Hatches Hyundai Lançamentos Sedãs

Hyundai HB20 ganha diversas novidades na linha 2015 e agora parte de R$ 35.760

hyundai-hb20s-1.0-2-700x466 Hyundai HB20 ganha diversas novidades na linha 2015 e agora parte de R$ 35.760

A Hyundai comunicou aos concessionários nesta semana a chegada da linha 2015 da família HB20, que inclui o hatch, o sedã HB20S e o pseudo-aventureiro HB20X. De acordo com o material que tivemos acesso, a linha de compactos recebeu novos equipamentos de série, opcionais, pequenos detalhes visuais em determinadas versões e a nova cor Azul Sky para todos os modelos da família HB. O preço inicial da gama é de R$ 35.760.



A começar pelos detalhes estéticos, o HB20X recebeu mudanças para se diferenciar do hatch convencional e do sedã. O modelo adotou uma nova grade frontal hexagonal com acabamento na cor preta, similar a grade da série especial Edição Copa do Mundo da Fifa.

No acabamento, a novidade fica por conta dos bancos de couro como opcional para as versões Premium com câmbio automático no valor de R$ 1.545. O acabamento dos bancos de couro é no padrão perfurado e traz linhas de costuras na cor cinza. Os bancos são acompanhados por painéis de porta dianteiros também em couro, volante de couro com linhas de costura na cor cinza e painel com acabamento na cor preta, ao invés de preto e cinza.

hyundai-hb20x-700x466 Hyundai HB20 ganha diversas novidades na linha 2015 e agora parte de R$ 35.760

Já nos equipamentos, a novidade é o blueAudio, uma evolução do sistema de som Audio Hyundai BHT, que deixa de ser produzido. Assim como o sistema antigo, ele traz rádio AM/FM, conexão Bluetooth com streaming de áudio, MP3 player, conexão USB e auxiliar e comandos de áudio e Bluetooth no volante.

Mas como diferencial, o blueAudio traz conexões USB e auxiliar dentro do porta-objetos no console (protegidas por uma tampa retrátil), sendo que no antigo elas ficavam no painel do rádio, ao lado dos botões do Bluetooth; compatibilidade com iPod e iPhone, com cabo Hyundai para iPhone 4S e anteriores; Bluetooth com acesso à agenda do celular por meio do novo botão P.BOOK no painel do rádio; e botão MUTE que agora também funciona como PAUSE.

Outro lançamento é a central multimídia com TV digital blueMediaTV como opcional para as versões Comfort Style 1.0, 1.6 manual e 1.6 automática do HB20 e do HB20S. As versões Style do HB20X continuam com a central multimídia blueNav como opcional. O sistema foi lançado em março na série especial Edição Copa do Mundo da Fifa e traz tela de 7 polegadas touchscreen, TV digital, Bluetooth com acesso à agenda e streaming de áudio, rádio AM/FM, conexões USB e auxiliar, compatibilidade com iPhone/iPod, comandos de áudio e Bluetooth no volante, reprodutor de músicas, fotos e vídeos e compatibilidade com câmera de ré (vendida separadamente como acessório). O preço do equipamento é de R$ 1.650.

Hyundai-HB20-Copa-do-Mundo-FIFA-2-700x466 Hyundai HB20 ganha diversas novidades na linha 2015 e agora parte de R$ 35.760

Há ainda tapetes de carpete para o HB20X. Por outro lado, a versão topo de linha Premium deixou de ser equipada com ganchos o assoalho do porta-malas, que serviam para fixar a rede de porta-malas (vendida separadamente como acessório). Os ganchos do top tether, que complementam o sistema Isofix, continuam como item de série nos três modelos.

Preços da linha 2015 do HB20:

HB20 1.0 Comfort manual Áudio Hyundai – R$ 35.760
HB20 1.0 Comfort Plus manual Áudio Hyundai – R$ 37.880
HB20 1.0 manual Comfort Plus blueRadio – R$ 38.690
HB20 1.0 manual Comfort Style blueAudio – R$ 41.440
HB20 1.0 manual Comfort Style blueMediaTV – R$ 43.090
HB20 1.0 manual Copa do Mundo – R$ 41.465
HB20 1.6 manual Comfort Plus blueAudio – R$ 43.940
HB20 1.6 automática Comfort Plus blueAudio – R$ 47.240
HB20 1.6 manual Comfort Style blueAudio – R$ 46.690
HB20 1.6 manual Comfort Style blueMediaTV – R$ 48.340
HB20 1.6 automático Comfort Style blueAudio – R$ 49.990
HB20 1.6 automático Comfort Style blueMediaTV – R$ 51.640
HB20 1.6 manual Copa do Mundo – R$ 46.945
HB20 1.6 automático Copa do Mundo – R$ 50.245
HB20 1.6 manual Premium blueAudio – R$ 49.590
HB20 1.6 manual Premium blueNav – R$ 51.575
HB20 1.6 automático blueAudio – R$ 52.890 (R$ 54.435 com bancos de couro)
HB20 1.6 automático blueNav – R$ 54.875

HB20S 2015:
HB20S 1.0 Comfort Plus manual blueAudio – R$ 41.565
HB20S 1.0 manual Comfort Style blueAudio – R$ 44.315
HB20S 1.0 manual Comfort Style blueMediaTV – R$ 45.965
HB20S 1.0 manual Copa do Mundo – R$ 44.330
HB20S 1.6 manual Comfort Plus blueAudio – R$ 46.800
HB20S 1.6 automática Comfort Plus blueAudio – R$ 50.100
HB20S 1.6 manual Comfort Style blueAudio – R$ 49.550
HB20S 1.6 manual Comfort Style blueMediaTV – R$ 51.200
HB20S 1.6 automático Comfort Style blueAudio – R$ 52.850
HB20S 1.6 automático Comfort Style blueMediaTV – R$ 54.500
HB20S 1.6 manual Copa do Mundo – R$ 49.810
HB20S 1.6 automático Copa do Mundo – R$ 53.110
HB20S 1.6 manual Premium blueAudio – R$ 52.450
HB20S 1.6 manual Premium blueNav – R$ 54.440
HB20S 1.6 automático Premium blueAudio – R$ 55.750 (R$ 57.295 com bancos de couro)
HB20S 1.6 automático Premium blueNav – R$ 57.740

HB20X:
HB20X 1.6 manual Style blueAudio – R$ 50.510
HB20X 1.6 manual Style blueNav – R$ 52.265
HB20X 1.6 automático Style blueAudio – R$ 53.810
HB20X 1.6 automático Style blueNav – R$ 55.565
HB20X 1.6 automático Premium blueAudio – R$ 56.390 (R$ 57.935 com bancos de couro)
HB20 1.6 automático Premium blueNav – R$ 58.140

Pinturas
Sólida (Preto Onix, Branco Polar e Vermelho Tropic) – R$ 0,00
Metálica (Prata Metal, Cinza Titanium e Azul Sky) – R$ 1.065
Perolizada (Azul Ocean e Marrom Clay) – R$ 1.265

Agradecimento ao leitor Gabriel pelas informações

  • Eduardo T. Küll

    “Novidades”, pode até ser, mas praticamente tudo perfumaria, que pode ser comprado em lojas de acessórios. Sobre a utilidade dos ganchos no porta-malas, para mim, é muito interessante, por conta da cadeira de rodas de minha mãe, mas de qualquer maneira, tirar alguma coisa, é um péssimo sinal.

    • Filipe Braga

      É o fim da picada! Me lembro como se fosse hoje quando os executivos da Hyundai afirmaram que o HB20 teria o mesmo nível de conforto e sofisticação do FIT, com o preço de Gol.

      Agora com os sucessivos aumentos, a coisa se inverteu completamente. Conforto e sofisticaçaõ de Gol, com preço de FIT !!

      • Paulo_T

        é sério que se eu quiser um HB20S 1.6 o mais barato é R$ 46.800?
        e ainda vende que nem água… pm!

        • Com o pacote de equipamentos que vem na versão Comfort Plus 1.6, que é a inicial, eu não considero caro ante seus concorrentes, mas caro como o mercado automotivo brasileiro em um todo.

        • consultor jhonatan

          HB20S 1.0 Comfort Plus manual blueAudio – R$ 41.565
          HB20S 1.0 manual Comfort Style blueAudio – R$ 44.315
          HB20S 1.0 manual Comfort Style blueMediaTV – R$ 45.965
          HB20S 1.0 manual Copa do Mundo – R$ 44.330
          HB20S 1.6 manual Comfort Plus blueAudio – R$ 46.800
          HB20S 1.6 automática Comfort Plus blueAudio – R$ 50.100
          HB20S 1.6 manual Comfort Style blueAudio – R$ 49.550
          HB20S 1.6 manual Comfort Style blueMediaTV – R$ 51.200
          HB20S 1.6 automático Comfort Style blueAudio – R$ 52.850
          HB20S 1.6 automático Comfort Style blueMediaTV – R$ 54.500
          HB20S 1.6 manual Copa do Mundo – R$ 49.810
          HB20S 1.6 automático Copa do Mundo – R$ 53.110
          HB20S 1.6 manual Premium blueAudio – R$ 52.450
          HB20S 1.6 manual Premium blueNav – R$ 54.440
          HB20S 1.6 automático Premium blueAudio – R$ 55.750 (R$ 57.295 com bancos de couro)
          HB20S 1.6 automático Premium blueNav – R$ 57.740

          • fabio

            Fiz teste em todos carros grand siena novo prisma etios voyage etc motorizaçao 1.6 todos esses outros carros quando voce coloca os opcionais que ja vem de fabrica no comfort plus 1.6 nos concorentes eles ficavão mais caros ! o unico que chega proximo ao hb20s e o prisma mais decidi fica com o hb20s nao me arrependo comfortavel designer inovador e outro detalhes os outros modelos como 1.6 do voyage 1,4 do grand siena e prisma sao fraco perto do motor do hb !

  • Victor Hugo

    60k Hb20x ??? Oi????

    • Rômulo M.

      Carro 1.0 partir de 35.760,00 É o fim dos tempos mesmo!!

      HB20X por 60mil e aquele acabamento porcaria. Tenho 3 amigos que compraram HB20 e todos se arrependeram.

      • th!nk.t4nk

        Eu me arrependi até de ter feito o test-drive. Foi passar no primeiro buraquinho e a suspensão dar uma pancada tão feia, que na hora deu vontade estacionar e ir embora!

        • Bruno Bayern

          cara…fiz teste drive em todos esses populares, pois estava querendo um para o dia a dia. O que eu mais gostei deles foi o hb20 (dentre: new march,sandero,etios,208,up), pois tem um desempenho bom e uma dirigibilidade boa, no entanto a suspensão peca mesmo

        • Junoba

          E quando nos vemos avaliações do carro, é só elogios. Mas quando nós vemos pessoalmente, é outra coisas.

        • Caio SP

          A final, a suspensão foi corrigida? Ou só encheram de perfumaria para esconder o problema?

      • _William

        É o fim do mundo mesmo, e não era o Celta que estava 33k? Só absurdos.

      • Bruno

        Sem contar que o carro é extremamente apertado. Acho que o celta tem mais espaço no banco traseiro do que o hb20…

      • Thiago Henrique

        Tenho um HB e não me arrependo da compra. Carro é extremamente confortável e confiável. Entretanto os preços realmente estão absurdos, como adquirir 6 meses após o lançamento não peguei essa onda de aumento.

        Obvio que tem seus defeitos, suspensão é seca atrás, espeço traseiro é pequeno e etc, mas ae vai da necessidade de cada um. Ninguém querendo espaço vai comprar um compacto de entrada.
        E se comparar o acabamento com outros carros dessa categoria, gol, palio, corsa, onix e outros, o HB é infinitamente superior, fora o motor 1.6 com 128cv…

        • afonso200

          confortavel amigo, vc nao andou em um camry, accord, ou azera, pra poder falar e saber o que é confortavel, esses carrinhos aee sao tudo pancada seca , se duvidar nem tem mola nem amortecedor ta lokoooo

          • Paulo Motta

            Os carros que vc citou não são compactos de entrada. Portanto não há como fazer comarativo. Na categoria de carros populares (ou de entrada) o HB está entre os mais confortáveis sim, se está qurendo mais espaço e conforto o Fit seria uma boa opção (mas não pode ser citado como comparativo pois não não é carro de entrada), mas entre o Fit e o HBX fico com o Fit pelo custo benefício (apesar de estarem em categorias diferentes).

          • Caio Brandão

            Afonso o cara tem um hb20, se for assim eu falaria pra ele ” Você nunca andou em um rolls royce e um bentley pra poder falar e saber o que é confortável” ele disse que o hb20 é o mais confortavel perante seus concorrentes ( gol, march etc…), e olha como você fala ” esses carrinhos ai ” , meu amigo, nem todo mundo tem dinheiro pra so ter carrão nao, nao fale besteira

    • Thiagusss

      os preços continuam subindo…até a hyundai encontrar o preço de corte, ou seja, quando o valor for tão alto e as vendas diminuírem, ele vão começar a reduzir bem aos poucos. Reduzindo a cada 100 reais…

      • ultimate_rr

        Ou….. correrão ao governo para pedir uma ajudinha as custas dos riquíssimos brasileiros.

        • Thiagusss

          isso, ameaçando demissões aos milhares…

          • Edson Fernandes

            E pedindo ajuda não para ajudar nas vendas, mas para dar mais credito!

            • Thiagusss

              Lamentável.
              e pensar em trocar de carro, na faixa dos 30k, o que fazer?!?! mto difícil.

              • Pacheco

                Compra usado… tudo surrado.
                Nunca vi tanto carro semi-novo muido… qualquer carro ja vem destruido. Tem carro 2012 q parece 1992.

                • Thiagusss

                  Pois é, estou nessa situação. Tem que ter paciência e não se afobar pra não comprar um carro que dê problemas por falta de manutenção adequada.

              • Edson Fernandes

                Te confesso que devido aos fatores que eu procuro, carros de até R$50000 estão bem ruins.

            • Pacheco

              Vender carro pra quem nao pode.

              • Edson Fernandes

                Mas para consumidores avidos por novidades… eles irão nem que seja por meses ter algo novo mesmo sem condições.

          • ultimate_rr

            País sem livre concorrência é assim. A última pérola determinante para esse cenário de Fundo do Poço foi a – praticamente – expulsão dos modelos importados em prol da proteção das BRBR. Deu nisso. E não me venham falar que “foi necessário e mimimimi”. Foi belíssimo e gigante FRACASSO esse plano. Fracasso.

            • Junoba

              Quando chega alguma coisa com um bom preço, eles falam que é uma porcaria. Então a Fiat continuara sendo a líder de mercado, e nunca teremos carros seguros e baratos, como no exterior.

      • Pacheco

        Reduz nada amigo… esse carro só nao vende mais e nao lança mais modelos pq a fabrica nao da conta dos pedidos. Ja era para estar produzindo o SUV aqui e não tem espaço

        • Thiagusss

          Os preços vão continuar subindo, gradativamente, até o ponto que as vendas “ameacem” retrair. Pode ser que não haja redução nas vendas, sim, mesmo que o hb201.0 custe 50k. Certo. Mas, hipoteticamente, caso isso ocorra, a hyundai diminui para 49.900,00 e tenta vender, SCC. Se colar, colou. Se não colar ela diminui para 49.800,00 EM UMA SUUUPER PROMOÇÃO, e os brasileiros ESPERTOS comprarão, afinal, diminuiu 200 reais.

      • Paulo Motta

        Mas é só pexinchar que eles baixam os preços, afinal as vendas não estão nada boas.

      • Carlos

        Bom. Já começou a queda de vendas. Quase todas as montadoras estão pedindo ajuda ao governo. A queda já chega em alguns modelos a mais de 10%.
        Vamos ver como o governo PTralha resolve, pois as montadoras pedem e eles ajudam. São quase 12 anos de aumentos. O Uno 12 anos custava USS 5500,00 ( cinco mil e quinhentos dolares), hoje, mais do dobro. R$ 28000,00 (USS 12000,00). Haja dinheiro para comprar uma carroça.
        Enquanto isso, os chilenos pagam menos da metade.

    • ultimate_rr

      É o Dodge Durango dos BR

      • Bruno Wendel Marcolino

        kkkkkkkkkkkkk pqp, fecha os comentarios ai modera, depois dessa quebrou a banca kkkk

        • ultimate_rr

          Na verdade me enganei. Pensei que o Durango fosse mais caro nos EUA, mas ele sai a partir de 29.995 (!!!). Sendo assim, podemos ficar felizes, já que o nosso HB20x corresponde a Mercedes ML nos EUA (a partir de 48.000) kkkkkkk =(

  • Fabio Marquez

    O céu é o limite para os preços do pequeno Hyundai, no lançamento este carro custava pouco mais de 30k, e agora o preço dele já subiu mais de 10%, não vi essa inflação no período.

    • Thiago_NCO

      Se fizermos as contas com mais precisão, veremos que o aumento passou 15%.

      • Fabio Marquez

        Inflação alta demais, mas não é ela que está mandando os preços para o alto e sim a margem de lucro das montadoras que tem que se manter alta mesmo com baixas vendas.

        • ultimate_rr

          Uma equação quase que exclusivamente brasileira.

    • Thiagusss

      os preços começavam em 31.995,

  • O_Hobbit

    Nossa que preços são esses?

    • Bruno Wendel Marcolino

      promoção de férias…

    • Guest

      E ela não é a única:

    • E a Hyundai não é a única… apenas pratica preços de mercado mesmo, ainda que absurdos. Todos os preços variam de acordo com os equipamentos adicionados ou a falta dos mesmos, como o caso de New Fiesta e Gran Siena não terem multimídia no configurador. Confira:

    • Desculpe ter colocado duas vezes o mesmo comentário. Quis excluir, mas virou comentado por “Guest” após o fato.
      @edsonfernandes:disqus, podes apagar o primeiro “E ela não é a única” pra mim?

      PS: Se possível, apague este também. :D

  • Antonio De Julio

    Loucura, loucura, loucura;;;

  • th!nk.t4nk

    Tem que ter muita coragem pra comprar HB20S e HB20X! São carros bem simplórios por um preço totalmente fora da realidade! Direção hidráulica antigona, isolamento acústico ruim, acabamento de carro popular, haja paixão pelo design pra encarar!

    • Marcelo Nascimento

      Olhando a primeira foto, que parece o básico, acho que já to ficando cansado desse desenho. Então, pra mim, nem pelo design…

      • _William

        Eu acho ele bem bonito ainda, mas o desenho já não cativa mais como antes.

    • _William

      O pessoal compra porque vê a Hyundai praticamente no mesmo nível da Audi, BMW… e adoram pagar de “rico”. Onde moro tem pelo menos 3 HB20 e 1 HB20S, e o comportamente de “sou o tal” é o mesmo em todos os donos, fazem uma pose….

      • ultimate_rr

        As patricinhas adoram desfilar seus HB20 pelos estacionamentos de academia. Me desculpe a franqueza.

      • duhehe

        Eu vejo Hyundai no mesmo nivel que Honda e Toyota.
        Longe de ser premium, apenas carros neutros e confiáveis.

        • João Martini

          Pois é, no mundo toda ela é conhecida pelo preço barato e boa oferta de equipamentos. Um i30 sempre será mais barato que um Focus, Azera sempre mais barato que um Passat.. Não aqui. A CAOA conseguiu transformar a fama de low budget em uma “marca premium”, e agora está colhendo os frutos.

          • Pois não é fato como um todo. Nos EUA, o Azera começa em US$ 31.000 e seu principal concorrente Ford Taurus começa em US$ 26.790 (veja aqui: https://www.hyundaiusa.com/azera/comparison.aspx e aqui http://www.ford.com/cars/taurus/). Aqui no Brasil, o Azera é mais barato que o Passat, em sua respectiva versão concorrente.

            Dos demais produtos, a diferença de preços é sempre pequena, em consonância com o número de equipamentos ofertados, tal qual ocorre com a linha HB20 e a linha Novo Fiesta.

            A Hyundai está longe de ser Premium, de fato, mas sim é uma generalista de boa qualidade, porém para acabar com o preconceito enraizado, a CAOA apelou com brilhantismo ao conceito Premium e na época em que os modelos mais recentes dela chegaram ao Brasil, de fato era superior em equipamentos a maioria dos Premium como BMW e MBB, custando relativamente menos ou igual, o que fez dela um sucesso. Hoje as marcas Premium se mexeram , atualizaram seus veículos e rechearam de equipamentos, e as generalistas como Ford subiram o nível de qualidade de seus carros (e rechearam também), tornando a Hyundai de certa forma mais uma marca neutra, que faz bem seus carros, como Honda e Toyota, porém sem ousar muito em tecnologia no Brasil (graças ao público em geral que tem medo de muita tecnologia), porém como ficou um certo estigma de Premium dos tempos de outrora, hoje as pessoas mais entendidas do ramo “caem matando” em cima da Hyundai.

      • Edson Fernandes

        Então quer dizer que quem tem um HB20 não pode ter visto alguma vantagem perante outros comapctos? Todos querem “pagar de premium”?

        Quer dizer que se eu analisar e considerar que achei o HB20 mais silencioso que um Gol, eu estou errado porque quero pagar de carro premium? (sabendo que ele não é)

        • Marcelo Amorim

          Eu credito o sucesso do HB20 por dois motivos:Pelo design acertado e pela mídia agressiva da Hyundai…de tanto os leigos verem as propagandas de i30,Elantra e Sonata com a voz daquele narrador dizendo que ganharam 500 premios e sao os melhores do mundo,isso com toda certeza pesou pra escolherem o carro.

          • Edson Fernandes

            Mas acredito que aquela impressão que o carro não foi montado nas coxas e que se não é melhor na construção não é o pior, também ajuda. Mas com certeza as propagandas enganosas ajudaram. Ficou a imagem delas.

            • A Hyundai não fez propaganda enganosa. De fato ela ganhou aqueles prêmios que nem eram tão importantes, todavia ela os fez parecer ser.

              A única atitude enganosa da Hyundai CAOA no Brasil foi ter anunciado o Veloster como um veículo com 140cv (que seria a versão GDi) e ter importado a versão básica com motor de até 128cv, tal qual Kia Soul, Cerato e o próprio HB20.

              A CAOA errou também ao importar a versão 1.6 do i30 inicialmente, assim como a versão intermediária do Elantra, com motor 1.8 e ter a vendido por preço superior ao da versão 2.0 completa (preço destoante em parte devido ao super IPI adotado na ocasião, sem Inovar Auto).

              No caso da linha HB20, a Hyundai HMB sempre foi muito justa nas suas propagandas, sequer empregando aquelas vozes de efeito e etc, apenas ressaltava os bons atributos de seu carro, tal qual toda marca o faz em seu comercial.

              • Edson Fernandes

                Fez sim.

                Vamos lá: “novo cambio multimarchas”, “motor renovado”, “motor GDi”, “i30 virá completo com direito a ESP e 6 air bags(dito para as reportagens e enganando consumidor qdo a versão chegou ao Brasil)”, entre outros exemplos forçados na propaganda como premios que ela não recebeu.

                Foi enganoso sim. Hoje com a Hyundai vendendo HB20 que de fato a coisa ficou melhor organizada. Mas antes disso, era um cenário tão forçado que apesar de chamar atenção, ficou sim na cabeça do consumidor diversos detalhes em que se destacou nos modelos.

                Mas eu digo que além disso, o sucesso da marca se deu por um mercado onde carros estavam estagnados e eles vieram de fato mais equipados, mesmo nas versões mais simples.

                • Na verdade propaganda enganosa seria se fizessem algum anúncio formal e/ou publicitário em TV, rádio e internet, afirmando possuir tais itens, mas isto não ocorreu. Eles afirmaram para a imprensa automotiva que deveria vir equipado de tal forma, porém na hora de importar, trouxeram versões inferiores. Foi enganoso com a imprensa (e com quem acreditou nela), mas não uma propaganda enganosa.

                  Concordo contigo que a CAOA fez absurdos ao insuflar, na mídia especializada, informações inverídicas, e para alguém que está buscando consolidar sua imagem, realmente mancha a credibilidade.

                  O consumidor não chegou a ser enganado, exceto no caso Veloster, onde até o site da montadora apresentava o erro de informar motor 1.6 GDi 140cv, quando o mesmo era equipado com motor 1.6 MPFi 128cv, aí sim houve lesão e engano ao consumidor. No restante, a comunicação do veículo ao consumidor era em consonância com o pacote oferecido, a época, superior a concorrência.

                  • Edson Fernandes

                    Esses: “novo cambio multimarchas”, “motor renovado”… para citar esses.. foram citados em comerciais. Fizeram de forma enganosa sim.

                    • Lembro que este foi o caso do i30 2011, considerado “completamente” renovado pela importadora, pois teve 50 itens aperfeiçoados. Considerando que, se a fabricante trocar uma peça do motor, ele já pode ser considerado “renovado” e aquele motor recebeu uma pequena atualização discreta que não mudou em nada seu comportamento, todavia, ele recebeu alguns seis componentes atualizados, o motor de fato foi renovado, ainda que não substancialmente, e pode ser considerado “novo”. O rádio recebeu nova tela com outra iluminação, de resto era o mesmo, ou seja, foi renovado ainda que não substancialmente e pode ser considerado “novo” (ainda que seja meio exagero). O câmbio recebeu pequena atualização sua configuração, gerando mudanças em seu comportamento, logo foi “renovado” (podendo ser considerado “novo”) e o nome “multimarchas” é puramente comercial, como se fosse uma marca, tal como Dualogic, logo, apesar de ter soado exagerado a afirmação de novo, não chegou a ser uma mentira de fato, mas sim exacerbação de características. A suspensão foi recalibrada, houve a troca do fornecedor de airbag, mudaram os ajustes do ESP, e o farol recebeu máscara negra, além de outros detalhes… ou seja foram diversos aperfeiçoamentos que podem ser considerados renovações e por isso podem se valer do estigma de “novo”, ainda que seja exagerado se valer desta premissa.

                      Concordo que é totalmente desnecessário se valer disto e que pode soar enganoso, todavia em todo anúncio contava em destaque que era apenas um aperfeiçoamento do que já tinha, logo a CAOA sequer chegou a enganar de fato, apenas exagerou demais.

                      Note como vinha a propaganda (inclusive postada aqui no NA):

                    • Edson Fernandes

                      Veja, se eu vou comprar um carroem que a fabricante me diz que é “novo” eu quero vislumbrar disso.

                      O motor, não teve mudanças a ponto de se denotar no uso dia a dia (isso porque eu já andei respectivamente em carros 2010 e 2011 desse modelo), mudar visual de tela não é novo, é reestilização.

                      Quando vc joga o termo “novo” temos que ter em mente que é algo do zero, algo feito a partir de outra configuração. Quando se aproveita o que já existe e apenas calibra / ajusta, isso não passa a ser novo… isso porque, o que era “velho” pode ficar “novo” já que em teoria eu poderia colocar em modelos anteriores. Isso citando esse exemplo.

                      A questão real é que o cambio no qual vc cita, simplesmente se valeu de uma nova programação para dar mais suavidade mas entregar boas respostas (que já eram boas anteriormente), o motor recalibrado, poderia e pode, ser feito nos modelos anteriores.

                      As grafias ou iluminação, podem receber por meio de luzes de LED para o novo. Ou seja, se reparar nada foi alterado, apenas seguido uma linha de estilo para combinar fatores que apenas foram renovados e não ficaram como novos.

                      Não a ponto de citar como se fosse algo realmente diferente daquilo que já existe.

                      Situações de dizer “novo” poderiam ser mais notadas no facelift do Azera por exemplo onde foram incluidas luzes de led entre outros detalhes que no anterior não existia, isso sim é novo.

                    • A diferença real entre “novo” e “renovado”, de fato, é tão subjetiva que sequer pode ser considerada de tanta diferença. Ao que entendo, se mudou algo, re-estilizou e etc, já pode ser considerado “novo”. Entendo que o que começa do “zero” é lançamento, sendo também algo “novo”, porém nem sempre o “novo” vem do “zero”, como o caso de novo Gol atual versus 2011, que basicamente é um facelift (composto de pequenas mudanças, algumas mais significativas), mas pode ser considerado “novo”.

                      Seria mais honesto não retratar pequenas mudanças como “novo”, mas sim somente como aperfeiçoamento, todavia não é errado retratar assim. Ao esclarecer que se tratava de aperfeiçoamentos, o comercial transparecia que não se trata de algo feito do “zero” ou “lançamento”, mas sim algo “novo”, porém feito do mesmo que já existia.

                      Sim, as mudanças não foram tão significativas, mas houveram.

                    • Edson Fernandes

                      Esse é o ponto! O que eu quero dizer é que temos que tomar cuidado, pois é o brasileiro tomando na cabeça por essas propagandas avassaladoras que podem colocar em risco o que foi dito de mudanças.

                      Eu acho super errado falar que algo é novo quando há pequenas mudanças. Isso mexe com a cabeça da pessoa, praticamente uma manipulação para parecer algo que o carro não é. E o pior no caso do i30: Nem precisava, ele já fazia muito sucesso e era best seller de vendas.

        • _William

          Somente denotei o comportamento de muitos dos donos, pelo comentário pareceu realmente uma generalização, mas não foi essa minha real intenção. E eu mesmo vejo ele com um carro superior a alguns concorrentes diretos, porém cobra muito por isso e acaba levando alguns de seus compradores a acharem seu carro o “melhor do mundo” e desfilarem por aí como se estivessem andando em um Audi, Bmw e afins. Mas eu frisei o comportamento de “sou o tal”, se você comprar um e agir normalmente sem querer ser mais do que ninguém por ter um Hyundai, não tem problema nenhum, você estará sendo uma pessoal normal.

        • Bruno Wendel Marcolino

          é, provavelmente no lançamento do gol g5 ele disse a mesma coisa, que gol era pra se pagar….vai entender.

        • Paulo Motta

          Edson, o HB 20 não é um carr premium, basta verificar que os preços estão no mesmo nível de carros de sua categoria, eu paguei menos em HB 20 do que pagaria num Onix.

      • Paulo Motta

        Olha eu tenho um HB20 e não me considero “o tal”, principalmente porque estou na mesma faixa de consumidores que os proprietários do Gol, Palio, Sandero, Onix, March e até do Etios.
        Esse tipo de comportamento deve ser o mesmo daqueles que vão todos os anos ao Guarujá se banharem nas praias sujas e se acham o máximo, eu poderia comprar um Onix por exemplo mas a Hyundai me ofereceu mais desconto que a GM, resumindo paguei menos no HB 20 (um carro “menos pelado” que o Onix).
        Outro detalhe, talvez financiaram em 60X com juros exorbitantes!!!!!!
        É o tipo de gentalha que nunca “comeu doce” e quando tem a oportunidade comem tanto que acabam passando mau!!!!

    • duhehe

      Eu tenho um HB20S 1.6 C Style Automatico, paguei 50k
      Estou totalmente satisfeito, não é barato, fato.
      Não acho o carro exatamente simplório, a concorrência oferece igual ou menos [ o carro no uso cotidiano agrada muito, em diversas caracteristicas.
      A direção hidraulica pode ser antiga, mas é mais leve que a do meu antigo tiida que era eletrica, discordo do isolamento e do acabamento, é melhor que muito carro nacional concorrente, não é nenhuma Classe C.
      Partindo do fato que qualquer porcaria 1.0 passa de R$ 30k, 50 não é um valor tão alto.

      O que fica devendo mesmo no HB20 é o sistema de som, qualidade sonora péssima.

      • Edson Fernandes

        Eu tbm considero caro, mas assim como vc disse não foi a impressoa que eu tive de ser barulhento, além do que o visual dos plasticos é superior a muitos modelos de entrada.

        E eu estou para dirigir o Onix automatico para ver qual deles é melhor “no entendimento” do motor e cambio.

        • Romualdo Vieira

          Te direi de cara que o HB20 vai ser melhor no quesito motor e câmbio e que o acabamento do Onix é melhor (tanto materiais como encaixes).

        • Bruno Bayern

          edson, fiz teste drive no ônix e dirijo um do meu amigo.Na boa, cara.ONIX é MT INFERIOR em td para o hb20 ou sou eu quem n gosta da chevrolet

        • Paulo Motta

          Se voce pexinchar vai acabar comprando um HB20, na realidade não vejo uma superioridade no quesito preço entre um e outro, mas o HB 20 é superior em alguns aspectos e no meu caso pequei um HB20 por oferecerem um desconto superior ao oferecido pela GM.

      • pauLo dias

        Tenho um HB20 Hatch 1.6 C Style Manual. O carro é muito silencioso e o motor (128cv) é bem forte. Pra mim é um carro muito melhor do que a concorrência (gol, onix, etc)

      • Felipe morais

        o hb20s não é nacional?

    • Junoba

      Mas eles são carros populares, ou você está achando que o HB20 é carro de luxo?

  • Thiago_NCO

    35k e 1.0 na mesma frase.
    Parei.

  • Macro

    O carro é bom mas é dose pagar mais de 50k por um carro que sequer tem ar condicionado digital de uma zona é simplesmente retardado. NF, 208 ou C3 são muito mais negócio pelo mesmo preço.

    Aliás é Impressionante como esses compactos estão adentrando, ou melhor, se equiparando ao preço dos “compactos premium” sem dó mesmo oferecendo muito muito menos. Coisa de doido heim.

    • João Martini

      A verdade é que a categoria Compacto Premium não deveria existir. Mas agora a coisa ta mais feia ainda, porque compactos normais estão com preço dos ditos compactos premium (toda vez que entro em um Fiesta, vejo o acabamento e lembro que chamam aquilo de premium, tenho vontade de rir).

      • ultimate_rr

        Compacto premium para mim é Lexus CT, BMW 135i, Audi A3…

        • Edson Fernandes

          Para mim isso é hatch médio premium. Compactos premium para mim é como o Mini por exemplo.

          • ultimate_rr

            Nos EUA e Europa hatchs são compactos (o que faz todo sentido) e os menores são Sub-compactos. Mas ao atravessar a fronteira eles são promovidos a médio, como ocorre com Civic, Corolla, Cruze…

            • Edson Fernandes

              Exato.

              A unica reportagem ainda que classifica no Brasil algo de diferente é de fato oBest Cars. Cita como hatches médios compactos, entre outros.

              Infelizmente aqui, caberia a categoria mini pois eu considero nossos compactos, um sub compacto.

          • Audi A1 também…

      • Edson Fernandes

        Mas perceba que esse é o problema.
        Pega as versões 1.5 do Fiesta e compara com o HB20 1.6…. pergunto: O que realmente diferencia um sobre o outro? Vão falar de plataforma mundial, com aço reforçado (que é uma verdade), mas ainda não existem testes no Brasil pelo Latin NCAP e ainda, o interior falando de acabamento é inferior ao HB20.

        E então, colocamos o consumidor final que não é ligado a questão de segurança e ainda, querendo espaço interno… o Fiesta além de considerarem caro, vão dizer que é pequeno de espaço interno.

        As pessoas julgam, mas são todos compactos e mesmo caros, são compactos.

        • Daniel

          Edson Fernandes, essa é fácil. DIRIGIBILIDADE! Se você já andou no Fiesta 1.5 ou 208 1.5, sabe que mesmo tendo menos motor que um HB 1.6, a tocada é incomparável. Comportamento dinâmico, acerto de chassí… Enfim, não existe comparação. Tenho um 208 1.6 manual. Olhei Fiesta, C3, Sonic e Punto. Mas sequer considerei a compra de um HB20 por já ter andado em um. Desculpe meu amigo, mas não dá para um autoentusiasta comparar o HB20 com o Fiesta novo.

          • João Martini

            A questão é que deveriam existir versões do new Fiesta com motor 1.0 a 31-32 mil. Não precisava do novo Ka. Se no mundo todo ele substituiu o Fiesta antigo, porque aqui ele subiu um degrau e precisa de um modelo novo pra entrar no lugar do antigo? Mesmo caso do 208, Polo, enfim.. Ridículo!

          • Edson Fernandes

            Só que conhecemos as diferenças. Estou dizendo o consumidor comum.

            Esse não se liga a esses detalhes…

            Tem gente que acha até hoje que esticar um motor até 5000rpm (ou mais) vai explodir o motor… imagina perceber a dirigibilidade. O cara vai notar coisas mais visiveis como espaço interno, potencia de motor, visual… (o Fiesta e os demais são fortes nesse aspecto) mas te digo com certeza, outros fatores irão se sobrepor ao fator dirigibilidade em que muita gente sequer vai perceber no uso diário.

        • Guilherme Batista

          Concordo com você Edson, estou querendo trocar de carro e por isso estou fazendo testes em vários, inclusive no HB20 e no New Fiesta. Uma curiosidade é que tenho mais de 1.80 de altura e nos bancos traseiros do Fiesta eu bato a cabeça no teto, tendo que ficar literalmente abaixado. No HB20 a minha cabeça encosta, mas não preciso ficar abaixado. Eu ainda prefiro o Fiesta por causa de segurança mas concordo que se for olhar o carro como um todo a diferença não é muito grande

          • Marcos Ribeiro

            Amigo, eu tb tenho mais de 1.80m (1.85m) e nos bancos traseiros nunca bati a cabeça no teto no meu N Fiesta Sedan. Será que o hatch tem essa medida inferior ao sedan?

            • Thiagusss

              sim, no Sedan há um pouco mais de espaço no teto. Mas com os bancos dianteiros ajustados para 1,85, o espaço para as pernas no banco traseiro é vergonhoso.

          • Mas a segurança completa do Novo Fiesta só existe na versão Titanium, nas demais, apenas o ESP e TCS o difere de seu concorrente HB20.

            Quanto a dirigibilidade, cada um deles agrada seu determinado tipo de público. Eu me agradei mais com o HB20S do que com o Novo Fiesta Sedan. Na hora de comprar pontuei custos de revisão, manutenção e peças, e acabei adquirindo o Hyundai por ser bem mais em conta que o Novo Fiesta em longo prazo, ter boa dirigibilidade que me agradou e ter os itens que julgo de primeira necessidade e alguns agrados. Se o HB20 tivesse ESP e TCS, assim como a versão Premium fosse devidamente recheada com mais airbags, não teria pra ninguém, porém o público que tem medo de “marca nova” (vinte poucos anos de Hyundai no Brasil, contra os muitos anos de Ford e VW), não tem confiança em adquirir um carro com tantos itens tecnológicos, tanto que neste mesmo fator se apoia a Toyota e a Honda, e ambas possuem elevado índice de confiabilidade no mercado e estão vendendo bem, o que nos faz perceber que a estratégia da Hyundai foi acertada, pois vende tudo que produz e tem um excelente valor de revenda nas linhas nacionais.

            • Guilherme Batista

              ESP TCS, Hill Holder e 7 Air Bags não é um mero “apenas” jamais. Esses itens representam muita coisa viu. Quanto a questão da manutenção é relativo, pois a revisão é mais barato mas as peças e mão de obra fora dela não é, ainda mais em concessionária. A vantagem do HB20 fica no espaço interno e revenda.

              • Não afirmei que ESP, TCS, Hill Holder e AB7 seriam algo a menos, porém com todos estes itens, apenas o Novo Fiesta Titanium é configurado, saindo por quase R$ 70.000 atualmente. O SE, versão equivalente ao HB20S Premium, possui apenas AB2, ESP e TCS (não encontrei o Hill Holder na lista, na época que fui adquirir o meu carro).

                Quanto a questão de peças, não é relativo, pois se as manutenções forem feitas fora da concessionária, você perde a garantia, assim como as mesmas não aceitam colocar peças adquiridas fora delas, além de que não se encontram peças com facilidade tanto do Novo Fiesta, quanto do HB20 fora de suas redes credenciadas, justamente para estimular os clientes a manterem os cuidados com o carro dentro da concessionária.

                Logo, analisando por esses fatos, a vantagem do HB20 é tanto pela revenda, espaço interno (nem tanto), custos de manutenção e revisão obrigatória (bem menores mesmo), e garantia estendida (5 anos contra 3 do Novo Fiesta). Vale lembrar que a cesta de peças do Novo Fiesta na concessionária é até duas vezes (em algumas partes 2,5 vezes) mais cara que a do HB20, confirme a Quatro Rodas apurou e assim como eu pude apurar pessoalmente ao analisar ambos os carros nas concessionárias. O valor da mão de obra de ambas é por hora (ou fração de hora), e seguem valores de mercado, conforme tabela Fenabrave para concessionários.

                • Guilherme Batista

                  Eu falei Hill Holder mas na verdade é assistente de partida em rampa. Agora não sei onde está comprando este Fiesta de 70 mil, mas em BH o Titanium manual a 55 mil e o automático 58, aqui o HB20 ta vendendo bastante então o estão cobrando ágio e a versão autmoatica 1.6 passa dos 56 mil.
                  Quanto as manutenções, não sei que fiesta falta peça, ja que o motor é o mesmo do Focus, talvez seja questão de cidade.

                  Revisão fora de concessionaria não perde garantia, isso é venda casada e proibida por lei. Você só perde garantia se não fizer a troca e/ou revisão dos componentes especificados no manual, não importando onde esta revisão é feita.

                  A grande vantagem das revisões do HB20 é que são feitas a cada 10 mil Km ou 12 meses e no caso da ford, cai pra 6 meses, o que é um absurdo mesmo.

                  A mão de obra na Hyundai pelo menos em Belo Horizonte e em algumas concessionarias de São Paulo e Rio não seguem tabela não, mas esse problema também é encontrado na Ford.

                  Enfim cada carro tem suas vantagens, ainda continuo preferindo o Fiesta porque protege mais a vida dos ocupantes.

                  • Por tabela, o New Fiesta Hatch Titanium Powershift sem multimídia custa R$ 59.590 e com o multimídia R$ 62.040, ambos sem pintura metálica, e com pintura metálica R$ 60.860 e R$ 63.410, já a versão Sedan sem multimídia custa R$ 63.290 e com o multimídia R$ 65.840, sem pintura metálica, acrecentando ela, fica por R$ 64.560 e R$ 67.510 respectivamente, tudo isso sem o emplacamento e sem documentação. Pior são as concessionárias que além destes valores, cobram frete de R$ 2.000, como forma de embutir ágio, fazendo com que a versão do New Fiesta Sedan Titanium Powershift chegue a R$ 69.510, com “desconto” por R$ 69.000, ou seja, quase R$ 70.000 sem emplacamento, ao optar pela cor metálica e multimídia de fábrica. Na época que orcei, o New Fiesta Titanium com tudo isso chegava a R$ 66.500 (sem documentação) e o SE estava com ágio, batendo R$ 57.000 sem multimídia, sem emplacamento e etc, quando a tabela era R$ 54.540. E não tinha negociação, pois o carro estava vendendo muito, segundo as duas concessionárias que fui.

                    Pelos preços de sedan médio do New Fiesta Titanium, o descartei (uma vez que não queria Sedan Médio, nem pagar o mesmo valor de um, ainda que não fosse impecílho), e cotei o NF SE Powershift, mas mesmo optando pela cor branca, orçando com multimídia, emplacamento (toda documentação), tapeçaria e película, me foi ofertado por R$ 60.000 na concessionária Ford, enquanto na Hyundai levei o HB20S Premium na mesma cor branca, multimídia Premium com GPS, TV digital, rádio, câmera de ré, DVD, audio e vídeo, e conectividade com redes sociais, tapetes de veludo, emplacamento (incluindo documentação completa), película, kit mãos livres (apoio de braço) e bancos em couro (que no final, não quis) por R$ 57.000. Foi uma boa diferença, além de poder contar com a assistência Hyundai por um valor bem menor do que pagaria pela assistência da Ford.

                    Quanto a parte das revisões, sob o ponto de vista legal, sabemos que não obrigatoriamente deve ser feita na concessionária, todavia, a lei ordena garantia de apenas 90 dias, sendo o restante condicionado a contrato com a montadora no momento da compra e nos termos estão descrito que deverão ser feitas na concessionária e/ou oficina autorizada da marca para manutenção do período estendido de garantia. Pode ser até possível reverter isto na justiça, mas demanda perda de tempo e muita incomodação, e como compro carro pra não me incomodar, sou assíduo usuário da concessionária, afinal se nem ela muitas vezes saberia cuidar direito do meu carro, quanto mais algum “não especializado” na marca. A maioria das pessoas compram carro hoje da mesma forma que eu compro, ou seja, não querem se incomodar, e ainda sim muitas vezes se incomodam. Felizmente eu tenho sido bem tratado pelos representantes das marcas que sou ou fui consumidor (Renault, Nissan e Hyundai).

      • Alessandro Lagoeiro

        Como você chamaria? E tem certeza que eles não deveriam existir, ou o “nível” abaixo deles e eles sofrerem redução de preço?

        • João Martini

          Eu disse que a categoria não deveria existir, não os modelos.
          É simples, só manter a ordem (lógica) que é usada na Europa. Tem o Fiesta. Se vai lançar o Novo Fiesta, faça a substituição do antigo pelo novo em vez de manter o antigo e subir o novo de categoria.. É simples.

    • duhehe

      O Hb20 esta nadando sozinho na lacuna de mercado que atua.
      Quando fui comprar vi de tudo.
      208, C3 automaticos custam R$ 55k ou mais e tem aqueles problemas dos franceses
      NF SE Powershift passa de R$ 56.
      HB20 tinha por 48, 49 … é uma diferença muito significativa.
      Muita gente tem o carro, para todos que perguntei, escutei pelo menos 10 min de elogios.

      • Raphael

        o que seria exatamente “aqueles problemas dos franceses”?!??!

        • duhehe

          Já tive 3 Peugeot ( 206, 207 e 307) 2 deles tive algumas questões bobas, mas que custaram caro para consertar e me deram bastante dor de cabeça.
          Citroen não vejo tanta graça e ainda compartilha as questões com a peugeot.
          Somado a isso ha o fato de cada dia estar vendendo menos e menos e varias autorizadas já terem fechado as portas.
          Se o pós venda já era complicado com varias concessionarias, com menos vai ser ainda pior.

    • _William

      Falando em C3, ontem vi um todo camuflado aqui em Sp. Somente as lanternas traseiras, faróis dianteiros (tinha led nas milhas) e parte da lataria lateral estavam expostas.. tava presa no trânsito, mas eu estava de bike e sem celular pra tirar foto… vêm coisa nova por aí.

  • Bruno Silva

    Dirijo com certa freqüência um HB20 Premium Aut. Confesso que gostei bastante do carrinho, principalmente por ter (ou tido) contato com outros populares como Sandero, Fiesta, Voyage, Ka, 207… Enfim, só peca na suspensão e no preço. Acho que por 35mil o 1.0 com ar, direção e som (airbag e ABS obrigatórios), está de bom tamanho. Se tivesse essa versão com o 1.6 por 38k iria vender mais ainda..

    • João Martini

      O problema é que essa versão já existiu..

    • E o HB20 de 35 mil está vindo com tudo isto. E o automático 1.6 começa em R$ 46.675, o que faz dele um carro interessante no segmento, também com o kit básico de conforto. Ele fica caro nas versões topo de linha, mas ainda sim é na média do segmento, a exemplo de HB20 Premium Automático 1.6 R$ 52.325, contra Novo Fiesta SE Automatizado DP Powershift 1.6 por R$ 53.490, inclusive quando ambos são equipados com multimídia completo (GPS, câmera de ré e TV) custam mais R$ 2.550 além do preço normal, com a diferença do Novo Fiesta possuir a mais o ESP e o TCS, justificando seus R$ 1.165 a mais que o Hyundai nesta versão. Todavia, o custo para manter o Novo Fiesta, com suas revisões a cada seis meses, chega a ser duas vezes maior em dois anos do que o custo para manter o HB20 nesse mesmo período, pesando contra o Novo Fiesta também, a garantia menor (3 contra 5 anos do Hyundai) e o preço das peças de reposição até 2 vezes mais cara que as do HB20.

      Nos atributos de motor, ambos são modernos e de força similar, levando vantagem o Novo Fiesta pela tocada levemente mais esportiva e sensivelmente no consumo devido ao câmbio automatizado versus câmbio automático de verdade (diferença de consumo pouco expressiva), diferenças que praticamente desaparecem na versão manual de ambos. Ambos possuem o mesmo tipo de acabamento, com plásticos em predominância em toda cabine, felizmente bem montados em ambos e o design de ambos é bem acertado, cada um agradando seu respectivo público.

      No geral, se a pessoa pode desembolsar bem mais pra manter o carro, e prefere um pouco mais de segurança ao conduzir o veículo, leva o New Fiesta, porém se a pessoa preza pelo conforto, mas equalizado com economia em manter o veículo (revisões, manutenções e peças), longa garantia e assistência sem grandes custos, opta pelo HB20. Ambos são os melhores carros do segmento de compactos e ambos encontraram seus públicos, com certa vantagem em vendas para o Hyundai, seja por ter a versão 1.0, quanto por não vender mais devido esgotar sua capacidade fabril mensalmente, enquanto o Novo Fiesta ainda divide número no balanço mensal com a versão Rocam, antiga e em fim de carreira.

  • Tosca16

    Eu compro um Geely EC7 por 50 pilas mas não dou 50 mil num HB20 … sério, nesta categoria já acho absurdo passar dos 45 mil que dirá comprar por quase 60 mil o sedã .

    • Rafael_Rec

      Boa sorte com xing-ling, você vai precisar.

      • Tosca16

        sério, se for olhar defeitos e até mesmo recall algumas marcas tradicionais estão se superando … é aquela Rafael , eu citei o Geely por que das chinesas é a que menos tem revenda, então disse que compro um chinês sem assistência no país praticamente mas não dou 60 mil naquela porcaria da Hyundai … ao menos o chinês é de uma categoria acima , sedã médio …

        • Rafael_Rec

          Entendo seu ponto de vista. Mas será que quem paga pelo HB20 top realmente tem a necessidade de um sedâ médio? No meu caso seria muito mais interessante um compacto top que um médio intermediário, uma vez que não tenho filhos e poderia pegar um carro muito mais completo de um categoria abaixo.

          Não podemos negar que existem opções melhores ou equivalentes ao HB20 no seu segmento, mas o problema é que elas custam o mesmo ou até mais.

          • Tosca16

            eu falei que acho um compacto mesmo que top absurdo nestes preços, e disse que prefiro um sedã médio nesta faixa, aliás eu creio que mesmo caro o Geely ainda é aceitável na faixa cobrada de preços por ser uma categoria acima do HB20; não disse que trocaria um compacto por um médio, nem que concorrem um com o outro… só acho que os compactos não tem preço de compactos , por 60 mil eu não compro um compacto.

            • Quanto aos preços, realmente o segmento de compactos chegou a valores estratosféricos, porém discordo em considerar o HB20 uma “porcaria”, pois está entre os melhores do segmento a que pertence.

              • Tosca16

                no nosso mercado ele é mediano para bom só que com preços absurdos ao meu ver… entretanto algumas versões ainda são interessantes; eu particularmente não gosto do modelo mas também não há rivais assim que eu diga que são melhores .

    • ObservadorCWB

      Será mesmo ? Acho que foi frase de efeito. Se não foi……

    • Anderson Lemos

      Ai o que você economizaria na compra perderia em dobro na venda! um EC7 com 2 anos de uso, dando de entrada numa concessionária, deve valer menos da metade do valor de compra. 50 mil num HB20 é estupidez, num Geely é raiva mesmo rsrsrs…

      • Tosca16

        eu falei como está abaixo escrito por mim mesmo; comparação é feita em extremos , disse um chinês qualquer e foquei na marca digamos de menor assistência só para dá uma alfinetada, mesmo que eu goste na verdade do modelo EC7.

  • Vinícius

    Adorei esses preços. São excelentes! O carro tem varios equipamentos, só nao tem um tecido nas portas e mais algumas coisinhas como ESP, piloto automatico, etc… Mas agora saindo do modo ironico, onde esse mundo esta? Com um carrinho de 25k por 60k.

    • ObservadorCWB

      Dá para comprar um V6 da mesma marca ainda com garantia até 2016…

  • Zigeunerweisen

    Daqui a pouco o HB20S estará disputando no segmento do Ford Fusion.

    • O New Fiesta Sedan e o Sonic Sedan chegam lá antes, afinal custam mais que o HB20 e no caso do Ford oferece apenas a mais o TCS e o ESP na versão concorrente SE Powershift, enquanto o Sonic apenas o câmbio AT6 ao invés do AT4. Já a versão Titanium do New Fiesta chega a quase 70.000, já quase brigando com os preços de Sentra e Civic de entrada.

  • Tiago Lima

    Com tanto aumento, daqui a pouco comprar carro vai virar investimento…

  • Rodrigo Schiavo

    Considero um absurdo esses preços, as empresas estão levando carros 1.0 a 40 mil reais sem grandes coisas.

    Valores aceitáveis:
    GM: Celta(um novo modelo por favor), Onix 31 a 40.000 e Sonic de 41.000 +
    VW: Up! 25 a 30.000, Gol de 31 a 37.000 e Fox(reestilizado) 38.000 +
    Ford: Ka de 25 a 35.000 (nova plataforma) e New Fiesta de 35.000 +
    Fiat: Uno 25.000 a 30.000, Palio (só a nova plataforma) 31 a 40.000 e Punto (totalmente novo) 41.000 +

    E isso deveria acontecer com todas as marcas, vamos voltar a realidade e nós consumidores, vamos diminuir a compra, que isso vai mudar!!!!

    • Lucas Lima

      Parecem valores mais razoáveis e naturais estes que você citou. Eu até cogitaria comprar um carro 0 km destes segmentos.
      No entanto, a única mudança que redundará em mudanças profundas no preço, mas também no respeito ao brasileiro quanto à segurança, nível de acabamento e nivelamento de qualidade e equipamentos com os carros vendidos fora seria uma mudança radical na mentalidade de consumo. Não adiantaria de nada todos não comprarem, deixarem o segmento em crise, para tão logo quando os preços abaixarem, correrem para o mercado e comprar, inflacionando tudo outra vez.
      O brasileiro parece ainda muito ávido por qualquer coisa que desponte sofisticação e status, e assim compra quinquilharias a preço de ouro.

      • Edson Fernandes

        A solução para isso é simples: Escolher o melhor produto quew atende a sua necessiade. E sabemos bem que o brasileiro não necessariamente faz isso…

    • Fanjos

      Agora só quando aparecer um presidente doido que goste de carros, estamos voltando aos tempos da era Pré Collor que só rico comprava carro zero

  • Bruno

    Haha, 60k num HB20? Há 2 anos dava pra pegar um i30 at com teto… onde vamos parar???

    • _William

      Onde o consumidor bobo e que aceita qualquer coisa nos levar, infelizmente.

    • JCosta

      Não se preocupe, brasileiro é rico…

      • Gustavo73

        Acabo de descobrir que não sou brasileiro… rsrsrs

  • Bernardo Figueiredo

    O HB20 compensa até a versão comfort Plus mecanica ou auto. Depois disso nao vira não.

    • Edson Fernandes

      Sei não viu… tem muitos detalhes que passam batidos mas que fazem diferença. Eu acho inaceitavel não ofertar farol de neblina nessa versão por exemplo.

  • Evandro

    quase de graça, tem que aproveitar e comprar uns 3….rsssssss

    • Uber

      Corram antes que acabem!
      xD

  • Rodolpho Lopes

    E a versão topo de linha do HB20 que já custou R$48.000,00, não sei onde nosso mercado irá parar dessa forma.

    • Isso nunca aconteceu de fato. A Premium sempre passou dos R$ 50.000 na comercialização.

      • Rodolpho Lopes

        Cara ele custava 48k sim
        http://www.youtube.com/watch?v=T4XJrHWTk2Q
        ;)

        • Isto era o que foi estimado inicialmente, em setembro de 2012, onde era esperado R$ 47.995 sem o BlueNav e sem frete (incluso atualmente), porém ele foi lançado na tabela por R$ 48.495 e comercializado pelas concessionárias por R$ 50.495, no modelo 2012/13. Mal chegou o modelo 13/13, ele já tabelou em R$ 49.795, e o preço de comercialização continuou ultrapassando R$ 50.000, até que a Hyundai elevou o preço na linha 13/14 (em maio de 2013) e obrigou os concessionários a seguir a tabela a risca, sem descontos ou acréscimos, tabelando o modelo em R$ 50.095, ou seja, fatidicamente, o HB20 Premium Automático não chegou a ser comercializado por menos de R$ 50.000. Vale lembrar que a versão equivalente a antiga topo de linha ainda permanece em nosso mercado, e é comercializada por R$ 52.890, valor de acréscimo correspondente a inflação do período (acumulado superior a 10%, entre outubro de 2012 até agosto de 2014).

  • Bikudin

    Sobe mais o preço q tá barato!!!

  • Tosoobservando

    Agora sim a Hyundai esta equiparando os preços, nao dava pra ter Elantra a 90 mil, I30 por 75 e este ae por 30. Tudo vai subir pq é a nova politica de preços premium da marca. O proximo a subir é o Hyundai Azera que devem achar barato ja que os concorrentes (que nao sao diretos na vdd) estao tudo na faixa dos 150 ne.

    • HugoL

      É diferente, o azera é importado pela CAOA, e não está vendendo bem para ter um aumento, o fusion vende quase 10 vezea mais.

      • ObservadorCWB

        O coreano possui algum benefício do IPI ? O Fusion tem…mas que saiba o Azera tem 55% só de IPI. (25% antes do Mantega + 30 pontos de super IPI resultando em 55%). Daí a diferença de preços. Convém lembrar também que o Brasil é ridículo nas leis. Carros são colocados em tabela levando em conta CC. O Fusion paga menos imposto por ser 2.0 litros…. o coreano paga bemmais por ser 3.0. Acho que os números de consumo é que deveriam balizar este imposto.

        • HugoL

          Esse super protecionismo do governo é ridículo, não havia necessidade desse super ipi, pois já havia um imposto de importação que protegia o mercado, o resultado todos estão vendo, carro 1.0 já ultrapassando a casa dos 40 mil, vendas caindo (menos o hb20), e o povo endividado com seus carnes que mais parece um vade mecum.

        • Gustavo73

          O Fusion deveria ser mais barato. Mas como nenhum concorrente consegue competir wm preços a Ford deita e rola. Mas o IPI majorado ele divide, já que a cota é de 4800 carros ano. E O Fusion junto com o New Fiesta sedan vendem bem mais que isso.

      • Tosoobservando

        Mas o Azera nao é concorrente direto nem do Fusion nem de todos que colocam ele como concorrente aqui. Pode-se dizer que ele continua “barato”. Nos Eua custa 31 mil dolares.

      • Tosoobservando

        O concorrente direto do Fusion da Hyundai é o Sonata, nao Azera.

  • Careca

    É bonito ( para maioria ) por isso vendeu bem, brasileiro quer “status” mesmo que isso custe as cuecas, e um “motorzinho de dentistas” montadoras sabem disso…

  • m_Ferrari

    Tá barato!! Vou ficar com 2 HB20X pintura perolizada a R$60,000,00 cada. Um pra usar imediatamente e outro pra aproveitar o preço, deixo guardado e uso quando o primeiro acabar.

  • GUGASP

    As belas rodas da versão copa do mundo deveriam continuar.
    Quanto aos preços, tudo muito caro, a exemplo dos demais modelos do nosso inflacionado mercado nacional…

  • Magnosama

    putamerda, tá MUITO caro.
    sou fã desse carrinho, mas é incrível que esteja vendendo tanto com estes preços absurdos.
    Um tanto assustador, imaginando que os valores desses carros de entrada jogam o preços lá pra cima dos carros maiores. =(

  • frangocomkiabo

    Agora me digam, tenho um corolla modelo antigo. Agora minha esposa vai precisar de um carro. queremos um compacto, para caber na garagem, que tenha um baixo consumo e que seja seguro para minha esposa e minha bebê e que custe até 35k, que corro eu compro?? não tem escapatória….o preço de carro no Brasil é um tapa na cara, isto é fato!!mas nesta situação, oq vou fazer??

    • Diggo

      Eu iria de March.

      • Gustavo73

        O problema do March é a mala. São 265 litros.

        • Edson Fernandes

          Para uma mulher carregar seu filho sem mais nada? O March dá e sobra….

          • Gustavo73

            Realmente deve dar. Mas será que o carrinho vai caber no porta-malas?

            • Edson Fernandes

              Nem que seja através de rebatimento dos bancos traseiros…rs

              Mas hoje já existem cadeiras que dão maior flexibilidade para caber em compactos. No meu C3 de 305 litros eu já coloquei até uma grandinha (ocupou todo o porta malas) mas coube.

      • Pimentel

        O March é uma boa opção, mas, salvo engano, não tem isofix e nem foi testado pelo Latin Ncap, por isso, ainda iria de Up!.

        • Diggo

          Pior foi testado sim, inclusive deu um monte de crítica porque o europeu ganhou nota máximo e o daqui só duas.
          O up! é uma boa opção realmente, sem falar que tem automatizado.

          • O Novo March não foi testado ainda, e agora é fabricado aqui, logo não se sabe como sairá no crash-test.

            • Diggo

              É só uma reestilização, duvido que mude alguma coisa no teste.

              • Discordo, pois o modelo europeu, idêntico ao mexicano. tinha 4 estrelas no Euro N-Cap e a Nissan informou a imprensa que fez reforços estruturais no modelo nacional para garantir maior segurança. Espero que ela não tenha mentido neste ponto e o carro atinja ao menos o coeficiente obtido na Europa, haja vista ser possível com o modelo em questão se obter maior segurança.

    • ultimate_rr

      Na minha opinião, nada melhor que um VW Up. Seguro, moderno e econômico. Fiz o teste-drive no carrinho e ele me surpreendeu.

      • Fanjos

        Vai ficar apertado a situação, cadeirinha de bebe, mais carrinho para carregar a criança mais tralhas que tem que levar, o Up é inviável para família.
        Acho que o Sandero novo seja uma boa pedida

        • ultimate_rr

          Acho que, se o carrinho de bebê couber no porta-malas, o Up é uma pedida bem melhor. Sandero é grandalhão para o motor 1.0, logo, se quiser um desempenho que não seja tartarugável, terá que investir no 1.6 que já não é tão econômico e barato. Mas, enfim, existem muitas outras opções. Recomendo Up ou, realmente, Sandero.

          • Edson Fernandes

            Sem contar o consumo maior devido ao que o Sandero oferece.

        • Gustavo73

          Se for só pra ela e o bebê o up pode ser interessante. O porta-malas tem 285L. Agora se for um carro urbano pra família. O Sandero tem mais espaço. Agora o up tem isofix, acho imprescindível para quem tem filhos pequenos.

          • Fanjos

            Sera que o Sandero, modelo novo, em pleno 2014 não vem com Isofix?
            Seria meio que uma vergonha…apesar que montadora de veiculo no Brasil não tem nenhuma vergonha na cara.

            • Gustavo73

              Na minha opinião deveria ter. Qualquer lançamento ou atualização. Mas não li nada sobre, no caso do Sandero. Me surpreendi ao descobrir que só agora o Fit tem tal item. Que não requer nada de mais em tecnologia. Mas se não me engano os compactos no Brasil com isofix são. Up, Hb20, 500 e New Fiesta(o Picanto eu acho que tem) . O Novo Ka também deve ter, já que utiliza a mesma plataforma do Fiesta. Para quem tem filhos pequenos acho fundamental. Pelo que andei lendo não é nada do outro mundo o isofix. São pontos de ancorajem da cadeirinha que são soldados a plataforma do carro. Então a única necessidade é que o projeto preveja tal item. Até o Inmetro já regulamentou as cadeiras com o sistema. E na minha opinião mesmo que não tivesse feito eu importaria dos EUA ou Europa.

          • Pimentel

            Se for um carro para a família com apenas um filho pequeno ainda considero o Up! melhor opção, pois o objetivo não será levar um time de basquete no banco traseiro, apenas uma cadeirinha com um filho pequeno. O porta-malas está na média da categoria dos hatches compactos, só mesmo o Sandero que é um tiro fora da curva, mas, se o porta-malas dos outros não atendessem, só veríamos Sanderos na rua.

        • Pimentel

          Se o carrinho de bebê couber nos 285l do porta-malas, então está ótimo. Nenhum hatch compacto tem porta-malas grande, só mesmo o Sandero que tem 320l. O Up! é mais silencioso, mais seguro, tem isofix, é mais econômico e tem desempenho melhor que o Sandero.

          Pra completar o pacote, é mais prático para o dia a dia, sendo mais fácil de estacionar, devido ao tamanho menor. Uma mulher com filho pequeno estará bem atendida. O brasileiro precisa perder a mania de comprar por m².

      • Rogerio

        Nem luz de cortesia para os passageiros no banco de tras tem, sem contar aquela maravilha de banco de brasilia.

        • Alessandro Lagoeiro

          De fato, não ter luz para o passageiro de trás é algo que me faria desistir de um carro. Aliás, banco de Brasília, com a mesma largura do banco do HB20, carro desse post.
          Mas podemos falar também dos bancos de Maybach de Ônix, Sandero, Logan, Classic..

          • Edson Fernandes

            E realmente… porque todo compacto de entrada tem luz para os passageiros no banco de trás principalmente nas versões mais baratas.

        • Pimentel

          Realmente, a ausência de luz de cortesia é um defeito IMPERDOÁVEL e que não ocorre nos concorrentes. O banco de brasília, sob uma outra ótica, poderia ser chamado de banco de Mercedes Classe A, já que a mesma também utiliza banco com encosto de cabeça integrado. Aliás, queria a Brasília ter bancos confortáveis como o Up!.

    • Sam86

      Eu esperaria o New Ka.

      • Carlos Ferreira de Araújo

        E encarar o absurdo das revisões da Ford? 3 anos de garantia da Ford pagam os 5 anos da Hyundai e ainda sobra grana. Isso sem falar que são 3 contra 5.
        Eu ao menos coloco o fator revisão e revenda na ponta do lápis na hora de uma compra. Não que isso justifique o preço da Hyndai, mas sim que merece ser analisado.

    • frangocomkiabo

      Pois é turma, moral da estória, nesta situação, não tem como fugir desses preços!!!!!!!!

    • Edson Fernandes

      Olha só…. esquecendo a questão mercadologica e se voltando ao que vc disse: Carros seguros e que levam sua mulher e filho…

      – up
      – Etios 1.3
      – HB20
      – Gol
      – Palio (fire)

      Falei apenas desses na ordem de segurança. Se quiser incluir outros modelos, temos o Fiesta Rocam 1.6 por esses R$35000 que considerando itens de série pode ser uma opção a se considerar. Mas focado no que vc disse, creio que esses acima compreendam a sua necessidade.

      Apesar de não ignorar todos os fatores de um carro, eu ficaria entre Etios e up. Pois são os mais economicos aliando o bom consumo. O up é mais silencioso porem mais duro e o Etios o inverso. Eu particularmente não gosto do visual e nem o interior dos dois e prefiro oHB20 ainda que isso não seja fator decisivo.

      Agora se quer motor junto, eu citaria o Fiesta Rocam.

      • João Martini

        Trocaria nessa lista o Gol pelo Fox. Além de mais seguro que o Gol, pode ser equipado com o 1.0 do up. Fica com bom desempenho e consumo, além de ter bom espaço e o banco de trás correr em trilhos (aumenta o porta malas para caber o carrinho).

    • Se um 1.0 serve, o HB20 Comfort sai por R$ 35.390 e vem com ar condicionado, rádio, direção hidráulica, além do obrigatório ABS e AB2, e a Comfort Plus sai por R$ 37.500. O Novo Sandero Expression 1.0 em igual configuração estará por R$ 34.990 e tem um porta malas e espaço interno bem maior, sendo que com Techno Pack (multimídia e sensor de estacionamento) sai por R$ 36.190. O New March 1.0 S em igual configuração ao HB20 sai por R$ 34.490, mas não vem rádio de série. A versão 1.0 SV vem com rádio de série, mais rodas de liga leve aro 15 por R$ 36.990.

      Até 35.000, exatos, que tenham alguma configuração decente, só o Novo Sandero e o New March, sendo o Novo Sandero maior e mais adequado para carregar crianças.

      • frangocomkiabo

        Obrigado pela dica. Decidimos pelo hb20 confort plus….Agora, o fato é que é bastante dinheiro para pouco carro! Infelizmente, isto é Brasil e não há nada que eu possa fazer, nem deixar de compra, pois preciso do carro! Abr.

  • Diggo

    Como pode a HMB lançar dois sistemas multimídia em dois anos e a Fiat se arrastando e não coloca em sua linha? não tem explicação.

    • Verdade. Aliás o BlueNav Premium é o melhor do mercado de compactos atualmente, câmera de ré, DVD, TV, GPS integrado, vídeos, Áudio MP3 e outros, além da tela 7 polegadas. Gostei dele.

  • Thiago_NCO

    Quem quer um HB20 1.6 desembolsa no mínimo 43k, é isso mesmo?
    Eu iria de New March sem pensar duas vezes!

  • ultimate_rr

    58.000 (SU)Reais por um compacto popular. Em 2012, falei que em 2015 esses carros estariam custando mais de 50 mil e muita gente desacreditou. Pois é, em 2014 já custam. Podem cobrar 70 mil num HB20, o meu dinheiro não levarão tão fácil. Pelo jeito vou continuar ‘sendo feliz’ no mundo dos seminovos por mais um bom tempo. E viva o IPI reduzido.

  • Sergio Vilaça

    Custo x Beneficio em queda: Falta Direção Elétrica, Ar Digital, Controle Tração e Estabilidade, Eliminação do tanquinho de partida a frio, Câmbio Automático apenas de 04 marchas, etc…

    A Hyundai corrigiu o projeto da suspensão traseira? Há vários relatos informando que quando duas pessoas vão atras, a suspensão traseira do carro rebaixa e fica batendo.

  • ultimate_rr

    Os políticos tapados e a massa predominante nos levarão ao abismo…

  • 912mig

    Eu estou sentado na sombra aguardando ansioso para ver onde isso vai parar.
    Em 2013 abriu uma CSS de Hyundai HB20 aqui perto de casa, passo em frente quase todo dia.
    No começo uma maravilha, aquela loja grande, patio grande…
    Hoje voce passa lá, tem tantos, tantos HB20 no pátio a espera de compradores que voce não consegue mais ver o show room passando pela rua.
    Não tem onde os caras colocarem mais carro, estão a ponto de começar a empilhar os carros para conseguir mais “vagas”.
    Por mais que eu queria, por mais que eu tenha vontade, pois eu sou apaixonado por carros, eu não vou trocar de carro esse ano e nem em 2015, nem usado eu vou comprar, pois realmente não estou precisando, os meus dois carros, ambos 2009, são bem pouco rodados (30mil km e 60 mil km) vou esperar e ver onde isso vai parar.

  • Mr. Car

    R$ 43.000,00 por um 1.0 é inadmissível. E nem é turbo. Não sou fã de comprar carro usado, mas…

  • Diego Nameko

    Mas o que!!!!!!!!!!
    A partir de 36k????!!!!
    começo de 2013 – 28k
    Julho de 2014 – 36k
    Diferença – 8k
    inflação – de 77,78%

    Cansei desta vida!! Vou arrumar minhas malas.

    • 912mig

      hehehe gostei da sua conta, já pode trabalhar pro governo na contabilidade criativa.
      28k, para 36k são 28,6% de “inflação”.

      • Diego Nameko

        kkkkkkkkkkkkkk
        Valeu por corrigir, inverti a fração e nem notei.
        Se eu faço um erro deste na contabilidade do meu trampo eu sou demitido no dia seguinte.
        hahaha
        Mas do mesmo jeito alta de quase 10k em quase 2 anos de existência, é um absurdo.

        • Pimentel

          Quase 10k no seu sonho: O HB20 1.0 foi lançado por 32mil reais com ar, direção e airbag duplo. Hoje, além do ABS ter sido incluído, também adicionaram o sistema de som. O veículo aumentou 3,8mil desde o lançamento, mas retirando o valor do ABS e do sistema de som, na prática, aumentou uns 2,4mil desde o lançamento.

          New Fiesta veio bem depois, por 39mil, mas hoje já custa quase 43mil, sem que tenha havido nenhuma adição de equipamento.

      • Romualdo Vieira

        Pois é amigo, enquanto tiver gente pagando esses valores, a inflação vai comer solta. É um carro que “caiu na graça” do consumidor BR HUEHUE. A Hyundai sabe muito bem como aproveitar de idiotas. Aliás, todas sabem. A Nissan está tentando achar seu filão. Ainda não conseguiu. Talvez o new macrch impulsione um pouco, mas está difícil. Ser concessionário da Nissan, por exemplo, ainda é um péssimo negócio.

      • Caio SP

        Considerando que no período de jan/2013 – jun/2014 a inflação foi de 9%, o aumento real acima da inflação foi de quase 20% (lucro da montadora)!!!

        • Pimentel

          Na verdade, o veículo foi lançado sem ABS e nem sistema de som por 32mil reais, ainda em 2012. O veículo aumentou 3,8mil de lá para cá, mas adicionou sistema de som e ABS, o que significa um aumento real de 2,4mil em 2 anos. Ou seja, aumentou menos que a inflação.

          O New Fiesta foi lançado bem depois por 39mil e já está em praticamente 43mil, sem adição de nenhum equipamento novo.

    • Pimentel

      O HB20 1.0 NUNCA custou 28mil. Aliás, o HB20 foi um dos carros que menos aumentou de preço desde o lançamento.

      O HB20 1.0 foi lançado por 32mil reais com ar, direção e airbag duplo. Hoje, além do ABS ter sido incluído, também adicionaram o sistema de som. O veículo aumentou 3,8mil desde o lançamento, mas retirando o valor do ABS e do sistema de som, na prática, aumentou uns 2,4mil desde o lançamento.

  • Vi Vendo

    É como diz aquela música sertaneja: aonde a vaca vai,o boi vai atrás. Pensavam que a Hyundai ia ficar de fora desta festa que as outras montadoras fazem com os preços dos carros no Brasil. Acho que é bom começarem a percebem que a vaca esta indo pro brejo, Rá,rá,rá…..

  • Raphael

    qual parte da matéria que está descrito as diversas novidades?!?…sinceramente, abri o link empolgado pra ver as novidades e me deparei com um rádio novo. Sinceramente, partir de 35mil é mt falta de respeito com a gente, e tem gente que compra…..eu sei que TODOS os carros no brasil são caros, mas a hyundai está abusando….Hoje em dia quem oferece melhor custo benefício ao meu ver é a renault.

  • Bruno Bayern

    ontem eu fui à css da Hyundai.Esse preço da centra multimídia é mais de 3.000 como opcional.Eu achei um absurdo, pois nem no hb20 top de linha tem essa bufunfa!

    • A Hyundai possui duas centrais multimídia para a linha HB20. Uma é a BlueMedia TV apenas com tela 7′, vídeos, telefonia via Bluetooth, rádio e TV, e a outra BlueNav Premium com tela 7, câmera de ré, GPS integrado, DVD, TV, aplicativos de redes sociais (Facebook), conexão com a internet através do seu Smartphone via Bluetooth, telefonia via Bluetooth, microfone a parte, suporte a diversos arquivos de áudio e vídeo, e outros aplicativos podem ser adicionados (não sei qual a plataforma, por isso não achei outros aplicativos ainda).

      Eu tenho a BlueNav Premium no meu HB20S e gosto bastante dela. Valeu o investimento.

  • Anderson Lemos

    Frase de 2015 trazida diretamente da máquina do tempo:

    “Pessoal to em dúvida entre um HB20 1.6 ou um Golf TSI highline”

  • APT

    A cerca de 3 meses eu comprei um Ford Focus HB S. Paguei R$ 60k e ganhei uns minos (R$ 3,5K em acessórios) da concessionária para fechar. Achei caríssimo mas acabei fechando por falta de opções. Mas quando vejo notícias como essas, vejo que fiz um ótimo negócio.

  • Vattt

    Ainda não sou um “pseudo rico” no Brasil, por isso só compro carro usado. Mas logo, logo as taxas para carros usados sobem mais e ai fica difícil!!!

  • Nismo

    A galera que assiste alguns vídeos gringos derrepente já reparou: Alguém vê Pálio, Celta, Uno e outros rodando pelas ruas?

    Cara, o que me mata que carro popular lá fora é “premium” aqui no Brasil e nossos “populares” nem existem em países desenvolvidos.

    É pra deixar qualquer um muito “feliz”!

    “Eu sou brasileiro e não desisto nunca!!”

    EDIT;

    Só compelmentando, procurem um vídeo do ADG falando sobre a manuntenção de uma BMW que não me lembro o modelo.

    No começo do vídeo o amigo dele, mecâncico, comprou uma BMW 508 (eu acho), pouco rodada por $18.000 (dólares). O carro tá lindo de mais.

    Isso pq ele falou que não gosta mt de BMW, prefere Mercedez (ele tinha uma antes).

  • MMM

    ” cabo Hyundai para iPhone 4S e anteriores”. Como???

  • EduBH

    60 mil num carrinho desses não desse!

  • Gustavogm

    Que barato!! Vou correndo comprar! (SQN)

  • Minerius Valioso

    “[…]pseudo-aventureiro HB20X[…]”

    Muito bem NA.

  • GPE

    Me explique como um carro tem 18 versões? PQP!

    • Pimentel

      Na Europa isso é super normal. Quanto mais versões, melhor se atende aos diferentes tipos de consumidor.

      • GPE

        Eu acho péssimo. É ruim pra quem vende (pois a diferença é pouca e a mais completa é avaliada pra baixo) e ruim pra quem compra pq é difícil achar o modelo que vc quer. No máximo 6 ou 7 com pacote fechado (sem opcionais) estaria suficiente.

        Veja como é mais simples comprar um Civic ou um Cruze, por exemplo. Vc tem LXS (opcional de câmbio AT), LXL e EXS com pacote fehcado e LT (opcional de banco em couro e câmbio AT) e LTZ. Não fica uma saga comprar o veículo que vc quer.

        • Pimentel

          Eu acho ótimo, pois possibilita levar o que o comprador realmente quer. Além disso, basicamente são 3 versões do 1.0, o que muda nessas 3 são apenas os equipamentos de som ou multimídia que o cliente preferir. Isso é ótimo e não e não ruim para quem compra, pelo contrário, é como dizer que não deveriam oferecer 10 cores diferentes porque é ruim para quem compra encontrar o veículo em cor azul.

          Basicamente, o cliente tem 3 opções(confort, confort plus e confort style) de 1.0, podendo optar, em cada uma delas, pelo sistema de som ou multimídia que achar conveniente. No 1.6 a mesma coisa: 3 versões(confort plus, style e premium) diferentes, podendo o cliente optar pelo sistema de som ou multimídia que preferir, pelo câmbio manual ou automático. Excelente!!

          Não fica “saga” nenhuma comprar o veículo que quiser, já que só existem 3 versões de cada motorização; o que varia é apenas o sistema multimídia ou sistema de som, sendo 2 tipos de sistema de som e 2 tipos de sistema multimídia.

  • Gran RS 78

    Estou esperando as “diversas novidades”, pois não vi nada até agora que justifique o anuncio dessa matéria.

  • Fernando Gomes

    HB20 1.0 manual Comfort Style blueMediaTV – R$ 43.090 – Isso é preço de carro popular????

    Nos EUA, dá para comprar uma Toyota Tacoma, cab dupla, completa por R$ 41.687,50 (US$ 18.125,00)

  • Michel

    Por essas e outras não penso em trocar meu excelente Corolla Xei 06/07, 1,8, manual, mono-combustível, econômico pra KCT, confortável, que anda uma barbaridade, verdadeiro tanque de guerra, por qualquer um desses atuais.
    Agora, enquanto houver pessoas aceitando pagar esses preços, mesmo não tendo condições, na maioria das vezes, apenas para impressionar o(a) cunhado(a), vizinhos e afins, vai continuar essa safadeza no país do futebol FULECO.

  • Joildo Dias

    E o pior que todos sabemos que o carro é caríssimo e continua vendendo horrores, então amigo a má noticias é a seguinte esse preço não vai baixar nunca, o mais provável é que aumente, infelizmente…….

  • afonso200

    HB20 1.6 automático Premium blueNav – R$ 58.140……………………quem é o carniça que paga isso ?????????????????????? poh compra uma baita barca V6 Camry, ou Accord V6 que desliga 2 cilindros…………ou o HB20 normal de 47mil AT que ta 47mil, é o preço de um AZERA 2010 TOP…………………..tem que jogar dinheiro fora,,,,,,,,,tem um vizinho meu que pagou 141mil num 308 CC 2014,,,,,,eu falei cara vc é loko, com mais 10mil vc imposta um mustang V6 conversivel dos EUA……dai ele pensou, putz é verdade, tem outras opçoes…….

    • Pimentel

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Só no sonho que se importa um Mustang por esse valor…

  • Pietro Zucchinali

    E a suspensão? Como que fica?
    E o farol que não ilumina nada? Como que fica?

  • WagnerSCS

    Nossa, não entendi a estratégia da Hyundai. Os caras vendem a central de sete com TV digital em versões únicas, ao invés de ofertá-las nas versões que já possuem o tal do blueAudio? Aff…
    No mais, sem novidades. Os preços aumentaram, o HB20 já foi um belo custo benefício quando foi lançado. Pelo menos ele foi bastante elogiado no teste de longa duração da Quatro Rodas, tendo sido considerado um carro com atenção aos detalhes e boa montagem das peças.
    Teria o 1.6 manual, com os tais equipamentos citados, mas pagar quase 50 mil pra isso, já faz esfriar a vontade. E o que dizer então de pagar 43090 na versão 1.0?

  • Giovanni Bocchi

    Paguei 36mil, (36 mesmo!) no meu, 1.0, comfort plus com áudio (com entrada USB escondida), pintura perolizada, rack de teto, tapetes, air bag, etc.. BEM MELHOR (e mais potente) que o C3 “exclusive” que tinha antes (2011) que todos aqui chamam de “premium”.

    Melhor que o HB 20, só carro pra mais de 60 mil. Só troco o meu quando tiver dinheiro pra entrar num Civic, no MINIMO. (acho que talvez demore, rs)
    Ele só peca na suspensão traseira. de resto dá de dez a zero na concorrência. Comparar com Gol? é dizer que Classe A concorre com BMW X6.

  • Morena

    Acho absurdo um carro 1.0L custar R$35mil. Mais honesto seria ter um motor 1.3L que sobe ladeira, e econômico. Comparei os 2 e levo um Toyota Etios.

    • O que mata o Etios além de ser feio é ser muito básico. Ele só oferece motor a mais que os outros, e a confiabilidade Toyota, de resto perde feio até pro Gol.

  • Breno Leite Brito

    Um “P”, um “Q” e depois outro “P”.

  • Alexandre Maciel

    35 num 1.0 é demais para qualquer racional digerir…

  • Eduardo Corrêa

    Qual carro 0km comprar, sedan, com bom motor, cambio automático, bonito, melhor que o HB20S e mais barato que ele? Por favor, não venham com VW Santana 88… é carro 0km!!!! Não to criticando, quero uma opinião sensata pois vou comprar meu carro 0km em pouco tempo, e o HB20S é o mais cotado…

    • Caro Eduardo. Te dou três opções:

      Linea Essence; Polo Comfortline; Fiesta SE Powershift

      • Não esqueça que Polo está em fim de linha, o Linea não tem revenda (e é um facelift de um modelo já antigo) e é caro, e o Fiesta SE Powershift é muito mais caro para manter e para comprar (custo de revisões – a cada seis meses, peças e manutenções).

        HB20S é a opção com melhor equação de conforto e economia a longo prazo (revisões baratas, itens interessantes e garantia de 5 anos).

        • Eduardo Corrêa

          Exatamente. O HB20 é o melhor carro em sua categoria, o que há de errado, no atual mercado e condições brasileiros, dele ser o mais caro? Ser caro não é privilégio do HB20, todos nós estamos cansados de saber que o carro brasileiro é o mais caro do mundo, então, por favor, façam comparações honestas, dentro da mesma categoria… Obrigado pelas indicações @Xeneize87, porém descarto todas pelos exatos motivos que o Dimithri disse. Desculpem-me, mas me digam o que ficou mais barato no Brasil nos últimos anos? A tendência é sempre aumentar de preço…

        • Não sei se as revisões do HB20S, são tão mais baratas assim. Não esqueça que ele quer um automático e neste caso, creio que o automatizado de dupla embreagem seja melhor (com seis marchas) do que o HB20S com quatro.

          • Ford New Fiesta 1.6: 10.000 km ou seis meses: R$ 224,00 (com mão de obra), 20.000 km ou 1 ano: R$ 320,00 (com mão de obra), 30.000 km ou 18 meses: R$ 436,00 (com mão de obra), 40.000 km ou 24 meses: 872,00 (com mão de obra), 50.000 km ou 30 meses: R$ 484,00 (com mão de obra), 60.000 km ou três anos: R$ 628,00 (com mão de obra)

            Custo total no período de garantia (3 anos) ou 60.000 km: R$ 2.964,00
            Fonte: http://www.ford.com.br/servico-ao-cliente/revisao-preco-fixo/

            Hyundai HB20S 1.6: 10.000 km ou um ano: R$ 130,73 (mão de obra gratuita), 20.000 km ou dois anos: R$ 179,66 (mão de obra gratuita), 30.000 km ou três anos: R$ 358,03 (com mão de obra), 40.000 km ou quatro anos: R$ 428,14 (com mão de obra), 50.000 km ou cinco anos: 250,73 (com mão de obra), 60.000 km ou seis anos: R$ 451,96 (com mão de obra)

            Custo total no período de garantia (até 6 anos) ou 60.000 km: R$ 1.799,25 – Custo em três anos: R$ 668,42
            Fonte: http://www.hyundai.com/br/pt/Services/Maintenance/Maintenance/index.html

            Em 60.000 km, as revisões do New Fiesta 1.6 custam aproximadamente 65% a mais, e em três anos aproximadamente 344% a mais que o Hyundai HB20 1.6, seja na versão sedan, quanto na versão hatch.

            Outro fato: se o adquirente quer um câmbio automático, certamente o automatizado (ainda que de dupla embreagem) não irá atendê-lo plenamente. O câmbio AT4 da Hyundai já está obsoleto, mas é uma opção verdadeiramente automática, tendo um bom escalonamento sem trancos, sendo confiável, durável e de fácil manutenção.

  • Wald Queiroz

    Rapaz, dá pena a situação do brasileiro! Se o cara evita comprar um carro para não ser currado pelas concessionárias, pega um ônibus e é currado pela passageirada….

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend