Etc

Hypermiling: técnica de economizar combustível ($$$) de todo jeito possível

Hypermiling: técnica de economizar combustível ($$$) de todo jeito possível

Alguns dias atrás, publicamos aqui no Notícias Automotivas o recorde que o Fusion Hybrid tinha alcançado nos EUA, de média de 34,4 km/l de gasolina, em um grande percurso. Este feito foi conseguido através do fechamento dos vidros e também deixando o ar-condicionado desligado o tempo todo.


Estas são apenas algumas das técnicas usadas por algumas pessoas obcecadas com economia de combustível. O conjunto de técnicas para este fim é chamado de Hypermiling, ou hiper-milhas, conseguir andar mais com pouco combustível.

Nosso leitor Fabricio de Avellar reuniu uma grande quantidade de informação sobre esta técnica, e nos deu uma descrição completa e também dicas de economia de combustível. Veja:

Hypermiling

Introdução:

Hypermiling é um termo usado nos Estados Unidos para aqueles que conseguem atingir certa autonomia mais alta que foi estimada para seu carro. No Brasil chamaríamos de Híperquilometragem.

No artigo a seguir há varias técnicas (senso comum, mas hoje em dia um coisa difícil de se achar e outras mais avançadas) e exemplos de hypermiling em ação, unidades de medição serão apresentadas em MPG (milhas por galão) e Km/L.

Eis o primeiro exemplo:

Um Ford Fusion que tem estimados (17 Cidade /25 Estrada /20 Combinado) MPG e o dono do carro consegue atingir (21 cidade / 31 estrada / 26 combinado) MPG. Uso efetivo de Hypermiling.

Técnicas:

1. Antes de começar a rodar, verifique a pressão dos seus pneus. Um jogo inteiro de pneus com 6 libras a menos aumenta o consumo em 17,8%.

2. Manutenção periódica: Verifique se as velas estão reguladas, o óleo dentro das especificações e os vários filtros (ar, óleo) limpos. Estes influenciam não só no consumo do seu automóvel, mas também no desempenho.

3. Conheça o seu automóvel: Leia o manual do proprietário para saber os pontos de troca de marcha, óleos recomendados, rotação de marcha lenta, e outras informações importantes de segurança.

4. Fique de olho na quilometragem e litragem: A cada tanque verifique o quanto você rodou pela quantidade de combustível que você colocou no tanque, começando a verificar estes vai te dar uma melhor noção de como você dirige o carro.

5. Dê espaço e mantenha movimento: No Brasil é muito comum colar no carro da frente, dando distância da tempo pra reagir e manter o carro em movimento o máximo possível. Convenhamos que andar a 5 Km/H da maior autonomia do que ficar parado, especialmente em engarrafamentos.

6. Diminua a velocidade do motor: Regimes muito altos de RPM causa fricção excessiva no motor, forçando-o a trabalhar mais, em torno gastando mais combustível. Rodar perto dos 2000 até 3000 é aceitável.

7. Não acelere sem necessidade: Acelerar pra freiar 1-2 segundos depois é gasto. Preste atenção no transito para evitar o pé nervoso.

8. Freio motor é seu amigo: Usando mais o freio motor você gasta menos combustível do que o pedal (o carro anda por mais tempo). A central de injeção eletrônica corta o fluxo de combustível para o motor uma vez que o acelerador não é apertado (CONSIDERANDO QUE O CARRO NÃO ESTEJA EM MARCHA LENTA). O computador de bordo confirma.

9. Rodar em “banguela” é um mito: A central de injeção alimenta o motor quando o carro esta desengrenado, independente dos RPMs marcados no tacômetro.

10. Subidas e descidas: Ao ver uma subida acelere o carro para manter a velocidade durante a viagem. Em descidas não há necessidade de acelerar, pois o carro anda com sua própria inércia e a injeção corta o fluxo de combustível ao rodar.

11. Planeje sua rota: Use a rota que tenha menos paradas. Se você tiver muitos a fazeres planejados, vá pro ponto mais longe antes e o mais perto por ultimo.

12. O motor é um elemento termodinâmico que funciona melhor em determinada temperatura. De acordo com o manual da VW, um motor frio após partida faz 1.4 – 2 Km/L , só após 4 KM de uso normaliza o consumo. Evite trajetos curtos e planeje sua rota. Ande normalmente sem tentar aquecê-lo no local, pois 1.4 – 2 Km/L é melhor do que 0 Km/L.

13. Evite engarrafamentos e horários de pico, ficar parado por períodos prolongados consome bastante.

14. Use o carro adequado para o trabalho, se você tiver vários automóveis, use o que gaste menos.

15. Desligue e ligue o carro só quando for necessário. Ex: Esperando 10 minutos por um amigo.

16. Janelas fechadas e A/C desligados: No Brasil isso é difícil de seguir. Janelas abertas aumentam o arrasto aerodinâmico e o A/C rouba potência do veículo.

17. Se tiver computador de bordo use-o. Monitorando seu consumo em tempo real ajuda economia em 15%.

18. Se a situação permite com segurança, ande sempre em marcha mais alta

19. Não carregue peso morto no carro, isso inclui dentro e fora do carro.

20. Velocidades abusivas gastam muito, a resistência do vento, fricção do solo e mecânica fazem o carro trabalhar mais.

21. Ao rodar tente manter uma velocidade constante o máximo possível. Assim a injeção não é forçada a reagir a acelerações repentinas.

22. Evite dirigir estressado, o estado de mente do condutor afeta muito o consumo do automóvel.

23. Veja que combustível funcione melhor com seu carro, alguns bebem menos no álcool do que outros.

24. Se puder, use transporte alternativo. Andar curtas distancias, pegar uma bicicleta ou ir de carona proporciona 100% de economia.

25. COM SEGURANÇA E BAIXA VELOCIDADE aprenda a tangenciar curvas, assim aproveitando melhor o uso do freio motor e a inércia do carro.

Informações Complementares

-Ao ler este guia lembre-se de seguir estas recomendações inteligentemente. Sempre colocando a sua própria segurança a de outros a frente. Faça tudo com noção e senso comum, danos materiais ao carro sempre serão mais caros que redução no consumo de combustível e danos pessoais podem ter conseqüências irreversíveis. Adicionalmente, quebrar a lei sai mais caro em forma de multa. Preste atenção e dirija com cuidado. Seja educado no transito, falta de cortesia no transito é estressar os outros a troco de nada.

-A central que controla as funções do carro funciona de certo método. No caso das dicas 8 e 9 o carro, quando ligado, sempre haverá rotações (marcha lenta sendo o mínimo pro carro funcionar propriamente). Para não deixar o carro morrer a central continua injetando combustível para que o motor não morra. No caso do freio motor, quando o carro esta engrenado, o motor e a inércia continuam movimentando o automóvel, assim a central não precisa injetar combustível. O ponto morto é nada mais que a central pensando que o carro esta marcha lenta, mesmo que possa estar mostrando outra coisa no tacômetro.

-Andar de carro é similar ao andar de bicicleta. Você não anda de pneu murchos pois estes oferecem mais resistência, similarmente o ciclista sente as diferenças ao andar morro acima e ladeira abaixo. Também não se vêem muitos que pedalam a todo vapor para frear 5 metros à frente.

-A dica numero 16 especifica janelas fechadas e A/C desligado. Caso você esteja na estrada é melhor usar o A/C, pois o arrasto aerodinâmico na estrada é tão grande que o uso do ar apresenta consumo parecido.

Referências

Estudo da Petrobras sobre consumo de combustivel.
Fonte: Boletim CENPES

Site americano de consumos: www.fueleconomy.gov

Vários sites sobre hypermiling em inglês, traduzidos para o português.

Site de conversão de consumo: http://www.statman.info/conversions/fuel_consumption.html

Hypermiling: técnica de economizar combustível ($$$) de todo jeito possível
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email