_Destaque Honda Lançamentos Motos

Honda lança nova linha CB 500 no Brasil; preços partem de R$ 26 mil

honda linha cb 500 2017

Reveladas na última edição do Salão de Milão, em novembro, as novas Honda CB 500F, CBR 500R e CB 500X acabam de estrear no mercado brasileiro. As motocicletas da linha 500 da montadora japonesa receberam uma série de mudanças significativas no visual, além de pequenas melhorias no conjunto mecânico. Em contrapartida, os modelos ficaram em média R$ 3 mil mais caros.

A naked, a esportiva e a crossover de média cilindrada da Honda ganharam visual mais agressivo, com direito a carenagens redesenhadas, tentando passar a impressão de serem motocicletas de maior porte, além de conjunto óptico dianteiro e traseiro de LED. Há ainda nova ponteira de escape, com formato mais robusto e mudanças internas que ajudam a deixar o torque do motor mais linear, e alças traseiras embutidas na carenagem.

honda cb 500f 2017 3

Os modelos receberam também tanque de combustível com novo desenho e formato maior, alterando a capacidade de 15,7 para 16,7 litros no caso da CB 500F e da CBR 500R e de 17,3 para 17,7 l no caso da CB 500X. A crossover adotou ainda um novo para-brisa, que está 10 milímetros mais alto e oferece duas posições.

O painel de instrumentos também é novo, com informações digitais, o que inclui velocímetro, conta-giros, relógio, hodômetro total e parcial, consumo de combustível médio e instantâneo e indicadores de diagnóostico do motor. Outra novidade é o manete de freio dianteiro, que passa a dispor de regulagem de altura.

honda cbr 500r 2017 2

As três motocicletas são equipadas com um motor bicilíndrico de 471 cm³, DOHC (Double Over Head Camshaft), com duplo comando de válvulas no cabeçote, quatro válvulas por cilindro e arrefecimento a líquido, capaz de desenvolver 50,4 cavalos de potência, a 8.500 rpm, e 4,55 kgfm de torque, a 7.000 rpm.

Para a linha 2016, este propulsor recebeu um novo filtro de carvão ativo, que absorve as emissões suspensas no tanque e devolve para a admissão do motor, melhorando os níveis de emissões de poluentes das motocicletas e atendendo aos padrões do Promot 4. O câmbio é de seis marchas com embreagem multidisco.

O conjunto de suspensão dos modelos CB 500 seguiu a linha de mudanças e agora oferece regulagem na dianteira e um novo ajuste na traseira, enquanto o conjunto de freios adotou uma nova pinça na dianteira – todos os modelos têm sistema ABS de série, com exceção da versão de entrada da naked. As rodas são de liga-leve de 17 polegadas com pneus 120/70-ZR17M/C na dianteira e 160/60-ZR17M/C na traseira agora da marca Dunlop.

honda cb 500x 2017 4

A CB 500F estará disponível nas cores preto (STD e ABS) e vermelho/branco (ABS), enquanto a CBR 500R será oferecida nas tonalidades preto e vermelho e a CB 500X, branco e vermelho. Os modelos chegam às concessionárias em julho, com garantia de três anos sem limite de quilometragem e o serviço Honda Assistance 24h durante os 36 meses.

Confira abaixo os preços da nova linha Honda CB 500:

CB 500F STD: R$ 26.000
CB 500F ABS: R$ 28.000
CBR 500R ABS: R$ 29.000
CB 500X ABS: R$ 29.900

Galeria de fotos da linha Honda CB 500 2016





  • Tereso

    Daqui a alguns meses os tiozões alucinados do Youtube (motovloggers) irão azucrinar nos corredores com bruxinhas dessas Hondas aí, sem escapamento, é claro.

  • Fabricio Conchon

    preços salgados para a categoria… mas a Honda sempre teve os preços mais salgados que as outras, em todas as categorias… e mesmo assim vende…
    Só acho que por exemplo a cbr500 está muito proximo no preço da 650f… enquanto que em matéria de moto, não há a mínima comparação… não consigo enxergar motivos pra comprá-la. (embora ficou mesmo melhor que a anterior)

    • Tom Costa

      Ronda é a mais ladra por dominar o mercado, os bestas compram.
      Hoje as que menos estão roubando em relação ao preço no exterior é a Kawasaki e Triumph, mas já já isso muda. Todo mundo vai aumentar, menos eles?

      • Fabricio Conchon

        na verdade quem compra não é besta… é porque tem dinheiro, e gosta do produto.
        Também não adianta pagar menos e não ter assistência nenhuma da marca… não ter onde fazer manutenção… não ter uma boa garantia… ou então ter custos de manutenção nas alturas, e ninguém fora da rede autorizada que tenha coragem de mexer na moto… tem prós e contras.. e o que move o mercado são os compradores, não os aficcionados….

        • Renato Duarte

          Boa, Fabricio.

        • Wolf_Hoffman

          Estava com uma CB500x, apostei na honda em vez de uma harley pensando na assistencia e PÓS venda, precisei e toma um “Senhor, é mau uso e a garantia não cobre”, sinceramente, honda nunca mais.

          Detalhe, pra esclarecer, com 900km rodados os piscas racharam por excesso de aperto nos parafusos, na montagem. Resultado: gastei 300 reais para arrumar pq a garantia porca diz que é tudo “mau uso”.

          • Fabricio Conchon

            isso é uma questão da loja em si.. não da marca… tem assistências ruins, e assistências piores… boas são raras.. kkkk

            • Wolf_Hoffman

              Pior que não, a resposta foi da HONDA mesmo.

              • Fabricio Conchon

                se eu contar pra você o que aconteceu com a harley do meu colega que vendeu a shadow pra mim… você vai achar que saiu barato esses 300 aí… kkk te garanto. …

      • Renato Duarte

        para de chamar quem tem dinheiro de besta. Afinal, o dinheiro alheio é seu ou de quem trabalhou??? Que eu saiba,, se eu tiver dinheiro pra gastar ,,, irei gastar com o que eu quiser.

      • Tom Costa

        Primeiro, não é regra que compra quem tem dinheiro. Isso não funciona com a Honda. Existe uma aura que não se mostra real, apenas uma aura. O acabamento da Honda é pior que o das outras japonesas. Já vi Fireblade com 1 ano de pouco uso soltando partes de acabamento, não vou nem falar das de baixa cilindrada.
        Motos de média e alta cilindrada tem 1 ou dois anos de garantia, quem compra esse tipo de produto não se importa tanto com garantia por saber que não apresentarão problemas e normalmente tem seu próprio mecânico de confiança. Eu nunca tive.
        Não sei porque vocês ficaram tão inflamados. Pagar por um produto que não vale o preço até entendo, o cara simpatizou e quer porque quer. Mas PAGAR ÁGIO não é bestidade? Não é porque tenho dinheiro que vou pagar ágio.
        Conta aí qual é a Honda de vocês. Eu assumo o produto que compro e mesmo que fosse ruim, não ia ficar ofendidinho porque alguém criticou a prática comercial de uma empresa e quem cai nela.

        • Joe

          Com certeza Tom, brasileiro cai nesse golpe de marketing das montadoras de dizer que compra quem tem dinheiro, quem não tem não compra. Aí o cara compra p/ mostrar que tem dinheiro. Qualquer um que tenha dinheiro, e tenha ganhado com o suor do trabalho, mesmo rico, não rasga dinheiro. Quem rasga dinheiro é corrupto, traficante ou quem recebeu de herança e não tem noção nenhuma de administrar seu patrimônio, ou é burro mesmo.

  • Ric53

    Preços ridículos, absurdos de tão caros! O modelo pré facelift já era considerado caro e não vingou, ainda tem várias unidades 15/15 nas concessionárias com descontos generosos, mas é isso o que acontece quando se nada de braçadas e o 2º maior player que é a Yamaha não faz nem cócegas.

    • Tom Costa

      tem cbr500 14-14 ainda.

      • Fabricio Conchon

        tem kawasaki 2013 em lojas ainda… modelos mais caros e exclusivos como zx14 chegam a ficar 3 a 4 anos pra serem vendidos.. (isso novo… com preço de tabela do usado …. imagina depois pra vender uma usada)

        • Tom Costa

          Tem mesmo, mas a ZX14 não vende 100 por ano. É de nicho, bem restrito, isso acontece muito em motos de valor muito alto. A kawasaki entre 2013 e 2015 errou na estratégia, aumentou muito os preços, dificultou o financiamento, css fecharam. Agora com esse acordo com o bradesco de entrada baixa e juros zero até no máximo 0,99 ao mês, começou a vender muito bem. A mesma coisa vale pra Suzuki.

          A família 500 da honda foi de certa forma um fracasso pois esperavam vendas muuuito maiores, a única que vende razoavelmente bem é a X, ainda assim muito abaixo do mercado. Pra ter uma ideia a cb500 tinha uma previsão inicial de venda de mais de 5 vezes o que vende hoje.
          Lá fora tem preço de Duke390, Mt03, Z300. Aqui posicionaram 8.000,00 acima, isso decretou o fracasso. Não esqueça do ágio absurdo. Fui várias vezes em Css honda e saí em todas abismado de cobrarem até 6.000 de ágio em uma moto com preço de tabela de 32.500, como é com a CB650 ABS. Em Belém.

      • Ric53

        O bom é que vai ficar mais acessível no mercado de usadas e seminovas, bom pra quem tá comprando.. péssimo pra quem está vendendo.

  • Gilberto Silva

    Adorei a CBR… muito boa!!!

  • Duda Haddad

    Ficaram muito bonitas. Mas o preço salgado vai atrapalhar mais ainda. Era opção pra quem pensava em comprar as 300 da kawa e yamaha, agora deixa por estar preço distante. Pode ser q a honda lance uma 300 para concorrer, então o aumento de preço seja para abrir espaço para as outras.

    • Tom Costa

      Com o preço da CB500X + 3.500 você compra uma Versys 650 ABS 15-16, que é outro mundo. Ou nem isso, as concessionárias Ronda cobram 5 mil de ágio.

      • Duda Haddad

        pois é kkk na minha cidade (interior de mg) só tem css honda. entao imagina o preço! sempre acima do que ta no site. e não tem negócio, nao baixa 1 real. vendedor só fala: “mas é uma honda” kkkkk

        • Tom Costa

          Moro em Belém, pedi a minha versys de fortaleza 1mês atrás. Meu custo total foi 36.000 considerando o frete da kawasaki e mais o frete pra Belém.
          Dei 7.100 de entrada e 24x de 1.200.

          Não me preocupo com garantia, é a minha terceira kawa e nunca me deu uma única dor de cabeça. Mas uma oficina agora foi credenciada pela kawasaki aqui. A versys 2016 é muito linda, potente e confortável. Já tive ER6n e Z750.

          • Duda Haddad

            da minha cidade, kawa é 250km a mais próxima. mas me arrisquei em uma tb, pguei uma z1000 por consórcio. Ja tive algumas hondas, e hj tenho yamaha e kawa. honda não ta rolando mais não kkk

      • Renato Duarte

        Só bobo paga ágio + valor cheio do produto. Estamos em pleno ano 2016 e ainda tem gente permitindo vendedores de concessionária fazendo essa manobra.

        • Tango

          Ele não falou nada de ágio, e não foi você que disse acima que cada um faz o que quer vom o próprio dinheiro e para não chamar de besta quem compra o que qier?

          • Tom Costa

            Tenho nojo das CSS honda. Em Belém te tratam feito lixo quando pergunta o porque de 6.000 de ágio em uma CB650 ABS. Isso mesmo, a 6 meses atrás queriam me cobrar 39.000 na CB e 40.000 na CBR650F sem choro. Nojo.

            E fui nas duas bandeiras diferentes, me trataram quase do mesmo jeito. Isso porque uma vez ia comprar uma CB1000R em 2013 e desisti pois vi outra marca com preço melhor. A vendedora me ligou umas 3 vezes me esculhambando porque eu não tinha palavra, me xingou e tudo. A única coisa que fiz foi pedir pra passar o crédito do financiamento(que passou). Liguei pro gerente e o cara ficou tirando o corpo fora, ainda defendendo a vendedora, pra relevar a conduta dela.

  • Tom Costa

    Só digo uma coisa: Versys 650 ABS a 33.500 contra essa twister altinha CB500X a 30.000(Fora o ágio da Ronda, coisa de 5.000 brincando, eles chamam de “frete”). Não vou nem colocar as diferenças entre elas pra vocês não ficarem indignados. Não vou nem dizer que a versys estava com 20% de entrada e 24x sem juros e a Ronda cobra 30% mais 48×2.5% de juros ao mês.

    • Fabricio Conchon

      com relação a descontos e facilidades de pagamento … tá dificil achar quem bata a suzuki… olha as ofertas no site … e tem moto bem boa nesse segmento que você comprou aí da suzuki….

      • Rafael Yashiro

        O que é bastante curioso, pois a Suzuki opera só com importados e as condições de compra deles não é nada mal.

        • Tom Costa

          Exato, a kawasaki e Suzuki operam em CKD exclusivamente. Vem até pintado já, tudo do japão.
          A Honda nacionalizou a produção das 500, em CKD das 650 e CB1000 e importa montadas apenas 3 modelos de alta cilindrada.
          Ronda é RONDA!

      • Tom Costa

        Tanto a kawasaki quanto a Suzuki estão vendendo muito bem do meio de abril pra cá. Várias motos kawasaki e suzuki estão aparecendo novamente na lista de mais vendidas.

    • Rafael Yashiro

      A Honda não faz uma taxa 0 justamente porque não precisam disso.
      Basta colocar o preço que for que nego vai lá e compra com um sorriso no rosto, mesmo dando R$ 5 mil de ágio.
      Quando se tem 70% do mercado nas mãos não há por quê mudar a forma de vender.

  • thi

    O cara deixar de andar de Triumph pra andar de honda . pelo amor

  • Gian

    “Mercadologicamente” falando, as Hondas são fortes pela tradição da marca no Brasil, pela rede mais estabelecida e são tecnicamente honestas também.

    Mas falando apenas de design, algo que me incomoda a um tempo nas Hondas é o visual demasiadamente conservador. Não são feias não (são bonitas até), mas conservador demais.
    A CB 500F parece uma Twister bombada, que por sua vez parece uma Titan bombada.

    Antes que algum fan boy fique nervoso, eu gosto das Honda. Aprendi pilotar em uma Fan.
    Só acho que poderiam fazer em algumas motos, como a linha 500x, ter um visual mais ousado (como as KTM Duke, a linha MT da Yamaha, as Kawasaki, etc…).

    Saber fazer bonito a Honda sabe.

  • CanalhaRS

    Preços absurdos para um moto média feita aqui.

  • Vattt

    26 mil numa CG Titan vitaminada!!! Brasil ainda mais decadente com nosso dinheiro desvalorizando cada vez mais, graças ao orgulho político destrutivo!!!

  • M_13

    Palhaçada é ter versao sem ABS! Brasisill

  • Kadu

    Saudades da veeelha CB500, cara de moto de verdade! Essa, a pesar de ter ficado mais bacaninha, não tem cara de moto mesmo, é bonitinha mas não agrada….

  • Alvaro Guatura

    O valor correto pra esta categoria é de 18, 20 mil
    Ridículos os preços da Honda

  • Delto Sampaio

    Ridículo esses preços. Cara o brasileiro deveria boicotar esses produtos. Sabe aquele assalto que milhões sofrem nas ruas ? esse é um deles. e ninguem acorda nesse país.



Send this to friend