Crossovers Mercado SUVs

Honda HR-V lidera de forma absoluta em seu primeiro mês de mercado

honda hr-v turbodiesel 1

O Honda HR-V completou um mês cheio de vendas e já se tornou líder entre os utilitários esportivos e com boa folga para o segundo colocado, o EcoSport. O crossover da marca japonesa vendeu 4.957 unidades contra 2.920 do SUV da Ford, abrindo assim uma vantagem de 2.037 exemplares.

O Duster aparece em terceiro e colocado no EcoSport com 2.893 vendidos. O quarto é o ix35 com 1.723 emplacamentos, tendo em quinto o ASX com 1.020 no período e logo depois aparece a Hilux SW4 com 999. O Tucson surge em sétimo com 756, perdendo força diante dos dois japoneses e de sua segunda geração logo à frente. O Tracker até encostou no Hyundai com 719 vendidos. Por fim, surge o Renegade com apenas 575 emplacados, lembrando que ele não teve um mês completo de vendas.

Em décimo, o Outlander vendeu 522, seguido do Q3 com 521. O Audi vendeu mais que RAV4 e Sportage, que ficaram em 12º e 13º com 475 e 458 vendidos, respectivamente. A família Pajero amargou uma 14ª posição com 430 vendidos. O Evoque aparece logo depois com 418 unidades e o Sorento com 262 em 16º. XC60, Santa Fé, Journey e GLA fecham os 20 mais vendidos entre os utilitários esportivos.

Confira abaixo os 20 utilitários esportivos mais vendidos em abril de 2015:

1) HR-V – 4.957 unidades
2) EcoSport – 2.920
3) Duster- 2.893
4) Ix35 – 1.723
5) ASX – 1.020
6) Hilux SW4 – 999
7) Tucson – 756
8) Tracker – 719
9) Renegade – 575
10) Outlander – 522
11) Q3 – 521
12) RAV4 – 475
13) Sportage – 458
14) Pajero – 430
15) Evoque – 418
16) Sorento – 262
17) XC60 – 258
18) Santa Fé – 225
19) Journey – 220
20) GLA – 212

[Fonte: Renavam]





  • Wilmar Klee

    E vai ser assim pelos próximos meses. Há fila de espera em Curitiba de até 60 dias e deve ser assim em todo lugar.

    • Andres Francisco

      Em Salvador tb.

    • autofan60

      Aqui no Rio, consegui o meu, EXL, com a promessa de entrega até 15/5, ou seja, menos de 30 dias, já que comprei dia 25 último.
      Curiosamente, o Renegade, da versão Sport, me pediram 60 dias para a entrega.

      • Ernesto

        Achei curioso o que você comentou do Renegade Sport, que a espera é de 60 dias. Seria 1.8 Etorq ou 2.0 diesel? Quando fui à concessionária da Jeep aqui em São Paulo, a versão Sport 1.8 Etorq tinha a pronta entrega pois a procura maior era pela versão Longitude.

        • autofan60

          A diesel, mas a do testdrive, a 1.8 tinham para pronta-entrega.

          • Ernesto

            Obrigado pela resposta! E parabéns pela aquisição! Estou pensando também no HR-V, porém a EX.

            • autofan60

              A EX é boa opção, também!
              O problema do Renegade, é ser equipado com esse motor e-toctoc, simplesmente não casou bem no carro, pois é subdimensionado em relação ao peso do carro, apesar do bom torque em baixas velocidades.
              Rodei uns 30km no testdrive, achei muito “na mão” e até relativamente ágil no trânsito pesado das grandes cidades, e só!
              Como a proposta do carro é outra, e já tinha feito o testdrive do HR-V, deu prá comparar os dois, e, na minha opinião, o HR-V foi melhor.
              O que ficou salgado, foi o seguro, que, no meu perfil (60 anos, bônus 10), ficou em
              R$ 4.200,00, ante os R$ 3.000,00 do meu carro anterior, uma Tucson!

              Abs

              • zeuslinux

                Já cheguei à triste conclusão de que quanto mais popular (no sentido de ser mais ventido) é um carro, maior será o preço do seguro em termos percentuais em relação ao valor do carro.

                Me lembro bem que há alguns anos atrá, quando o Ecosport reinava absoluto e nem sequer havia o Duster, o preço do seguro dos Ecosports era caríssimo e algumas seguradoras só faziam seguro se instalassem o rastreador nele.

                Pago “apenas” cerca de 2700 reais de seguro na minha Captiva 2012, morando no Rio de Janeiro (onde o índice de roubos é alto), com seguro da Sulamérica (uma das maiores seguradoras) e levando em consideração que o carro é importado e que isso geralmente até encarece um pouco os seguros pela questão da cesta de peças.

      • Deadlock

        A fila de 60 dias da HR-V é para a cor branca. A Jeep lançou primeiro a trailhawk a diesel, o SPORT diesel viria depois.

        • autofan60

          Bom, o meu é branco!
          Se fosse a versão EX, o prazo seria de 30 à 60 dias, dependendo da cor!
          Mas a EXL, independente da cor, o prazo é menor, pelo menos aqui no Rio.

    • Martini Stripes

      Honda vende areia no sertão e estátua do Cristo Redentor pra paulista. Não entendo essa colocação da Honda como marca premium no Brasil.
      Entrei nos dois, achei o acabamento do Jeep melhor. Os botoes do Ac do HRV aparentam ser frageis, painel é de plastico e a versao intermediaria é mais pelada que o Renegade. Porém ganha no espaço interno para quem vai atras.
      Eu daria um empate tecnico. Precisaria dirigir para ver qual seria o melhor (na minha humilde opiniao)

      • Eu já pontuaria outras coisas para ficar com o HR-V:

        – Maior espaço interno atrás;
        – Maior porta malas;
        – Menor custo de manutenção em três anos, dentre todos os SUV’s Crossovers (os valores do Renegade são um dos mais caros do mercado, segundo aferição);
        – Atendimento impecável da Honda de forma geral (salvo exceções), contra o começo de uma Jeep, parcializada com a Fiat em muitas cidades (o que pode não ser inspirador de confiança);
        – Console central e acabamento do HR-V inspira mais capricho, modernidade e tem mais personalidade própria (visão parcialmente pessoal);
        – Em versões equivalentes (Flex), o HR-V tem um motor menos áspero e mais eficiente, além de ser um utilitário mais leve.

        Aí posteriormente entram outros fatores, como uso do veículo, composição familiar e etc, que nos padrões convencionais fazem com que o HR-V se encaixe melhor.

        • Martini Stripes

          Então, entrei nos dois já,

          – Maior espaço interno atrás: concordo contigo, mas estamos vendo os joelhos, e não é nada gritante, até pq o espaço pra cabeça, eu que tenho 175 quase raspo no teto, uma pessoa mais alta não ficaria legal ali, e no Renegade tem mais espaço pra cabeça devido ao design quadrado, precisa-se ponderar.

          – porta-malas: são 26 litros a mais no HRV devido a uma altura um pouco maior, acho que os dois atenderiam bem a qualquer família jovem, ou casal sem filhos. Afinal, precisamos lembrar que todos são derivados de seus compactos da família.

          – Menor custo de manutenção: a Jeep precisa urgente tabelar suas revisões a preços competitivos ou não vai conseguir ser lider. Sem dúvida o HRV ganha aqui, mas acredito que seja uma questão de tempo pra Jeep se tocar.

          – Atendimento: a Honda é ótima, concordo, mas a Jeep está acostumado a lidar com consumidores mais exigentes, conheço um cara que o pai tem um Wrangler, ele está querendo um Renegade, vejo isso como bom sinal, mas não podemos afirmar nada por enquanto, mas na duvida o HRV leva essa.

          – o console central do HRV é mais moderno, mas é mais pobre, é todo de plastico, e os botões tem toque mais frágil. Eu preferi o Renegade. Ponto pro Jeep.

          – aos motores, e conjunto mecânico, precisaria dirigir os dois para comprovar como ficou esse 1.8 etorq com comando variável e cabeçote novo, tive um punto 1.8 e gostava do motor, acredito que tenha ficado bom sim. Amigo meu foi pronto para comprar o HRV mas no test drive se decepcionou, não gostou do carro. Concordou comigo nesses pontos de acabamento e está para fazer o test drive no renegade 1.8 AT.

          E contando as versões intermediárias, de cerca 75k. O Renegade tem mais itens opcionais. Estava estudando mesmo um dos dois, estava bem empatado a disputa pra mim, mas o HRV parecia me dar menos pelo mesmo preço. E particularmente gostei do design do Jeep. Eu iria de Jeep, mas esperaria um pouco mais pra ver como vai ser o pós venda. Mas a Jeep está treinando muito o pessoal, e será diferente da Fiat, meu primo trabalha na Fiat e afirma que quem comanda a Jeep é a Jeep mesmo, os caras dos EUA que dão as cartas. É esperar pra ver.

          • Uma grande diferença, o porta malas do Renegade tem apenas 260 litros (o menor da categoria), contra 437 litros do HR-V, totalizando 177 litros de diferença… é bastante coisa.

            Sim, o HR-V perde na altura interna, mas eu, com 1,81m de altura não tive problemas no banco de trás (não encostei a cabeça no teto), logo, a grande maioria da população não terá problemas, haja vista a altura média da maioria.

            Minha mãe tinha muito interesse no Honda para trocar o seu Duster, mas também se decepcionou com o HR-V, pois achou o carro pequeno demais para o valor da versão topo de linha (a mais interessante), mas nem quis fazer test drive no Jeep ao saber o tamanho do porta malas e ao tê-lo visto, o achou um “Unão”, onde tudo lembra a Fiat… nem teve jeito ao saber que o motor era Fiat, ainda que atualizado… ficou descartado.

            Eu achei pequeno o HR-V, mas para o meu perfil de uso, sem filhos e atualmente 100% urbano, miro nele para 2016, mas na esperança do lançamento de SsangYong Tivoli por um preço justo, ou então um Hyundai ix25.

            • Martini Stripes

              Entendo seus pontos e concordo que a versão que vale a pena é a topo, mas aí foge um pouco o tamanho do meu passo. Por isso o Jeep se mostrou mais interessante. Ainda assim, acho meio arriscado agora, separaria as 200 ccs prometidas se firmarem. Eles não vieram pra brincadeira e prometem falha zero.
              E tirando a versão topo do Renegade, todos são urbanos, encaram uma lombada é uma guia melhor, só. Rsrs
              Mas como disse, pra mim rola um empate pendendo pro Jeep por questão de design. O porta malas, vc pegou a versão 4×4 que tem o bagageiro menor devido a tração. Nas outras a diferença diminui. E sendo o bloco 1.8 com novas peças como cabeçote comando entre outros. Há de convir que é outro motor.

              • Segundo a ficha técnica da Jeep, e de qualquer site automotivo, ambos possuem porta malas de apenas 260 litros. E de fato, ao ver pessoalmente o 1.8, o porta malas parece com o do tamanho do Uno.

                Design é subjetivo, logo é critério de desempate pessoal, mas no que tange a ficha técnica, o HR-V mesmo na versão de entrada automática (LX), de R$ 75.990 é mais interessante no que o configura, do que o respectivo concorrente da Jeep em sua versão Sport Automático. Na versão intermediária Longitude AT começa em R$ 80.900, contra a EX por R$ 80.400 e novamente ambos se equiparam em configuração, prevalecendo o HR-V nos detalhes técnicos referentes a dimensões e motor, em ambos anestesiado, porém o do HR-V mais eficiente pelo peso menor do carro ante o modelo da Jeep.

                Quanto a mudança de peças do motor, mesmo com todas as atualizações, o bloco continuou rendendo praticamente a mesma coisa (sendo moroso em demasia), gastando combustível quase da mesma forma que o anterior, ganhando talvez mais resistência… não é outro motor.

                Não tenho nada contra o Renegade, exceto o motor fraco para o veículo, e espero que ele seja um sucesso também, mas a Honda fez a lição de casa melhor que a FCA, lançando algo mais adequado ao que o mercado espera, dando resultado imediato.

                Maio será um mês cheio da Jeep, já com mais de 130 concessionárias em operação (haviam 131 operando em 2 de maio), sendo metade dividindo espaço com a Fiat em áreas de grande circulação, com toda clientela Fiat observando um SUV compacto do grupo, logo há de se esperar um rendimento melhor na vendas e já ter uma noção de quanto será seu potencial de vendas. Convém lembrar que no ano em que o Duster foi líder e desbancou o Ecosport (2012), a Renault sequer tinha 200 concessionárias em operação, atingindo aquela meta no final daquele ano, logo a Jeep com as atuais 130 abertas, tem potencial firme para atingir até o segundo lugar com folga, tanto pela capacidade fabril ociosa (diferente da Honda), quanto pelos seus pontos de venda estrategicamente posicionados pelo país. A Honda atingiu a liderança com apenas 207 concessionárias/ponto de venda, e só não vende mais, devido a atual limitação fabril.

                • Martini Stripes

                  Quando entrei nos dois comparei a Sport AT de 75 com a versão LX AT. Como disse, gostei muito dos dois, e concordo que o fato de ser mais leve ajude o HRV, e o consumo vai fazer diferença. Mas no restante, não vejo ampla vantagem dele não. Acho que vai ser briga boa, mas o HRV vai ganhar por ser Honda, se fossem de marcas ao contrário, veríamos críticas como a altura do HRV é mais baixa, por isso prefiro o Honda Renegade. Câmbio CVT é sem graça, por isso prefiro o AT6 do Honda. E por aí vai, acho que tem coisas que são lembradas quando convém, quando não, preferem dizer que foi um bom acerto.

    • Gustavobrtt

      galera pira com um Fit “altinho”. A Honda está feliz em vender Fit mais caro que Civic.

      • Rubem

        postei isso em outro tópico, nos impuseram SUVs para lucrarem mais.

  • Doccar

    Aqui no interior de Minas a disputa pelo HR-V tambem e grande, ja vi varios dele na rua…
    Acho que o Renegade vai disputar a quinta e na melhor das hipoteses a quarta colocacao.

    • Junoba

      Aqui em Minas tem apenas 3 CSS da Jeep. Vai vender bem menos que o esperado, com toda certeza.

      • XXRS

        Não só em Minas. Antes de falar no “fracasso” do Renegade há de se considerar que o número de concessionárias da Jeep é muito menor que o da Honda, Renault ou Ford. As concessionárias exclusivas do Renegade ainda estão em fase de implementação. Daqui a uns três meses o numero de vendas vai estar mais estabilizado.

        • Junoba

          Só que estas revendas, nem sempre serão como o da concorrência. Muitos serão apenas um showroom, não tendo oficina. Alguns nem vão ter carro para test-drive.

        • André Maia

          Para de mimimi.
          hb20 sempre teve menos pontos de venda e nem por isso deixou de ser sucesso. Pelo contrario, fila de espera de 90 dias, a mesma coisa acontece com o HR-V

          • XXRS

            Esses haters da Fiat e fanboys da VW sempre com o blablabla insuportável.
            zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz sono

          • Igor

            é bem mais fácil você achar uma css da Hyundai do que uma da Jeep

        • Félix

          Estou a espera de uma loja na minha cidade. Espero que venha a existir…hehe. Gostei do HR-V, mas o Jeep me passa a impressão de que vou poder ficar com ele anos e anos que ele vai aguentar tranquilamente.

          • XXRS

            Foi justamente esta a sensação descrita por outro site que começa com “C” ao testar o Renegade 1.8, de que a sensação que fica é que ele vai durar anos em perfeito estado. Elogiaram também o acabamento excelente e a solidez geral que o carro transmite.

            • André

              Precisa ver se o E-torq dura tudo isso sem maiores problemas.

              • Pipo pipo

                Não sei o e-torq, mas já tive uno EP que rodei +_ 120.000 km sem nenhum problema.

              • Rubem

                veja a frota de taxi cheio de etorq nos ideas. taxista não compra barco furado. Se ve mais IDEA Que FIT

                • Se vê mais Idea pois neste há maiores descontos para frotistas e taxistas, já a Honda não baixa um centavo neles, pois não quer que seu carro seja estigmatizado como “de praça” ou “comum” . Questão de imagem da marca.

                  Aliás, desde quase sempre o Fit vende bem mais que Idea para o consumidor final.

          • Chega_de_Ignorância

            Um honda aguenta anos e anos…
            Já um Fiet…
            A não ser que vc esteja falando do diesel

            • Félix

              Falo mais da robustez da construção. Feito pra aguentar condições mais severas que o HR-V. Quanto ao motor, o tempo dirá, mas com o passar dos anos conta muito a manutenção em dia, não é mesmo?

            • Mauro Moraes

              Tenho um Punto 1.4 com mais de 118.000 Km. Nunca tive problemas com o carro em nenhum aspecto. Mas cuido do carro. Moro em Belém/Pa, cidade plana com ruas péssimas.

              • Santana

                Meu carro atual também é um Punto, fiz todas as revisões na concessionária e não tive absolutamente nenhum problema com ele em 5 anos. Ou seja, o fato da JEEP ser do mesmo grupo da Fiat não desqualifica em nada o modelo, como alguns haters aqui querem fazer crer.

            • Antonio De Julio

              Minha Strada durou 10 anos e 120.000kms numa boa…

            • Rubem

              então os taxistas estão todos comprando gato por lebre: toyota, gm, vw e fiat e renault rodando em massa.

          • Nascimento

            Só se for a diesel!! porque o flex com motor E-Torq…vai ficar anos e anos na manutenção e andando atras dos concorrentes.

            • Guilherme Teixeira

              etorq manutenção ?
              motor 1.8 16v e 1.6 16v que mais vende no Brasil, nunca vi ninguém reclamar de manutenção deste motor, é mais básico que um corolla. Pegue a somatória da linha fiat mensal, esse motor vende cerca de 25 mil a 30 mil unidades por mês não se vê e comenta sobre problemas.

          • Junoba

            Conseguiu essa conclusão olhando as fotos, e por causa do motor E-torq ( deve ser a propulsão com a pior fama ) !?… haha.

          • Guilherme Teixeira

            É isso mesmo, carroceria , toda suspensão, plataforma, montagem faz do renegade um carro para aguentar o pau dessas ruas ruins do Brasil por muito mais tempo que um FIT Aventureiro.

      • André Maia

        Ontem vi palio e renegade sendo vendidos lado a lado na Fiat.

        • Jackson

          Eu acho que a Fiat poderia vender o Renegade em qualquer de suas lojas. Não vejo problema algum em comprar um Jeep numa loja da Fiat.

          • Marcio Almeida

            acho que eles não querem associar a marca jeep a fiat apesar de serem do mesmo grupo. Uma boa estrategia seria dividir a loja e compartilhar a oficinia ai sim o numero de revendas aumentaria expressivamente

            • Pedro Soares Filho

              Aqui em Caxias/MA fizeram uma espécie de puxadinho na Fiat… botaram o slogan da Jeep, tanto que só cabem dois carros expostos… vão usar a oficina da Fiat.

      • linha de raciocinio

        TAMBEM ACHO JEEP MAXIMO DE ENDAS 1500 EXEMPLARES POR MES ACHO QUE NAO PASSA DISSO

        • Guilherme Teixeira

          ta ótimo.

    • Floma08

      Eu acho a mesma coisa, HR-V vai liderar, e Renegade vai brigar pela quarta colocação. Se você quiser saber, é capaz até de 2008 superar o renegade. Eu entrei em um fds passado, para conhecer mesmo, e não me passou uma boa inpressão não… Muito plástico pra tudo que é lado, realmente parece que deram uma “Fiatização” no carro, acho que muitas pessoas que entram no Renegade podem pensar a mesma coisa

      • 4lex5andro

        rede de css explica em parte o porque do renegade estar tao atras do hrv e mesmo, de ecosport e duster ..

        • Floma08

          Explica em partes, afinal não era a Jeep que ia abrir mais de 200 pontos de venda até o fim do ano? Sei lá, ao meu ver, quem entrou dentro da HR-V e dentro do Renegade, gostou mais do Honda. E se mesmo com um número menor de concessionárias, tivesse uma procura grande pelo Jeep, ele estaria em falta, com vários dias de espera para poder comprar um modelo, assim como acontece com o HR-V, que está com mais de 60 dias na fila para poder comprar um

          • Marcus Fenix

            Mas o Renegade também está com fila de espera!

          • Santana

            A fila para o Renegade tbm está grande. Na concessionária que visitei eles estavam apenas pegando dados do interessado e pedindo para aguardar uma posição sobre o prazo de entrega. A vendedora me alertou que poderia demorar mais de um mês.

          • Guilherme Teixeira

            A fábrica da jeep abriu as portas dia 28 de abril e vocês querem que tenha esse carro em massa , calma gente, so daqui uns 3 meses

      • André

        Também entrei no 2008, achei o carrinho muito interessante, bem acabado, teto de vidro, CCM, ar digital e posição de dirigir diferente, mas muito boa, porta-malas razoável, só achei o espaço para sentar atrás um pouco apertado. No uso do dia a dia, deve ser o mais agradável. Até o Sérgio Habib elogiou o carro na apresentação do T6. Apesar de achar o HR-V um ótimo carro, não compraria porque seu motor não é nada de mais e eu odeio cambio CVT. Renegade também não compraria porque Jeep 4×2 é estranho, não tem porta-malas e não confio muito no motor dele. Eco seria uma opção se não fosse aquele estepe ridículo, Duster acertou no tamanho e espaço, mas é simples demais. JAC ainda não dá. Então fico com o 2008.

        • Henrique Waitforit Milioli

          Fica com o 2008 e seu super motor 1.6 e câmbio de 4 marchas! Fica ainda com um dos piores pôs venda do país e sem controle de estabilidade tração! Realmente a melhor compra! Hahahahahaha

          • André

            Hahahahahaha, realmente, o 1.6 é um excelente motor com turbo de 173cv que a BMW usa também e o cambio é de 6 marchas manual e com ESP e Grip Control. Tem aqueles trochas que acham o Jeep 4×2 com motorzinho Fiat que a BMW não quis mais há anos a melhor compra, hahahahahaha

            • Henrique Waitforit Milioli

              Motor super mega power poderoso e câmbio manual! Tiro no pé.

              • Igor

                ”mimimi cambio manual mimimi” Nem todo mundo quer um AT bobão

                • Henrique Waitforit Milioli

                  Mimimi não..mercado! Nem todo mundo quer AT, mas a grande maioria, sim! O mano que vai gastar 80 dilmas num SUV compacto (Que tem foco em conforto e uso familiar) certamente não deixaria de comprar um HR-V, Renegade ou até mesmo uma Ecosport pra ficar usando embreagem no engarrafamento. Vai vender 100 num ano. O problema não é ser manual, é SÓ ser manual. bobão. rs..

                  • roberto

                    Concordo com essa última afirmativa. Câmbio manual nesse valor de carro é tiro no pé, para revender vai ser complicado, sem contar a altíssima desvalorização dos carros de montadoras francesas.

                  • ARENANB

                    Com certeza. Câmbio manual é pra carros tipo um 208 GT e o DS3, não um 2008.

            • Rubem

              puxa, então o motor da honda é o que? o torque do 1.8 da fiat é igual a de um 2.0 da honda.

          • Bruno Jefferson

            essa análise do André não faz o menor sentido! o cara cita um monte de argumentos negativos simplesmente pra justificar a pior escolha na categoria!

          • ARENANB

            Pode estar certo em todas as outras opções, mas não no pós-venda ruim. Deve ter tido um Peugeot há 10 anos atrás em uma cidade com concessionária ruim e fala que a montadora que tem pós-venda ruim. Tive um 208, o carro é um baita lixo, bate tudo, mas o pós-venda foi o melhor que já tive, me atendiam com cortesia e sempre resolveram meus problemas no mesmo dia.

        • Navaman

          Eu era receoso com o CVT. Depois que compramos um Corolla o preconceito se foi. Diria até que acho melhor que o de 5 velocidades do Civic, que é o outro carro aqui de casa. Ele mantem o giro mais baixo, não é tão indeciso e responde bem quando preciso. O efeito freio motor também é maior no Corolla, o que nos deixa menos dependentes de frear como no Civic, que é mais “solto”.

          • zeuslinux

            Mas o projeto do câmbio CVT do Corolla, pelo que li (não o dirigi ainda), é recente e bastante melhorado. Já o CVT do HR-V parece ser o CVT simples usado no Fit, que segundo relatos de amigos que possuem o Fit, não é lá grande coisa.

            Carro com CVT eu só dirigi 2 até hoje: um Sentra do modelo antigo e um Mit ASX. O CVT do Sentra era muito bom, mas o do ASX era horrível e matou o desempenho do carro. Além disso, parece que o CVT nos Mitsubishi tinham um problema crônico com aquecimento. Por isso, acho que o câmbio CVT tem que ser muito bem projetado, o que me parece ser mais difícil do que um câmbio AT convencional.

            • radiobrasil

              Nao era no lancer que o cambio esquentava? Me lembro que ele nao tinha “tropicalizado” com um radiador para o cambio.

              • what_the_hell??

                Já tive um sentra cvt e sempre achei o casamento dele com o motor uma perfeição, para os padrões da categoria!
                Já no lancer que dirigi achei bem diferente, dá a impressão de ser bem mais fraco mesmo o motor sendo 20cv mais potente.

      • Miguel

        Pensei a mesma coisa quando vi o Renegade Longitude na AGO da Barra da Tijuca, até por que tinha visto o HR-V de couro. Mas lá só tinha para exposição, e o vendedor me fez esperar duas semanas pra fazer um teste drive. Quando ele me ligou eu já tinha realizado o mesmo na Azurra de Botafogo, foi aí que eu vi as versões de couro, e a percepção do interior mudou. O couro e as portas são de couro, ficou bem bonito, e o interior ficou muito mais luxuoso. Eu gostei bastante.

        • Santana

          Eu estava muito em dúvida entre o HRV e o Renegade e o acabamento do interior desempatou a favor do Renegade. Além disto, para ter os bancos de couro no HR-V eu teria que comprar a versão de topo que me foi oferecida (com ágio e baixa margem de negociação devido à alta procura) por R$ 94.000,00! Bem acima do Renegade Longitude com couro vendido pelo preço de tabela (R$ 84.400,00).

    • Bartolomeu

      A JDPower coloca os carros da Jeep com rating entre 2 e 3 estrelas em qualidade. 3 é na media, 2 é a nota do “resto”, por isso “faliu” em 2008 e foi comprada (veio de graça) pela Fiat. A Honda tem o rating 5 estrela pela JDpower, excelente. Como esses dois carros serão também vendidos no EUA e se esses padrões se manterem o Renegade pode não ter o sucesso esperado, ja começa com motor ruim, gastão e uma plataforma pesada e apertada da coluna B para trás.

    • Carlos Polesello

      Disputando com Eco e Duster, ainda vai vender muito……

  • Tosca16

    Até que a Renegade vendeu bem… agora sinceramente, ou eu que não gosto da Honda ou o produto não é tão bom assim para essa margem toda de vantagem . Eu sinceramente não entrei ainda no modelo mas ao ver na concessionária (Honda e Hyundai ) sinceramente até o porte do modelo eu achei menor do quê o esperado . Sei lá … vou ter que fazer o test-drive apesar de ter o pé atrás, já digo isso; agora num país onde o Ecosport era líder tem que ser ruim para conseguir ser pior rsrsrsrs .

    • Filipe Augustus

      Eu fiz um teste drive, fui conferir de perto e o carrinho é espetacular, eu só não tive coragem de pagar 80 mil reais nele! Quando começar aparecer no mercado de usados daqui uns 3 anos eu compro um e já aproveito e pego a versão topo de linha!

      • Tosca16

        eu sinceramente iria num 2008, tá é mais um Crossover que SUV mas a versão THP deve ser bem divertida … de resto sei lá, esperando algo mais chamativo à mim .

        • Filipe Augustus

          Já vi na rua o 2008, achei bonito, só que tive a impressão que estava vendo uma 208 SW Escapade!

          Mas sinceramente, sei que não tem nada a ver com a matéria, porem o único Peugeot que eu compraria, e ainda vou comprar, é um 406 coupe 3.0V6, esse carro é maravilhoso!

          • Tosca16

            Falta porte ao modelo, mas desempenho é seu forte pelo menos na versão THP .

          • Wagner Lopes

            E o 407 coupe então…matador! Cara, aqui em BH tem 407 2009 com 42.000km por 28K. Chega a doer o coração uma máquina dessas por esse preço…e fila pra comprar HB20 1.0…….não tem jeito mesmo…kkkk.

        • Andres Francisco

          Tá mais pra um perua de suspensão elevada isso sim. Mas é bonito, especialmente na cor preta que evidencia os detalhes cromados, como um da versão Griffe exposto numa css de Salvador.

    • Depois da apresentação do Habib, eu mudo minhas previsoes.

      1- Honda HR-V
      2- Ford Ecosport
      3- Renault Duster
      4- Hyundai Tucson
      5- Jeep Renegade
      6- Chevrolet Tracker
      7- Peugeot 2008
      8- Jac T6

      • Tosca16

        Eu concordo, Habib teve boas explicações de como funciona o mercado… entretanto destes creio eu que se for para errar na projeção que seja para o próprio T6 da JAC; não que ele vá vender mais que os demais mas quem sabe não tão pouco quando a JAC espera neste primeiro momento . E como creio eu e o próprio Habib também quem comprará um HR-V sabiamente não iria num JAC T6 mas clientes do Eco e Duster sim, quanto mais ao meu ver Eco e Duster perderem melhor á priore . Digo à priore por que se a Honda distanciar-se tanto quanto se espera só trocaremos de montadora e o mercado continuará a mesma coisa . Lado bom mesmo assim é que a Ford que estava se “achando” agora vai ter que mostrar que não era líder atoa … vamos ver .

        • Se nao me engano, o Habib pretende vender algo de 500 T6, só se ele importar mais conforme a demanda.

          • Tosca16

            eu esperaria se a caso vendesse bem quem sabe trazer mais cedo a versão automática mesmo que sem o turbo … ou na melhor da hipóteses que ao fazer frente aos concorrentes alguns destes aumentem o conteúdo das versões, nem digo baratearem já que estamos no Brasil …

      • oscar.fr

        Tucson não vai vender isso tudo. Certamente venderá menos que 2008 e Renegade que dentre os principais players são os que ficarão com uma fatia menor do mercado. Se a Hyundai for inteligente (e ela é), espera para lançar no,Brasil um suv compacto lá por 2017-18 quando as HR-V, Renegade e 2008 já terão cansado e muitos de seus compradores estarão trocando de carro. Daí aparece a Hyundai com uma novidade.

  • b.c

    Um grande sucesso mesmo, outro que poderia disputar a liderança é o Tracker não fosse a ganancia da Chevrolet que ja aumentou seu preço de 71 mil na época do lançamento pra mais de 90 mil hoje em dia.

    • pedro rt

      o LTZ2 ta custando 97mil!

    • Chega_de_Ignorância

      freio a tambor
      -esp

      • Blade Runner

        Ecosport tem freios a tambor, faróis monoparabola e acabamento porco em todas as versões…

    • zeuslinux

      Talvez a Chevrolet diminua um pouco a “capação” que fez na Tracker em virtude do aumento da concorrência, mas mesmo assim ela cometeu o erro estratégico de não poder trazer muitas unidades por causa das cotas de importação.

      O Tracker tem até uma boa mecânica, bom desempenho, bom acabamento e estilo que agrada a maioria, mas a Chevrolet não vai conseguir competir com os outros por causa das cotas.

  • birchip

    Caramba na lista acima não aparece nenhum utilitário da VW: Tiguan ou Touareg.
    Vejo com certa frequencia nas ruas de SP/Capital.

    • Doccar

      Politica de precos VW, assusta qq consumidor..

      • Gustavo73

        E os da Toyota e Honda? CRVe RAV4 custam tanto quanto a Tiguan e oferecem muito menos. Isso vindo do México e não pagando impostos de importação.

        • Thiago Maia

          Mercado horrível, o de banania. É ver se a.reformulação dos sedãs cívica e cruze trazem algo interessante.

        • Matheus Lelis

          Toyota e Honda tem direito a tudo, se for caro, ou barato, bom ou ruim, você não pode falar mal. É a regra aqui

        • Roger Bersch

          CR-v custa menos de 100k a básica, por 115 leva a top, sobra 15k para chegar na tiguan básica.

          • Gustavo73

            Básica aquela com 2 airbags e abs? Não obrigado. ATiguam básica oferece o mesmo ou mais que CRV e RAV 4 e muito mais motor, Nem vou falar do 4×4 da CRV que passou vergonha. Lembrando que vem do México e pagam muito menos impostos.

            • Roger Bersch

              Muito interessante teu ponto de vista, eu concordo com ele, mas ninguém se importa, o que todo MUNDO ( leia-se 95% ou mais dos consumidores ) vê é o que eu disse, CR-V básica custa 35 a menos e a top 15k. No brasil não adianta colocar o preço inicial alto, se a Tiguan tivesse só AB2 e ABS e fosse 99k venderia muito mais, mas é lógico que a VW não faz isso pois nessa diferença tem um grande lucro.

            • Martini Stripes

              Forester.
              Sem mais

        • RAV4 vem do Japao.

    • Roger Bersch

      Problema da Tiguan é custar 130k, custa BEM mais que a CR-V, ix35 e etc. Em suas versões top, sem contar os mais de 30k que separa da versão de entrada, e com valor próximo ao Edge, se colocar um acessório no Tiguan fica a preço de Volvo XC60. E a Touareg não vende, em um país que vende a VW vende gol e kombi ( até pouco tempo ) ninguém vai investir essa grana toda.

      • Yuri Ravitz

        Pois é. Tiguan custa bem mais e também oferece mais, mas é o que tu disse sobre a VW vender Gol e Kombi…

  • Adriano Tochio

    Nossa olha o Renegade !!

  • Hugosw

    Renegade para 1 semana de vendas até que não se saiu tão mal. Vamos esperar o próximo mês que será integral.

    • linha de raciocinio

      ACHO OTIMO CARRO MAS PELA PROPOSTA MAS, TIPO OFF-ROAD NAO SENDO CARRO SOCIAL COMO O H-RV ,VENDAS MAXIMA 1500 MES O RENEGADE(MINHA OPINIAO)

    • AndreiVieira

      1 semana de HRV em Março foi quase 2000 mil!!!!

    • Gomes

      Ouvi dizer que o Renegade teve problema de qualidade na fábrica, por isso atrasou para chegar….lembram que o lançamento foi bem próximo do HRV? Realmente deve ter tido algum atraso para chegar às lojas. Já o Duster quase encostado na Eco foi uma piada…ele perdeu até para iX35….só que a Renault emplacou carros de test drive nos últimos 3 dias para não ficar atrás da Honda e mostrar que o Duster vende pra c@$&#%!

      • Primeiro que todos os carros de test drive da Renault são emplacados de fábrica com antecedência, pois ela cede carros próprios as concessionárias, logo tal fato não procede, assim como não teria concessionárias o suficiente necessitando de carros TD em última etapa do mês.

        O que acontece com o Duster foi o que eu já havia apontado em comentários anteriores: virou carro de frotista, ou seja, locadoras, órgãos públicos (em especial polícias), estão adquirindo o Duster em grande quantidade, pois só ele tem o diferencial de poder andar em quase todo terreno sem dificuldade, mesmo na versão 4X2, transpor quebra molas, tem agilidade, leveza, conforto e alta capacidade de carga, inclusive para servir de camburão da polícia, no lugar das Chevrolet Blazer (antigas) e das Fiat Weekend.

        Ele sempre terá suas vendas garantidas para pessoas jurídicas e licitações (a Renault tem boa margem para trabalhar em licitações com bom lucro), logo deverá se manter nestes patamares, alçando até mesmo a segunda posição, a medida que Renegade e HR-V crescerão no mercado. Se a Ford acertar a re-estilização do seu Ecosport, ela escanteia o Duster para o terceiro lugar, mas sempre com pouca diferença. Resta saber onde Jeep Fiat Renegade vai se alimentar nesse bolo… o público da finada TR4 (cerca de 1000/mês), de certo ela garante, assim como uma boa parcela dos compradores de Suzuki Jimny e Troller, mais cerca de 1000 na versão civil por ser da “Fiat” (sim, há pessoas que só comprarão por esse “poderoso” fator”), logo, sempre a Jeep deverá ter vendas garantidas em torno de 2000 unidades/mês para o Renegade, e algo além se apresentar boas promoções e ajustar essa política de carro “Lego” da Fiat, onde existem “9342526737” opcionais para cada versão.

  • Junoba

    Como que conseguem vender o Rav4 !? Pra um SUV médio de 120k chega a ser hilário !

    • Cristiano_RJ

      Verdade. Ainda mais hilária é a versão top de linha com motor 2.5 e tração integral. Com pintura sai por R$ 150 mil. Valor este que supera Mitsubishi Outlander GT Full Technology Pack V6 e tração integral (R$ 145 mil), Dodge Journey R/T V6 AWD (R$ 145 mil) e Subaru Forester XT 2.0 turbo AWD (R$ 137 mil), todos indiscutivelmente superiores.

      • Blade Runner

        Por 150 mil se compra uma Land Rover Freelander diesel…muito melhor que esse rav4.

    • Bruno

      rav4, crv, ix35 (tucson), sportage concorre o mesmo mercado, sempre custou acima de 100 mil desde as gerações antigas.

    • JPaulo10

      Imagine-se morando numa fazenda no Pantanal, longe de qualquer cidade ou mecânico.
      Talvez seja essa a resposta.

      • Junoba

        Depois aparece no Reclame Aqui, dizendo que foi enganado pelo vendedor, por dizer que era inquebrável, mas depois de 8 mil rodados a embreagem quebra, e a CSS demora 30 dias para consertar, e pouco tempo depois o defeito volta. Isso aconteceu com um Etios. Pare de acreditar nesse “mimimi”, de fanboy da Toyota.

        Todas as marcas tem todos os tipos de problemas possíveis em seus veículos, sem exceção.

        • JPaulo10

          Vá passear no meio rural (de verdade, não lavouras à beira da Rod. Anhanguera-Bandeirantes) e você verá que a robustez dos Toyota não é somente fama.
          Não sou fanboy da Toyota, mas conheço o local onde ela se dá bem. Sério: Hilux vai onde ranger não consegue chegar.

  • leomix leo

    Me assusto com quase mil unidades de Sw4, carro caro, painel horrível, manutenção barata(pelo menos isso é bom) seguro e empalamento caríssimos.

    • pedro rt

      o pior e q a versao mais vendida e a top SRV de 191mil reais!

    • Chega_de_Ignorância

      Segurança…

      Dizem na TV que o que mais mata é alta velocidade, pra justificar as multas.

      Em verdade, o que mais mata é batida frontal, porque não temos estradas duplicadas nem em 10% da malha rodoviária.

  • XXRS

    719 compraram o Tracker este mês, inacreditável! O Tracker, depenado e pelado, com acabamento ruim, sem nada que justifique minimamente seu valor, que custa a partir de R$90.990! É surreal.

    Acho que ele supera o CrossFox no quesito pior compra do mercado. Eu só vi um Tracker nas ruas aqui de Natal duas vezes e acho que a quase totalidade das vendas se dá naquelas cidades minúsculas de interior, longe de grandes centros e que só possuem lojas VW, Chevrolet e Fiat…como VW e Fiat não possuem “SUVs” compactos só resta o Tracker para os consumidores que desejam esse carro do tipo. É a única explicação plausível para esse número de vendas dele.

    • Blade Runner

      O acabamento do tracker é quase suntuoso, se comparado ao do “nhecosport”.

      • XXRS

        O acabamento do Eco é ruim mesmo mas ele é mais barato e mais completo. Eu não compraria nenhum dos dois, ainda assim.

        Já entrei em um Tracker que estava em exposição em um supermercado daqui logo no lançamento e ele é de dar pena. Até um mísero encosto de cabeça central traseiro foi suprimido, de picuinha mesmo, porque do México sai o mesmo carro vendido nos EUA e tem o item. Com a configuração atual deveria custar 70 mil no máximo, sendo muito bondoso com a Chevrolata. Noventa mil, aliás, menos que isso, era o que custava o Captiva Ecotec antes da chegada deste engodo. E mesmo antiquado o Captiva está a anos-luz do Tracker em absolutamente tudo.

        • Mas a Tracker tem uma tabela de preços não condizente com sua realidade de venda. Você chega na concessionária e já sai com 10% de desconto na tabela do modelo e ganha mais 5% de valorização de seu usado em 90% dos casos.

          Eles fantasiaram esse “tabelão GM” por um dos dois motivos ou os dois:
          – pegar desinformado que quer comprar “exclusividade” sem abrir mão da tradição de uma marca (pessoa que acha que ao pagar mais, menos terão o modelo) – esse paga o preço cheio sorrindo;
          – vender o carro por preço normal, iludindo o cliente com a ideia de que ele teve um super descontão e que ainda vai ganhar na revenda, haja vista o preço do usado ser pautado em partes no preço de tabela do novo em muitas localidades.

    • Rafael

      Tenho escutado na rádio promoção dele por 80900 e com entrada de 50% e parcelas a taxa zero. Com certeza isso deu um up nas vendas.

      Pra quem precisar financiar (maioria ne) pode se tornar um bom negócio, dependendo de quanto pagam no usado e etc… eu não deixaria de visitar a concessionária se estivesse buscando um carro nessa categoria.

    • Cristiano_RJ

      Não nos esqueçamos do Kia Soul pela bagatela de R$ 98 mil com teto solar.

      • Blade Runner

        Kia Soul 1.6 de 120 cavalos por 98 mil reais. Fico na dúvida entre ele e um Jetta TSI.

    • Rodrigo

      Tenho visto a Chevrolet dando bons descontos no Tracker completo, algo em torno de R$87 mil, mas parece que nem assim vai.
      Acho que ela terá o mesmo destino do Sonic, infelizmente.

      • Wagner Lopes

        É carro de baixo volume e alta margem. Cada um que vende eles fecham a concessionária por meia hora e faz uma comemoração…kkkkkk.

    • Wagner Lopes

      Tem que amar muito a chevrolata pra pagar esse valor em um tracker…e muito sem noção também…

  • V12 for life

    No momento as vendas do HR-V estão aquecidas pelo fator novidade, vamos ver quando essa fase passar e apenas o fator Honda estiver contando, em quanto vai se estabilizar.

    • Se a Toyota ou a Hyundai não lançarem um novo SUV compacto, creio que o fator Honda continuará por muito tempo, exceto se a Renault conseguir vender mais Duster para outras forças policiais e renovar a frota de camburão desse país (a única com chance de crescimento real na adversidade, graças as licitações previstas).

      • V12 for life

        Não se preocupe, não achei grosseria.

        • Ufa, ainda bem! :D #Risos

          • V12 for life

            Kkkkkkk, as vezes também sou ríspido em meus comentários, mas o seu só me deixou com a impressão que talvez não conhecesse esse tipo de emoção.

  • Luis Burro

    Engraçado q considera todos os utilitários vendidos no país,mas nem tem como comparar os preços de alguns!

  • Handlay P.B.

    O Renegade, creio eu, teve 20 dias do mês de abril para vender e só vendeu 575 unidades? Pouco, o HR-V conseguiu muito mais em 11 dias de março (2.382 unidades vendidas), será que o Renegade pode vender mal assim nos próximos meses?

    • Blade Runner

      20 dias de onde? Na minha cidade ele começou a vender na segunda-feira. Só teve uma semana de vendas…

      • Handlay P.B.

        Exatamente, na SUA cidade… Esses 20 dias deve ter sido em que foi oficialmente lançado…

    • Andres Francisco

      Na por enquanto única CSS Jeep de Salvador, não tinha nenhum nem pra demonstração no Showroom até 20/04. No último sábado, 25, eu vi um cegonha com vários Renegade chegando aqui. O curioso é que o 2008, que só será oficialmente vendido nesse mês, tem vários modelos expostos nas duas css da Peugeot aqui.

    • Rodrigo

      Será que essas 575 unidades emplacadas não são de teste drive / avaliação? Porque até agora não vi unzinho sequer em São Paulo.
      Agora HR-V já vi trocentos.

      • Igor

        Eu já vi 4 HR-V 2 brancos e 2 vermelhos e 2 Renegade

    • Igor

      O Renegade começou a ser vendido semana passada ‘-‘

      • Handlay P.B.

        Então, foi equívoco meu, foi mal…

  • Emilio

    Eu apostaria que o HR-V se consolidará como lider do segmento. O que estamos vendo com este lançamento é o que vimos na época do New Civic. As coisas só vão mudar quando a concorrencia lançar algo similar e realmente melhor. O 2008 parece ser um bom carro mas a Peugeot não tem boa reputação no mercado. O conjunto mecanico do HR-V é bem equilibrado e perde só para o 2008 THP.

    • Igor

      Melhor que o HRV já tem que é o Renegade, se alguém vir falar do motor fique sabendo que o queridinho Civic 2.0 faz de 0-100 ”apenas” 1 segundo mais rapido que o Renegade pesado bem menos e com mais cv

      • Fonte?

        • Rubem

          nem precisa, um idea 1.8 leva um civic 2.0 no 0 a 100 a nivel do mar. fonte meu idea 1.8 x civc 2.0 de um parceiro meu na saida de um pedágio. sendo o idea bem mais leve que o renegade, os dados por ele oferecido são reais

  • linha de raciocinio

    NOSSA O IX35 E ASX TAMBEM ESTAO COM FORÇA PELO VALOR QUE CUSTAM

    • Thiago Maia

      O asx que tem porte do HRV.

      Pensei que seria mais afetado

  • inuyasha

    E o ranking das montadoras?

  • joelder

    O hrv vai nadar de braçadas. … esperei por um ano o jeep e quando chegou… decepção! , o motor flex fraco e beberrao que colocaram no carro será o calcanhar de Aquiles. . Vai vender menos que duster….
    No meu orçamento de 80mil preferi pegar o civic LXR 2.0 por 79 ao invés do hrv EX de 82 mil sem banco de couro sem ar digital motor mais fraco e câmbio sem graça.. Além de não ser tão alto assim… parece um fit um pouquinho mais alto. Sem colocar a espera de 60 dias…
    Acho q só a versão top seria interessante… Quem tiver 90 mil…. vai com fé…
    O exemplo foi apenas para elucidar um pouco na hora de decidir por um desses SUVs.
    O custo é benefício de um sedan pode ser melhor!

    • Rodrigo

      Eu também optei pelo Civic LXR 2.0 e não me arrependi. Só que paguei menos, R$76…
      Estou adorando o carro! E não o trocaria, nem por HR-V, nem por Renegade, nem por qualquer outro mini-SUV.

      • joelder

        Puxa vc conseguiu um bom desconto então. .. pois a tabela dele é 78,400!!! Aqui no DF tive que esperar uns 10 dias para o carro chegar pois todas as lojas estavam sem estoque.
        com a pintura o carro foi p 79,600.. consegui somente os 600 de desconto e os tapetes de carpete e protetor de cárter… só isso é mais nada!
        Mas o carro é muito bom.. tive um City e nem se compara!!! Achei o civic mais alto pois não pega nos quebra molas..
        tô gostando e ele é até economico.. fiz uma viagem com 3 adultos e fez 13.7 na caneta a gasolina.. andando na média de 130/140.. Acho q tá bom…

        • Rodrigo

          O desconto foi relativamente bom, mas acho que poderia ter sido melhor. Minha amiga comprou um em Dez do ano passado (o dela é 14/15, o meu é 15/16) e pagou R$72 mil à vista.
          Mas o carro realmente é econômico. Fiz uma viagem ontem, 400 km, foi a primeira vez que usei gasolina nele (cerca de 3/4 de tanque), andando no limite da via (110), com picos de 140, fez média de 13 km/l.

      • Wagner Lopes

        Cara, 76/79K em um civic (ou corolla)…ou HR-V / 2008/ renegade por 80/85K. Realmente não entra na minha cabeça esses carros por esses preços…

  • pedro rt

    sera q o renegade fez muito barulho pra vender so isso? eu nao acredito…

  • Gustavogm

    Até que as vendas do EcoSport e Duster não caíram tanto quanto achava. O CR-V deve ter tirado mais compradores de outros carros da Honda do que da concorrência.

    Incrível como ix35 vendeu bem esse mês. Se a CAOA lançasse uma versão do carro com motor 2.0 do Tucson e preço 10 mil reais mais em conta que a atual versão de entrada, acho que brigaria pelo Top 3! Já o velho Tucson se não sair de linha deveria partir abaixo dos R$ 70mil.

    • Blade Runner

      O IX35 não foi afetado pelo Hrv porque custa bem mais. Ele é vendido em versão única por 99.990 reais, 10 mil mais caro que a versão completa do Hrv.

  • Rodrigo

    É, parece que nem a mãe natureza vai salvar o Ecosport…

    • riccorreasp

      E nem aquela senhorinha aventureira salvará o Duster… rs

      • Gomes

        Duster emplacou test drive e Frota esse mês, aos montes, por isso ficou perto da Eco. Ou seja, esse eh o que mais vai sofrer….dá-lhe descontos e taxa zero em zilhões de vezes para vender esse monstro!

  • Félix

    O HR-V dispara e o Civic afunda. Mas a margem de lucro deve ser bem melhor… Quanto ao Renegade, a Fiat precisa ampliar logo a rede, né?

    • Bartolomeu

      A Honda deve estar priorizando a produção do HRV, mais lucrativo e com fila de espera de 90+ dias, assim não deve fazer nada para melhorar as vendas do Civic, Fit e City pois não teria como entregar. Ano que vem com a nova Fabrica e a nova família de motores turbo com injeção direta, nova geração do Civic, LXS 2.0 e EXR turbo com 200CV a briga vai ficar interessante.

  • Bruno

    chupa ford e cia. carrinho magnifico, quem entrou em um sabe do que eu to falando. é um carrinho honda e definitivamente com preço condizente, ja que o segmento parte do mesmo valor de entrada até o valor final da top;

  • Benjamin Machado

    O freemont naó entra?

  • gpalms

    A Honda soube ler melhor o mercado. Entregou um Fit alto, mais bonito, com melhor motor e com mais equipamentos de segurança. E ainda tem a aura de boa qualidade das japonesas.
    Pena que cobre tanto por isso.
    Esse é o novo protagonista da categoria.

    • Arthur Lima

      Soube ler tão bem que se deu ao luxo de capar vários itens e sabia que mesmo assim seria um sucesso.

  • Wagner Lopes

    Apesar de não ter a menor paixão por esta marca tenho de admitir sua competência de modo geral. Agrada e satisfaz seus clientes onde realmente faz a diferença – pós vendas! Lança bons produtos e sabe como cobrar cada real por eles. Os clientes fazem fila pra assinar o cheque (caro) e ainda assim tá na TV o tempo todo fazendo propagandas mesmo sem precisar. O resultado tá aí! Aprenda quem quiser!

  • Chega_de_Ignorância

    RENEGADE FRACASSO
    Culpa? motor Fíêt, óbvio

    Hr-V: máquina de ganhar dinheiro… Asiáticos só não ganham dos alemães mesmo na indústria automobilística (até porque eles, quando têm dinheiro, compram carros alemães)

    • autofan60

      Fracasso foi tenso, hein?
      O carro acabou de começar a ser vendido à poucos dias! Vamos aguardar…

  • Leonardo Teixeira

    Quantos dias de venda teve o renegade? Está tão fraco assim?

    • rodrigomalc

      Salvo engano, ele chegou nas concessionarias no dia 10 de abril

  • rodrigomalc

    cadê os experts que duvidavam que o HRV atingiria a meta de 5 mil carros/mês?

  • Leandro Balmant

    Eu já imaginava que o HRV ia vender bem, mas não a ponto de quase dobrar as vendas do Ecosport.
    Já as vendas mais baixas do Renagade devem ser devido a baixa rede de concessionárias.

  • Clayton Martins

    HR-V no primeiro lugar de vendas era tão previsível quanto é sabido como o segmento se comportará nos próximos meses:
    1 – Os fanáticos da Honda vão deixar de comprar Civic e City para ter seu “SUV” na garagem, independente do preço;
    2 – A produção de Civic e City vai diminuir significativamente;
    3 – A Ford fará promoções com base em descontos e financiamento longo com taxa “zero”, com pouco esforço, mantendo o segundo lugar, mas o suficiente para vender bem e não ter prejuízo;
    4 – A Honda vai subir os preços do HR-V até o patamar de cima, sem aumentar nada os equipamentos do carro, mas os fãs religiosos da marca vão continuar comprando, porque é Honda;
    5 – Com os aumentos da Honda, a Ford deixará de dar descontos significativos no Eco, cobrando valor próximo de tabela, voltando à margem de lucro de sempre, com número de vendas estabilizado;
    6 – O Renegade vai ser aquele carro que não vai tirar vendas significativas de nenhum concorrente, pois é caro, sem tradição no Brasil e mal posicionado em termos de configuração x equipamentos. Assumirá o nicho de consumidores-pseudo-trilheiros-com-motor-diesel-4×4-pra-andar-no-shopping-e-passar-a-imagem-que-entende-de-carro.

    • Bruno Jefferson

      pior que vc descrveu direitinho como é o consumidor do Renegade, tenho um conhecido que se enquadra perfeitamente no estilo! rsrsrs

    • Só nao concordo com a previsao 4.

      A Honda é uma das UNICAS montadoras que nao aumentou nem 1 centavo nos valores do Fit e City desde o lançamento, mesmo entregando tudo o que pode produzir. E olha que teve aumento do IPI e dolar. Sim, é a UNICA montadora que está com IPI congelado.

  • Marcus Fenix

    Ontem vi um pessoalmente, cinza minha cor favorita e ele é lindo! Merece essas vendas e esse destaque!

  • Gustavo

    Fila de espera de 3-4 meses no NE. comprei na semana que começou a vender e ainda não recebi

  • Marcio Almeida

    todos falam que o HR V vai ser lider e o Renegade será um fracasso, realmente a principio isto esta acontecendo e na minha opinão é o melhor produto mas, creio que com o tempo isso vai diminuir a Fiat e lider de vendas em diversos segumentos e tem uma boa equipe de marketing e sabe trabalha com uma politica de descontos então acho que é questão de tempo para o Renegade dar a volta por cima, realmente o calcanhar de aquiles é o motor mais acho que é questão de tempo para o contra ataque vir. Não acho que um investimento tão grande será um fracasso na mão da Fiat mas quem sabe.

    • Bartolomeu

      Segundo seu presidente (Fiat), depois de fracassos sucessivos (Marea, Tipo, Bravo), decidiram abandonar a categoria de Médio/Grandes e lança carros maiores com outra marca. Estão apostando agora em SUV com a marca Jeep, mas um legitimo Fiat, porem parece que eles tem um problema crônico em produzir motores potentes e eficientes. A atual geração são motores Antigos da BMW licenciados que foi adaptada de 1.6 para 1.8 e ficaram ásperos. Chassis também não é bom, pesado e apertado. Vão ter sim que investir bastante em marketing.

      • AndreiVieira

        o cara tá brincando… a equipe de marketing é tão boa que Linea e Bravo são sucessos absolutos!!

      • Wagner Lopes

        O tipo não foi um fracasso. Pelo contrário, quando chegou importado da Itália arrebentou de vender e quase liderou o mercado. O que matou o carro foi o famoso estouro de uma das mangueiras da direção hidráulica que fazia o carro incendiar e, na sequência, passar a fabricá-lo no Brasil com preço ainda mais alto. O carro não aguentou tanta incompetência e foi enterrado de vez pela própria mãe.

      • dallebu

        Conte-nos mais como os engenheiros Jeep projetaram um Fiat.
        E não vem com mimimi a plataforma é Fiat mimimi pois foi amplamente dito pelos engenheiros americanos que eles reprojetaram a plataforma dos bancos dianteiros pra trás, pra garantir robustez, rigidez torcional elevadíssima e capacidade offroad.
        Que o motor E-torq não seja o melhor todos sabem, mas está longe de ser ruim, ainda mais com as modificações do Evo do Renegade. É um motor silencioso, confiável e de baixa manutenção (não tem correia dentada).
        Ja dirigi uma Doblò 1.8 E-torq em uma viagem de 280 km, incluindo um bom trecho de cidade, Vitoria ES, com 7 adultos a bordo e ar ligado, e gostei do motor, reduzindo marcha ultrapassamos facilmente carretas na subida, e viajamos a uma média de 110 km/h. Fez 8,8 km/l de alcool sem dó do acelerador.
        Quando peguei ela vazia aí que me surpreendi com o desempenho, achei que anda muito bem, qualquer saída mais ágil os pneus (novos) patinavam, e esticando as marchas o carro andava bem e tinha um ronco bonito, mas cada um com suas opiniões, eu digo apenas que é um motor normal, não se destaca mas também não é ruim.

        • A diferença é que o Fiat Dobló tem 1250 kg contra 1404 kg (1380 em ordem de marcha) do Jeep Renegade, demonstrando que já com o peso menor, o Renegade só por existir tem quase o peso de duas pessoas a mais que o Fiat, logo andará menos pela natureza, mesmo com todas as modificações, vide o desempenho sofrível apresentado no teste de zero a cem realizado com o SUV compacto da ítalo-americana. E além, pode até ser relativamente econômico, mas não é o mais econômico da categoria, perdendo para o HR-V e para os dois motores do Duster, segundo o Inmetro.

          Terá seu público cativo, mas a FCA terá que se mexer e ajustar muitas coisas se quer se destacar no mercado com o modelo, que além de ser um carro Lego como todo Fiat (cheio de opcionais), é diminuto demais.

  • Heisenberg

    É, tenho visto várias aqui nas ruas de Salvador, realmente passa a sensação de estar vendendo quase o dobro do EcoSport o que já era de se esperar e que vai durar bastante tempo…

  • Braddock

    Fui ver finalmente o carro essa semana e achei simplesmente… meh… Nada demais, achei baixo demais pra um SUV, dirijo um fusion e sinto que dirijo na mesma altura. Achei o carro bem acabado (embora o painel seja todo de plástico mas de boa qualidade), mas achei muito baixo, muito mesmo. Não compraria, 90mil reais nele é muita coisa,

  • Tygra

    Seria um bom carro se fosse esse que está estampando a matéria, com LEDs, sensor dianteiro… Provavelmente é uma imagem do HR-V asiático ou europeu, que, diferentemente da versão capada que a Honda trouxe para o Brasil traz teto solar, farol biparábola, LEDs, travamento/destravamento automáticos das portas, descansa braço central do banco traseiro, sensor de estacionamento traseiro, partida por botão e airbags de cortina. O importante é o sair com a mais nova novidade da Honda. Ontem mesmo aqui o NA mostrou o vídeo da apresentação dele no Estados Unidos e a portas são revestidas em couro, aqui eles revestiram com tecido de má qualidade, que encarde com facilidade (vários jornalistas que testaram o carro observaram que o tecido já estava sujo), sem falar que também foi observado que o tecido já tinha bolinhas resultantes do atrito natural do braço com a porta. Mas aqui basta dizer que é Honda ou Toyota que vende, independentemente do preço, dos equipamentos de segurança ou do custo/benefício. É a Toyota fazendo escola, afinal, o Corolla está em 10º mesmo não oferecendo ESP. Talvez seja um revezamento, enquanto o Toyota capa o ESP a Honda capa os airbags de cortina. Viva o consumidor brasileiro!

    • Ernesto

      Vamos fazer uma comparação com o Renegade? Lá nos Estados Unidos ele terá qual motor? Alguém já comentou que ele terá 1.4 turbo, 2.4 aspirado, 2.0 turbo diesel. Aqui, nas versões que provavelmente venderão mais, ele tem 1.8 Etorq que o faz ter um desempenho de 0 a 100 em mais de 15 segundos!!! Enquanto isso, o HR-V faz em 11 segundos. Consumo? Todos as condições o Honda foi melhor. Sim, o HR-V poderia ter mais equipamentos sim, mas só falar mal e não ver que o Renegade também deveria ser melhor, principalmente um motor flex melhor, é parecer que Honda e Toyota não lhe agradam de jeito nenhum e não aceita suas qualidades já conhecidas no mercado.

      • Tygra

        Não é questão de agradar ou não. Eu não me levo pela emoção quanto vou comprar um carro e sim pela razão. Pra mim, tanto faz se é Honda, Toyota, Ford, Peugeot, Citroen, GM, VW, etc. O que eu busco em um carro é um conjunto de fatores que me traga ao mesmo tempo segurança, conforto e comodidade. Poderia comprar tanto carros da Honda como também da Toyota, não tenho nada contra. A questão é que eu posso até abrir mão de alguns itens de conforto e comodidade, mas jamais de itens de segurança, me recuso a comprar qualquer carro que não tenha o básico de segurança (ESP e 06 airbags) e acredito que qualquer consumidor que tenha a condição de fazer essa escolha deveria fazer o mesmo. Falo da Honda e da Toyota porque são líderes de venda em segmentos importantes, mesmo não oferecendo itens de segurança essenciais. Nesse caso específico, já afirmei várias vezes aqui que esse SUV compacto não oferece nada além do que já é oferecido pela Ecosport (não levo o Duster a sério), com exceção do acabamento interno, não há nada nesse Honda que justifique essa euforia. O Ecosport possui maior segurança (6 airbags), melhor câmbio (nada contra quem gosta de CVT) e motor com maior potência e torque. Ou seja, não deve em nada ao HR-V e custa mais barato. É claro que o HR-V tem alguns mimos como freio de mão eletrônico e central multimídia com câmera de ré, mas fica nisso. Nada que justifique essa correria para pagar 93 mil reais (considerado o ágio) num SUV compacto. Ah! Não quer o Ecosport (prioriza acabamento), compre então o Peugeot 2008 que no que se refere a segurança e conforto é referência e ainda custa quase 10 mil mais barato. Vc não vai ter um câmbio automático, mas em contrapartida vai acelerar o melhor motor da categoria (não considero o Renegade Diesel como sendo desse segmento). Quanto aos sedans médio, a Honda pelos menos oferece o Civic EXR, logo, poderia comprar. Já a Toyota, só não está sozinha no segmento oferecendo um carro sem ESP, porque é seguida pela Nissan que oferece o Sentra sem este item. Porque todos os outros sedans possuem pelo menos uma versão com todos os itens de segurança. O que não falta é opção: Focus Titanium, C4 Lounge, Fluence, Cruze, Jetta e ainda tem o Altima (que apesar de ser de categoria superior custa menos que o Corolla Altis). Portanto, é o consumidor que não prioriza segurança. Por isso a minha crítica fica para o consumidor. Afinal, Toyota e Honda sabem disso e capam os carros para ampliar ainda mais os seus lucros. O resultado está aí, Corolla e HR-V líderes dos seus respectivos segmentos. Em nenhum mercado moderno do mundo esses carros seriam líderes de seus segmentos sem oferecer o mínimo em segurança. Toda a culpa por essa anomalia é do consumidor brasileiro.

        • Mauro Schramm

          HRV, além do melhor acabamento, tem melhor espaço interno e porta malas maior do que o Ecosport.

          • Tygra

            Vc tem razão, no entanto, isso não faz o HR-V superior ou revolucionário. Ele é apenas mais um concorrente nesse segmento, assim como é o Renegade e o 2008. Isso é ótimo para o mercado e para o consumidor. O que não é bom é o consumidor sair que nem um louco para comprar um carro (com fila de espera e ágio), sem sequer esperar para avaliar as novas opções de mercado. É fato que ele possui algumas vantagens, como é fato que ele possui várias desvantagens (como motor, câmbio e ausência de alguns itens de de segurança e conforto), que foram capados do carro nessa versão brasileira.

      • dallebu

        Concordo, menos na parte de “0-100” pois você está comparando um 0-100 declarado pelo fabricante com um 0-100 obtido por um Renegade com 2 ou 3 jornalistas a bordo (não lembro exatamente) na rua em um test drive de lançamento, ou seja, nada favorável pro Renegade. Com isso não quero dizer que o Renegade anda bem, mas sim que ele não anda tão mal. Se ele fez 15s um HR-V na mesma situação faria em 13 e não 11…

        • Ernesto

          Dallebu, a 4R fez o comparativo na edição deste mês, de Maio, com HR-V, Renegade 1.8 Etorq, Ecosport 2.0, Duster 2.0, Tucson 2.0 e T6 2.0. Os números são esses mesmo: HR-V em 11 segundos e Renegade, sendo mais preciso, em 15,3 segundos. De todos estes, o HR-V foi o melhor. O único dado de fábrica neste comparativo é o de velocidade máxima, portanto, este 0-100 foi feito pela revista.

  • Pipo pipo

    Boa noite a todos, fico impressionado como um produto mediano consegue tamanho alcance em nosso mercado. A única explicação é que ainda somos um mercado extremamente imaturo com muito caminho pela frente até realmente sabermos o que realmente queremos, o que realmente precisamos é o que realmente podemos comprar.

  • Filipo

    “Já élvis” pra Ecosport e Duster. Renegade deve crescer muito ainda, mas acho que não o suficiente para passar Duster e Ecosport.

  • Carlos Polesello

    Vai ser assim até o mercado se acomodar e deixar de ser novidade, depois vem aumento e outro aumento e cai para uma posição mais intermediárias de menos de 2000 carros por mês.

  • David

    É OBVIO QUE VAI LIDERAR! Afinal além de praticamente parar de produzir Fit,Civic e City a Honda está enfiando goela abaixo o HR V não dando opção ao consumidor que deseja comprar um veículo da marca ai é fácil chegar a esse montante.

    • Mauro Schramm

      Será? No mês passado me ligaram 2 vezes oferecendo CIvic. Não costumam fazer isso.

  • Martini Stripes

    Quanto Fit e Civic pagaram por isso? Alguém sabe?

    • Mauro Schramm

      Civic vendeu praticamente o mesmo do mês anterior. Já o Fit vedeu 28% a menos em abril. City caiu 19%.

      • Bruno Jefferson

        seria isso um realocamento de recursos? ou seja, eles vendem muito um carro mas deixam de vender na mesma quantidade outros projetos mais “baratos”

  • Rasec

    É o que já comentei na outra matéria, o HR-V chegou ao mercado para ser líder e, de cara, já vendeu mais do que o EcoSport e o Duster juntos. Esse carro definitivamente caiu no gosto do consumidor de SUV.

    Difícil será o Renegade chegar perto desse sucesso com os preços atuais da versão 4×4 2.0 diesel. Renegade com motor 1.8 flex eu nem considero, não dá.

  • Rafael Yashiro

    Tenho que admitir, se eu tivesse grana para um desses Suvs do momento, eu iria de Renegade Longitude com pacote luxo. Apesar do HR-V tem seu charme Honda, o Renegade me atrai muito mais, parece ser o carro perfeito para minha pessoa. Mesmo tendo menos força ou me fazendo gastar um tantinho mais de gasolina, eu iria com ele. Talvez eu me arrependa depois, não sei, mas que eu me sentiria mais satisfeito em um Renegade do que em um HR-V, isso é fato.

  • EuMeSmObYmYsElF

    vendo isso a Toyota não deve demorar pra dar a resposta.. esperem um crossover compacto dela para o fim do próximo ano…

  • Bruno Jefferson

    pessoal da Jeep/FIAT deve tá coçando a nuca! Devem estar arrependidos de terem metido esse 1.8 meia boca. O Hr-V é um case de sucesso simplesmente pq a proposta é muito alinhada com o perfil dos ex donos de sedans medios, querem um SUV urbano pra não ficarem por “baixo”(trocadalho do carilho) no trânsito, tem espaço, cara de coupe esportivo bombado e uma marca com “credibilidade, manutenção, pós venda e baixa desvalorização”, a honda criou a sua “tempestade perfeita”. A Chance da Jeep/Fiat é tentar baixar o preço dessas versões a diesel, não vejo um futuro muito promissor para o Renegade.
    Estou aqui pensando se todas as outras marcas vão ficar assistindo a honda dominar esse segmento sem ser incomodada, Dona Toyota que se cuide pq ano que vem tem Hr-v + Novo Civic.

  • santana

    È realmente impressionante como compramos pela marca, mais considerando os seus rivais ele é melhor mesmo. O Renegade nada mais é do que um Fiat 500 com roupa de jeep, fala serio… nao esta ai entre os mais vendidos mas o 2008 seria uma otima opçao

  • Rafael Yashiro

    Bom, eu admito que se tivesse dinheiro, iria de Renegade Longitude Flex com o pacote Luxo.
    Pode ser que eu me arrependa depois, por que o motor não é tudo isso e o consumo vai ser um pouco maior, mas eu me sentiria mais satisfeito em um Renegade do que em um HR-V. Acho que o Renegade é o carro que está para minha pessoa. Fazer o que? Mas antes eu me sentir satisfeito do que comprar um HR-V e sentir que falta algo.

    • Santana

      Foi exatamente a escolha que eu fiz. O interior do Jeep Renegade Longitude flex, com couro, me trouxe uma nítida sensação de entregar mais por menos, quando comparado ao HR-V. Para ter couro nos bancos do HR-V e ar condiconado digital é necessário comprar a versão de topo do Honda que está sendo vendida por até R$ 94.000,00 (c/ ágio). Dez mil Dilmas mais caro que o Renegade com estes itens.

      • Rafael Yashiro

        É exatamente isso que eu penso, o único problema é que se quiser a criança com mais brinquedos, o primeiro pacote de opicionais sai por 9k, que encarece de mais os preços.
        Mas sem dúvida, o Renegade é bem mais carro que o HR-V, pelo menos para minha pessoa.

        • Santana

          O sistema de pacotes criado pela Fiat para o Jeep torna a escolha de alguns opcionais bem difícil. Além de atrelar a compra de alguns itens a outros (rodas aro 18″ para quem quer bancos de couro, por exemplo), alguns pacotes só são vendidos junto com outros. Quem sonha com o Park assist praticamente tem que levar TODOS os outros opcionais.

  • Ken

    A verdade é que só compra Reanult

    e Ford quem não tem grana pra comprar um carro de verdade, exceto neste seguimento que não existiam carros de verdade agora com Honda e Jeep, é só fechar a tampa do caixão pro ecosporte

    • Afirmação incoerente diante da realidade de nosso mercado, em especial preços tanto da Renault quanto da Ford, equivalentes com a japonesas, de acordo com as especificações técnicas de cada modelo e/ou atenção do pós-venda (quase inexistente no caso da Ford).

      Não é questão de preço, pois a maioria adquire no financiamento taxa zero, até mesmo quem tem bastante recursos, pois o dispêndio com o CET de um financiamento de carro nessas condições é muito menor mensalmente que o ganho possível com investimentos da respectiva diferença até mesmo aplicando em CDB’s, quiça em outras aplicações.

      Outrossim que Ford e Renault são tão “carros de verdade” quanto qualquer uma das outras, com suas respectivas características positivas e negativas, de acordo com o perfil da montadora. O que separa Honda, Hyundai e Toyota das demais é o brilhante pós-venda e o baixo custo de manutenção, que no caso da Renault também não difere muito do que é oferecido pelas asiáticas, sendo um pouco pior que elas e um pouco mais caro, mas melhor que as principais montadoras generalistas.

      • Ken

        Já leu a maioria dos comparativos? Focus sempre tomando toco do Golf, mesmo o 2.0 do Fracus leva toco do 1.4TSI da VW. Agora que tem um concorrente a altura, o HR-V veio pra cortar a jugular e o renegade para fechar o caixão do Ecosporte. É só aguardar os comparativos.

        • Ken

          E as vendas vão mostrar isso também. Ford nunca é a opcção, é sempre o que o dinheiro deu.

    • Alexandre Maciel

      Tenho um primo médico e ele, no ano passado, optou por um Fusion. Viu Corolla, Elantra, Civic, Jetta, mas optou pelo Ford. Acho que as coisas não são bem assim, mesmo em se tratando dos utilitários, aos quais sei que você está se referindo.

      • Ken

        Cara, com o dinheiro que ele pagou no Fusion, com pouco a mais ele comprava uma BMW 320i.

        • Alexandre Maciel

          Mas a 320i vem com menos mimos do que o Titanium Ecoboost, sem contar que é menos potente. Ademais, acho que ele não queria, na ocasião, submeter-se a apenas um concessionário na cidade.

          De qualquer sorte, para o que ele queria, o Fusion pareceu a compra mais acertada.

          • Ken

            Se a compra foi pacional por ele, não há o que discutir. Mas, veja, o carro da ford mesmo sendo mais potente é menos rápido, o peso dos dois é semelhante e esses 50cv a mais do ford são apenas mais uma prova da engenharia defasada que este carro carrega. A 320i tem suspensão adaptativa quando selecioando o modo sport pro, ele atera a rigidez da suspenão além de deixar o volante mais duro em contrapartida o carro da ford deve acender os farois automaticamente, detector de chuva, bancos aquecidos que o deixaram infertil, detector de chuva…
            É uma questão de escolha

  • Thiago

    Eu vi uma aqui perto de casa e, achei muito bonita, oura coisa, é Honda, a confiança na mecânica e, os itens que ela possui, já me interessou, porém não possui poder aquisitivo.

  • oscar.fr

    Esse ótimo resultado precisa ser relativizado pois é o primeiro mês de vendas do carro. Assim como deveremos relativizar o primeiro mês cheio de vendas de Renegade e 2008, na verdade, de qualquer novo carro que gerou muita expectativa. O lançamento dessas SUV compactas é esperado há muito tempo, ele foi amplamente divulgado pela mídia e, portanto, deu condições que muitas pessoas planejassam sua compra com antecedência. Informadas das datas de chegada nas concessionárias e dos preços, muita gente foi correndo comprar seu modelo no lançamento, até mesmo pois sabemos que os preços irão subir nos próximos meses. Passados esses primeiros meses de euforia acho que poderemos ter um quadro mais claro de como esse segmento se comportará. A minha expectativa é a de que o Honda HR-V continue a liderar, mas acredito que ele venderá menos que nesse primeiro mês em função do que disse acima e pela entrada de outros players como Renegade e 2008. Eu vejo o seguinte, 1) HR-V, 3.700/mês; 2) Duster, 2.800/mês; 3) Ecosport, 2.600/mês. Quanto a Renegade e 2008 eu prefiro não arriscar nada, teoricamente o americano deve ficar na frente do francês, mas na prática nada está assegurado, especialmente depois que a euforia inicial passar. O Renegade gerou muita expectativa, mas a marca ainda precisa provar que será competitiva em grande escala. Lembrando que ela vende pouco atualmente e atende uma clientela diferente da dos SUV compactos (tirando aqueles que comprarão um Renegade como segundo carro da família, ao lado eventualmente de sua Cherokee). Já o Peugeot poderá emplacar bem no primeiro mês, pois as concessionárias já estão faturando o carro há mais de uma semana.

  • francis
  • Frank

    Nos itens de série, o HR-V LX, de entrada, traz seis airbags, freios ABS com EBD, controle de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, rodas de liga-leve de 17 polegadas, freio de estacionamento elétrico, câmera de ré, controle de cruzeiro, sistema de som com quatro alto-falantes, 160 watts, Bluetooth e tela colorida de 5 polegadas, faróis com acendimento automático, sistema Econ, lanternas de LED, entre outros.

    Preço sugerido de US$ 19.115 (o que equivale a R$ 57,2 mil) para o modelo de entrada.

    TRISTE a realidade do Brazil.

  • Rubem

    curioso que vejo mais renegade que hr-v no rio e isso com o mesmo tendo tido sua venda iniciada menos de uma semana.

  • Santana

    Acho curioso o fato do Renegade ter registrado tão poucas vendas. Fui na concessionária na data do lançamento (10/04) e a vendedora afirmou que só naquela loja havia uma fila de 160 pedidos. Naquele momento ela estava apenas pegando os dados do interessado (sem exigência de qualquer sinal) e disse que ligaria quando o veículo de meu interesse estivesse disponível, alertando que chegaria “mais tardar” até o final de maio. Faz algum sentido imaginar que a Jeep esteja segurando as vendas para faturar em um mês cheio? Ou haveria um problema de logística impedindo que os interessados tenham acesso ao produto?

  • Jad Bal Ja

    É impressão minha ou o Renegade caminha para a micagem?

  • klaus

    o povo tá renegando o Renegade?

  • Gran RS 78

    Entrei em um Renegade nesse final de semana, que estava sendo exposto em uma concessionária da marca, em um shopping em Campinas, e fiquei com uma ótima impressão do modelo, que tem um acabamento muito superior aos concorrentes Ecosport e Duster, com painel emborrachado e muito bem montado. O design tbm é muito bonito, e o modelo tem porte e visual de suv. Se estivesse querendo um suv compacto, ele seria um sério candidato, mas iria tbm conhecer o Hrv para tirar a dúvida de qual modelo é melhor.

  • Hadson Nobre

    521 Q3
    418 Evoque
    Para alguns, realmente não há crise.

  • Brenno Fernandes

    Aqui em Goiânia estão pedindo 150 dias de prazo para entrega do HR-V. E renegade a pronta entrega. Vai continuar em primeiro por muito tempo ainda.

  • paulootavio

    Fiquei surpreso com a quantidade de duster que foi vendida, quase passou o ecosport.
    Renegade é muito bem feita, mas é pequena e com porta-malas minusculo.

  • Santana

    Hoje liguei para sete concessionárias perguntando sobre o Renegade Longitude Flex e em todas a espera é de até 60 dias. Em algumas é possível encontrar à pronta entrega a versão Sport Flex manual ou automática. Segundo os vendedores, o custo benefício da versão Longitude tem feito a grande maioria dos interessados optar pelo versão mais cara, o que me leva a crer que pode ter havido um erro da da Jeep ao dimensionar a demanda das versões.



Send this to friend