Chrysler Coréia Europa FCA Fiat Hyundai

Hyundai teria planos para comprar Fiat-Chrysler, segundo coreanos

Hyundai teria planos para comprar Fiat-Chrysler, segundo coreanos

A Hyundai teria planos consistentes para arrematar o controle acionário da Fiat-Chrysler, segundo o jornal Asia Times. Pelos planos, Chung Mong-koo, CEO do grupo sul-coreano, estaria aguardando o momento certo de dar uma cartada decisiva e isso ocorreria no momento em que as ações da FCA caírem.


O plano da Hyundai deve ocorrer nos próximos meses, mas não antes da saída de Sérgio Marchionne, que deixa a companhia ítalo-americana em abril de 2019. O executivo canadense é a garantia para que a montadora coreana consiga arrematar a companhia ocidental, parcialmente ou por completo, já que a família Elkann dificilmente faria pressão pelo contrário.

Mas, algumas fontes dizem que Marchionne pode desistir no meio do caminho e seu sucessor é desconhecido. Por isso, quem tem conhecimento do caso diz que Chung Mong-koo vai se lançar antes que o chefão abandone um plano de resgate da montadora. Ele é impulsionado não por si mesmo, mas por outro acionista da Hyundai, Paul Singer, que tem US$ 1 bilhão em ações da montadora asiática.

É ele que estaria arquitetando o plano da Hyundai de comprar a FCA. Mas os planos de Singer vão mais além. Atual CEO da Telecom Itália, o bilionário estaria promovendo Alfredo Altavilla, que se tornou chefe das operações da empresa na Europa, África e Oriente Médio. Ele seria a escolha de Singer para suceder Marchionne na chefia da Fiat-Chrysler.


Hyundai teria planos para comprar Fiat-Chrysler, segundo coreanos

No momento, a sucessão de Marchionne é alvo de disputa entre o próprio e John Elkann, herdeiro da família Agnelli, fundadora da Fiat. Ele prefere Altavilla ou Mike Manley, atual CEO da Jeep. Já o chefão ainda na cadeira principal, prefere Richard Palmer. John Elkann aparentemente estaria mais interessado em investir nas telecomunicações do que a montadora que deu a fortuna da família. Hoje a Exor NV, empresa da família Agnelli, detém 29% das ações da FCA.

Mas o que muda se a Hyundai comprar FCA? Muita coisa. O grupo sul-coreano finalmente teria acesso ao mercado de picapes com a RAM e em menor grau com a Fiat. Além disso, a reorganização da Fiat-Chrysler daria à Hyundai-Kia a chance de ampliar sua participação no mercado americano e compensar as quedas nas vendas das duas marcas por lá.

Aqui no Brasil, a Hyundai-FCA poderia aliviar para a primeira a capacidade produtiva com a saída da CAOA e sua operação na Argentina, produzindo assim alguns modelos da Hyundai e talvez até da Kia, mas do outro lado da fronteira. Uma sinergia entre os grupos, no entanto, deve demorar muitos anos para ser solidificada nos moldes atuais das duas marcas asiáticas.

[Fonte: Asia Times]

Hyundai teria planos para comprar Fiat-Chrysler, segundo coreanos
Nota média 4.7 de 10 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email