Crossovers Honda Mercado

Honda HR-V comemora 200 mil unidades vendidas no Brasil

Honda HR-V comemora 200 mil unidades vendidas no Brasil

Lançado em 2015, o crossover Honda HR-V colocou a marca japonesa no segmento mais disputado do mercado, o de SUVs compactos. Confirmado no lançamento da pedra fundamental da fábrica de Itirapina-SP, o modelo chegou do Japão – onde é chamado Vezel – com fila de espera de até cinco meses, sendo que em alguns lugares chegou a demorar mais de meio ano para entrega.


Sucesso de vendas em seu início de carreira, o Honda HR-V chegou oferecendo um bom espaço interno, porta-malas generoso e motorização 1.8 Flex com um diferencial interessante, pois a potência usando etanol é menor que aquela com gasolina, entregando assim 139 cavalos no combustível vegetal e 140 cavalos no derivado de petróleo.

Honda HR-V comemora 200 mil unidades vendidas no Brasil

Assim, com o foco na economia, o crossover também veio com câmbio CVT e ainda uma opção manual, que poucos viram até hoje. De lá para cá, o HR-V deixou de surfar quase sozinho no segmento após a chegada de diversos rivais, sendo que o Compass foi o segundo Jeep que ele enfrentou, pois havia derrotado o Renegade em vendas.


Em 2018, porém, o HR-V não suportou o avanço do Creta e perdeu a primeira posição entre os SUVs compactos, tendo ainda o Compass como líder do segmento no geral. Para reagir, o crossover ganhou uma atualização visual que acrescentou em termos de dirigibilidade e conteúdo, mas não em tempo suficiente para reagir diante do coreano.

Honda HR-V comemora 200 mil unidades vendidas no Brasil

Entretanto, o HR-V 2019 surgiu com uma lacuna no topo de linha, a versão Touring, que ficou para este ano com motorização 1.5 Turbo, que deverá ajudar na recuperação do crossover, oferecendo uma performance superior.

Oferecido nas versões LX, EX e EXL, o modelo trouxe novos faróis com luzes diurnas em LED, lanternas em LED repaginadas, rodas de liga leve atualizadas e mudanças nos bancos dianteiros. Também recebeu alteração na direção elétrica, assim como na suspensão e isolamento acústico. A multimídia com Android Auto e Car Play. Será que recupera a segunda posição e, quem sabe, a liderança em 2019?

Honda HR-V comemora 200 mil unidades vendidas no Brasil
Nota média 3 de 5 votos

  • Domenico Monteleone

    Se a Volks mirou o nele pra fazer o T-cross, deveria ter olhado melhor o para o interior, HRV não é exatamente um primor de design ou de materiais, certamente é o Honda continua superior nesse quesito (opinião de quem viu os dois carros no salão e pensa nos preços e na percepção de qualidade que eles passam)

    • Gabriel Torque

      Se o HRV 100% plástico duro e ar analógico é melhor, T-CROSS deve ser um desastre

      • Rodrigo Leite

        Você nunca entrou num HR-V né? Painel, laterais de porta e console com soft-touch e ar condicionado digital com tela touchscreen são itens do carro…

        • EDU

          O ar touch nao esta disponivel a tpdas versoes e em termos de acamento interno o Renegade se sai melhor.

          • Bruno Silva

            Só na versão LX que não tem, na EX, EXL e futura Touring terá.

        • Miguel

          Nas laterais da porta aquele tecido acolchoado é muito feio, não dá uma aparência sofisticada ao carro. Ao contrário do Renegade, que é todo de couro na porta e dá outra impressão.

          • Rodrigo Leite

            O HR-V não usa tecido nas portas desde 2017

            • Miguel

              Que bom, porque é a parte que mais destoava do carro.

    • Natán Barreto

      Mesmo mais simplificado que as gerações passadas da linha Honda, o interior deles ainda é de melhor qualidade que a concorrência. A VW infelizmente sofrível, Fiat/Jepp ok, Ford e GM horríveis e de aspecto barato.
      Renault nem se fala, PSA são bons, mas não vendem nada.

    • th!nk.t4nk

      A crítica é válida, mas pra ser sincero desconheço mini-SUV que tenha interior minimamente decente. Todos têm interior de carro popular, aquele painel “casca de ovo”, bancos linguiça e revestimentos de baixo custo. Nem o Hondinha escapa disso. Em resumo, eu não definiria a compra por aí. Consideraria mais o conjunto mecânico, suspensão, espaço e ergonomia. Já acabamento e qualidade de implementação de tecnologias são aspectos quase nulos nesses carrinhos, por serem projetos de baixo custo. E o resto é visual, só pra enganar mesmo.

      • Bruno Silva

        O HR-V tem a porta toda acolchoada na parte de cima desde a linha 2017, painel tbm é emborrachado. Achei bem melhor que Creta por exemplo. Renegade também tem um acabamento muito bom, embora visualmente o interno não me agrade muito.

        • Miguel

          Eu odeio essa parte acolchoada do HRV! Rsss
          Prefiro uma porta toda de couro como a do Renegade, dá uma outra sensação.

          • Bruno Silva

            Antigamente era uma espécie de tecido, da linha 2017 pra cá passou a ser emborrachado, ficou muito melhor.

            • Thiago

              Fui no lançamento em 2015 e fiz um test drive.
              O acabamento era muito ruim, o acabamento da porta era um tecido fininho, que logo ficava gasto e feio, ou seja, de pouca durabilidade. Os bancos tinham um couro sintético também muito “estranho” e não combinava com o resto, parecendo aqueles carros dos anos 90 onde só se trocava o revestimento dos bancos por couro e as portas ficavam com o revestimento original do carro.
              Andando no carro foi uma decepção total, o carro não possuía isolamento acústico nenhum, o motor parecia estar sentado ao meu lado, que além de não andar, fazia um barulho imenso em altas rotações por causa do CVT (algumas avaliações disseram o mesmo em uso rodoviário).
              Aquele painel que trocava as cores do fundo achei o cúmulo da breguisse (opinião pessoal).
              Hoje tenho um civic G10 EX-L e acho acabamento e isolamento acústico bem melhor que o HR-V, mas também tem seus defeitos.

    • Nicolas

      Tenho um Civic 2013, o material do interior está como saiu da concessionária zero, durabilidade absurda, mas nada de softtouch. Acho que nessa linha de produtos a honda prefere usar material mais durável.

      • Klebson Tinoco

        Também tenho um Civic 2013, e o acabamento está perfeito!

    • Paulino Lino

      Realmente “pode” ate ser melhor mas não é mais bonito! Esse interior do HRV (e da maioria dos Hondas) parecem parados nos anos 90 (Mas eu particularmente gosto pois já possui 2 Hondas)….agora, a maioria das pessoas olham a beleza e não a qualidade. Uma coisa é certa: pelo que se cobra por eles deveriam entregar o dobro de qualidade.

  • Alexandre

    gosto muito desse painel

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email