Coréia Hyundai Tecnologia

Hyundai apresenta nova linha de motores Smart Stream para reduzir emissões

hyundai-smart-stream-1 Hyundai apresenta nova linha de motores Smart Stream para reduzir emissões

Em conferência na Coreia do Sul, a Hyundai apresentou uma nova linha de motores, chamada Smart Stream. O objetivo da marca asiática é reduzir os níveis de emissão de poluentes por um bom período antes da inevitável proibição dos mesmos. O plano é lançar até 2022 um total de 10 motores a gasolina, seis movidos por óleo diesel e seis transmissões.



De começo, a Hyundai mostra os primeiros motores a gasolina e diesel da nova linha, sendo estes os Smart Stream T-GDi 1.6 e Smart Stream CRDi 1.6. O diferencial dessa nova gama de propulsores é a incorporação de uma tecnologia chamada CVVD (Continuous Variable Valve Duration), que permite a variação contínua de abertura e fechamento de válvulas.

Além disso, a linha Smart Stream traz materiais mais leves, peças com menor atrito e câmara de combustão mais eficiente, entre outros. Não há nada de revolucionário, tratando-se mais de uma medida para reduzir as emissões de CO2 para atender as próximas metas ambientais.

Sem injeção especificamente direta, os novos motores da Hyundai se utilizam de injetores duplos no duto de admissão do cabeçote. A marca garante que a pulverização dupla reduz a quantidade de combustível na mistura e consequentemente o consumo. Para limpar os Smart Stream, a Hyundai fez uso do GPF (Gasoline Particulate Filter), que é o filtro de partículas que os motores de ciclo Otto deverão ter na Europa nos próximos anos.

Os novos motores Smart Stream 1.6 possuem também turbocompressor (com geometria variável no diesel) e intercooler, mas potência e torque não foram divulgados. A Hyundai mostrou também uma nova transmissão, que é automatizada com dupla embreagem úmida e oito velocidades. Ela também emprega materiais mais leves e tem menor atrito, reduzindo vibrações e ruídos. Ela ajudará o novo motor no objetivo de alcançar metas de consumo e emissão em conformidade com as normas.

A Hyundai também promete um novo motor elétrico para os carros 100% movidos por energia, assim como um sistema híbrido mais eficiente. Ainda não sabemos quando tais tecnologias serão oferecidas no Brasil, onde a marca utiliza motores convencionais com tecnologia Flex. Os motores serão usados também na Kia Motors.

O grupo sul-coreano é um dos que mais resistem à incursão direta no segmento de carros elétricos. Embora o Ioniq tenha três versões, incluindo híbrido, híbrido plug-in e elétrico, a marca ainda privilegia os motores convencionais. A tecnologia de células de combustível ainda está no começo em termos comerciais e vai demorar.

 

  • carroair30

    vamos ver se com esses motores nao queima tanto as BOBINAS iguais aos nossos HB0

  • omaxem

    ” O grupo sul-coreano é um dos que mais resistem à incursão direta no segmento de carros elétricos. ”

    :| O Grupo Sul Coreano vende o Kia Soul eletrico já á alguns anos…

  • tiago

    O motor a combustão ainda tem muito combustível a queimar, com o perdão do trocadilho.
    A eficiência, quando combinada com um motor elétrico é promissora.
    Com o motor eletrico encarregado da força motriz, o motor a combustão pode assumir o pape de carregar as baterias, funcionando em condições mais próximas do ideal aumentando muito a eficiência e a autonomia, sem aumentar muito o peso.
    Uma bateria de 80 kg, deve ter uma capacidade de 10kwh. nessa situação só precisa de um motor otimizado para gerar eletricidade.

  • João Cagnoni

    Tenho até medo dessas novidades, no Brasil isso significa AUMENTO DE PREÇOS.

    • vicegag

      Se for pelas novidades, fique tranquilo, aqui avanços demmooorammm, agora aumento de preços porque o tempo esfriou ou esquentou, nos deixa constantemente preocupados.

      • Fernando Fagundes

        Chega uns 10 anos depois he he he

  • Victor Hugo

    Novo motor, nova transmissão, nova tecnologia, novos carros… Todo dia que entro aqui, tem algo novo, melhor, com maior desempenho. Ai você vê o Brasil, o carro mais vendido tem um motor antigo, ultrapassado, sem desempenho. O carro em si, é do tipo “bateu morreu”, e custa caríssimo. Poxa, vamos inverter essa situação Brasucas!!!

  • Samuel Justus

    Mas aí os caras desenvolvem um motor que tem uma correia que da mais trabalho pra trocar e os caras vem aqui e condenam dizendo que custa caro manter(nem sei se esse motor vai usar correia)…o negocio é reclamar que tudo que tem no mercado é defasado e que só fora Brasil que as coisas prestam, o que tbm é verdade.

  • Dreidecker

    Enquanto no Brasil o propulsor 1.6 T-GDI CVVT mal chegou, a Hyundai Internacional já está o tornando superado no resto do planeta com o CVVD.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend