EUA Honda Lançamentos Pickups Salões do Automóvel

Honda Ridgeline 2017 é revelada em Detroit

honda-ridgeline-2017-1

A segunda geração da picape da Honda nos EUA aparece finalmente em Detroit. A Honda Ridgeline 2017 chega com visual completamente novo, mas ainda ostentando a característica que a diferencia das rivais no mercado americano, a plataforma com carroceria monobloco (do Novo Pilot), assim como as brasileiras Oroch e Toro.

honda-ridgeline-2017-2

De porte médio, a Honda Ridgeline 2017 ficou maior e mais larga, tendo agora capacidade para 725 kg de carga. A capacidade de reboque também foi ampliada. A caçamba recebeu camada protetora para reduzir riscos, bem como bloqueador remoto da tampa. O modelo mantém o compartimento fechado com estepe sob o assoalho.

honda-ridgeline-2017-4

Por dentro, a Honda Ridgeline 2017 recebeu visual novo do painel, que agora apresenta ar condicionado tri-zone. Há um novo banco traseiro bipartido com o sistema ULT e revestimento em couro de série. A multimídia tem tela de 8 polegadas com Android Auto e Car Play, tomadas de força mais potentes, entre outros.

honda-ridgeline-2017-7

A Honda Ridgeline 2017 vem com alerta de colisão, alerta de mudança de faixa, controle de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência, câmera lateral para pontos cegos, entre outros. O motor continua sendo o V6 3.5 i-VTEC Earth Dream com transmissão automática de seis marchas e tração 4×4.

Galeria de fotos da Honda Ridgeline 2017:





  • Cassio

    Neutro.

  • inuyasha

    Tem versão hibrida nos EUA

  • Artur

    A Honda bem que podia trazer essa pickup para o Brasil para concorrer com a Toro e a Oroch. É só dar uma depenada geral, mandar um motor mais fraco (pode ser o 1.5 turbo que equipará o novo Civic) e fixar um preço compatível com a concorrência. Venderia muito…

    • edgar__rj

      Acho que ela concorre com Hilux, Amarok, etc… Apesar de ser Monobloco.

      • Artur

        Sim, verdade. Ela aparenta ser maior, do porte da nossa S10.

      • Pedro Cunha

        É ligeiramente maior que a Fiat Toro. De modo geral, se posicionaria entre Toro e S-10/Ranger.

        • Alisson Bona

          porem como tem itens inexistentes nas outras, o preço seria maior.

      • Fábio Alisson

        Não acho, a capacidade de carga da Honda é bem menor…

  • Bittencourt

    Se é monobloco, por que a caçamba é separada do restante da carroceria? Ou aquilo é tudo porta? (parece improvável essa possibilidade, pois vejo duas linhas verticais na região…)

    • Foxtrot

      Não é porta não, a linha da porta é mais discreta e esta um pouco a frente.

    • Alisson Bona

      ela tem sim a caçamba separada, mesmo no monobloco.
      assim como a action sports tinha.

      • Bittencourt

        Não tem não; vi em outro blog hoje que aquilo é apenas para dar ilusão de ser montada sobre um chassi, o que os clientes gostam; aquilo é uma “cavada” na carroceria, mas que não deixa de ser inteiriça.
        Abraço!

        • Dp Som

          Sinceramente? que tosco… Poderia ser lisa, ficaria melhor… Mas deve ter alguma pesquisa de mercado por trás disso.

          • Bittencourt

            Exatamente, é para dar impressão que é montado sobre chassi, os clientes gostam disso.

  • Celso

    Esse é o futuro: picapes monobloco. Acho q no futuro, S10, Ranger, Hilux e companhia ilimitada seguirão este caminho.

    • Gian

      Verdade.
      Vai chegar uma hora que as montadoras americanas terão que abandonar o chassi para atender as metas de emissão/consumo (sei lá como medem por lá).

      Alguns SUVs grandes já mudaram para monobloco, como a Dodge Durango, a Nissan Pathfinder, os Cherokee, o Land Rover…

      É de se supor que logo as picapes médias devam seguir esse caminho.

      • Luis_Zo

        Lá é nível de emissões [CO2/km] por footprint [m²] (“área de sombra” do veículo).

        Aqui no Brasil é Consumo [MJ/km] por peso [kg]

  • Gian

    Exageradamente conservadora no design. Ao menos nessa foto aí.

    • Celso

      Avançada na técnica construtiva, conservadora no design.

      • Gian

        Sem dúvida.
        Eu (de verdade mesmo) gostava da ousadia da anterior. Tinha bastante personalidade.
        Entendo que a Honda quer atender ao grande publico com visual mais conservador.
        Mas particularmente acho a anterior mais legal.
        Talvez me surpreenda com detalhes que serão revelados ainda.

  • Marcos Wild

    Em um mercado onde foi inventado o veiculo picape, fabricar uma de monobloco é ir na contra mão

  • oscar.fr

    Ficou um pouco menos esquisita e feia que a primeira versão, mas eu queria ver uma foto da traseira da nova Ridgeline, pois era neste ângula que eu a achava mais feia.

  • leomix leo

    Ela ficou menos papagaiada que a Hilux e a nova Frontier.

  • Assuero Queiroz

    Aqui no BR

  • R1 – o comentário nº1

    Faltou originalidade.

  • Vattt

    Seria uma boa pra Honda concorrer com Toro e Oroch!

  • Gran RS 78

    Essa pickup merecia ser vendida no Brasil, pois iria unir a boa reputação da marca no Brasil com um diferencial que as outras pickps médias não tem: a Ridgeline é confortável como um bom sedan.

  • Pedro Cunha

    Tem espaço pra ela aqui, hem….
    O motor 2,0 do Civic ou algum diesel pra combinar com uma versão 4×4 reduzida(pra poder se enquadrar nos quesitos legais da terra de carmem miranda) e seria um sucesso certo.

  • Alvaro Guatura

    Sem graça.. mas venderia bastante por aqui

  • DiMais

    melhor que a anterior, pra quem sonhava que ela deixaria de ser monobloco ficou decepcionado.
    tem que ver a recepção do público quando a Ford colocar a Ranger pra competir com ela por lá e ver qual a preferência nesse segmento, já que frente a F-150 ela não faz muita diferença.

  • Bruno Luís

    Bonita perante a versão anterior.

  • Curioso ver as marcas querendo dar uma cara mais ousada as picapes e a Honda indo na direção contrária. Pode dar certo, mas acho dificil. Esperava um visual mais automóvel, até porque ela é uma das poucas que não tem chassi.

  • Cesar Mora

    Só lhe falta capacidade produtiva… porque uma dessas aqui no Brasil custando de 80-130 mil reais venderia como água no deserto!

  • Fábio Alisson

    Apesar de pouco ousada, ficou bem mais bonita que a versão anterior. Agora, pelo tamanho, achei a capacidade de carga de 725 kg muito baixa.. Uma Fiat Strada carrega 700 kg…

    Outro fato é que acho que não fará nem cócegas nas líderes de segmento do mercado norte americano…

  • Carlos Juan

    Venderia muito por aqui, onde a marca Honda tem uma legião de admiradores e desfruta de ótima imagem, assim como a sua rival Toyota.



Send this to friend