monte de hatches chatos e feios, agora todos fabricam os mesmos carros com marcas diferentes e aquela grade hexagonal na frente e agora reclamam que o mundo não está mais gostando de carros… Só sobraram os SUVs para gostar mesmo…

  • João Cagnoni

    Não me atraio por nenhum carro desta marca. Todos são caros, cheios de plástico e lentos. A Honda esqueceu as suas origens.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend