_Destaque Brasil Honda Mercado Minivans

Honda Fit comemora meio milhão vendido no Brasil

honda fit

Lançado em 2001 no Japão, o Honda Fit virou sucesso na terra do sol nascente e pouco tempo depois, em 2003, chegava ao mercado brasileiro. Fabricado em Sumaré, região metropolitana de Campinas/SP, o monovolume surgiu com ares de hatch, mas em realidade era uma minivan.

honda-fit-2004

De lá para cá, 500 mil unidades foram vendidas em três gerações no Brasil e num total de 6,3 milhões em todo o mundo. A primeira geração se destacava pelo motor 1.4 de 80 cv e o câmbio CVT, que oferecia conforto e muita economia. A segunda geração cresceu de tamanho e versatilidade, agora com motor 1.5 mais potente, porém, com câmbio automático.

honda-fit-2012-brasil-1

Por fim, a terceira geração manteve o porte e espaço maior da segunda geração, mas resgatou a eficiência e o conforto da transmissão CVT da primeira. Mantém o motor 1.5 i-VTEC Flex de até 116 cv e se posiciona como o 18º carro mais vendido em 2016 com 15.860 unidades.

honda fit 2013





  • Bruno Silva

    Espaçoso, econômico, confiável e em geral bem acertado. Só falta mais itens. Se vc analisar carros na suas faixa de preço, qualquer um tem defeitos que deixam o Fit como uma possibilitar a ser considerada. Podem falar qualquer um na faixa de preço, que consigo dar ao Fit razão de ser escolhido.

    • Deadlock

      Concordo. Tive o modelo anterior, automático, por 3 anos, sem nenhum problema. Mas, não era muito econômico, o que foi resolvido com a adoção do CVT. É carro para quem quer confiabilidade e versatilidade e não se preocupa em ter muitos itens de série, pois o mais caro ainda fica devendo em equipamentos, como os airbags de cortina.

      • PEDAORM

        Airbags, ESP e equipamentos de conforto como Bluetooth e outros faltas nas já caras versões de entrada.

    • PEDAORM

      Não vejo dessa forma, caríssimo sem oferecer nenhum diferencial (talvez os bancos rebatíveis para cima), só vale a pena se quiser um compacto AT, caso contrário existe opções com custo beneficio melhor, na minha opinião.

      • Bruno Silva

        Como já disse, me desafio a qualquer carro na sua faixa de preço, e mostro pelo menos 3 motivos para levar o Fit.

        • PEDAORM

          Fox Highline MT.

          • Bruno Silva

            Vamos lá: a começar pelo câmbio, o Fit e na sua faixa de preços a maior parte dos consumidores preferem câmbio automático, nesse caso só o Fit tem, CVT>infinito>I-Motion. Até aí tudo bem, já que você colocou o Fox Manual. Vamos então aos carros em si: o Fit tem 100 litros a mais de espaço no porta-malas, o interior também é mais espaçoso

            • PEDAORM

              Se comprar o Fox Highline com o Fit que tem preço similar, que é o de entrada, os equipamentos são um abismo de diferença. Além do mais, só o VW pode ser equipado com ESP. Fit oferece muito pouco para um carro tão caro. Reitero minha opinião que só vale para quem procura um compacto AT.

              • Bruno Silva

                Escrevi acima, mas reitero, o Fox é quase 1.600 mais caro, e não é tão mais equipado assim não. Mais: segurança o Fit tem 5 estrelas, usa aços de alta e altíssima resistências, contra o Fox que usa uma plataforma datada e embora tenha tirado 4 estrelas, não tem o mesmo nível de segurança.

                • PEDAORM

                  Não é tão mais equipado assim?
                  Já falei do ESP, item de segurança ativa que apesar de não ser de série, considero essencial, então já descartaria o FIT dai, além disso vamos lá:
                  Fora as rodas de liga leve, e o farol de neblina, Fox oferece também central multimídia touch screen, o Fit um arcaico radio radio 2DIN (nas versões DX e LX, essa ultima custa mais 4k em comparação ao Fox)
                  Fox oferece volante multifuncional em couro, o Fit não tem couro no volante em nenhumas das duas versões de acesso, não oferece comandos na DX, só tem comandos na LX, e mesmo assim limitados aos comandos som, só o VW oferece comandos do bluetooth no volante, apesar do alto preço da LX.
                  Fox oferece computador de bordo completo, I-System com Eco Confort enquanto o Fit não oferece computador de bordo em nenhuma dessas duas versões. Para completar não tem nem os porta revistas nos bancos nessas duas versões de acesso do Fit, economia porca, e a DX que realmente tem preço mais próximo do Highline não oferece o diferencial de sistema Ultra com bancos reclináveis. Até a versão LX, que custa mais de R$ 4.000,00 mais caro em relação Fox Highline fica devendo em equipamentos, ou R$ 3.000,00 de diferença se contar o essencial ESP.

                  • Bruno Silva

                    Já te falei que ESP é opcional, quase 2mil, embora seja bom, o Fox passa a custar quase 4mil a mais que o Fit. Vc fica falando de carro manual, lembrando que 90% dos Fit vendido são automáticos e Fox Highline não vende quase nada. Por 61mil vc tem um carro CVT na garagem.

                    • PEDAORM

                      Entre os compactos AT é uma boa opção, como já disse desde o inicio.
                      Mesmos sem o ESP é mais equipado que ambas as versões. O Highline com ESP (R$ 1.300,00 e agrada também luzes de assistência em curva) ainda custa R$3.000,00 a menos que FIT LX, além de todos equipamentos a mais… Considerando as versões manuais. A CVT na verdade ainda parte 62k.
                      Não gosto desse tipo de cambio, mas certamente esse é uma das melhores opções entre os compactos, automatizado mono embreagem descarto.
                      Você tem fontes sobre esses 90%? Fiquei curioso sobre o mix de vendas… Não acho que as vendas sejam concentradas nessas versões de entrada, sim na EX de 72k.

                    • Bruno Silva

                      A própria Honda no lançamento esperava apenas 20% de vendas do câmbio manual no mix de vendas, no entanto, tente comprar um Fit manual e você verá que 90% ainda é muito. A versão quase não é fabricada, igual ao HR-V LX manual.

                    • PEDAORM

                      Imagino, essa versão do HRV é vergonha diga se de passagem, não devia nem existir.

                    • Rafael Lima

                      Fui em uma revenda da Honda e a vendedora falou que a versão DX seria descontinuada e que eles não estavam fazendo pedidos

                    • Darwin Luis Hardt

                      assim como não existe mais fit vermelho nem aquele azul estranho. Porque ninguém quer, eles dizem. Mas o que custa deixar na tabela de cores ainda? deve custar muito pouco, mas como toda empresa, se reduz custo em tudo o que pode né. O fit novo vermelho é super bonito, se tivesse um motor 1.8 então… vendia igual o civic eu acho

                  • Darwin Luis Hardt

                    vou dizer que prefiro um carro espaçoso por dentro que caiba 4 pessoas sem apertar ninguém atrás e um porta-malas de tamanho bom do que um carro sem isso e que tenha farol de neblina, multimidia e outros acabamentos. Mas isso porque ODEIO carro apertado. Num fit já levei 2 bicicletas montadas + bagagens por cima. Já levei uma geladeira dentro (daquelas de 200 e poucos litros). Alguns detalhes só que pra mim vale mais que um fox

                    • Darwin Luis Hardt

                      na verdade, basta comprar um fit usado top de linha que não vai sair caro proque ele desvaloriza um monte nos 2 primeiros anos. Aí sim é negócio.

                    • PEDAORM

                      Para que realmente precisa do espaço, o Fit também é uma das melhores opções, o Fox tem espaço interno bastante razoável considerando os compactos, não é um ponto negativo nele, mas o Fit é mais pratico, principalmente se contar com o sistema ULTRA dos bancos reclináveis.

          • Lee

            VW Fox VS. Honda Fit?

            Tem nem comparação…
            Não precisa nem ser um Fit, um Etios XS já é melhor

          • Alvaro Guatura

            Nossa, você já entrou no Fox? Tem sim muita perfumaria nele, o que pode fazer até parecer de uma categoria acima.
            Mas em termos de mecânica, projeto e versatilidade, não se compara com o Fit.

            • PEDAORM

              Mecanica do Fit só é superior no CVT vs i-motion, o cambio de 6 marchas do Fox MT é talvez o melhor entre os compactos, mesma coisa o motor 1.6 MSI de 120cv na versão Highline que eu citei também, é superior ao 1.5 de 116cv do Fit, do 1.4 então não se compara.
              Projeto superior de fato, mais moderno e mais seguro, porém deve itens de segurança ativa, então é complicado se valer disso. Já tive um Fox, e minha noiva um Fit. Acho o ultimo caro demais pelo que oferece, mas se procurar compacto realmente versátil e AT é uma boa opção, não é meu caso.

              Edit: Bons carros, nunca nós deram problemas, feita apenas manutenção preventiva na CC, mas foram vendidos relativamente novos, ambos com pouco menos de 50 mil km.

              • Darwin Luis Hardt

                50 mil km não dá pra dizer nada mesmo. No mínimo o carro tem que durar 100 mil sem começar a arrebentar peça.

                Comprei meu fit com 60 mil e hoje está com 155 mil, agora que rompeu o braço da suspensão dianteira. Os amortecedores traseiros troquei com 110 mil. Por enquanto é só isso. Acho que aguentou bastante devido ao que já carreguei no porta-malas e minhas viagens ao sítio que são um buraco que só.

        • Zoran Borut

          O Fit LX 1.5 automático tem preço médio entre 67 e 70 mil, valores similares a carros bem mais completos como o Fiesta Titanium, Hyundai HB20S, EcoSport Freestyle, Citroên Aircross Feel, Etios Sedan Platinum, Spacefox Highline ou maiores e mais confortáveis como o Tucson, C4 Lounge Origine, Mitsubishi Lancer, Spin LTZ – e todos os citados em versões automáticas.

          • Bruno Silva

            67mil o LX. C4 nesse preço é manual, o automático sai 10mil mais caro que o Fit, não se compara. Lancer é tão pelado quanto e anda semelhante (por incrível que pareça), além disso a versão automática mais barata custa 79.990, a HL. Fiesta é uma boa opção, mas o câmbio Powershift dá muita dor de cabeça e o espaço interno é ridículo perto do Fit. Ecosport a mesma coisa com câmbio, e anda menos, além de beber mais, lembrando ainda dos problemas de acabamento e problemas crônicos da geração. Spacefox sofre do mesmo mal do Fox, câmbio I-Motion problemático e lerdo, além da mais barata custar na faixa dos 68mil (se fosse automática talvez fosse melhor opção ao Honda). Tucson está defasado, bebe pra caramba, anda menos e de vantagem real só o tamanho, embora o Honda tenha um espaço tão bom quanto o Hyundai. Spin agora na linha nova, é a única que equivale ao Honda no geral, embora seja feia e nem todo mundo precise de uma minivan (praticidade do Fit aí novamente). De todos, ainda temos o excelente pós-venda da Honda, revisões baratas e menor desvalorização da categoria.

            • Zoran Borut

              Eu citei preços médios praticados nas concessionárias, ou seja, preços reais, e por aí você vê que o Fit só tem uma justificativa, a mesma do Corolla: o pós-venda. Fit não é tão confortável como vários desses carros citados. Não tem desempenho tão bom nem é mais econômico na prática do que alguns deles. Você nem percebeu que as versões que mencionei são topo de linha contra uma básica do Fit, ou seja, bem mais equipadas. A verdade é que Honda e Toyota vendem assistência técnica, não produtos. Se você for ver o preço praticado nas versões topo de linha de Fit e City e o que se consegue em outras marcas com esse valor, a coisa fica pior ainda.

            • Deadlock

              C4 no teste de 60 mil km apresentou vários problemas, que geraram despesas extras. O Fit passou quase sem ocorrências. Fato é que o C4 é mais completo, além de ser um carro maior.

          • Darwin Luis Hardt

            o mesmo preço de um fit cvt tá um peugeot 2008 AT com 300 airbags e um monte de mordomia também. Mas não levaria um peugeot, prefiro honda.

        • Tosoobservando

          Desculpe mas nada justifica o preço do Fit pelo pouco que oferecem, muito menos 3 motivos. O povo compra pq brasileiro é ignorante mesmo e nao tem amor ao proprio dim dim!

          • Darwin Luis Hardt

            na verdade um honda é mais confiável, dura mais (de verdade) que um citroen, ou peugeot, ou um popular AT, generalizando aqui.

            Então se essas marcas podem cobrar 60k, a honda se sente com direito de cobrar 70 e sabe que vai vender tranquilamente. O certo era o fit custar na faixa dos 60k só e o resto no máximo 50k, mas tá tudo errado né. Aliás, o certo era ter carros de nível do fit só e custando no máximo 50k, pra ser justo

            • Tosoobservando

              Nao concordo com tais comentarios, nao vejo nada demais na Honda acima dos franceses, a nao ser esse preconceito bobo mesmo. Alias os carros de Peugeot e Citroen passam um ar mais premium que a Honda.

              • Darwin Luis Hardt

                antes do meu fit velho 2007 eu tive um peugeot 207 SW 2010 que até os 60 mil km deu mais problemas do que este fit atual. Vendi ele pra um amigo e ele me disse que depois de 1 ano deu tanto problema que somando todos daria 10 mil para reparar tudo.

                As revisões eram sempre mais caras do peugeot, pois aconteciam mais problemas. Fora que o atendimento nas concessionárias honda são super bons e já percebi que não te empurram um monte de coisa desnecessária como faziam na peugeot. às vezes a gente pega nojo da marca, generaliza no final, mas veja a proporção de reclamações de um peugeot/citroen e de um honda ou toyota na internet. Prefiro não arriscar. E outra, basta comprar um usado que não vai pagar um absurdo e ter um carro bom, não compro mais carro novo, o peugeot foi o único

                • Tosoobservando

                  Kra vc ta comparando modelos que custam preços incrivelmente distintos, 207 é baixo custo da Pug, custava o que menos de 30 mil, e Fit custa o dobro. Vc compara Fit com 307 ou com 407 etc…

            • Edson Fernandes

              Legal que eu tive um C3 por 7 anos e nem de longe é cheio de problemas como dizem. Alias, muitos desses que dizem que é problematico sequer teve PSA.

      • Darwin Luis Hardt

        quem quer muito um compacto AT de verdade vai de fit, sem dúvida. Foi por isso que comprei um da primeira geração, ano 2007, 150 mil km rodados já e só agora rompeu um braço da suspensão dianteira e amortecedores traseiros preciso trocar. Aguenta muito pau, já meti em estradas terríveis, buraqueira, pedras, se pudesse eu levantava a suspensão e tracionava nas 4 pra ficar com ele pra sempre hehe

        • fredggp

          Aqui em casa temos um Fit 2006, até agora sem problemas, somente preventivas. Extremamente econômico. A crítica para a primeira geração vai justamente para a suspensão que além de ser muito baixa, parece que não foi muito bem tropicalizada, sofre bastante.

          • Darwin Luis Hardt

            É. Mas dizem que todo Honda é assim duro. Os outros fits também não são muito mais altos que o primeiro. São todos muito parecidos. Eu não gosto que ele seja tão duro porque é desconfortável. Mas pelo menos é bem resistente. Isso conta muito

            • Edson Fernandes

              Mas ao menos o fit de primeira geração é MUITO mais macio que os atuais.

              Esses vc pula mesmo e sente tudo bater seco.

    • amarelonãotemcota

      concordo com bruno

  • Paulinho

    Bons indicativos de que é um carro bom:
    – os donos adoram
    – alta liquidez e valorização no mercado de usados
    – excelentes recomendações dos reparadores de carros

    Essa propaganda “boca a boca” é a mais verdadeira

  • Ricardo

    a 1ª versão é muito feio! PQP

    • Pacheco

      Sim… o Fit Gafanhoto. Foi na segunda versão que ele conquistou em design tbm.
      Pode ter muitos defeitos (mal equipado, caro), mas é um excelente carro. Quem já dirigiu sabe.

      • Lucas086

        Rapaz, já dirigir todas as versões das varias gerações, e os primeiros andavam bem, eram econômicos pelo uso do cvt, mas uma coisa é fato: suspensão muito dura, e acabamento não era lá essas coisas, pelo valor do carro.

        • Darwin Luis Hardt

          eu tenho um da primeira geração, comprei usado ano 2007 com 60 mil km bem cuidado, hoje estou com ele quase há 4 anos e está com 150 mil km já. Só aos 110 mil troquei amortecedores traseiros e agora com 150 mil o braço dianteiro da suspensão rompeu. Mas já meti muito pau, carreguei sacos de pedra. Já fiz viagens de 4 mil km com ele. Motor muito bom pra ultrapassar, basta usar o S e pisar que ele responde bem. Econômico, faz 11km/l na cidade e uns 14 na estrada (já fez mais). Seguro barato, Manutenção básica, nunca me deixou na mão. Só tenho que depender de TOCA CD hahaha. Mas penso em ficar com ele até uns 200 mil km.

          • Edson Fernandes

            Reveja esse consumo porque ele está realmente alto. O do meu tio fazia no minimo 17km/l na estrada só que era normal os 18km/l.

            Só como comparação, eu tenho um fluence que faz esses 14km/l na estrada.

            • Darwin Luis Hardt

              no clube honda fit disseram que deve-se limpar todas as bobinas (não sei se fazem isso na revisão sem pedir) e trocar as velas, porque dizem que o fit tem um motor muito sensível e velas meia-vida não servem pra ele mais.

              Deve ser algo assim proque ele já fez média melhor, tá velho, 150 mil km rodados, tem algo muito gasto aí.

              • Edson Fernandes

                Cara… na teoria 150000km é um motor de meia vida no minimo. Bem cuidado, é muito motor ainda.

                Só dando um exemplo… eu vendi meu C3 com 112000km e mesmo com analise de mecanico, não havia borra no motor porque eu era chato com trocas de oleo e manutenção.

                Mas troquei tudo conforme manda o script…

                Acho que seu Honda talvez seja o caso de rodar um scanner para ver se acusa erros, trocar algumas coisas que são necessárias por idade ou tempo de uso… e outras pelo menos uma averiguação. Assim vc pode matar as charadas. Entretanto, chegou um momento em que o carro vai te exigir uma manutenção mais cara do que a habitual pelo km rodado. Porém se tudo estiver bem, vc vai trocar e ter o carro para muitos anos (isso que nas condições atuais e pelo que vc já disse, já deve ser um carro integro).

                • Darwin Luis Hardt

                  eu queria um carro um pouco maior e mais alto porque as vezes viajo com ele cheio e mais gente daí dá pena da suspensão ou quando arrasta em desníveis. Só que ele me toma muito pouco dinheiro e vou enquanto isso guardar até conseguir trocar por algo maior, seminovo e a vista. Ele desvaloriza pouco porque já comprei bem desvalorizado (paguei 32k) em 2013, hoje ele vale 25k na FIPE se não me engano. Então vale mesmo a pena ficar com ele ainda mais uns 2 anos pelo menos

                  • Edson Fernandes

                    Com certeza. Você precisa de algo mais alto ou apenas um carro relativamente mais alto que um Fit?

                    Sabe porque te pergunto isso? Porque meu tio fez a troca do Fit pela altura do mesmo. Só que ele adquiriu em epoca um Sandero Stepway. Na mesma epoca, meu primo (e filho desse meu tio) comprou o Sandero comum.

                    O Sandero comum já passa na estrada do sitio onde meu tio mora sem problemas. Nem precisa dizer que o Stepway dá e sobra para essa situação. Ao menos o do meu tio é ainda da leva do motor K4m (1.6 16v)

                    Opinião minha? Se deseja apenas algo mais alto que o Fit, dá para se pensar em um sedan médio que já será superior ao Fit que é bem baixinho mesmo (em altura).

                    Eu tenho um Fluence que te digo, tem bem mais altura que o Fit trnaquilamente, mas pode comparar Corolla, Civic, entre outros com o Fit que vc vai ver que por vezes pode ser o suficiente no futuro pra ti. Assim não precisa desembolsar uma grana lascada em carros que de repente podem vir a não ofertar tudo que vc gostaria.

                    Falo porque qdo comprei esse meu carro pensei bastante nisso.

                    • Darwin Luis Hardt

                      eu não pegaria carro popular nenhum. Mas dependendo do sedan médio ele também é baixo. Reclamam que o sentra arrasta muito a parte da frente em entradas, que o civic é meio baixo, até o corolla 2012 do meu pai ele disse que ficou mais baixo que o 2006 que ele tinha. Mas o fit eu sei que é um dos mais baixos mesmo. Mas só pela altura não valeria apena trocar de carro, é jogar dinheiro fora, prefiro manter ele arrastando e cuidando o máximo possível toda vez. Só trocaria se fosse acrescentar um porta-malas maior, um carro mais confortável pra fazer viagens longas e awd por exemplo.

                      O pessoal reclama quando a fazem esses carros “cross”, assim como o fit twist. Eu até entendo quem compra por causa da altura, e só. Talvez compraria um seminovo se fosse querer trocar só por causa de altura. Mas não tem cross do novo fit nem da primeira geração, e a segunda geração tem muita reclamação então deixa quieto.

                      Pensei num CR-V awd 2009 ou uma rav 2009 que estão na média dos 50 mil. Mas vi que o seguro é bem caro da rav e o cr-v me parece que o motor é decepcionante, até pra quem tem um fit 1.5 (que pra mim é bom.

                    • Edson Fernandes

                      Luis,
                      O Fit twist não tem altura mudada em relação ao “civil”. O mesmo vale para C3 XTR.

                      Sobre os carrosque vc deseja, creio que então seja gosto seu, pois se vc andar num Fluence percebe a altura dele. Mas entendi que vc quer realmente um carro alto.

                      Eu olharia um 3008 também mesmo entendendo que não seja AWD, ele desenvolve muito bem. Um ponto a cosniderar é que o CR-V tem um AWD que não funciona como um, mas ajuda a ter um consumo mais alto. Outro que olharia também é o Tiguan ainda que esse esteja acima da sua pretensão de valor.

                    • Darwin Luis Hardt

                      dizem que o awd do cr-v é meia boca mesmo, mas acho que funciona como um, no caso de ir pro sítio onde o carro patina pra subir o morro quando está molhada a estrada. Pra isso já me ajudaria, se não fosse isso, poderia ser um 2wd mesmo

                    • Edson Fernandes

                      Então… tem um teste feito fora do Brasil mostrando que o AWD do Honda não funciona sob nenhuma condição, principalmente do necessário para essas situações.

                      Fora do Brasil é comparado com o Ix35 (Tucson lá fora) e é legal que mostra como o sistema faz a tração. O da Honda o carro desliza sem parar sem qualquer controle, enquanto o do IX35 vai numa boa.

                      Sinceramente? Ida a sitio por mais que exista a falta de aderencia, é facilmente contornavel se essa via for de acesso sem muitos buracos. (meu tio tbm mora em sitio)

                      Agora se vc realmente precisa, considere na sua lista também, a Subaru Forester que tem uma destreza interessante para esse tipo de situação. Se o foco for em um carro bem alto mas ainda sendo Crossover, considere também a Outlander. Super espaçosa ainda que com um interior simples (não foge tanto de um Honda…rs)

                      E tem opção de motores maiores que não passam dificuldade alguma… sem ter um consumo exagerado.

                    • Darwin Luis Hardt

                      a outlander e forester eram boas opções também, mas ouço muito dizer que mitsubishi tem manutençao mais cara que as outras. E a forester por ser subaru, não teria ele como sendo meu único carro. Muito medo de um louco bater e depois depender da CAOA pra conseguir peça dentro de meses ou comprar uma forester que depois apresente um problema de troca de peça cara também. Tenho medo, só se fosse carro secundário mas aí não tenho dinheiro, hehe

                    • Edson Fernandes

                      Bem… mas se vc está falando de CR-V não se assuste porque está em pé de igualdade com a Outlander…rs

                      Vai gastar menos no maximo em oleo, mas te digo que se pegar V6 nem isso (e o CVT o oleo ta barato tbm).

        • Pacheco

          Eu achava o CVT muito lento com o motor 1.3 e o problema é que usava embreagem do que conversor de torque. Falam que davam uns problemas, por isso mudaram para o AT5.

          Porem o carro era muito econômico. A segunda geração conquistou geral e dominou o mercado. Até os usados é bom negocio hj em dia.

          • Lucas086

            Sou da opinião que honda é para ser comprado automático seminovo, se for comprar manual, qq concorrente entrega mais por menos.

            • Darwin Luis Hardt

              tem cada fit da última geração inteiraços por 20 mil a menos que um zero km…

              • Lucas086

                Não tenho coragem, um conhecido pagou 47 mil em um 13/14 Lx, preço de Fipe, muito dinheiro, preferia inteirar e ir de civic logo mesmo ano, pq o consumo vai ser parecido e o civic é anos luz mais carro.

                • Darwin Luis Hardt

                  mas a segunda geração além de ser muito beberrão (principalmente se for AT) não tem muita diferença da primeira geração, se for um LX que é meio pelado. Valeria mais a pena pegar um 2011 por aí por 40 mil versão EX que além de ser 1.5, acho que já tem até ar digital.

                  mas o certo seria: ou pega da primeira geração um EX que é 1.5 e vai pagar uns 25 mil no máximo ou pega a terceira geração já, sendo um EX pra cima.

    • Darwin Luis Hardt

      eu tenho um preto, é menos feio, mas ainda é, parece um ford K joaninha.

  • Cleidson

    ESP, freio a disco nas quatro rodas e muita coisa fazem falta num carro desse preço.

    • Pacheco

      Faz falta… mas o carro é bom.
      A Honda sabe disso e cobra bem no carro. Qndo colocar ESP e equipa-lo melhor, ele deve ter aumento de vendas.

  • Vitão

    Ainda acho a 2º geração mais bonita e talvez mais bem equipada que a nova geração…. Acho as rodas da versão EX mto bonito, fora que a 2º geração vinha com freio a disco nas 4 rodas, além de ter o AC digital….

  • Paulo

    Me amarro nesse carro. Se nao tivesse comprado o Sentra teria pego um 2009/10

  • João Carlos

    É um hatch monovolume, como sempre o definiu muito bem o BCWS.

  • kravmaga

    O Fit é um carro com excelente aproveitamento de espaço e boas soluções de rebatimento dos bancos. Motorização e câmbio razoáveis, mas suficientes para a maioria que trata carros como eletrodomésticos.

    Mas não passa de um carro compacto popular bem feito mas bem caro também é com oferta de acessórios ruim. Mas como é o carro mais barato vendido pela Honda, muita gente que compra carro mais pela fama da marca, acaba comprando o Fit é sorrindo.

    Um colega de trabalho meu ganhou um montante de dinheiro maior e me disse que ia comprar um Fit top de linha. Disse a ele que era mais negócio comprar um Civic de entrada pela melhor construção e motorização. Ele me disse que Civic era “carro de patrão”, que era demais para seu modesto cargo e que ia de Fit mesmo, apesar de gastar quase o mesmo. Sinceramente não consigo entender esse argumento até hoje.

    • Tosoobservando

      Simples, Civic no Brasil é sedan esportivo de “luxo”, ja Fit é compacto de “luxo”, então ele teria menos problemas pra estacionar etc….

      • Darwin Luis Hardt

        vou te dizer que qualquer um estaciona um fit, é fácil mesmo, hahaha

    • Darwin Luis Hardt

      essa burrice foi bem estúpida da parte dele mesmo. hahaha
      Mas se for comparar o fit top pro civic do mesmo preço, ele acabaria conseguindo o 1.8 sem ESP. Um seguro mais caro provavelmente e um carro menos versátil pra se usar em cidade grande. O fit é um baita quebra galho, pra viajar também, mas o civic é mais confortável, sem dúvida.

      Na verdade, eu teria pego um fit semi novo ou um civic top semi novo

    • Edson Fernandes

      Na verdade tudo é agregado a questão de manter um produto. Você pode dizer que preços de revisões são mais em conta… mas ele sabe que irá gastar mais de motor e talvez saiba que pneus também darão gastos maiores.

      Teria um conforto superior? Sim, mas a visão é que o carro é bem superior e por isso já seria mais caro ter.

    • Redpeak77

      Cara, não sei onde você mora, mas discrição é importante em vários casos, especialmente em Sampa.
      Minha esposa andava no SUV de casa, até ser assaltada no meio do trânsito. Depois dessa, só quer andar no carro pequeno. Não que seja mais seguro, mas não passa a impressão de ser um “carro de rico”.
      Da mesma forma, o presidente da empresa onde trabalho optou pelo caríssimo Toyota Camry. Tem muitas opções mais luxuosas e mais em conta, mas a discrição pesou 100% na decisão (lembra um Corollão). Claro que no caso dele é blindado.

  • É um bom carro para quem procura versatilidade, característica bem importante no mercado brasileiro. O seu problema, como em quase todos os produtos da Honda, é cobrar demais por isso. Mas 500 mil pessoas concordam com essa política de preços, e segue o baile.

    • invalid_pilot

      Problema é que o pessoal acredita que um Fit valha mais de 70k na versão top, essa superioridade das marcas japonesas no nosso mercado pragmático causam essas distorções.

      E pensar que Honda e Toyota nos EUA e Europa são carros baratos

      • MauroRF

        A questão, acho eu, que faz a diferença é a confiabilidade e baixa desvalorização, além do bom atendimento de Honda e Toyota. Um amigo meu está procurando um sedã médio usado até 55k no máximo. Ele viu que tem vários modelos nessa faixa, até Fusion, e “reclamou” dos preços mais altos de Civic, Corolla e até City. Aí falei para ele ver os índices de reclamações de todos, seguro de todos, disponibilidade de peças, ou seja, vários fatores (ele não é muito entendido de carros). Dois dias depois, ele me vem e diz “é, estou começando a entender porque Civic e Corolla são mais caros”. O que mais chamou a atenção dele, no caso do Fusion, é dificuldade de achar peças relatadas por várias pessoas, e ele viu alguns casos de gente com problema no câmbio que gastou os tubos para consertar. Ele gostou do Cruze 2012/2013/2014, mas viu muita reclamação do câmbio indeciso (Aliás, tem atualização de software ou alguma correção para esse problema? Eu mesmo não sei.), porém, sem problemas crônicos. Aí, foi ver se tinha reclamação dos câmbios de Corolla e Civic e, pimba, bem poucas. Tenho um tio com um Fit 2004 CVT. O carro dele tem 170 mil km e sem nenhum defeito até hoje, nada, apenas manutenção normal. Ele mantém o Fit para usar na cidade e tem um Civic que usa para viagens quando visita clientes fora de SP. Pergunta se ele quer mudar de marca.

        • invalid_pilot

          O preço tem a ver com exatamente isso que você disse: pessoal acredita que valha.

          Eu pessoalmente concordo que esses carros são realmente bons, mas não me sujeito a pagar o que pedem como 0km e muito menos nos usados (onde qualquer Fitzinho AT aparentemente bom tem preço bem acima da FIPE).

          No mais esse preço é o preço da fama de não quebrar e com isso vendem carros capados e caros mas que não quebram.

          • MauroRF

            Então, depende do que a pessoa valoriza. Eu era cliente Ford, até ter problema com o Fiesta PS e ser bem mal atendido, desculpas e mais desculpas, carro tremendo adoidado, e quando arrumou, passei para frente imediatamente e mudei de marca para a Honda. E quando precisei do pós da Honda, tanto aqui em Santo André – SP (André Ribeiro) quanto em Itapetininga – SP (Hipervel), foi muito bem atendido, totalmente ao contrário da Ford. Isso fez a diferença para mim. Levo carro bom pra casa e com bom pós, pago caro e abro mão de recursos, tenho ciência plena disso. Mas a tranquilidade no pós que tive foi uma experiência muito positiva.

        • kravmaga

          Eu tenho carros há mais de 26 anos, de várias marcas e problemático mesmo só tive um, que comprei 0 km e veio com defeito de fabricação motor. Não sei que tanto defeito o pessoal acha nos carros. Comprei diversos 0 km e nenhum deu nenhum problema grave nos 3 a 9 anos de uso em cada um.

          • Edson Fernandes

            Está aí uma opinião que bate com a minha. Eu já tive alguns carros (porque não são muitos), mas já dirigi muitos que não era dono e não vi todos esses problemas que o pessoal relata.

            Os meus carros mesmo, desde o mais simples até o atual, são super robustos e só com manutenções preventivas. O unico que foi reparativa foi de um Xsara devido a idade e precisar de trocar mangueiras e peças que não foram trocadas pelos antigos donos. Mas também, depois de tudo trocado, foi um carro que me alegrou muito por 3 anos que foi o periodo que usei e tive de vende-lo. (tinha outro carro na garagem e não fazia sentido ter dois carros)

  • Mak Mak

    É um bom carro.
    O duro que a Honda começou a fazer umas economia porca na 3 geração,como deixar de pinta o cofre do motor e desde a 2 geração deixou de fazer tratamento anti ferrugem no “esqueleto”dos bancos,que basta abaixar e ver todo o ferro enferrujado.
    Começaram a maquiar alguns pontos que o consumidor não costumar ver.
    O acabamento do plástico como painel,porta malas,portas também caiu muito de qualidade comparado com a primeira geração.
    Antes motor vinha do japão que a qualidade é ótima,mas na segunda geração a metade do motor começou a ser fabrica aqui e a qualidade…bem nem precisa falar.

  • invalid_pilot

    Caro bom porém “sem graça” um verdadeiro eletrodoméstico sobre rodas

    • Lucas086

      Melhor explicação, impossível. Entrar em um Fit lx de 69 mil hoje chega a dar ânsia de vomito.

  • pedro rt

    um dos melhores carros ate os 60mil, mas prefiro concorrentes mais potentes, economicos e q visam mais aerodinamica

  • xman

    Esse é um carro de manutenção muito cara e complicada. As versões motor 1.4L tem 8 velas e 8 bobinas de ignição. Quando elas dão defeito, se prepare para vender um rim. Uma simples troca de um filtro de combustível só pode ser feita pelo mecânico e tem que desmontar o módulo que fica dentro do tanque e leva mais de uma hora de serviço. A suspensão é muito frágil para o Brasil e cada bandeja custa mais de R$800,00 e os amortecedores ficavam com folgas nas hastes. Um problema no motor era o ovalamento dos cilindros. Atualmente estão aparecendo casos de problema de vedação no cabeçote com carros de baixa quilometragem.

  • carnero

    Pra quem tem filho pequeno é ótimo. A porta abre 90°
    Versátil e confiavel.
    Pena que não tem muitos equipamentos. Se tivesse iria arrebentar a concorrência

  • Edson Fernandes

    Com mesmo espaço sendo hatch? Nenhum, não existe produto similar no mercado. No maximo vai conseguir um hatch compacto ou comece a pensar em outros produtos. Daí quem sabe tenha uma Spin LTZ 1.8….rs

  • Andre Henrique Melo

    To namorando um 2008 AT.



Send this to friend