Hyundai SUVs

Hyundai Tucson: Novo lá fora e antigo aqui no Brasil?

hyundai-tucson-novo-la-fora-e-antigo-aqui-no-brasil-1 Hyundai Tucson: Novo lá fora e antigo aqui no Brasil?







Recentemente foi divulgada uma redução de 75% na produção do Hyundai Tucson, pela fábrica da CAOA em Anápolis-GO. O modelo começará sua produção nacional em junho deste ano, segundo a CAOA. Mas, lá fora a segunda geração do Tucson começar a tornar-se cada vez mais definida.

Já foram flagradas algumas unidades do novo modelo, ainda em testes e com pesadas camuflagens para despitar a mídia automotiva mundial, tentando criar uma surpresa geral quando do lançamento do modelo.

Essa renderização do Novo Tucson é apenas um esboço do que poderá ser o visual do modelo, que vai focar seu alvo em peso-pesados da concorrência internacional, como o Honda CRV, Chevrolet Captiva, VW Tiguan, Ford Kuga, Mitsubishi Outlander, entre outros.

hyundai-tucson-novo-la-fora-e-antigo-aqui-no-brasil-2 Hyundai Tucson: Novo lá fora e antigo aqui no Brasil?

O Novo Tucson será um modelo totalmente novo, focado em ter um melhor espaço interno, custo x benefício, além de agregar novos propulsores a diesel e a gasolina. Destes, o destaque será para um novo 2.0TDI (common-rail), aliado à uma nova transmissão automática de seis marchas, que vai otimizar o consumo e melhorar o desempenho.

Mas, se lá fora o Tucson vai ficar realmente novo, e por aqui? A CAOA garante a produção do Tucson aqui, mas qual deles? O atual ou o novo? É estranho que a CAOA venha querer produzir o atual modelo aqui, justamente quando o novo modelo já está surgindo.

Ano passado o Tucson vendeu quase 20 mil unidades por aqui e segundo os dados da CAOA, seriam produzidos 3.000 unidades/mês, o que daria 36 mil por ano! Com essa redução, aparentemente por causa da crise, o número de Tucson por ano ficaria em apenas 6.000 unidades!

Esse número é até inferior ao de Kia Sportage vendidos aqui. Só a Captiva deverá vender este ano, tanto quanto o Tucson vendeu em 2008. Então, porque uma produção tão baixa para um modelo que venderia isso em poucas semanas?

Das duas, uma. Ou o Tucson nacional será o novo modelo, maior, mais caro e por isso com produção reduzida. Ou poderá deixar o caminho livre para concorrentes como a Captiva, dominarem o mercado que já foi dele.

[Fonte: Global Motors]



  • Osprey

    ou Tucson antiga fabricada aqui com preço competitivo, trazendo parte do ferramental velho da Coréia, e a nova importada por um preço superior para concorrer com a Captiva. Seria lamentável isso, a Hyundai começaria suas atividades no país com o pé esquerdo, fazendo a mesma coisa que outras fabricas nacionais fazem.

  • kaique

    Se isso acontecer a Hyundai pode-se dizer uma montadora totalmente nacional, la fora eles com modelos novos e nós aqui com projeções mau feitas, o esboço da nava Tucson se mostrou bem moderno sera um carro muito bonito, e outra é mais do que óbvio que a Captiva é um modelo bem acima do Tucson a começar é lógico pelo disigne e motorização e concerteza a Captiva vai dominar o mercado na sua ctegoria, eu me orgulho de morar no Brasil por suas belezas naturais e tudo mais, porém eu fico imaginando o presidente de uma montadora em seu escritorio rindo e dizendo – “bando de idiotas, nós lhe empurramdo modelos dos anos noventas eo bobos ainda se sentem os tais”.

  • Fafner

    Mas qual é a dúvida?
    É óbvio que o nosso vai ser o atual…
    Como diria o escritor ” não se é brasileiro impunemente”.

  • Henrique de Campos

    No país da banana, do carnaval e dos corruptos, não seria surpresa se a Hyundai optasse por fabricar o atual modelo para os brasileiros. Mas há esperanças de que prevaleça o bom senso da empresa, uma vez que sue crescimento é louvável diante do cenário crítico em que vivem as outras montadoras.

    Se ela quer realmente continuar próspera no Brasil, teremos o modelo alinhado com o resto do mundo. Caso contrário, será um tiro no pé.

    Afinal, a GM está aí, deitando e bordando com a Captiva V6 (mesmo com seus 4km/litro) e com a nova versão Ecotec 2.4. Custam o dobro do que se paga lá fora, mas o brasileiro é burro… e burrice custa caro.

    Fabricar um modelo no Brasil que está prestes a se tornar velho não pegaria nada bem. Nadinha.

  • The_W

    Me lembro que até o final do ano passado nas propagandas veículadas da Tucson a Hyundai garantia que o modelo vendido atualmente permaneceria por 5 anos mais com o mesmo visual, salvo mudanças mecânicas e de acabamento. Sendo assim, creio que o novo modelo virá como uma espécie de Gran Tucson para conviver com o atual. O mesmo que as outras marcas fazem com Corsa, Palio, Gol, Scenic, Picasso, etc…

  • Fábio Soares

    A verdade é que a Hyundai deu um pé na bunda do Brasil tal qual já fez anteriormente. Nós não temos Hyundai no país, temos CAOA, o que quer dizer que se amanhã o grupo resolver comercializar torneiras ao invés de carros vai ficar todo mundo com uma banana de um veículo na mão. Já cogitei em comprar um Hyundai i30, mas estou muito pé atrás com a marca atualmente. Agora, pra me conquistar, vai ter que provar que está investindo no país, nem que seja lançando um motor flex (a famosa gambiarra do mundo dos motores) e produzindo um Tucson atualizado no país. Pra ficar com empresa que tem a mesma politicagem das nossas tradicionais carroceiras, pelo menos com estas tenho a garantia que ficarão no país.

  • macarrone

    Com certeza!!! Refugo para um país do terceiro mundo!!

  • Rocco

    É por isso que vai começar a fazer aqui… já vai ficar ultrapassado…

  • Robson Levy

    Creio q a CAOA irá produzir o atual e o novo virá importado e coexistirá com o atual.

  • Luis.J.R.

    Há não!Só faltava essa, a hyundai tem que trazer aqui, ou melhor produzir aqui a nova geração.

  • jjaguar

    Por isto que não defendo mais a indústria automobilística nacional, já que ao “nacionalizar” modelos outrora importados, o preço não baixa muito (por vezes mantém o valor do carro importado, lucrando cada vez mais) ficamos mais distantes do mercados centrais. DEVERÍAMOS FECHAR TODAS AS FÁBRICAS NACIONAIS, começando pela VW, GM, Ford, Peugeot e Renault.
    Já pensou, importar diretamente da Alemanha o Golf VI? Touran? Lá não tem Gol e Fox (o Fox foi o pior negócio da VW na Europa até hoje)
    Já pensou, importar diretamente da Alemanha o Insignia, Astra e o Corsa? Lá não tem Celta e Prisma.
    Já pensou, importar diretamente da França o Megane, Clio e Scenic? Lá não tem Sandero pelado nem Scenic velha.
    Já pensou importar diretamente da França o 207 e 308? Lá não tem remendos!
    Já pensou importar o Fiesta e Ka? Lá não tem este cacareco Ford Ka brasileiro! Muito menos o “novo design Kinetic do Fiesta brasileiro”, e sim o Verve!

    Devemos repensar nos nossos valores!

  • Tiago Beneditto

    ESPERO QUE A HYUNDAI NÃO FAÇA A MESMA COISA QUE GM, VW, FORD, FIAT, FAZEM COM SEUS MODELOS CHEIO DE REMENDOS E DIZEM QUE É NOVA GERÇÃO,HYUNDAI RESPEITA O CONSUMIDOR BRASILEIRO, MERECEMOS ESTAR JUNTO COM O RESTO DO MUNDO, ( PRODUTO ATUALIZADO E NÃO DEFAZADO), SENDO ASSIM VOCÊS VÃO COMEÇAR A QUEIMAR O NOME DA MARCA PRODUZA O TUCSON NOVA GERAÇÃO, NEM QUE LEVA MAIS 2 ANOS PARA QUE SEJA FEITO AQUI MAS COMPENSA A NOVA GERAÇÃO. OU SE NÃO CONTINUEM IMPORTANDO DA COREIA ATÉ PORQUE A QUALIDADE É MELHOR,PORQUE AQUI A QUALIDADE DE PRODUÇÃO CAIU BASTANTE.

  • diego_german

    Seja educado nos seus comentarios.

    A CAOA não iria permitir isso…
    Levando-se em consideração que é uma empresa seria, acho eu como citado ai por outro colega, que será como hoje é a Citroen Xsara Picasso, e a C4 Picasso.

    Poderão haver 2 Tucsons, este da projeção alias, pelo porte sendo rival direto do Captiva.

    Ah, não consigo fugir da tentação de dizer: Ó perfil lembra muito o novo Murano, e a traseira o FX-35, se serviou de inspiração, parabens! Ótima escolha, porque os dois carros são realmente lindos;


Send this to a friend