Hyundai Linha 2018 Sedãs

Hyundai Elantra 2018: motor, fotos, detalhes, equipamentos, versões

hyundai-new-elantra-2017-NA-1 Hyundai Elantra 2018: motor, fotos, detalhes, equipamentos, versões

Sucessor do Stellar, o Hyundai Elantra surgiu oficialmente em 1990. O sedã era menor que o modelo que estava substituindo, medindo em torno de 4,37 m de comprimento com 2,50 m de entre-eixos. O projeto da marca sul-coreana foi desenvolvido em parceria com a Mitsubishi, utilizando-se da plataforma do Mirage.



Seus motores 1.5, 1.6 e 1.8 litro eram de origem Mitsubishi e o Elantra contemplava uma caixa automática de quatro marchas, além da manual com cinco. Essa geração, conhecida como J1, foi feita apenas em Ulsan, Coréia do Sul. Atraente, o sedã da Hyundai rapidamente chegou ao mercado americano, ganhando um facelift de meia vida.

Em 1995, surgia a segunda geração do Hyundai Elantra. Com linhas mais arredondadas, o sedã ganhou também uma variante perua, sendo ambos feitos pela primeira vez com plataforma própria, a mesmo do Tiburon. Também, a geração J2 ganhou motores desenvolvidos pela marca, sendo o Alpha 1.5 e os demais Beta de 1.6 até 2.0. Uma versão diesel era equipada com motor PSA XUD 1.9. Comprimento e entre-eixos cresceram 5 cm.

No ano 2000, surge a terceira geração, a XD. Essa veio com um visual de gosto duvidoso na parte frontal e passou a ter 2,61 m de entre-eixos, bem como novo motor diesel próprio Série D 2.0. A gama de motores a gasolina foi centrada no Beta. O Elantra perde a perua, mas ganha uma versão hatch, que mais parecia um fastback. O modelo chega a ter 138 cv.

Em 2006, a quarta geração foi chamada de HD e trazia um sedã de linhas mais envolventes e aerodinâmicas, sendo produzido na Coreia do Sul, Egito e China, onde continua a ser feito, mas sob outro nome e com visual bem modificado. Disponível apenas como sedã, o Elantra HD teve basicamente motores Gamma 1.6 e Beta II 2.0, além do diesel 1.6 CRDi. Também chamado Avante, o modelo foi amplamente aceito nos EUA e na Europa. Ele compartilhava a plataforma com o i30 e o Kia Cee´d, tendo 4,50 m de comprimento e 2,65 m de entre-eixos.

Mas, a mais aguardada geração do Elantra, sem dúvidas, foi a MD/UD. Produzida basicamente na Coreia do Sul, China e Argélia, essa geração chegou a ser chamada de “Civic da Hyundai”, numa referência ao sedã da Honda. Com linhas bem fluídas, atraentes e esportivas, o sedã médio rapidamente conquistou pela beleza, arrebatando elogios mundo a fora, especialmente no Brasil. É considerada uma das gerações – senão a geração – mais bonita do modelo.

Com codinome MD, o Elantra de 2010 chegou ao mercado americano com pretensões bem elevadas, tanto que passou a ser feita em Montgomery, Alabama. Nesse caso, seu codinome era UD. Ele também deu origem a um cupê local, batizado de JK. O sucesso foi tanto que passou a ser feito também na Rússia, bem como Índia e Taiwan.

Seu design Fluidic Sculpture foi bem feliz e o sedã chegou com 4,53 m de comprimento e 2,70 m de entre-eixos, tendo ainda motores Gamma 1.6, Nu 1.8 e Nu 2.0. A transmissão tinha seis marchas, tanto manual quanto automática. Em 2014, recebeu um facelift e o motor 2.0 GDI. Após diversos prêmios internacionais, o Elantra MD saiu de cena em 2016.

Se este último pode ser considerado um “New Civic” da Hyundai, então o “Novo Civic” é a geração atual, a AD. Embora não tão radical em mudanças e nem tão surpreendente quanto o sedã médio da Honda, o Hyundai Elantra 2018 ficou mais largo e um pouco mais comprido, medindo 4,57 m e com 2,70 m de entre-eixos, o mesmo da geração anterior. Um pouco mais sofisticado, o sedã atual ganhou uma carroceria com estilo mais próximo de um fastback.

Com linhas mais modernas e menos arredondadas que o Elantra MD, o Hyundai Elantra 2018 chegou a receber o nome de Super Elantra em certos mercados. Equipado com motores Kappa 1.4 T-GDI e Gamma 1.6 T-GDI, o sedã ainda emprega o Gamma 1.6 e o Nu 2.0 aspirados e sem injeção direta, bem como o diesel U2 1.6. Além das duas caixas de mudanças de seis marchas, ele possui também opção de dupla embreagem com sete velocidades. Só existe em carroceria sedã-fastback.

O Hyundai Elantra 2018 é feito em Ulsan, Coreia do Sul, bem como em Montgomery, EUA. Pequim, Chennai e Kaliningrado, respectivamente em China, Índia e Rússia, receberam a produção do sedã, que também é feito agora em Kerman, no Irã, onde a produção é executada pela Iran-Khodro.

Lá fora, a versão mais potente é a Sport, vendida nos EUA com motor 1.6 T-GDI de 201 cv. Esta versão vem com visual mais esportivo, freios dianteiros com discos maiores, volante em couro de fundo chato, bancos com costura vermelha, barra estabilizadora dianteira mais grossa, direção mais direta, suspensão traseira multilink e rodas de liga leve de 18 polegadas.

hyundai-new-elantra-2017-NA-4 Hyundai Elantra 2018: motor, fotos, detalhes, equipamentos, versões

Hyundai Elantra 2018 – detalhes

O Hyundai Elantra 2018 é chamado de “New Elantra” (mesma estratégia usada com o hatch médio i30 e o crossover médio ix35) pela CAOA. Ele tem aparência sofisticada e bem moderna, sendo considerado um rival do Novo Civic da Honda. Na parte frontal da carroceria, grade hexagonal com moldura e filetes cromados, luzes diurnas de LED e uma peça em formato de bumerangue que abriga os faróis de neblina, além de faróis espichados com projetores.

Já nas laterais, o Hyundai Elantra 2018 ostenta linhas mais limpas, sendo que há vincos apenas nas extremidades das maçanetas e na parte inferior das portas. A linha de cintura elevada do sedã médio sul-coreano também chama a atenção. Na traseira, se sobressaem as lanternas afiladas de LED, que quando acesas exibem um efeito bastante interessante. Com isso, o sedã segue com seu formato mais avantajado.

No interior, o Hyundai Elantra 2018 não tem tanta extravagância quanto o anterior, que foi deixado de lado. O ambiente é mais sóbrio e funcional, tal qual os sedãs alemães. O volante de três raios e painel de instrumentos possuem formatos mais convencionais, enquanto o painel frontal tem uma aparência bem mais simplificada, com direito a um console central menos pronunciado. A Hyundai diz que o acabamento do sedã melhorou, com direito a detalhes em alumínio e materiais macios ao toque. O nível de conteúdo, sim, melhorou significamente em relação ao anterior.

No tamanho, sem novidades para o Hyundai Elantra 2018, que mede 4.569 milímetros de comprimento, 1.800 mm de largura e 1.435 mm de altura, com distância entre-eixos de 2.700 mm. Porém, o porta-malas tem capacidade para apenas 407 litros, o que é menos que um Audi A3 Sedan, por exemplo, que é bem menor em comprimento e entre-eixos.

hyundai-new-elantra-2017-NA-5 Hyundai Elantra 2018: motor, fotos, detalhes, equipamentos, versões

Hyundai Elantra 2018 – novidades

O Hyundai Elantra 2018 segue com as mesmas mudanças vistas em seu lançamento no ano passado. O sedã médio coreano tem um estilo bem atraente e sofisticado, mas ainda foca no baixo custo de produção, embora tenha atenuado isso em relação ao modelo anterior. Ainda tem um bom conjunto, mas este é mediano se levarmos em conta a evolução dos sedãs médios no Brasil.

Seu motor ainda é o Nu 2.0 aspirado e com injeção indireta flex, que tem boa potência e torque, mas exige giros altos para ter um desempenho aceitável, porém, seu consumo acaba sofrendo com isso. De janeiro a outubro, o Hyundai Elantra 2018 vendeu 1.790 unidades, ficando até o momento em 12º lugar. Para termos uma ideia, até o Toyota Prius vendeu mais no período.

Mesmo com o suporte da CAOA, o Hyundai Elantra 2018 parece perdido num segmento que está se reduzindo com o aumento das vendas de utilitários esportivos e em decorrência da crise econômica nacional. Chegou-se a considerar sua produção no Brasil, mas agora sabe-se que a representante da Hyundai no país decidiu trocar a coreana pela chinesa Chery.

Com isso, os direitos de produção de carros da Hyundai serão devolvidos ao fabricante de Seul, enquanto a CAOA assume a Chery. Assim, a representação direta da montadora asiática deverá manter a importação do Elantra, já que o modelo não é produzido no México. Mas, como a empresa pretende ampliar a produção de SUVs nos EUA, provavelmente a produção em Montgomery será afetada, transferida assim para o México, onde a Kia Motors tem uma planta no norte do país.

Se isso acontecer, o Hyundai Elantra 2018 passará a vir do México sem imposto de importação de 35% e sem IPI majorado de 30% que, no entanto, será extinto em 31 de dezembro junto com o Inovar-Auto. Não sabemos se a motorização irá mudar, mas seria interessante a substituição do Nu 2.0 Flex pelo Gamma 1.6 T-GDI de 177 cv, usado no New Tucson. A Hyundai poderia até introduzir o Kappa 1.4 T-GDI de 130 cv e 22 kgfm.

E o futuro? O Hyundai Elantra é um best seller dentro da gama da marca sul-coreana e tem um papel importante nas vendas globais da empresa. A atual geração é moderna, mas não suficiente para adotar tecnologias mais avançadas, como condução semiautônoma ou mesmo variantes elétricas e híbridas. Foi desenvolvido para ser um sedã comum, apesar de tudo.

No entanto, a próxima geração deve vir eletrificada para atender as normas de emissão mais rigorosas, especialmente na Europa e China. Provavelmente o Novo Elantra 2020 terá também capacidade para ter células de combustível e assim entregar autonomia de 800 km. O problema é o custo, que seria elevado demais para um sedã de seu porte.

Além disso, uma variante elétrica poderia ser mais bem-sucedida no mercado americano, entregando em torno de 483 km de alcance e assim bater de frente com o Tesla Model 3. Mas, a Hyundai não funciona assim. Muito lenta nas respostas em termos de inovação, a coreana prefere manter o status quo até que não seja suficiente sustentar a posição. No entanto, a evolução dos carros elétricos e dos fabricantes que apostam nisso, está sendo muito rápida e uma reação tardia pode ser fatal.

hyundai-elantra-2017-19 Hyundai Elantra 2018: motor, fotos, detalhes, equipamentos, versões

Hyundai Elantra 2018 – versões

  • Hyundai Elantra 2.0 2018
  • Hyundai Elantra Special Edition 2.0 2018
  • Hyundai Elantra GLS 2.0 2018

Hyundai Elantra 2018 – equipamentos

O Hyundai Elantra 2018 é comercializado no Brasil em três versões de acabamento diferentes. A mais básica é equipada de série com seis airbags, ar-condicionado, direção elétrica, vidros, travas e retrovisores elétricos, bancos revestidos em tecido, controle de cruzeiro, retrovisores com aquecimento, sistema multimídia, volante com comandos de áudio e sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis.

No Hyundai Elantra 2018 em versão Special Edition, o pacote adiciona faróis com luzes diurnas de LED, volante e alavanca de câmbio revestidos em couro, banco do motorista com ajustes elétricos e suporte lombar, sensor de chuva, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, câmera de ré, abertura do porta-malas por aproximação, bancos com revestimento em couro e sistema multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, navegador GPS, Mirror Link, conexão WiFi, Bluetooth, USB, Google Android Auto, Apple Car Play e destravamento das portas com partida do motor sem chave.

Na versão GLS, também conhecida como Top, o Hyundai Elantra 2018 oferece detector de ponto cego, ar-condicionado digital de duas zonas, modo de seleção de condução, faróis com lâmpadas de xenônio adaptativos, facho alto automático, retrovisores externos com rebatimento elétrico, controle eletrônico de estabilidade, painel Supervision com tela de 4,2 polegadas, assistente de partida em rampa, controle de tração, teto solar elétrico e airbag de joelho.

Hyundai Elantra 2018 – preços

  • Hyundai Elantra 2.0 – R$ 84.990
  • Hyundai Elantra Special Edition 2.0 – R$ 103.990
  • Hyundai Elantra GLS 2.0 – R$114.990

hyundai-new-elantra-2017-NA-7 Hyundai Elantra 2018: motor, fotos, detalhes, equipamentos, versões

Hyundai Elantra 2018 – motor

Para o Hyundai Elantra 2018 realmente competir de igual para igual com os novos sedãs médios lançados no mercado brasileiro, fica devendo em motorização. O 2.0 litros flex aspirado de quatro cilindros, que entrega 157 cavalos de potência com gasolina e 167 cv com etanol, a 6.200 rpm, tem torque máximo de 19,2 kgfm e 20,6 kgfm, respectivamente, a 4.700 rpm. O propulsor vem ainda com a transmissão automática Shiftronic de seis marchas.

Hyundai Elantra 2018 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final 

Hyundai Elantra 2.0 2018 – 10,5 segundos e 195 km/h

O Hyundai Elantra 2018 vem equipado com motor Nu 2.0 aspirado e com tecnologia Flex. Com 157 cv na gasolina e 167 cv no etanol, o sedã médio da marca coreana atende bem ao seu propósito, mas ainda fica devendo em resposta aos concorrentes equipados com motores turbo, que possuem ainda injeção direta de combustível. Sem tais itens, o modelo é apenas mediano.

Com boa resposta ao acelerador, o Nu 2.0 exige um pouco mais de pressão no pedal para ter respostas adequadas, mas ainda assim consegue não subir demais a rotação, sendo forçado desnecessariamente e mantendo um consumo adequado, onde faz 6,3 km/litro no etanol e 9,5 km/litro na gasolina, em circuito urbano. Na estrada, o Hyundai Elantra 2018 faz 9,1 km/litro no etanol e 13,4 km/litro na gasolina.

O motor não é barulhento e seu câmbio automático de seis marchas tem engates bem suaves e precisos, sem trancos ou vacilos. Até parece um câmbio de dupla embreagem, dada a pouca perda de giro nas mudanças de marcha. Bem mais equilibrado que o Creta, por exemplo, o Hyundai Elantra 2018 tem respostas e eficiência energética melhores, cumprindo razoavelmente bem em retomadas e acelerações.

O Hyundai Elantra 2018 é bem macio ao rodar, tendo ainda bom espaço interno e porta-malas apenas mediano, cabendo apenas 407 litros. A suspensão tem um bom ajuste, sendo mais firme que macia, mas não depõe contra o conjunto. De 0 a 100 km/h, o sedã precisa de 10,5 segundos e tem máxima de 195 km/h. Com bom nível de ruído e performance adequada, poderia ser melhor se tivesse turbo e injeção direta.

hyundai-new-elantra-2017-NA-3 Hyundai Elantra 2018: motor, fotos, detalhes, equipamentos, versões

Hyundai Elantra 2018 – consumo

Cidade 

Hyundai Elantra 2.0 2018 – 6,3 km/litro no etanol e 9,5 km/litro na gasolina

Estrada 

Hyundai Elantra 2.0 2018 – 9,1 km/litro no etanol e 13,4 km/litro na gasolina

Hyundai Elantra 2018 – manutenção e revisão

O custo total de revisões até 60.000 km de R$ 4.706 para o Hyundai Elantra 2018, o que é um pouco elevado, tendo-se em consideração que o valor é sem mão de obra na maioria das revisões, o que prejudica bastante os clientes, que tem que pesquisar e muitas vezes pagar mais caro, dependendo da loja.

Os serviços de pós-venda da Hyundai-CAOA alcançaram a primeira posição no ranking de satisfação dos clientes da JD Power, apesar desse enorme inconveniente, tendo passado a Toyota pela primeira vez desde que o levantamento é feito no Brasil.

A Hyundai substitui nas revisões óleo do motor, filtro de óleo, filtro de ar, filtro do ar-condicionado, filtro de combustível, anel de vedação do cárter, velas de ignição. Dependendo da revisão a ser feita (quilometragem), o tempo de serviço varia de 54 minutos a 72 minutos.

Um conceito de pós-venda mais sofisticado é o CAOA Hyundai Service Premium, que permite maior comodidade dos clientes na espera pela revisão ou outros serviços, sempre feito em 60 minutos, entre eles balanceamento, alinhamento, reparos de freio e troca de óleo. Outros serviços podem ser feitos, entre eles pintura, cristalização,  funilaria, higienização, entre outros. Com cinco anos de garantia, o Hyundai Elantra 2018 e os demais da marca tem cobertura 24 horas com assistência em todo o país.

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 2.0

10.000 km

R$ 359

20.000 km

R$ 722

30.000 km

R$ 785

40.000 km

R$ 1.117

50.000 km

R$ 738

60.000 km

R$ 985

Hyundai Elantra 2018 – ficha técnica

Motor

2.0 Nu

Tipo

Dianteiro transversal, Etanol e Gasolina

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm3

1999

Válvulas

12

Taxa de compressão

12,1:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 157 cv @ 6200 rpm / Etanol: 167 cv @ 6200

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 19,2 kgfm @ 4700 rpm / Etanol: 20,6 kgfm @ 4700 rpm

Transmissão

Tipo

Automática 6 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado / Disco

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 16 polegadas

Pneus

205/60 R16

Dimensões

Comprimento total (mm)

4570

Largura sem retrovisores (mm)

1800

Altura (mm)

1465

Distância entre os eixos (mm)

2700

Capacidades

Porta-malas (litros)

407

Tanque (litros)

56

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

520

Peso em ordem de marcha (kg)

1260

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,28

Hyundai Elantra 2018 – fotos

5.0

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend