*Destaque *Featured Crossovers Hyundai

Hyundai Creta: todos os detalhes do novo crossover que chega em janeiro

Hyundai-Creta_1-1 Hyundai Creta: todos os detalhes do novo crossover que chega em janeiro

Lançado há quatro anos, o HB20 é o modelo de maior sucesso da Hyundai e o segundo automóvel mais vendido do mercado brasileiro – entre os meses de janeiro e outubro, o hatch compacto conseguiu emplacar 85,9 mil exemplares no País. E devido a esse sucesso, a divisão brasileira da fabricante vai expandir seus horizontes. Durante o Salão do Automóvel de São Paulo, que aconteceu entre os dias 10 e 20 de novembro, a marca apresentou o novo crossover compacto Creta.



Já oferecido em outros países, o novo Hyundai Creta chegará por aqui com a missão de enfrentar os líderes Honda HR-V e Jeep Renegade, que juntos conseguiram vender mais de 83 mil unidades nos dez primeiros meses do ano. Ele será montado ao lado do HB20 na planta da marca em Piracicaba (SP) e tem estreia prevista para o final de janeiro ou, no mais tardar, no início de fevereiro.

No entanto, embora a linha de produção seja a mesma, o utilitário-esportivo e o hatch não compartilham alguns itens importantes, como a plataforma. Segundo o divulgado da Hyundai, enquanto o HB20 deriva do i20 (hatch de porte compacto oferecido no mercado europeu), o novo crossover é baseado na estrutura do sedã médio Elantra.

Hyundai Creta – visual e interior

Na parte estética, o novo Creta ostenta algumas semelhanças com o irmão menor HB20. A dianteira do crossover compacto é marcada pelos faróis espichados, com recorte moderno, que são interligados à grade hexagonal, esta com moldura cromada e três filetes horizontais na cor preta. Há também para-choque com uma proteção plástica na parte inferior e faróis de neblina nas extremidades.

Já as laterais do carro exibem linha de cintura elevada, conjunto de janelas “integrado” ao para-brisa por meio de um acabamento na cor preta, vinco marcante nas extremidades das maçanetas e detalhes plásticos nas caixas de roda e na parte inferior das portas. Por fim, a traseira tem lanternas “Clear Type” que invadem a tampa do porta-malas, que abriga também o suporte de placa, ao passo que o para-choque tem a porção inferior em plástico preto e também uma proteção plástica na cor preta.

Se a parte externa do carro lembra o hatch compacto nacional, o interior remete aos carros importados, sobretudo a nova geração do Hyundai Tucson. O painel exibe como destaque as saídas de ar verticais, detalhes de acabamento em alumínio e porção central em tonalidade diferenciada. Há ainda puxadores das portas em formato exclusivo, painel de instrumentos com iluminação branca e sistema multimídia com tela sensível ao toque.

Nas medidas, são 4.270 mm de comprimento, 1.780 mm de largura e 1.635 mm de altura, com distância entre-eixos de 2.590 mm e altura livre do solo de 190 mm. Para efeito de comparação, o Honda HR-V tem 4.294 mm de comprimento, 1.772 mm de largura e 1.586 mm de altura, com entre-eixos de 2.610 mm.

Hyundai-Creta_1-1 Hyundai Creta: todos os detalhes do novo crossover que chega em janeiro

Hyundai Creta – equipamentos

Pelo menos por enquanto, sabe-se apenas os principais equipamentos que estarão disponíveis para a linha da versão nacional do Creta. Todavia, os itens específicos de cada configuração ainda não foram divulgados.

A respeito da segurança, as variantes mais caras serão equipadas com seis airbags (dois frontais, dois laterais de tórax e dois de cortina), controle eletrônico de estabilidade (ESP), controle de tração (TCS), assistente de partida em rampa (HAC), faróis direcionais cornering lamp, sinalização de frenagem de emergência (ESS), monitoramento de pressão baixa dos pneus, alerta de não colocação do cinto de segurança para motorista e passageiro, alerta visual de portas e porta-malas abertos e travamento automático das portas e do porta-malas a 20 km/h.

A lista inclui ainda trava de segurança para crianças nas portas traseiras, limpador e desembaçador do vidro traseiro, sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis no banco de trás, destravamento automático das portas em caso de acidente, cintos de segurança dianteiros e traseiros retráteis de três pontos com pré-tensionador, apoio de cabeça com regulagem de altura para todos os ocupantes, estrutura de deformação programada, barras de proteção lateral e coluna de direção colapsável.

Haverá também painel de instrumentos Advanced Supervision Cluster, que oferece iluminação constante (independente dos faróis) e permite configurar diversas funções do automóvel, banco do motorista com ventilação (ativado por meio de um botão posicionado no console e com três níveis de intensidade), partida do motor por botão, chave presencial smart key com telecomando de travamento das portas e porta-malas, controle de cruzeiro com comandos no volante, ar-condicionado automático e digital, saída de ar para os bancos traseiros, câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro.

Nos demais itens, o Hyundai Creta vai dispor de vidros elétricos dianteiros e traseiros com funções one-touch para subida e descida e antiesmagamento, abertura e fechamento dos vidros por meio da chave, retrovisores externos com rebatimento elétrico, computador de bordo com configurador de funções e pacote Brown Leather, que inclui bancos revestidos em couro marrom, painéis das portas em couro preto, painel com acabamento na cor marrom e textura exclusiva, volante e pomos das alavancas de câmbio e freio de mão revestidos em couro, detalhes pintados em prata no volante, no painel e no console e em cromo acetinado no freio de mão e maçanetas internas.

A respeito da conectividade, haverá o sistema blueNAV, com tela sensível ao toque de sete polegadas, navegador GPS integrado, MP3 Player, reprodutor de fotos e vídeos, conexões USB e auxiliar, conexão Bluetooth com streaming de áudio, acesso à agenda e histórico de chamadas, comandos no volante, além de conectividade com celulares com sistema operacional Android, através do Google Android Auto e iOS, por meio do Apple CarPlay.

Todas as versões do Hyundai serão equipadas de série com direção elétrica progressiva, sistema Stop & Go de parada e partida automática do motor, travas elétricas nas portas e porta-malas, retrovisores externos com ajuste elétrico e luz indicadora de direção, acionamento inteligente one-touch das luzes de direção, volante com regulagem de altura e profundidade, banco do motorista com ajuste de altura, cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura, apoio de braço para motorista e banco traseiro rebatível e bipartido 60:40.

O carro contará ainda com bolsa porta-revista no encosto do banco do passageiro, console central com porta-objetos e porta-copos, porta-objetos fechado com tampa no console, tomada 12V (x2) no console central, porta-objetos nas portas dianteiras e traseiras, porta-óculos no console de teto, alças de segurança para os passageiros dianteiro e traseiros, espelho de cortesia com iluminação no para-sol para motorista e passageiro, console de teto com luzes de leitura, iluminação no porta-malas, apoio para o pé esquerdo do motorista e comando interno de abertura do tanque de combustível.

Hyundai-Creta_1-1 Hyundai Creta: todos os detalhes do novo crossover que chega em janeiro

Hyundai Creta – motorização

O novo Hyundai Creta nacional vai dispor de duas opções de motorização e duas de transmissão.

As versões mais básicas do carro serão equipadas com o propulsor 1.6 litro Gamma flex de quatro cilindros, dotado de bloco e cabeçote de alumínio, comando de válvulas variável Dual CVVT, duplo comando de válvulas DOHC, quatro válvulas por cilindro e sistema de partida a frio “e-start” sem tanque adicional de gasolina, que consegue entregar potência máxima de 130 cavalos, a 6.300 rpm, e torque de 16,5 kgfm, a 4.850 rpm, associado a uma transmissão manual ou automática sequencial, ambas de seis marchas.

Já as configurações mais caras do Hyundai Creta sairão de fábrica com o motor 2.0 litros Nu flex de quatro cilindros, com bloco e cabeçote de alumínio, comando de válvulas variável Dual CVVT, duplo comando de válvulas DOHC, quatro válvulas por cilindro e sistema de partida a frio “e-start”. Ele é capaz de desenvolver 166 cv de potência na gasolina, a 6.200 rpm, e 20,5 kgfm de torque, a 4.700 rpm. Neste caso, o câmbio é um automático sequencial de seis velocidades.

Hyundai Creta – preços

Os preços do Hyundai Creta para o mercado brasileiro ainda são uma incógnita. Mas a fabricante asiática já deixou claro quais são seus alvos com o novo modelo. O Jeep Renegade parte de R$ 73 mil e alcança os R$ 98 mil (considerando apenas as versões equipadas com motorização flex), enquanto o Honda HR-V começa em R$ 79,9 mil e pode atingir os R$ 101,4 mil.

Tendo como base esses valores, acredita-se que a versão de entrada do Creta esteja disponível nas concessionárias a partir de janeiro do ano que vem por algo em torno de R$ 75 mil. Já a variante mais cara da linha do carro, equipada com todos os equipamentos possíveis, deverá atingir os R$ 100 mil.

O Creta terá garantia de cinco anos, sem limite de quilometragem.

Hyundai-Creta_1-1 Hyundai Creta: todos os detalhes do novo crossover que chega em janeiro

Hyundai Creta – mercado

Como citamos anteriormente, o novo Creta chegará ao mercado com a intenção de incomodar o HR-V e o Renegade. E ele vai conseguir? Podem apostar que sim. O segmento de crossovers compactos está em alta no mercado brasileiro e o novo modelo da Hyundai reserva uma série de bons atributos, como desenho moderno, lista de equipamentos recheada e três opções de combinação mecânica.

Portanto, caso siga os mesmos passos largos do HB20, é de se esperar que o novo Hyundai Creta se posicione numa das primeiras posições do segmento nas vendas do mercado nacional. Todavia, tudo vai depender do preço: caso as estimativas acima estejam certas, você poderá se deparar com uma quantidade significativa de exemplares do novo utilitário-esportivo pelas ruas e estradas brasileiras.

Além disso, vale lembrar que o Creta não deverá “matar” o antigo Tucson, tampouco o ix35, que seguem sendo produzidos pela Hyundai CAOA na fábrica de Anápolis (GO), juntamente com o recém-chegado New Tucson. O Hyundai Tucson segue sendo oferecido por a partir de R$ 69.990. Já o Hyundai ix35 vai continuar sendo comercializado com preço inicial de R$ 99.990.

Galeria de fotos do Hyundai Creta

COMPARTILHAR:
  • FIAT

    Esse carro vai dar uma reviravolta no mercado… podem escrever!

    • vicegag

      Esse carro vai dar uma reviravolta no mercado…
      Pronto, escrevi!

      • 1 Raul

        Kkkkkkkkkkk

    • Raul Cotrim de Mattos

      Vai ser um mico igual o HB20… não, péra!

      • Serkot

        Achei zuado esse marrom tiozão…
        Se bem que, pensando bem, carro é “Tiozão”

        • Leandro

          Achei bonito. Chega da ditadura do preto, quem quiser comprar, marrom, caramelo, terracota, que tenha opação!

    • Deadlock

      Dependerá do preço, podendo ser um sucesso, apesar do design conservador. O 1.6, se tiver preço, incomodará Ecosport e Kicks básico. O 2.0 pode ser referência em desempenho no segmento, roubando vendas de HR-V, Kicks mais caros e Renegade. É esperar para ver.

      • Serkot

        O 1.6 vai custa R$ 74.990,00 certeza.
        Resta saber se virá equipado ou pelado…
        Bem equipado até eu que não pretendia gastar tanto posso me interessar… mas algo me diz que vai vir pelado… vamos ver…

  • Gran RS 78

    A matéria cita que o Renegade começa em 79,5 mil reais e o HRV apartir de 86 mil reais? Acho que estão errados esses preços, pois o Renegade na tabela começa em 72 mil reais e o HRV em 79 mil reais. O Tucson terá suas vendas canibalizadas pelo Creta, que inclusive utiliza plataforma do Elantra, que é um sedan médio.

    • Artur

      Aqui para mim está aparecendo certinho:
      “O Jeep Renegade parte de R$ 73 mil e alcança os R$ 98 mil (considerando apenas as versões equipadas com motorização flex), enquanto o Honda HR-V começa em R$ 79,9 mil e pode atingir os R$ 101,4 mil”

      • Cristiano_RJ

        Achei que a matéria foi omissa ao não citar o valor máximo que o Renegade flex pode alcançar quando adicionamos todos os opcionais. No caso, R$ 112.940.

        • Artur

          Ah sim. Nesse ponto você tem razão.

      • Gran RS 78

        Eles corrigiram, pois anteriormente constava os valores que eu mencionei.

  • Vai vender bastante pq é Hyundai, não acho o carro particularmente mais bonito que nenhum (talvez o Duster) dos concorrentes. Também me parece estranha essa idéia de ‘plataforma de elantra’, com entre eixos de 2,59. No resto do mundo o Creta é feito com base nos carros pequenos da Hyundai.

    • Ⓜ️arcelo

      Realmente, em matéria de beleza, deixa a desejar este creta, a começar pela coluna “A” ao estilo Kia Soul, o interior segue espantafoso ao melhor estilo hyundai e o resto nem cheira e nem fede. Até o Kick é mais bonito

    • Maurício Menon

      Estranho essa insistência em dizer que usa a plataforma de médio.

      • Thiago C

        Lembra dos motores 1.6 de 140 cavalos mais potentes do muuundo? Agora é o crossover compacto com plataforma de médio.

    • Thiago C

      Depois de mentir sobre a potência dos motores 1.6, com seus supostos 140cv, agora é a vez de mentir na plataforma base…

      • Navaman

        Mas acho quem fabricará o Creta será a Hyundai e não a Caoa, que tem esse hábito de “exagerar na verdade”.

  • Fedido

    E o old Tucson, vai morrer não?

    • GABRIELCSFLORIPA

      Não.

      • Fanjos

        Ahhhhhhhh Morre Diabo!

    • Tosca16

      Não, e vai ficar abaixo deste, além disso um é HMB e outro é da CAOA, e na linha CAOA teremos três gerações do Tucson convivendo juntas.

    • Brasil_MG

      A Kombi da Hyundai não morrerá tão cedo amigo….

    • radioactive

      por mais velho que seja, é um bom carro, e custa relativamente barato. na faixa de 70 mil hoje, praticamente só tem compactos

      • visanpai

        Se tivesse um câmbio melhor, poderia até vender mais.

  • Fábio Henrique

    Ao vivo no salao nao achei ele tão antiquado

    • Marcelo Paiva

      Em fotos ele parece um carro antigo. Não consigo gostar do visual desse carro.

  • Hater x Haters

    Chuto o preço a partir de 85k pra mais. Vamos chutar por alto pra decepção ser menor…

    • Artur

      Pior que vai ser por aí mesmo. O HR-V já começa em R$ 80 mil na versão manual. Duvido que o Creta será muito mais barato que isso…

      • Ernesto

        No salão a menina que apresentou o Creta para mim disse que começará nos 70 baixo pois ele substituirá o old Tucson. Vamos ver se ela disse a verdade.

        • Artur

          Tomara que seja isso mesmo. Se a Hyundai acertar no preço esse SUV vai ser um baita sucesso. Perigoso tomar o lugar de Renegade e HR-V na liderança do segmento.

          • Ernesto

            Quanto mais concorrência, melhor! Se a Hyundai conseguir a liderança, quem sabe as outras montadoras não seguram o ímpeto de reajustar os preços com tanta frequência.

            • Artur

              Tem razão. Mas o fluxo normal é todas reajustarem os preços no mesmo patamar para que todas continuem explorando o consumidor! Rsrs

              • Ernesto

                Sonhar não custa nada! Rsrsrs

                • Artur

                  Kkkkk verdade! Pode ser que o preço de lançamento seja mesmo competitivo, mas depois de algum tempo eles aumentem (tal como o HR-V).

  • Carlos H. Ferreira

    Vai ser o lider do segmento antes da Páscoa de 2017 .

    • Cristiano_RJ

      Pelo que andei lendo, a fábrica de Piracicaba continua com dificuldades de atendimento à toda a demanda. Digo, quando tiver a linha HB20 e o Creta simultaneamente à venda, se não me engano a capacidade de produção do Creta se limitará a 2.500 unidades/mês, o que poderá lhe garantir, no máximo, o terceiro lugar. A não ser que as vendas de Renegade e HR-V caiam.

  • Bruno Silva

    O que a Hyundai não esperava, era a Chevrolet lançar o Tracker 1.4 Turbo por 79.990. Eles vão ter que se virar com os preços, porque nem o 2.0 pega o Chevrolet em desempenho e consumo.

    • BTRJ

      A GM está de parabéns pelo conjunto mecânico, mas comete pecado fatal quanto à segurança e itens de tecnologia como ar digital e partida sem chave, dentre outros, razão pela qual acredito mais no Creta. Acho que o posicionamento de preços da GM ficou bacana para a Tracker e isso certamente ajuda a conter o ímpeto das concorrentes.

      • GABRIELCSFLORIPA

        Eu troco o ESP por um motor turbo, air-bags laterais, bancos em couro, alerta de ponto cego, rodas de 18″, sistema Easy Entry (abertura das portas e alarme anti-furto através de sensor de aproximação na chave), partida sem chave, retrovisores com aquecimento, teto solar elétrico, etc…

    • EJ

      Entendi seu raciocínio. Mas a GMB não tem mais “mojo” pra bater a concorrencia em sedãs médios (Cruze) nem em SUV’s desse porte (Tracker) mesmo que tenha produtos melhores. Mercado é cego nos caso dos sedãs (só enxerga Corolla e depois Civic), e em SUV’s, piorou, mais concorrencia ainda (Honda,Hyundai, Jeep)

      Pode ver q a imprensa tem feito comparativos de sedãs médios sem nem considerar o Cruze e outros… ficam com aquela velha matéria “Civic X Corolla” e só.

      • Ernesto

        Engraçado você dizer que a imprensa não considera o Cruze nos comparativos. A 4 patas, no mês de Junho deste ano fez um comparativo entre o novo Cruze e o novo Civic e no mês de Setembro, novo comparativo, já com o novo Cruze “brasileiro” contra novo Civic e Corolla. Inclusive um dos modelos que a 4 patas está testando no longa duração é o Cruze.

    • Cristiano_RJ

      Não vi o Creta pessoalmente, mas me parece um carro maior. Bem, pelo menos na aparência e plataforma. Com relação ao desempenho, o 2.0 deverá ficar atrás do Tracker, mas o consumidor desse segmento já deu provas mais do que contundentes de que está pouco se lixando para isso, uma vez que nem o motor 1.8 E.TorQ foi capaz de comprometer as vendas do Renegade flex. Então, tendo desempenho suficiente, espaço (acredito eu) superior e outros itens a mais (como o ESP, ausente no Chevrolet), o Tracker não está em situação tão fácil não. Quem não deve estar gostando disso é a Nissan, que só oferece o Kicks com o 1.6 aspirado e a Suzuki, que só coloca o 1.4 turbo no Vitara se o cidadão aceitar pagar preço de Jeep Compass Longitude.

      • DougSampaNA

        Suzuki virou carta morta de baralho, sempre cagando as tabelas de preços..

      • Claudio

        pois é…

      • Edson Fernandes

        Creio que a Hyundai enxerga algo que eu sempre citei: Ter um conteudo disponivel bem cadenciado. Já se foi a epoca que brasileiro pagava mais por motor e cambio apenas. Ele quer conforto, ele quer itens de série e ao que parece o Creta irá ofertar isso.

        Pode parecer uma coisa besta, mas o fato de ter ar digital e resfriamento para os bancos (vai ter também aquecimento, que por algum motivo aqui no NA não foi citado e tinha até fotos no proprio salão do automovel com tal recurso) que fariam uma senhora diferença por exemplo no meu dia a dia. Isso é para ser considerado.

        Não são carros que me atraem, mas o conteudo que o carro pode ofertar não pode ser ignorado e ele parece vir bem completo em algumas versões que irão incomodar a concorrencia.

        O que eu acho engraçado é que o Jeep Compass ferrou com a vida dos compactos. Porque ele cercou a questão de preço deles que não permite um crescimento no valor da venda como eles esperavam.

        • Cristiano_RJ

          Só espero que isso dure; pois dizem as “más línguas” que a Jeep já está preparando um reajuste nos preços do Compass para meados do mês de dezembro. Bem, se for verdade, que o façam de forma comedida e não avacalhando de vez com o ótimo custo-benefício do modelo.

          • Edson Fernandes

            Duvido que se mantenha com o preço atual.

            Ele começando a ter expressividade nas vendas, aumenta.

            O que tem me incomodado é o fato das marcas generalistas começarem a retirar de carros médios, itens de série que eram diferenciais. E isso vai afetar toda a cadeia.

    • DougSampaNA

      Olha…vamos esperar pra ver os custos de manutenção e seguro pra dizer quem vai liderar; isso são custos que o dono carrega enquanto tiver o carro, e no meu caso, entre os 2, eu levaria o que tiver os 2 mais em conta; sendo T ou Aspirado.
      O povo só pensa no carro na hora de comprar e não raciocina nas despesas futuras, isso é falta de planejamento futuro e auto controle pessoal.
      Gostar não é pecado, mas não se deter ao ver um carrinho legal e comprar, só se estiver rasgando dinheiro..eu não estou.

      • Paulo

        Compartilho do mesmo pensamento. Quando eu vou comprar um carro os primeiros itens a se considerar são esses tanto que os vendedores se assustam quando antes mesmo de ver o carro solicito a tabela de revisão e uma simulação de seguro.

    • Jackson A

      Acontece que o consumidor não se importa com motor turbo, o que vale é o visual, manutenção e por ai vai.

    • Claudio

      Mas a maioria das pessoas compram mais pelo novidade do que pelo motor..consumo..desempenho..etc…

  • carnero

    Vai vender igual pão

  • Verdades sobre o mercado

    Nas fotos não empolga nem um pouco … mas ao vivo pode ser diferente .. o Kicks empolgava nas fotos/vídeos e ao vivo não é nada demais …

    • Cristiano_RJ

      Verdade. Decepção ao ver o Kicks pessoalmente. Decepção essa que se manteve ao ver por dentro e que só cresceu ao acelerar. Por R$ 90 mil, a versão SL vai encalhar após o lançamento dos novos concorrentes.

      • Thiago C

        Sinceramente, quando vejo um kicks, parece que estou olhando para um concorrente do Etios cross, ônix active ou algo do tipo. É muito safado esse carrinho.

    • Verdades sobre o mercado

      Pinóquio, mostre onde está a postagem que você afirma que fiz com esta grande bobagem.

      • Verdades sobre o mercado

        Pinóquio, você realmente é um filhotinho de Donald Trump, pois inventa coisas e quando confrontado não consegue sustentar, aí muda o foco inventando outra coisa …

  • Leandro

    Platarfoma de Elantra. Assim os haters não vão poder dizer que é um HB20 bombado, igual dizem com todos os demais do segmento.

  • Tosoobservando

    Novo queridinho das madames..

  • Brasil_MG

    merecia uma janelinha de vidro na coluna traseira, ao invés deste aplique plástico cafona. Além de melhorar na visibilidade, ajudaria também na estética do carro.

  • Artur Bernardes

    Todos os detalhes, não né! E o tamanho do porta-malas? E o peso do carro em ordem de marchas, para os interessados em consumo poderem saber se o carro ficou pesadão ou leve para a motorização oferecida?

  • Cristiano_RJ

    Vai ficar atrás em qualidade? Como assim? Que elementos você tem para afirmar isso?

    • Claudio

      Uma das qualidades da Hyundai é justamente a qualidade dos seus produtos…não entendi tb Mathias…

    • Cristiano_RJ

      Parei de ler em “Meu elemento é o achômetro”.

      • Matias Razzo

        nem devia ter lido nada…. a gente nem pode fazer um comentário pessoal que um babaca vem encher o saco…. tomá banho…

        • Cristiano_RJ

          Babac@ é você. Manézão que emite uma opinião sem fundamento e depois não sabe argumentar para sustentá-la. Apaga os próprios comentários (vergonha?) e parte para ofensas pessoais sem mais nem menos.

          • Matias Razzo

            Cara larga mão…. esse blog não é científico, não precisa ter fundamento pra nada…. Apaguei os comentários pra encerrar essa discussão, coisa chata… vergonha de que?!

  • Daniel

    Não sei se é o ângulo da imagem, mas o espaço para as pernas no banco traseiro me pareceu bem espremido…

  • Fernando Spagnol

    Eu ouvi crossover?

    Nao tinham resumido tudo em SUV?

    Suv pra mim continua sendo os Diesel 4×4

    • AG.47

      SUV = chassi
      Crossover = monobloco
      SUV para a equipe de marketing = suspensão elevada

  • Lucas086

    Vai seguir a linha do Hb20, não ser melhor em nada, preco alto e design, apesar que não gostei, achei meio quadrado, sei lá.

    • Rafael Lima

      Eu discordo, o que o HB20 não tem em relação aos seus oponentes é o espaço, mas motor é melhor que muitos dos seus concorrentes e câmbio automático de 6 velocidades melhor que a maioria dos concorrentes que usa cambio automatizado, acabamento dele é bem melhor que os concorrentes, vem bem “completinho” na versão de entrada, só peca no preço de algumas versões

      • Lucas086

        O 1.6 está junto do Fox e do Psa, entao não tem nada de melhor, o 1.0 é na média para baixo,nunca teve marcas espetaculares de consumo, como o novo da Renault, o câmbio, o Onix tem também. Agora acabamento, dizer que é bem melhor, é desconhecer os concorrentes, pq estão tudo na mesma, o hb20 pode ter o painel mais rebuscado, mas acabamento melhor, nunca, e equipamentos, o que falar de um carro de um carro que ainda vem com direção hidráulica? Até a Renault colocou uma eletro-hidráulica. O que falar de um carro 1.0 de 50 mil que nem um sensor de estacionamento tem? E uma central multimidia decente, que o Onix pode vim desde o de entrada? Sem falar falta de ar digital, que 208 tem, tsc, que fox highline tem, e que até o Uno tem… hb20 é na média para baixo, agora vende pq gostam do visual. Pq se colocar na ponta do lápis, é um dos mais caros e o que entrega menos

        • Júlio Câmara

          O HB20 1.0 parte de 40.000 já de série com o mínimo necessário – ar; direção, vidros, travas, retrovisores elétricos; som com USB, bluetooth e comando no volante; chave canivete com comando a distância; 5 anos garantia. É o básico, é verdade, mas não custa 50.000.

          • Lucas086

            O hb20 confort 2017 custa, na tabela do site hyundai, 41.650, está sendo vendido por 39,900. A lista de equipamentos que vc postou está certa, exceto retrovisores elétricos, chave canivete e nem fechamento das travas ao rodar custa isso, sem contar maçanetas e retrovisores na cor preta. Isso tudo está no site hyundai. Por 39,900, vc pega ka com basicamente os mesmo equipamentos, tem onix joy por um pouco menos e tem Lt um pouco mais, tem Uno Fire fly Attractive por um pouco menos e o 1.3 por um pouco a mais, tem sandero sce por um menos, tem march, e outros… e todos eles, tem direção elétrica, e cadê o hb20? É o que digo, se colocar na ponta do lápis, tirando estilo, que é pessoal, o hb20 tem o pior custo beneficio, o que entrega menos por mais.

        • Rafael Lima

          Em nenhum momento falei que os motores eram os melhores, falei que eram melhores que de alguns concorrentes, o mesmo o câmbio, o HB20 possui sim ar digital na versão premium, o mesmo eu disse em relação ao acabamento, não falei que era o melhor, mas que é melhor que muitos dos concorrentes, e o Fox e Uno não tem ar digital

          • Lucas086

            E desde o começo eu venho dizendo que o hb20 na versão 1.6 automática, é na media para melhor, enquanto na 1.6 manual, tem fox, fiesta, 208 com motores excelentes, tem Renault agora com números bons e start/stop. E a 1.0 é na media para baixo, nunca teve números de consumo e desempenho satisfatórios para a tecnologia do motor e o uso da direção hidráulica que parece-me o único ainda que usa. Eu esqueci da versão Premium, tem ar digital, bag lateral, mas não tem tsc/ esp/ hill holder que Ka desde 2014 tem e o Uno tem agora. Acabamento, na época do lançamento da linha 2016, a mídia disse que teve até um retrocesso. E comparar o acabamento do 208 com hb20 chega a ser um insulto, Fox também tem acabamento bom, até Uno na linha 2015 melhorou e muito, tem cinto 3 pontos para todos e apoio de cabeça. Enfim, na ponta do lápis, hb20 é na media para baixo, com espaço por exemplo, bem para baixo, sem falar na suspensão do hb20s que parece que carrega 50 kilos sempre.

    • AG.47

      HB20 segue a fórmula do Corolla: “Não é o pior e nem o melhor em nada.”

  • Mário Leonardo Pires

    Também gosto bastante! Mas ficam parecendo uma gambiarra junto com os forros da porta e grande parte do painel em tons de cinza… Acho que ficaria mais harmonioso com apenas preto e outros tons do marrom.

  • Lorenzo Frigerio

    Medonho.

  • Pedro Mello

    Esse motor 1.6 de 130 cavalos, é o mesmo que equipava o Lentoster… rárárárárárá.
    É bom ficar de olho!
    No mais logo vem a propaganda que “é o melhor suv pequeno do mundo”.

  • Peteleco1

    El Hyundai Creta utiliza la misma plataforma del i20 (HB20).
    Hyundai y sus CAOADAS!!!

    • Leo

      Não, amigo. A plataforma é a mesma do Elantra.

      • Peteleco1

        Tu crees que el Creta Brasil va a ser totalmente distinto al Creta India?, las medidas son las mismas.
        En India utiliza una plataforma del i20 estirada, esa misma plataforma utiliza el HB20.
        No creo que sea rentable fabricar una nueva plataforma en Brasil pudiendo utilizar la que ya fabrican.

        • Não será a mesma, os veículos de comunicação da área automotiva mais famosos, sem exceção, afirmam que é a base do Elantra há muito tempo. Aceite! Se fosse a mesma a mídia teria feito algum comentário a respeito. A própria matéria, aqui do NA, informa que a Hyundai comunicou que trata-se da plataforma do Elantra no Creta.

        • Leo

          A informação de toda a imprensa automotiva no Brasil é de que a plataforma é do Elantra, como no modelo russo.

    • SAVEIRO CD

      A plataforma foi mudada aqui pq a plataforma do i20/hb20 não suportaria o motor 2.0, por isso ele tem a plataforma do elantra.

      • Edson Fernandes

        Está aí uma informação relevante! O uso de uma plataforma que possa conceder motorização (e possivelmente mais itens que se comparado a versão Indiana).

        Agradeço!

        • SAVEIRO CD

          E também tem a questão da futura pick-up baseada no creta, se fosse a plataforma do i20/hb20 eles teriam que ter duas plataformas diferentes, uma pro creta e outra para a pick-up derivada dele, e usando a plataforma do Elantra eles vão trabalhar em uma plataforma só em vez de duas.

  • Leo

    Tive a oportunidade de conhecê-lo no Salão do Automóvel e gostei muito do que vi. Acabamento excelente, porta-malas espaçoso (É um latifúndio perto do Renegade) e boa altura livre do solo, semelhante ao HRV. Única coisa que não me agradou muito foi o design do painel de instrumentos. Meio antiquado.

  • Rafael Jandre

    Com motor 2.0 do Elantra como única opção, acho improvável que chegue custando algo na casa dos 70 mil. Até a chegada da versão 1.6, o Creta vai estrear na casa dos 85 mil pra cima. Só acho. Minha opinião. Não se ofendam.

  • Mauro Schramm

    Tomando por base os números do HB20 AT, imagino que o consumo do Creta não será referência.

  • Bull shit

    Só falto um Turbao…..

  • Marcos Santana ↙

    Bye bye ix35…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email