Comparativos Comprando e Vendendo Hyundai Kia Mercado Preços SUVs

Hyundai ix35 e Kia Sorento são diferentes em proposta, mas iguais em preço quando usados

ix35-sorento

O Hyundai ix35 é a segunda geração do Tucson e de fato um SUV de porte médio. O modelo já está sendo produzido no Brasil e atualmente é o quinto mais vendido do mercado nacional. O Kia Sorento está em um nível acima, ficando em uma categoria de médio-grande, onde na marca irmã é representada pelo Santa Fé.

hyundai-ix35-2012-1

Quando zero km, existe uma boa diferença entre eles. O ix35 tem somente uma versão e é vendido por R$ 99.990. Já o Sorento parte de R$ 109.900. Em termos de motor, o Hyundai vem com um 2.0 Flex de até 178 cv e o Kia com um 2.4 de 174 cv, mas somente a gasolina. Ambos possuem câmbio automático de seis marchas.

kia_sorento_2012-1

Mas para quem não pode ou não quer pagar por um dos dois modelos 0 km, a saída é partir para um seminovo. Nesse caso, um veículo com três anos de uso, modelo 2012, pode sair bem mais barato. No mercado de usados, o ix35 2012 pode ser facilmente encontrado por R$ 60.000 ou até menos, por volta de R$ 56.000. No caso do Sorento 2012 também é possível encontrar por preços que começam em R$ 60.000.

hyundai-ix35-2012-2

Assim como no caso dos modelos zero km, ambos reproduzem a mesma motorização, sendo 2.0 no ix35 e 2.4 no Sorento. Evidentemente, a média de quilometragem é maior no caso do Sorento, variando entre 77 mil e 100 mil km, mas é possível encontrar por pouco mais de 60 mil km, mas com pequeno acréscimo de preço. O ix35 varia de 34 mil km a 50 mil km, mas há exemplares com 90 mil ou mais.

kia_sorento_2012-2

Como carro usado requer muito pesquisa e análise cuidadosa do veículo encontrado, o consumidor deve verificar sempre o manual de revisões e vários aspectos do carro, sendo imprescindível andar antes para perceber qualquer ruído ou comportamento que denotem avarias ou defeitos.

hyundai-ix35-2012-3

No caso de ix35 e Sorento, existe uma clara diferença de conforto, espaço, porta-malas e equipamento em favor do modelo da Kia, mas com a nacionalização do Hyundai, algumas peças e componentes podem sair mais em conta. Além disso, é nítida a maior desvalorização do Sorento.

kia_sorento_2012-3

Se a intenção for ter um SUV por muito tempo, então essa será a menor das preocupações, já que nos dois casos, as novas gerações já apareceram lá fora, sendo que a do Kia deve chegar em breve ao Brasil.

Ficha Técnica dos Hyundai ix35 2.0 4×2 2012 e Kia Sorento 2.4 4×2 2012

Motor/Transmissão
Número de cilindros – 4 em linha
Cilindrada – 1998 – 2359 cm³
Potência – 168 cv a 6.200 rpm – 174 cv a 6.000 rpm
Torque – 20,1 kgfm a 4.600 rpm (gasolina) – 23 kgfm a 3.750 rpm (gasolina)
Transmissão – Automática de seis marchas e tração dianteira

Desempenho
Aceleração de 0 a 100 km/h – 12,0 segundos – 11,5 segundos
Velocidade máxima – 181 km/h – 188 km/h
Consumo urbano – 7,7 km/litro – 6,8 km/litro
Consumo rodoviário – 9,3 km/litro – 8,2 km/litro

Suspensão/Direção
Dianteira – McPherson/Traseira – Multilink (nos dois casos)
Hidráulica

Freios
Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus
Liga leve aro 18 com pneus 225/55 R18 – Liga leve aro 16 com pneus 205/60 R16

Dimensões/Pesos/Capacidades
Comprimento – 4.410 mm – 4.685 mm
Largura – 1.820 mm (sem retrovisores) – 1.885 (sem retrovisores)
Altura – 1.655 mm – 1.755 mm
Entre-eixos – 2.640 mm – 2.700 mm
Peso em ordem de marcha – 1.576 kg – 1.720 kg
Tanque – 55 litros – 70 litros
Porta-malas – 465 litros – 660 litros

[Imagens ilustrativas]





  • André

    Sou muito mais o Kia Sorrento, sem dúvida.

    • Fraga

      E tem a Sorento V6….deixa o iX35 bem atrás neste comparativo.

      • Boris

        Meu socio tem uma V6, tive a oportunidade de dirigir, é bem forte!

      • Bruno Wendel Marcolino

        meu chefe tem uma, o bicho é forte!! Mas ele quer trocar agora e tá apavorado com a desvalorização…

        • Fraga

          Pra quem compra 0km, sofre….mas não é muito diferente de outras. Eu não sou da turma do “compra Corolla”….só por causa da desvalorização.

    • Navaman

      Desde que você não se incomode com o custo de manutenção bem mais elevado, sem dúvida é de uma categoria superior.
      Dois colegas tinham Sorento no trabalho e desistiram da Kia por isso.

  • Romulo Moreira

    Acho a ix35 bem bonita…..
    Talvez um dia….

  • Bruno

    Nunca imaginei que um sorento pudesse desvalorizar tanto assim. Me lembro da época que eu tomado pela emoção comprei uma captiva sport v6 awd 10/10 0km, proximo do final de 2010 por 108 mil reais e vendi ela em julho de 2013 por míseros 54 mil com 24 mil km rodados. Era um carro espetacular as acelerações eram brutais graças aos 262 cv aliados ao controle de estabilidade e a tração integral. Confortavel, espaçoso e apesar de ser v6 conseguia alcançar médias de 7 a 8 km/l na cidade e 11 km/l na estrada. Pena que a desvalorização monstra me impediu de sequer pensar em ter outra captiva.

    • Comentarista

      Pra quem troca se carro de 3 em 3 anos e tem bala pra pagar acima de 100 mil em um, não devia vir com chorumelas. Não quer perder compra um popular ou um corolla.

      • Teste

        Que comentário triste. quer dizer porque a pessoa tem dinheiro, ela pode perder um montante significativo com a desvalorização e ainda tem que se conformar?

        • Bruno Wendel Marcolino

          não, mas se o carro era bom pra que trocar?

        • Peraldiano

          Claro, se você perde dinheiro porque quer, não vejo motivo para reclamar. Afinal, vendeu e perdeu por sua livre opção. Vai de cada um.

        • Comentarista

          Claro que tem que se conformar! Compra quem tem e quem quer. Tem se preocupa com perda pesquisa antes de comprar qualquer coisa. Se não quer perder, compra um Milão!

      • Bruno

        Não é pelo fato de eu poder comprar que eu tenho que jogar o meu dinheiro no lixo, e outro detalhe eu, da mesma forma que você, tenho que trabalhar pra poder comprar as coisas não sou nenhum desses sortudos que ganhou na loteria. E se não se agradou do meu comentário era só passar reto!

    • Mauro Schramm

      Curiosidade: por que você vendeu um modelo do qual gostava e que estava com uma quilometragem tão baixa?

      • FocusMan

        As pessoas trocam de carro apenas pq o ano ficou “velho”. Coisas do ser humano (Eu me incluo nisso também…)

        • Frederico Chaves

          Problema maior, é que quanto mais você espera, mais aumenta a desvalorização, a dificuldade e o preço da manutenção… Claro que varia de acordo com o modelo.

          • Gustavo Cruz

            A maior desvalorização acontece nos 3 primeiros anos. Depois disso, não é tanto assim…fica mais estável. Por isso que quem vende carro de 3 em 3 anos literalmente se ferra….!

            • Jéferson 1145

              Isso a cada ano que passa as peças que até hoje não falharam já apresentarão um desgaste que fará com que a necessidade de troca tornem não tão prazeroso a posse do veículo. É preferível comprar um novo a ter que pagar para ficar com um carro cada vez mais velho.

              • Gustavo Cruz

                Isso é muito relativo. Depende exclusivamente da qualidade das peças e do cuidado do dono. Eu mesmo tenho um Kia Cerato 2010 e nunca precisei trocar qualquer peça, a não ser as bieletas e buxas que estourei pelo fato do carro ter a suspensão pouco adaptada para as condições sofríveis das nossas estradas. Fora isso, apenas manutenção preventiva.

                Minha irmã tem um Peugeot 207 2008 (que era meu) e é a mesma coisa. Só peças de desgaste normais. E o carro já está com quase 100mil rodados. O problema é que brasileiro tem preguiça de cuidar do carro e todo ano quer um modelo novo na garagem. Realmente não dá.

                • Jéferson 1145

                  Leu o que escrevi? Interpretou? Então a cada ano que passa o valor do carro zero se distancia e fica mais difícil acompanhar monetariamente. Quanto as peças é desgaste natural e necessitam de troca independem do cuidado, VIDA ÚTIL é que manda. Vide Pneus, Bateria, buchas, …

                  • Gustavo Cruz

                    “É preferível comprar um novo a ter que pagar para ficar com um carro cada vez mais velho.”

                    Ainda preciso explicar se li ou interpretei o que você escreveu? Releia você mesmo o que escreveu. Se não entender, parabéns, você faz parte da fatia (grande) dos brasileiros que não tem a mínima noção de desvalorização X manutenção.

      • Bruno

        Por causa da garantia, sempre troco de carro de 2 em 2 anos, no máximo 3 anos. Principalmente com a captiva que tem peças muito caras, achei arriscado manter o carro depois que acaba a garantia, sem contar o medo que eu tinha dela desvalorizar mais uns 10 mil por ano. Meu pai sofreu um acidente com a dele, bateu um paralama, quebrou o farol esquerdo, para choques e capo, acionou os Air bags e quebrou um pedacinho da capa da caixa. A seguradora deu perda total pois o orçamento da concessionária passou de 35 mil reais.

    • Marcelo Amorim

      Quase comprei no mês passado uma Captiva 2011 2.4 único dono,revisada por 45k.

      • radiobrasil

        Eu tenho um 2010, 2.4…. tá com 64 mil km, ótimo carro.

      • Bruno

        A 2.4 fwd desvaloriza menos que a sport awd. Sem contar a dificuldade pra vender. Não sei se é pelo fato da minha região, mas cheguei a anunciar na webmotors e nada.

    • afonso200

      nossa como gasta, meu azera 2011 faz 7 na cidade, e 13,8 na estrada

      • Bruno Wendel Marcolino

        acho que o Cambio dessa Capitiva é AT4, acho, não tenho certeza, a versão “normal” eu sei que é. A V6 não sei…

        • radiobrasil

          V6 sempre foi 6… a 2.4 até 2010 q era at4

          • Bruno Wendel Marcolino

            opa, não sabia. AT6 ai é show de bola.

      • Bruno

        Já cheguei ao ápice de fazer 3,5 km/l pisando fundo e com vontade. Por curiosidade, qual a litragem do seu motor e quantos cv?

    • FocusMan

      Essa desvalorização acontece em todos os carros desse nível de preço.

      • Bruno

        Pois é, foi falta de sabedoria da minha parte não ter feito uma pesquisa sobre a desvalorização, sei que os carros desvalorizam, mas não esperava tanto.

    • Jéferson 1145

      Ao sair da concessionária o carro já perde entre 15 a 30% do valor dependendo da linha de mercado. Alguns carros mais top realmente tem perdas ao longo dos anos muito significativas e acabam deixando o proprietário muito distante do Zero, o ideal é tentar no máximo a cada 2 anos fazer a troca para diminuir a disparidade de valores.

    • Wanderson Bp

      Na realidade se a gente parar pra pensar não existe uma “real desvalorização” existe sim um pagamento de um valor expressivo fora do valor real que o veículo realmente deveria estar sendo vendido, ou seja, se o veículo 0Km custa 80mil na realidade nós estamos dando pelo menos 30% desse montante de graça para a industria e atravessadores (concessionárias).
      Então o veículo logo que sai da agência 0Km tem essa “desvalorização” que na realidade chega a ficar em torno do valor quase justo ao que deveria ser vendido realmente para o consumidor de veículo 0Km.
      A indústria é o principal responsável por essa manobra, já que acham que não podem lançar modelos com outro no mercado de valor igual porque senão eles nunca ganhariam essas mesadas que damos a eles e logo o veículo que custa 80 mil passa a valer 65 a 70 mil com isso eles lançam um veículo igual com um cromado a mais e diz que é modelo para o ano que vem e o mesmo já é vendido por 90 mil e quando entra o ano seguinte o mesmo veículo recebe uma roda diferente e entra com valor de 100 a 110 mil.
      Com isso nós nos desesperamos porque já saiu “dois modelos acima do nosso” e começamos a peregrinar por um comprador com urgência, Entra na história o segundo maior responsável pela desvalorização precoce dos nossos carros, NÓS MESMOS, sim, somos nós os principais responsáveis por esse efeito e que a indústria agradece, porque ao demorar encontrar outro dono para o veículo vamos baixando até encontrar um possível comprador e quando encontramos ele ainda da uma chorada e nos convence a entregar o carro por menos mais 1.000,00 dessa forma nuca que o mercado se estabilizará, é uma inflação automobilística até na hora de comprar.
      Não vou dizer que sou o crânio dos negócios não, mas eu tinha uma vontade louca de ter um Hyundai Tucson pela imponência aquela carona de mau, e acostumado a andar de 1.0 né já viu a vontade de gastar mais eram 75 latinhas, então deixei a poeira baixar e quando ele chegou ao preço de 69 mil fui lá e pechinchei mais e ainda dei uma olhada no Duster no vizinho, mas fechei por 67 mil na CAOA, economizando 7.900,00 mas fui entender depois porque consegui tal proeza, é que chegava ao fim da linha do Tucson em 2016 por causa do lançamento da nova versão no exterior, mas em termos de carro e preço ainda continuo com um carro novo e comprado abaixo do que agora está sendo vendido como TOP DE LINHA só para convencer outros compradores que vale a pena pagar mais por um banco que nem é totalmente de couro e é vendido 0Km por 75 mil, mas que sai da loja já desvalorizado pela tabela FIPE.
      Se nos contivéssemos e ficássemos mais tempo com nossos veículos a indústria nos respeitaria mais tanto com relação a preço porque ela sabendo que teria que fazer mais para nos tirar dos nossos carros “velhos” baixando o preço para tentar vender mais.
      Com relação aos lançamentos, que é uma vergonha isso mesmo a questão de lançamento na metade do ano de veículos com modelo do próximo ano é uma falta de respeito com quem já comprou um do ano corrente tanto quanto os que possivelmente comprarão o veículo ano seguinte porque é a mesma coisa, mas eles precisam de motivo para agregar valor e ganhar sempre mais e desvalorizar os que já está com nota tirada.
      Ainda não nos conscientizamos que nós só fazemos do jeito que a indústria quer porque temos que ostentar um veículo de 80 mil, que só vale 68 só por ter assinado a nota de compra com ele ainda dentro da concessionária.
      Não vou dizer que não tive a vontade de colocar meu Tucson a venda só para não perder mais ainda no valor que a cada ano a própria indústria rege tive e coloquei, mas não vale o trabalho porque se é pra perder que eu mesmo utilize o carro até a última gota de óleo, o que é melhor que ficar dando um carro 1.0 pra indústria ou marreteiro a cada troca de carro antes do tempo.
      Se aprendermos ver o carro do colega, do amigo, do vizinho e parar pra pensar que nós precisamos gostar mais daquele carro que compramos com tanto sacrifício, pelo menos até ter pago a diferença que pagamos a mais do valor real que deveria ter sido vendido para nós na loja, mas que esse valor só é visto que foi perdido quando fazemos um levantamento de preço e identificamos que se tivéssemos comprado um semi novo com até dois anos de uso com relação ao do ano corrente estaríamos economizando o valor de um carro zero 1.0.
      Bom esse é o meu pensamento com relação a desvalorização de carros tipo SUV ou CAMIONETES e espero que eu consiga ter a capacidade de ficar com o meu veículo até ao final ou próximo do final da garantia de 5 anos mesmo que desvalorize pois não comprei como investimento e sim como um bem necessário para mim e minha família.
      Obrigado a todos e como estamos em um país democrático é bem vindo toda e qualquer critica.

  • Ramom Alencar

    o mesmo ocorre com outros veiculos, por exemplo, é plenamente possivel achar um linea 2012 com o mesmo preço de um voyage 2012,
    punto com preço de palio
    linea com preço de grand siena de mesmo ano e quilometragem
    digo isso pois já encontrei alguns quando pesquisava preço de linea usado na minha região…
    sem citar fluence, 408 e companhia a preço de hb20s de mesmo ano e quilometragem…
    impressionante como o mercado valoriza certos veiculos pelo simples fato de X veículo carregar X nome, mesmo sendo inferior em quase tudo a outros veiculos…

    • afonso200

      pode até desvalorizar modelos X e Y, mas tem que ver se vale a pena, pois talvez desvalorizaram bem por causa de seguro alto, ninguem os compra depois por causa disso

      • Fraga

        Eu estava me aprumando para comprar uma Jetta Variant….até cotar o seguro.

      • what_the_hell??

        Nos casos citados (fluence, 408 e linea) não creio que seja pelo preço do seguro q desvalorizem, pois já cotei uns anos atrás e eram bem baratos, sobretudo o fluence

        • Matheus Lelis

          No meu caso, 4 mil em meu nome,21 anos, e 2 mil em nome do meu pai. Tenho um 2011, comprei por 38 mil a 1 ano e meio atrás, hoje ta valendo 34-35. Agora, quem comprou 0 km…. Acho que não é o seguro, e sim a manutenção, a pessoa não deixa de comprar um gran Siena pra comprar o linea se olhar consumo, peças e outros

  • Bruno Silva

    Infelizmente os coreanos dessa safra não tinham a qualidade mecânica ou gozavam da dirigibilidade de outros modelos concorrentes. Eram mais vistos como modelos custo/benefícios, e normalmente esses modelos tendem a desvalorizar muito mais que seus concorrentes.

    • Alvaro Guatura

      Falta de qualidade nessa safra?

      • Bruno Silva

        Qualidade mecânica. Cerato usava motor 1.6 com câmbio de 4 marchas, Sorento e ix35 por exemplo tinham preços semelhantes ao Tiguan dessa época e o VW desvalorizou muito menos devido ao conjunto do carro. Esse carros coreanos eram recheados de plástico duro por dentro, Sorento, ix35, Sportage, Cerato, Soul, fora o tecido vagabundo que utilizavam nos bancos. Ainda estavam longe de modelos alemãs por exemplo em qualidade, ou da confiabilidade dos japoneses. Acabou nisso, uma explosão de vendas por um visual bonito e custo atraente.

        • Bittencourt

          Concordo plenamente com a baixa qualidade do acabamento, principalmente no IX35 e I30.
          Mas no tocante à mecânica, não os vejo dando tantos problemas não, pelo menos não mais que a linha Premium da VW, com sua “aversão” à nossa gasolina e os inúmeros problemas que isso traz, por exemplo.

          • FabioTex

            Bittencourt, em termos de amostragem de quantos TSI foram vendidos no nosso mercado nos últimos 5 anos versus a quantidade de panes, dá para se concluir que todo TSI realmente tem problemas com a nossa a Gasolina (assumindo que tenha as especificações legais e não batizada)?
            Vejo TSIs abertos em CCS por aí, mas são mais exceções do que frequentes, e em muitos casos o dono era desleixado e “ralador”.
            Tenho Tiguan com 52500km, nunca viu Podium, aditivada em talvez 1 ou 2 abastecimentos e somente recentemente, tive um único problema com o motor, em uma válvula de ar cujo diafragma se rompe, nada a ver com combustível.

            • Bittencourt

              Bom dia Fábio!
              Em termos de amostragem, acho sim elevado o número de TSIs com problema devido à nossa gasolina, basta ver a quantidade de proprietários, em sites que relatam suas experiências com seus veículos, reclamando que nem a própria rede VW sabe consertá-los.
              Eu mesmo não acho normal um carro da estirpe do Tiguan dando problema em válvula de ar aos 52.500km.
              Não que o carro seja ruim, longe disso, mas creio que não se adapta ou foi mal nacionalizado para a nossa realidade.
              Um abraço!

              • FabioTex

                Segundo o pessoal da concessionária , este é um problema recorrente em TSis, não sendo somente no Tiguan. O engraçado é que quando levei a um mecânico de confiança, multimarcas, ele usou o termo “pulmãozinho” para o sintoma, indicando que já viu outros casos. Grato pelos toques, abraço.

                • Bittencourt

                  Interessante!
                  Por nada, fico feliz em ajudar.
                  Um abraço!

            • Bittencourt

              Ah, esqueci de uma coisa.
              Se você não estiver fazendo a limpeza desse motor de uma forma preventiva, cuidado com esses poucos abastecimento de aditivada!
              Se num desses abastecimentos a sujeira desgrudada (devido ao aditivo) resolver incomodar seu sistema de injeção, você vai ter dor de cabeça de novo!
              Abraço.

              • ObservadorCWB

                Mas a injeção direta (devido a alta pressão), não tem justamente como “vantagem” a maior dificuldade de entupimento ? Meu cunhado tem uma TIG que está contaminando câmara de combustão com óleo, e o infeliz consultor técnico disse que é devido a baixa qualidade do combustível…. no mínimo estranho justificar um efeito com uma causa dessa.

                • Bittencourt

                  Pelo que sei, a injeção direta injeta diretamente na câmara de combustão, e não nos dutos de entrada da admissão; sendo assim, não interferiria na questão do entupimento, pois a “sujeira” viria da mesma forma.
                  Me corrijam se eu estiver errado!

                • Bittencourt

                  A Tiguan de seu cunhado deve estar com problema em algum o-ring e/ou anel de compressão.

            • radiobrasil

              Qual o consumo do Tiguan? To interessando num…

              • FabioTex

                Bom dia RadioBrasil, faço media de 6,8 a 7,5Km/L em uso primariamente urbano, trânsito pesado e relevo da cidade de São Paulo.
                Estrada, se conseguir resistir à tentação de não acelear muito, media de 11 Km/L. Pelo que tenho visto está na média desta categoria de veículos, inclusive outros menos potentes / eficientes consumindo de forma similar. Abcs.

                • radiobrasil

                  Eu tenho um Captiva 2.4 2010 e ja to pensando no proximo carro. O consumo do Captiva urbano é 5,7 a 6km/l e estrada até 12, do Tiguan não está ruim.
                  Ja tenho um Tiguan 0 em vista por um preço bem abaixo da tabela, mas to com MUITO medo sobre os problemas dos motores TSI, dos bicos…
                  Aí aumentou minha dúvida: ASX 4×4 (anda menos mas acho mais bonito, vem com couro, banco elétrico, mais airbag de joelho e é mais barato), Tiguan (anda muito, não tem couro, bancos elétricos e só 6 airbag) ou Fusion 2.5 (mais barato de todos.. 99k) ou Fusion FWD 2.0T por 112.

                  • FabioTex

                    Bem meu caro, boa sorte na decisão. No meu caso, sem problemas com bicos desde quando comprei, Nov de 2010.
                    O ASX tem todos os itens de conforto e conveniência que o Tiguan tem? Ex. Autohold, sistema multimedia RNS 315 com o navegador ou o RCD 510, o display MFI colorido no centro do painel com os 2 computadores de bordo, info de navegação, multimídia, estado do veículo, etc.), além dos opcionais Park assist, AC dual zone, keyless, etc.? Enfim, provavelmente esta análise você já fez.

                    • radiobrasil

                      Quanto mais eu PENSO, mais indeciso fico:
                      ASX – seguro mais alto, bebe o mesmo q o Tiguan ou até mais andando menos, não tem autorizada local.
                      Tiguan – não tem COURO num carro dessa valor, e o tal problema dos bicos dos TSI que me dá mesmo.

                      Tiguan básico perde no ASX AWD pro couro e bancos elétricos, multimidia com gps, partida no botão e portas keyless, teto de vidro, xenon.
                      Tiguan COM os opcionais vai custar mais que Edge e bater no preço até de um Evoque.

          • PEDAORM

            O i30 antigo tinha bom padrão de acabamento na minha opinião, material macio em todo painel e portas, encaixes e arremates precisos.

            • Bruno Silva

              Deixava a desejar nas portas e utilização de alguns plásticos ruins sim na área do câmbio. Eu achava o Golf sapão mais bem acabado…

              • PEDAORM

                Golf sapão era bem acabado de fato, achei um exagero foi dizer que o do i30 antigo tinha acabamento de baixa qualidade.

            • FocusMan

              Também acho. Não sei porque esse comentário.

          • Bruno Silva

            Amigo, desculpa pela resposta. Não me referi a qualidade no que tange a problemas, e sim a mecânica em geral. O Cadenza por exemplo com um motor 3.5 V6 levou pau em um comparativo do Passat 2.0 TSI e bebeu muito mais. O próprio ix35, que no lançamento custou 115mil na versão top (mais que os 106mil do Tiguan), preciso nem falar sobre a disparidade.

        • ObservadorCWB

          Será ? Em números totais os coreanos venderam MAIS que a própria TIG….no entanto hoje vemos mais TIGs para vender do que coreanos (do mesmo ano)…só temos duas hipóteses: 1- os coreanos foram sucateados (o que não acredito), 2- os coreanos satisfazem mais seus donos que os donos das TIGs. (pelo menos é opção plausível). Como justifica ?

    • Hugo Henrique Silva Lange

      discordo… tenho um kia 2010… 110.000kms rodados… nada de manutenção surpresa, apenas as periodicas. nao saio dessa marca tao cedo.

      • Bruno Silva

        Amigo, já expliquei aqui, mas está difícil de entender. Não to falando de problema mecânico e sim do refinamento técnico.

  • Tosca16

    O único KIA que não desvaloriza tanto é o Bongo e mesmo assim este desvaloriza mais que o irmão HR da Hyundai .

  • Rodrigo

    Eu ficaria com o Sorento.

  • Magnus Lincoln

    Só uma colocação , pra mim um carro com tração dianteira e pneu de perfil baixo não é SUV e sim Crossover . . . . .

    • Fraga

      Bem observado. SUV era a geração anterior da Sorento.

      • Magnus Lincoln

        Exatamente

  • danielgermano lopesmoreira

    Nenhum desses me agradam mas olhando esses dois sem duvidas o Kia Sorento .

  • João Martini

    Entre ix35 e sorento usada, eu fico com a tiguan. Rs

    • iCardeX

      Kkkk

    • Luciano

      Vc fala isso porque ainda não viu a “opinião do dono” em carros na web!

    • Cezar

      Eu gostava do Tiguan, mas vi tantos usuários reclamando na net que desisti.

  • dogmarley

    certo dia no webmotors eu percebi que os Punto fire 1.4 usados tinham os preços de 2k a 4k mais altos que os Essence 1.6 de mesmo ano e Km parecidas

    • DPSF

      por incrivel que pareça, o Punto 1.4 EVO tem manutenção mais em conta e simples do que o 1.6 essence. Apesar do 1.6 usar corrente, o 1.4 tem peças mais baratas e até na troca de óleo o motor menor tem vantagem…. bastam apenas 3 litros de oleo para fazer a troca com filtro. Para quem conta trocados, essa diferença pesa…

  • GPE

    Acho q a medida do pneu do Sorrento ta errada

  • afonso200

    consumo em estrada ta ruim , meu V6 faz 13,8km/l

    • Vitor Yohan Casaes

      que sorte, aqui em casa não passa dos 8Km?=/l

    • Renan21

      kkkk. Nem se colocar numa ladeira e empurrar o sorento v6 faz isso. Deve ser 13,8L/100km que dá 7,24 km/l.

      • Louis

        Ou ele quis dizer que o carro dele V6, não Sorento…

        • Bruno Wendel Marcolino

          também entendi isso.

          Talvez um Azera.

          • afonso200

            acertou amigo, um Azera 2011 13,8km/l na estrada e 7km/l na cidade, 6.5km/l em cidades meio paradas….mas meu circuito sempre é 75% estrada e final de semana 95% estrada (litoral) praticamente 80% do carro rodado é estrada. tinha uma fielder XEI AT 2007 que fazia 13km/l (vendi ela com 234mil km), agora o azera um V6 3.3L fazendo mais que o 4cil na estrada é surpreendente , depois desse azera, quero novo Golf Variant, pelo consumo faz até 22km/l ….claro nao tem isolamento acustico do azera, é tudo plastico, mas dai quero priorizar o consumo, isso se o seguro nao for caro, pois o do azera é muito em conta

  • André

    Parabéns!!
    e Obrigado por responderem meu email e postarem a matéria, mas….
    o interior dessa sorento da foto é da 2015. A 2014 pra trás (sendo a 2.4) é beem simples.
    > Se pegarmos ix35 2013 e sorento 2013, o interior da “grandalhona” é bem mais simplório que a ix35 (que por sua vez possui comandos no volante, inclusive com botões de atendimento de chamadas no mesmo, além da central multmidia com câmera de ré e navegador integrado, e o incrivel botão start/stop)
    > A Sorento é chave normal. Não há central multimida, nem nenhum acabamento muito diferenciado. Parece uma sportage 2010 bombada, e só.

  • RafaCtba

    Prefiro o Kia apesar do IX35 ter um design bem mais bacana.

  • Louis

    O Ix35 daqui tem farol monoparábola.

  • Boa sorte com a manutenção dos dois!

    • Louis

      Ix35 nem tanto, tem bastante nas ruas, e agora nacional.

      • Nacional, mas ainda da CAOA. E não me refiro apenas a custos de peças. Eu fiquei de olho durante 1 ano, em Santa Fé, e cogitei o Sorento. Mas a opinião dos donos, em relação a competência das concessionárias, me desanimou.

    • Angelo Lucca

      Exatamente! Minha irmã tem uma Tucson 2012 e após apenas 1 ano com o carro “vai cantar pra subir” agora no início de 2016… Carro beberrão, manutenção alta… só em duas revisões de 50 e 60mil gastou 2mil reais…. Fora que o carro parece uma carroça de tanto barulho que faz de suspensão e acabamentos internos… reclamou nas revisões e o barulho da suspensão para por uns dias mas depois volta… Hyundai linha CAOA never more! Fora que além da desvalorização ser alta, após o período de garantia o preço despenca ainda mais! As peças quando se acha no paralelo são caríssimas…

  • Stan Work

    Não vejo muito sentido em comparar – no quesito valor de mercado/desvalorização – um veículo usado “de luxo” (ao menos aqui) do modelo anterior (Sorento) com outro de porte diferente que as ccs e os mais leigos ainda tratam como de última geração (ix35).

  • beto

    Não dá pra comprar usado, morre outro carro no valor das manutenções.

  • Deivid

    É incrível a baixa desvalorização do ix35!

  • MrBacon

    Acho o Sorento um baita carro, mas o peso excessivo sempre me desanimou… quase 1.800 kg para esse motor 2.4. Tanto ele quanto o ix35 deixam a desejar na segurança, pois normalmente só são encontrados com airbag duplo e ABS (exceto o Sorento V6, que vem completo).
    Apesar de não ser tão bonito, ter um motor mais fraco (2.0) e um acabamento mais simples, acho o Outlander dessa safra (2012) opção melhor do que os coreanos, pela quantidade de airbags (frontal, lateral e cortina) e pelo peso mais contido (1.500 kg).

  • Cezar

    Obrigado pela matéria! Estou pesquisando esses carros, mas acho que vou ficar com uma IX35 ano 2013. Aqui em Brasília acha em média por 70mil a 80mil.



Send this to friend