EUA Honda Nissan

Honda e Nissan planejam demitir 10.000 trabalhadores nos EUA

Honda e Nissan planejam demitir 10.000 trabalhadores nos EUA

As montadoras japonesas Honda e Nissan planejam demitir cerca de 10 mil funcionários nos Estados Unidos, revelou o portal japonês Nikkei. O país se tornou o epicentro do novo coronavírus e o vírus segue avançando com velocidade. Consequentemente, a economia fica paralisada e o setor automotivo é um dos primeiros atingidos pela crise.


Nos Estados Unidos, a demissão afetará trabalhadores da Honda em Ohio, Alabama e em outros estados. No país, a montadora emprega 20 mil trabalhadores e cerca de 10 mil serão dispensados no final do mês de abril.

A Nissan, por sua vez, possui fábricas no Mississippi e no Tennessee. No Tennessee, a Nissan fez altos investimentos na planta e produz sedãs, automóveis elétricos e utilitários esportivos. Já no Mississippi o foco são os comerciais e SUVs. Com tanta capacidade, as fábricas estão com as suas atividades suspensas desde 20 de março devido à pandemia.

“A empresa está implementando demissões temporárias para ajudar a gerenciar os negócios em que a atividade é reduzida. Os funcionários afetados serão elegíveis para solicitar apoio do governo, como benefícios de desemprego”, disse um porta-voz da Nissan ao portal CNET.

Honda e Nissan planejam demitir 10.000 trabalhadores nos EUA

Além do mercado norte-americano, a Nissan planeja demitir seis mil colaboradores no Reino Unido e três mil em Barcelona (Espanha).

A Honda também já suspendeu a produção nos EUA e anunciou que manterá o salário completo até domingo. Depois, a fabricante explicará aos funcionários como solicitar o seguro-desemprego ao governo federal.

Outras montadoras optaram pela redução de salário. Nos Estados Unidos e em outros países, a General Motors (GM) decidiu reduzir os pagamentos em 20% durante a crise do coronavírus. Já a Fiat Chrysler Automobiles resolveu seguir pelo mesmo caminho e cortar os salários em até 20% por três meses.

A venda de veículos não foi totalmente paralisada nos EUA pelo avanço do coronavírus, já que algumas montadoras optaram pela comercialização online sem “contato físico” com o cliente.

[Fontes: CNET e Nikkei]

Darlan Helder

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011

  • Cesar

    E tem gente achando que passaremos aqui incólumes.

    • th!nk.t4nk

      “É só uma gripezinha”.

      • Thiago

        Tá cansado de ficar só dentro de casa né, minha filha… Drauzião aqui te mandou um abraço. huhu

      • Cesar

        O próprio Ministro da Saúde da Platinada falou que não tinha risco.
        Depois mudou de idéia.

    • Daytona

      Já temos quase 700 mortos, então falar que passaremos batido está fora de questão!
      Mas teve muito vendedor de apocalipse comparando nossa curva com Itália e, agora com 40 dias que temos “apenas” ~700 mortos, a Itália já estava nos 7k, não vejo matérias falando sobre.
      Sou a favor de ficar em casa e acho ajudou e está ajudando demais, mas estou abrindo os olhos pros vendedores de apocalipse que na verdade só querem guerra política contra o Bozo.

      • Diego Lip

        Entramos agora no outono, quando a temperatura cai bastante, o que poderá piorar muito a questão do contágio. Já registramos mais de mil casos novos diários, é preocupante ainda.

        • th!nk.t4nk

          18 mil casos agora, com 957 mortos. Isso em números oficiais, porque a realidade deve ser bem pior. Imagina daqui a umas 2 semanas como estará. Em Sao Paulo o friozinho já tá chegando.

          • Diego Lip

            Os dados só vão piorando, é desolador.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email