EUA Segurança Veículos Comerciais

IIHS cria prêmio para reboques que evitam decapitação em colisão

iihs-teste-colisao-traseira-1 IIHS cria prêmio para reboques que evitam decapitação em colisão







O IIHS – instituto para segurança viária das seguradoras americanas – instituiu um novo prêmio, mas não para fabricantes de automóveis. Desta vez, o alvo são os fabricantes de semi-reboques. O motivo é a alta taxa de mortalidade por decapitação de motoristas de carro que se envolvem em colisões traseiras com esse tipo de veículo.

Nos EUA, as normas para altura e largura da barra de proteção traseira é muito mais branda que no Canadá. Por isso, após anos de análise de casos de acidentes fatais por decapitação, o IIHS decidiu recomendar aos fabricantes de semi-reboques americanos que posicionassem e reforçassem as tais barras de proteção, a fim de evitar esse tipo de acidente.

Além disso, o instituto pediu à NHTSA que regulamentasse o padrão dos protetores de semi-reboques para que os EUA ficassem no mesmo nível do Canadá. Porém, ao saber desse movimento, o grupo de fabricantes do setor correu atrás antes que a norma virasse lei. Após isso, as barras passaram a ser mais resistentes, mas ainda assim o IIHS decidiu criar o prêmio para que esses dispositivos se tornem ainda mais seguros.

De acordo com o instituto, muitos fabricantes do setor buscam aperfeiçoar os protetores e até pedem para repetir testes de segurança para melhor avaliação. Apesar de não ser um órgão federal e não ter qualquer poder legal para impor regras de segurança aos fabricantes de veículos e implementos, a IIHS é reconhecida por seus esforços em prol da proteção das pessoas e qualquer iniciativa do instituto praticamente é considerada como “lei” nos EUA.

[Fonte: TTAC]




Send this to a friend