*Destaque Crossovers Elétricos Europa Hyundai

Hyundai Kona elétrico é revelado com autonomia de 470 km

hyundai kona electric 1 - Hyundai Kona elétrico é revelado com autonomia de 470 km

O Hyundai Kona agora tem uma versão 100% elétrica. O crossover da marca sul-coreana será exibido nesse formato no Salão de Genebra, agora em março, ostentando inclusive um visual diferenciado para marcar a mudança e inspirar os clientes. A frente ficou bem diferente, com linhas mais suaves e um conjunto fluído.


Os repetidores de direção na parte superior passam a estar unidos através de um friso que os liga ao logotipo da Hyundai, sobre uma grade falsa. Esta parte revela elementos em baixo relevo, numa referência ao que um dia foi uma grelha para refrigeração do motor a combustão, que inexiste nessa nova proposta.

hyundai kona electric 4 - Hyundai Kona elétrico é revelado com autonomia de 470 km

Os faróis com projetores tipo canhão e as luzes de curva continuam na mesma posição, mas o para-choque ganhou contornos mais aerodinâmicos e menos aventureiros. Ele apresenta duas entradas de ar nas laterais e uma parte central com uma pequena grade e linhas que criam o visual de um spoiler.


Os faróis de neblina centralizados saíram de cena e os refletores laterais deixaram o corpo do conjunto ótico para se instalarem nas saias de rodas dianteiras. Isso é um indicativo de que o Hyundai Kona Electric deverá ser vendido também nos EUA, onde tais refletores são obrigatórios. Os vincos da base do para-choque se prolongam pelas laterais, embora os protetores nas portas sejam os mesmos da versão comum.

hyundai kona electric 2 - Hyundai Kona elétrico é revelado com autonomia de 470 km

Com pintura em dois tons, incluindo a mesma tonalidade clara nos retrovisores, o Hyundai Kona Electric apresenta novas rodas de liga leve, mais aerodinâmicas para reduzir o arrasto. Na traseira, as lanternas inferiores, localizadas nas molduras laterais, foram redesenhadas e apresentam um visual mais limpo. Já o para-choque se harmoniza perfeitamente com o protetor frontal, dando assim uma personalidade para essa versão plugada.

Se por fora o Hyundai Kona Electric apresenta mudanças no estilo que o identificam de longe, no interior, a alteração foi ainda maior. O crossover passa a adotar um console central elevado, tanto que gera um elemento vazado na parte inferior. Neste, sai a alavanca tradicional e entram botões de marcha, bem como freio de estacionamento eletrônico e modos de condução. Um porta-copos duplo foi integrado, assim como os comandos do ar-condicionado.

hyundai kona electric 5 - Hyundai Kona elétrico é revelado com autonomia de 470 km

Embaixo, há espaço para smartphones e conectores para recarga ou espelhamento. A parte superior do painel é a mesma, mas a tela de multimídia e sua moldura são novas, agora retangular e com novos comandos bem destacados. O sistema vem com Google Android Auto, Apple Car Play e MirrorLink, além de câmera de ré e navegador nativo. O quadro de instrumentos agora é digital e configurável, trazendo principalmente informações sobre a gestão de energia e condução do Hyundai Kona Electric.

O modelo vem ainda com bancos em couro com aquecimento e refrigeração, controle de cruzeiro adaptativo para-e-anda, volante multifuncional em couro, frenagem automática de emergência com detecção de pedestres e ciclistas, alerta de faixa e colisão, aviso de ponto cego e tráfego traseiro, entre outros.

hyundai kona electric 7 - Hyundai Kona elétrico é revelado com autonomia de 470 km

Mas e a parte elétrica? O Hyundai Kona Electric vem em duas versões de potência e alcance. Na opção de acesso, tem motor elétrico de 135 cv e baterias de lítio de 39,2 kWh. Elas garantem autonomia de 300 km no mundo real, segundo a nova norma WLTP. No caso da versão mais potente, o motor já entrega 204 cv e as baterias têm 64 kWh com autonomia de 470 km neste novo ciclo, que é executado rodando-se com o carro em ruas e estradas.

De 0 a 100 km/h, o crossover precisa de 9,3 segundos na versão de entrada e 7,6 segundos na mais potente. A máxima é limitada em 167 km/h nos dois casos. Com um carregador de 100 kW em DC, o Hyundai Kona Electric tem 80% da carga em 54 minutos, mas o alcance em condução pode ser ampliado com uso mais eficiente dos freios regenerativos.

Hyundai Kona Electric – Galeria de fotos

 

COMPARTILHAR:
  • Louis

    Gostei demais! Será que vai ser mais caro que um Bolt?

    • th!nk.t4nk

      Curti também, o carrinho parece um C3 com toque oriental. Se custar na mesma faixa do Bolt, eu iria nesse Kona aí.

    • Cincinato

      Vai ter uma briga boa. Leaf, bolt, golf, Prius.

      • JOSE DO EGITO

        A briga vai ser entre Leaf,Bolt,e Golf ja o PRIUS esta um andar acima!

  • Hugosw

    Esse é um carro muito interessante, externamente não é uma bizarrice e por dentro é praticamente um carro normal.
    Pena que aqui no país das bananas (que nem são brasileiras de verdade) vai custar duas fortunas.

  • afonso200

    lindo……uma duvida, ninguem lança carro 100% eletrico com cambio MANUAL

    • Julio Alvarez

      O cambio manual/automático existe por uma deficiência dos motores a combustão. O RPM máximo (7000) é baixo o torque não é constante. Por isso inventaram o cambio, para ajustar a relação entre a rotação das rodas com a rotação do motor. Já o motor elétrico tem torque máximo mesmo com rotação baixa, e os RPMS são muito mais altos, passam de 16000. Ou seja, o motor elétrico aguenta o tranco sem precisar de câmbio para trocar de marchas.

    • Ubiratã Muniz Silva

      carro elétrico não precisa de câmbio. só um “inversor de polaridade” pra marcha a ré.

    • Pedro Henrique

      é que como é um kona, não pode ter o stick kkkkkkkkkkkk
      se tivesse seria maior enganação kkkkkkkkkkk

      • Ubiratã Muniz Silva

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        finalmente alguém que entendeu porque esse carro não pode ter esse nome em Portugal.

        • ObservadorCWB

          Se você prefere sentar no Picasso tudo bem. Ainda prefiro Kona. E quem é do mundo do Triathlon sabe que o nome pode ter outro apelo.

  • Tochio

    Me lembrou os carros da Citroen, o que não é nenhum demérito !!

  • Maycon Farias

    Muito bom, parabéns!

  • Ricardo

    Por mais que aumentem a autonomia dos elétricos, enquanto não existirem pontos de recargas em todas as grandes e médias cidades, não serão viáveis para viajar.

  • Ubiratã Muniz Silva

    470km! Cara, nem meu HB20 a gasolina faz isso.

    • Eu dificilmente conseguiria rodar mais que isso num dia. Mesmo quando viajo. A distância máxima que costumo percorrer é 420 Km entre as cidades de Belo Horizonte e Montes Claros em Minas. Serviria como uma luva se a autonomia for esta mesmo.

      • Ubiratã Muniz Silva

        sim, o que eu quero dizer é que já tão conseguindo fazer carro elétrico com autonomia maior que carro a gasolina. esse é meu espanto!

    • Unknown

      Vc tá louco? Meu Ka sedan faz até 800Km na estrada com um tanque. Como um HB20 não faria 470Km?

      • Ubiratã Muniz Silva

        Pior que não faz. A combinação do câmbio AT4 com o motor 1.6 16v foi muito infeliz no HB20 (e tenho visto relatos que o AT6 também não melhora tanto assim).
        Na cidade dificilmente passa dos 395km (10 km/l), isso com pé de pena (e aqui em Brasília que é ponto fora da curva para média de consumo) , na estrada dá pra rodar um pouco mais.

        Com câmbio manual a coisa muda de figura, o carro faz 14km/l no trânsito aqui de Brasília fácil fácil (como eu fazia no March 1.6 16v que tinha antes), como confirmei com alguns motoristas de uber (e vi no computador de bordo, comparando com as informações do meu).

        Minha comparação foi no uso urbano, até porque a autonomia de um elétrico costuma ser melhor nessa situação por conta do maior uso do sistema de freios regenerativos.

        Na estrada suponho que meu HB20 AT4 chegue perto dos 500-550km de autonomia. Mas não passa disso não. Novamente, se fosse câmbio manual, era outra história.

        • Unknown

          Realmente os câmbios de 4 marchas prejudicam bastante o consumo, mas 10 Km/l na cidade está muito bom para um 1.6 automático, mesmo que em Brasília…

  • SK15

    Pra mim seria ideal ando uns 36km por dia pra ir e voltar ao trabalho dava uns 2 semanas de boa sem precisar carregar … já que acredito que parado nos congestionamentos não se gasta tanto quanto um a gasolina.

  • Diego HONORATO

    SUV, eletrico, generico com frente bizarra. No fim serão todos assim

  • Franco da Silva

    A HB precisa melhorar muito o interior dos carros para acompanhar a Hyundai.

  • Erivelton Freitas

    Esse carro é muito bonito, e justamente pelo visual, ele atrai, e se torna interessante. Quem dera a Hyundai trouxesse ele para cá em vez do questionável Creta =/

  • Pablo Silveira

    Que delicia essa Kona,
    Se não fosse tão carro eu compraria essa Kona elétrica.

    kkkkk amei o nome, muito melhor que picasso.

  • Unknown

    Muito bonito, tanto por fora, quanto o seu interior, além de ter uma autonomia até que boa.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email