Etc

Hypermiling: a técnica de economizar combustível, de qualquer jeito possível

hypermiling Hypermiling: a técnica de economizar combustível, de qualquer jeito possível

Alguns dias atrás, publicamos aqui no NA o recorde que o Fusion Hybrid tinha alcançado nos EUA, de média de 34,4 km/l de gasolina, em um grande percurso. Este feito foi conseguido através do fechamento dos vidros e também deixando o ar-condicionado desligado o tempo todo.



Estas são apenas algumas das técnicas usadas por algumas pessoas obcecadas com economia de combustível. O conjunto de técnicas para este fim é chamado de Hypermiling, ou hiper-milhas, conseguir andar mais com pouco combustível.

Nosso leitor Fabricio de Avellar reuniu uma grande quantidade de informação sobre esta técnica, e nos deu uma descrição completa e também dicas de economia de combustível. Veja:

Hypermiling

Introdução:

Hypermiling é um termo usado nos Estados Unidos para aqueles que conseguem atingir certa autonomia mais alta que foi estimada para seu carro. No Brasil chamaríamos de Híperquilometragem.

No artigo a seguir há varias técnicas (senso comum, mas hoje em dia um coisa difícil de se achar e outras mais avançadas) e exemplos de hypermiling em ação, unidades de medição serão apresentadas em MPG (milhas por galão) e Km/L.

Eis o primeiro exemplo:

Um Ford Fusion que tem estimados (17 Cidade /25 Estrada /20 Combinado) MPG e o dono do carro consegue atingir (21 cidade / 31 estrada / 26 combinado) MPG. Uso efetivo de Hypermiling.

Técnicas:

1. Antes de começar a rodar, verifique a pressão dos seus pneus. Um jogo inteiro de pneus com 6 libras a menos aumenta o consumo em 17,8%.

2. Manutenção periódica: Verifique se as velas estão reguladas, o óleo dentro das especificações e os vários filtros (ar, óleo) limpos. Estes influenciam não só no consumo do seu automóvel, mas também no desempenho.

3. Conheça o seu automóvel: Leia o manual do proprietário para saber os pontos de troca de marcha, óleos recomendados, rotação de marcha lenta, e outras informações importantes de segurança.

4. Fique de olho na quilometragem e litragem: A cada tanque verifique o quanto você rodou pela quantidade de combustível que você colocou no tanque, começando a verificar estes vai te dar uma melhor noção de como você dirige o carro.

5. Dê espaço e mantenha movimento: No Brasil é muito comum colar no carro da frente, dando distância da tempo pra reagir e manter o carro em movimento o máximo possível. Convenhamos que andar a 5 Km/H da maior autonomia do que ficar parado, especialmente em engarrafamentos.

6. Diminua a velocidade do motor: Regimes muito altos de RPM causa fricção excessiva no motor, forçando-o a trabalhar mais, em torno gastando mais combustível. Rodar perto dos 2000 até 3000 é aceitável.

7. Não acelere sem necessidade: Acelerar pra freiar 1-2 segundos depois é gasto. Preste atenção no transito para evitar o pé nervoso.

8. Freio motor é seu amigo: Usando mais o freio motor você gasta menos combustível do que o pedal (o carro anda por mais tempo). A central de injeção eletrônica corta o fluxo de combustível para o motor uma vez que o acelerador não é apertado (CONSIDERANDO QUE O CARRO NÃO ESTEJA EM MARCHA LENTA). O computador de bordo confirma.

9. Rodar em “banguela” é um mito: A central de injeção alimenta o motor quando o carro esta desengrenado, independente dos RPMs marcados no tacômetro.
10. Subidas e descidas: Ao ver uma subida acelere o carro para manter a velocidade durante a viagem. Em descidas não há necessidade de acelerar, pois o carro anda com sua própria inércia e a injeção corta o fluxo de combustível ao rodar.

11. Planeje sua rota: Use a rota que tenha menos paradas. Se você tiver muitos a fazeres planejados, vá pro ponto mais longe antes e o mais perto por ultimo.

12. O motor é um elemento termodinâmico que funciona melhor em determinada temperatura. De acordo com o manual da VW, um motor frio após partida faz 1.4 – 2 Km/L , só após 4 KM de uso normaliza o consumo. Evite trajetos curtos e planeje sua rota. Ande normalmente sem tentar aquecê-lo no local, pois 1.4 – 2 Km/L é melhor do que 0 Km/L.

13. Evite engarrafamentos e horários de pico, ficar parado por períodos prolongados consome bastante.

14. Use o carro adequado para o trabalho, se você tiver vários automóveis, use o que gaste menos.

15. Desligue e ligue o carro só quando for necessário.
Ex: Esperando10 minutos por um amigo.

16. Janelas fechadas e A/C desligados: No Brasil isso é difícil de seguir. Janelas abertas aumentam o arrasto aerodinâmico e o A/C rouba potência do veículo.

17. Se tiver computador de bordo use-o. Monitorando seu consumo em tempo real ajuda economia em 15%.

18. Se a situação permite com segurança, ande sempre em marcha mais alta

19. Não carregue peso morto no carro, isso inclui dentro e fora do carro.

20. Velocidades abusivas gastam muito, a resistência do vento, fricção do solo e mecânica fazem o carro trabalhar mais.

21. Ao rodar tente manter uma velocidade constante o máximo possível. Assim a injeção não é forçada a reagir a acelerações repentinas.

22. Evite dirigir estressado, o estado de mente do condutor afeta muito o consumo do automóvel.

23. Veja que combustível funcione melhor com seu carro, alguns bebem menos no álcool do que outros.

24. Se puder, use transporte alternativo. Andar curtas distancias, pegar uma bicicleta ou ir de carona proporciona 100% de economia.

25. COM SEGURANÇA E BAIXA VELOCIDADE aprenda a tangenciar curvas, assim aproveitando melhor o uso do freio motor e a inércia do carro.

Informações Complementares

-Ao ler este guia lembre-se de seguir estas recomendações inteligentemente. Sempre colocando a sua própria segurança a de outros a frente. Faça tudo com noção e senso comum, danos materiais ao carro sempre serão mais caros que redução no consumo de combustível e danos pessoais podem ter conseqüências irreversíveis. Adicionalmente, quebrar a lei sai mais caro em forma de multa. Preste atenção e dirija com cuidado. Seja educado no transito, falta de cortesia no transito é estressar os outros a troco de nada.

-A central que controla as funções do carro funciona de certo método. No caso das dicas 8 e 9 o carro, quando ligado, sempre haverá rotações (marcha lenta sendo o mínimo pro carro funcionar propriamente). Para não deixar o carro morrer a central continua injetando combustível para que o motor não morra. No caso do freio motor, quando o carro esta engrenado, o motor e a inércia continuam movimentando o automóvel, assim a central não precisa injetar combustível. O ponto morto é nada mais que a central pensando que o carro esta marcha lenta, mesmo que possa estar mostrando outra coisa no tacômetro.

-Andar de carro é similar ao andar de bicicleta. Você não anda de pneu murchos pois estes oferecem mais resistência, similarmente o ciclista sente as diferenças ao andar morro acima e ladeira abaixo. Também não se vêem muitos que pedalam a todo vapor para frear 5 metros à frente.

-A dica numero 16 especifica janelas fechadas e A/C desligado. Caso você esteja na estrada é melhor usar o A/C, pois o arrasto aerodinâmico na estrada é tão grande que o uso do ar apresenta consumo parecido.

Referências

Estudo da Petrobras sobre consumo de combustivel.
Fonte: Boletim CENPES

Site americano de consumos: www.fueleconomy.gov

Vários sites sobre hypermiling em inglês, traduzidos para o português.

Site de conversão de consumo: http://www.statman.info/conversions/fuel_consumption.html

  • RodolfoKunze

    Boas dicas!! Obrigado! :D

    :clapp:

  • rikg12

    Não eh mto facil…

    mas eu já tento rodar de forma a otimizar o consumo de combustivel e sigo já varias dessas dicas…
    mas vou tentar colocar em pratica outras…

    de qualquer eh um pouco dificil… hehe

  • lembrando que usar algumas das técnicas é saudável, mas praticar o hypermiling como um todo é burrice e perigoso, pois as pessoas que fazem isso fazem coisas estranhas, como desligar o carro 500 metros antes de chegar em casa, ligar o carro e já sair com ele, em menos de 1 segundo, etc…. acaba sendo uma obsessão, nada a ver.

  • Giovane

    ahhh meu deus!!!me digam como que eu faço pra num acelerar demais nessas estragas maravilhosas que temos no Brasil?????eu nao resisto aos nossos pavimentos perfeitos… :asner: :asner: :asner:

    • matheus c

      :hauhau: :hauhau: :hauhau:estragas.kkk falou tudo :hauhau: :hauhau: :hauhau:

  • Giovane

    ***estradas

  • P.V.C

    :hauhau: Boa Giovane. :teeth2:

  • duhehe

    Acho bacana esses macetes para o carro ter maior autonomia .
    mais não nasci pra dirigi de forma economica, gosto mesmo de acelerar fundo a caranga.

  • Thalles

    24. Se puder, use transporte alternativo. Andar curtas distancias, pegar uma bicicleta ou ir de carona proporciona 100% de economia.

    com ctz a mais funcional quando se trata de economizar.

    • Raphael

      Exatamente.Se vc puder.
      Aqui no Brasil ñ dá p/fazer isso…

      • leobozo

        cara no meu bairro dá pra ir à padaria, locadora etc. de bicicleta e eu VOU !! e aconselho… depois q vc passa a dirigir esquece que pequenos trajetos da pra ir andando ou de bike. não é vergonhoso, é melhor pro meio ambiente, vc gasta menos e ainda se exercita…

        pequenos trjetos, se puder…. vá de bike ! (ou andando mesmo) :blink:

  • matheus c

    Boas essas dicas.da até pra comprar um mille economy e fazer ele chegar a trinta km/l :clown: :clown: :clown:

  • Christiano

    Só fazer como a VW e FIAT fizeram p anunciar 20 km/l de consumo p Gol e Mille! Ande a 50 km/h em 5a. marcha ! O pessoal da AutoEsporte só faltou se esburrachar de rir! Quem é q anda assim? Questionaram! Numa subida em estrada, o carro nem vai!

    Não sei como estão outros carros novos hoje, já que quase todos estão virando “VHC” tbém.

    Mas eu aprendi a adorar carros como Celta e Prisma… Simplesmente pq nestes vc pode pisar fundo que o consumo se altera pouco, ao contrário de praticamente todos os outros carros, pelo menos os q já tive! Não sei o que acontece!

    Num Celta 2004 VHC (SEM SER FLEX), que eu tive… Andando a 100/110 km/h, conseguia facilmente 17 km/l (gas). Na casa dos 140 km/h, 14,5 km/l (gas)!

    Mas com aquela 5a. marcha curta demais, não aconselho mesmo a andar a mais de 140 km/h com o Celta por muito tempo, esgoela o motor e ele berra mesmo, dá dó e enche o saco !!

    No meu atual Prisma 1.4 flex 2009. Andando a 100/110 km/h, consigo 13 km/l (alc) e andando lá na casa dos 160/180 km/h, deu 10,5 km/l !

    Queria tirar a média a 200 km/h, só p ver o que acontece… Mas o Prisma só consegue chegar lá nas descidas! Porque num Vectra 2.2 que eu tive também… Ao andar a 200 km/h com ele, deu média de 4 km/l (gas) ! hahaha ! A 100 km/h… Dava 11,5 km/l, se a memória não falha !

    Mas verdade seja dita… A 200 km/h, o Vectra (antigo) é um tesão… Vc o segura com apenas 1 dedo no volante e parece estar a 120 ! Chega a ser até perigoso, vc acaba se distraindo… A 200 km/h!

    Já no Prisma… Tem que grudar as 2 mãos no volante, pq o carro (Leve demais) balança bastante, embora sempre manteve os pneus firmes no chão !!! Acho q sei pq a GM manteve a potência dele eletronicamente em 97 cv, ao invés dos 105 cv, como nos Corsas 1.4 !!! hahaha !

    A estrada para todos esses “testes”, foi a bela rodovia (Mas ondulada) duplicada que liga Bauru a Jaú, com uns 60 km de extensão ! Que conheço com a palma da minha mão, por ser obrigado a trafegar ali quase toda semana !

    O Prisma, felizmente, nem chega perto de sofrer desse mal de Celta… Cambio curto demais !!!

    O mesmo vale p cidade… Aqui nunca tirei médias… Mas… Meu Prisma atual parece ser umas 3 vezes mais econômico que a Chevy 500 1.6 (Em estado de nova, original a alcool), um dos outros carros que tbém tenho aqui. E esse modelo tinha fama de ser econômico !!! Essa Chevy é xodó, não vai p estrada !

    Simplesmente, esses dois (Celta/Prisma) me acostumaram a esquecer completamente a conta do combustível (O Vectra 2.2 só me lembrava dela. hahaha!), e saio pisando fundo por todo lado ! Só espero não encontrar um poste pela frente ! hehe !!

  • DarK_FlooD

    Puts.. a gás 140km/h num Céuta? huuhuh

    Boa média rapaz.. continue assim.. tás falando no NFS BR Edition né?

    • Caio Nesello

      AUHSIUAHSUIAHAHSAIHI

  • Lo Chun Man

    Dicas valiosas, já uso a algum tempo e no meu carro (Xsara 1.8 16v) dá 10 km/l na cidade sem ar e 9,5 km/l com ar (contra 8,6 km/l do manual, sem ar), na estrada a 100km/h sem ar e janela aberta é 16km/l, e com ar e janela fechada é 15,9 km/l (o manual diz 15,5 km/l sem ar e janela fechada).
    Ou seja, funciona se tiver bom senso, e mesmo na cidade, onde no engarrafamento é melhor ir se arrastando entre 1500 a 2000 rpm entre uma parada e outra, sem passar marcha

  • liberty

    Gente podem me tirar uma dúvida por favor?
    Desde que saí nda auto-escola já sabia que fazer a popular banguela em uma ladeira além de consumir combustível, já que a central eletrônica continua injetando combustível, era pouco seguro já que você peefia parte do freio motor e ficava apenas com o mecânico (o carro fica mais solto).
    A questão é: Quando eu paro no sinal desengato o carro e ponho em ponto morto, às vezes antes mesmo de chegar no sinal já coloco em ponto-morto e vou só no freio. Isso foi uma coisa que apendi na prática e em algumas dicas que dizem que é melhor pois ficar com o pé na embreagem muito tempo reduz sua vida-útil. Mas na auto-escola vemos que é errado pois se você parar o carro e manter o carro engatado na primeira se alguém por exemplo bater na sua traseira e você tirar o pé do freio e embreagem o carro morre e não tem riso de sair andando.

    O que eu queria saber mesmo é se eu mantiver o carro em ponto morto no sinal continua consumindo combustível, ou se eu maniver o pé na embreagem e o carro engatado irá consumir menos embora eu saiba que ao pisar na embreagem também injeta combustível já que o carro tá sendo preparado para arrancar.
    Obg.

    • o carro estando parado no sinal, em ponto morto, vai consumir um pouco sim, mas é bem pouco. não faz diferença se vc estiver com a embreagem pressionada ou não, marcha engatada ou não, etc. isso não faz diferença. o motor vai continuar gastando a mesma quantia de combustível, para rodar em marcha lenta, ou seja, umas 1.000 rotações por minuto.

      tenho um carro com computador de bordo, e ele em marcha lenta parado gasta cerca de 2 litros de combustível por hora. ou seja, ficar alguns poucos minutos parado em marcha lenta consome pouquíssimo.

      • liberty

        Obrigado Éber, respondido então.

    • Rafa

      Até onde sei, o que diminui a vida útil não é ficar com a embreagem cravada embaixo, e sim deixar a panela girando (quando você solta a embreagem pra começar a andar com o carro), isso sim estraga a embreagem.

  • Roberto Valle

    Bem, eu tenho conseguido até 14km/l com minha Tracker, que tem consumo anunciado de 10km/l na estrada. Na cidade chego a 10km/l.

    Normalmente antes de viajar, coloco 2 libras a mais de pressão nos pneus,só completo o tanque quando vou viajar para muito longe e não estico as marchas, na estrada ando a 90km/h, procurando manter a constância.

    E adoto a máxima: Jipeiro não corre, aprecia a paisagem.

  • lucas

    HDSAIUHDASIUHDISAHDIaSHUIhsaiudhsaiuduiashidusadsauhuSIAH

    Tenho que concordar que é um excelente guia de economia.

    porem entre dirigir desse jeito que nem um vovô, sem pisar no acelerador, vidro fechado e sempre se preocupando com consumo. ou dirigir com prazer acelerando quando possivel, com vento na cara. HDUIASHDuisadhsaudas

    so mais a segunda opção!

    tem cara ai que reclama de consumo de Astra, Vectra e alguns não flex a gasolina.

    ja peguei uma pajero 3.5V6 1998 que fazia 3.7 por litro de Gasolina. sim o motor tava redondo, era unico dono e não tinha uma pazinha da saida da ventilaçao quebrada. bem mais conservada que muito celta 2008 por ai. isso é gastar, agora carro que faiz 6 no alcool ta bom demais!

    sei que o combustivel aki ta caro, mais ao inves de tentar se acomodar com o preço e tentar economizar, vamos tentar lutar pra abaixar o preço. ai poderemos não se preocupar em deixar vidros fechados, e em olhar pra fora nao pro pc de bordo….

    • Rafa

      pode ter certeza que tinha coisa errada, uma conhecida minha tinha uma ’04/05 e fazia 6km/l.

  • guilherme

    a melhor das dicas é ir de bike mesmo
    alguns dos trajetos que faço de magrela é até mais rápido doq ir de carro, a custo 0 e zem precisar parar em quase nenhum lugar

  • Gabriela

    “19. Não carregue peso morto no carro, isso inclui dentro e fora do carro.”

    Vou deixar de dar carona pra minha sogra….

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…… eu ja até pensei em rodar sem estepe, já que sempre to na cidade que moro….. abs

    • Raphael

      Como ele disse “deixar de carregar peso morto dentro E FORA do carro”,vou deixar de dar carona a minha sogra também…

  • Eduardo

    nesse caso aí do Fusion, com ar ligado e janelas fechadas, imaginem só quando alguém peidava dentro do carro…

  • P.V.C

    Nossa, 200 km/h num Prisma, haja coragem! O máximo que consegui no meu carro foi 230 km/h (faltou coragem p/ mais) e no P.C de bordo acusou 5 km/l, rodando a 120 km/h dá uma média de 15 km/l (isso num carro V6 de 192 cv e 25 k.g.m.f de torque, mas o câmbio é automático de 5 marchas).

  • P.V.C

    Uma pena Gabriela, mas sorte minha que minha sogra é uma espécie em extinção: Sogris gentilis. :teeth:

  • Alípio

    esse lance da janela aberta consome mais pra mim é balela… a não ser que o carro esteja com todas as janelas TOTALMENTE abaixadas… eu tenho um polo 1.6 gasolina, qnd pego rodovia a 100/110km/h com minha janela abaixada uns 3 dedos o polo faz tranquilo 16km/l qnd ligo o ar, vejo o consumo aumentar para cerca de 14km/l…

  • rafael.pereira

    Eu dirijo usando muitas dessas dicas, e com isso faço um Fiesta 1.0- Zetec Rocam andar a 14-16 Km/L, o que é uma média melhor que a anuncidada na mídia especializada e em fóruns para esse carro.

    Costumo andar sempre no limite de velocidade (afinal, acredito que limite é limite, aqui em brasilia parece que a placa 60 indica que vc tem que estar de 60 PRA CIMA) e curtir bem o carro, passear mesmo. Andar colado, pisar fundo em excesso é só prejuízo. Volta e meia passa aquela Parati voando do meu lado pra depois eu encontrá-la parada no mesmo engarrafamento, não tem pra que.

    Claro, de vez em quando dá vontade de puxar o carro com mais vontade, aí é gostoso também, só não fazer o tempo todo pra conseguir valorizar os dois momentos :drinkk:

  • Iguzin

    Meu pai tem um focus 1.6 manual e faz 13km/l na cidade e andando a 120km/h na estrada faz 14/15km/l.

  • Allan

    isso eh coisa de louco… obcessao

    quer consumir combstivel tudo bem, mas levar ao limite dos limite chega a ser ate uma pratica perigosa…
    quer economizar nesse ponto compre uma scooter eletrica…

  • dafo

    Eber,
    Tenho outra dica que funciona:
    Ha alguns anos, li uma materia que falava sobre um estudo que foi realizado
    na Suecia, onde o condutor utiliza apenas a 1ª, 3ª e 5ª marchas, dependendo da
    topografia de onde se trafega e ha uma diminuiçao no consumo de ate 30%.
    O negocio funciona mesmo, pois tenho um Marea 2.4 e o consumo na cidade
    atinge 10 Km/L facil (ja consegui chegar a 11 Km/L) e na estrada o consumo fica
    entre 13 e 14 Km/L.
    Um abraço.

    • liberty

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Foi mal, mas eu ri.

      • Rafa

        Pois é, mas eu não achei… A lógica é bem simples: Pular da primeira para a terceira marcha não necesariamente induz você a elevar mais a rotação da primeira para pular a segunda, e sim atingir a próxima marcha (no caso, a terceira) numa rotação menor, consequentemente reduzindo o consumo. Se você não entendeu, é melhor continuar rindo mesmo.

        • leobozo

          isso mesmo… alias pq não voltamos aos cambios de 4 marcahas? hein? :bate:

    • mas vc não acha que é melhor ir trocando as marchas normalmente, sempre em uma rotação baixa? porque se for assim, as montadoras estão erradas em criar o carro com 5 marchas? se você vai trocando corretamente, sempre mantem entre 1.500 e 2.000 rotações, digamos.

      se faz 1, 3 e 5, tem que subir muito, acima de 2.000, e quando troca cai muito, abaixo de 1.500.

      • dafo

        Bem Eber,
        A economia de combustivel é conseguida justamente pela reduçao do numero de vezes em que se desacelera e acelera novamente apos a troca das marchas.
        Nao ha erro por parte das montadoras, pois as 5 marchas tem a funçao de permitir que o carro seja utilizado em qualquer situaçao, mas nem sempre todas as 5 sao necessarias, como por exemplo em linha reta ou em descidas.
        Este metodo é parecido com o sistema de corte de cilindros presente em automoveis da CHRYSLER e
        MERCEDES.
        TALVEZ em carros 1.0 nao funcione, mas a partir de 1.4 funciona com certeza.
        E como disse, este metodo foi desenvolvido na Suecia, um pais que tradicionalmente investe em soluçoes ecologicas.

  • MRL

    Essa questão de consumo é bem interessante, mas também muito relativa: depende bastante do estilo do motorista!
    Eu tenho conseguido médias de 9km/l na cidade e 14km/l na estrada com meu Focus 2.0 Duratec!!

  • The_mal_voltou

    Na dúvida compre um Palio economy ou um polo bluemotion…

  • JohnnyHGT

    E pra quem tem pick-up e caminhonete o ideal é sempre usar a capa maritima para evitar o arrasto aerodinamico na parte de carga do veiculo, além disso até 40 km/h a janela aberta não é um problema, mas depois disso ela prejudica o consumo, então é melhor se virar no ventilador do carro.

  • Claudio

    Isso tudo depende muito do carro!
    Meu Kadett 1.8 EFI a álcool, andando a 90 kmh por hora na estrada, faz média de 9,5 km litro, se andar a 120 kmh, faz 10,5 km litro!Não deveria ser ao contrário?rs…

    • tscarani

      Acontecia a mesma coisa com um Passat antigo de um amigo meu, mas era com 60 e 80 km/h… Então sei lá, vai entender.

  • Wotan

    Nós como sempre pagamos mais por menos, carros Inferiores por preços altos, e também nos combustíveis, pagamos alto por uma gasolina que adicionam 24% de alcool sem falar nos solventes, assim fica difícil economizar, se fosse gasolina pura motores que fazem 9km/l poderia fazer até 12km/l, fora o desempenho que melhora muito.

    • Rafa

      gostei da estatística, são exatos 24% de álcool? :clapp:
      eles colocam 24% de álcool quando dizem que é álcool também? ou é água? :teeth: :teeth:

  • Rafa

    Não concordo com uma coisa. Dizer que usar transporte alternativo economiza 100% não é verdade. O termo correto seria economizar o carro, e não o combustível, já que ao mesmo tempo que você economiza (100%) do combustível, você economiza (100%) do carro. O guia está 10, parabéns para a autoria dele.

  • Luquinha

    Carro 1.0 é mais econômico quando desce ladeira, está no engarrafamento ou anda sem aceleração forte. Ainda tem mais essa pra quem pensa que 1.0 é sempre mais econômico.

    Subindo ladeira, A/C ligado e querendo compensar velocidades competindo com outros gasta bem mais além de estragar o motor.

  • Edu

    Pessoal, só um lembrete: se alguém quiser praticar Hypermiling, POR FAVOR:

    “NÃO FAÇA NA PISTA DA ESQUERDA!!!!” :asner:

    Esqueceram de frisar isso na matéria….

  • Bob

    Mês passado consegui 8.81 de média com Escort 2.0i XR3 (injeção analógica) dentro da cidade. Raramente acelerando mais de 2.500 RPM, usando bastante freio motor (“antecipando” o trânsito), ar desligado maior parte do tempo (sim, o ar dele ainda funciona!) e tanque com 1/4 podium e 3/4 comum. Isso em Blumenau, lugar cheio de curvas e subidas.

    Uma ou outra esticada de vez em quando “pra dar uma limpadinha” no motor, rssrsr, mas nada além de 4.500 RPM…

  • LAURO ANTONIO

    olha só galera, economizar é necessario não só em periodos de crises financeira, mas é melhor ainda para o meio ambiente, sou taxista e faço a minha parte uso um uno fire economy 2009/2009 e dirigindo normalmente ele é muito economico, alem é claro assim posso ter e dar segurança no transito…as dicas dadas pelo fabricio são muito importantes e na verdade faceis de seguir, calibrar pneus, dirigir em velocidade cruzeiro, seguir o manual com segurança, etc.. é obrigação de todo condutor…que cada um de nós façamos nossa parte. abraço a todos…

  • edumoreschi

    Eber, poderia fazer uma observação?

    Quando estamos em uma rua em descida bem leve, que seja suficiente para “manter” (ou perder bem pouca) velocidade estando em ponto morto, este procedimento será bem mais vantajoso que utilizar o freio motor para “cortar” a alimentação de combustível, pois o rolamento do veículo será bem maior na 1a. condição, evitando que o acelerador seja pressionado para manter ou retomar a velocidade que se perderia com o freio motor.

    TUdo bem, tem a questão da segurança, andar na banguela… mas se vc está andando devagar (50/55 km/h), e provavelmente não tem ninguém na sua frente, não vejo maiores impedimentos.

    O que acham?

    • Corsário Viajante

      Na minha opinião segurança é sempre mais importante que consumo.
      Consumo afeta você. Segurança afeta você e os outros.

  • Dr. Paranhos

    Qto ao peso morto citado, a dica é não rodar com o tanque cheio se não houver necessidade, etc… tipo, se for ficar na sua cidade por exemplo, abasteça somente até a metade, deixando de rodar com mais ou menos 25 a 30kgs no carro… isso também contribui sim para otimizar o consumo. Dar distância do carro da frente e acelerar “bem de leve” também faz uma baita diferença. Eu tenho um Polo Sedan que chega a fazer 8.5km/l na cidade utilizando-se essas técnicas… claro que nem sempre, depende de trânsito, qtdade de semáforos que se pega fechado, etc etc, mas que dá pra melhorar a olhos vistos dá! Espero ter contribuído.. .abs

  • Dr. Paranhos

    Só um detalhe: 8.5km/l com álcool, em SP… abs

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend